SONGBOOK

vol. 1: a pior das alergias e satélites no bar

.. não é fácil de arrebentar-------. fica tão frio Cadd9 C F6 F Cadd9 C F6 F a lua vem brilhar . F G C E F G C) o que ainda brilha lá de trás |: F G C E7 F G C C7 :| dyle bod'n cysgu gyda ty dyle bod'n cysgu gyda ty dyle bod'n........dentro do rio Am D7 F E E7 Am Am7/G F e eu penso uma vez e não consigo mais parar de ver o que não e--xiste mais G#7 G G7 Cadd9 C mas ainda brilha lá de trás (idem) Quando o sol se põe meu coração fica vazio e não o faz quebrar me pendurar no seu fio Am D7 F E E7 Am Am7/G F feito de sombras ao luar. amor que não adianta tentar F#m B7 E A E A E A mas nada me faz crer que eu consiga conviver comigo uuuh uuuh A A7 E A A7 E aaaaaaaah Quando o Sol Se Põe Cadd9 C | F6 F Cadd9 C F6 F Cadd9 C F6 F Quando o sol se põe ...... e nadar .. e o ar ..... .P. A Pior das Alergias intro: |: E Eadd4 E / A A7 / E Eadd4 / A A7 :| (o Eadd 4 continua como na intro) (acordes sempre da quinta casa em diante) E A A7 E A A7 Todos os meus irmãos se foram pra um lugar sem sal E C#7 F#m B7 e tudo que eu tenho são 'pseudos' no varal F#m B7 E A A7.A PIOR DAS ALERGIAS E. e pouco me faz crer que eu consiga conviver comigo E A A7 E A A7 O futuro é promissor mas é difícil de alcançar E C#7 F#m B7 e nunca diga... não vai mais voltar G#7 G G7 bxo: (F G C E F G C ......

Meu Vidrinho de Fluidos Oníricos intro: |: A .... regue a horta-A Asus5 A6 A7 A6* A Ele tem gostinho de brandy e cheira a florescência D Dm A A7 e de algum modo entende do que eu tenho carência F#m F E Bm E E7 quatro gotas do vidrinho de fluidos oníricos. sem seu anzol (distorção) B D B D papapaparapapapaaa papapaparapapapaaa Bb C D A (2x e mais 2x com 'aaaaaah') E começar tudo outra vez .. D :| A Asus5 A6 A7 A6* A Eu durmo com um livro aberto no meu criado mudo D Dm A A7 e tento escrever certo o que é absurdo F#m F E Bm E E7 Mas me ajuda meu vidrinho de fluidos oníricos. e assim. porque E7 A Asus5 D Dm (2x) se não chover regue a horta. doces e sol. nenhum frescor. doces e sol.... algum frescor.. se não A Asus5 D Dm E7 A chover regue a horta. regue a horta-se não chover. nem muita dor... repete primeira estrofe) A G F# F#7 B D B D Férias se vão outra vez. sem seu anzol Bb C D E começar tudo outra vez (repete harmonia com solo e volta de “Férias quem sabe”.. sem muita dor..fim) Frutas Verdes intro: D D D# A A7 D Eles tomam o seu sol e eu tomo paracetamol (A A#) B B7 Em A A#7 comprimidos musicais não substituem os demais D D# A A7 D E eu me canso de esperar pelas frutas verdes no pomar (A A#) B B7 Em A A#7 que parecem ter problemas hormonais A G F# F#7 B D B D Férias quem sabe talvez. (4x) – (intro .

. escapa ..... meu câncer mais (solo) |: Bm E Em Gm Bm E Em Gm* :| add vomitum Quase-fim harmonia ad nauseam: |: Gm | Gm/F | Gm/E | C7 C7/Bb :| Vem chegando o fim o que espera por mim? nos montes o último ângulo nas mentes acordes de tango Vem chegando o fim Ó! Analógico theremin por que tu nunca me encontras? me deixas no mar com as lontras Vem chegando o fim Ó! kafkiano e longínquo Sim se ao menos você me enforcasse eu entenderia o impasse . da minha mão Bm E Em Gm* Eu desisti .. que rola em certas partes da música. parei aqui . como um sabão . vou indicar com um *) D F#m Em Gm Eu acordo sempre com disposição (de manhã) mas já de manhã o teto cai no chão D F#m Em Gm e aos poucos você muda de cor (muda a cor) e logo foge pelo escorregador D F#m Em Gm* Você não passa de uma pedra com limo Bm E Em Gm Seu coração ....Câncer intro: Gm | D F#m Em Gm D F#m Em Gm* (um tempo a mais no sol.. seu signo faz ....

.. procura-se um bar E F# Am D7 E B Badd2 B E eu fumo mais café pra não me alienar.. fumar... eu sei E F#m Am D7 E Am D7 E Am D7 E Am D7 E E eu como porcarias pra me alimentar... de ar (solo com mesma harmonia) B7 E Am E Sempre antes de sair. (kraut em E) . não vai adiantar .Café pra Não Dormir E Am E Eu detesto o verão..5x) E eu como porcarias pra me alimentar. quem dera fosse só ... de ar . eu sei E F# Am D7 E B Badd2 B Badd4 B E eu como porcarias pra me alimentar.... ponteiros giram em vão Am E C#7 F#m Am e eu mato insetos sem parar nem penso em ir pro mar B7 E Am E Foi-se o tempo em que havia festivais e alegria Am E C#7 F#m B Badd2 B F#m B7 agora é só beber.... quem dera fosse só . de ar . de ar E F#m Am D7 E B7 E eu fumo mais café pra não me alienar.. não vai adiantar . de ar E Am E Am . eu sei E F# Am D7 E B Badd2 B Badd4 B (1... quem dera fosse só .. não vai adiantar . de ar .. um café pra não dormir Am E C#7 F#m B Badd2 B F#m B Badd2 B Badd4 B (2x) o que me faz mesmo feliz é bebida de anis E F# Am D7 E B7 E eu fumo mais café pra não me alienar...

