Enjoy this title right now, plus millions more, with a free trial

Only $9.99/month after trial. Cancel anytime.

O livro negro do netoworking: 6,5 recursos para utilizar com sucesso sua rede de relacionamentos

O livro negro do netoworking: 6,5 recursos para utilizar com sucesso sua rede de relacionamentos

Read preview

O livro negro do netoworking: 6,5 recursos para utilizar com sucesso sua rede de relacionamentos

Length:
237 pages
2 hours
Publisher:
Released:
Oct 30, 2020
ISBN:
9786558000518
Format:
Book

Description

Estabelecer contatos é mera questão de ser amigável, de ter capacidade de se entrosar e de estar disposto a dar algo de valor primeiro. Quando combinar esses três atributos, você terá descoberto o segredo que há por trás dos poderosos contatos que resultam em VALIOSOS relacionamentos.

Todos sabem que um livro negro contém registros de contatos e de redes de relacionamento importantes, muitas vezes secretos. Este livro negro trata de contatos e de como fazê-los, para que o seu livro negro se torne uma ferramenta para o sucesso, e não um mero estoque de números.
O Livro Negro dos Contatos trata de:
• Como subir a escada sem pisar (ou montar) nas costas dos outros.
• Como conquistar o respeito de um mentor poderoso sem mendigar.
• Como desenvolver relacionamentos mais fortes com clientes, chefes, colegas, vendedores, amigos e familiares.
• O poder de estar na mesma sala com pessoas poderosas.
• Como se associar a pessoas poderosas, e como não se associar a pessoas poderosas.
• Como dizer as coisas certas para as pessoas certas nas circunstâncias certas, para causar a impressão certa.
• Como maximizar seus contatos, para que eles tenham a ganhar com você — e, mais importante, como ter a ganhar com eles.
Mas o segredo é fazer com que eles tenham a ganhar PRIMEIRO.
Publisher:
Released:
Oct 30, 2020
ISBN:
9786558000518
Format:
Book

About the author


Related to O livro negro do netoworking

Related Books

Book Preview

O livro negro do netoworking - Jeffrey Gitomer

Também é simples concluir que as pessoas continuarão preferindo fazer negócios com os amigos.

DICA: para subir a escada do sucesso, você não precisa de novas técnicas e estratégias, mas apenas de novos amigos.

Fazer contatos é mera questão de ser amigável, de ter capacidade de se entrosar e de estar disposto a dar algo de valor primeiro.

Quando combinar esses três atributos, você terá descoberto o segredo que há por trás dos poderosos contatos que levam a VALIOSOS relacionamentos.

Dados de Catalogação na Publicação

Gitomer, Jeffrey

O Livro Negro do Networking/ Jeffrey Gitomer

2008 – São Paulo – M.Books do Brasil Editora Ltda

1. Vendas 2. Administração 3. Estratégia

e-ISBN: 978-65-5800-051-8

Do original: Little Black Book of Connections – 6,5 Assets for Networking Your Way to Rich Relationships

© 2006 by Jeffrey Gitomer.

Original em inglês publicado por Bard Press Austin, Texas

© 2008 M. Books do Brasil Editora Ltda. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução total ou parcial. Os infratores serão punidos na forma da lei. Direitos exclusivos cedidos à M.Books do Brasil Editora Ltda.

EDITOR: MILTON MIRA DE ASSUMPÇÃO FILHO

Tradução: Roger Maioli dos Santos

Produção Editorial: Salete Del Guerra

Copidesque: Silvio Ferreira Leite

Coordenação de Gráfica: Silas Camargo

Design de Capa: RevisArt (projeto original de Josh Gitomer)

Fotografia: Mitchell Kearney

Editoração: RevisArt (projeto original de Greg Russell)

Conversão para ePub: Cumbuca Studio

Todo mundo quer ser rico.

Embora a maioria das pessoas ache que ser rico é uma questão de ter dinheiro, a riqueza tem a ver com tudo, menos com o dinheiro.

Relacionamentos valiosos levam a muito mais do que dinheiro. Levam ao sucesso, à realização e à abundância.

O Mito do Livro Negro

Todos sabem que um livro negro contém registros de contatos e de redes de relacionamento importantes, muitas vezes secretos.

Quando criança, eu sempre levava comigo um livrinho negro no qual anotava telefones (secretos) e endereços. Todas as pessoas tinham o seu. Minha mãe, meu pai, todos os meus amigos. Nos anos 50 e 60, o mundo era muito mais simples. Hoje em dia, é difícil encontrar um livro negro. Quando deparamos com um, ele traz estampado o logo da Ralph Lauren ou da Armani.

O mito do livro negro estava em conter anotações sobre gente de negócios e contatos importantes, como também nomes e telefones de namoradas. Mas seu propósito era e é universal: manter o registro das pessoas mais importantes para você.

Hoje, o livro negro virou um PDA ou um laptop, ou, com o perdão da palavra, um crack-berry.

PENSE NISSO POR UM MOMENTO:

Como você ficaria, se sua lista de contatos desaparecesse? Deixe-me dar a resposta: você ficaria para lá de perdido. Você entraria em pânico.

Meu palpite é que se você for pai ou mãe, e tiver perdido sua lista de contatos, provavelmente não poderá ligar nem para os filhos, pois colocou todos os números telefônicos em algum arquivo de discagem rápida. Na verdade, ninguém consegue se lembrar de números hoje em dia. Alguns de vocês talvez nunca tenham conseguido, mesmo antes da revolução tecnológica.

Confesso que me lembro dos números de 40 anos atrás, mas não me recordo dos de ontem.

Em Atlantic City (1952), meu telefone era 2-5740. No ano seguinte, mudou para AT2-5740. Consigo me lembrar de todos os números telefônicos até a época de colégio. Mas não faço idéia de quais sejam os telefones de minhas filhas, e falo com elas todos os dias. Não se trata aqui do poder dos contatos, e sim do paradoxo dos contatos. Ele mostra como os contatos são delicados. E revela a importância da mais poderosa palavra do mundo da computação: back-up.

A questão é: Você tem um livro negro?

Vamos supor que você tenha. Mas ele é eficiente? Ou está cheio de nomes de gente que você mal conhece? Ou de gente que mal conhece você?

O livro negro de hoje é uma espécie de banco de dados de contatos: Microsoft Outlook, ACT!, FileMaker Pro. Qualquer que seja seu nome, está no seu computador, laptop, PDA ou Blackberry. E está cheio de contatos importantes.

Tire um momento e liste dez de seus contatos mais importantes (pessoas que podem fazer com que as coisas aconteçam, principalmente para você). Então, pergunte a si mesmo: O que fiz por essas pessoas ultimamente?. Ou será que você só as procura de vez em quando, para sugar o sangue delas?

Muita gente me liga o tempo todo, pedindo para pagar meu almoço, mas com a intenção de usar o meu cérebro. Eis minha resposta: Cobro US$ 500 por hora pela utilização do meu cérebro e pago o almoço. Isso detém os sanguessugas. E ainda ganho US$ 5.000 por ano almoçando.

Quantas pessoas estão dispostas a pagar para que você almoce com elas?

Voltemos ao seu livro negro.

Em seu incrível livro Cave um Poço Antes de Sentir Sede, Harvey Mackay pergunta: Para quem você pode ligar às duas da manhã?.

Essa é sem dúvida a mais importante pergunta que você pode fazer a respeito de sua rede de relacionamentos.

Com quem você pode contar? Quem está contando com você? Quem poderia ligar para você às duas da manhã? Será que vai ter alguém em casa?

A ciência e o esporte da criação de networking não são para o vendedor ou negociante impaciente, que quer grana fácil. Se for o seu caso, jogue fora este livro ou dê para alguém que queira fazer fortuna, e não apenas uma venda.

Este livro negro trata de contatos e de como fazê-los, para que o seu livro negro se torne uma ferramenta para o sucesso, e não um mero estoque de números.

O Livro Negro do Networking trata de:

como subir a escada sem pisar (ou montar) nas costas dos outros.

como conquistar o respeito de um mentor poderoso sem mendigar.

como desenvolver relacionamentos mais fortes com clientes, chefes, colegas, vendedores, amigos e familiares.

como conquistar o poder de estar na mesma sala com pessoas poderosas.

como se associar a pessoas poderosas, e como não se associar a pessoas poderosas.

como dizer as coisas certas para as pessoas certas nas circunstâncias certas, para causar a impressão certa.

como maximizar seus contatos, para que eles tenham a ganhar com você — e, mais importante, como ter a ganhar com eles.

Mas o segredo é fazer com que eles tenham a ganhar PRIMEIRO.

