Fundo Monetário 2ª série “A”

I - OBJETIVO O Fundo monetário da segunda série “A” tem como objetivo auxiliar o grupo nas atividades escolares e/ou extra-escolares, arrecadando fundos para atividades como Jogos Escolares, despesas de responsabilidade dos alunos, e visando arrecadar fundos para a formatura escolar.

II – ABERTURA Com a aprovação do projeto pela turma, seguida da aprovação pela coordenação e diretoria escolar, será aberta uma conta poupança em uma agência do Banco Bradesco, no nome do grupo a ser representado. Antes que seja aberta a conta deverá ser feita uma votação, onde cada aluno terá ciência do que está sendo proposto e poderá concordar ou não com a proposta, assinando o termo de compromisso e recebendo uma cópia do estatuto do Fundo. Para que a proposta entre em vigor, TODOS os pais deverão estar cientes do que está sendo proposto, e deverão assinar o termo de compromisso junto com os seus filhos. Sendo a proposta aprovada por maioria será então providenciada a abertura da conta, nas características que mais atendam o perfil do grupo. Isso será feito por um grupo de sete pessoas, como descrito no item 4. Ao ser feita a conta poupança, serão emitidos DOIS cartões de débito, sendo que: 1º cartão (titular): ficará sob responsabilidade da diretoria da escola; 2º cartão: ficará sob responsabilidade do professor coordenador.

III – ADMINISTRAÇÃO O Fundo Monetário será administrado por uma equipe de sete pessoas, eleitas pela turma e pelo professor coordenador, onde deverão valer como pontos fundamentais durante a votação itens como responsabilidade, ética e noções de economia e administração financeira. Após a eleição dos integrantes deverá ser feita uma votação de caráter secreta entre os integrantes, onde será estabelecido o líder e fiel dos documentos, que será responsável por guardar e disponibilizar os materiais necessários e resultantes referentes a abertura e administração da conta. Todo o trabalho realizado será voluntário, sem direito de retribuição alguma por qualquer serviço prestado. 3.1- Responsabilidades do grupo 3.1.1 – Documentação e Relatório Mensal Caberá ao grupo eleito em conjunto com o professor coordenador providenciar e regularizar a documentação necessária para a abertura da conta poupança, além de elaborar mensalmente um relatório de controle, onde deverão estar citados o valor total contido na conta, juros sobre o dinheiro, valor depositado no mês, assim como o valor gasto com a turma naquele mês, caso isso aconteça. Para isso o grupo responsável se reunirá no mínimo uma vez por mês, geralmente após a data de aniversário do primeiro depósito, onde serão analisados alguns dados referentes a administração. Isso também inclui registrar os valores contribuídos por cada um, por meio de um caderno especial.

Qualquer um poderá solicitar uma cópia de qualquer documento, mas os originais ficarão sob tutela do fiel. 3.1.2 - Orçamentos Cabe também ao grupo a responsabilidade pela parte de orçamento da turma, tendo o dever de pesquisar preços, mas sem esquecer de pontos fundamentais como qualidade e responsabilidade dos estabelecimentos de venda. A turma também tem o direito, quando não o dever de colaborar, podendo cada aluno sugerir e montar o seu próprio orçamento, apresentando a todos e encaminhando a equipe e ao professor coordenador para análise e providências. Todos os orçamentos devem ser apresentados o quanto antes a turma para que seja feita uma votação. Caso seja aprovado, serão tomadas as providências que se fizerem necessárias para a liberação do dinheiro. 3.1.3 – Reuniões Cabe ao grupo a responsabilidade de organizar as reuniões entre o grupo e a turma, destinadas à discussão e votação, informando datas e assuntos, assim como conduzindo as discussões. A cada reunião será eleito o escrivão, que deverá anotar os pontos principais da discussão e anotar de forma clara a resolução tomada. As reuniões deverão ocorrer sempre às dezoito horas, vinte minutos antes do sinal para entrar na escola, sempre no pátio interno. 3.2 – Mecanismos de controle Serão adotados mecanismos de controle ao saque e ao débito, entre eles: Infocelular: A cada saque ou débito efetuado será enviada uma mensagem de texto do banco a cada celular de cada membro da equipe. 3.3 – Alterando cláusulas deste estatuto Para que qualquer parte deste estatuto seja alterada, será necessário apresentar a proposta ao grupo coordenador junto com o professor. Então a proposta será apresentada a turma, e será feita um votação para aprovação.

IV – CAPTAÇÃO DO DINHEIRO O valor a ser contribuído deverá ser acordado na primeira discussão popular ocorrida na turma. Para alteração do valor de contribuição, deverá ser feito uma nova votação, conforme o item 3.3.

V – LIBERAÇÃO DO DINHEIRO Os recursos que se fizerem necessários para o desenvolvimento de qualquer projeto estarão disponíveis, desde que a equipe gestora do projeto elabore um documento escrito, que deverá explicar coisas como objetivo, materiais necessários e quantidade de pessoas envolvidas. Tudo que se refere a liberação de verbas e gerenciamento da conta será registrado, ficando arquivado em uma pasta especial em poder do grupo.

VI – RETIRANDO-SE DO FUNDO MONETÁRIO

Para se retirar do fundo monetário basta que o colaborador procure o grupo responsável e peça para se retirar. Será então feita uma ficha de exclusão, onde o aluno assinará, junto com os pais, comprovando a exclusão. O grupo então tomará as seguintes providências: 1º: Será calculado o valor a ser devolvido, de acordo com o total que foi contribuído mais os rendimentos sobre o capital aplicado, proporcionalmente. 2º: Será disponibilizado no prazo de sete dias corridos a devolução do dinheiro. Para isso o aluno deverá procurar o professor coordenador e solicitar o montante.

VII – MUDANÇA DE PROFESSOR COODENADOR A responsabilidade de administração e controle da conta por parte do professor coordenador será transferida ao seu sucessor, e será feita no prazo de até um mês. Após um mês o antigo coordenador perderá qualquer vínculo com a conta de poupança, sendo responsável somente pelo o que aconteceu na gestão anterior. Será providenciada a mudança de senhas, e tudo mais que diz respeito ao controle financeiro.

VIII – EXCLUSÃO DA CONTA DE POUPANÇA A conta será excluída nos casos de: 1º: Por meio de consenso entre a turma, onde fique definida a exclusão; 2º: Por meio de solicitação da diretoria; 3º: Após o término dos estudos na escola. No caso de exclusão, as medidas a serem tomadas serão semelhantes as descritas no item VI descrito acima.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful