Welcome to Scribd. Sign in or start your free trial to enjoy unlimited e-books, audiobooks & documents.Find out more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
2Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Análise do perfil epidemiológico dos clientes do Centro de Atenção Psicossocial para Álcool e outras Drogas (CAPS-AD) de Sobral-CE

Análise do perfil epidemiológico dos clientes do Centro de Atenção Psicossocial para Álcool e outras Drogas (CAPS-AD) de Sobral-CE

Ratings: (0)|Views: 175|Likes:
RESUMO
O município de Sobral (Ceará) possui uma Rede de Atenção Integral à Saúde Mental. O Centro de Atenção Psicossocial para Álcool e outras Drogas (CAPS-AD) começou suas atividades em 2002 com uma equipe composta por enfermeiro, psiquiatra, médico generalista, psicólogo, terapeuta ocupacional, assistente Social, educador físico e auxiliares de enfermagem. O objetivo deste trabalho foi traçar um perfil da clientela atendida no serviço CAPS-AD de Sobral-CE no período de setembro de 2002 a março de 2006. O perfil do usuário é representado principalmente por homens (88,3%), de 20-39 anos (52,1%), com 1 a 7 anos de estudo (57,1%), sendo que 46,4% estão desempregados, 47,4% co-habitando com os pais e 27,4% foram referidos pelo Hospital Geral. A dependência química mais freqüente é o de alcoolismo (64,3%) e o principal padrão de consumo é o diário (66,5%). O estudo possibilitou conhecer a clientela, podendo-se apontar estratégias para prevenção ao abuso de substâncias psicoativas, bem como na assistência aos dependentes químicos.
Palavras-chave: Perfil epidemiológico; CAPS-AD; Dependência Química.

QUINDERÉ, P. H. D. ; TÓFOLI, L. F. . Análise do perfil epidemiológico dos clientes do Centro de Atenção Psicossocial para Álcool e outras Drogas (CAPS-AD) de Sobral-CE. Sanare (Sobral), v. 6, p. 62-66, 2007.
RESUMO
O município de Sobral (Ceará) possui uma Rede de Atenção Integral à Saúde Mental. O Centro de Atenção Psicossocial para Álcool e outras Drogas (CAPS-AD) começou suas atividades em 2002 com uma equipe composta por enfermeiro, psiquiatra, médico generalista, psicólogo, terapeuta ocupacional, assistente Social, educador físico e auxiliares de enfermagem. O objetivo deste trabalho foi traçar um perfil da clientela atendida no serviço CAPS-AD de Sobral-CE no período de setembro de 2002 a março de 2006. O perfil do usuário é representado principalmente por homens (88,3%), de 20-39 anos (52,1%), com 1 a 7 anos de estudo (57,1%), sendo que 46,4% estão desempregados, 47,4% co-habitando com os pais e 27,4% foram referidos pelo Hospital Geral. A dependência química mais freqüente é o de alcoolismo (64,3%) e o principal padrão de consumo é o diário (66,5%). O estudo possibilitou conhecer a clientela, podendo-se apontar estratégias para prevenção ao abuso de substâncias psicoativas, bem como na assistência aos dependentes químicos.
Palavras-chave: Perfil epidemiológico; CAPS-AD; Dependência Química.

QUINDERÉ, P. H. D. ; TÓFOLI, L. F. . Análise do perfil epidemiológico dos clientes do Centro de Atenção Psicossocial para Álcool e outras Drogas (CAPS-AD) de Sobral-CE. Sanare (Sobral), v. 6, p. 62-66, 2007.

