Start Reading

Despeço-me Hoje de Lisboa

Ratings:
Length: 169 pages2 hours

Summary

"Manhã de sol, tempo de praia, podia estar a passar em Alcântara, vindo da estação do cais do Sodré no comboio para Carcavelos, de toalha ao ombro e uns álbuns de banda desenhada para ler na praia. Como fazia no tempo da Sara, noutro tempo, já nem sei que tempo são três meses, mas é de certeza muito tempo, aquele que leva a que as coisas fiquem pequenas e esboroadas na memória porque entretanto outras muito mais audazes e perspicazes se meteram no caminho e pisam essas outras. E de tal maneira o fazem que essas outras ficam lá em baixo a gritar, lá no fundo da memória e nós só as ouvimos de quando em vez, e por ser assim vão ficando cada vez mais longe, umas mais feias do que eram, outras mais bonitas.
Mas não, estava na gare marítima de Alcântara, apinhada de gente, lenços, abraços, choros, muita raiva. Muitas promessas, é preciso prometer o mais que se pode quando sabemos que nada podemos fazer, que aquele outro que desejamos perto se vai, queremos que o tempo que falta, e que ainda ontem parecia o suficiente para a respiração não estar acelerada, se divida em pedacinhos muito pequenos, como a Física Quântica garante que é possível, e assim passarmos por entre as partículas da realidade e ficarmos para sempre onde queremos ficar, a respirar devagarinho."

Read on the Scribd mobile app

Download the free Scribd mobile app to read anytime, anywhere.