You are on page 1of 24

Exercícios Eletrecidade turmas: 3.09 e 3.

10

Prof: Ronaldo J. Oliveira ESCOLA ESTADUAL AMILCAR SAVASSI Página 1

Campo Elétrico Uniforme
01 - (MACK SP/2012)
Uma pequena esfera de isopor, de massa 0,512 g, está em
equilíbrio entre as armaduras de um capacitor de placas
paralelas, sujeito às ações exclusivas do campo elétrico e do
campo gravitacional local. Considerando
2
s / m 10 | g | =

,
pode-se dizer que essa pequena esfera possui



a) um excesso de 1,0×10
12
elétrons, em relação ao
número de prótons.
b) um excesso de 6,4×10
12
prótons, em relação ao
número de elétrons.
c) um excesso de 1,0×10
12
prótons, em relação ao
número de elétrons.
d) um excesso de 6,4×10
12
elétrons, em relação ao
número de prótons.
e) um excesso de carga elétrica, porém, impossível de
ser determinado.

Potencial Elétrico
02 - (MACK SP/2012)
Um aluno, ao estudar Física, encontra no seu livro a
seguinte questão: “No vácuo (k = 9.10
9
Nm
2
/C
2
), uma carga
puntiforme Q gera, à distância D, um campo elétrico de
intensidade 360 N/C e um potencial elétrico de 180 V, em
relação ao infinito”. A partir dessa afirmação, o aluno
determinou o valor correto dessa carga como sendo

a) 24 µC
b) 10 µC
c) 30 nC
d) 18 nC
e) 10 nC

Eletrização
03 - (UFTM/2012)
Em uma festa infantil, o mágico resolve fazer uma
demonstração que desperta a curiosidade das crianças ali
presentes. Enche uma bexiga com ar, fecha-a, e, a seguir,
após esfregá-la vigorosamente nos cabelos de uma das
crianças, encosta o balão em uma parede lisa e
perfeitamente vertical. Ao retirar a mão, a bexiga
permanece fixada à parede. Qual foi a “mágica”?

a) O ar da bexiga interage com a parede, permitindo
o repouso da bexiga.
b) Ao ser atritada, a bexiga fica eletrizada e induz a
distribuição das cargas da parede, o que permite a atração.
c) O atrito estático existente entre a bexiga e a
parede é suficiente para segurá-la, em repouso, na parede.
d) A bexiga fica eletrizada, gerando uma corrente
elétrica que a segura à parede.
e) Por ser bom condutor de eletricidade, o ar no
interior da bexiga absorve energia elétrica da parede,
permitindo a atração.

Condutores em Equilíbrio Eletrostático
04 - (UFTM/2012)
Considere uma esfera oca metálica eletrizada. Na condição
de equilíbrio eletrostático,

a) o vetor campo elétrico no interior da esfera não é
nulo.
b) o potencial elétrico em um ponto interior da esfera
depende da distância desse ponto à superfície.
c) o vetor campo elétrico na superfície externa da
esfera é perpendicular à superfície.
d) a distribuição de cargas elétricas na superfície
externa da esfera depende do sinal da carga com que ela
está eletrizada.
e) o módulo do vetor campo elétrico em um ponto da
região externa da esfera não depende da distância desse
ponto à superfície.

Campo Elétrico Uniforme
05 - (FGV/2012)
A figura seguinte representa algumas linhas de força de um
campo elétrico uniforme e três pontos internos A, B e C
desse campo. A reta que
passa pelos pontos A e C é
perpendicular às linhas de
força.

É correto afirmar que

a) A e B têm o mesmo potencial elétrico, sendo este
maior que o de C.
b) A e B têm o mesmo potencial elétrico, sendo este
menor que o de C.
c) A e C têm o mesmo potencial elétrico, sendo este
maior que o de B.
d) os potenciais elétricos dos pontos A, B e C
guardam a relação V
A
<V
B
<V
C
.
e) os potenciais elétricos dos pontos A, B e C
guardam a relação V
A
>V
B
>V
C
.

Capacitores
06 - (IME RJ/2012)
Um capacitor de placas paralelas, entre as quais existe
vácuo, está ligado a uma fonte de tensão. Ao se introduzir
um dielétrico entre as placas,

a) a carga armazenada nas placas aumenta.
b) o campo elétrico na região entre as placas
aumenta.
Exercícios Eletrecidade turmas: 3.09 e 3.10

Prof: Ronaldo J. Oliveira ESCOLA ESTADUAL AMILCAR SAVASSI Página 2

c) a diferença de potencial entre as placas aumenta.
d) a capacitância diminui.
e) a energia armazenada no capacitor diminui.

Potencial Elétrico
07 - (FGV/2012)
Analise as afirmações.

I. A energia gerada por uma usina hidrelétrica é de
800 MW. Em um dia, ela produz 19,2 kWh de potência.
II. Um aparelho de som traz a inscrição 12 W-127 V. A
energia que ele consome em 5 h de funcionamento,
quando ligado adequadamente, é de 6,0 · 10
–2
kWh.
III. Uma lâmpada de filamento, cuja especificação é 60
W-220 V, queima quando ligada na rede de 127 V.

É correto apenas o que se afirma em

a) I.
b) II.
c) III.
d) I e II.
e) II e III.

Eletrização
08 - (FUVEST SP/2011)
A lei de conservação da carga elétrica pode ser enunciada
como segue:

a) A soma algébrica dos valores das cargas positivas e
negativas em um sistema isolado é constante.
b) Um objeto eletrizado positivamente ganha
elétrons ao ser aterrado.
c) A carga elétrica de um corpo eletrizado é igual a
um número inteiro multiplicado pela carga do elétron.
d) O número de átomos existentes no universo é
constante.
e) As cargas elétricas do próton e do elétron são, em
módulo, iguais.

Potencial Elétrico
09 - (UERJ/2011)
Em um laboratório, um pesquisador colocou uma esfera
eletricamente carregada em uma câmara na qual foi feito
vácuo.
O potencial e o módulo do campo elétrico medidos a certa
distância dessa esfera valem, respectivamente, 600 V e 200
V/m.
Determine o valor da carga elétrica da esfera.

Eletrização
10 - (UFTM/2011)
A indução eletrostática consiste no fenômeno da separação
de cargas em um corpo condutor (induzido), devido à
proximidade de outro corpo eletrizado (indutor).
Preparando-se para uma prova de física, um estudante
anota em seu resumo os passos a serem seguidos para
eletrizar um corpo neutro por indução, e a conclusão a
respeito da carga adquirida por ele.

PASSOS A SEREM SEGUIDOS:
I. Aproximar o indutor do induzido, sem tocá-lo.
II. Conectar o induzido à Terra.
III. Afastar o indutor.
IV. Desconectar o induzido da Terra.

CONCLUSÃO:
No final do processo, o induzido terá adquirido cargas de
sinais iguais às do indutor.

Ao mostrar o resumo para seu professor, ouviu dele que,
para ficar correto, ele deverá

a) inverter o passo III com IV, e que sua conclusão
está correta.
b) inverter o passo III com IV, e que sua conclusão
está errada.
c) inverter o passo I com II, e que sua conclusão está
errada.
d) inverter o passo I com II, e que sua conclusão está
correta.
e) inverter o passo II com III, e que sua conclusão está
errada.

Força Eletrostática
11 - (PUC RJ/2011)
Uma carga Q
1
= 1,0 × 10
–6
C está fixa no ponto x = 0. No
instante t = 0 s, em x = 1,0 m se encontra uma carga Q
2
= 2
Q
1
, em repouso, porém livre para se mover. Considere que
o eixo x é a linha que une as duas cargas.
Dado que a constante k
e
= 9,0 × 10
9
N m
2
/C
2
, indique a
força em Newtons na direção x que a carga Q
2
faz sobre a
carga Q
1
.

a) 18,0 × 10
–3
.
b) 4,5 × 10
–3
.
c) 9,0 × 10
–3
.
d) –18,0 × 10
–3
.
e) –9,0 × 10
–3
.


12 - (MACK SP/2011)
Duas cargas elétricas puntiformes, quando separadas pela
distância D, se repelem com uma força de intensidade F.
Afastando-se essas cargas, de forma a duplicar a distância
entre elas, a intensidade da força de repulsão será igual a

a) 2 ·F
b) 2·F
c)
2
F

d)
4
F

Exercícios Eletrecidade turmas: 3.09 e 3.10

Prof: Ronaldo J. Oliveira ESCOLA ESTADUAL AMILCAR SAVASSI Página 3

e)
8
F


Potencial Elétrico
13 - (UFU MG/2011)
Para proteção contra danos oriundos de raios, as
construções dispõem, principalmente, de dois sistemas. Um
deles, instalado em uma residência A, é constituído,
principalmente, de uma longa haste, chamada de captor,
montada sobre um mastro, cuja altura deve ser calculada
conforme as dimensões da edificação. O outro sistema,
instalado na residência B, é constituído por um conjunto de
captores interligados por condutores, que criam uma
espécie de malha de captação, envolvendo a residência.

Sobre esses dois sistemas de proteção e o princípio físico
nos quais se pautam, é correto afirmar que

a) na residência A, emprega-se para-raios no método
Gaiola de Faraday, que tem como princípio físico a
diferença de potencial; na residência B, emprega-se o
método Franklin, com uso de um para-raio, que tem como
princípio físico o poder das pontas.
b) na residência A, empregam-se para-raios no
método Gaiola de Faraday, que tem como princípio físico a
blindagem eletrostática; na residência B, emprega-se o
método Franklin, com uso de um para-raio, que tem como
princípio físico o poder das pontas.
c) na residência A, emprega-se o método Franklin,
com uso de um para-raio, que tem como princípio físico a
capacitância; na residência B, também se empregam para-
raios, mas o método é o da Gaiola de Faraday, que tem
como princípio físico a diferença de potencial.
d) na residência A, emprega-se o Método Franklin,
com uso de um para-raio, que tem como princípio físico o
poder das pontas; na residência B, também se empregam
para-raios, mas o método é o da Gaiola de Faraday, que
tem como princípio físico a blindagem eletrostática.

Eletrização
14 - (UFF RJ/2010)
A figura representa quatro esferas metálicas idênticas
penduradas por fios isolantes elétricos.



O arranjo está num ambiente seco e as esferas estão
inicialmente em contato umas com as outras. A esfera 1 é
carregada com uma carga elétrica +Q.
Escolha a opção que representa a configuração do sistema
depois de atingido o equilíbrio.

a)


b)


c)


d)


e)



Potencial Elétrico
15 - (MACK SP/2010)
Uma partícula de massa 1 g, eletrizada com carga elétrica
positiva de 40 µC, é abandonada do repouso no ponto A de
um campo elétrico uniforme, no qual o potencial elétrico é
300 V. Essa partícula adquire movimento e se choca em B,
com um anteparo rígido. Sabendo-se que o
potencial elétrico do ponto B é de 100 V,
a velocidade dessa partícula ao se
chocar com o obstáculo é de

a) 4 m/s
b) 5 m/s
c) 6 m/s
d) 7 m/s
e) 8 m/s

Eletrização
Exercícios Eletrecidade turmas: 3.09 e 3.10

Prof: Ronaldo J. Oliveira ESCOLA ESTADUAL AMILCAR SAVASSI Página 4

16 - (UNESP/2010)
Um dispositivo simples capaz de detectar se um corpo está
ou não eletrizado, é o pêndulo eletrostático, que pode ser
feito com uma pequena esfera condutora suspensa por um
fio fino e isolante. Um aluno, ao aproximar um bastão
eletrizado do pêndulo, observou que ele foi repelido (etapa
I). O aluno segurou a esfera do pêndulo com suas mãos,
descarregando-a e, então, ao aproximar novamente o
bastão, eletrizado com a mesma carga inicial, percebeu que
o pêndulo foi atraído (etapa II). Após tocar o bastão, o
pêndulo voltou a sofrer repulsão (etapa III). A partir dessas
informações, considere as seguintes possibilidades para a
carga elétrica presente na esfera do pêndulo:

Negativa Neutra Negativa 5
Negativa Negativa Positiva 4
Negativa Positiva Negativa 3
Positiva Neutra Positiva 2
Neutra Negativa Neutra 1
III E II E I E P TAPA TAPA TAPA DE OSSIBILIDA


Somente pode ser considerado verdadeiro o descrito nas
possibilidades

a) 1 e 3.
b) 1 e 2.
c) 2 e 4.
d) 4 e 5.
e) 2 e 5.

Potencial Elétrico
17 - (UNIMONTES MG/2010)
Uma carga Q = 2C está num ponto A do espaço onde existe
um campo elétrico. O trabalho realizado pela força elétrica,
para deslocar essa carga do infinito até o ponto A, é igual a
W. Se o potencial elétrico no ponto A é 30 V, o módulo do
trabalho W vale

a) 40J.
b) 30J.
c) 60J.
d) 50J.

Campo Elétrico Uniforme
18 - (UFV MG/2010)
Um feixe contendo radiações alfa (o), beta (|) e gama (¸)
entra em uma região que possui um campo elétrico
uniforme E (como mostra a figura abaixo). Considerando
apenas a interação das radiações com o campo elétrico, a
alternativa que representa CORRETAMENTE a trajetória
seguida por cada tipo de radiação dentro da região com
campo elétrico é:



a)

b)

c)

d)



19 - (FATEC SP/2010)
Técnica permite reciclagem de placas de circuito impresso
e recuperação de metais

Circuitos eletrônicos de computadores, telefones celulares
e outros equipamentos poderão agora ser reciclados de
forma menos prejudicial ao ambiente graças a uma técnica
que envolve a moagem de placas de circuito impresso.
O material moído é submetido a um campo elétrico de alta
tensão para separar os materiais metálicos dos não-
metálicos, visto que a enorme diferença entre a
condutividade elétrica dos dois tipos de materiais permite
que eles sejam separados.
(http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.p
hp?artigo=010125070306,
acessado em 04.09.2009. Adaptado.)

Considerando as informações do texto e os conceitos
físicos, pode-se afirmar que os componentes

a) metálicos, submetidos ao campo elétrico, sofrem
menor ação deste por serem de maior condutividade
elétrica.
Exercícios Eletrecidade turmas: 3.09 e 3.10

Prof: Ronaldo J. Oliveira ESCOLA ESTADUAL AMILCAR SAVASSI Página 5

b) metálicos, submetidos ao campo elétrico, sofrem
maior ação deste por serem de maior condutividade
elétrica.
c) metálicos, submetidos ao campo elétrico, sofrem
menor ação deste por serem de menor condutividade
elétrica.
d) não-metálicos, submetidos ao campo elétrico,
sofrem maior ação deste por serem de maior condutividade
elétrica.
e) não-metálicos, submetidos ao campo elétrico,
sofrem menor ação deste por serem de maior
condutividade elétrica.

Eletrização
20 - (PUC SP/2010)
Considere quatro esferas metálicas idênticas, separadas e
apoiadas em suportes isolantes. Inicialmente as esferas
apresentam as seguintes cargas: Q
A
= Q, Q
B
= Q/2, Q
C
= 0
(neutra) e Q
D
= --Q. Faz-se, então, a seguinte sequência de
contatos entre as esferas:


Distribuição inicial das cargas entre as esferas

I- contato entre as esferas A e B e esferas C e D. Após
os respectivos contatos, as esferas são novamente
separadas;
II- a seguir, faz-se o contato apenas entre as esferas C
e B. Após o contato, as esferas são novamente separadas;
III- finalmente, faz-se o contato apenas entre as
esferas A e C. Após o contato, as esferas são separadas.

Pede-se a carga final na esfera C, após as sequências de
contatos descritas.

a)
8
Q 7

b) Q
c)
2
Q ÷

d)
4
Q ÷

e)
16
Q 7



21 - (UFTM/2010)
Na época das navegações, o fenômeno conhecido como
“fogo de santelmo” assombrou aqueles que atravessavam
os mares, com suas espetaculares manifestações nas
extremidades dos mastros das embarcações. Hoje, sabe-se
que o fogo de santelmo é uma consequência da eletrização
e do fenômeno conhecido na Física como o “poder das
pontas”. Sobre os fenômenos eletrostáticos, considerando-
se dois corpos, é verdade que

a) são obtidas cargas de igual sinal nos processos de
eletrização por contato e por indução.
b) toda eletrização envolve contato físico entre os
corpos a serem eletrizados.
c) para que ocorra eletrização por atrito, um dos
corpos necessita estar previamente eletrizado.
d) a eletrização por indução somente pode ser
realizada com o envolvimento de um terceiro corpo.
e) um corpo não eletrizado é também chamado de
corpo neutro, por não possuir carga elétrica.

Potencial Elétrico
22 - (UNIMONTES MG/2010)
Em um dado flash de relâmpago, a diferença de potencial
entre a nuvem e o solo é 1,0 × 10
9
V, e a quantidade de
carga transferida é de 31,25 C. Se toda a variação de
energia potencial elétrica da carga transferida fosse usada
para acelerar uma caminhonete de 1600 kg, a partir do
repouso, a velocidade final do veículo, em m/s, seria igual a

a) 2500.
b) 6250.
c) 7000.
d) 1200.

Força Eletrostática
23 - (PUC RJ/2010)
O que acontece com a força entre duas cargas elétricas
(+Q) e (–q) colocadas a uma distância (d) se mudarmos a
carga (+Q) por (+4Q), a carga (–q) por (+3q) e a distância (d)
por (2d)?

a) Mantém seu módulo e passa a ser atrativa.
b) Mantém seu módulo e passa a ser repulsiva.
c) Tem seu módulo dobrado e passa a ser repulsiva.
d) Tem seu módulo triplicado e passa a ser repulsiva.
e) Tem seu módulo triplicado e passa a ser atrativa.


24 - (PUC RJ/2010)
Três cargas elétricas estão em equilíbrio ao longo de uma
linha reta de modo que uma carga positiva (+Q) está no
centro e duas cargas negativas (–q) e (–q) estão colocadas
em lados opostos e à mesma distância (d) da carga Q. Se
aproximamos as duas cargas negativas para d/2 de
distância da carga positiva, para quanto temos que
aumentar o valor de Q (o valor final será Q’), de modo que
o equilíbrio de forças se mantenha?

a) Q’ = 1 Q
Exercícios Eletrecidade turmas: 3.09 e 3.10

Prof: Ronaldo J. Oliveira ESCOLA ESTADUAL AMILCAR SAVASSI Página 6

b) Q’ = 2 Q
c) Q’ = 4 Q
d) Q’ = Q / 2
e) Q’ = Q / 4

Potencial Elétrico
25 - (UNISA SP/2009)
Uma partícula, de massa 1.10
–5
kg e eletrizada com carga
C 2µ , é abandonada no ponto A de um campo elétrico
uniforme , cujas linhas de força e superfícies eqüipotenciais
estão representadas na
figura.
A velocidade com que
atingirá o ponto B,
em m/s, será de

a) 4.
b) 6.
c) 10.
d) 16.
e) 20.

Força Eletrostática
26 - (UFU MG/2009)
Duas cargas elétricas, que se encontram separadas por uma
distância d em um determinado meio 1, interagem entre si
com uma força elétrica F.
Quando essas cargas elétricas, à mesma distância d, são
introduzidas em um meio 2, elas passam a se interagir com
o dobro da força anterior (2F).
E, quando essas mesmas cargas, à mesma distância d, são
introduzidas em um meio 3, elas interagem-se com a
metade da força inicial (F/2).

8,8 Vi dro
4,4 Ól eo
2,2 Parafi na
1,0 Vácuo
ε Subst ânci a
) /N.m (C meio do
Elétrica de Permissida
2 2


Utilizando a tabela acima que fornece a permissividade
elétrica desses meios ( ) c , relativamente ao vácuo, verifica-
se que as substâncias que compõem esses meios (meio 1,
meio 2 e meio 3) podem ser, respectivamente,

a) vidro, parafina e óleo.
b) parafina, vidro e óleo.
c) óleo, parafina e vidro.
d) óleo, vidro e parafina.


27 - (UNESP/2009)
No vácuo, duas partículas, 1 e 2, de cargas respectivamente
iguais a Q
1
e Q
2
, estão fixas e separadas por uma distância
de 0,50 m, como indica o esquema. Uma terceira partícula,
de carga Q
3
, é colocada entre as partículas 1 e 2, na mesma
reta. Considerando 1,4 2 = , sabendo que as três cargas
têm sinais iguais e que a carga Q
1
= 2Q
2
, a distância de Q
1

em que deverá ser colocada a carga Q
3
para que ela
permaneça em equilíbrio eletrostático será de



a) 0,10 m.
b) 0,20 m.
c) 0,30 m.
d) 0,40 m.
e) 0,50 m.

Propriedades do Campo Elétrico
28 - (UNIMONTES MG/2009)
As linhas de campo elétrico em torno de um dipolo elétrico
estão representadas na figura a seguir.



A seta que melhor representa o campo elétrico no ponto P
é

a)

b)

c)

d)



29 - (UFLA MG/2009)
Duas placas paralelas estão eletrizadas e geram em seu
interior um campo elétrico uniforme de intensidade
V/m 10 E
3
= (figura abaixo). Um ponto A desse campo tem
potencial elétrico V
A
= 100 V, então, um ponto B distante 20
cm de A tem potencial elétrico V
B
de:

Exercícios Eletrecidade turmas: 3.09 e 3.10

Prof: Ronaldo J. Oliveira ESCOLA ESTADUAL AMILCAR SAVASSI Página 7



a) –80 V
b) –100 V
c) 0 V
d) –20000 V

Eletrização
30 - (UNIMONTES MG/2009)
Num experimento, um bastão carregado é aproximado do
eletroscópio I, cuja extremidade está descoberta (à
esquerda, na figura). Observa-se o afastamento das folhas
metálicas do eletroscópio diante da aproximação do bastão
carregado. Em seguida, o bastão é aproximado,
sucessivamente, dos eletroscópios II e III. O eletroscópio II
(centro da figura) possui extremidade coberta por uma
malha cilíndrica metálica, sem tampa. O eletroscópio III (à
direita, na figura) possui extremidade coberta por uma
malha semelhante, mas com tampa.



Como resultado da aproximação do bastão, é CORRETO
afirmar que

a) as folhas se abrirão no eletroscópio II, mas não se
abrirão no III.
b) as folhas se abrirão nos eletroscópios II e III.
c) as folhas se abrirão no eletroscópio III, mas não se
abrirão no II.
d) as folhas não se abrirão nos eletroscópios II e III.

Campo Elétrico Uniforme
31 - (UNINOVE SP/2009)
A distância entre duas placas planas e paralelas é de 1,0 cm.
O potencial elétrico dos pontos da placa A é nulo e o da
placa B é 220 V. O ponto C está localizado bem no centro e
a meia distância das placas. A intensidade, em V/m, do
campo elétrico em C está corretamente representada na
alternativa:



a) 2,2.10
5
.
b) 2,2.10
4
.
c) 2,2.10
3
.
d) 2,2.10
2
.
e) 2,2.10.

Campo Eletrostático
32 - (UNINOVE SP/2009)
Duas esferas ocas, de mesmos raio e material, eletrizadas
inicialmente com cargas Q e –3Q, são mantidas a uma
distância d tal que não haja indução elétrica de uma sobre a
outra. O meio onde as esferas se encontram tem constante
dielétrica k.
Procede-se a ligação delas mediante um cabo condutor até
que seja estabelecido o equilíbrio eletrostático. O campo
elétrico no ponto médio do segmento de reta que liga uma
esfera a outra terá, então, a intensidade

a) zero.
b) 2kQ/d
2
.
c) kQ/d
2
.
d) kQ/2d
2
.
e) kQ/4d
2
.

Campo Elétrico Uniforme
33 - (UNIFESP SP/2009)
A presença de íons na atmosfera é responsável pela
existência de um campo elétrico dirigido e apontado para a
Terra. Próximo ao solo, longe de concentrações urbanas,
num dia claro e limpo, o campo elétrico é uniforme e
perpendicular ao solo horizontal e sua intensidade é de 120
V/m. A figura mostra as linhas de campo e dois pontos
dessa região, M e N.



O ponto M está a 1,20m do solo, e N está no solo. A
diferença de potencial entre os pontos M e N é

a) 100 V.
b) 120 V.
c) 125 V.
Exercícios Eletrecidade turmas: 3.09 e 3.10

Prof: Ronaldo J. Oliveira ESCOLA ESTADUAL AMILCAR SAVASSI Página 8

d) 134 V.
e) 144 V.

Força Eletrostática
34 - (UNIFESP SP/2009)
Considere a seguinte “unidade” de medida: a intensidade
da força elétrica entre duas cargas q, quando separadas por
uma distância d, é F. Suponha em seguida que uma carga q
1

= q seja colocada frente a duas outras cargas,
q 4 q e q 3 q
3 2
= = , segundo a disposição mostrada na
figura.
A intensidade da força elétrica resultante sobre a carga q
1
,
devido às cargas q
2
e q
3
, será

a) 2F.
b) 3F.
c) 4F.
d) 5F.
e) 9F.


35 - (FMJ SP/2009)
A intensidade da força de interação eletrostática F entre
duas cargas elétricas puntiformes Q e q distantes d uma da
outra é dada pela Lei de Coulomb, descrita pela expressão

2
d
KQq
F =

em que K é uma constante característica do meio no qual
estão as cargas. No Sistema Internacional de Unidades, uma
possível maneira de expressar a unidade de medida da
constante K é a indicada na alternativa

a)
2
2
m
C . N
.
b)
2
2
m . N
C
.
c)
m . kg
C . s
3
2 2
.
d)
2
2 3
C
s . m . kg
.
e)
2 2
3
C . s
m . kg
.

Condutores em Equilíbrio Eletrostático
36 - (ITA SP/2009)
Uma carga q distribui-se uniformemente na superfície de
uma esfera condutora, isolada, de raio R. Assinale a opção
que apresenta a magnitude do campo elétrico e o potencial
elétrico num ponto situado a uma distância 3 / R r = do
centro da esfera.

a) V 0 U e V/m 0 E = =
b)
R
q
4
1
U e V/m 0 E
0
e t
= =
c)
R
q 3
4
1
U e V/m 0 E
0
e t
= =
d)
2
0 R
qr
4
1
U e V/m 0 E
e t
= =
e) V 0 U e
R
rq
4
1
E
3
0
=
e t
=

Campo Eletrostático
37 - (UFV MG/2009)
A figura mostra uma carga puntual positiva +Q e outra
negativa –Q, separadas por uma distância 2L. O campo
elétrico resultante produzido por essas cargas está
ilustrado CORRETAMENTE no ponto:
a) A
b) B
c) C
d) D

Força Eletrostática
38 - (UNICAMP SP/2009)
O fato de os núcleos atômicos serem formados por prótons
e nêutrons suscita a questão da coesão nuclear, uma vez
que os prótons, que têm carga positiva C 10 x 6 , 1 q
-19
= , se
repelem através da força eletrostática. Em 1935, H. Yukawa
propôs uma teoria para a força nuclear forte, que age a
curtas distâncias e mantém os núcleos coesos.

a) Considere que o módulo da força nuclear forte
entre dois prótons
N
F é igual a vinte vezes o módulo da
força eletrostática entre eles F
e
, ou seja,
E N
F 20 F = . O
módulo da força eletrostática entre dois prótons separados
por uma distância d é dado por
2
2
E
d
q
K F = onde
2 2 9
/C m N 10 x 0 , 9 K = . Obtenha o módulo da força nuclear
forte F
N
entre os dois prótons, quando separados por uma
distância m 10 x 6 , 1 d
15 ÷
= , que é uma distância típica entre
prótons no núcleo.
b) As forças nucleares são muito maiores que as
forças que aceleram as partículas em grandes aceleradores
como o LHC. Num primeiro estágio de acelerador,
partículas carregadas deslocam-se sob a ação de um campo
elétrico aplicado na direção do movimento. Sabendo que
um campo elétrico de módulo N/C 10 x 0 , 2 E
6
= age sobre
um próton num acelerador, calcule a força eletrostática
que atua no próton.

Eletrização
39 - (FATEC SP/2008)
Três esferas condutoras idênticas A, B e C estão sobre tripés
isolantes. A esfera A tem inicialmente carga elétrica de
C 4 , 6 µ , enquanto B e C estão neutras.
Exercícios Eletrecidade turmas: 3.09 e 3.10

Prof: Ronaldo J. Oliveira ESCOLA ESTADUAL AMILCAR SAVASSI Página 9



Encostam-se as esferas A e B até o equilíbrio eletrostático e
separam-se as esferas. Após isso, o procedimento é
repetido, desta feita com as esferas B e C.
Sendo a carga elementar C 10 6 , 1
-19
· , o número total de
elétrons que, nessas duas operações, passam de uma
esfera a outra é
a)
13
10 0 , 1 ·
b)
13
10 0 , 2 ·
c)
13
10 0 , 3 ·
d)
13
10 0 , 4 ·
e)
13
10 0 , 8 ·

Propriedades do Campo Elétrico
40 - (MACK SP/2008)
Na determinação do valor de uma carga elétrica
puntiforme, observamos que, em um determinado ponto
do campo elétrico por ela gerado, o potencial elétrico é de
18 kV e a intensidade do vetor campo elétrico é de 9,0
kN/C.
Se o meio é o vácuo ) C / m N 10 9 k (
2 2 9
o
· · = , o valor dessa
carga é
a) 4,0 C µ
b) 3,0 C µ
c) 2,0 C µ
d) 1,0 C µ
e) 0,5 C µ

Capacitores
41 - (MACK SP/2008)
Em uma experiência no laboratório de Física, observa-se,
no circuito abaixo, que, estando a chave ch na posição 1, a
carga elétrica do capacitor é de 24 C µ . Considerando que o
gerador de tensão é ideal, ao se colocar a chave na posição
2, o amperímetro ideal medirá uma intensidade de
corrente elétrica de

a) 0,5 A
b) 1,0 A
c) 1,5 A
d) 2,0 A
e) 2,5 A

Eletrização
42 - (UFLA MG/2008)
Considere três esferas 1, 2 e 3, condutoras, idênticas e
elaboradas de um mesmo material. Inicialmente, a esfera 1
está carregada com carga Q, e as esferas 2 e 3 estão
descarregadas. Coloca-se a esfera 1 em contato com a
esfera 2, eletrizando-a, e, em seguida, elas são separadas.
Posteriormente, coloca-se a esfera 2 em contato com a
esfera 3, eletrizando-a, e separando-as também.
Finalmente, a esfera 3 é colocada em contato com a esfera
1, sendo depois separadas. Dessa forma, a carga final da
esfera 1 é
a) Q
4
3

b) Q
8
3

c)
3
Q

d) Q

Potencial Elétrico
43 - (UFOP MG/2008)
Assinale a alternativa incorreta.
a) A Lei de Coulomb caracteriza-se por afirmar que a
força entre duas cargas pontuais é proporcional ao produto
das cargas.
b) A força magnética que age sobre uma partícula
carregada, movimentando-se em um campo magnético, é
proporcional ao campo magnético.
c) A corrente elétrica que circula por um condutor
ôhmico é diretamente proporcional à tensão aplicada a ele.
d) O potencial elétrico de uma carga pontual varia
com o inverso do quadrado da distância entre a carga e o
ponto onde se calcula o potencial.

Capacitores
44 - (UNIMONTES MG/2008)
Um capacitor possui placas planas e paralelas, de área 20
cm
2
cada uma. Se dobrarmos a área das placas e
mantivermos a distância entre elas, a capacitância inicial
será
a) igual à capacitância final.
b) a metade da capacitância final.
c) o dobro da capacitância final.
d) um terço da capacitância final.

Propriedades do Campo Elétrico
45 - (UFU MG/2008)
A antipartícula do elétron é o pósitron. Ambos possuem a
mesma massa, cargas elétricas de igual magnitude, porém
sinais contrários.
Sob a ação de um campo elétrico uniforme, o pósitron sofre
uma aceleração, cujo módulo é a. Ao quadruplicarmos a
intensidade do campo elétrico, o pósitron sofrerá uma
aceleração, cujo módulo é
a) a/2.
b) a.
Exercícios Eletrecidade turmas: 3.09 e 3.10

Prof: Ronaldo J. Oliveira ESCOLA ESTADUAL AMILCAR SAVASSI Página 10

c) 2a.
d) 4a.

Capacitores
46 - (UFU MG/2008)
Os circuitos abaixo são formados por capacitores idênticos
associados de diferentes formas, conforme figura. Esses
circuitos, designados por A, B e C, são todos submetidos à
mesma diferença de potencial V.


Considerando que U
A
,U
B
e U
C
são respectivamente as
energias totais dos circuitos A, B e C, pode-se afirmar que:
a) U
C
> U
A
> U
B
.
b) U
A
> U
C
> U
B
.
c) U
A
> U
C
< U
B
.
d) U
C
< U
B
> U
A
.

Potência e Energia Elétrica
47 - (UERJ/2012)
Um chuveiro elétrico, alimentado por uma tensão eficaz de
120 V, pode funcionar em dois modos: verão e inverno.

Considere os seguintes dados da tabela:

I
v
R 2000 inverno
R 1000 verão
) (
A RESISTÊNCI
) W (
POTÊNCIA
MODOS
O


A relação
V
I
R
R
corresponde a:

a) 0,5
b) 1,0
c) 1,5
d) 2,0


48 - (FUVEST SP/2012)
Energia elétrica gerada em Itaipu é transmitida da
subestação de Foz do Iguaçu (Paraná) a Tijuco Preto (São
Paulo), em alta tensão de 750 kV, por linhas de 900 km de
comprimento. Se a mesma potência fosse transmitida por
meio das mesmas linhas, mas em 30 kV, que é a tensão
utilizada em redes urbanas, a perda de energia por efeito
Joule seria, aproximadamente,

a) 27.000 vezes maior.
b) 625 vezes maior.
c) 30 vezes maior.
d) 25 vezes maior.
e) a mesma.


49 - (FATEC SP/2012)
Atualmente, a maioria das pessoas tem substituído, em
suas residências, lâmpadas incandescentes por lâmpadas
fluorescentes, visando a uma maior economia. Sabendo-se
que a luminosidade da lâmpada fluorescente de 15 W
equivale à da lâmpada incandescente de 60 W, o efeito da
substituição de uma lâmpada incandescente que funcione
em média 6 horas por dia por outra fluorescente será uma
economia mensal, em kWh, de

a) 4,5.
b) 8,1.
c) 10,2.
d) 13,5.
e) 15,0.

Resistores
50 - (UFTM/2012)
Assinale a alternativa que explica corretamente o
funcionamento dos elementos componentes de um circuito
elétrico.

a) A resistência interna do amperímetro deve ser
muito pequena, de forma a não interferir no valor da
corrente a ser medida.
b) Os fusíveis são elementos de proteção, pois não
deixam passar qualquer corrente que os atinja.
c) Os resistores são elementos muito utilizados para
economizar energia elétrica, pois produzem energia
térmica.
d) A capacidade de geração de energia por uma
bateria termina quando sua resistência interna diminui,
esgotando-a.
e) Os receptores de um circuito elétrico convertem
toda a energia elétrica recebida em energia térmica.

Potência e Energia Elétrica
51 - (UERJ/2011)
Para dar a partida em um caminhão, é necessário que sua
bateria de 12 V estabeleça uma corrente de 100 A durante
um minuto.
A energia, em joules, fornecida pela bateria, corresponde a:

a) 2,0 × 10
1

b) 1,2 × 10
2

c) 3,6 × 10
3

d) 7,2 × 10
4


Potência e Energia Elétrica
52 - (UFF RJ/2011)
Em dias frios, o chuveiro elétrico é geralmente regulado
para a posição “inverno”. O efeito dessa regulagem é
alterar a resistência elétrica do resistor do chuveiro de
Exercícios Eletrecidade turmas: 3.09 e 3.10

Prof: Ronaldo J. Oliveira ESCOLA ESTADUAL AMILCAR SAVASSI Página 11

modo a aquecer mais, e mais rapidamente, a água do
banho. Para isso, essa resistência deve ser

a) diminuída, aumentando-se o comprimento do
resistor.
b) aumentada, aumentando-se o comprimento do
resistor.
c) diminuída, diminuindo-se o comprimento do
resistor.
d) aumentada, diminuindo-se o comprimento do
resistor.
e) aumentada, aumentando-se a voltagem nos
terminais do resistor.

Voltímetro
53 - (PUC SP/2011)
Na figura abaixo temos uma lâmpada e um chuveiro com
suas respectivas especificações. Para que a lâmpada
consuma a mesma energia que o chuveiro consome num
banho de 20 minutos, ela deverá ficar acesa
ininterruptamente, por aproximadamente



a) 53h
b) 113h
c) 107h
d) 38h
e) 34h

Potência e Energia Elétrica
54 - (FATEC SP/2011)
Nos últimos anos, a energia solar fotovoltaica tem provido
energia elétrica para várias aplicações. Sua utilização vai
desde satélites artificiais até residências e aldeias onde não
há eletrificação.
Diferente dos sistemas solares para aquecimento de água,
os sistemas fotovoltaicos (FV) não utilizam calor para
produzir eletricidade. A tecnologia FV produz eletricidade
diretamente dos elétrons liberados pela interação da luz do
Sol com certos semicondutores, tal como o silício presente
no painel fotovoltaico.
Essa energia é confiável e silenciosa, pois não existe
movimento mecânico. O movimento dos elétrons forma
eletricidade de corrente direta e o elemento principal é a
célula solar. Várias células são conectadas para produzir um
painel fotovoltaico e muitos painéis conectados formam um
"array" ou módulo fotovoltaico.
(NOGUEIRA Jr., Milton P. - Energia Solar Fotovoltaica.
Adaptado)

Um agrupamento de trinta painéis retangulares de
dimensões 0,92 m por 2,0 m, cada um, forma um módulo
fotovoltaico como descrito anteriormente. A potência
elétrica gerada por esse módulo é, em watts,

Considere a área de 1 metro quadrado equivalente a 100
watts de potência gerada, quando utilizados módulos de
silício cristalino ou policristalino.

a) 1 840.
b) 3 680.
c) 4 860.
d) 5 520.
e) 6 380.

Geradores Elétricos
55 - (FATEC SP/2011)
Num laboratório de física, o professor entrega aos seus
alunos 2 pilhas e um multímetro e pede que eles
obtenham, através do multímetro, a tensão elétrica de cada
uma das pilhas.
Os alunos, ao fazerem a leitura, anotam os seguintes
resultados:
PILHA 1: V
1
= 1,54 volts e PILHA 2: V
2
= 1,45 volts.
Na sequência, o professor pede que coloquem as pilhas
associadas em série corretamente e que façam novamente
a medida, porém alguns alunos procedem de maneira
errada, associando os polos positivos, conforme figura a
seguir.



A leitura das medidas feita pelos alunos que associaram
corretamente as pilhas e por aqueles que as associaram
incorretamente foi, respectivamente, em volts

a) 1,50 e zero.
b) 2,99 e zero.
c) 2,99 e 0,05.
d) 3,00 e 0,09.
e) 2,99 e 0,09.

Resistores
56 - (PUC RJ/2011)
Três resistores, A (R
A
= 2,0 kO), B (R
B
= 2,0 kO) e C (R
C
= 4,0
kO), formam um circuito colocado entre os terminais de
uma bateria cuja d.d.p. é 9,0 V. A corrente total é I = 1,8
mA. Descreva o circuito correto:

a) A e B em paralelo entre si e em série com C.
b) A, B e C em paralelo entre si.
c) A e C em paralelo entre si e em série com B.
Exercícios Eletrecidade turmas: 3.09 e 3.10

Prof: Ronaldo J. Oliveira ESCOLA ESTADUAL AMILCAR SAVASSI Página 12

d) A, B e C em série.
e) A e C em série, e B não sendo usado.


57 - (MACK SP/2011)
Certo estudante dispõe de um voltímetro e de um
amperímetro, ambos ideais, de um gerador elétrico (pilha),
de resistência interna 4,5 Ω, e de uma lâmpada
incandescente com as seguintes inscrições nominais: 1,0 W
– 9,0 V. Para que esses dispositivos sejam associados
corretamente, proporcionando à lâmpada o maior brilho
possível, sem “queimá-la”, o esquema que deverá ser
utilizado é o ilustrado na _________ e a força eletromotriz
do gerador deverá ser ______.







As lacunas, do texto acima, são corretamente preenchidas
com as afirmações

a) FIGURA 1; 9,5 V
b) FIGURA 2; 9,5 V
c) FIGURA 3; 9,5 V
d) FIGURA 2; 9,0 V
e) FIGURA 3; 9,0 V


58 - (PUC RJ/2011)


No circuito apresentado na figura, onde o amperímetro A
mede uma corrente I = 1,0 A, R
1
= 4,0O , R
2
= 0,5O e R
3
=
1,0O , a diferença de potencial aplicada pela bateria em
Volts é:

a) 9.
b) 10.
c) 11.
d) 12.
e) 13.

Voltímetro
59 - (UNICAMP SP/2011)
O grafeno é um material formado por uma única camada
de átomos de carbono agrupados na forma de hexágonos,
como uma colmeia. Ele é um excelente condutor de
eletricidade e de calor e é tão resistente quanto o
diamante. Os pesquisadores Geim e Novoselov receberam
o prêmio Nobel de Física em 2010 por seus estudos com o
grafeno.

a) A quantidade de calor por unidade de tempo u
que flui através de um material de área A e espessura d que
separa dois reservatórios com temperaturas distintas T
1
e
T
2
, é dada por u =
d
) T T ( kA
1 2
÷
, onde k é a condutividade
térmica do material. Considere que, em um experimento,
uma folha de grafeno de A = 2,8µm
2
e d = 1,4 × 10
–10
m
separa dois microrreservatórios térmicos mantidos a
temperaturas ligeiramente distintas T
1
= 300K e T
2
= 302K.
Usando o gráfico abaixo, que mostra a condutividade
térmica k do grafeno em função da temperatura, obtenha o
fluxo de calor u que passa pela folha nessas condições.



b) A resistividade elétrica do grafeno à temperatura
ambiente, µ = 1,0 × 10
–8
Om, é menor que a dos melhores
Exercícios Eletrecidade turmas: 3.09 e 3.10

Prof: Ronaldo J. Oliveira ESCOLA ESTADUAL AMILCAR SAVASSI Página 13

condutores metálicos, como a prata e o cobre. Suponha
que dois eletrodos são ligados por uma folha de grafeno de
comprimento L = 1,4µm e área de secção transversal A =
70nm
2
, e que uma corrente i = 40µA percorra a folha. Qual
é a diferença de potencial entre os eletrodos?

Resistores
60 - (UFRJ/2011)
Uma bateria ideal, um amperímetro de resistência interna
de 100 O e um resistor de resistência de 1400 O são ligados
em série em um circuito inicialmente aberto com terminais
a e b, como indicado na figura a seguir.



Quando os terminais a e b são conectados por um fio de
resistência desprezível, fechando o circuito, se estabelece
no amperímetro uma corrente de 1,00mA. Quando os
terminais a e b são conectados por um resistor, fechando o
circuito, se estabelece no amperímetro uma corrente de
0,20mA.

Calcule a resistência desse resistor.

Voltímetro
61 - (UFV MG/2011)
O grafico ao lado mostra a dependencia da corrente
eletrica i com a voltagem V
AB
entre os terminais de um
resistor que tem a forma de um cilindro macico. A area de
secao reta e o comprimento desse resistor sao,
respectivamente, 3,6×10
–6
m
2
e 9,0 cm. E CORRETO afirmar
que a resistividade do material que compoe esse resistor
(em O.m) e:



a) 4,0×10
–5

b) 6,3×10
5

c) 2,5×10
1

d) 1,0×10
–3


Resistores
62 - (UFU MG/2011)
Considere um circuito elétrico formado por uma fonte ideal
com força eletromotriz (fem) de 18 V e três resistências R
1
=
2,00O, R
2
= 5,00O e R
3
= 1,25O, como mostra a figura
abaixo.
A corrente no circuito
é:

a) 6,00 A
b) 12,00 A
c) 2,20 A
d) 4,00 A

Corrente e Tensão Elétrica
63 - (PUCCAMP SP/2011)
Os elétrons livres permitem a condução de eletricidade

a) nos açúcares.
b) nos sais.
c) nos metais.
d) nas bases.
e) nos ácidos.

Potência e Energia Elétrica
64 - (UNESP/2011)
Analise a tabela, adaptada da cartilha “Práticas de utilização
consciente da energia elétrica”, da CPFL.



Por um descuido, alguns “pingos” d’água caíram sobre três
informações dessa tabela.
Para que se pudesse verificar se o consumo de energia
elétrica mensal era condizente com os aparelhos elétricos
da casa, foi necessário recuperar tais informações.
A média de tempo de utilização, por dia, em minutos do
chuveiro, a potência média, em watts, da lavadora de
roupas e a estimativa do número de dias de uso no mês do
secador de cabelos, respectivamente, são

Exercícios Eletrecidade turmas: 3.09 e 3.10

Prof: Ronaldo J. Oliveira ESCOLA ESTADUAL AMILCAR SAVASSI Página 14

a) 40 minutos, 50 watts e 20 dias.
b) 40 minutos, 550 watts e 12 dias.
c) 40 minutos, 500 watts e 30 dias.
d) 20 minutos, 500 watts e 30 dias.
e) 20 minutos, 50 watts e 20 dias.

Resistores
65 - (UNIFICADO RJ/2011)
Um resistor A tem o valor de sua resistência expresso por 1
– x, enquanto um outro resistor B tem o valor de sua
resistência expresso por 1 + x, com 0 < x < 1. R
1
e R
2
são,
respectivamente, as resistências equivalentes obtidas
quando A e B são associados em série e em paralelo. As
expressões que representam R
1
e R
2
, nessa ordem, são

a) 1 – x
2
e
2
x 1
2
÷

b) 1 – x
2
e
2
x 1
2
÷

c) 2 e 1 – x
2

d) 2 e
2
x 1
2
÷

e) 2 e
2
x 1
2
÷


Potência e Energia Elétrica
66 - (UFJF MG/2011)
Um estudante de Física observou que o ferro de passar
roupa que ele havia comprado num camelô tinha somente
a tensão nominal V = 220 Volts , impressa em seu cabo.
Para saber se o ferro de passar roupa atendia suas
necessidades, o estudante precisava conhecer o valor da
sua potência elétrica nominal. De posse de uma fonte de
tensão e um medidor de potência elétrica, disponível no
laboratório de Física da sua universidade, o estudante
mediu as potências elétricas produzidas quando diferentes
tensões são aplicadas no ferro de passar roupa. O resultado
da experiência do estudante é mostrado no gráfico abaixo,
por meio de uma curva que melhor se ajusta aos dados
experimentais.



a) A partir do gráfico, determine a potência elétrica
nominal do ferro de passar roupa quando ligado à tensão
nominal.
b) Calcule a corrente elétrica no ferro de passar
roupa para os valores nominais de potência elétrica e
tensão.
c) Calcule a resistência elétrica do ferro de passar
roupa quando ligado à tensão nominal.


67 - (UERJ/2010)
Três lâmpadas, L
1
, L
2
e L
3
, com as mesmas características,
são ligadas a uma fonte ideal de tensão, dispostas em três
diferentes arranjos:




A alternativa que indica a ordenação adequada das
potências consumidas pelos arranjos é:

a) P
I
> P
III
> P
II

b) P
I
> P
II
> P
III

c) P
III
> P
II
> P
I

d) P
III
> P
I
> P
II


Corrente e Tensão Elétrica
68 - (UFMG/2010)
Um professor pediu a seus alunos que ligassem uma
lâmpada a uma pilha com um pedaço de fio de cobre.
Nestas figuras, estão representadas as montagens feitas
por quatro estudantes:



Exercícios Eletrecidade turmas: 3.09 e 3.10

Prof: Ronaldo J. Oliveira ESCOLA ESTADUAL AMILCAR SAVASSI Página 15

Considerando-se essas quatro ligações, é CORRETO afirmar
que a lâmpada vai acender apenas

a) na montagem de Mateus.
b) na montagem de Pedro.
c) nas montagens de João e Pedro.
d) nas montagens de Carlos, João e Pedro.

Resistores
69 - (UFF RJ/2010)
Duas lâmpadas incandescentes A e B são ligadas em série a
uma pilha, conforme mostra a figura 1.
Nesse arranjo, A brilha mais que B. Um novo arranjo é feito,
onde a polaridade da pilha é invertida no circuito, conforme
mostrado na figura 2.
Assinale a opção que descreve a relação entre as
resistências elétricas das duas lâmpadas e as suas
respectivas luminosidades na nova situação.




a) As resistências elétricas são iguais e, na nova
situação, A brilha menos que B.
b) A tem maior resistência elétrica e, na nova
situação, brilha menos que B.
c) A tem menor resistência elétrica e, na nova
situação, brilha mais que B.
d) A tem menor resistência elétrica e, na nova
situação, brilha menos que B.
e) A tem maior resistência elétrica e, na nova
situação, brilha mais que B.

Potência e Energia Elétrica
70 - (UERJ/2010)
O circuito elétrico de refrigeração de um carro é
alimentado por uma bateria ideal cuja força eletromotriz é
igual a 12 volts.
Admita que, pela seção reta de um condutor diretamente
conectado a essa bateria, passam no mesmo sentido,
durante 2 segundos, 1,0 × 10
19
elétrons.
Determine, em watts, a potência elétrica consumida pelo
circuito durante esse tempo.

Resistores
71 - (FUVEST SP/2010)
Em uma aula de física, os estudantes receberam duas caixas
lacradas, C e C’, cada uma delas contendo um circuito
genérico, formado por dois resistores (R
1
e R
2
), ligado a
uma bateria de 3 V de tensão, conforme o esquema da
figura abaixo. Das instruções recebidas, esses estudantes
souberam que os dois resistores eram percorridos por
correntes elétricas não nulas e que o valor de R
1
era o
mesmo nas duas caixas, bem como o de R
2
. O objetivo do
experimento era descobrir como as resistências estavam
associadas e determinar seus valores. Os alunos mediram
as correntes elétricas que percorriam os circuitos das duas
caixas, C e C’, e obtiveram os valores I = 0,06 A e I’ = 0,25 A,
respectivamente.



a) Complete as figuras abaixo, desenhando, para cada
caixa, um esquema com a associação dos resistores R
1
e R
2
.

b) Determine os valores de R
1
e R
2
.

NOTE E ADOTE:
Desconsidere a resistência interna do amperímetro.
Verifique se a figura foi impressa no espaço reservado para
resposta.
Indique a resolução da questão. Não é suficiente apenas
escrever as respostas.

Potência e Energia Elétrica
72 - (MACK SP/2010)
Exercícios Eletrecidade turmas: 3.09 e 3.10

Prof: Ronaldo J. Oliveira ESCOLA ESTADUAL AMILCAR SAVASSI Página 16

Paulo comprou um aquecedor elétrico, de especificações 5
000 W- 220 V, provido de um reservatório de volume 100
litros. Seu rendimento é 80 %. Estando completamente
cheio com água e ligado corretamente, o tempo necessário
para se aquecer essa água de 20 ºC é

Dados:
massa específica da água = 1 g/cm
3
;
calor específico da água = 1 cal/(g.ºC) e
1 cal = 4,2 J

a) 15 minutos
b) 28 minutos
c) 35 minutos
d) 45 minutos
e) 90 minutos

Resistores
73 - (MACK SP/2010)
As três lâmpadas, L
1
, L
2
e L
3
, ilustradas na figura abaixo, são
idênticas e apresentam as seguintes informações nominais:
0,5 W ÷ 6,0 V. Se a diferença de potencial elétrico entre os
terminais A e B for 12 V, para que essas lâmpadas possam
ser associadas de acordo com a figura e “operando”
segundo suas especificações de fábrica, pode-se associar a
elas o resistor de resistência elétrica R igual a



a) 6 O
b) 12 O
c) 18 O
d) 24 O
e) 30 O

Geradores Elétricos
74 - (UFOP MG/2010)
Para escoar a energia elétrica produzida em suas turbinas, a
hidrelétrica de Itaipu eleva a tensão de saída para
aproximadamente 700.000 V. Em sua residência, as
tomadas apresentam uma tensão de 127 V e/ou 220 V. O
equipamento que realiza essa tarefa de elevar e abaixar a
tensão é o transformador. É CORRETO afirmar que

a) o princípio de funcionamento de um
transformador exige que a tensão/corrente seja contínua.
b) o princípio de funcionamento de um
transformador exige que a tensão/corrente seja alternada.
c) o transformador irá funcionar tanto em uma rede
com tensão/corrente alternada quanto em uma com
tensão/corrente contínua.
d) o transformador irá funcionar quando, no
enrolamento primário, houver uma tensão/corrente
contínua e, no secundário, uma alternada.

Corrente e Tensão Elétrica
75 - (UFOP MG/2010)
Em uma tarde de tempestade, numa região desprovida de
para-raios, a antena de uma casa recebe uma carga que faz
fluir uma corrente de 1,2 × 10
4
A, em um intervalo de
tempo de 25 × 10
–6
s. Qual a carga total transferida para a
antena?

a) 0,15 C
b) 0,2 C
c) 0,48 C
d) 0,3 C

Resistores
76 - (UFU MG/2010)
Um fio de comprimento e possui uma dada resistividade
elétrica. Quando esse fio é conectado nos terminais de uma
bateria, ele é percorrido por uma corrente i. O fio é cortado
ao meio e colocado em paralelo nos terminais da mesma
bateria.

A corrente que circula por cada metade do fio, nesse caso,
será de:

a) 2i
b) 3i
c) 4i
d) 8i

Potência e Energia Elétrica
77 - (PUC RJ/2010)
Ao aplicarmos uma diferença de potencial de 100V em um
dispositivo que contém dois resistores iguais em paralelo e
de mesma resistência R= 2 kO, podemos dizer que a
potência dissipada pelo dispositivo em W é de

a) 1
b) 5
c) 7
d) 10
e) 12


78 - (MACK SP/2010)
Certo resistor quando submetido a uma ddp de 24 V,
dissipa a potência de 20 W. A potência que esse resistor
dissipará, quando for submetido a uma ddp de 12 V, será

a) 10 W
b) 8 W
c) 7 W
d) 6 W
e) 5 W
Exercícios Eletrecidade turmas: 3.09 e 3.10

Prof: Ronaldo J. Oliveira ESCOLA ESTADUAL AMILCAR SAVASSI Página 17


Voltímetro
79 - (UFTM/2010)
Com o uso, os filamentos das lâmpadas incandescentes
perdem átomos por vaporização, tornando-se mais finos.
Admita que, por conta da diminuição do diâmetro do
filamento, a área da secção transversal do filamento
diminua conforme indica o gráfico.



Dos gráficos apresentados, aquele que melhor apontaria os
valores da resistência elétrica durante a vida útil dessa
lâmpada, supondo que a resistividade e o comprimento do
filamento se mantenham constantes durante toda a vida
útil da lâmpada, é esboçado em

a)

b)

c)

d)

e)


Resistores
80 - (PUC RJ/2010)
Calcule a resistência do circuito formado por 10 resistores
de 10 kO, colocados todos em paralelo entre si, e em série
com 2 resistores de 2 kO, colocados em paralelo.

a) 1 kO
b) 2 kO
c) 5 kO
d) 7 kO
e) 9 kO


81 - (PUC RJ/2010)
Três resistores idênticos são colocados de tal modo que
dois estão em série entre si e ao mesmo tempo em paralelo
com o terceiro resistor. Dado que a resistência efetiva é de
2O, quanto vale a resistência de cada um destes resistores
Ohms (O)?

a) 100 O
b) 30 O
c) 1 O
d) 10 O
e) 3 O

Potência e Energia Elétrica
82 - (PUC RJ/2010)
Os chuveiros elétricos de três temperaturas são muito
utilizados no Brasil. Para instalarmos um chuveiro é
necessário escolher a potência do chuveiro e a tensão que
iremos utilizar na nossa instalação elétrica. Desta forma, se
instalarmos um chuveiro de 4.500 W utilizando a tensão de
220 V, nós podemos utilizar um disjuntor que aguente a
passagem de 21 A. Se quisermos ligar outro chuveiro de
potência de 4.500 W em uma rede de tensão de 110 V, qual
deverá ser o disjuntor escolhido?

a) 21 A
b) 25 A
c) 45 A
d) 35 A
e) 40 A

Resistores
83 - (FGV/2010)
Exercícios Eletrecidade turmas: 3.09 e 3.10

Prof: Ronaldo J. Oliveira ESCOLA ESTADUAL AMILCAR SAVASSI Página 18

Originalmente, quando comprou seu carrinho de churros, a
luz noturna era reforçada por um lampião a gás. Quando
seu vizinho de ponto, o dono da banca de jornais, lhe
ofereceu a possibilidade de utilizar uma tomada de 220 V,
tratou logo de providenciar um modo de deixar acesas duas
lâmpadas em seu carrinho. Entretanto, como não era perito
em assuntos de eletricidade, construiu um circuito para
duas lâmpadas, conhecido como circuito em série.

Sobre esse circuito, analise:

I. A vantagem desse tipo de circuito elétrico é que se
uma das lâmpadas se queima, a outra permanece acesa.
II. Utilizando duas lâmpadas idênticas, de valores
nominais 220 V/100 W, deve-se obter, em termos de
iluminação, o previsto pelo fabricante das lâmpadas.
III. Utilizando-se duas lâmpadas idênticas de 110 V,
elas se queimarão, uma vez que a diferença de potencial
para a qual elas foram fabricadas será superada pela
diferença de potencial oferecida pelo circuito.
IV. Ao serem ligadas duas lâmpadas idênticas, sejam
elas de 110 V ou de 220 V, devido às características do
circuito em série, a diferença de potencial sobre cada
lâmpada será de 110 V.

É correto o contido apenas em

a) I.
b) IV.
c) I e III.
d) II e III.
e) II e IV.

Potência e Energia Elétrica
84 - (FMABC/2010)
Dona Tina, desejando fazer um chá, introduz um aquecedor
elétrico em uma caneca que contém certa quantidade de
água. O aquecedor permaneceu ligado durante 1 minuto
numa tensão de 100V, tempo suficiente para que a água ali
contida sofresse uma variação de temperatura de 60°C.
Considerando que toda a energia elétrica foi convertida em
calor e que todo o calor gerado foi totalmente absorvido
pela água, determine a massa de água que havia na caneca.
Considere:
Resistência elétrica do aquecedor = 20O
Calor específico da água líquida = 1cal/g.ºC
1 cal = 4J



a) 500g
b) 250g
c) 175g
d) 125g
e) 100g


85 - (FMABC/2010)
Preocupado com o consumo de energia elétrica e
preparando-se para a Copa do Mundo de 2010, um
aposentado decide trocar seu aparelho de TV LCD de 40
polegadas, cujo consumo é de 190W, por outro mais
moderno, com tecnologia LED, de mesma marca e também
de 40 polegadas, mas cujo consumo informado pelo
fabricante é de 145W. Considerando que faltam
aproximadamente 5 meses para o início da Copa do Mundo
e que o aposentado assiste a 10h de TV diariamente, qual
terá sido, em kWh, a economia de energia até o Jogo de
abertura da Copa?
(Considere cada mês com
30 dias)

a) 162
b) 67,5
c) 67 500
d) 162 000
e) 217,5


86 - (PUC MG/2010)
Na leitura da placa de identificação de um chuveiro elétrico,
constatam-se os seguintes valores: 127 v 4800 w. É
CORRETO afirmar:

a) Esse equipamento consome uma energia de 4800J
a cada segundo de funcionamento.
b) A corrente elétrica correta para o funcionamento
desse chuveiro é de no máximo 127 v.
c) A tensão adequada para o seu funcionamento não
pode ser superior a 4800 w.
d) Não é possível determinar o valor correto da
corrente elétrica com as informações disponíveis.

Corrente e Tensão Elétrica
87 - (PUC MG/2010)
Em dias secos e com o ar com pouca umidade, é comum
ocorrer o choque elétrico ao se tocar em um carro ou na
maçaneta de uma porta em locais onde o piso é recoberto
por carpete. Pequenas centelhas elétricas saltam entre as
mãos das pessoas e esses objetos. As faíscas elétricas
ocorrem no ar quando a diferença de potencial elétrico
atinge o valor de 10.000V numa distância de
aproximadamente 1 cm. A esse respeito, marque a opção
CORRETA.

a) A pessoa toma esse choque porque o corpo
humano é um bom condutor de eletricidade.
Exercícios Eletrecidade turmas: 3.09 e 3.10

Prof: Ronaldo J. Oliveira ESCOLA ESTADUAL AMILCAR SAVASSI Página 19

b) Esse fenômeno é um exemplo de eletricidade
estática acumulada nos objetos.
c) Esse fenômeno só ocorre em ambientes onde
existem fiações elétricas como é o caso dos veículos e de
ambientes residenciais e comerciais.
d) Se a pessoa estiver calçada com sapatos secos de
borracha, o fenômeno não acontece, porque a borracha é
um excelente isolante elétrico.

Potência e Energia Elétrica
88 - (PUC RJ/2010)
Em um laboratório de eletromagnetismo, uma aluna se
prepara para realizar um experimento com resistores. Ela
observa um arranjo montado em sua bancada como na
figura abaixo. Os resistores têm resistências R = 10 kO; 2R =
20 kO; e 3R = 30 kO.
Ela tem que colocar um quarto resistor de resistência 4 R =
40 kO, encaixando-o em dois dos três terminais (A, B ou C).



a) Calcule a corrente e a potência dissipada no
circuito quando ela escolhe A e B.
b) Indique o valor da corrente se ela escolher B e C.
c) Calcule a corrente e a potência dissipada no caso
de escolher A e C.

TEXTO: 1 - Comum à questão: 89


OBSERVAÇÃO: Nas questões em que for necessário, adote
para g, aceleração da gravidade na superfície da Terra, o
valor de
2
m/s 10 ; para a massa específica (densidade) da
água, o valor de
3 3
g/cm 0 , 1 kg/m 000 . 1 = ; para o calor
específico da água, o valor de C) º cal/(g 0 , 1 ; para uma
caloria, o valor de 4 joules.

Eletrização
89 - (FUVEST SP/2008)
Três esferas metálicas, M
1
, M
2
e M
3
, de mesmo diâmetro e
montadas em suportes isolantes, estão bem afastadas
entre si e longe de outros objetos.

Inicialmente M
1
e M
3
têm cargas iguais, com valor Q, e M
2

está descarregada. São realizadas duas operações, na
seqüência indicada:
I. A esfera M
1
é aproximada de M
2
até que ambas
fiquem em contato elétrico. A seguir, M
1
é afastada até
retornar à sua posição inicial.
II. A esfera M
3
é aproximada de M
2
até que ambas
fiquem em contato elétrico. A seguir, M
3
é afastada até
retornar à sua posição inicial.

Após essas duas operações, as cargas nas esferas serão
cerca de
Q zero Q ) e
4 / Q 3 2 / Q 4 / Q 3 ) d
2Q/3 2Q/3 2Q/3 ) c
4 / Q 3 3Q/4 Q/2 ) b
4 / Q 4 / Q 2 / Q ) a
M M M
3 2 1


TEXTO: 2 - Comum à questão: 90


OBSERVAÇÃO: Nas questões em que for necessário, adote
para g, aceleração da gravidade na superfície da Terra, o
valor de 10 m/s
2
; para a massa específica (densidade) da
água, o valor de
3 3
g/cm 1 kg/m 1000 = ; para o calor específico
da água, o valor de C) º cal/(g 0 , 1 ; para uma caloria, o valor
de 4 joules.

Potência e Energia Elétrica
90 - (FUVEST SP/2009)
Na maior parte das residências que dispõem de sistemas de
TV a cabo, o aparelho que decodifica o sinal permanece
ligado sem interrupção, operando com uma potência
aproximada de 6 W, mesmo quando a TV não está ligada. O
consumo de energia do decodificador, durante um mês (30
dias), seria equivalente ao de uma lâmpada de 60 W que
permanecesse ligada, sem interrupção, durante

a) 6 horas.
b) 10 horas.
c) 36 horas.
d) 60 horas.
e) 72 horas.

TEXTO: 3 - Comum à questão: 91


A Física é a parte da ciência que estuda os fenômenos
naturais e utiliza-se da linguagem matemática para
descrevê-los. Modelos matemáticos são elaborados para
descrever um determinado fenômeno e são submetidos ao
teste do método experimental. A seguir, mostramos os
Exercícios Eletrecidade turmas: 3.09 e 3.10

Prof: Ronaldo J. Oliveira ESCOLA ESTADUAL AMILCAR SAVASSI Página 20

gráficos construídos após a realização de quatro
experimentos.
Analise as informações contidas neles para responder à(s)
questão(ões).