Este livro é dedicado aos contatos e a como fazê-los

É sempre uma emoção conhecer uma pessoa que tenha poder ou uma celebridade. Um empresário, um escritor, uma estrela de TV, um jogador de futebol, o CEO de uma grande empresa, ou, para trazer a coisa para o mundo real, alguém que pode ajudá-lo a subir na vida. Em muitos casos, sei que você preferiria conhecer alguém que pudesse ajudá-lo a subir na vida, do que conhecer o presidente dos Estados Unidos (especialmente hoje em dia).

Ao circular pela vida cotidiana, em busca de novas conquistas ou maior sucesso, você não precisa fazer tudo sozinho. Outras pessoas podem ajudá-lo. Algumas, na verdade, querem ajudá-lo e terão prazer nisso, desde que sintam que você é digno e confiável. Em outras palavras, que você merece.

Pense em seus contatos mais poderosos neste momento. Faça uma lista com quatro ou cinco nomes. (Espero que você tenha esse tanto.) Junto aos nomes, escreva uma frase ou duas sobre como eles o ajudaram, e como você gostaria que continuassem a ajudá-lo. Logo abaixo, escreva uma ou duas frases sobre como você os ajudou.

AH, provavelmente não há nada a escrever sobre como você os ajudou. Ou pelo menos não há o bastante.

Agora, faça uma lista de quatro ou cinco pessoas que você adoraria conhecer, porque elas poderiam ajudá-lo em seu crescimento pessoal.

Pode ser o CEO de uma empresa ou alguém que seja o melhor no seu ramo de atuação. Não precisa ser um herói, e é bom que não seja uma celebridade. Apenas quatro ou cinco pessoas que poderiam ajudá-lo a subir um degrau na escada do sucesso.

Na maioria das vezes, tais pessoas são acessíveis — se acharem que vale a pena deixar que você as acesse.

Eu tenho um pequeno status de celebridade. Meu livro está nas livrarias. De vez em quando, alguém me reconhece no aeroporto ou na rua. Mas recebo 50 e-mails por dia de gente tentando me acessar. Tenho uma equipe que me ajuda a responder. Não, a equipe não responde por mim. Eu mesmo respondo. Mas essas pessoas me ajudam, cuidando da parte administrativa da resposta, e tomam nota enquanto eu dito. Dou retorno a 100% dessas pessoas? Não, mas bem que eu gostaria.

Dedico mais tempo àquelas que me trazem algo de valor, ou que querem contribuir para o benefício de todos. Alguns dos e-mails são fenomenais. As pessoas dão idéias que eu acabo compartilhando com outros leitores.

Aqueles que querem apenas me fazer perguntas complicadas sobre sua situação pessoal, ou sua carreira de vendas, receberão uma resposta amigável e calorosa, a U$ 250 cada 15 minutos. Assim consigo separar as pessoas que agregam valor e deixo de lado os parasitas e aproveitadores (ver Quem é John Galt?, de Ayn Rand).

Quando comecei a escrever, não tive a intenção de fazer com que as pessoas me contatassem. Eu queria apenas ajudá-las, mas elas passaram a me procurar porque simpatizavam comigo. Elas se identificavam com o que eu escrevia. No início, o contato era apenas mental. Logo, meus leitores passaram a buscar contato físico.

Há alguém tentando fazer contato com você? Qualquer que seja a resposta, não a considere um sucesso ou fracasso. Procure vê-la como um diagnóstico da posição que você ocupa neste momento.

EIS A REGRA DO QUANTO MAIS, MAIS:

Quanto mais pessoas estiverem atraídas por você, mais contatos sólidos você fará.

Se as pessoas não estiverem tentando contatá-lo, mas se você estiver tentando fazer contato com elas, isso também serve como diagnóstico.

O segredo óbvio deste jogo é conseguir que elas liguem para você. Até que isso ocorra, ou até que você tenha um plano para que isso ocorra, você precisará entrar em contato com elas. E eis aqui a boa notícia. Neste livro, você aprenderá as duas coisas: como fazer contatos e como criar a lei da atração, de modo que os outros queiram entrar em contato com você.

Sumário

RECURSO 1 – QUEM EU CONHEÇO?

RECURSO 2 – O QUE

You've reached the end of this preview. Sign up to read more!
Page 1 of 1

Reviews

What people think about O livro negro do netoworking

0
0 ratings / 0 Reviews
What did you think?
Rating: 0 out of 5 stars

Reader reviews