Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
3Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Tecidos Epiteliais e Tecidos Conjuntivos

Tecidos Epiteliais e Tecidos Conjuntivos

Ratings: (0)|Views: 192 |Likes:
Published by Gerardo Furtado
Histologia: Tecidos Epiteliais e Conjuntivos
s organismos atualmente classificados no Reino Animalia (bem como os classificados no Reino Plantae) são pluricelulares, o que significa dizer que são formados por várias células. Diferentem ente de um simples agregado celular ou de uma colônia, contudo, animais e plantas apresentam clara (e complexa) diferenciação morfológica e fisiológica em suas células, que desta forma apresentam -se especializadas para o desempenho de diferentes funções em difere
Histologia: Tecidos Epiteliais e Conjuntivos
s organismos atualmente classificados no Reino Animalia (bem como os classificados no Reino Plantae) são pluricelulares, o que significa dizer que são formados por várias células. Diferentem ente de um simples agregado celular ou de uma colônia, contudo, animais e plantas apresentam clara (e complexa) diferenciação morfológica e fisiológica em suas células, que desta forma apresentam -se especializadas para o desempenho de diferentes funções em difere

More info:

Published by: Gerardo Furtado on Jul 06, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/07/2013

pdf

text

original

 
1
s organismos atualmente classificados no ReinoAnimalia (bem como os classificados no ReinoPlantae) são pluricelulares, o que significa dizer que sãoformados por rias células. Diferentemente de um simplesagregado celular ou de uma colônia, contudo, animais eplantas apresentam clara (e complexa) diferenciaçãomorfológica e fisiológica em suas células, que desta formaapresentam-se especializadas para o desempenho dediferentes funções em diferentes posições no organismo. Osgrupos celulares são classificados, de acordo com suafunção e origem, em tecidos.
T
ECIDOS
E
PITELIAIS
 
Os epitélios constituem um grupo distinto de tecidos que recobrem toda a superfície corporal, cavidades e tubos,funcionando como interface entre os compartimentos biológicos. Por sua grande coesão celular, os tecidos epiteliais sãoprincipalmente tecidos de delimitação, separando meios e cavidades no organismo. Contudo, outras funções sãodesempenhadas pelos tecidos epiteliais. Desta forma, podemos citar como suas funções principais:RevestimentoProteçãoAbsorçãoSecreçãoRecepção (neuroepitélios)
Características das células epiteliais
:1 - Escassez substância intercelular: O contato entre as células éfeito através do glicocálix. O glicocálix consiste de proteínas efosfolipídeos conjugados com pequenos polissacarídeos, formandoum revestimento celular externo. Aparentemente tem função deadesão entre as células, podendo simplesmente promover a proteçãomecânica e química para a membrana plasmática.2
 – 
Presença de Lâmina Basal: Todos os epitélios são mantidos poruma lâmina basal. Estas separam os epitélios dos tecidos conjuntivossubjacentes.3 - Avascularização: os epitélios não são penetrados por vasossanguíneos. A nutrição depende, portanto, da difusão de oxigênio ede metabólitos a partir dos tecidos subjacentes.4 - Polaridade celular: a distribuição de organelas nas célulasobedece a uma polaridade. 0 pólo basal corresponde à região que"olha" para a lâmina basal e o pólo apical é a região que está opostaà lâmina basal.5- Renovação constante pela atividade mitótica contínua das células,isto porque o tecido epitelial é constantemente esfoliado; apesar de as células epiteliais apresentarem intensa adesão mútua.Esta adesão é em parte devida ao glicocálix e reforçada por estruturas especiais.Nos tecidos epiteliais, há notoriamente uma grande coesão entre as células. Esta coesão é mantida basicamente pelasestruturas:Nexus: Junções tipo GAP ou de união. Amplas áreas de membranas intimamente opostas onde não ocorre fusão dasmembranas plasmáticas. Também permite a transferência de informação e de metabólitos de uma a outra célulaadjacente.Complexo juncional: característica dos epitélios simples, formados por três tipos de estruturas de adesão:a) Zônula de oclusão ou junção íntima: consistem de pequenas áreas nas quais a parte externa das membranas plasmáticasopostas acham-se fundidas umas às outras. Entre as áreas de fusão existem áreas às quais a fusão não ocorreu. A junção íntimaisola o espaço intercelular da luz, impedindo a passagem de substância por entre as células. Tem efeito selador.
O
Histologia: Tecidos Epiteliais e Conjuntivos
 