de---pois D F# F#7 Bm C G Mas da órbita de um sugador de luz e cor. A nuvem de estática me deixou pra trás A G F G A G F G Gm E guar---dei--... ao saber que o satélite era você incidental: F# Abm C# F# Abm C# F# Got to keep those loving good ....P.... são cometas que estão na sua mão Ebm B B7 Ebm C# B Bm F# B Bm F# etc... D Bb D Bb (2x) D Bb D Bb Por vias intergalácticas eu não vago mais. não vão escapar da sua ronda decadente D Bb D Bb Leis da inércia não me trazem paz.. não vão escapar da sua ronda decadente D..V. Eu guardei estrelas pra gente brincar . tento uma fuga diferente D F# F#7 Bm C G (solo) Os satélites que eu vejo de cá. e se quiseres ver tu podes derreter F# Ab7 C# B7 F# B Bm F# B7 C# Ebm Se você hoje sorriu ao saber que o céu caiu . se só o que posso ver são satélites no bar (solo com mesma harmonia do início até A7 B . Satélites no bar E F# B A7 E A Am E A7 B Eu preciso te contar sobre as coisas lá do ar (lá do ar) organizar seus quarks high e low C#m A A7 C#m B A Am A7 B E Que em Marte já tem bar pra psicodelizar... Da órbita de um sugador intro: D .. conclui em F#m) F#m B7 F#m B A Abm C# Pois Venus só se vê do mar . vibrations happening with her (Nx) .O---2--.SATÉLITES NO BAR E... bolo uma fuga diferente D F# F#7 Bm C G (intro) Os satélites que eu vejo de cá.com frio D F# F#7 Bm C G Mas da órbita de um sugador de luz e cor.... Júpiter não tem T. me contaminando como um estranho antraz A G F G A G F G Gm Que in---va---diu--.. pra te fazer sofrer E F# B A7 E A Am E A7 B Se você mesmo subiu e no azul você caiu ..meu fí---ga---do--... sinto saudades do nosso sensor C#m A A7 C#m B A Am Eu não sei se posso acreditar .....pra res---pi---rar--.

D B A D B A A Ab F# (tônicas) Quando você finalmente crer que elas não só brilham pra você F#m F#m7M F#m7 B D E F#m B Não há porque de Supercordas ter noção... F#m C#7 F#m C#7 A C#7 Mas não me entenda mal . um laço ou um nó... só estranha vibração que gera o que me faz D F#m D7 C#7 Anulam-se vitais .superparcerias.V. existo em 11-D D F#m D7 C#7 F#m não posso ver você supergravitando em vão C#7 F#m C#7 A C#7 Dimensões frugais .... F#m C#7 F#m C#7 A C#7 E eu não sei se sou só .. temos muitas fotos pra ajudar F#m F#m7M F#m7 B D E A Não há porque o Monte Olimpo ascender.. a Terra é tão bela desse chão D Dm A A Terra é tão bela desse chão .. aplaquem minha dor ...Supercordas F#m C#7 F#m C#7 A C#7 Ó! Sólitons de cor . Supersimetria.abrindo os canais em planos desiguais D F#m D7 C#7 Incrivelmente em paz . a Terra é tão bela da T... tudo é tão belo desse chão D B A D B A Quando você largar o jornal e ver que Saturno não faz bem ou mal D B A D B A A Ab F# (tônicas) E em Marte enfim poder se situar. Não há porque ir à lua de Plutão.. D B A D B A Quando você enfim perceber que as estrelas brilham em 3-D D B A D B A A Ab F# (tônicas) Não será mais o que costumava ser.V.. F#m C#7 F#m C#7 A C#7 Não há flutuação .. de tudo o que eu não sei D F#m D7 C#7 F#m Eternamente eu sei: Supercordas vão vibrar (fim em 2/4 com mesma harmonia) A Terra da T.. meu par elemental se esconde por detrás D F#m D7 C#7 De espaços minimais. superdimensões... tudo é tão fixo pra você F#m F#m7M F#m7 B D E A 4 compassos instr..

. (Valentino/Bonifrate). de onde eu vim A F# F#7 Bm Bm7/A E9 Um lugar pra lá do H-bar onde ninguém vai controlar ... A F# F#7 Bm Bm7/A E9 Meu amor.. Juntos enfim A A7 D B7 E A A7 D B7 E (2x) Lá onde eu me torno dois ou três de mim depois volto a ser um só simples assim D C#m Bm E9 E eu sei que não parece muito razoável crer em mim D C#m Bm F#m Mas não há como saber sem ir até o fim Copyright. vamos nos acelerar . exceto “Satélites no bar” ..Micro-confins (out-take) intro: D. agora eu vou te falar do que acontece no lugar .. Eu vou te redimensionar pros Micro-confins A F# F#7 Bm Bm7/A E9 Minha flor. agora eu vou te mostrar. o que você faz A A7 D B7 E A A7 D B7 E (2x) Onde eu me torno dois ou três de mim depois volto a ser um só simples assim D C#m Bm E9 E eu sei que não parece muito razoável crer em mim A F# F#7 Bm Bm7/A E9 Mas amor..Shroomrecords... Todos os direitos reservados. e nossas cordas enlaçar. Todas as canções escritas por Pedro Bonifrate..