Acordo sobre um chão infértil o vento bate e a poeira se acumula a meu redor com olhar sobre o céu vejo

a lua escondida sobre formação gasosa do planeta que me encontro. Levanto as minhas e eles estão cobertas por luva com extremos de baixo azul e na parte superior com vermelha, quando ergo meu corpo vejo que estou vestindo uma jaqueta a vermelhada com uma camisa preta por dentro e estou com uma calça preta e botas marrom. Levanto-me para ver onde estou se reconheço algo que esta ao meu redor, porem não reconheço nada que se encontra ao meu redor. Uma voz chama meu nome: ???? : Iluminios! Viro o meu rosto para ver quem chama o meu nome, porém não vejo ninguém e pergunto. Iluminios: Onde você esta? E como sabe o meu nome? ????: Iluminios! Iluminios! Iluminios: Quem é você? Se revele. ???? : Faz tanto tempo que não me ver que já se esqueceu de quem sou e como se faz para me ver Iluminios? Você realmente não mudou nada. Iluminios: Arcana? Arcana: Se lembro do meu nome que bom o único problema é que ainda não se lembrou de como me ver. Isso será um grande problema. Iluminios: Não compreendo Arcana o que você esta querendo dizer com isso. Qual é o problema? Quando termino de falar um forte vento bate sobre a terra e fazendo um grande redemoinho ao meu redor. E surgi na minha frente um ser de cabelo longos e branco, com asas negras, luvas negras e com uma esfera sobre a parte superior das mãos. ??: Então esse é o grande ser que irá me impedir?? Pelo que vejo não tem nada de especial nessa criatura inferior. Iluminios: Quem é você?? E o que você? ???: Grave bem o meu nome, me chamo Ifiret aquele que comanda os renegados. No mesmo instante que pronuncia sem nome o redemoinho desaparece e com ele leva presença do ser das trevas. E uma pena cai sobre o chão nela surgi uma criatura hibrida de um cão com asas de ferro.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful