P. 1
1192809362_relatorio_de_verificacao_de_seguranca_mmt.doc

1192809362_relatorio_de_verificacao_de_seguranca_mmt.doc

|Views: 1,177|Likes:
Published by David Coelho

More info:

Published by: David Coelho on Jul 23, 2012
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/04/2014

pdf

text

original

RELATÓRIO DE VERIFICAÇÃO DE SEGURANÇA – Máquinas de movimentação de terras

MARCA
Logo empresa

REL. Nº DATA Nº horas

Nº SÉRIE ANO
Nº INTERNO

MODELO CATEGORIA

TIPO DE TRABALHO: CLIENTE:
0.1 - ESTADO GERAL 1.1 Resguardos / Blindagens / Escadas 1.2 Estrutura e Implementos 1.3 Protecções mecânicas / Térmicas 1.4 Espelhos retrovisores 1.5 Pneus e Jantes
NÃO APLICÁVEL BOM MÉDIO DEFICIENTE COMPROMETE SEGURANÇA DATA DE RESOLUÇÃO

OBSERVAÇÕES:

0.2 – SUPORTES / LIGAÇÕES 2.1 Cavilhas e freios de segurança 2.2 Sapatas / Estabilizadores/ Roletes 2.3 Trancas de Segurança

NÃO APLICÁVEL

BOM

MÉDIO

DEFICIENTE

COMPROMETE SEGURANÇA

DATA DE RESOLUÇÃO

OBSERVAÇÕES:

0.3 – CABINA / POSTO OPERADOR 3.1 Estrutura ROPS 3.2 Estrutura FOPS 3.3 Protecção de risco de estilhaçamento 3.4 Corrimãos e Varandins 3.5 Banco / Cinto Segurança 3.6 Visibilidade / Espelhos Interiores 3.7 Limpa / Lava Pára-Brisas 3.8 Isolamento (Poeiras e Fumos) 3.9 Superfícies Anti Derrapantes

NÃO APLICÁVEL

BOM

MÉDIO

DEFICIENTE

COMPROMETE SEGURANÇA

DATA DE RESOLUÇÃO

OBSERVAÇÕES:

0.4 – ENSAIO OPERAÇÃO/CONDUÇÃO 4.1 Dispositivo de Inibição do Motor 4.2 Dispositivo de Paragem de Emergência 4.3 Dispositivo de Corte de Transmissão 4.4 Dispositivo do Bloqueio Hidráulico 4.5 Comando das Trancas de Segurança 4.6 Sensor do Banco do Operador 4.7 Interruptores, Comandos e Manetes 4.8 Painel de avisos Luminosos / Sonoros 4.9 Faróis trabalho, Presença, Sinalização 4.10 Buzina / Aviso de Marcha-Atrás 4.11 Direcção principal e de Emergência 4.13 Dispositivo de bloqueio implementos 4.14 Travão Serviço/Parque/Giratória

NÃO APLICÁVEL

BOM

MÉDIO

DEFICIENTE

COMPROMETE SEGURANÇA

DATA DE RESOLUÇÃO

OBSERVAÇÕES:

Relatório de Verificação de Segurança de Máquinas de Movimentação de Terra segundo o D.L. 50/2005, de 25 de Fevereiro

RELATÓRIO DE VERIFICAÇÃO DE SEGURANÇA - MMT
0.5 – SISTEMA ELÉCTRICO 5.1 Dispositivo de Corte de Corrente 5.2 Cablagem e fichas de ligação 5.3 Alarmes e Seguranças
NÃO APLICÁVEL BOM MÉDIO DEFICIENTE

REL. Nº _______
COMPROMETE SEGURANÇA DATA DE RESOLUÇÃO

OBSERVAÇÕES:

0.6 – SISTEMA HIDRÁULICO 6.1 Estado dos Comandos 6.2 Estado dos tubos e uniões 6.3 Estado dos Cilindros Hidráulicos 6.4 Fugas (bombas, motor, válvulas)

NÃO APLICÁVEL

BOM

MÉDIO

DEFICIENTE

COMPROMETE SEGURANÇA

DATA DE RESOLUÇÃO

OBSERVAÇÕES:

0.7 – TRANSMISSÃO 7.1 Estado da Caixa de transferência 7.2 Estado dos veios de Transmissão 7.3 Estado dos Eixos

NÃO APLICÁVEL

BOM

MÉDIO

DEFICIENTE

COMPROMETE SEGURANÇA

DATA DE RESOLUÇÃO

OBSERVAÇÕES:

0.8 – MOTOR 8.1 Alimentação de Combustível (fugas) 8.2 Sistema de Refrigeração (fugas) 8.3 Admissão e Escape (fugas) 8.4 Correias 8.5 Apoios 8.6 Fugas de óleo 8.7 Protecções mecânicas / Térmicas

NÃO APLICÁVEL

BOM

MÉDIO

DEFICIENTE

COMPROMETE SEGURANÇA

DATA DE RESOLUÇÃO

OBSERVAÇÕES:

0.9 – SEGURANÇA GERAL 9.1 Manual de Operação e Manutenção 9.2 Sinalética de Segurança 9.3 Sistemas de Comando 9.4 Diagrama de Carga 9.5 Luz Rotativa / Flash 9.6 Triângulo 9.7 Extintor 9.8 Dispositivos de retenção e extracção

NÃO APLICÁVEL

BOM

MÉDIO

DEFICIENTE

COMPROMETE SEGURANÇA

DATA DE RESOLUÇÃO

OBSERVAÇÕES:

Relatório de Verificação de Segurança de Máquinas de Movimentação de Terra segundo o D.L. 50/2005, de 25 de Fevereiro

RELATÓRIO DE VERIFICAÇÃO DE SEGURANÇA - MMT
OUTROS NÃO APLICÁVEL BOM MÉDIO DEFICIENTE

REL. Nº _______
COMPROMETE SEGURANÇA DATA DE RESOLUÇÃO

OBSERVAÇÕES:

VERIFICAÇÃO

RECOMENDAÇÕES:

RELATÓRIO FINAL:

Data (Verificação) ___ / ___ / ___ Responsável pela inspecção Nome:___________Assinatura__________ Supervisor Nome:__________ Assinatura__________

Data (Verificação) ___ / ___ / ___ Operador Nome:__________ Assinatura__________

Observações:

_____________________________________________________________________________________ REVERIFICAÇÃO RECOMENDAÇÕES:

RELATÓRIO FINAL:

Data (Reverificação) ___ / ___ / ___ Responsável pela reverificação Nome:___________Assinatura__________ Supervisor Nome:__________ Assinatura__________

Data (Reverificação) ___ / ___ / ___ Operador Nome:__________ Assinatura__________

Observações:

Relatório de Verificação de Segurança de Máquinas de Movimentação de Terra segundo o D.L. 50/2005, de 25 de Fevereiro

INTRODUÇÃO
Cada equipamento Industrial deve ser verificado, segundo as periodicidades estabelecidas, por pessoa competente. A verificação compreenderá uma inspecção completa e rigorosa do estado técnico do veículo industrial com consideração especial na prevenção de acidentes para além do estado geral do equipamento. A referida pessoa competente deverá emitir a sua opinião e avaliação sem influência de factores operacionais e económicos, levando em consideração somente o aspecto da segurança. Esta pessoa deverá ter conhecimentos e experiência suficiente para poder julgar o estado do equipamento Industrial e a eficiência dos dispositivos de segurança de acordo com as regras normais e princípios básicos usados para teste e inspecção de veículos Industriais. O original deste documento destina-se a ser entregue ao cliente depois de, devidamente preenchido, datado e assinado pelo responsável. 0.1 - ESTADO GERAL 1.1 Resguardos / Blindagens / Escadas 1.2 Estrutura e Implementos 1.3 Protecções mecânicas / Térmicas 1.4 Espelhos retrovisores exteriores 1.5 Pneus e Jantes Verificar a existência, estado e fixação destes elementos, sendo de particular importância o que se refere a escadas e passadiços, que não devem apresentar defeitos que comprometam a segurança (empenos, falta de degraus, fixação incorrecta,…). Verificar a existência de fracturas fissuras, empenos, folgas e desgastes. Verificar todas as protecções mecânicas e térmicas tendo em atenção os órgãos móveis, assim como a protecção de todos os pontos quentes susceptíveis de originarem queimaduras. Devem garantir a boa visibilidade do operador. Verificar o grau de desgaste dos pneus, o seu estado e adequação da medida da roda ao equipamento

0.2 – SUPORTES / LIGAÇÕES 2.1 Cavilhas e freios de segurança Verificar a sua existência estado e condição. Na ausência ou mau estado compromete segurança. Verificar estado e condição, folgas nas cavilhas e casquilhos bem como quebras fissuras. O funcionamento deste sistema e o seu estado de conservação comprometem segurança. Verificar o seu estado e conservação. A inexistência ou mau estado comprometem segurança a e a a

2.2 Sapatas / Estabilizadores

2.3 Trancas de Segurança

0.3 – CABINA / POSTO OPERADOR 3.1 Estrutura ROPS 3.2 Estrutura FOPS 3.3 Protecção de risco de estilhaçamento 3.4 Corrimãos e Varandins

3.5 Banco / Cinto Segurança

3.6 Visibilidade / Espelhos Interiores 3.7 Limpa / Lava Pára-Brisas 3.8 Isolamento (Poeiras e Fumos)

3.9 Superfícies Anti Derrapantes

Verificar o estado e condição bem como a verificação de empenos, quebras e fissuras. Outras alterações efectuadas à estrutura como furacões diversas, soldaduras, terão de ser relatadas pois comprometem a segurança. Verificar o estado e condição. Verificar o bom funcionamento, estado e condição incluindo-se a verificação do funcionamento das inibições associadas. Verificar o estado e condição da cadeira ou banco do operador, sendo de particular importância a verificação do estado de fixação da cadeira ou banco à estrutura do equipamento, que pode comprometer a segurança. A inexistência ou mau funcionamento do cinto de segurança compromete a segurança Verificar a boa visibilidade do posto de comando/operação. A existência de obstruções à visibilidade compromete a segurança. Verificar o bom funcionamento e estado das escovas. Verificar o estado das borrachas, vidros e portas. Verificar a estanquecidade e insonorização da cabina. Assegurar que quando está fechada, esta não permite a entrada de poeiras, fumos ou outras contaminações / emanações que possam prejudicar o operador. Verificar a existência e estado das superfícies anti-derrapntes. Superfícies escorregadias comprometem a segurança.

0.4 – ENSAIO OPERAÇÃO/CONDUÇÃO 4.1 Dispositivo de Inibição de arranque do Motor 4.2 Dispositivo de Paragem de Emergência 4.3 Dispositivo de Corte de Transmissão 4.4 Dispositivo do Bloqueio Hidráulico 4.5 Comando das Trancas de Segurança 4.6 Sensor do Banco do Operador 4.7 Interruptores, Comandos e Manetes 4.8 Painel de avisos Luminosos / Sonoros 4.9 Faróis trabalho, Presença, Sinalização 4.10 Buzina / Aviso de Marcha-Atrás

4.11 Direcção principal e de Emergência 4.13 Dispositivo de bloqueio implementos

Verificar o bom funcionamento do sistema de inibição simulando a condição de não arranque. Exemplos: Alavanca do inversor accionada ou o capôt do motor aberto. Testar o dispositivo de paragem de emergência. O deficiente estado de conservação ou funcionamento compromete a segurança. Verificar o corte de transmissão simulando o mesmo. Verificar a existência, estado e conservação. Accionar o dispositivo e verificar o seu estado e condição. Exemplo deste dispositivo é o que imobiliza o implemento de uma rectroescavadora. Verificar a sua funcionalidade. Verificar o seu estado e condição. Verificar a existência e bom funcionamento, sinalética visível e se possível simular essas funções. Verificar a sua existência, bom estado, fixação e funcionalidade. Verificar a existência dos avisos sonoros e a sua funcionalidade. A não existência ou mau funcionamento deste dispositivos pode comprometer a segurança. No caso específico de máquinas giratórias o dispositivo de aviso deverá ser activado sempre que a máquina se desloque, independentemente do sentido. Verificar e assegurar o bom funcionamento e quando possível testar o sistema de direcção de emergência e prioridade à direcção. Nas máquinas multidireccionais testar o bom funcionamento dos vários programas de direcção, e nomeadamente direcção transversal, longitudinal e carrossel. Verificar a sua existência e bom funcionamento, factor importante para a segurança.

