´ ´ ANALISE ASSINTOTICA - CALCULANDO LIMITES

LUIS FELIPE GOMES Resumo. Pretende-se aqui mostrar como calcular limites de fun¸˜es co de forma anal´ ıtica usando o conceito de ordem de magnitude, tomado da An´lise Assint´tica. a o

1 Dadas f e g cont´ ınuas em uma vizinhan¸a Bε (x0 ) − {x0 }, c f (x) a se limx→x0 g(x) = 0, ent˜o f (x) ∈ o(gx) se limx→x0
f (x) g(x)

= c, ent˜o f (x) ∈ O(gx) a

Essa ´ uma maneira mais informal de descobrir se uma fun¸˜o limita e ca outra vel por baixo, ou por cima.(vel = uma coisa ou outra, mas n˜o a ambas) Podemos escrever o mesmo de forma mais rigorosa como segue: f (x) = g(x) + O(h(x)), se |f (x) − g(x)| << h(x), i.e., se existe C tal que |f (x) − g(x)| ≤ Ch(x), x → x0 Agora algo importante, irei ser breve, portanto, pouco rigoroso com a matem´tica, mas espero que o leitor verifique por ele mesmo o que vou a expor. Primeiro, gostaria de lembra que o erro num´rico associado a e uma s´rie de Taylor ´ igual ao ultimo termo dessa s´rie, logo, para uma e e ´ e aproxima¸˜o de fun¸˜o ca ca o(x) = f (x)(x − a), quando x → a Para uma aproxima¸ao n-´sima temos, c˜ e o(xn ) =
f (n) (x)(x−a)n x!

, x→a

Seguem-se agora algumas propriedades interessantes(verifiquem!) i)o(xn )o(xm ) = o(xn · xm ) = o(xn+m ii)o(xn ) + o(y m ), sen ≥ m, ent˜o o(xn ) a iii)[o(xn )]m = mo(xn ) = o(1)o(xn ) = o(xn · 1) = o(xn )
1

2

LUIS FELIPE GOMES
sen(x) x

Exemplo: Calcule o limite f (x) = limx→0

1 f (x) = sen(x) + o( x ) limx→0 f (x) = limx→0 sen(x) + limx→0 o(x) = 0 + 1 = 1 obs: o(x) = cos(x). finis.

lfgsmat@gmail.com

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful