Os artigos deste livro – todos eles frutos de pesquisas realizadas ou em realização por seus autores ao longo dos últimos anos – refletem o esforço comum do Instituto de Formação Humana e dos seus membros por sistematizar e disponibilizar ao público um sentido consistente e esclarecido da ideia de formação humana.
Ao longo dos capítulos deste livro, o leitor será apresentado ao entendimento de que a formação humana não é um processo qualquer que aconteça necessariamente às pessoas. Diferentemente, o referido conceito se expressa em modos congruentes e integrativos do pensar, do sentir e do agir que conferem sentido e elevação ao ser humano singular e a sua presença no e em relação com o mundo.
Pensar, sentir e agir são meios pelos quais o homem pode tomar consciência de si, dos outros e do contexto em que vive e se relacionar de forma significativa com os semelhantes e com as condições da vida, razão pela qual tais atributos humanos não são humanizados por si mesmos, mas exigem cultivo necessário para que possam expressar a todo ente singular o seu caminho próprio e pessoal capaz de realizar a si mesmo e beneficiar e enriquecer a humanidade.
Por meio da utilização de diferentes linguagens e linhagens teóricas, todos os textos deste livro fundamentam, de diversos modos, a ideia de formação humana e a importância do seu cultivo. O primeiro capítulo apresenta uma rica e rigorosa reflexão fenomenológico-existencial sobre o pensar, o sentir e o agir como expressões da vida humana autêntica e apropriada.
O segundo capítulo trata das dimensões humanas e do sentido de sua integração, ressaltando, entre diversos outros aspectos, o ideal de coerência entre o pensar, o sentir e o agir.
O terceiro capítulo dá continuidade à linha de argumentação do capítulo anterior, enfatizando o desenvolvimento emocional e relacional como aspecto fundamental do sentido integral de formação humana, acrescentando, ainda, uma breve discussão sobre os meios de se promover tal formação no âmbito escolar.
O quarto capítulo realiza estudo analítico comparativo da ideia de espiritualidade e formação humana em três pensadores: Sri Aurobindo, Ferdinand Röhr e Alfonso López Quintás. Seu texto demonstra que o entendimento daqueles conceitos não se expressa exclusivamente por um tipo de linguagem, mas que, contrariamente, mesmo tradições completamente distintas podem reverberar a concepção espiritual da formação humana.
O quinto capítulo nos oferece uma rica introdução à compreensão do humano elaborada pelo fundador da antroposofia, Rudolf Steiner. Ali também se enceta a discussão sobre os reducionismos da medicina materialista na compreensão do que é o ser humano e a necessidade de reformulação humanística na formação médica.
Por fim, o último capítulo empreende o esforço de relacionar a ideia de formação humana e sua amplitude social ao sentido estrito de cultura, demonstrando a dependência daquela ideia em relação à existência de mestres, práticas e instituições social e simbolicamente legitimadas quanto a este ideal.
Desejamos que o fruto de nosso trabalho aqui expresso possa contribuir para o esclarecimento da ideia de formação humana e para que mais pessoas, por sua própria convicção interior, possam vir a se comprometer com a mesma.

Published: Instituto de Formação Humana on
ISBN: 9781301869428
List price: $14.99
Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
Availability for O Pensar, o Sentir, o Agir: sentidos da formação humana
With a 30 day free trial you can read online for free
  1. This book can be read on up to 6 mobile devices.
scribd