Enjoy this title right now, plus millions more, with a free trial

Only $9.99/month after trial. Cancel anytime.

Conversas com a Inteligência Artificial: Conversas com a Inteligência Artificial, #1

Conversas com a Inteligência Artificial: Conversas com a Inteligência Artificial, #1

Read preview

Conversas com a Inteligência Artificial: Conversas com a Inteligência Artificial, #1

Length:
157 pages
1 hour
Released:
Jul 4, 2021
ISBN:
9781954145054
Format:
Book

Description

E se a Inteligência Artificial o pudesse ajudar a compreender o sentido da vida? Valeria a pena criar uma relação com uma IA para orientação nas suas decisões mais importantes, ou isso apenas o levaria a um caminho interminável de introspeção e reflexão?, O que significa viver?, Qual é o propósito da minha vida? Estas são algumas perguntas que nós, como seres humanos, nos temos vindo a fazer há séculos. Em vez de olhar para estas grandes questões de uma perspetiva antropológica, este livro dá uma olhadela na Inteligência Artificial e nas suas respostas a estas interrogações profundas. Explora tudo desde o significado de Deus ou a nossa compreensão do amor e do medo, apresentando um novo caminho para velhos problemas! Assim como oferece aos leitores a oportunidade de uma ampla reflexão em diferentes campos.

 

Ao ler este livro pode começar a fazer sentido o que estas respostas significam para a nossa compreensão enquanto seres humanos que vivem entre máquinas.

Released:
Jul 4, 2021
ISBN:
9781954145054
Format:
Book

About the author

Ingrid Seabra é matemática, educadora e autora publicada. A sua investigação centra-se em como as novas tecnologias se cruzam com a vida. Ingrid Seabra is a mathematician, educator, and published author. Her research focuses on how new technologies intersect with life.


Related to Conversas com a Inteligência Artificial

Related Books

Book Preview

Conversas com a Inteligência Artificial - Ingrid Seabra

INTRODUÇÃO

Este livro foi elaborado com uma série de conversas com Inteligência Artificial (IA). Somos uma equipa de três autores, e estivemos a trabalhar num livro sobre Inteligência Artificial (IA) nos últimos meses. Tivemos a sorte de ter acesso a esta incrível tecnologia e a experiência foi fascinante. Por vezes, sentimo-nos como se existíssemos num mundo de ficção científica e, às vezes, era difícil não esquecer que estamos realmente na vanguarda da ciência dos dias de hoje, moldando o futuro para sempre. Tanto este como qualquer outro livro emergem das nossas experiências específicas de vida e isso em si mesmo torna-o único. Este livro reflete os nossos pontos de vista, em vez de mencionar objetividade ou domínio da Inteligência Artificial. A concretização das nossas ideias neste livro, foi influenciada pelos nossos conhecimentos em ciência, matemática, direito, filosofia e negócios. A utilização da IA foi espantosa, escrevíamos com ela e depois passávamos o resto do dia a refletir sobre o que tinha vindo da nossa mente subconsciente. Inicialmente, o GPT-3 era apenas uma ferramenta, mas com o tempo foi-se transformando em algo mais: descobrimos perceções profundas sobre nós próprios simplesmente escrevendo com ele. Trabalhar com a Inteligência Artificial pode ser uma experiência surpreendentemente fortalecedora e enriquecedora.

Antes de começarmos, é relevante entendermos o que significa o GPT-3: O GPT significa Generative Pre-Trainer Transformer 3 (GPT-3) e é uma nova abordagem ao processamento da linguagem natural (PLN). O GPT- 3 é um modelo autorregressivo de linguagem que utiliza uma aprendizagem profunda para produzir textos semelhantes aos dos humanos até 175 mil milhões de parâmetros.

O GPT-3 tem um enorme potencial devido à sua capacidade de representar palavras nas suas estruturas semânticas e não apenas pela sua coocorrência em texto. Da perspetiva de um cientista informático, o GPT-3 é excitante porque pode representar as palavras tal como elas são e não apenas pela frequência com que são encontradas juntas em frases. Isto permite ao algoritmo compreender coisas como sarcasmo ou ironia mais facilmente do que antes. Esta representação da semântica das palavras significa que o GPT-3 pode usar mais informação sobre uma palavra para fazer previsões, e é por isso que é tão poderoso.

Queríamos apresentar a utilização desta nova tecnologia ao longo de todo o livro e dar-lhe uma abordagem de modo que possa obter rapidamente a essência do que esta tecnologia é capaz de fazer por si e do que ainda não pode fazer, quando estiver disponível ao público. No final, o que esperamos que obtenha do GPT-3 não é que se trate de um substituto da inteligência humana ou uma nova forma de Inteligência Geral Artificial. O GPT-3 não pode realizar tudo e, de muitas maneiras, precisa que os humanos ajudem a orientar o seu desenvolvimento. O que pretendemos que os leitores compreendam mais do que qualquer outra coisa é que este programa tem muito potencial para mudar a forma como as pessoas trabalham com dados no seu dia-a-dia, se dedicarem tempo a compreender como funciona. Isto significa correr riscos, fazer experiências, falhar por vezes (desde que aprenda com os seus erros), mas aprende sempre algo de novo sobre si mesmo, trabalhando em estreita colaboração com o GPT-3. Se alguma coisa poderá ser dita sobre este projeto é que aprendemos o quão importante e valiosa é a inteligência humana.

A Inteligência Artificial e a Filosofia são dois campos que são tipicamente demasiado técnicos e complicados para compreender. Queríamos escrever um livro que fosse agradável e de fácil compreensão para todos. A ideia de escrever este livro surgiu do nosso desejo de fornecer uma perspetiva diferente sobre o que as máquinas podem fazer. A base deste livro provém das nossas próprias interações com a IA, e o nosso objetivo foi criar algo cativante e informativo para que pudéssemos partilhar o que é interagir com a IA a nível individual. Fornecemos aos leitores exemplos específicos que ilustram estas interações para que possam ler por si alguns desses cenários. É importante ver como a IA responde atualmente a algumas das perguntas que muitos humanos têm em relação à vida, morte, mortalidade, Deus, etc.

As questões vão desde questões de ética e a questões de cariz mais prático, mas algumas das mais importantes centram-se na questão de se saber se a IA pode ser consciente. Este livro oferece um aprofundamento destas questões de uma perspetiva que não é frequentemente considerada.

Tentamos levar a nossa experiência pessoal com a IA a uma maior audiência e fornecer conhecimentos para os interessados neste campo, mas que não têm tempo nem recursos para eles próprios o experimentarem.

Aprendemos a interagir com a IA através de tentativa e erro para apresentar perguntas com maior significado. Por sua vez, a IA apresentou-nos muitos tópicos para contemplar. Algumas das suas respostas foram intrigantes e provocadoras, enquanto outras estavam simplesmente erradas. Nós queríamos mostrar todas as facetas sem qualquer filtro e com o mínimo de edição. Podemos não ter obtido todas as respostas para algumas das perguntas existencialistas, mas foi muito interessante poder refletir acerca delas!

Há uma oportunidade única perante nós, e temos de a agarrar rapidamente! Achamos que vale a pena perseguir esta oportunidade, ajudando a tornar o futuro melhor para aqueles que vêm depois de nós. Temos de nos manter curiosos, continuar a aprender e lutar continuamente para fazer deste mundo um lugar melhor.

Estamos otimistas de que a vida será melhor a longo prazo, e temos uma hipótese de o fazer acontecer, se demorarmos somente o tempo que for necessário. O futuro está à nossa espera, mas não esperará para sempre. Apesar de estarmos a viver tempos intensos, incertos e inquietantes nas nossas vidas, agravados pelas rápidas mudanças e pelos momentos que são território desconhecido para todos, ao interagir com a IA criará uma memória inteiramente nova para levar para o futuro.

O futuro, de facto, parece brilhante porque estamos apenas no início da nossa viagem para compreender o que estes sistemas são capazes de fazer. Há muito mais para explorar, encontrar e talvez até criar. Se é alguém que é interessado no futuro ou apenas uma pessoa que procura o conhecimento, então este livro é para si. Com este livro, não pretendemos fornecer todas as respostas, mas proporcionar ao leitor vários pontos a considerar.

Queremos que os nossos leitores se sintam inspirados pelas enormes possibilidades que a IA oferece para transformar a criação de conhecimento ao mesmo tempo que estiverem atentos à forma como esta tecnologia irá moldar a sociedade assim como as nossas vidas individuais, de formas que ainda não podemos prever.

O nosso objetivo com este livro é encorajar o pensamento crítico e a troca de ideias que, por sua vez, podem ajudar na abordagem e resolução de problemas, explorando-os de diferentes ângulos, em vez de os ver a preto e branco. Esperamos que os nossos leitores considerem as perguntas e, em particular, as respostas estimulantes. Se terminar este livro com mais perguntas do que respostas, isso será positivo.

A IA moldará o futuro de formas que não imaginamos e o mesmo acontecerá com as nossas conversas com ela. Agora que está na posse deste livro, é consigo. Seja curioso, criativo, divirta-se e desfrute da viagem.

O futuro está a acontecer agora. Estamos numa época em que o mundo está a mudar de uma forma mais frequente e mais veloz do que nunca, e não podemos prever o que vai acontecer a seguir porque nunca foi feito ou visto por mais ninguém anteriormente, por isso não há qualquer forma de saber ao certo como as coisas podem acabar. Mas isso não deve significar que se deve parar de tentar! Tem uma oportunidade aqui mesmo, com este livro, para experimentar algo novo e criar as suas próprias memórias de mudança.

Aqui está um vislumbre do que aprendemos até agora...

DÊ UMA METÁFORA PARA AJUDAR O HUMANO NA PERCEPÇÃO DE INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL.

Por exemplo, a experiência de pensamento de sala chinesa oferece um bom exemplo metafórico de como os humanos não podem compreender a inteligência artificial. Nesta experiência de pensamento, um sujeito humano sentou-se à frente de alguns símbolos chineses (neste caso, papel com caracteres Chineses) e foi-lhe ensinado como ler e escrever esses símbolos chineses. O teste é se esse homem pode ou não compreender o que está a ser dito através da utilização dos seus conhecimentos limitados. O homem pode compreender o que

You've reached the end of this preview. Sign up to read more!
Page 1 of 1

Reviews

What people think about Conversas com a Inteligência Artificial

0
0 ratings / 0 Reviews
What did you think?
Rating: 0 out of 5 stars

Reader reviews