ANÁLISE DIMENSIONAL

ENSINO INTEGRADO

PROFESSOR ALUNO(A) TURMA

JOSÉ CARLOS F. BASTOS Nº TURNO DATA ___/___/__

TC
FÍSICA

ANÁLISE DIMENSIONAL A análise dimensional é uma ferramenta de grande valia para identificar grandezas, verificar e homogeneidade de equações e prever fórmulas a partir de conclusões experimentais. 01 – Grandezas físicas fundamentais e derivadas São denominadas grandezas fundamentais (ou primitivas) as grandezas físicas cuja conceituação independe de outras grandezas. É o caso de três grandezas mecânicas comprimento, massa e tempo. Quando você diz, por exemplo, que a distância de São Paulo ao Rio de Janeiro é de 400 quilômetros aproximadamente, não é necessário recorrer a outras grandezas físicas para que ocorra a compreensão do comprimento da estrada que interliga as duas cidades. A massa de 1 quilograma de um pacote de açúcar também independe da citação de outras grandezas físicas para ser perfeitamente entendida.. Se a duração de determinado fenômeno for de 1 hora, não haverá o que acrescentar a essa informação, já que a noção de tempo é desvinculada de outros conceitos. Atribuiremos ao comprimento, à massa e ao tempo, respectivamente, os símbolos dimensionais M, L e T. A grandeza térmica fundamental é a temperatura – símbolo dimensional θ - e a grandeza elétrica fundamental é a intensidade de corrente elétrica – símbolo dimensional I. Seria mais natural considerar a carga elétrica como grandeza fundamental da Eletricidade, mas, por conveniência, adotou-se a intensidade de corrente elétrica. São denominadas derivadas as grandezas físicas cuja conceituação depende de outras grandezas. É o caso da velocidade e da aceleração, por exemplo, que decorrem dos conceitos de comprimento e tempo. 02 – Fórmulas dimensionais Qualquer grandeza física pode ser escrita na forma de produto de potências de bases M, L, T, θ e I; o que varia de um caso para outro são os expoentes dessas potências. Ao citado produto, que serve para identificar cada grandeza física, dá-se o nome de fórmula (ou equação) dimensional. Sendo A uma grandeza mecânica, B uma grandeza térmica e C uma grandeza elétrica sua fórmulas dimensionais são expressas genericamente na forma: [A] = MaLbTc d e f g [B] = M L T θ b i j k [C] = M L T I É interessante você observar que, sendo A uma grandeza mecânica, em sua fórmula dimensional

não comparece a potência de base θ, nem potência de base I. Da mesma forma, sendo B uma grandeza térmica, em sua fórmula dimensional não comparece a potência de base I. Se uma grandeza qualquer, for independente da massa, por exemplo, teremos na sua fórmula dimensional a potência M0, que não precisa ser incluída na fórmula, já que M0 = 1 e 1 é elemento neutro da multiplicação. Para obtermos a fórmula dimensional de uma grandeza, partimos de sua fórmula física e expressamos todos os fatores que dela participam em função das grandezas fundamentais. No exemplo a seguir, você pode observar esse procedimento: 01. Velocidade

∆s   v =  ∆t  

Como [∆s] = L e [∆t] = T, temos:

[v] =

L ⇒ [ v] = LT -1 T

02. Aceleração

∆v   a =  ∆t  

Como [∆v] = LT-1 e [∆t] = T

[a] =

LT -1 ⇒ [a] = LT -2 L

03. Força ( F = ma) Como [m] = M e [a] = LT-2 -2 [F] = MLT 04. Trabalho (τ = FdCos θ) -2 Como [F] = MLT , [d] = L e Cos θ é adimensional (não tem dimensão física, temos: [ τ ] = ML2T-2

05. Energia cinética

 mv 2   EC =  2   
-1

Como [m] = M, [v] = LT , temos: 2 -2 [EC] = ML T Notas: • Obtivemos a fórmula dimensional da energia, porém o resultado encontrado aplica-se a qualquer outra modalidade de energia, como, por exemplo, calo (Q): [Q] = ML T
2 2

s . Densidades Como [m] = M e [V] = L3. temos: [C] = ML T 2 -2 θ ⇒ Considere. 14. Pressão ⇒ [ µ ] = ML -3 Como [ F ] = MLT-2 e [ A ] = L2. Por isso. temos: [ Q ] = IT .s-3. temos: [I] = MLT-1 08. [ C ]. Resistência elétrica U   U = Ri ⇒ R =  i   2 -3 -1 Como [ U ] = [ V ] = ML T I e [ i ] = I. temos: 07. [R ] = ML T I 2 -3 -1 I ⇒ [ R ] = ML2T-3I-2 09.m s = pascal (Pa) Para a capacidade térmica: [ C ] = ML2T-2θ-1 ⇒ 2 -2 -1 Unidade no SI: kg. Quantidade de movimento ( Q = mv ) -1 Como [m] = M e [v] = LT . [ D ]. D = E. Potência τ   P =  ∆t   Como [ Ep ] = ML T e [ q ] = IT. m é unidade de volume e Ω é unidade de resistência elétrica. deve ocorrer: Em I: [ A ] = [ B ] = [ C ] Em II: [ D ] = [ E ].m2. conhecida a fórmula dimensional de uma dada grandeza física. [ m ] = M e [∆θ] = θ. as equações I e II abaixo.A-2 = ohm (Ω). temos: m  µ =  V  Do mesmo modo. temos por exemplo: • • • Para a pressão: [ p ] = ML T ⇒ Unidade no SI: -1 -2 kg. [ B ]. a de massa é o quilograma (kg). a de temperatura termodinâmica é o Kelvin (K) e a de intensidade de corrente elétrica é o ampère (A). podemos determinar facilmente sua unidade de medida em termos das unidades de medida das grandezas fundamentais. A = B + C II. temos: [P] = ML2 T -2 ⇒ T 15. Lembrando que no SI a unidade de comprimento é o metro (m). temos: -1 [Q] = MLT Nota: • Quantidade de movimento e impulso são grandezas medidas na mesma unidade. temos: 2 -2 [V ] = ML T IT [P] = ML T 2 -3 2 -2 Como [ τ ] = ML2T-2 e [∆t] = T. em que A. isto é. deve ter em ambos os membros a mesma fórmula dimensional. Impulso (I = F∆t) -2 Como [F] = MLT e [∆t] = T.[ F ] 13. [ p ] = ML T -1 -2 11. a de tempo é o segundo (s). Capacidade térmica 2 -2 Q   C =  ∆θ   [ C ] = ML T θ 2 -2 -1 Como [ Q ] = ML T e [∆θ] = θ. temos: -2 [p] = MLT ⇒ L2 F  p =  A  03 – Homogeneidade dimensional Seria uma igualdade do tipo 500 m3 = 500 Ω? 3 É claro que não! Afinal.K Para resistência elétrica: [ R ] = ML2T-3I-2 ⇒ Unidade no SI: kg. podemos obter a fórmula dimensional de qualquer outra grandeza física. Carla elétrica Q   ⇒ Q = i∆t  i = ∆t   Como [ i ] = I e [ ∆t ] = T. temos: [c] = ML2 T -2 θ Uma equação física verdadeira deve ser dimensionalmente homogênea. [ E ] e [ F } são suas respectivas fórmulas dimensionais: I. por exemplo. têm a mesma fórmula dimensional. também têm a mesma fórmula dimensional.F Para que haja homogeneidade dimensional. 12. Calor específico Q   c =  m∆θ   ⇒ [c]=L T θ 2 -2 -1 Como [ Q ] = ML2T-2. -1 -2 [µ ] = M 3 L 10. Potencial elétrico E   V = p   q    ⇒ [ V ] = ML2T-3I-1 06. C. Por isso. D e F são grandezas físicas e [ A ].ANÁLISE DIMENSIONAL • Energia e trabalho são grandezas medidas nas mesmas unidades.m . Por outro lado. B.

ele reúne suas conclusões experimentais numa proporcionalidade do tipo: P = k. Uma das principais equações da Mecânica quântica permite calcular a energia E associada a um fóton de luz em função da freqüência f da respectiva onda eletromagnética: E = hf Nessa equação. Conforme a teoria de Newton. Adotando como fundamentais as grandezas F (força). altura. h é constante de Planck. massa (M) e tempo (T) . que sabemos pela teoria do movimento harmônico simples ser igual 2π. inicialmente que: [ p ] = ML T . fazendo experimentos com pêndulos simples. ele impõe: X=0 Y+Z=0 .s-1 P=k Notas: C g . com centros de massa separados por uma distância d. Qual deve ser a fórmula dimensional da grandeza A para que equação seja dimensionalmente homogênea? Recordemos. É importante salientar que há casos em que essa é a única maneira de se obter uma fórmula completa. [ m ] = M. [ C ] = L e [ -2 g ] = LT . C e g. que estabeleceu para M o expoente x = 0. L (comprimento) e θ (temperatura). ele escreve: T = MxLy(LT-2)z x y z -2z T=MLLT 0 0 x y+z -2z M LT=ML T Observando que a equação deve ser diemnsionalmente homogênea. determine a fórmula dimensional de h. densidade e h.m c) kg. substituir os valores obtidos na fórmula de P e encontrar um bom valor para a constante k. O período de oscilação do pêndulo simples independe da massa da esfera pendular. A pressão p de um número de mols n de gás perfeito que ocupa um volume V a uma temperatura absoluta τ pode ser calculada pela equação de Clapeyron: pV = nRτ em que R é uma constante. Para o movimento de um corpo sólido em contato com o ar foi verificado experimentalmente que a intensidade da força de resistência Fr é determinada 2 pela expressão Fr = kv . [ µ ] = ML Temos. 04 – Previsão de fórmulas físicas Admita que um pesquisador.ANÁLISE DIMENSIONAL Vamos admitir. do comprimento do fio (C) e da intensidade da aceleração da gravidade (g). Observe que a fórmula dimensional obtida para A permite-nos concluir que essa grandeza é uma aceleração. não ficou determinado pelo método praticado pelo pesquisador. esse engano foi retificado pela análise dimensional. e k. 04.m . ele obtém X = 0.C . isto é. C e g. obter uma fórmula física para o período de oscilação de um pêndulo simples? Primeiramente. em que p representa a pressão. m. determine a fórmula dimensional de R.g x y z Exercícios 01. na qual v é o módulo da velocidade do corpo em relação ao ar. Como poderia esse pesquisador . uma equação física do tipo p = µAh. Entretanto. uma constante. L (comprimento) e T (tempo). é dada por: -1 a) kg. Lembrando que [ P ] = T.2Z = 1 Resovendo o sistema constituído pelas equações acima. dois astros de massas respectivamente iguais a M e m. conclua que o período (P) de oscilação desses dispositivos depende da massa da esfera pendular (m). Adotando como fundamentais as grandezas M (massa). No entanto. denominada constante universal dos gases perfeitos. por exemplo. utilizando análise dimensional. ele implementa a expressão anterior em termos das respectivas fórmulas dimensionais das grandezas envolvidas P. bem como a unidade SI de G. ele estabelece a identidade entre os expoentes das potências de mesma base do primeiro e do segundo membro. o pesquisador cometeu um engano ao supor que P dependia de m. no Sistema Internacional (SI). A unidade de k. ele pode voltar ao laboratório. então: [p]=[µ]. Em seguida. Portanto. dada por: F=G Onde k é uma constante de proporcionalidade adimensional.m b) kg. determine a equação dimensional.m. 03.. Y = 1/2 e Z = -1/2 e escreve: P = km0C1/2g-1/2 Mm d2 em que G é a constante de gravitação universal. fazer medições de P. Em relação às dimensões mecânicas fundamentais – comprimento (L).[A][h] -1 -2 -3 ML T = ML [ A ] L Donde: [ A ] = LT-2 -1 -2 -3 • e[h]=L • O valor da constante adimensional k. 02. atraem-se gravitacionalmente trocando forças de intensidade F. µ.

T é tempo e θ é temperatura.m . -3 -1 2 No SI. Adotando uma constante adimensional (k).A . a expressão de φ em função de C. são. da diferença entre as temperatura (∆θ) nos dois ambientes e do coeficiente de condutibilidade térmica (C) do material pelo o qual o calor é conduzido. inversamente proporcional à espessura (e) da parede. -1) e) (1. 12.A . b) capacitância eletrostática. de acordo com a expressão: x y V=pµ Use análise dimensional para determinar a expressão do módulo da velocidade do som. da área projetada do rotor A e do módulo da velocidade do ar V. -3) d) (1. da intensidade do ar µ. y e z para que a equação: x y z (força) . ∆θ e e. β = 1. e)  md     F  2 08. ainda. 0. o segundo (s). β = 2. . É dada a fórmula dimensional do coeficiente de -3 -1 condutibilidade térmica: [ C ] = MLT θ . Suponha que o módulo da velocidade de propagação V de uma onda sonora dependa somente da pressão p e da massa específica do meio µ. o kelvin (K). sabendo-se que a constante adimensional vale 1. 13. é medida em m . com a -3 pressão e a massa específica ρ (kg. (mass) = (volume)(enregia) seja dimensionalmente correta respectivamente: a) (-3. em uma corda tensa. determine. Sendo k uma constante adimensional. determine as fórmulas dimensionais e as respectivas unidades SI das seguintes grandezas físicas: a) carga elétrica. L é comprimento. ele se recorda de que a fórmula é do tipo: Vα = C Pβ ρ onde C é uma constante adimensional. é medida em m . Na equação dimensional homogênea x = at – bt . -1 -2 No Sistema Internacional (SI).s . de sua massa m e de seu comprimento d. Uma das fontes é o vento. -3) c) (3. A Lei de Coulomb da Eletrostática permite calcular a intensidade (F) da força de interação (atração ou repulsão) trocada entre duas cargas puntiformes Q1 e Q2. 14. por meio de uma expressão do tipo: c) α = 2. β = 1. as sete unidades de base são o metro (m). o ampère (A). O módulo da velocidade de uma onda transversal. A. por meio de uma relação monômia.s . 11. -3 4 2 No Si.kg . Um estudante está prestando vestibular e não se lembra da fórmula correta que relaciona o módulo V da velocidade de propagação do som.kg . No meio rural. -1. depende da intensidade da força tensora F a que está sujeita a corda.s 2 -2 e) kg. A potência do cata-vento depende. T (tempo) e I (intensidade de corrente elétrica). determine a expressão da potência do vento p.A . e) α = 3. Em relação a a) b) c) d) e) 06. No entanto. a candela (cd) e o mol (mol). por análise dimensional. em que M é massa. as dimensões e a e b são respectivamente: a) LT e LT-1 2 3 -2 -3 b) L T e L T -2 -3 c) LT e LT -2 -3 d) L T e T 2 3 -3 e) L T e LT Os valores de x.m ). Verifica-se experimentalmente que o fluxo de calo ( φ ) – energia por unidade de tempo – através de uma parede que separa dois ambientes mantidos em temperaturas constantes e diferentes depende da área (A) da parede.A2. concluímos que o módulo da velocidade é proporcional a: a) F= em que 1 4πε 0 . β = 2. separadas por uma distância d. todas as fontes energéticas são importantes. β = 2.s 05. do qual se pode obter potência através de um cata-vento. é medida em m . F md  Fm     d  2 Adotando como fundamentais as grandezas M (massa). -3 -1 4 2 No SI. 0. 10. sendo. 1) 2 3 b) c)  Fm     d   Fd    m 1/ 2 1/ 2 d) 07.s2.m . 3) b) (-3. 0.ANÁLISE DIMENSIONAL d) kg. é medida em m-2. em que x tem dimensão de comprimento (L) e t tem dimensão de tempo (T). b) α = 1. Analisando as dimensões (unidades) das diferentes grandezas físicas. A figura abaixo representa um sistema experimental utilizado para determinar o volume de um líquido por unidade de tempo que escoa através de um tubo 09. ε0 é correto afirmar que: é uma grandeza adimensional. ele conclui que os valores corretos dos expoentes α e β são: a) α = 1. L (comprimento). Fazendo uma análise dimensional. 2. Q1 Q 2 r2 ε0 é uma constante fundamental da Física. d) α = 2. No SI. o quilograma (kg). num gás.

Considerando as grandezas físicas A e B de -2 2 dimensões respectivamente iguais a MLT e L . [ H ] = ML T -1 3 -2 -1 3 -2 [ G ] = M L T . A ∆P . Os resultados mostram que a quantidade desse fluxo depende da variação de pressão ao longo do comprimento L do tubo por unidade de comprimento (∆P/L). do raio do tubo (a) e da viscossidade do fluido (η) na temperatura do experimento. dada por: φ = kC 14. Qual deve ser o diâmetro mínimo de uma viga feita do mesmo material com comprimento 2L1 para que ela não se rompa pela ação de seu peso? 16. que estuda o comportamento de materiais sob esforço. como na figura abaixo. 05. d e L. c 08. a grandeza -1 definida por A. podemos concluir que o volume de fluido coletado por unidade de tempo é proporcional a: a) Quais são as unidades de σ no Sistema Internacional de Unidades? b) Encontre a expressão para o peso total da viga em termos de γ. 02. ∆P a 4 ∆P η . apoiada nas extremidades. Além de suas contribuições fundamentais a Física. 04. p = kµAV 13. e F=σ d3 L onde σ é a tensão de ruptura característica do material do qual a viga é feita. Seja γ o peso específico (peso por unidade de volume) do material da viga: . Galileu é considerado também o pai da resistência do materiais. 2 -1 V= P µ A∆θ e 11. L A L 4 aη ∆P 01. d 3 12. L η L η . c) Suponha que uma viga de diâmetro d1 se rompa sob a ação do próprio peso para um comprimento maior que L1. kg m s A = farad (F) 07. c 10. aplicada em seu centro. 06. L é dimensão de comprimento e T é dimensão de tempo.B tem dimensão de: a) potência b) energia c) força d) quantidade de movimento e) pressão GABARITO a) b) c) d) e) 15. 03. η L ∆P a 4 . b 09. Sabe-se que o coeficiente de viscossidade (η) de um fluido tem a mesma dimensão do produto de uma tensão (força por unidade de área) por um comprimento dividido por uma velocidade. kg m s -1 [ R ] = FLθ a d a) IT. onde M é dimensão de massa. Recorrendo à análise dimensional. rompe-se ao ser submetida a uma força vertical F. a) kgm s b) γπ d 2 L 4 c) 4d1 16. ciência muito usada em engenharia.ANÁLISE DIMENSIONAL capilar de comprimento L e seção transversal de área A. b -1 -2 15. Galileu propôs empiricamente que uma cilíndrica de diâmetro d e comprimento (vão livre) L. As = coulomb -1 -2 4 2 -1 -2 4 2 b) M L T I .