IONOGRAMA (IÕES NO PLASMA OU SORO

)
No plasma existem diversos electrólitos, positivos como o Na+, K+, Ca2+, Mg2+, ou negativos como o Cl-, HCO3-, fosfatos e proteínas. Os seus valores são mantidos em níveis relativamente constantes, e sobretudo a electroneutralidade, pelo que alterações aos valores normais podem indicar situações patológicas. Natrémia (Na+) O sódio é o principal responsável pela manutenção da osmolaridade extracelular. 1- Hipernatrémia (excesso de Na+) Pode resultar de um fornecimento excessivo de sódio (por exemplo, por ingestão de água do mar), mas em geral reflecte uma desidratação, isto é, deve-se a perdas de água. 2- Hiponatrémia (valor baixo de Na+) Pode ser devida a perdas urinárias (por exemplo, dosagem excessiva de diuréticos) ou digestivas (vómitos repetidos, diarreia abundante). Clorémia (Cl-) O cloro e o bicarbonato são os dois aniões mais importantes do plasma; as suas variações estão frequentemente ligadas. 1- Hiperclorémia (excesso de Cl-) Quando há excesso de Na+ (hipernatrémia), o Cl- aumenta proporcionalmente. No entanto o Cl- pode estar anormalmente elevado e o Na+ normal, por exemplo para compensar perdas do ião bicarbonato (HCO3), por exemplo se houver uma perda digestiva de bicarbonatos (diarreias abundantes, aspirações digestivas). 2- Hipoclorémia (valor baixo de Cl-) Pode estar associada a uma baixa de Na+ (hiponatrémia). Mas também pode existir independentemente, por exemplo quando há acidose metabólica devido ao aumento de outros aniões (ex., lactato, acetoacetato). Caliémia (K+) O potássio intervém em grande número de processos bioquímicos da célula e é indispensável à manutenção da pressão osmótica celular.

1..Hipocaliémia (valor baixo de K+) Resulta ou de uma deplecção de potássica devida a perdas digestivas (p..ex. aspirações gástricas. 2. em geral observáveis apenas em grandes alcoólicos ou em casos de anorexia nervosa.Hipercaliémia (excesso de K+) Resulta quer de uma diminuição da excreção urinária do potássio. tumores vilosos) ou urinárias (p. qualquer que seja a sua origem. ex. . quer de uma transferência do potássio celular para o plasma. podem dever-se a carências no fornecimento. por toma de diuréticos em excesso). Mais raramente. A causa mais frequente é a insuficiência renal aguda. vómitos.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful