Modo de Instalação e de Utilização

KIT DE MOTORIZAÇÃO PARA PORTÃO DESLIZANTE WEAT C2N
Esta documentação faz parte do kit, e não deve nunca ser separada do mesmo

Importante : ANTES DE QUALQUER INTERVENÇÃO ler este manual na íntegra e aplicar os conselhos de segurança indicados.

PT 12–08

V1

Ligação «eléctrica» do seu automatismo
A ligação deve ser feita segundo as normas em vigor * no país onde for instalado o automatismo, tanto para a cablagem como para a protecção dos bens e das pessoas. (Deve contactar uma pessoa qualificada e experiente) A protecção deve ser acessível e deve em caso de paragem, verificar se uma conexão acidental não pode ser possível.

WEAT B2N
N 230 VAC Ph

A

B

D
WEAT V2N

30 mA 10 A
TEST

Ph

T

N
WEAT C2N

T C

WEAT G2N

N T A B C

Ph Fase, ao nível do automatismo ligá-la no terminal ao Neutro (fio azul) Tomada de terra (fio lado do fusível «D» amarelo & verde) Diferencial 30 mA (a testar uma vez por mês com o botão «teste») Protecção através de disjuntor 10 A (2 pólos: neutro e fase) Revestimento e Cabo de alimentação, conforme o país de instalação (cabo RO2V de 3 x 1,5 mm² até 30 metros e 3 x 2,5 mm², superior numa manga de 40 mm de diâmetro de cor laranja, para a França)

* NF C 15-100 para a França

WEAT C2 N - V1

1. INSTRUÇÕES GERAIS DE SEGURANÇA
Atenção: Para a segurança das pessoas e dos bens, deve respeitar estas instruções e conservá-las preciosamente. Aconselhamos que leve o tempo que for necessário para ler e aplicar estas instruções. Uma instalação e uma programação incorrectas podem ser perigosas e causar feridas graves. Se tiver uma dúvida sobre a instalação deste produto, peça conselho ao nosso serviço técnico. Este símbolo indica-lhe os pontos que podem ser uma fonte potencial de perigo. Aplique as instruções e as normas de segurança em aplicação no país de instalação. Este aparelho está conforme com as exigências essenciais e as outras disposições da directiva 1999/5/CE. A instalação de um automatismo de portão ou porta de garagem deve fazer-se no respeito da “Directiva Máquinas” 98/37/CE e mais precisamente as normas EN 12341-1 EN 12445, EN 12453. Estas normas permitem declarar a conformidade presumida do automatismo. Este automatismo deve ser instalado, posto em serviço e mantido por uma pessoa qualificada e especializada. a- ADVERTÊNCIA - Analise os riscos da sua instalação, faça uma lista das exigências essenciais de segurança requeridas no anexo I da “Directiva Máquinas” Para preencher este documento, se for necessário, deve dirigir-se a um instalador profissional. - O construtor deste automatismo não é responsável pelo não respeito das regras de boa instalação e utilização. - Uma instalação ou uma regulação incorrecta pode causar graves feridas aos utilizadores ou ao instalador. -As seguintes advertências são uma parte integrante e essencial do produto e devem ser entregues ao utilizador. - Leia cuidadosamente estas advertências porque fornecem indicações importantes sobre a instalação, o uso e a manutenção. - Conserve imperativamente o presente manual e transmita-o às pessoas que lhe sucedam na utilização da instalação. - Uma instalação errada ou uma utilização inoportuna deste produto corre o risco de provocar graves perigos. - O construtor declina qualquer responsabilidade no caso de instalação de dispositivos e/ou componentes incompatíveis para fins da integridade do produto, da segurança e do funcionamento. - Para a reparação ou a construção das diferentes partes, o emprego exclusivo de peças sobresselentes de origem é imperativo. - O instalador deve fornecer todas as informações relativas ao funcionamento, à manutenção e utilização de cada uma das partes e do sistema na sua globalidade. - A aplicação, as conexões eléctricas, e as regulações devem ser efectuadas nas regras da arte por uma pessoa qualificada e especializada. b- BOA ESCOLHA DO PRODUTO Verifique se o produto, de uso residencial, que acaba de adquirir convém ao seu portão existente e que tem todos os elementos para garantir “a segurança”. Verifique em especial as características técnicas (pesos e dimensões do portão, aberto ou cheio, corrediço ou de batentes ......) Deve ter no kit ou em opção todos os elementos para garantir “a segurança” (por exemplo da barra-calibre de lâminas para os corrediços abertos) Se tiver uma dúvida contacte um profissional. c- VERIFICAÇÃO DO BOM ESTADO DO PORTÃO Verifique o bom estado geral do seu portão controlando mais particularmente a solidez dos gonzos ou das corrediças, os apoios que podem aceitar os elementos do automatismo a aparafusar e em movimento.

WEAT C2 N - V1

A zona de desobstrução deve ser livre e bem visível. A sua abertura e o seu encerramento devem fazer-se facilmente e sem fricção quando o manobrar à mão ...... Os suportes de betão devem ser realizados nas regras da arte, se for necessário contacte um profissional. Não pode automatizar um portão ou uma porta em mau estado ou mal instalada. Se tiver uma dúvida dirija-se a um profissional. d- RECOMENDAÇÕES PARA A INSTALAÇÃO DO SEU AUTOMATISMO Os elementos mal tratados ou degradados devem ser-nos devolvidos para verificação ou reparados. - Verifique se a zona de desobstrução dos operadores (parafusos sem fim, braço ou corrediça) está livre na duração e sem obstáculo (cortar arbustos ou sebes se for necessário). - Não efectuar modificações sobre as partes deste automatismo, não autorizadas neste manual. Estas modificações podem tornar muito perigosa a sua utilização. O construtor declina todas as responsabilidades para os prejuízos que resultem destas modificações e anulará a garantia. - Todas as intervenções para a instalação e a manutenção devem fazer-se com a alimentação eléctrica e a opção bateria desligadas (assinale a sua presença num lugar de passagem com um painel por exemplo). - Utilizar sempre instrumentos adequados e em estado. - Os elementos fixos e móveis devem ser pendurados solidamente, nas regras da arte e de maneira estáveis na duração. - Não expor na instalação os elementos deste conjunto à chuva ou a um forte calor. A utilização do automatismo nestas condições pode ser uma causa de grave perigo. - Não imergir na água ou em qualquer substância líquida os elementos deste automatismo. A utilização do automatismo nestas condições pode ser uma causa de perigo grave. - Se substâncias líquidas penetrarem neste automatismo desligá-lo imediatamente respeitando as instruções de segurança ligadas à rede eléctrica. A utilização do automatismo nestas condições pode ser uma causa de perigo grave. - O instalador deve verificar se as condições de temperatura na utilização são bem respeitadas. - O instalador deve assegurar-se de que os acessos à desembraiagem manual continuam acessíveis. - O instalador deve assegurar-se de que os elementos em movimento ou fixos estão ao abrigo de choques eventuais (se necessidade protegê-los). As partes em movimento devem ser livres e sem obstáculo. - O instalador deve verificar, que não há nenhuma zona de esmagamento ou de corte. Deve prever todos os elementos de segurança para eliminar estes problemas. - O alinhamento das fotocélulas é muito preciso, assegurar-se de que as suas fixações são estáveis e sobre uma superfície plana. - O sinal luminoso é obrigatório e deve ser visível da estrada. e- CONEXÃO ELÉCTRICA E COLOCAÇÃO EM SERVIÇO A norma EN 12445 estabelece os métodos de ensaio para a verificação dos automatismos de portão. - A elaboração, as conexões eléctricas, e as regulações devem ser efectuadas nas regras da arte por uma pessoa qualificada e especializada de acordo com as normas em vigor no país onde é instalado este produto (NF C 15-100 para a França). - Utilize cabo 3 x 1,5m2 para um comprimento até 30 metros e 3 x 2,5 m2 par superior. O conjunto deve ser protegido por um disjuntor diferencial de 30 mA e uma protecção por disjuntor bipolar de 10A. Verifique a presença de uma boa “terra” sobre a sua instalação eléctrica. Prever um dispositivo de corte omnipolar sobre a rede. Um botão de paragem de emergência próximo do automatismo é aconselhado. -Aconselhamos que complete a sua instalação eléctrica com um dispositivo contra as sobretensões. -Os elementos de tipo iluminação da zona de desobstrução do portão devem ser conectados à terra ou ser de tipo de duplo isolamento. - Antes da colocação em serviço assegure-se de que as capotas e protecções estão bem aparafusadas ou reguladas.
WEAT C2 N - V1

- Altere os parâmetros de origem apenas se for necessário e com precisão (velocidade, sensibilidade etc.) - Por segurança, na colocação em serviço, assegure-se de que uma pessoa esteja bem presente ao nível do portão. - A placa electrónica é um produto de elevada tecnologia sensível e não aceita nenhuma manipulação indelicada, em especial ao nível da placa rádio e dos seus potenciómetros de regulações. - Todos os elementos de segurança devem ser verificados antes de validar a instalação. f- PROTEGER O AMBIENTE -Os materiais de embalagem (cartão, plástico, poliestireno, etc.) não devem ser lançados na natureza e não devem ser deixados ao alcance das crianças, porque representam uma fonte potencial de perigo. g- GUIA PARA O UTILIZADOR Não intervir sobre as partes do automatismo e sobre o portão quando este estiver em movimento (a proximidade do portão deve ser excluída da área de jogo das crianças) Os telecomandos, os teclados ou comandos auxiliares devem ser acessíveis unicamente às pessoas autorizadas. Advertência para os utilizadores (ler imperativamente antes da primeira utilização). - Manter os telecomandos fora de alcance das crianças (não são brinquedos) - Manter as crianças afastadas das peças em movimento - O produto deve ser destinado ao emprego para o qual foi concebido expressamente e deve ser instalado nas regras da arte particularmente no que diz respeito às fixações e bases de montagem. Qualquer outra utilização deve ser considerada inoportuna e por conseguinte perigosa. Além disso, as informações contidas no presente documento, poderão ser objecto de modificação sem nenhum pré-aviso. Com efeito, são fornecidas à título indicativo para a aplicação do produto. A sociedade CFI declina qualquer responsabilidade. - Conservar os produtos, os dispositivos, a documentação e qualquer outro elemento num lugar protegido. - A modificação dos parâmetros deve ser realizada por uma pessoa qualificada e especializada. - No caso de problema, mesmo se for menor, corte a alimentação (desligue a bateria em opção), desligue os motores e faça intervir uma pessoa qualificada e especializada. - Verifique regularmente o bom estado e o bom funcionamento das fotocélulas que são um dos pontos importantes para a segurança das pessoas e dos bens. - Verifique a boa manutenção do seu automatismo. - Ligue a alimentação eléctrica. Após a colocação em serviço de uso deve proceder a uma verificação completa dos elementos de segurança (piscas, fotocélula, etc. .......). Pisca: verifique o seu bom funcionamento e a sua boa visibilidade da estrada e perto do portão ou da porta. Fotocélulas: verifique o bom funcionamento com o movimento ao fechar. Opção barra calibre de lâminas: verifique o bom funcionamento, utilize um pedaço de madeira para o controlo. Opção botão de emergência: verifique o bom funcionamento. Importante: O instalador no fim da instalação deve verificar se a motorização é conforme com o parágrafo 5.1.1.5 da norma EN 12453 (limite das forças artigo 5.2.1 da norma EN 12453). Arranque dos batentes: A força deve ser suficiente e sem força excessiva a fim de permitir a abertura e o fecho do portão, sem salto e sem deformação, deve se for necessário melhorar o ajustamento VR1 – (FOR), se o ajustamento age na velocidade dos batentes, e deve ser adaptado ao tipo de portão utilizado (pesado, leve, cheio, aberto….). Paragem sobre obstáculo: Para evitar qualquer risco corporal, a força na extremidade do batente não deve em nenhum caso exceder 15 Kg de alcance seja qual for as condições de utilização. Se necessário consultar um instalador qualificado. Deve, se for necessário, intervir no ajustamento VR5 (OVL) para ajustar a regulação em função do tipo de portão utilizado (por razões de segurança, deve poder parar o curso do portão à mão).
WEAT C2 N - V1

Iluminação da zona de desobstrução do portão: verifique o bom funcionamento (a duração da iluminação temporizada). Recapitulativo: a pessoa que instalou o automatismo é responsável pela sua instalação. h- MANUTENÇÃO - Conserve a instalação em perfeito estado de funcionamento, eléctrico, mecânico e normativo e verifique regularmente o bom estado e o bom funcionamento dos diversos elementos. Aconselhamos-lhe que verifique o seu automatismo e os elementos de segurança todos os 6 meses no máximo e após cada anomalia ou intervenção exterior. Este conjunto não necessita nenhuma lubrificação, deve verificar o estado das fixações e os diferentes cabos eléctricos e proceder a um teste completo dos órgãos de segurança (fotocélulas, sinal luminoso pisca, paragem sobre obstáculo, barra-calibre de lâminas, paragem de emergência .....) Verifique o estado dos gonzos para um portão com batentes, as rodas para um portão de corrediça e as corrediças para uma porta de garagem (lubrifique estes elementos se necessário) RECAPITULATIVO: NÃO ESQUEÇA DE CORTAR A ALIMENTAÇÃO ELÉCTRICA 230 V~ E AS BATERIAS ANTES DE INTERVIR NOS BLOCOS A MOTOR OU NAS ALIMENTAÇÕES. - Para garantir ao produto as suas melhores performances, é indispensável que as pessoas que instalam este automatismo respeitem a legislação em vigor e isto nas regras de segurança. -As intervenções de instalação e de limpeza devem ser documentadas (documento a preencher na página seguinte). Esta documentação deve ser conservada pelo utilizador e colocada à disposição do pessoal competente previsto para esse efeito. DOCUMENTO A PREENCHER PARA A MANUTENÇÃO DO SEU AUTOMATISMO Como evocado previamente deve verificar o seu automatismo regularmente, todos os 6 meses no máximo e anotar os pontos verificados e as suas observações. Este automatismo deve ser verificado e conservado por uma pessoa qualificada e especializada no respeito das normas em vigor no país de utilização. a - Corte a alimentação eléctrica (desligue as baterias em opção) seguidamente verifique as cablagens eléctricas, as diversas fixações e as peças de uso. Todas as peças usadas ou deterioradas devem ser substituídas. b - Ligue a alimentação eléctrica e proceda a uma verificação completa dos elementos de segurança. Telecomandos: Verifique o alcance do telecomando, se for necessário mude a pilha Pisca: Verifique o bom funcionamento, o bom estado e a boa visibilidade da estrada. Fotocélulas: Verifique o bom funcionamento com o movimento fechado e o bom estado. Opção barra-calibre de lâminas: Verifique o bom estado e o bom funcionamento: utilize um pedaço de madeira para o controlo. Opção botão de emergência: Verifique o bom funcionamento. Paragem sobre obstáculo: Coloque um peso de 15 Kg sobre a passagem na extremidade do batente (utilize um saco de areia ou baldes de água por exemplo). No fecho o portão deve parar. Iluminação da zona de desobstrução do portão: Verifique o bom estado e o seu bom funcionamento, se for necessário alterar a lâmpada.

WEAT C2 N - V1

Endereço da instalação: Referência do seu automatismo: WEAT _ _ _ Número de série (por cima do código barra): CFI/0811/_ _ W _ _/_ _ _ _ Data da compra: _ _/_ _/_ _ _ _ Loja: Instalado: _ _/_ _/_ _ _ _ por:

Data

Descrição da intervenção

Intervenção efectuada por:

WEAT C2 N - V1

SUMÁRIO
0. CONSELHOS DE SEGURANÇA. 1. COMPOSIÇÃO DO KIT..………………………………..3 2. INSTALAÇÃO COMPLETA ………………..………….4 3. INFORMAÇÕES TÉCNICAS………………………..…4 4. DIMENSÕES.……………………………………………5 5. LIGAÇÃO TIPO…………………………………………5 6. VERIFICAÇÃO DO PORTÃO…………………………6 7. IMPLANTAÇÃO DO MOTOR………………………….8 8. INSTALAÇÃO…..……………………………………….9 9. QUADRO DE COMANDO…..…………………..…….10 10. COMANDO RÁDIO………………………………….…15 11. GUIA DE REPARAÇÕES………..……………….….16 12. BARRAS APALPADORAS (de segurança)............17

WEAT C2N – V1 - PT

2

1. COMPOSIÇÃO DO KIT
• 1 Bloco motor com cartão electrónico integrado. • 1 Base ajustável • 4 m de cremalheira em nylon reforçada em módulos de 50 cm • 2 fins de percurso para fixar na cremalheira

2 comandos 4 vias

1 luz pisca-pisca para colocar sobre o pilar, deve ser visível da rua

• 1 conjunto de fotocélulas (coloca-se no máximo a 40 cm da base do pilar)

• 1 módulo de iluminação obrigatório para comandar a iluminação da parte do portão em movimento • 1 relé para o comando do automatismo a partir de uma fonte 12 V proveniente de um intercomunicador (fio vermelho e preto no comando 12 V do intercomunicador e 2 fios brancos que se ligam ao comando auxiliar do cartão automatismo) Opções (não fornecidas).

ATCR 2

WE 8111 BIS

WEATEM 4 : comando suplementar. - WEATCC 2: interruptor com chave. WECACV: 70002: Teclado sem fio. - WEATCE 2 : 50 cm de cremalheira. WEATBT B2: kit bateria de emergência com instalações para WE 8111 bis e ATCR 2. WEATAN 2 : antena ext. para melhorar o alcance. WEATDT 80301: barra sensora, 2 m(p. 17) WEATER 3: 2 telecomandos WEATEM 3 e 1 receptor rádio 12 VDC, 2 canais. WEAT C2N – V1 - PT 3

2 INSTALAÇÃO COMPLETA
Para os portões fenestrados prever uma barra de segurança em opção WEATDT 80301 (p.17) Na zona de cisalhamento

OPÇÃO WEATDT 80301

3. DADOS TÉCNICOS
Peso Máximo do batente Largura Máxima do portão Alimentação Corrente absorvida Potência Força Temperatura de funcionamento Grau de protecção Fins de percurso Tempo de abertura 350 Kg indiferente 230V AC 24 VAC 0,9 – 3,5 A 40 W 500N -20° C / +55° C IP44 electromecânicos 10 metros por minuto

WEAT C2N – V1 - PT

4

4. DIMENSÕES

5. LIGAÇÃO TIPO

Pisca

Kit bateria (opção) WEATBT B2

Pack bateria

Barra sensor (opção) WEATDT 80301

Sector 230 V A C A ligação terra, depois de protegida por um disjuntor bipolar 10A e por um interruptor diferencial de 30 mA, liga-se ao borne no interior do bloco motor

alimentação Sector 230 V A C

Neutro Terra Fase

WEAT C2N – V1 - PT

5

6. VERIFICAÇÃO DO PORTÃO

Para o bom desempenho de um automatismo de portão corrediço, é necessário que o portão e o seu mecanismo satisfaçam alguns requisitos específicos de construção e de funcionalidade que, se não forem respeitados, podem causar avarias. A principal característica é a fluidez, porque um bom portão deve poder ser puxado à mão. CONSTRUÇÃO DO PORTÃO: A estrutura do portão deve poder ser regulada e ser rectilínea, nenhum tipo de fechadura automática deve ser montada.

CORREDIÇAS INFERIORES : A corrediça deve ser rectilínea, totalmente horizontal (colocada com a ajuda de um nível) para garantir a fluidez do portão. A forma da secção da corrediça pode ser arredondada ou em forma de V tal como ilustra a imagem 1.

Atenção : a presença de um batente na corrediça inferior é indispensável para parar o portão em abertura e em fecho (fig. 2) a fim de evitar uma possível saída da corrediça e um consequente perigo de derrubamento. CORREDIÇAS SUPERIORES : As corrediças devem ser no mínimo duas e devem dispor-se em linha, para garantir a estabilidade do portão. Na figura 3 apresentamos alguns exemplos de instalação.

Fig. 3

RODAS : as rodas devem ter uma forma (ver figura 4) e as dimensões compatíveis com o perfil das corrediças inferiores. Elas devem ser montadas perto das extremidades do portão e devem estar em bom estado para garantir uma boa fluidez.

Fig. 4

WEAT C2N – V1 - PT

6

Instalação das cremalheiras e cames de fim de curso
Atenção : no kit existem 4 extensões de 50 cm de cremalheira que se situarão à esquerda do portão, e 4 extensões de 50 cm que se situarão à direita, isto para permitir a colocação dos excêntricos dos fins de percurso nas extremidades, (ver figura mais abaixo); para isto, encaixar as 4 secções em forma de rabo de andorinha macho, depois as 4 secções em forma de rabo de andorinha fêmea à direita.

Para fixar partindo do lado esquerdo do portão

Para fixar partindo do lado direito do portão

WEAT C2N – V1 - PT

7

7. IMPLANTAÇÃO DO MOTOR

40 mm 10 mm

Parafuso sem fim porca E porca F

É imperativo respeitar uma distância de 2 a 3 mm entre a engrenagem e a cremalheira. Se +: o encadeamento não se efectua Se – : o peso todo do portão recai sobre a engrenagem.

fig. 4

WEAT C2N – V1 - PT

8

8. INSTALAÇÃO
Verificações preliminares: Antes de pôr o motor a trabalhar, verificar se : O portão rola bem (rodízios bem oleados) O portão se encontra apetrechado com batentes mecânicos de abertura e de fecho Instalação do motor:

• • •

Todas as medidas indicadas são expressas em mm, salvo indicação em contrário. Preparar uma placa em betão e, com a ajuda de um berbequim, montar as cavilhas de suporte e fixar o apoio, que deve estar nivelado e limpo. Respeitar o eixo entre o rebordo da placa e a cremalheira B. Fazer passar as condutas dos cabos pelos buracos A na placa (ver figura 1). Proceder à fixação do motor sobre a base com os 4 parafusos fornecidos C. Regular o motor no sentido horizontal fazendo-o deslizar entre as fendas dos ganchos de suporte D (figura 2). Se o plano de fixação for irregular e se for necessário regular o motor no sentido vertical, utilizar parafusos sem fim e três porcas para cada parafuso, tal como indicado na figura 3. A regulação vertical obtém-se regulando as porcas E e F. Regular o motor de maneira a que ele possa ficar na horizontal tanto em profundidade como em largura. Fixação da cremalheira: desbloquear o motor e trazer o portão, fixá-la a todo o comprimento de maneira a obter 2 a 3 mm entre a roda e a cremalheira (figura 4). Regulação dos fins de percurso: fixar os patins de fim de percurso G na cremalheira (fig. 5) de forma a que o portão páre cerca de 20 mm antes dos batentes com que deve estar apetrechado. Para isso fazer 2 furos com uma broca de 3 mm na cremalheira servindo-se do patim como medida. Lembrar-se que é necessário dobrar ligeiramente a frente dos patins de maneira a criar um trilho que facilite o deslize do interruptor sobre os patins.

direcção de abertura

direcção de abertura

Montar o moto redutor tal como se mostra na figura, de maneira a que a engrenagem trabalhe perpendicularmente à cremalheira para evitar qualquer utilização prematura.

WEAT C2N – V1 - PT

9

Abertura e fecho do moto redutor :
Introduzir a chave prevista para o efeito no local do dispositivo de abertura, rodar no sentido dos ponteiros do relógio para abrir a alavanca tal como indica a figura. Peças sobresselentes : Utilizar apenas as peças sobresselentes de origem. Não pousar o moto redutor em portões inclinados. Todas as ligações devem ser feitas sem alimentação eléctrica.

9. CARTÃO ELECTRÓNICO DE COMANDO
Ligação da central • Antes de instalar o automatismo, ler as "Instruções gerais de segurança". • Prever, na fonte de alimentação, um interruptor / seccionador tal como exigem as normas de referência em vigor. • Ligar os cabos de potência e de comando respeitando os seguintes pontos : O botão ou o interruptor de paragem (STOP) ligado deve ser do tipo abertura manual. Se não desejar utilizá-lo, tapar a entrada STP com massa. (os bornes ↓ correspondem à massa Verificar a ligação e o bom funcionamento de todas as entradas do borne. Tempo de reacção ao obstáculo Tempo de pausa Força motor Detecção do obstáculo FOR PAU OBS OLV

Selecção canal rádio Botão aprendizagem P1/SET Botão aprendizagem P2/RÁDIO Fusível 10A

Transformador secundário Antena rádio Fotocélulas Comando peão Paragem de emergência Comando auxiliar Motor Pisca Fins de percurso

O botão ou o interruptor de paragem (STOP) ligado deve ser do tipo abertura manual. Se não desejar utilizá-lo, tape a entrada STP com massa.

WEAT C2N – V1 - PT

10

Fins de percurso do motor, ver P12

Para os fios do motor ver página 12 Pisca 12 V Sem polaridade a respeitar
Led para o alinhamento : aceso se alinhamento correcto. Não esquecer o shunt entre COM e GND
COM TXF COM VA PHO

Barra sensor em opção a substituir ou em série com um botão STOP * Tirar o fio de ligação entre os 2 bornes Qualquer movimento sobre a barra sensor pára todos os movimentos do portão. Tornar a ligar com o comando depois de retirado o obstáculo.

A ausência de células fotoeléctricas impossibilita a programação em modo automático. O alinhamento correcto das células fotoeléctricas é assinalado pela iluminação do led vermelho situado no interior da parte RX.

PARAGEM DE EMERGÊNCIA Botão de contacto fechado (o kit é entregue com uma ligação entre os 2 bornes, a retirar no caso de instalar um botão ou uma barra sensor) Comando de abertura parcial
Antena em opção WEATAN 2 ATCR 2, fornecido

Comando manual (botão, intercomunicador…) branco branco
vermelho

Neutro 230 V~ fase (proegido)

preto

Intercomunicador ou videofone 2 fios

Comando para iluminação da zona coberta pelo movimento do portão

WE 8111 BIS,

Lâmpada 100 W max. Temporisation não ajustável : 2mn30s

WEAT C2N – V1 - PT

11

FIM DE PERCURSO: castanho -branco - preto

FIOS DO MOTOR : vermelho - preto

Abertura à direita

Ligação do fim de percurso: de origem

BLOCO MOTOR À DIREITA

castanho branco FOP Vista de cima FIM DE PERCURSO

preto branco

Vista de lado do motor

FIM DE PERCURSO : castanho – branco - preto

FIOS DO MOTOR : preto-vermelho

Abertura à esquerda

BLOCO MOTOR À ESQUERDA preto branco FCL Vista de cima FINAL DE PERCURSO Vista de lado do motor castanho branco

FOP

WEAT C2N – V1 - PT

12

COLOCAÇÃO EM FUNCIONAMENTO RÁPIDA

COLOCAÇÃO EM FUNCIONAMENTO RÁPIDA Ligar à central os parafusos sem fim, as células fotoeléctricas, o pisca e a alimentação. Deixar os batentes do portão em posição intermédia.

Depois

Alimente a central e carregue no botão RESET

LD1 verde pisca

(antes de 5 segundos) carregue no botão P1/SFT durante 3 seg

LD1 verde permanece aceso

Prestar atenção à segurança e ao motor O portao abre-se durante 4 seg. e fechase a seguir Paragem do motor temporização de 3 segundos

Paragem do motor

O portão abre-se

Fim do procedimento de auto-aprendizagem

LD1 verde apagado

O portão torna-se a fechar

Paragem do motor

WEAT C2N – V1 - PT

13

Aprendizagem
Carregar no botão P1/SET durante 3 segundos: o LED verde pisca. Durante os cinco segundos que se seguem, carregar durante um segundo no botão P1/ SET. A entrada em modo “APRENDIZAGEM” é confirmada pela iluminação contínua do led verde SET.

1) A central efectua uma pré-abertura de cerca de três segundos. a) se o portão se deslocar enquanto fecha em vez de se deslocar enquanto abre, cortar a alimentação da central e inverter os cabos do motor. b) repetir o procedimento de aprendizagem recomeçando tudo do início. 2) A central efectua, o fecho do portão até ao batente, levando assim o portão em posição completamente fechada. 3) A central efectua a abertura total do portão para fixar o tempo de manobra e o momento em que deve iniciar o abrandamento, equivalente a 90% da manobra. A abertura termina quando se atinge o batente através da intervenção do controlo dos obstáculos. 4) Depois de três segundos de pausa, a central efectua o fecho total do portão e abandona automaticamente o modo de aprendizagem.

Alteração dos parâmetros
Depois das primeiras manobras de teste, é possível agir sobre os trimmers do cartão para alterar os seguintes parâmetros: - Força do motor (trimmer VR 1) - Tempo de pausa (trimmer VR 2) - Tempo de reacção ao obstáculo (trimmer VR 3) - sensibilidade (trimmer VR4)

Atenção: por razões de segurança, deve poder parar o batente à mão (15 kg de esforço na extremidade do batente).

