You are on page 1of 28

Boletim Técnico

DACON – Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais
Produto País(es) Chamado : : : Microsiga Protheus Livros Fiscais versão 10 BRASIL TDNBMC /TDSESX /TDSIJ4. Data da publicação Banco(s) de Dados : : 18/11/11 TODOS

Está disponível a emissão do Relatório Auxiliar para o preenchimento do DACON - Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais (MATR971) nas Versões: Mensal 1.0, Mensal 1.1, Semestral 1.0, Semestral 1.1, Mensal-Semestral 1.31, Mensal-Semestral 2.4 e Mensal-Semestral 2.5. O relatório apresenta valores referentes às movimentações exigidas pelo programa DACON.

Mesmo havendo diversos aplicativos para geração do DACON, as fichas apresentadas e contempladas no Sistema são idênticas em todas as versões. Com relação ao DACON Semestral, apenas sua entrega será semestralmente, porém seus dados devem ser entregues mês a mês conforme aplicativo. Para identificar em qual regime de entrega o contribuinte se enquadra (se mensal ou semestral), acesse o site da Receita Federal para mais esclarecimentos.

PROCEDIMENTOS DE CONFIGURAÇÃO
1. No módulo Configurador (SIGACFG), opção Ambiente/ Cadastros/ Menus, disponibilize no menu do Livros Fiscais (SIGAFIS), em Relatórios/ Listagem de Conferência, a execução do MATR971, conforme segue: Menu Submenu Nome da Rotina Programa Módulo Tabelas Relatórios Listagem de Conferência DACON MATR971 SIGAFIS SA1, SA2, SD1, SD2,SB1, SF2, SF3, SF4,SN1, SN4

2.

No módulo Configurador (SIGACFG), opção Ambiente/ Cadastros/ Parâmetros, verifique os parâmetros abaixo, ou crie-os, caso não existam, conforme instruções a seguir: Nome Tipo Descrição MV_APUR97? Caracter Parâmetro utilizado para que sejam definidas quais linhas das fichas de apuração dos CFOPs poderão ser utilizadas.

SIGAFIS – DACON – Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais

1

Boletim Técnico

Informe da seguinte forma: Linha-TES-CFOP/Linha-TES-CFOP/..., em que: Linha: número da linha em que o CFOP deve ser incluído; TES: código do Tipo de Entrada/Saída a ser processado; Conteúdo CFOP: CFOP correspondente ao item da nota fiscal a ser processado. Para separar linha, TES e CFOP, utilize o hífen ( - ). Para separar grupos de configuração, utilize barras ( / ). Utilize barras ( / ) também no final do conteúdo do parâmetro. Exemplo 01-001-1101/02-002-1102/

O parâmetro MV_APUR97? deve conter as configurações de Linha/TES/CFOP conforme tabela anterior. O final do nome do parâmetro mencionado anteriormente pode ser substituído por números de 1 a 9, permitindo a criação de diversos parâmetros para suprir a necessidade de várias configurações. Exemplo: MV_APUR971, MV_APUR972, MV_APUR973, ... MV_APUR979 Caso o espaço disponível em cada parâmetro não seja suficiente, deve ser criado outro na seqüência e atribuir o conteúdo restante. Assim, pode ser criada a quantidade de parâmetros necessária à configuração.

Nome Tipo Descrição

MV_CALC97? Caracter Parâmetro utilizado para definição de quais linhas das fichas de cálculo os CFOPs poderão ser utilizados. Informe da seguinte forma: Linha-TES-CFOP/Linha-TES-CFOP/... Em que: Linha: número da linha em que o CFOP deve ser incluído; TES: código do Tipo de Entrada/Saída a ser processado;

Conteúdo

CFOP: CFOP correspondente ao item da nota fiscal a ser processado. Para separar linha, TES e CFOP, utilize o hífen ( - ). Para separar grupos de configuração, utilize barras ( / ). Utilize barras ( / ) também no final do conteúdo do parâmetro.

Exemplo

01-501-6107/02-502-6107/03-503-6108/

O parâmetro MV_CALC97? deve conter as configurações de Linha/TES/CFOP descritas na tabela anterior. O final do nome do parâmetro mencionado anteriormente pode ser substituído por números de 1 a 9, permitindo a criação de diversos parâmetros para suprir a necessidade de várias configurações. Exemplo: MV_CALC971, MV_CALC972, MV_CALC973, MV_CALC979 Caso o espaço disponível em cada parâmetro não seja suficiente, deve ser criado outro na sequência e o conteúdo restante deve ser atribuído. Assim, pode ser criada a quantidade de parâmetros necessária à configuração.

2

SIGAFIS – DACON – Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais

Para separar grupos de configuração. Descrição Conteúdo CFOP: CFOP correspondente ao item da nota fiscal a ser processado. Assim. separados por barras ( / ). Nome Tipo MV_OUTREC Caracter Define quais naturezas serão processadas na linha 02 Demais Receitas – Ficha 07A/17A – Regime Não Cumulativo.. utilize barras ( / ). pode ser criada a quantidade de parâmetros necessária à configuração. Exemplo 01-501-6107/02-502-6107/03-503-6108/ O parâmetro MV_CALCD? deve conter as configurações de Linha/TES/CFOP conforme a tabela anterior. Para separar linha. MV_CALCAD2.. MV_CALCAD3. O final do nome do parâmetro mencionado anteriormente pode ser substituído por números de 1 a 9. permitindo a criação de diversos parâmetros para suprir a necessidade de várias configurações. Demais Receitas – Ficha 08A/18A – Regime Cumulativo e Demais Receitas – Ficha 07B/17B – Regime Não Cumulativo e Cumulativo. Utilize barras ( / ) também no final do conteúdo do parâmetro. Exemplo: MV_CALCAD1.. TES: código do Tipo de Entrada/Saída a ser processado. SIGAFIS – DACON – Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais 3 .. . deve ser criado outro na seqüência e atribuir o conteúdo restante. utilize o hífen ( . MV_CALCAD9 Caso o espaço disponível em cada parâmetro não seja suficiente.Boletim Técnico Nome Tipo MV_CALCAD? Caracter Parâmetro utilizado para que se defina em quais linhas das fichas de cálculo os CFOPs poderão ser utilizados (somente para a Ficha 09A – Cálculo da Contribuição para o PIS/Pasep – Alíquotas Diferenciadas e Ficha 19A – Cálculo da COFINS).). na Ficha 08A/18A (Regime Cumulativo) e na Ficha 07B/17B (Regime Não Cumulativo e Cumulativo). Informe da seguinte forma: Linha-TES-CFOP/Linha-TES-CFOP/. TES e CFOP. Informe os códigos das naturezas que devem ser processados. PIS/COFINS Descrição Conteúdo Exemplo A criação e configuração do parâmetro MV_OUTREC é necessária para complementar a geração da Linha 02 (Demais Receitas) na Ficha 07A/17A (Regime Não Cumulativo).. em que: Linha: número da linha em que o CFOP deve ser incluído.

Informe os códigos das naturezas que devem ser processados. na linha 05 . Descrição 4 SIGAFIS – DACON – Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais .Revenda de Produto – Ficha 07A/17A – Regime Não Cumulativo.Ficha 07A/17A (Regime Não Cumulativo).Ficha 07B/17B (Regime Não Cumulativo e Cumulativo). 06 Receita Auferidas Alíquota Zero . PIS/COFINS Descrição Conteúdo Exemplo A criação e configuração do parâmetro MV_RECALZ2 são necessárias para complementar a geração das Linhas (Receita Auferidas Alíquota Zero .Revenda de Produto – Ficha 08A/18A – Regime Cumulativo e 09 Receita Auferidas Alíquota Zero.Ficha 08A/18A (Regime Cumulativo) e na linha 09 . 05 Receita Auferidas Alíquota Zero – Ficha 08A/18A – Regime Cumulativo e 08 Receita Auferidas Alíquota Zero – Ficha 07B/17B – Regime Não Cumulativo e Cumulativo. Informe os códigos das naturezas que devem ser processados.Ficha 07B/17B (Regime Não Cumulativo e Cumulativo).Ficha 07A/17A (Regime Não Cumulativo).Boletim Técnico Nome Tipo MV_RECALZ1 Caracter Define quais naturezas serão processadas nas linhas: 04 Receita Auferidas Alíquota Zero – Ficha 07A/17A – Regime Não Cumulativo.Revenda de Produto) na linha 05 .Ficha 08A/18A (Regime Cumulativo) e na linha 08 .Revenda de Produto – Ficha 07B/17B – Regime Não Cumulativo e Cumulativo. 07 Receita Vendas de Bens do Ativo Permanente– Ficha 08A/18A – Regime Cumulativo e 10 Receita Vendas de Bens do Ativo Permanente– Ficha 07B/17B – Regime Não Cumulativo e Cumulativo. PIS/COFINS Descrição Conteúdo Exemplo A criação e configuração do parâmetro MV_RECALZ1 são necessárias para complementar a geração das Linhas (Receita Auferidas Alíquota Zero) na linha 04 . Nome Tipo MV_RECALZ3 Caracter Define quais naturezas serão processadas nas linhas 06 Receita Vendas de Bens do Ativo Permanente – Ficha 07A/17A – Regime Não Cumulativo. separados por barras ( / ). separados por barras ( / ). na linha 06 . Nome Tipo MV_RECALZ2 Caracter Define quais naturezas serão processadas nas linhas 05 Receita Auferidas Alíquota Zero .

Ficha 08A/18A (Regime Cumulativo) e na linha 10 . PIS/COFINS Descrição Conteúdo Exemplo A criação e configuração do parâmetro MV_RECALZ4 são necessárias para complementar a geração das Linhas (Receita Sem Incidência da Contribuição .Ficha 07B/17B (Regime Não Cumulativo e Cumulativo). separados por barras ( / ). Informe os códigos das naturezas que devem ser processados. na linha 07 . 09 Receita Isenta e Demais Receitas Sem Incidência da Contribuição – Ficha 08A/18A – Regime Cumulativo e 12 Receita Isenta e Demais Receitas Sem Incidência da Contribuição – Ficha 07B/17B – Regime Não Cumulativo e Cumulativo. PIS/COFINS Descrição Conteúdo Exemplo SIGAFIS – DACON – Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais 5 . separados por barras ( / ).Boletim Técnico Conteúdo Exemplo Informe os códigos das naturezas que devem ser processados.Exportação – Ficha 08A/18A – Regime Cumulativo e 11 Receita Sem Incidência da Contribuição . PIS/COFINS A criação e configuração do parâmetro MV_RECALZ3 são necessárias para complementar a geração das Linhas (Receita Vendas de Bens do Ativo Permanente) na linha 06 .Ficha 07B/17B (Regime Não Cumulativo e Cumulativo). 08 Receita Sem Incidência da Contribuição . na linha 08 .Exportação) na linha 07 .Ficha 07A/17A (Regime Não Cumulativo).Ficha 07A/17A (Regime Não Cumulativo).Exportação – Ficha 07B/17B – Regime Não Cumulativo e Cumulativo.Exportação – Ficha 07A/17A – Regime Não Cumulativo. Nome Tipo MV_RECALZ5 Caracter Define quais naturezas serão processadas nas linhas 08 Receita Isenta e Demais Receitas Sem Incidência da Contribuição – Ficha 07A/17A – Regime Não Cumulativo. Nome Tipo MV_RECALZ4 Caracter Define quais naturezas serão processadas nas linhas 07 Receita Sem Incidência da Contribuição . Informe os códigos das naturezas que devem ser processados.Ficha 08A/18A (Regime Cumulativo) e na linha 11 . separados por barras ( / ).

PIS/COFINS Descrição Conteúdo Exemplo A criação e configuração do parâmetro MV_RECALZ7 são necessárias para complementar a geração das Linhas (Receita de Revenda Decorrente de operações Sujeitas a ST) na linha 10 . 11 Receita de Revenda Decorrente de operações Sujeitas a ST – Ficha 08A/18A – Regime Cumulativo e 14 Receita de Revenda Decorrente de operações Sujeitas a ST – Ficha 07B/17B – Regime Não Cumulativo e Cumulativo.Ficha 07A/17A (Regime Não Cumulativo). 10 Receita com Suspensão da Contribuição – Ficha 08A/18A – Regime Cumulativo e 13 Receita com Suspensão da Contribuição – Ficha 07B/17B – Regime Não Cumulativo e Cumulativo. Informe os códigos das naturezas que devem ser processados. Nome Tipo MV_RECALZ7 Caracter Define quais naturezas serão processadas nas linhas 10 Receita de Revenda Decorrente de operações Sujeitas a ST – Ficha 07A/17A – Regime Não Cumulativo.Ficha 07A/17A (Regime Não Cumulativo).Ficha 08A/18A (Regime Cumulativo) e na linha 13 . Nome Tipo MV_RECALZ6 Caracter Define quais naturezas serão processadas nas linhas 09 Receita com Suspensão da Contribuição – Ficha 07A/17A – Regime Não Cumulativo. separados por barras ( / ).Ficha 08A/18A (Regime Cumulativo) e na linha 14 .Ficha 07A/17A (Regime Não Cumulativo).Ficha 07B/17B (Regime Não Cumulativo e Cumulativo).Ficha 08A/18A (Regime Cumulativo) e na linha 12 . separados por barras ( / ).Boletim Técnico A criação e configuração do parâmetro MV_RECALZ5 são necessárias para complementar a geração das Linhas (Receita Isenta e Demais Receitas Sem Incidência da Contribuição) na linha 08 . Informe os códigos das naturezas que devem ser processados. Nome Tipo MV_RECALZ8 Caracter 6 SIGAFIS – DACON – Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais . na linha 09 . na linha 11 . na linha 10 .Ficha 07B/17B (Regime Não Cumulativo e Cumulativo). PIS/COFINS Descrição Conteúdo Exemplo A criação e configuração do parâmetro MV_RECALZ6 são necessárias para complementar a geração das Linhas (Receita com Suspensão da Contribuição) na linha 09 .Ficha 07B/17B (Regime Não Cumulativo e Cumulativo).

4 . se não houver crédito do ICMS normal. 2 .Retira. SIGAFIS – DACON – Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais 7 .Patrimônio de Afetação – Ficha 07A/17A – Regime Não Cumulativo. Esta configuração será associada ao parâmetro para que seja efetuado o cálculo. se não houver crédito do ICMS ST. Conteúdo Exemplo T Nome Tipo Descrição MV_DBSTCOF Caracter Indica o tratamento para retirada do valor do ICMS solidário na base da COFINS apurada.Patrimônio de Afetação – Ficha 07B/17B – Regime Não Cumulativo e Cumulativo.Ficha 08A/18A (Regime Cumulativo) e na linha 15 . PIS/COFINS Conteúdo Exemplo A criação e configuração do parâmetro MV_RECALZ8 são necessárias para complementar a geração das Linhas (Receita Tributada pelo RET . Nome Tipo Descrição MV_RGCAIXA Lógico Indica se a geração do relatório DACON tem como base o Regime de Caixa. 12 Receita Tributada pelo RET .Nunca retira.Retira. separados por barras ( / ).Ficha 07B/17B (Regime Não Cumulativo e Cumulativo). 1 .Patrimônio de Afetação – Ficha 08A/18A – Regime Cumulativo e 15 Receita Tributada pelo RET . 6 . 3 . T = Relatório gerado com base no Regime de Caixa (Movimentação Bancária). se houver crédito do ICMS ST. se houver crédito do ICMS normal.Retira.Ficha 07A/17A (Regime Não Cumulativo). F = Relatório gerado com base no Regime de Competência (Livro Fiscal).Boletim Técnico Descrição Define quais naturezas serão processadas nas linhas 11 Receita Tributada pelo RET . na linha 12 .Patrimônio de Afetação) na linha 11 .Sempre retira. Conteúdo Exemplo 2 O TES deve possuir o campo Credita PIS/COFINS (F4_PISCRED) diferente de Não Calcula e o campo PIS/COFINS (F4_PISCOF) igual à COFINS ou Ambos.Retira. 5 . Informe os códigos das naturezas que devem ser processados.

Retira. Conteúdo Exemplo 2 O TES deverá possuir o campo Credita PIS/COFINS (F4_PISCRED) diferente de Não Calcula e o campo PIS/COFINS (F4_PISCOF) igual à PIS ou Ambos. as notas fiscais serão pesquisadas pelo E1_NUM (.Retira. separados por barras ( / ).Sempre retira.Retira. para que o Sistema trabalhe observando o número da nota fiscal por meio do campo E1_NUMNOTA.Boletim Técnico Nome Tipo Descrição MV_DBSTPIS Caracter Indica o tratamento para retirada do valor do ICMS solidário na base do PIS apurado. 6 . para que o Sistema trabalhe de acordo com o padrão (número do título = número da NF que o gerou).) ou E1_NUMNOTA (. Receita de Vendas e Bens e Serviços – Ficha 08A/18A – Regime Cumulativo e Receita de Vendas e Bens e Serviços – Ficha 07B/17B – Regime Não Cumulativo e Cumulativo.Retira. F. T Conteúdo Exemplo Nome Tipo MV_RECVEN Caracter Define quais naturezas serão processadas na linha 01 Receita de Vendas e Bens e Serviços – Ficha 07A/17A – Regime Não Cumulativo. se houver crédito do ICMS normal. 3 .Nunca retira. PIS/COFINS Descrição Conteúdo Exemplo 8 SIGAFIS – DACON – Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais . se não houver crédito do ICMS ST. 2 . 1 . 4 . Nome Tipo Descrição MV_DACTIT Lógico Indica se no DACON. Informe os códigos das naturezas que devem ser processados. quando regime de caixa.). 5 . T. se não houver crédito do ICMS normal.T. se houver crédito do ICMS ST.F. Esta configuração será associada ao parâmetro para que seja efetuado o cálculo.

SIGAFIS – DACON – Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais 9 . separados por barras ( / ). na Ficha 08A/18A (Regime Cumulativo) e na Ficha 07B/17B (Regime Não Cumulativo e Cumulativo).Despesas de Alugueis de Prédios Locados por Pessoas Jurídicas nas Fichas 06A/16A. (Regime Não Cumulativo). 78/COFINS A criação e configuração do parâmetro MV_ALUPRED define quais naturezas serão processadas para levar o valor do título na linha 05. (Regime Não Cumulativo). 78/COFINS A criação e configuração do parâmetro MV_ALUMAQU define quais naturezas serão processadas para levar o valor do título na linha 05. separados por barras ( / ). Informe os códigos das naturezas que devem ser processados.Despesas de Aluguéis de Prédio Locados de Pessoas Jurídicas. Informe os códigos das naturezas que devem ser processados. Nome Tipo Descrição Conteúdo Exemplo MV_ENERGIA Caracter Define quais naturezas serão processadas na linha 04. Informe os códigos das naturezas que devem ser processados. 78/COFINS A criação e configuração do parâmetro MV_ENERGIA define quais naturezas serão processadas para levar o valor do título na linha 04.Despesas de Energia Elétrica.Despesas de Aluguéis de Máquinas e Equipamentos Locados de Pessoas Jurídicas. Nome Tipo Descrição Conteúdo Exemplo MV_ALUPRED Caracter Define quais naturezas serão processadas na linha 05. Nome Tipo Descrição Conteúdo Exemplo MV_ALUMAQU Caracter Define quais naturezas serão processadas na linha 06.Boletim Técnico A criação e configuração do parâmetro MV_RECVEN complementam a geração da Linha 01 (Receita de Vendas e Bens e Serviços) na Ficha 07A/17A (Regime Não Cumulativo).Despesas de Energia Elétrica na Ficha 06A/16A (Regime Não Cumulativo). separados por barras ( / ).Despesas de Aluguéis de Prédios Locados de Pessoas Jurídicas nas Fichas 06A/16A.

Boletim Técnico 3. No módulo Configurador. opção Base de Dados/ Dicionário/ Base de Dados. consulte o boletim técnico UPDFIS – Atualização da Base Fiscal. Indica o tipo de regime de apuração de PIS/ COFINS referente ao Tipo de Entrada/ Saída. assim como atualizar o campo F4_TPREG com as novas opções disponíveis para seleção. 10 SIGAFIS – DACON – Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais . O campo B1_TPREG deve ser criado somente se a empresa se enquadrar nos Regimes Não-Cumulativo e Cumulativo simultaneamente. 2=Cumulativo. o campo F4_TPREG deve ser igual a Ambos. apenas será utilizado para geração das Fichas 07B e 17B. Para geração das fichas 07B e 17B. A criação e configuração do campo F4_TPREG é necessário para a correta impressão dos valores movimentados sob o Regime Cumulativo. 2=Cumulativo. ou seja. sob o Regime Não-Cumulativo e sob ambos os regimes. identificamos por meio do produto em que regime a movimentação se enquadra. Para mais informações. 3=Ambos. O compatibilizador UPDFIS pode ser utilizado para criar automaticamente o campo B1_TPREG com suas validações. Indica o tipo de regime de apuração no Relatório Demonstrativo de Apuração das Contribuições Sociais – DACON. Como no layout do relatório são apresentados ambos os regimes. inclua/ verifique o campos relacionados abaixo: Tabela Campo Tipo Tamanho Formato Cabeçalho Descrição Opções Help SF4 F4_TPREG Caracter 1 @! Tipo de Regime Tipo de Regime 1=Não Cumulativo. Utilizado somente para as Fichas 07B e 17B. 3=Ambos. Tabela Campo Tipo Tamanho Formato Cabeçalho Descrição Opções Help SB1 B1_TPREG Caracter 1 @! Tipo de Regime Tipo de Regime 1=Não Cumulativo.

dependendo do valor do campo A1_ENTID.Aquisição de Autopeças 03 .Boletim Técnico Tabela Campo Tipo Tamanho Formato Cabeçalho Descrição Opções Help Exemplo SED <Nome do campo a critério do cliente > Caracter 1 @! Tipo de Receitas Tipo de Receitas 1=Mercado Interno Tributada. e Fundações dos Estados. Despesas de Energia Elétrica. Este campo é utilizado na gravação do código de retenção.Mista/PJ-Associção Profissional 09 .Econ. não tributado no mercado interno e de exportação para as despesas das fichas 06A e 16A (Regime não Cumulativo).Mista/PJ-Combustíveis 10 .Mista/PJ-Serviços Prestados por Financeiras 06 .Econ./Soc. 05.Econ. Despesas de Aluguéis de Prédios Locados de Pessoas Jurídicas.PJ de Direito Privado 01 . geração do registro R30 do DACON.Órgãos./Soc.Públ.Públ.Emp. são gravados os códigos de retenção no DACON. 00 ./Soc. Despesas de Aluguéis de Máquinas e Equipamentos Locados de Pessoas Jurídicas.Emp. 04. DF e Municípios 02 .Empresa Pública/Sociedade de Economia Mista/PJ Alterações efetuadas 04 .Emp.Econ. Autarq.Mista/PJ-Demais Serviços 07 .Pagamentos não Especificados Validação Pertence (“00/01/02/03/04/05/06/07/08/09/10”) De acordo com o tipo de entidade.Públ.Públ.Públ. Campo A1_ENTID Informar o tipo de entidade./Soc.Públ.Emp.Econ.Mista/PJ-Demais Entidadidades 08 . 06.Emp.Emp./Soc.Mista/PJ-Transporte de Passageiros 05 . 3=Exportação Indica o tipo de receita ED_RECDAC A criação e configuração do campo ED_RECDAC permitem a correta impressão do valor do título vinculado às receitas tributadas no mercado interno. 2=Mercado Interno Não Tributada.Econ. Os códigos de retenção a ser gerados são: SIGAFIS – DACON – Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais 11 ./Soc.

consulte o boletim técnico UPDFIS – Atualização da Base Fiscal. No módulo Livros Fiscais (SIGAFIS). 12 SIGAFIS – DACON – Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais . Somente serão aceitas as datas que compreendam a periodicidade mensal. PROCEDIMENTOS PARA UTILIZAÇÃO 1. opção Relatórios /Listagem de Conferência /DACON Mensal (MATR971). com base na descrição a seguir: Data Inicial? Informe a data inicial do período da apuração a ser processado. CSLL e PIS) 4407 (COFINS) 4409 (PIS) 3746 (COFINS) 3770 (PIS) 6147 (COFINS E/OU PIS) 6175 (COFINS E/OU PIS) 6188 (COFINS E/OU PIS) 6190 (COFINS E/OU PIS) 6243 (COFINS) 6230 (PIS) 8863 (COFINS E/OU PIS) 9060 (COFINS E/OU PIS) 9997 (COFINS. Somente serão aceitas as datas que compreendam a periodicidade mensal. O Compatibilizador UPDFIS pode ser utilizado para criar automaticamente o campo A1_ENTID com suas validações.Boletim Técnico 00-> 5952 (COFINS. preencha os campos solicitados. Data Final? Informe a data final do período da apuração a ser processado. CSLL e PIS) 5960 (COFINS) 5979 (PIS) 01-> 4085 (COFINS. Para mais informações. CSLL e PIS) 9998 (COFINS) 9999 (PIS) 02 -> 03 -> 04 -> 05 -> 06 -> 07 -> 08 -> 09 -> 10 -> A criação e configuração do campo A1_ENTID permite a correta geração dos códigos de retenção gravado no registro R30.

não tendo influencia na geração das informações. O Regime Cumulativo e o NãoCumulativo exigem configurações distintas. Imprime Ficha 09A/19A Informe somente se necessitar gerar a Ficha 09A (Cálculo da Contribuição para o PIS/PASEP – Alíquotas Diferenciadas) e Ficha 19A (Cálculo da COFINS – Alíquotas Diferenciadas). Imprime Ficha 06B/16BA Informe somente se necessitar gerar a Ficha 06B (Apuração dos Créditos de PIS/ PASEP – Importação Regime Não-Cumulativo) e Ficha 16B (Apuração dos Créditos da COFINS – Importação Regime Não-Cumulativo). Bens Utilizados como Insumos Aquisições efetuadas no mercado interno de bens utilizados como insumos na prestação de serviços e na produção ou fabricação de bens ou produtos destinados à venda. 2. Esse arquivo poderá ser importado diretamente no validador não havendo mais a necessidade de digitar manualmente as informações no mesmo. Gera Arquivo Informe se deseja gerar o arquivo magnético com as informações do relatório ao término da impressão do mesmo. Filial até Informe a filial final das informações apuradas. Versão Informe a versão do aplicativo a ser utilizado para lançamento manual das informações. não tendo influencia na geração das informações. informe as configurações de CFOPs a serem considerados em cada linha. 02. Os campos em que constam as informações de <Não Disponível> e <Processamento Automático> não serão exemplificados. SIGAFIS – DACON – Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais 13 . Após a confirmação dos parâmetros genéricos do DACON Mensal. serão apresentados conjuntos de configurações distintas. Aplicativo Informe se o aplicativo a ser utilizado para lançamento manual das informações será o Mensal. Portanto. conforme cada regime. de acordo com o regime selecionado.Boletim Técnico Livro Selecionado Informe o número do livro a ser processado. Imprime Ficha 10A Informe somente se necessitar gerar a Ficha 10A (Cálculo da Contribuição para o PIS/PASEP – Alíquotas por Unidade de Medida de Produto). como o exemplificado a seguir: Regime Não-Cumulativo Base de cálculo dos créditos 01. Filial de Informe a filial inicial das informações apuradas. Essa informação é utilizada apenas para a impressão do cabeçalho. Essa informação é utilizada apenas para a impressão do cabeçalho. Semestral ou Mensal-Semestral. devido ao fato de seu processamento ser interno ou de não serem processados. Bens para Revenda Aquisições efetuadas no mercado interno de bens ou mercadorias para revenda.

Outras Operações com Direito a Crédito Informe outros custos. em relação aos quais a legislação autorize o cálculo de créditos. 13. 08. Aliq.Zero Receita decorrente da venda de bens e serviços que estejam sujeitos a alíquota zero. Perman.6% (COFINS) Receita bruta decorrente da venda de bens e serviços nas operações em contra própria ou alheia. Receita de Vendas de Bens e Serviços – Alíquota de 1. Essa configuração já é possível. Receita decorrente da realização de atividades do ensino superior das instituições que aderiram ao programa Prouni. Receita Isenta sem Incid. Apuração PIS/PASEP e COFINS 01. Créditos Calculados a Alíquotas Diferenciadas Crédito determinado com base em alíquotas diferenciadas. Se na janela de configuração aparecer a mensagem << não disponível >> apague o conteúdo e informe os CFOPs normalmente.Zero-Rev. Essa configuração já é possível.Boletim Técnico 03. Receita Trib. Receita decorrente da venda de bens do ativo permanente. 14 SIGAFIS – DACON – Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais . despesas e encargos. Serviços Utilizados como Insumos Aquisições efetuadas no mercado interno de serviços utilizados como insumos na prestação de serviços e na produção ou fabricação de bens ou produtos destinados à venda. 04. Despesas de Aluguéis de Máquinas e Equipamentos Locados de Pessoas Jurídicas Valores de despesas com aluguéis de máquinas e equipamentos utilizados nas atividades da empresa. que não tenham sido contemplados nas linhas anteriores. 06. 05.6% (COFINS) Valor das demais receitas auferidas pela pessoa jurídica.Prod Receita decorrente da venda de produtos sujeitos a tributação monofásica. 02. Essa configuração já é possível. Se na janela de configuração aparecer a mensagem << não disponível >> apague o conteúdo e informe os CFOPs normalmente. Se na janela de configuração aparecer a mensagem << não disponível >> apague o conteúdo e informe os CFOPs normalmente. Receita Vendas Bens Ativ. 06. Receita Trib. Despesas de Energia Elétrica Custos e despesas incorridos no mês com energia elétrica consumida nos estabelecimentos da pessoa jurídica. Aliq. Outras Receitas Auferidas 04. 05. Despesas de Aluguéis de Prédios Locados de Pessoas Jurídicas Valores de despesas com aluguéis de imóveis utilizados nas atividades da empresa.65% (PIS/Pasep) e 7. Apuração de Outros Créditos 16. Despesas de Armazenagem de Mercadoria e Frete na Operação de Venda Valores de armazenagem de mercadoria e de frete. Essa configuração já é possível.65% (PIS/Pasep) e 7. Demais Receitas – Alíquota de 1. 07.Contrib. Se na janela de configuração aparecer a mensagem << não disponível >> apague o conteúdo e informe os CFOPs normalmente.

Portanto.Subst.Tributária. Regime Cumulativo Apuração PIS/Pasep e COFINS SIGAFIS – DACON – Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais 15 . Vendas Canceladas e Descontos Incondicionais (Receita de Vendas) Notas fiscais que tiveram descontos (as notas fiscais canceladas não serão apresentadas. Exclusões Base de Cálculo 13. Para compor o faturamento: Faturamento Mercado Interno Toda e qualquer movimentação que deva ser considerada no montante de faturamento das receitas tributadas no mercado interno (CFOPs do grupo 5 ou 6). para que seja possível o cálculo da proporção dos CFOPs configurados com base no faturamento das receitas tributadas no mercado interno e nas exportações.Tributária. 16. Se na janela de configuração aparecer a mensagem << não disponível >> apague o conteúdo e informe os CFOPs normalmente. 14. Receita decorrente da revenda de produtos com operações sujeitas a Substituição Tributária. O DACON Mensal (MATR971) é formulado com base no faturamento mensal. Essa configuração já é possível. IPI e ICMS/Substituto Tributário (Demais Receitas) Notas fiscais com IPI. Receita Revenda Op. Essa configuração já é possível. e ICMS Subst. 10. IPI e ICMS/Substituto Tributário (Receita de Vendas) Notas fiscais com IPI quando destacado e ICMS Subst.Boletim Técnico 09. com os CFOPs que devam ser considerados como faturamento. Essa configuração já é possível.Trib. Receita com Susp. Receita Tributada pelo RET Receita decorrente da venda de unidades imobiliárias desde que optante pelo Regime Especial Tributário. Se na janela de configuração aparecer a mensagem << não disponível >> apague o conteúdo e informe os CFOPs normalmente. a rotina irá assumir toda a movimentação como destinada às receitas tributadas no mercado interno. Faturamento Mercado Externo Toda e qualquer movimentação que deva ser considerada no montante de faturamento de exportações (CFOPs do grupo 7). Se na janela de configuração aparecer a mensagem << não disponível >> apague o conteúdo e informe os CFOPs normalmente. 15. Receita decorrente da venda de bens e serviços onde houve a suspensão da contribuição. uma vez que não compõem a base de cálculo). Vendas Canceladas e Descontos Incondicionais (Demais Receitas) Notas fiscais que tiveram descontos (as notas fiscais canceladas não serão apresentadas. Caso os itens citados acima não sejam configurados. quando destacado.Contrib. é imprescindível a configuração dos itens Faturamento Mercado Interno e Faturamento Mercado Externo. 11. uma vez que não compõem a base de cálculo).

15.Tributária. 10. 11.Boletim Técnico 01. Receita Sem Incid.Contrib Receita decorrente das exportações. Se na janela de configuração aparecer a mensagem << não disponível >> apague o conteúdo e informe os CFOPs normalmente. Se na janela de configuração aparecer a mensagem << não disponível >> apague o conteúdo e informe os CFOPs normalmente. Receita decorrente da realização de atividades do ensino superior das instituições que aderiram ao programa Prouni. Receita Trib. Receita Isenta sem Incid. Perman. Essa configuração já é possível. Se na janela de configuração aparecer a mensagem << não disponível >> apague o conteúdo e informe os CFOPs normalmente. 06. Essa configuração já é possível. e ICMS Subst. Receita de Vendas de Bens e Serviços – Alíquota de 0. Essa configuração já é possível.65% (PIS/Pasep) e Alíquota Cumulativa (COFINS) Valor das demais receitas auferidas pela pessoa jurídica. 07. 02. 16.Prod Receita decorrente da venda de produtos sujeitos a tributação monofásica. 08. Essa configuração já é possível. Se na janela de configuração aparecer a mensagem << não disponível >> apague o conteúdo e informe os CFOPs normalmente. Receita decorrente da venda de bens do ativo permanente.65% (PIS/Pasep) e Alíquota Cumulativa (COFINS) Receita bruta decorrente da venda de bens e serviços nas operações em contra própria ou alheia.Subst. 07. 09. Demais Receitas – Alíquota de 0. Receita decorrente da venda de bens e serviços onde houve a suspensão da contribuição. Receita Trib. IPI e ICMS/Substituto Tributário (Receita de Vendas) Notas fiscais com IPI. Essa configuração já é possível. quando destacado. uma vez que não compõem a base de cálculo). Se na janela de configuração aparecer a mensagem << não disponível >> apague o conteúdo e informe os CFOPs normalmente. Aliq.Zero-Rev.Zero Receita decorrente da venda de bens e serviços que estejam sujeitos a alíquota zero.Contrib. Essa configuração já é possível. Se na janela de configuração aparecer a mensagem << não disponível >> apague o conteúdo e informe os CFOPs normalmente. Aliq. Receita com Susp. Se na janela de configuração aparecer a mensagem << não disponível >> apague o conteúdo e informe os CFOPs normalmente.Contrib. Vendas Canceladas e Descontos Incondicionais (Demais Receitas) 16 SIGAFIS – DACON – Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais . Essa configuração já é possível. Se na janela de configuração aparecer a mensagem << não disponível >> apague o conteúdo e informe os CFOPs normalmente. Receita Vendas Bens Ativ. Receita Tributada pelo RET Receita decorrente da venda de unidades imobiliárias desde que optante pelo Regime Especial Tributário. Vendas Canceladas e Descontos Incondicionais (Receita de Vendas) Notas fiscais que tiveram descontos (as notas fiscais canceladas não serão apresentadas. Receita decorrente da revenda de produtos com operações sujeitas a Substituição Tributária.Trib. Outras Receitas Auferidas 05. Receita Revenda Op. Exclusões para compor a base de cálculo 14. Essa configuração já é possível.

a rotina irá assumir toda a movimentação no Regime Cumulativo. o valor referente à devolução. IPI e ICMS/Substituto Tributário (Demais Receitas) Notas fiscais com IPI quando destacado e ICMS Subst.65%) e COFINS (alíquota 7. Para identificação dos valores que devem ser diminuídos na Receita.00.00 referentes a descontos. Despesas de Aluguéis de Prédios Locados de Pessoas Jurídicas Valores de despesas com aluguéis de imóveis utilizados nas atividades da empresa.6%) – Não cumulativo 01.Tributária. Despesas de Aluguéis de Máquinas e Equipamentos Locados de Pessoas Jurídicas Valores de despesas com aluguéis de máquinas e equipamentos utilizados nas atividades da empresa. informe os CFOPs nas telas de assistente correspondentes a essas exclusões: linha 14 e 15 (para exclusões correspondentes à receita de vendas e serviços) e linha 16 e 17 (para exclusões correspondentes às demais receitas). Despesas de Energia Elétrica Custos e despesas incorridos no mês com energia elétrica consumida nos estabelecimentos da pessoa jurídica. Despesas de Armazenagem de Mercadoria e Frete na Operação de Venda SIGAFIS – DACON – Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais 17 . O relatório apresenta. 06. 07.000. Exemplo: O total da Receita de Vendas de Bens e Serviços (linha 01) é de R$ 50. Caso a empresa utilize o Regime de Caixa. No caso do Cálculo da Contribuição. Regime Não Cumulativo + Cumulativo (Ambos) Base de cálculo dos créditos – Apuração dos créditos para o PIS/PASEP (alíquota 1. Bens Utilizados como Insumos Aquisições efetuadas no mercado interno de bens utilizados como insumos na prestação de serviços e na produção ou fabricação de bens ou produtos destinados à venda. sendo assim a Base de Cálculo será de R$ 45. porém tenho R$ 5. 16 e 17 conforme acima. Bens para Revenda Aquisições efetuadas no mercado interno de bens ou mercadorias para revenda. 03. 05. 17. que são determinadas nas linhas 14. 02.000. 15. diminuído das exclusões. Serviços Utilizados como Insumos Aquisições efetuadas no mercado interno de serviços utilizados como insumos na prestação de serviços e na produção ou fabricação de bens ou produtos destinados à venda. Ao gerar uma nota de devolução de venda.00. 04.000.Boletim Técnico Notas fiscais que tiveram descontos (as notas fiscais canceladas não serão apresentadas uma vez que não compõem a base de cálculo). A coluna Base de Cálculo é composta pelo valor constante na coluna Receitas (receita bruta). o relatório apresenta as colunas Receita e Base de Cálculo. nas colunas Receita e Base de Cálculo. é efetuado o abatimento na base de cálculo do Regime Cumulativo.

Essa configuração já é possível. 13.6% (COFINS) Receita bruta decorrente da venda de bens e serviços nas operações em contra própria ou alheia. 02.Contrib Receita decorrente das exportações.Zero Receita decorrente da venda de bens e serviços que estejam sujeitos a alíquota zero. despesas e encargos.Prod Receita decorrente da venda de produtos sujeitos a tributação monofásica.Boletim Técnico Valores de armazenagem de mercadoria e de frete.Zero-Rev. Se na janela de configuração aparecer a mensagem << não disponível >> apague o conteúdo e informe os CFOPs normalmente.65% (PIS/Pasep) e 3% (COFINS) Valor das demais receitas auferidas pela pessoa jurídica. Outras Receitas Auferidas 08. Receita Sem Incid. Créditos Calculados a Alíquotas Diferenciadas Crédito determinado com base em alíquotas diferenciadas. Regime Cumulativo 04. Outras Operações com Direito a Crédito Informe outros custos. Essa configuração já é possível. em relação aos quais a legislação autorize o cálculo de créditos. 09. Perman. Receita Trib. 12. Essa configuração já é possível.Receita de Vendas de Bens e Serviços – Alíquota de 0. Receita decorrente da venda de bens do ativo permanente.Demais Receitas – Alíquota de 0. Se na janela de configuração aparecer a mensagem << não disponível >> apague o conteúdo e informe os CFOPs normalmente. Essa configuração já é possível. Receita decorrente da realização de atividades do ensino superior das instituições que aderiram ao programa Prouni. Se na janela de configuração aparecer a mensagem << não disponível >> apague o conteúdo e informe os CFOPs normalmente.6% (COFINS) Valor das demais receitas auferidas pela pessoa jurídica.65% (PIS/Pasep) e 3% (COFINS) Receita bruta decorrente da venda de bens e serviços nas operações em contra própria ou alheia. 10. Aliq. 05. Demais Receitas – Alíquota de 1. Receita Trib. Receita de Vendas de Bens e Serviços – Alíquota de 1.65% (PIS/Pasep) e 7.Contrib.65% (PIS/Pasep) e 7. Regime Não cumulativo 01. que não tenham sido contemplados nas linhas anteriores. Apuração de Outros Créditos 16. Se na janela de configuração aparecer a mensagem <<não disponível >> apague o conteúdo e informe os CFOPs normalmente. Receita Vendas Bens Ativ. Aliq. 11. Se na janela de configuração aparecer a mensagem << não disponível >> apague o conteúdo e informe os CFOPs normalmente. Receita Isenta sem Incid. 18 SIGAFIS – DACON – Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais . Essa configuração já é possível.

00 referentes a descontos.Trib. 19. Vendas Canceladas e Descontos Incondicionais (Demais Receitas) Notas fiscais que tiveram descontos (as notas fiscais canceladas não serão apresentadas. conforme acima.00. e ICMS Subst. o relatório apresentará as colunas Receita e Base de Cálculo. quando destacado. uma vez que não compõem a base de cálculo). Receita Revenda Op. Vendas Canceladas e Descontos Incondicionais (Demais Receitas) Notas fiscais que tiveram descontos (as notas fiscais canceladas não serão apresentadas. 15 e 16. Se na janela de configuração aparecer a mensagem << não disponível >> apague o conteúdo e informe os CFOPs normalmente.Tributária.Contrib. Sendo assim. 24. IPI e ICMS/Substituto Tributário (Demais Receitas) Notas fiscais com IPI. Exemplo: O total da receita de vendas de bens e serviços (linha 01) é de R$ 50.00. 14. a base de cálculo será de R$ 45. que são determinadas nas linhas 13.Boletim Técnico 13. Exclusões para compor a base de cálculo – Regime não cumulativo 17. Essa configuração já é possível. Receita decorrente da revenda de produtos com operações sujeitas a Substituição Tributária. Vendas Canceladas e Descontos Incondicionais (Receita de Vendas) Notas fiscais que tiveram descontos (as notas fiscais canceladas não serão apresentadas. Para identificação dos valores que deverão ser diminuídos na Receita.Tributária. Receita com Susp. e ICMS Subst.Tributária. Essa configuração já é possível. Exclusões para compor a base de cálculo – Regime Cumulativo 21. 22.000. quando destacado. Receita decorrente da venda de bens e serviços onde houve a suspensão da contribuição.Subst.000. Se na janela de configuração aparecer a mensagem << não disponível >> apague o conteúdo e informe os CFOPs normalmente. porém há R$ 5.Tributária. IPI e ICMS/Substituto Tributário (Receita de Vendas) Notas fiscais com IPI quando destacado e ICMS Subst. Se na janela de configuração aparecer a mensagem << não disponível >> apague o conteúdo e informe os CFOPs normalmente. deverão SIGAFIS – DACON – Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais 19 . Essa configuração já é possível. uma vez que não compõem a base de cálculo). IPI e ICMS/Substituto Tributário (Receita de Vendas) Notas fiscais com IPI quando destacado e ICMS Subst. 20. 23. Receita Tributada pelo RET Receita decorrente da venda de unidades imobiliárias desde que optante pelo Regime Especial Tributário. A coluna Base de Cálculo será composta pelo valor constante na coluna Receitas (receita bruta). 14.000. 15. diminuído das exclusões. 18. IPI e ICMS/Substituto Tributário (Demais Receitas) Notas fiscais com IPI. No caso do Cálculo da Contribuição. uma vez que não compõem a base de cálculo). Vendas Canceladas e Descontos Incondicionais (Receita de Vendas) Notas fiscais que tiveram descontos (as notas fiscais canceladas não serão apresentadas. uma vez que não compõem a base de cálculo).

IPI e ICMS/Substituto Tributário Notas Fiscais com IPI quando destacado e ICMS Subst. Regime Não Cumulativo/Regime Cumulativo (quando não for Regime de Caixa e a pergunta Imprime Ficha 09A e 19A estiver preenchida como Sim) Ficha 09A – Cálculo da Contribuição para o PIS/Pasep – Alíquotas Diferenciadas e Ficha 19A – Cálculo da COFINS – Alíquotas Diferenciadas. Portanto.00. Receitas de Vendas Informe os CFOPs referentes às receitas relativas à comercialização do produto sujeito à alíquota diferenciada.000. Vendas Canceladas e Descontos Incondicionais Notas fiscais que tiveram descontos (as notas fiscais canceladas não serão apresentadas. na linha 02. Faturamento Mercado Externo Toda e qualquer movimentação que deva ser considerada no montante de faturamento de exportações (CFOPs do grupo 7). uma vez que não compõem a base de cálculo). porém teve R$ 1. 03. O relatório apresentará as colunas Receita de Vendas e Base de Cálculo. é imprescindível a configuração dos itens Faturamento Mercado Interno e Faturamento Mercado Externo. Caso os itens citados acima não sejam configurados. 20 SIGAFIS – DACON – Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais .Boletim Técnico ser informados os CFOPs nas telas de assistente correspondentes a essas exclusões: linha 13 e 14 (para exclusões correspondentes à receita de vendas e serviços) e linha 15 e 16 (para exclusões correspondentes às demais receitas).000. Para compor o faturamento: Faturamento Mercado Interno Toda e qualquer movimentação que deva ser considerada no montante de faturamento das receitas tributadas no mercado interno (CFOPs do grupo 5 ou 6). diminuído das exclusões. a rotina assumirá toda a movimentação como destinada às receitas tributadas no mercado interno. Exclusões para compor a base de cálculo 02. a base de cálculo será de R$ 9. Sendo assim. O DACON Mensal (MATR971) é formulado com base no faturamento mensal. com os CFOPs que devam ser considerados como faturamento. Para identificação dos valores que deverão ser diminuídos na receita. deverão ser informados os CFOPs nas telas de assistente correspondentes a essas exclusões. para que seja possível o cálculo da proporção dos CFOPs configurados com base no faturamento das receitas tributadas no mercado interno e nas exportações.000. As informações da Ficha 19A – Cálculo da COFINS – Alíquotas Diferenciadas .00.Tributária. A coluna Base de Cálculo será composta pelo valor constante na coluna Receita de Vendas (receita bruta). que são determinadas nas linhas 02 e 03 conforme acima.00 referente à IPI. Exemplo: um produto que tenha alíquota diferenciada teve uma receita de vendas de R$ 10.serão preenchidas automaticamente pelos dados da Ficha 09A – Cálculo da Contribuição para o PIS/Pasep – Alíquotas Diferenciadas. 01.

Receitas de Vendas Informe os CFOPs referentes às receitas referentes à comercialização do produto sujeito à alíquota por Unidade de Medida de Produto. 02.Regime Não Cumulativo . Despesas de Aluguéis de Prédios Valores de despesas com aluguéis de imóveis utilizados nas atividades da empresa. SIGAFIS – DACON – Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais 21 .são preenchidas automaticamente pelos dados da Ficha 06B – Cálculo da Contribuição para o PIS/PASEP. No assistente de parametrização devem ser informados os CFOP’s das operações de importação que caracterizam cada uma das situações dos campos solicitados.Ficha 06B – Apuração dos Créditos de PIS/Pasep – Importação . 05. Regime Não Cumulativo/Regime Cumulativo (quando a pergunta Imprime Ficha 10A estiver como Sim).Alíquotas por Unidade de Medida 01. Despesas de Energia Elétrica Custos e despesas incorridos no mês com energia elétrica consumida nos estabelecimentos da pessoa jurídica.Boletim Técnico Regime Não-Cumulativo – Importações (quando a pergunta Imprime Ficha 06B e 16B estiver como Sim) .Regime Não Cumulativo 01. Confira os dados e clique em Finalizar. Serviços Utilizados como Insumos Aquisições efetuadas no mercado interno de serviços utilizados como insumos na prestação de serviços e na produção ou fabricação de bens ou produtos destinados à venda. . Créditos Calculados a Alíquotas Diferenciadas Crédito determinado com base em alíquotas diferenciadas. 03. 3. As informações da Ficha 16B – Cálculo da COFINS . Bens Utilizados como Insumos Aquisições efetuadas no mercado interno de bens utilizados como insumos na prestação de serviços e na produção ou fabricação de bens ou produtos destinados à venda. 11.Ficha 16B – Apuração dos Créditos da COFINS – Importação . 04.Ficha 10A – Cálculo da Contribuição para o PIS/PASEP . Bens para Revenda Aquisições efetuadas no mercado interno de bens ou mercadorias para revenda. caso seja informado um CFOP que não seja de importação (primeiro caractere diferente de 3) este será desconsiderado no processamento.

É recomendável fazer a atualização por lá conforme mostra o texto abaixo. Nesta tela serão apresentados os dados como periodicidade. as fichas que são geradas no relatório também serão geradas no arquivo magnético com exceção da Ficha 030 – que será gerada apenas no arquivo magnético de acordo com os parâmetros do wizard. para correta geração do registro Tipo Header. se a Natureza apenas calcular PIS ou COFINS. SM0->M0_TEL – (51-XX-XXXXXXXX). 2 . 1 . XXXX). Instruções de Preenchimento/Abertura e Preenchimento do Demonstrativo/Pasta PIS/PASEP/Ficha 13A: Antes de preencher esta ficha. 3. 2. como o Nome. Visto que os títulos de retenção gerados. Após a impressão do relatório aparecerá uma wizard solicitando as informações para correta geração do Arquivo Magnético da DACON.Regime Não Cumulativo) e 23A (Créditos Descontados no Mês . a Ficha 11 e a Ficha 12. Registro Tipo R01 – Dados Iniciais Preencha de forma válida as informações solicitadas. M0_ENDENT – (RUA TESTE. SM0->M0_FAX – (51-XX-XXXXXXXX). conforme o caso. o regime de apuração que será processado. Registro Tipo R02 – Dados Cadastrais Este registro é gerado com base nos dados do SIGAMAT. portanto. para correta geração da Ficha 03 – Dados do Representante e do Responsável. ou seja. Senão. o código de retenção usado para PIS será 5979 e COFINS 5960. Preencha o parâmetro inicial do relatório Deseja Gerar Arquivo como SIM. há ferramentas que permitem efetuar a manutenção daquelas fichas. Nesta tela são apresentados os dados do representante e do responsável. neste caso.Os demais registros (fichas) são gerados de acordo com o relatório MATR971. recomenda-se que sejam preenchidas.As fichas 13A (Créditos Descontados no Mês .Cofins Regime Não Cumulativo). CPF e Telefone.PIS/PASEP . retirado da Ajuda. Registro Tipo Header Preencha de forma válida as informações solicitadas. Ano/Mês de competência. para que ele seja gerado corretamente. não possuem código de retenção. a Ficha 06A. não são geradas pois no programa DACON-Mensal-Semestral da Receita Federal do Brasil. onde a responsabilidade do recolhimento do PIS e da COFINS tenha sido repassada ao cliente (retenção). para correta geração da Ficha 01 – Dados Iniciais. 22 SIGAFIS – DACON – Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais . o código de retenção usado para PIS e COFINS será o 5952. a Ficha 06B. Campos importantes a serem observados quanto ao preenchimento: M0_NATJUR – (XXXX).Esse registro será gerado conforme os títulos gerados no financeiro. Registro Tipo R03 – Dados do Representante e do Responsável Preencha de forma válida as informações solicitadas. é necessário que todos os campos do SIGAMAT estejam devidamente preenchidos. a identificação dos códigos de retenção segue a seguinte regra: Se o Cliente calcula PIS e COFINS e a Natureza a ele pertencente também calcula ambos os impostos.Boletim Técnico Geração Arquivo Magnético 1.

00 na coluna de receitas tributadas no mercado interno e R$ 900. Considerações para impressão do relatório Algumas considerações devem ser verificadas na impressão do DACON. 30% são referentes a exportações e 70% são referentes a faturamentos no mercado interno. a divisão para as receitas tributadas no mercado interno e mercado externo. fora do estado e importações. o relatório apresentará as colunas: SIGAFIS – DACON – Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais 23 .100. Na Configuração do TES (Tipos de Entrada e Saída). do total faturado no mês. possibilitando. Para o Regime Não Cumulativo e Regime Não Cumulativo + Cumulativo: No caso da Apuração dos Créditos. Referente às receitas de vendas que não são tributadas no mercado interno. Os valores informados para PIS/ Pasep e COFINS referentes ao tipo de Regime Não-Cumulativo ou Cumulativo serão os mesmos desde que a empresa não se enquadre no Regime de Caixa (observar criação do parâmetro MV_RGCAIXA). Ou seja. a empresa tiver adquirido R$ 50. assim.Boletim Técnico Em virtude das alterações posteriores nas citadas fichas não serem automaticamente transportadas para a ficha 13A.00 na coluna de exportação. Linha 02: R$ 2.00 na coluna de exportação. sendo aquisições dentro do estado.00 referentes aos demais faturamentos (estaduais e interestaduais). o Relatório Auxiliar distribuirá os valores apresentados de acordo com o faturamento do período. Nas regras específicas para cada registro. em que são aplicadas as respectivas alíquotas. sendo que desse valor R$ 30.000. tanto para o Regime Cumulativo. com exceção dos cálculos. No caso do cálculo da contribuição.00 são referentes a exportações e R$ 70. significa que. no período informado. e clicar no botão Alterar para a sua atualização.000. o Sistema não apresentará nenhum valor.00 na coluna de receitas tributadas no mercado interno e R$ 15.00 de bens utilizados como insumos (linha 02). é necessário selecionar o crédito. o relatório será apresentado da seguinte forma:   Linha 01: R$ 35. sendo aquisições dentro do estado.00 de bens para revenda (linha 01).000. Os valores informados para PIS/ Pasep são os mesmos utilizados para COFINS. alterando apenas o layout a ser impresso.00 no mês.000. Nos parâmetros de configuração dos Tipos de Entrada e Saída a serem processados. que serão filtrados com base:     Nos CFOPs informados na parametrização da rotina.000. Para um melhor entendimento: Supondo que a empresa tenha faturado R$100. fora do estado e importações e R$ 3.000. cada uma das linhas sempre apresentará o montante encontrado proporcional ao que foi faturado no mercado interno (CFOPs do grupo 5 e 6) e em exportações (CFOPs do grupo 7). Se. Regime Não Cumulativo e também para o Regime Não Cumulativo + Cumulativo: O relatório será impresso de acordo com o arquivo de Livros Fiscais (no caso de Regime de Competência) e impresso de acordo com valor recebido das Notas Fiscais emitidas (no caso de Regime de Caixa). Cada uma das linhas apresentadas no relatório será calculada mediante a proporção encontrada do faturamento para o as receitas tributadas no mercado interno x exportações. de acordo com o tipo de regime selecionado na configuração das perguntas do relatório.000.

o relatório será apresentado da seguinte forma:  Coluna receita .Linha 01 (receita de vendas de bens e serviços): R$ 5. Supondo que esse valor seja referente à receita de vendas de bens e serviços (linha 01).que será preenchida automaticamente. 24 SIGAFIS – DACON – Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais .valor constante na coluna Receita. deverão ser informados os CFOPs nas telas de assistente correspondentes a essas exclusões: linha 13 e 14 (para exclusões correspondentes à receita de vendas e serviços) e linha 15 e 16 (para exclusões correspondentes às demais receitas). Base de cálculo .00 referentes a descontos. o Relatório Auxiliar apresentará os valores de Receita e Base de Cálculo de acordo com o faturamento do período.000. a base de cálculo será de R$ 45. Para a identificação do enquadramento dos dois regimes juntos. Para um melhor entendimento utilizando o Regime de Caixa: No mês de janeiro. diminuído das exclusões como: descontos incondicionais. Para o Regime Cumulativo: Caso a empresa não se enquadre no Regime de Caixa.valor constante na coluna Receita. O Demonstrativo da base de cálculo para PIS e COFINS será gerado somente no mês de fevereiro. Contribuição . O relatório apresentará as colunas: Receita . O relatório DACON contempla as Fichas 07B e 17B. Para identificação dos valores que deverão ser diminuídos na Receita. pois não houve o recebimento de nenhuma parcela referente à venda efetuada. vendas canceladas. no mês de janeiro. diminuído das exclusões como: descontos incondicionais.00.050. o relatório apresentará os valores com base no recebimento das notas fiscais emitidas (assim como é realizado na apuração de PIS e COFINS pelo Lucro Presumido).000.00. Sendo assim. não haverá Demonstrativo da base de cálculo de PIS e COFINS.  Exemplo: O total da receita de vendas de bens e serviços (linha 01) é de R$ 50. pois algumas empresas podem se enquadrar nos dois regimes simultaneamente.valor total do faturamento auferido no período correspondente à receita bruta. de acordo com a aplicação da alíquota vigente da Contribuição para o PIS/ Pasep e COFINS sobre o valor da coluna da Base de Cálculo. Ao gerar o relatório com base no Regime de Caixa.00 e a alíquota de PIS/PASEP e COFINS será aplicada sobre o valor de R$ 45. Base de cálculo . há R$ 5.000. Para as empresas enquadradas no Regime de Caixa.que será preenchida automaticamente.valor total das notas fiscais recebidas no período. No mês de fevereiro foi recebido metade do valor da nota fiscal emitida (R$ 5050.00). quando houver). Contribuição .00 com R$ 100.00 de IPI. deve-se observar o preenchimento dos campos F4_TPREG e B1_TPREG conforme na criação dos campos descritos nos procedimentos para implementação. porém. foi realizada uma venda no valor de R$ 10. vendas canceladas.Boletim Técnico   Receita .000.000. IPI (quando destacado na nota fiscal) e ICMS (quando recolhido na condição de Substituto Tributário). de acordo com a aplicação da alíquota vigente da contribuição para o PIS/PASEP e COFINS sobre o valor da coluna da Base de Cálculo. IPI (quando destacado na nota fiscal) e ICMS (quando recolhido na condição de Substituto Tributário).00 (incluído o valor de IPI e ICMS/Substituto Tributário. Essas fichas se referem ao Regime Não Cumulativo + Regime Cumulativo. em que houve o recebimento da primeira parcela da venda.

respectivamente. aplicando-se a proporção das receitas tributadas no mercado interno e exportações. além da data de depreciação dentro do período selecionado. As informações referentes ao Item 10 (Sobre bens do ativo imobilizado com base no valor de aquisição) são baseadas na Tabela SN1 (Cadastro de Ativo Imobilizado). com a quantidade de meses da data de aquisição do bem. não será necessária a digitação dos CFOPs nas respectivas linhas no momento da execução da rotina.Linha 01 (receita de vendas de bens e serviços): R$ 5.Apuração dos créditos da COFINS – Aquisições no mercado interno.Apuração dos Créditos para o PIS/Pasep – Aquisições no mercado interno e Ficha 16A . apenas o parâmetro MV_APUR97? (para as fichas de apuração) e MV_CALC97? (para as fichas de cálculo). caso o mesmo CFOP seja utilizado para itens diferentes. Somente serão apresentados os bens do ativo imobilizado que possuírem em seu cadastro o campo N1_CALCPIS preenchido com o valor 3 (Fração – apuração mensal à proporção de 1/48). Somente serão apresentados os bens do ativo imobilizado que possuírem em seu cadastro o campo Calcula PIS (N1_CALCPIS) preenchido com o valor 1 e 3 (Sim . que vão além da configuração dos CFOPs e dos parâmetros. como os demais itens.calcula PIS/ COFINS nas depreciações e Fração – apuração mensal à proporção de 1/48). o Sistema utiliza a configuração dos CFOPs apresentada no momento da execução da rotina. Item 10 – Sobre bens do ativo imobilizado (com base no valor de aquisição). Existem casos em que um mesmo CFOP é utilizado para efetuar diferentes movimentações. na execução da rotina. como os demais itens. O valor é obtido por meio de 1/48 (um quarenta e oito avos) do valor de aquisição de máquinas e equipamentos destinados ao ativo imobilizado.Boletim Técnico  Coluna base de cálculo . deverão ser informados os CFOPs nas telas de assistente correspondentes a essas exclusões: linha 14 e 15 (para exclusões correspondentes à receita de vendas e serviços) e linha 16 e 17 (para exclusões correspondentes às demais receitas). sendo que. em linhas distintas. Para identificação dos valores que deverão ser diminuídos na Receita. ou seja. As informações referentes ao Item 09 (Sobre bens do ativo imobilizado com base no valor de depreciação) são baseadas nas Tabelas SN1 (Cadastro de Ativo Imobilizado) e SN4 (Movimentações do Ativo Fixo). e sim apenas nos parâmetros mencionados acima. dependendo de sua finalidade. um mesmo CFOP deve ser apresentado.00 (diminuído o valor de IPI).000. as fichas e linhas do Regime Cumulativo e Não-Cumulativo serão apresentadas de forma separada: Regime Não-Cumulativo e Não Cumulativo + Cumulativo Ficha 06A . SIGAFIS – DACON – Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais 25 . Regras para geração das linhas Algumas linhas possuem regras específicas para sua geração. somente serão apresentados os movimentos efetuados com os CFOPs configurados. Para que seja possível efetuar essa distinção o Sistema analisará. Para que seja possível identificar as movimentações a serem impressas em cada uma das linhas do DACON. o campo N1_MESCPIS deverá ser preenchido. Para um melhor entendimento. Item 09 – Sobre bens do ativo imobilizado (com base nos encargos de depreciação). em cada linha. Caso o valor de aquisição seja obtido por meio de 1/24 (um vinte e quatro avos) ou 1/12 (um doze avos). O valor é obtido por meio das depreciações do ativo imobilizado. ou seja. aplicando-se a proporção das receitas tributadas no mercado interno e exportações. além da data de aquisição dentro do período selecionado.

consulte o TDN. cada qual com o seu valor. CFOPs idênticos podem ser processados em linhas distintas. Foi criado o Ponto de Entrada MTR971F que permite a geração do valor da Contribuição para PIS/PASEP – Folhas de Salários (coluna Base de Cálculo). o valor total do mesmo (R$ 1600. logo. Se apenas o CFOP for configurado e o parâmetro não.00. com documento fiscal emitido com o TES de código 501. em que será informada a linha. a distinção dos CFOPs poderá ser feita por meio do TES cadastrado. R$ 100. 2. Assim. linha 12 Regime Não Cumulativo e Cumulativo – Ficha 7B. O CFOP 5949 deverá ser configurado somente no parâmetro (como descrito em Procedimentos para Implementação). R$ 1. sendo que o valor da coluna Contribuição será calculado automaticamente: Regime Cumulativo – Ficha 8A. o parâmetro a ser preenchido deve conter também a informação dos CFOPs a serem processados. Foi criado o Ponto de Entrada MTR971S que permite a geração do valor da Contribuição para PIS/PASEP – Folhas de Salários (coluna Base de Cálculo). com documento fiscal emitido com o TES de código 502. Vale lembrar que apenas deverão ser informados CFOPs idênticos em linhas distintas nos parâmetros.500.00) será apresentado em ambas as linhas. sendo que o valor da coluna Contribuição será calculado automaticamente (Não existe necessidade de existir documento fiscal para utilização deste Ponto de Entrada). Exemplo: Supondo que o CFOP 5949 tenha sido utilizado em duas movimentações distintas: 1. nos casos em que forem utilizados TES distintos para o processamento. que deverá ser lançado na linha 02 – Bens utilizados como insumos. linha 16 Para maiores detalhes sobre este ponto de entrada. Assim. o TES e o CFOP a ser processado.00.Boletim Técnico A finalidade desses parâmetros é configurar quais Tipos de Entrada e Saída devem ser processados. Para maiores detalhes sobre este ponto de entrada. 26 SIGAFIS – DACON – Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais . consulte o TDN. Vale lembrar que o cadastro de um Tipo de Entrada/Saída pode se relacionar a diferentes tipos de CFOPs nos itens da nota fiscal. linha 13 Regime Não Cumulativo – Ficha 7A. que deverá ser lançado na linha 01 – Bens para revenda.

conforme Disposições Transitórias da IN RFB nº 940/2009. de 11 de Agosto de 2006. inclusive aquelas que apuram a Contribuição para o PIS/Pasep com base na folha de salários.Semestral 2. Mensal .1 (fatos geradores a partir de 1º janeiro de 2007). http://www.receita.gov. Mensal . até o 5ª (quinto) dia útil de agosto de 2009 e o DACON Semestral referente ao 2º (segundo) semestre de 2008.0 (fatos geradores a partir de outubro de 2008).0 (fatos geradores a partir de 1º janeiro de 2006).fazenda.5 (Fatos geradores a partir de 1º janeiro de 2008).Semestral 2. relativo a fatos geradores ocorridos a partir de 1º de janeiro de 2006. de 11 de Agosto de 2006 que dispõe sobre o Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais (DACON).1 (fatos geradores a partir de 1º janeiro de 2007). Observação: Como há regras e exceções quanto ao prazo de entrega. Semestral 1.3 (fatos geradores a partir de 1º janeiro de 2008). Mensal 1. deverá ser entregue. Mensal . Todas as informações relativas aos fatos geradores ocorridos a partir de 1º de janeiro de 2006 estão definidas na Instrução Normativa nº 669.Semestral 2.4 (fatos geradores a partir de 1º janeiro de 2008).0 (fatos geradores a partir de 1º janeiro de 2006). até o 5ª (quinto) dia útil de outubro de 2009. consulte o site da Receita Federal para mais informações. deverão ser entregues. que deve ser lançado manualmente no aplicativo da Receita Competência Aplicativo disponibilizado pelo fisco Federal DACON Mensal 1. Legislação contemplada Onde encontrar mais informações Instrução Normativa SRF nº 669. Objetivo Gerar um relatório auxiliar para preenchimento manual dos valores referentes ao PIS e a COFINS exigidos pelo DACON nos regimes NãoCumulativo e Cumulativo. A TOTVS® disponibilizou uma ferramenta auxiliar ao preenchimento do DACON. excepcionalmente.Boletim Técnico INFORMAÇÕES ADICIONAIS Estão obrigadas as pessoas jurídicas de direito privado e as que lhes são equiparadas pela legislação do Imposto de Renda. Mensal . referentes aos meses de outubro de 2008 a junho de 2009. excepcionalmente. nos regimes cumulativo e não-cumulativo.Semestral 1. Os DACON Mensais. submetidas à apuração da Contribuição para o PIS/ Pasep e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS).br A quem se destina Prazo de entrega SIGAFIS – DACON – Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais 27 . Versão do aplicativo contemplado pela Microsiga Semestral 1.

SF4 – Tipos de Entrada e Saída. SE5 – Movimentação Bancária. SB1 – Descrição Genérica do Produto. SA2 – Cadastro de Fornecedores.Boletim Técnico INFORMAÇÕES TÉCNICAS SA1 – Cadastro de Clientes. SF3 – Livros Fiscais. Tabelas Utilizadas SF2 – Cabeçalho das Notas Fiscais de Saída. SE2 – Contas a Pagar. Funções Envolvidas Sistemas Operacionais Dacon . SD1 – Itens das Notas Fiscais de Entrada. SD2 – Itens das Notas Fiscais de Saída. SE1 – Contas a Receber.MATR971 Windows/Linux 28 SIGAFIS – DACON – Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais . SN1 – Cadastro do Ativo Imobilizado.