2b) Zona de adesão ou junção adesiva: Junção celular constituída por cinturões densos de material citoplasmático, uma em cadacélula adjacente. Situam-se muito próximas uma da outra e são unidas por feixes de proteínas especiais.c) Desmossomos: semelhantes à zona de adesão, diferenciam-se desta por serem descontínuos.
Epitélios de Revestimento e Epitélios Glandulares:
Os epitélios que participam das funções de proteção eabsorção são os epitélios de revestimento. Aqueles que tem funçõessecretoras estão geralmente dispostos em estruturas denominadasglândulas.Conceitualmente podemos dizer que o epitélio derevestimento constitui um tecido cujas células são justapostas,organizando uma ou mais camadas de revestimento contínuo, seja dasuperfície externa, como na epiderme, ou de superfície interna comono endotélio dos vasos.
Classificação dos Epitélios de Revestimento:
Os epitélios são classificados de acordo com trêscaracterísticas morfológicas:- Número de camadas celulares: uma única camada de célulasepiteliais caracteriza um epitélio simples, enquanto os epitélioscompostos de mais de uma camada são denominados epitéliosestratificados.- Forma das células: quando observadas em cortes obtidosperpendicularmente à superfície epitelial. A forma varia desdeachatadas até cilíndricas altas. Nos epitélios estratificados a forma dacamada das células mais externas determina a classificação.Exemplos de Epitélios de Revestimento:1 - Epitélio Simples: são definidos como epitélios superficiais constituídos de uma única camada de células. São quase sempreencontrados em superfícies absorventes ou secretoras e fornecem pequena proteção contra abrasão mecânica. As células quecompreendem os epitélios simples variam naforma, desde achatadas até cilíndricas altas, edisto depende sua função. Os epitélios simplespodem apresentar microvilosidades e cílios,que facilitam suas funções superficiaisespecíficas.1.1 - Epitélio Pavimentoso Simples: compostopor células achatadas, de forma irregular, queconstituem uma superfície contínua,geralmente comparada a um pavimento.Encontrado revestindo superfícies envolvidasno transporte passivo de gases e líquidoscomo a superfície pulmonar e os capilaressanguíneos (endotélio).1.2 - Epitélio Cúbico Simples: num corteperpendicular à membrana basal, as célulasepiteliais parecem quadradas. Geralmentereveste ductos e túbulos que podem ter funçãoexcretora, secretora ou absorvente, como ostúbulos coletores do rim, glândulas salivares epâncreas.1.3 - Epitélio Cilíndrico (ou Prismático) Simples: é formado por células altas com núcleos elípticos, alongados, podendo selocalizar na base, no centro e ocasionalmente no ápice do citoplasma. É encontrado geralmente em superfícies intensamenteabsorventes, como o intestino delgado e superfícies secretoras, como o esôfago.1.4 - Epitélio Cilíndrico (ou Prismático) Ciliado: Células cilíndricas que apresentam cílios, presentes no aparelho genitalfeminino.1.5 - Epitélio Cilíndrico ou Prismático Pseudo-Estratificado Ciliado: Células cilíndricas altas, também ciliadas. 0 termopseudo-estratificado se deve a aparência de que existe mais de uma camada de células, quando observado em cortes.Entretanto, é um epitélio simples porque todas as células repousam sobre a membrana basal. Estão presentes nas vias aéreas,traquéia e brônquios, dos mamíferos.
 
32 - Epitélios Estratificados: Contémmais de uma camada de células, temprincipalmente função protetora e ograu e a natureza da estratificação serelacionam com os tipos de desgastesfísicos aos quais a superfície se expõe.A classificação dos epitéliosestratificados geralmente se refere àestrutura das células da camadasuperficial.2.1 - Epitélio PavimentosoEstratificado: Consiste em um númerovariável de camadas celulares que sofretransição morfológica e funcionaldesde as células cúbicas da base para ascélulas superficiais achatadas. Ascélulas basais sofrem divisões mitóticasregulares dando origem a uma sucessãode células que são progressivamenteempurradas para a superfície livre. Durante a migração, as células passam por um processo de maturação e depois dedegeneração, na proporção em que se distanciam dos nutrientes, fornecidos pelo tecido conjuntivo subjacente. As célulassuperficiais degeneradas são continuamente descamadas e substituídas pelas camadas mais profundas. Este epitélio constitui orevestimento da cavidade oral, faringe, esôfago, canal anal e vagina, lugares sujeitos à abrasão mecânica moderada e mantidosúmidos por secreções glandulares locais.2.2 - Epitélio Pavimentoso Estratificado Queratinizado: Constitui a superfície epitelial da pele e se acha adaptado a abrasão edessecação constantes. Durante a maturação as células epiteliais sofrem um processo denominado queratinização resultando naformação de uma camada superficial não celular que consiste de queratina, uma proteína fibrosa, e dos remanescentes dascélulas epiteliais degeneradas.2.3 - Epitélio de Transição: Epitélio estratificado quase que unicamente presente nas vias urinárias de mamíferos. Éespecializado para sofrer distensões e a resistir à toxidez da urina. No órgão distendido o epitélio de transição aparece com umaou três camadas celulares, como no epitélio cúbico estratificado; no órgão vazio parece ter quatro ou cinco camadas, como noepitélio pavimentoso estratificado.2.4 - Epitélio Cilíndrico (ou Prismático) Estratificado: contém várias camadas de células cilíndricas, encontra-se revestindo aconjuntiva do olho e sua função é de proteção.
Classificação dos epitélios glandulares:
O epitélio que participa principalmente da secreção está geralmente disposto em estruturas denominadas glândulas.As substâncias sintetizadas e liberadas pelas células glandulares recebem denominação de produto de secreção e este variaquimicamente conforme a glândula considerada. As glândulas são invaginações de superfícies epiteliais que se formaramdurante o desenvolvimento embrionário pela proliferação do epitélio no tecido conjuntivo subjacente.A classificação das glândulas é realizada segundo a liberação do produto de secreção. Algumas mantêm continuidadecom a superfície epitelial, através de um canal, são denominadas glândulas exócrinas e secretam para a superfície livre. Emalguns casos, o canal degenera durante o desenvolvimento e deixa ilhas de tecido epitelial secretor profundamente isoladasdentro de outro tecido, são as glândulas endócrinas. Estas secretam diretamente na corrente sanguínea e suas secreções sãoconhecidas como hormônios.Glândulas Exócrinas: ou glândulas de secreção externa, são aquelas que possuem ductos que conduzem o produto de secreçãopara a superfície do corpo ou para a luz de órgãos. Nestas glândulas se distinguem 2 partes:- uma porção secretora: células responsáveis pela secreção e/ou síntese do produto de secreção;- ductos glandulares ou excretores: são canais por onde a secreção é eliminada.Morfologia das Glândulas Exócrinas: com base na morfologia da porção secretora as glândulas exócrinas, podem ser divididasem:- Tubulosas ou Tubular: a porção secretora assume a forma de tubo;- Acinosas ou Alveolares: a porção secretora assume a forma de um cacho de uvas;- Composta túbulo-acinosa: quando se encontram na mesma glândula porções secretoras tubulosas e acinosas.Eliminação da secreção das glândulas exócrinas. Quanto à eliminação da secreção pela glândula, esta pode ser classificada em:- Merócrina: quando a secreção é eliminada sem perda do citoplasma.-Apócrina: quando a secreção eliminada contém produto de secreção mais parte do citoplasma das células secretoras. Exemplo:glândulas mamárias.-Holócrina: quando a secreção eliminada é constituída pelas próprias células secretoras, cujo acúmulo de secreção determinasua morte. Exemplo: glândula sebácea.Glândulas Endócrinas:

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->