Relatório de Verificação de Segurança de Máquinas de Movimentação de Terra segundo o D.L. 50/2005, de 25 de Fevereiro

4.14 Travão Serviço/Parque/Giratória 0.5 – SISTEMA ELÉCTRICO 5.1 Dispositivo de Corte de Corrente 5.2 Cablagem e fichas de ligação 5.3 Alarmes e Seguranças 0.6 – SISTEMA HIDRÁULICO

Assegurar o bom funcionamento de todos os tipos de travão existentes na máquina testando-os. Estes sistemas são de muita importância para a segurança. Verificar a sua existência e bom funcionamento. Verificar visualmente o estado e condição destes elementos assim como a segurança dos pontos de fixação e posicionamento de cabos eléctricos, os quais devem ser de forma a prevenir o desgaste dos revestimentos / isolamentos. Verificar os códigos de avarias e o bom funcionamento de alarmes e seguranças activas.
Verificar o seu estado e condição. Deverá prestar especial atenção à verificação destes elementos verificando nomeadamente se os sistemas de comando são claramente visíveis e identificáveis, e se for caso disso, se têm uma marcação apropriada, como por exemplo diagramas esquemáticos esclarecedores do seu funcionamento. Deve certificar-se que os sistemas de comando não podem ser accionados inadvertidamente por meio de manobra não intencional. Verificar se o operador pode certificar-se a partir do posto de comando (sentado no ou nos assentos), da ausência de pessoas nas zonas perigosas ou, se tal não for possível, o arranque deverá ser precedido de um sistema de aviso seguro, sonoro ou visual. Verifique ainda que os sistemas de comando são seguros e se encontram escolhidos tendo em conta as falhas, perturbações e limitações previsíveis na utilização para que foram projectados. Por exemplo, não faz sentido numa máquina a utilização de componentes concebidos para a construção civil, assim como também não faz sentido a utilização de interruptores não blindados em locais expostos aos elementos naturais (chuva, neve, etc.).

6.1 Estado dos Comandos

6.2 Estado dos tubos e uniões

6.3 Estado dos Cilindros Hidráulicos 6.4 Fugas (bombas, motor, válvulas) 0.7 – TRANSMISSÃO

Verificar o seu estado geral tendo em particular atenção a existência de fugas externas. Verifique também se os tubos (metálicos) e mangueiras (de borracha) são de qualidade adequada às funções desempenhadas, e se o encaminhamento ao longo das estruturas do equipamento se faz de forma adequada, isto é; livre de encravamentos mecânicos e desgaste das suas paredes por fricção em peças móveis. Verificar o seu estado geral tendo em particular atenção a existência de fugas externas. Deve ainda verificar o estado das hastes, cromagem e elementos de fixação. Verificar o seu estado geral bem como existência de fugas e ou fissuras que possam estar ou vir a estar na origem de fugas e/ou derrames. Verificar o seu estado geral tendo em particular atenção a existência de fugas externas. Visualmente verifique o estado e conservação dos apoios procurando identificar apoios partidos, estalados, deformados, ou cujo elemento elástico não se encontre já apto a cumprir os fins para os quais foram concebidos. Verifique também o estado das estruturas de suporte dos apoios da caixa de transferência, nomeadamente na existência de quebras e/ou fissuras. Verificar o estado dos resguardos de segurança se existirem. Verificar o seu estado geral e dos resguardos de segurança se existirem. Verificar o seu estado geral tendo em particular atenção a existência de fugas externas. Siga as linhas de combustível desde o tanque até aos injectores/carburadores e verifique o seu estado geral, procurando identificar deficiências como mau encaminhamento, tubagem ressequida que tenha já perdido as suas propriedades e características funcionais. Enquanto faz esta verificação, constate a inexistência de fugas, e no caso de as haver procure identificar os órgãos responsáveis pelas mesmas. ATENÇÃO: As fugas de combustível quando associadas a outros factores como sejam as elevadas temperaturas normalmente presentes em diversos órgãos das máquinas e/ou faíscas expostas potenciam o risco de incêndios. Verifique o estado geral de todos os componentes seguindo todas as linhas, procurando identificar deficiências como mau encaminhamento ou tubagem que tenha já perdido as suas características funcionais. Enquanto faz esta verificação, constate a inexistência de fugas, e no caso de as haver procure identificar os órgãos responsáveis pelas mesmas. Verifique o estado geral de todos os componentes seguindo todas as linhas, procurando identificar deficiências como mau encaminhamento ou tubagem que tenha já perdido as suas características funcionais. Enquanto faz esta verificação, constate a inexistência de fugas, e no caso de as haver procure identificar os órgãos responsáveis pelas mesmas. ATENÇÃO: As fugas de escape podem ser particularmente perigosas por poderem contaminar com gases tóxicos o ambiente interior da cabina ou posto de operação. Verificar o seu estado geral e dos resguardos de segurança se existirem. Verificar o seu estado geral. Verifique se existem fugas de óleo de lubrificação do motor ATENÇÃO: As fugas de óleo quando associadas a outros factores como sejam as elevadas temperaturas normalmente presentes em diversos órgãos das máquinas e/ou faíscas expostas potenciam o risco de incêndios. Verificar se existe e qual o seu estado geral. É obrigatório que este manual exista e em língua Portuguesa. Deve existir e estar na cabina ou posto de condução. Se tal se revelar impossível por não existir cabina ou por esta ser exposta aos elementos naturais e/ou ser susceptível de ser vandalizada, o manual de operação e manutenção da máquina de estar presente no local de trabalho da máquina, em estrutura de apoio à operação ou condução dos trabalhos, mas sempre de forma que esteja acessível ao operador. Verificar se existe, bom estado de conservação e em língua portuguesa. Ver ponto 6.1 Verificar a sua existência e se este se encontra em bom estado de conservação, visibilidade e ainda se é adequado aos implementos que estão montados. Certifique-se ainda que as informações nele contidas são claras e de fácil compreensão. Verificar a sua existência, bom estado de conservação e operacionalidade. Certifique-se de que a sua localização é adequada para de forma eficaz alertar quem se encontra nas proximidades. Verificar a sua existência nos casos em que a necessidade dos mesmos se aplica, e neste caso verificar ainda o seu bom estado de conservação geral e em particular as superfícies reflectoras. Verifique a existência no equipamento de dispositivos adequados de combate a incêndios, assim como se estes se encontram fixos de forma segura e em local apropriado para o efeito. Ter em especial atenção às fixações feitas em estruturas ROPS FOPS da cabina, as quais são totalmente proibidas, assim como se estes dispositivos de combate a incêndios não constituem eles próprios riscos adicionais para o operador

7.1 Estado da Caixa de transferência

7.2 Estado dos veios de Transmissão 7.3 Estado dos Eixos 0.8 – MOTOR

8.1 Alimentação de Combustível (fugas)

8.2 Sistema de Refrigeração (fugas)

8.3 Admissão e Escape (fugas)

8.4 Correias 8.5 Apoios 8.6 Fugas de óleo 8.7 Protecções mecânicas / Térmicas 0.9 – SEGURANÇA GERAL

9.1 Manual de Operação e Manutenção

9.2 Sinalética de Segurança 9.3 Sistemas de Comando 9.4 Diagrama de Carga

9.5 Luz Rotativa / Flash

9.6 Triângulo 9.7 Extintor

Relatório de Verificação de Segurança de Máquinas de Movimentação de Terra segundo o D.L. 50/2005, de 25 de Fevereiro

9.8 Dispositivos de retenção e extracção

devido à sua má localização no seu espaço de manobra. No caso de existirem e/ou se justificarem, comprovar a sua operacionalidade.

NOTA: No relatório final apenas se deve recomendar um equipamento para passagem de certificado de bom funcionamento quando todas as anomalias tiverem sido reparadas. Se essas anomalias demorarem mais de 30 dias a ser solucionadas deverá proceder a uma nova verificação completa.

Relatório de Verificação de Segurança de Máquinas de Movimentação de Terra segundo o D.L. 50/2005, de 25 de Fevereiro

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->