É madrugada E as coisas á essas horas não costumavam ser assim.

Sempre tinha uma história engraçada, Uma coisa importante pra fazer amanhã, Ou um garoto bonito. Sempre ela tinha algo, Sempre ela tinha um alguem. É madrugada, E tudo que que ela quer é um café quente, Um abraço apareado, Abraço quente com brisa de café, Daqueles que se dá de manhã. O que ela quer é barulho de chuva, E alguem ocupando o outro lado do sofá. Tudo o que precisa é de um gramado de estrelas, Um céu verde de mato, Olhar(...) É madrugada, E a vitrola arranhou na mesma faixa, Aquela da musica que você menos gosta no disco Aquela, que fala de uma noite Em que alguem escrevia por sentir sua falta, Mas você já cansou de ouvir. O disco passado, da noite passada, nessa madrugada. É madrugada, E elá só quer o calor do sol Ela só quer parar de querer Só nessa madrugada.