REGULAÇÕES NO CARTÃO ELECTRÓNICO
FORÇA TEMPO DE PAUSA TEMPO DE SENSIBILIDADE REACÇÃO SOBRE O OBSTÁCULO PAU OBS OVL

FOR

Para que as novas regulações sejam tomadas em conta, refazer uma aprendizagem completa (página 13).

- : força motor mais fraco + : força motor mais forte

+ : no máx. passo a passo - : tempo de pausa modo automático automatique

- : tempo de reacção - : mais sensível diminuída + : menos sensível + : tempo de reacção aumentado

O compensador do Tempo de pausa permite igualmente seleccionar o modo de funcionamento em automático ou passo a passo. Especialmente, se rodar o cursor de 0 até ao fim da escala, selecciona o modo automático com um tempo de pausa variável entre 0 e 90 segundos, e com o cursor completamente no fim da escala o fecho automático não é possível (modo passo a passo).

WEAT C2N – V1 - PT

14

10. COMANDO RÁDIO
Programação dos telecomandos
• Premir o botão de contacto «P2/RADIO» até que o LED vermelho se acenda, assinalando que a programação está em curso. • Efectuar uma transmissão carregando na tecla A , B , C ou D do telecomando (em função da posição do grampo JP1). • O código é introduzido na memória. Durante o processo de memorização, o led pisca lentamente. No final da operação, o led permanece iluminado para assinalar que se pode introduzir um novo código • Memorizar todos os emissores efectuando uma transmissão com um intervalo de 10 segundos, no máximo, entre eles. • Terminada a operação, carregar novamente no botão “P2/RADIO” para terminar o procedimento. O led apaga-se. Em todos os casos, o procedimento é automaticamente abandonado após 10 segundos de inactividade. • Os códigos permanecem em memória mesmo depois de um corte de alimentação na placa electrónica.

Supressão total dos códigos dos emissores
Premir e manter cerca de 6 segundos a pressão no botão «P2/RADIO» até que o LED vermelho comece a piscar lentamente (cerca de 3 segundos).Carregar novamente no botão “P2/RADIO” cerca de 6 segundos para validar a supressão. O led pisca mais rapidamente para assinalar a validação. Emissor WEATEM 4 Informações Gerais O emissor fornecido transmite um código segurança «ROLLING» (giratório) numa frequência de 433,92 MHz. É alimentado por uma pilha fornecida (3 V tipo CR 2032) e deve ser programado. Procedimento a seguir para mudar a pilha: Abrir a tampa do compartimento da pilha na parte inferior do emissor (fig. 1). Substituir a pilha respeitando a polaridade (fig. 2).

Ordem cronológica das teclas:
Canal A: Comando TOTAL (se JP1 retirado) Canal B: Comando PARCIAL (se JP1 retirado) Canal C: Comando TOTAL (se JP1 no lugar na placa) Canal D: Comando PARCIAL (se JP1 no lugar na placa)

11. GUIA DE ANOMALIAS
WEAT C2N – V1 - PT 15

Lista de verificações a efectuar para a motorização AT C2N
1° verificar a presença de 230v multímetro ou quando se faz a ligação do sector o pequeno led verde da placa pisca desaferrolhar o motor, colocar o portão a meio, voltar a colocar o ferrolho fazer uma aprendizagem (P1/SET durante 1s ou 2s) o led verde acende O portão abre alguns cm se o led verde não pisca após pressionar P1/SET, verificar a presença do shunt nos bornes STP e verificar a instalação eléctrica

2° verificar que o motor está correctamente conectado

verificar que o motor está desaferrolhado

(Nota: em caso de mau funcionamento pode parar a programação a qualquer momento carregando em reset) Importante: de origem está prevista a instalação à direita (visto do interior) do motor Para uma instalação à esquerda não esquecer de inverter o cabo do motor e os contactos indicadores de fim de curso Poderá ser feita uma verificação simples dos indicadores fim de curso; desaferrolhando o motor, iniciar uma aprendizagem e activar a corda-motor em função do ciclo de aprendizagem (pressionar P1/SET, o motor arranca em abertura e pára sozinho, depois arranca em fecho, Accionar então a corda-motor simulando a chegada ao fim de curso de fecho da cremalheira, o motor pára e recomeça em abertura, Accionar então a corda-motor simulando a chegada ao fim de curso da abertura da cremalheira, o motor pára e recomeça em fecho, Accionar a corda-motor simulando a chegada ao fim de curso de fecho, o motor pára e o led apaga) 3° programação do tempo de trabalho Efectuar uma aprendizagem (P1/set durante 4s ou 5s) o led verde acende O portão abre alguns cms De seguida o portão volta a fechar até ao seu fim de curso (FCL) Depois abre inteiramente até ao seu fim de curso (FOP) Fecha novamente até ao seu fim de curso (FCL) O led verde apaga Atenção: Uma motorização nunca fará melhor que o utilizador, Se já tem dificuldade em fechar o seu portão devido ao vento, porque desliza mal ou porque a abertura é em declive, uma motorização não será a solução Conselho: em zonas ventosas, é aconselhável ajustar as regulações VR3 e VR4 Uma rajada de vento dura aproximadamente 2s, poderá pois autorizar a sua motorização a não parar obrigatoriamente à mínima desacelaração.

se o motor não dá sinal nenhum, verificar a boa conecção do motor à placa e verificar os cabos se o portão não abre mas fecha inverter a polaridade do motor

se o funcionamento está invertido, inverter os fios vermelho e preto no motor, e inverter os fios castanho e preto no fim de curso

o portão pára em pleno ciclo - existe um obstáculo (terra, cascalho, etc...) -> retirar o obstáculo - verificar que as rodas e rodízios estão correctamente lubrificados e que não há inclusões - as regulações estão muito baixas: regular a Força(VR1), o ODS(VR3), e a sensibilidade (VR4)

a aprendizagem não é feita correctamente: verificar a cablagem do motor e dos fim de curso (cap 2) (Nota: a regulação da Força influencia a potência e a velocidade a regulação do ODS influencia o tempo de reacção ao obstáculo a regulação Sensibilidade regula o nível de sensibilidade face ao obstáculo) finalizar com uma aprendizagem.

4° utilização do automatismo nesta etapa

Quando é regulado um tempo de pausa, o portão não fecha automaticamente

verificar a presença das fotocélulas. Como medida de segurança, a placa impede o fecho automático se as fotocélulas não estiverem instaladas É inútil fazer shunt (prática utilizada noutras motorizações), para simular a presença de fotocélu elas possuem um auto-teste. (Ver cap 6) verificar os bornes de comando: se conectou um intercomunicador ou um botão, verificar que o sinal de comando é um contacto seco normalmente aberto. Desconectar este comando afim de se assegurar que o problema não advém daí se o comando tem sinal, utilizar o módulo 8111 se utilizar um relé existente, verificar que se trata de um contacto seco normalmente aberto

O portão abre e fecha permanentemente ou fica bloqueado

No seguimento de um comando, o automatismo não reage 5° verificação dos telecomandos Cada telecomando possui um código, que deve ser registado na placa Aprendizagem dos telecomandos Pressionar em P2/Radio, o led vermelho acende Pressionar no telecomando, o led vermelho da placa pisca Esperar que o led vermelho apague Pressionando no telecomando nada funciona , mas o led vermelho da placa acende Pressionando no telecomando nada funciona , mas o led vermelho da placa não acende 6° verificação das fotocélulas Um led vermelho na célula RX assinala que o alinhamento das fotocélulas é correcto Nota: a instalação das fotocélulas deve ser OBRIGATORIAMENTE validada por uma aprendizagem da placa Quando se passa em frente das fotocélulas o portão não pára o led vermelho acende, e as fotocélulas emitem o sinal detector da passagem

verificar a presença do shunt nos bornes STP e

fazer nova aprendizagem dos telecomandos interferência radio verificar as pilhas dos telecomandos, prever uma antena opcional ATAN2 se o led estiver apagado: verificar a conexão das fotocélulas alinhar correctamente as fotocélulas

as fotocélulas são válidas apenas para o fecho não foi feita a aprendizagem verificar a presença do shunt entre COM e GND na fotocélula RX verificar que os cabos entre a células RX e a TX não se encontram invertidos verificar a instalação e os cabos

As fotocélulas reagem à abertura e não ao fecho 7° verificação do comando por um intercomunicador ou botão O portão abre e fecha constantemente ou fica bloqueado

verificar a ligação do motor (cap 2) verificar os bornes de comando: se conectou um intercomunicador ou um botão, verificar que o sinal de comando é um contacto seco, normalmente aberto. Desconectar este comando afim de se assegurar que o problema não advém daí. se o comando tem sinal, utilizar o módulo 8111 se utilizar um rélé existente, verificar que se trata de um contacto normalmente aberto

12. Barras Apalpadoras (de segurança)

OPÇÃO

As barras apalpadoras (de segurança) colocadas sobre as zonas de desgaste permitem parar a motorização logo que a barra for tocada. Sistema de segurança por excelência, é indispensável na presença de crianças.

Uma pressão sobre a barra apalpadora (braços de criança por exemplo) vem abrir o contacto da régua de bornes A e para imediatamente a motorização.

A: Régua de bornes de ligação B: Parafuso de tensão de cabo

Placa
motorização

Produto disponível em Grandes Superfícies de Bricolage Referência CFI: WEATDT 80301

WEATDT 80301

No caso de uma instalação com várias barras apalpadoras, os contactos devem ser ligados “em série” (ver abaixo)

Placa motorização

WEAT C2N – V1 - PT

17

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful