You are on page 1of 7
Data: 97/06/14 [PROTOCOLO PARA 0 DESENVOLYMENTO DE ACTNDADES URBANISTICAS EIMOBLIARIAS Fl. (3.N) PROTOCOLO PARA O DESENVOLVIMENTO DE ACTIVIDADES URBANISTICAS E IMOBILIARIAS Enite as Outorgantes: Primetra: 1. CAMARA MUNICIPAL DA MAIA, pessoa colectiva n.° 505 987 181, neste documento representada pelo seu Presidente, Eng.® Anténio Gongalves Braganga Femandes, doravante também dasignada por CMM Segunda: 2, ESPAGO MUNICIPAL ~ RENOVAGAO URBANA € GESTAO DE PATRIMONIO, E.M., pessoa colectiva n.2 505 462 583, com sede na Avenida D. Manuel Il, 2070, 6* andar, Maia, com o capital social de doze milhdées seiscentos ¢ oitenta e seis mil seiscentos @ trinta © cito euros ¢ cinquenta céntimos, neste documento representada pelo sou Presidente do Conselho de Administragao, Eng Antonio Domingos da Silva Tiago @ pelo Administrador Eng? Incio Felicio Fialho de Almeida, doravante também designada por EM 8. Terceirar MIGUEL RICO Y ASSOCIADOS, PROMOCION, S.L., pessoa colectiva de Direito Espanhol B31/909971, MIGUEL RICO Y ASSOCIADOS, GESTION, SLL., pessoa colectiva do Direlto Espanhol B/31/368606 ¢ MIGUEL RICO Y ASSOCIADOS, HOLDING, S.L., pessoa colectiva de Direito Espanhol B/S1/810649, aqui tepresentadas pelo sou Presidente do Conselho de Adiministrago, Miguel ico Rubio, ¢ pelo Administrador Javier Atforja Sagone, doravante também designado como Grupo PROMOTOR An me be Data: 07/06/14 PROTOCOLO PARA O DESENVOLVIMENTO DE ACTIVOADES URBANISTICASEINOGWAAMS FI, (3.0) Considerando que: ‘A Camara Municipal da Maia pretende implementar uma potttica actual € estuturada no dominio da recuperagao, renovagdo, reconverséo € requalificagéio urbanistica em edo detarminadas éreas chave, nos termos do P.D.M. aprovado para o Concelho da M jonal_da Maia, @_aprovar nas insténcias Plano_de Poimen: adequadas brevemente; do_Novo Centro. Direc Esta iniciativa, com evidente interesse piblico, estriba-se no mais essencial imperative constitucional e demais emanagGes ao nivel do ordenamento juridico @ planeamento Uurbanistico, nomeadamento nos principios patentes nos artigos 9°, 68 e 66° da Constituigao da Repdblica Portuguesa; Desta forma, @ para as releridas areas, pretende a oulowgante publica garantir os mecanismos economicamente adequados de forma a disponibilizar uma ordenagac, arquitectura ¢ funcionalidade global vantajosas para o desenvolvimento harmoniosa das mais variadas finalidades urbanisticas, resuitando @ outrance numa mais-valia pata 0 Conceho ¢ para 0s seus municipes; Consequentemente,_pret oparagdes materiais complementares, ‘ou conaxas novessérias & materializacao realojamanto e Telocalizagao dos municipes; A Mala 6 um Concelho de referéncia no planeamenta @ desenvolvimento urbanistice €, no seu Conjunto, representa uma populagéo global de habitantes bastante expressive, prevendo-se, com as medidas quadro ora empreendidas e instrumontos juridicos previstos, atingi a melhoria das concigdos de vida das populagtes, parte integrante mais nobro das atribuigses das Camaras Municipals em geral e da Camara Municipal da Maia em particular, Me Data: 07/06/14 PROTOCOLO PARA O DESENYOLYIMENTO DE ACTIVOADES UBBANISTICAS EIMOBLIARIAS FL, (3, P) ‘social, a Cémara Municipal da Meia esté institucional, designadamente com Parceitos Para cumprir integraimente 0 seu desideray aberta (e entende adequada) a colabora Europeus ou internacionais de referénoia, © que oferecem garantias bastantes para ‘cummprimento do objecto do presente protocolo; Conscientes da importancia da colaboragéo institucional reciproca para o desenvolvimento do planeamento urbano da comunidade @ do inerents © elevante interesse social da matéria; As partes cutorgantes celebram, entre si, 0 presente protocolo genético, que se val reger pelas clausulas soguintes © pelos termos legals aplicaveis: Astigo 18 Ambito 4. © presente protosolo tom por dmbito estabelecer, nos termos e consicerandos aqui constantes © nos demais instrumentos juridicos previstos, uma parceria entre as Pertes Outorgantes, nas éreas da compla, venda e revenda de iméveis © seu arrendamento; planeamento, concepedo, execugfic, construgé, explaragéo © comercializagdio de projectos de recuperagao, ronovagdo, reconversso © requalificagao urbanistica @ empreendimentos imobildrios © turisticos; prestagéo de servigos de consultoria em gestéo € planeamento do obras © construgéo civil 2. As actividades enunciadas no niémero anterior do referido protocol deserwolver-se-40 exclusivamente, nesta fase, nas dreas goograticas correspondentes aos sectores A @ B do Plano de Pormenor do Novo Centro Direccional da Mala, adiante melhor identificadas na Planta ‘Anexa sob 0 n- lil ao present protocolo. s em que o Municipio, através da 3. O presente protocolo poderé ser ampliado a outras ar Camara e Assembleia Municipal, delibere intervir dentro do seu dominio territorial, mediante as competentes aulorizagtes subscriggo pelas respectivas partes de documento escrito, 4. Sem prejuizo do disposte no presente artigo e restante clausulado, 0 ambito do presente Protocolo incluiré todas as operagdes materiais complementares, acessérias_cu_conexas _ necessdrias & materializagdo das intengdes das partes subscritoras, nomeadamente aquelas Telativas 20 realojamento & relocalizagaio dos municipes.