Ajustagem Mecânica

Convenções para Acabamento de Superfícies

Material elaborado por Prof.MEng.Ivandro Bonetti

Ajustagem Mecânica

Material elaborado por Prof.MEng.Ivandro Bonetti

Ajustagem Mecânica Rugosidade

Rugosidade são erros microgeométricos existentes nas superfícies das peças.

Material elaborado por Prof.MEng.Ivandro Bonetti

Ajustagem Mecânica Símbolo sem indicação de rugosidade

Material elaborado por Prof.MEng.Ivandro Bonetti

Ajustagem Mecânica A ABNT adota o desvio médio aritmético (Ra) para determinar os valores da rugosidade, que são representados por classes de rugosidade N1 a N12.

Material elaborado por Prof.MEng.Ivandro Bonetti

Ajustagem Mecânica

Material elaborado por Prof.MEng.Ivandro Bonetti

Ajustagem Mecânica Qualidade da superfície de acabamento

Material elaborado por Prof.MEng.Ivandro Bonetti

Ajustagem Mecânica

Material elaborado por Prof.MEng.Ivandro Bonetti

Ajustagem Mecânica

Material elaborado por Prof.MEng.Ivandro Bonetti

Ajustagem Mecânica Tolerância Tolerância é o valor da variação permitida na dimensão de uma peça.

A tolerância é aplicada na execução de peças em série e possibilita a intercambiabilidade delas.
Material elaborado por Prof.MEng.Ivandro Bonetti

Ajustagem Mecânica Conceitos na aplicação de medidas com tolerância

Dimensão Máxima = 30,02 Dimensão Mínima = 29,90

Afastamento superior = 0,2 Afastamento inferior = -0,1 Campo de tolerância = 0,3

Material elaborado por Prof.MEng.Ivandro Bonetti

Ajustagem Mecânica

Indicações de tolerância

As tolerâncias podem ser representadas por afastamentos ou pela norma ISO adotada pela ABNT.

Material elaborado por Prof.MEng.Ivandro Bonetti

Ajustagem Mecânica Tolerância ISO (International Organization for Standardization)

Material elaborado por Prof.MEng.Ivandro Bonetti

Ajustagem Mecânica Ajustes

O ajuste é a condição ideal para fixação ou funcionamento entre peças executadas dentro de um limite.

Material elaborado por Prof.MEng.Ivandro Bonetti

Ajustagem Mecânica Para não haver diversificação exagerada de tipos de ajustes, a tolerância do furo ou do eixo é padronizada.

Geralmente, padroniza-se o furo em H7.

Material elaborado por Prof.MEng.Ivandro Bonetti

Ajustagem Mecânica

Material elaborado por Prof.MEng.Ivandro Bonetti

Ajustagem Mecânica

Material elaborado por Prof.MEng.Ivandro Bonetti

Ajustagem Mecânica

Peças que serão montadas

Material elaborado por Prof.MEng.Ivandro Bonetti

Ajustagem Mecânica Operações de Ajustagem Puncionar

1O

2O

3O

4O

Material elaborado por Prof.MEng.Ivandro Bonetti

Ajustagem Mecânica Operações de Ajustagem Serrar Manualmente

Montagem da serra no arco Tensione a lâmina de serra

Fixar a peça o mais perto do mordente Utilizar calços se a peça for delicada

A pressão da serra sobre o material é feita apenas durante o avanço e não deve ser excessiva. No retorno, a serra deve correr livremente sobre o material.

Material elaborado por Prof.MEng.Ivandro Bonetti

Ajustagem Mecânica Operações de Ajustagem Roscar manualmente com cossinete

1. Meça o diâmetro do material a ser roscado. 2. Chanfre o material, para facilitar o início da operação. 3. Marque sobre o material o comprimento a roscar. 4. Selecione o cossinete. (diâmetro e passo da rosca) 5. Selecione o porta-cossinete. 6. Monte o cossinete.

Material elaborado por Prof.MEng.Ivandro Bonetti

Ajustagem Mecânica Operações de Ajustagem 7. Prenda o material. Material cilíndrico, deve-se utilizar um dos mordentes em forma de V

8. Coloque o cossinete sobre o chanfro do material. 9. Inicie a rosca, girando o cossinete no sentido horário com movimento contínuo, fazendo pressão, até conseguir abrir dois ou três fios. 10. Termine de roscar com movimentos alternativos.

11. Retire o cossinete girando-o continuamente no sentido anti-horário, limpe a rosca com pincel e verifique-a. 12. Ajuste o cossinete e repasse, se necessário.
Material elaborado por Prof.MEng.Ivandro Bonetti

Ajustagem Mecânica Operações de Ajustagem Roscar manualmente com macho

Os machos são introduzidos progressivamente, por meio de movimentos circulares alternativos, acionados com o auxílio de um desandador.

Processo de execução 1. Fixe a peça na morsa, se necessário. 2. Selecione o macho. 3. Coloque o primeiro macho no desandador.

Material elaborado por Prof.MEng.Ivandro Bonetti

Ajustagem Mecânica Operações de Ajustagem

4. Introduza o macho no furo, exercendo leve pressão e dando as voltas necessárias, até que inicie o corte.

5. Verifique a perpendicularidade e corrija-a, se necessário.

6. Termine de passar o primeiro macho 7. Passe o segundo macho com movimento circular alternativo..
Material elaborado por Prof.MEng.Ivandro Bonetti