More info:

Published by: Luís Fernando Tófoli on Jul 12, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

10/31/2012

pdf

text

original

 
SANARE, Sobral, v.6, n.2, p.62-66, jul./dez. 2005/2007
62
ANáLISE DO pERFIL EpIDEMIOLÓGICO DOS CLIENTESDO CENTRO DE ATENÇÃO pSICOSSOCIAL pARAáLCOOL E OUTRAS DROGAS (CApS-AD) DE SOBRAL-CE
EPIDEMIOLOGICAL PROFILE ANALYSIS OF PATIENTS FROM THE PSYCHOSOCIAL CARE CENTER FOR ALCOHOLAND DRUG MISUSE (CAPS – AD) IN SOBRAL, CE – BRAZIL
Paulo Henrique Dias Quinderé1
 
Luís Fernando Tófoli 2
RESUMO
O
município de Sobral (Ceará) possui uma Rede de Atenção Integral à Saúde Mental. O Centro de Atenção Psicossocial para Álcool e outras Drogas (CAPS-AD) começou suas atividades em 2002 com uma equipe composta por enfermeiro, psiquiatra, dico generalista, psicólogo, terapeuta ocupacional, assistente Social, educador sico e auxiliares deenfermagem. O objetivo deste trabalho foi traçar um perfil da clientela atendida no serviço CAPS-AD de Sobral-CE no peodo de setembro de 2002 a mao de 2006. O perfil do usrio é representado principalmente por homens (88,3%),de 20-39 anos (52,1%), com 1 a 7 anos de estudo (57,1%), sendo que 46,4% estão desempregados, 47,4% co-habitandocom os pais e 27,4% foram referidos pelo Hospital Geral. A dependência química mais freqüente é o de alcoolismo(64,3%) e o principal padrão de consumo é o diário (66,5%). O estudo possibilitou conhecer a clientela, podendo-seapontar estratégias para prevenção ao abuso de substâncias psicoativas, bem como na assistência aos dependentesquímicos.
Palavras-chave
: Perfil epidemiológico; CAPS-AD; Dependência Química.
ABSTRACT 
obral-CE has an Integral Mental Health Care Network. The Psychosocial Care Center for Alcohol and Drug Misuse(CAPS – AD) have being working since 2002 with a team composed of a nurse, psychiatrist, general physician, psychologist, occupational therapist, social worker, physical education instructor and nursing auxiliaries. The objectiveof this study was to trace the profile of the patient cared at the CAPS-AD service from September 2002 to March 2006.The user profile was mainly represented by men (88.3%), aged 20-39 (52.1%), with 1 to 7 years of schooling (57.1%),46.4% are unemployed, 47.4% were living with parents and 27.4% were referred by the General Hospital. The most  frequent chemical dependency was alcoholism (64.3%) and the main pattern of consumption was daily (66.5%). The study enabled getting to know the patients making possible to point out strategies for preventing abuse of psychoactive substances and to provide assistance to chemical dependents.
Keywords:
Epidemiological Profile; CAPS-AD; Chemical Dependency.
1 - Psicólogo. Especialista em Saúde Mental pela Escola de Formação em Saúde da Família Visconde de Sabóia e Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA).2 - Psiquiatra. Proessor da Faculdade de Medicina de Sobral-CE/ Universidade Federal do Ceará (UFC).
 
SANARE, Sobral, v.6, n.2, p.62-66, jul./dez. 2005/2007
63
1. INTRODUÇÃO
A dependência das drogas sejam elas lícitas ouilícitas, é um enômeno mundial que gera váriasconseqüências, tanto para o dependente como para asdemais pessoas do seu convívio, seja no âmbito ísico,psíquico ou social. No campo ísico causam doenças quepodem levar à morte; no psíquico causam dependênciapsicológica e no social podem causar problemas norelacionamento amiliar, problemas com a justiça e notrabalho, dentre outros (ALMEIDA, 1997).O autor acrescenta ainda que o uso abusivo desubstâncias químicas é atualmente um problema desaúde pública. A utilização do álcool, da maconha,dos opiáceos, das anetaminas e do tabaco temdesencadeado uma série de outros problemas ligados àsaúde da população e ao bem estar social, tais como:dependência química, crises de abstinência, riscosde contrair doenças sexualmente transmissíveis,desenvolvimento de carcinomas, aumento dacriminalidade, acidentes no trânsito e no trabalho eviolência doméstica.
 A dependência das
drogas
sejam elas
lícitas
ou
ilícitas
 , éum
 fenômeno
 
mundial
 que gera váriasconseqüências, tanto para o
dependente
como para as demais pessoasdo seu
convívio
 , seja no
âmbito físico
 ,
 psíquico
 ou
 social
.
Diante desta problemática oram criados Centrosde Atenção Psicossocial para tratamento ao abusoe dependência de substâncias psicoativas. Sobral,município localizado na zona do sertão centro-nortedo Ceará, oi a primeira cidade do Estado a implantarum Centro de Atenção Psicossocial para Álcool eoutras Drogas (CAPS-AD), dispositivo que az parteda Rede Integral à Saúde Mental, que consta aindacom os seguintes dispositivos: CAPS-Geral, ServiçoResidencial Terapêutico, Ambulatório de Psiquiatriado Centro de Especialidades Médicas e Ala de InternaçõesPsiquiátricas no Hospital Geral Dr. Estevão (MARINHO,2004).O CAPS-AD de Sobral iniciou suas atividades em setembrode 2002, sendo reerência especializada para o atendimentode dependentes químicos para as cidades de Sobral, Forquilhae Massapê. O serviço possui a equipe mínima de proissionaisexigida pelo Ministério da Saúde, composta por: um clínicogeral, um psiquiatra, um psicólogo, um assistente social, umterapeuta ocupacional, um educador ísico, dois enermeiros,três auxiliares de enermagem, um auxiliar administrativo,um auxiliar de serviços gerais, uma cozinheira, um oicineiro,um digitador e três vigilantes.Este serviço contava, no inal de 2006, com cerca de1000 clientes cadastrados. São atendidos os casos de altacomplexidade, encaminhados pelas equipes de atençãobásica à saúde, assim como por outros setores sociais taiscomo: S.O.S Criança, Conselho Tutelar, Programa LiberdadeAssistida, Semi-Liberdade, Hospitais Gerais. Além disso, oserviço também acolhe e avalia os casos que chegam pordemanda espontânea.Desde a implantação do CAPS-AD, a alta de dados acercada clientela atendida era marcante. Havia a necessidadede observar de onde advinham os usuários, de onde eramencaminhados, e que vínculos sociais e amiliares possuíam.Desta orma, o objetivo geral deste trabalho oi avaliar operil epidemiológico da clientela atendida no CAPS-AD deSobral. Ainda, os objetivos especíicos oram traçar o peril sócio-demográico da clientela atendida, descrever os tiposde substâncias psicoativas mais utilizadas pelos clientes equal a sua reqüência de consumo.
2. METODOLOGIA
Este estudo oi do tipo exploratório descritivo comabordagem quantitativa.Os dados oram coletados a partir do banco de dadosdo Centro Atenção Psicossocial para Álcool e outras Drogas(CAPS-AD) de Sobral, do sistema de Inormação da AtençãoBásica de Sobral-CE (SIAB) e do Instituto Brasileiro deGeograia e Estatística (IBGE).A população do estudo oi representada por clientescadastrados no serviço entre setembro de 2002 e março de2006, totalizando 980 prontuários cadastrados no serviço.Foram excluídos da amostra 20 casos que não possuíamdiagnóstico de abuso ou dependência de álcool e outrasdrogas, icando a amostra do estudo deinida com 960prontuários.Ainda, oram excluídos os clientes com idade inerior a15 anos (19 clientes), devido à baixa prevalência de pessoas
 
