Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
2Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Preâmbulo de JoãoLopesPaulo ao livro Introd. ao Existencialismo de N. Abbagnano

Preâmbulo de JoãoLopesPaulo ao livro Introd. ao Existencialismo de N. Abbagnano

Ratings: (0)|Views: 273|Likes:
Published by Ariane Ewald

More info:

Published by: Ariane Ewald on Jul 07, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/27/2013

pdf

text

original

 
Volumespublicados:
DIÁLOGOSSOBREMÚSICA,porWilhelmFurtwaengler RAZÃOECONTRA-RAZÃONONOSSOTEMPO,pOFKarl
J
aspers APERSONALIDADENEURÓTICADONOSSOTEMPO,porKarenHorneyOTEATRÓEOSEUDUPLO,porAntoninArtaud INTRODUÇÃOAOEXISTENCfALISMO,porNicola Abbagnano
Apublicar:
UMMITOMODERNO,porC.G.Jung
Reservadostodososdireitospelalegislação
emvigor
N/COLAABBACNANO
fIItI
INT.RODU
ç
AO
AO
EXISTENCIALISMO
Preâmbulo
e
tradução,de
JOLOPESA'LVES
ENSAIO
EDITORIALMINOTAURO,LDA.
 
Reservados.osdireitospelalegislação'emvigol'paraa
EditorialMinotauro-RuaD.CarlosdeMascarenhas,
73-1.°
Esq.-Lisboa
PREÂMBULO
«Atouslesrepasprisencommun,
IlOUS
invitons
laberté
à
s'asseoir.Laplacede-
meurevidemaislecouvertrestemiss.
RENf~CHAR
Quando,comoéocaso,oautordeumlivrotemo cuidadodeoprefaciar,definindoaí,comlealclaridade, as
linhas
mestrasdoseupensamentonoqueproee rejeita,asfinalidadesquepersegue,oquequereoque nãoquer,seriadepleonásticofastiovoltarapisar caminhosjátrilhados,dandoaestasrápidasnotaso tomclássicodeintroduçãodirectaaolivroqueprece- dem.Maisdoquetentarrefazeroitineráriodeumau- tor,
o
quepareceredundante,interessarátalvezretomar ostraçosdeixadosporumaleitura-operaçãoentre todassinuosaeplurívocaenãoporforçacircunscrita, noquedemaissignificativoofereça,aoseu
objecto
ime-7
 
INTRODUÇÃOAOEXISTENCIALISMO
I'
11I,:M
n
ULO
seguidas,em-nosidoefectivamenteporpensador fiéisaoespíritodeaproximaçãodoconcreto,procla portodasasideologiasexistenciais,embora,emal mas,nãopoucotraido, Nessespensadores-Ocorrelembrar,atítulo
exe
plificativo,osnomesdedois,Merleau-PontyeSartr comtrajectos,aliás,muitolongedacoincidência_a afirmaçãodeprincípiodeque
há
uma
especificidade
d
«realidadehumana»,vividanaepelaparticularidad irredutíveldasindividualidadessingulares,oosim- pededea'referiremàdimensãosocialehistóricaemque seintegra.Assimentendida,apesquisaexistencialista podeoferecer
à
concretaproblemáticadotempoalguns contributosvaliosos. Sartredefine,comlucidez,aencruzilhadadopensa. mentocontemporâneo:porumlado,ostrabalhosde aprofundamentodezonasparciaisda«realidade
hu-
manacreditam-sedeaquisiçõesimportantíssimas,masa ausênciadeumfundamentoantropológicototalizante cerceiaoseualcance;poroutro,ossistemasquevisam umaconcepçãototalitáriadohomemedomundoten- demaviolar
a
dimicacomple:xidadedoserhumano, estratificando-aemapriorismosdogmáticos.Emqual. quercaso,«hoje,aexperiênciasocialehistóricacaifora dosaber», Retomar,emtodaasuaamplitude,a
totalidade
vivadesssaexperiência,que
sefaz
nahistória,que
é
apró.priahistória,semperderdevistaqueacompreensãodo
/
homempelohomem«implicanãosómétodosespecíficos mastambémumaRazãonova,isto
é,
umarelaçãonova
,('7)
precisaresses
mé-
,.11("""
(/1,
IC
to»"_t
l
o1/I/IIlarnentosdessarelão,ap-
,"I
existencialismoconse
,"./"urtuul~
e
um.d«filosofiado "',[prtas
premissas
e
udodasuacuriosaeori-
'",1d1/11{/lILIIO,
oest'd-
ciapode
d,
dasfiloso/tasaextSen
,"1111'[11I1
'o
ioos
d'gávelinteresse,
A
motiuos
eme
/I
1",/111'
fJortugues
É
independente- 'lmtítulo,que,t uuu.
I
(I
queuuüeli
A
ciacomque
'/iedadee
inte
igen.,
111(/111
est«
serz
'lfiasexistenciais
lá
'cosdasftoso .,,,trnuts
J
z
C
asst,blmadaliberdade, 'istencialoproe
","IIII/I.'·"CUt
ex,
5
integrando-os ,,istênciaeoer-,,
I
lu
/I('~
"IItl
eaexoerenteoftlosofo '.essoalesempre
c,
ioei
I11'1
,/(I
INlHtO
P
da
despreziue,
taindaavantagem,na_
,1/,/1
"[IIl'Senaltimpreocupaçoes toresquecutiua
1I1'{,'illll'
entreosau
A
osproblemas, 'oordenareexpor.,
'',111'
IL
Ii
rigornpensadoresexuten- ,ocomumentreos,
I
"/,'1
h/Ira
pouc'stematizações
prect-
quasesempre,aSt,
""1(/,
avessos,'ad"elezaporasstm -aliaasmg
1':,1/"
rcocupaçao,rticularmenteaceno fiedasuaprosa,pa
11
I
,,'lrgraa'l'temmuitoaseguracom. teobra
[aci
ta
,,,,,,I,,
IIIL
presen'.
ategoriascujoalcance
-d
tosconceüose
c
1""1'11,\110
ecermoque
encobertos
adltamporvezes,cod
I"'/I
i/ic
o
resu,bldliberadaausência
e
'lhtaparatoveraee
I'I"liri
ane.Alémdisso,apreo- ,"deoutrosautores..
I'Wlrsistemàtico
bêm.atratardirecta-.doraleoa-otam
e
"llIIçãosistematiza
(")~rtre,op,citog.
10,
24
25

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->