SANARE, Sobral, v.6, n.2, p.62-66, jul./dez. 2005/2007
64
nesta aixa-etária. Portanto a amostra para disposiçãoe análise dos resultados reerentes à variável aixa-etária icou deinida em 941 clientes.O estudo obedeceu aos aspectos da bioética,respeitando os princípios da beneicência, da não-maleicência, da autonomia e da justiça (Resolução196/96). O termo de compromisso para utilização dedados de prontuários oi assinado pelos pesquisadores,se comprometendo a preservar as inormações do bancode dados do serviço.Os dados oram organizados através do sotwareEpi-Ino (versão 6.02) e apresentados em gráicos etabelas.
3. ANáLISE E DISCUSSÃO DOSRESULTADOS
Com relação ao gênero dos clientes atendidosnos CAPS-AD, 88,3% era do sexo masculino (Tabela1). De acordo com o Sistema de Inormação daAtenção Básica (SIAB), ano base de 2006, existem napopulação de Sobral mais mulheres do que homens, oque demonstra uma elevada demanda de homens comproblemas relacionados ao uso abusivo de substânciaspsicoativas.
TABELA 1. Distribuição, por gnero, da clientelado CAPS-AD comparado com os dados do Sistema deInformação da Atenção Bsica, setembro de 2002 amarço de 2006.
A tabela 2 ilustra que a aixa etária com maiorpredominância atendida no CAPS-AD desde o iníciodo seu uncionamento é a que compreende as idadesentre 20 e 39 anos, correspondendo mais da metadeda clientela. Importante destacar que é a aixa etáriacom maior predominância no município de Sobral-CE(dados do SIAB). Os clientes com idade inerior aos 15anos oram excluídos desta análise em particular, paraeeito de comparação com as aixas etárias do SIAB.Estes, no entanto, oram somente 19 (2% do total),o que mostra um baixo índice de pré-adolescentesatendidos pelo CAPS-AD.Existe certa discrepância na aixa etária maior de 60anos atendida no CAPS-AD. Enquanto que na populaçãodo município esta aixa etária corresponde a 12,3%, noserviço esta aixa etária corresponde a apenas 4,7%.
TABELA 2. Distribuição por faixa etria da clientelado CAPS-AD comparado com os dados do Sistema deInformação da Atenção Bsica, setembro de 2002 a marçode 2006.
Podemos inerir, portanto que, os clientes do CAPS-ADsão pessoas ainda produtivas, que desempenham algumtipo de atividade. Ou seja, ajuda a desconstruir o estigmade que o dependente de álcool e outras drogas é um serimprodutivo, incapaz de poder realizar atividades, um serà margem da sociedade. São indivíduos que estão ou quepodem ser reinseridos no mercado de trabalho.Com relação à origem dos clientes que chegam ao CAPS-AD, 27,4% advém dos encaminhamentos realizados pelohospital geral Dr. Estevam, seguido dos encaminhamentosrealizados pelas equipes do PSF do município de Sobral (26,7%) e através da demanda espontânea (22,1%).
GêneroCAPS-ADSIABNúmero total%Número total%Masculino84888,391.83848,5Feminino11211,797.43551,5Total960100189.273100
Faixa etáriaCAPS-ADSIABNúmero total%Número total%15-19 11111,821.13215,220-3949052,168.41949,340-4919120,319.77814,250-5910511,212.5679,0> 60444,717.02312,3Total941100138.919100
Na tabela 3 podemos ver que 46,4% dos clientesatendidos no CAPS-AD airmou que estava desempregadaquando procuraram o serviço. No entanto, 38% dos clientesestavam exercendo algum tipo de trabalho remunerado, sejaele ormal ou inormal. Observamos ainda que, 7,7% estavamestudando e 3% eram de donas de casa, contabilizando umtotal de 48,7%, de clientes que estavam exercendo algumtipo de ocupação.
TABELA 3. Distribuição da clientela atendida no CAPS–ADpor ocupação, setembro de 2002 a março de 2006.
OcupaçãoNúmero total%Do lar283,0Desempregado (a)42746,4Benefciário (a)424,6Estudante717,7Incapaz sembeneício30,3Trabalhador ematividade35038,0Total921100

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->