Experimento I – Medida da pressão, P, em N/m
2
, exercida
por um gás ideal, mantido a volume constante, V, em
função da temperatura absoluta, T.



Experimento II – Força elétrica, F, em Newtons, entre duas
cargas puntiformes iguais, mantidas no vácuo, em função
da distância, d, entre elas.



Experimento III – Medida do campo magnético, B, em Tesla,
produzido por uma corrente elétrica, i, constante, nas
proximidades de um fio condutor infinito, em função da
distância, d, ao fio.



Experimento IV – Espaço percorrido, y, em metros, por um
objeto em queda livre, nas proximidades da Terra, em
função do tempo, t, desprezando-se a resistência do ar.



Força Eletrostática
91 - (UFOP MG/2009)
O módulo das cargas puntiformes utilizadas no
experimento II é:

a) C ) 200 (
5 , 0
µ
b) C ) 20 (
5 , 0
µ
c) C ) 2 (
5 , 0
µ
d) C ) 2 , 0 (
5 , 0
µ

TEXTO: 4 - Comum à questão: 92


O Sol é uma fonte de energia limpa, inesgotável, gratuita e
ecologicamente correta. Por esse motivo, a busca por
soluções na captação dessa energia vem se aprimorando
diariamente, já que, em contrapartida, o custo de energia
elétrica tem aumentado, em média, 40% acima da inflação,
no Brasil, sendo a tendência subir ainda mais. Além disso, o
custo da infraestrutura elétrica de um chuveiro pode ser
até o dobro do custo de um sistema de aquecimento
central solar.
Outro dado importante, segundo a CPFL (Companhia
Paulista de Força e Luz), é que um chuveiro elétrico
Exercícios Eletrecidade turmas: 3.09 e 3.10

Prof: Ronaldo J. Oliveira ESCOLA ESTADUAL AMILCAR SAVASSI Página 21

representa de 25% a 35% da conta de luz nas residências.
Aproveitar a energia renovável do Sol para aquecer a água
é a melhor solução, principalmente no Brasil, onde a
incidência solar é alta.
Um aquecedor solar de água conta basicamente com um
coletor solar e um reservatório térmico com capacidade
entre 300 a 1 000 litros. O coletor, ou placa solar, deve
estar posicionado em direção ao Norte geográfico para
usufruir o maior tempo de incidência de Sol. As placas
solares podem ser integradas à arquitetura de diversas
maneiras, sendo a mais comum a fixação sobre o telhado.
(Bosh. Adaptado)

Potência e Energia Elétrica
92 - (UFTM/2009)
“... um chuveiro elétrico representa de 25% a 35% da conta
de luz nas residências.”
Suponha que, em determinada casa, o uso do chuveiro
elétrico represente 25% do valor da conta de luz. Admita
ainda que essa residência possui um chuveiro de potência 4
400 W.
Se os moradores dessa casa demoram diariamente 45
minutos com o chuveiro funcionando, a energia, em kWh,
que deve normalmente vir registrada na “conta mensal de
luz” dessa residência é

a) 328.
b) 340.
c) 366.
d) 382.
e) 396.

TEXTO: 5 - Comum à questão: 93


A tabela abaixo mostra a quantidade de alguns dispositivos
elétricos de uma casa, a potência consumida por cada um
deles e o tempo efetivo de uso diário no verão.

6 0,10 10 lâmpada
12 0,35 1 geladeira
8 1,5 2 do condiciona - ar
(h)
diário uso de
efetivo Tempo
(kW)
Potência
Quantidade o Dispositiv


Considere os seguintes valores:

• densidade absoluta da água: 1,0 g/cm
3

• calor específico da água: 1,0 cal·g
–1
ºC
–1

• 1 cal = 4,2 J
• custo de 1 kWh = R$ 0,50


93 - (UERJ/2010)
Durante 30 dias do verão, o gasto total com esses
dispositivos, em reais, é cerca de:

a) 234
b) 513
c) 666
d) 1026

TEXTO: 6 - Comum à questão: 94


OBSERVAÇÃO: Nas questões em que for necessário, adote
para g, aceleração da gravidade na superfície da Terra, o
valor de 10 m/s
2
; para c, velocidade da luz no vácuo, o valor
de 3 × 10
8
m/s.

Corrente e Tensão Elétrica
94 - (FUVEST SP/2010)
Medidas elétricas indicam que a superfície terrestre tem
carga elétrica total negativa de, aproximadamente, 600.000
coulombs. Em tempestades, raios de cargas positivas,
embora raros, podem atingir a superfície terrestre. A
corrente elétrica desses raios pode atingir valores de até
300.000 A. Que fração da carga elétrica total da Terra
poderia ser compensada por um raio de 300.000 A e com
duração de 0,5 s?

a) 1/2
b) 1/3
c) 1/4
d) 1/10
e) 1/20

TEXTO: 7 - Comum às questões: 95, 96


SUPERCONDUTIVIDADE

O termo supercondutividade se refere à capacidade que
alguns materiais têm de conduzir a corrente elétrica sem
que ocorram perdas de energia na forma de calor.

O QUE FAZ UM CONDUTOR SER SUPER?

A história dos semicondutores já é quase centenária e
começa em 1911 com o físico Heike Kamerling Onnes, que
observou o fenômeno no mercúrio resfriado a 4,2 K. Em
1995, compostos de cobre dopados com tálio exibiram o
fenômeno da supercondutividade a temperaturas de 138 K
a pressões ambientes e até a temperaturas de 164 K em
altas pressões.

Em um condutor comum, os elétrons da corrente elétrica
são continuamente espalhados pelos íons metálicos do fio,
perdendo energia, que aquece o fio, fenômeno conhecido
como efeito joule. Em um supercondutor, esses elétrons
combinam-se e formam os chamados pares de Cooper,
Exercícios Eletrecidade turmas: 3.09 e 3.10

Prof: Ronaldo J. Oliveira ESCOLA ESTADUAL AMILCAR SAVASSI Página 22

unidos por uma interação atrativa, e movem-se sem haver
espalhamento.
(Texto adaptado de Scientific American Brasil, ano 8
numero 88, págs. 48-55.)

Potência e Energia Elétrica
95 - (PUC MG/2010)
Considere uma linha de transmissão de energia elétrica em
um fio condutor com diâmetro de 2 cm e comprimento de
2000 m percorrido por uma corrente de 1000 A. Se essa
transmissão fosse feita através de um supercondutor, a
cada hora, seria evitada a perda de uma energia de,
aproximadamente, igual a:

Dado: µ = 1,57 × 10
–8
Om

a) 3,6 × 10
8
J
b) 1,4 ×10
9
J
c) 7,2 × 10
8
J
d) 8,5 × 10
10
J


96 - (PUC MG/2010)
Essa energia perdida seria capaz de aquecer até 100 ºC,
aproximadamente quantos quilogramas de água
inicialmente a 28 ºC?

Dado: c = 4200 J/kg ºC

a) 3,5 × 10
3
kg
b) 1,2 × 10
3
kg
c) 4,5 ×10
5
Kg
d) 1,0 × 10
6
kg

TEXTO: 8 - Comum às questões: 97, 98


Quando um rolo de fita adesiva é desenrolado, ocorre uma
transferência de cargas negativas da fita para o rolo,
conforme ilustrado na figura ao lado. Quando o campo
elétrico criado pela distribuição de cargas é maior que o
campo elétrico de ruptura do meio, ocorre uma descarga
elétrica. Foi demonstrado recentemente que essa descarga
pode ser utilizada como uma fonte econômica de raios-X.



Capacitância e Energia Eletrostática
97 - (UNICAMP SP/2011)
No ar, a ruptura dielétrica ocorre para campos elétricos a
partir de E = 3,0×10
6
V/m . Suponha que ocorra uma
descarga elétrica entre a fita e o rolo para uma diferença de
potencial V = 9 kV. Nessa situação, pode-se afirmar que a
distância máxima entre a fita e o rolo vale

a) 3 mm.
b) 27 mm.
c) 2 mm.
d) 37 nm.


98 - (UNICAMP SP/2011)
Para um pedaço da fita de área A = 5,0×10
–4
m
2
mantido a
uma distância constante d = 2,0 mm do rolo, a quantidade
de cargas acumuladas é igual a Q = CV, sendo V a diferença
de potencial entre a fita desenrolada e o rolo e
d
A
C
0
c = ,
em que c
0
~ 9,0×10
–12

Vm
C
. Nesse caso, a diferença de
potencial entre a fita e o rolo para Q = 4,5×10
–9
C é de

a) 1,2×10
2
V.
b) 5,0×10
–4
V.
c) 2,0×10
3
V.
d) 1,0×10
–20
V.

TEXTO: 9 - Comum às questões: 99, 100


Uma sala é iluminada por um circuito de lâmpadas
incandescentes em paralelo.

Considere os dados abaixo:

– a corrente elétrica eficaz limite do fusível que protege
esse circuito é igual a 10 A;
– a tensão eficaz disponível é de 120 V;
– sob essa tensão, cada lâmpada consome uma potência de
60 W.

Potência e Energia Elétrica
99 - (UERJ/2012)
O número máximo de lâmpadas que podem ser mantidas
acesas corresponde a:

a) 10
b) 15
c) 20
d) 30


100 - (UERJ/2012)
Exercícios Eletrecidade turmas: 3.09 e 3.10

Prof: Ronaldo J. Oliveira ESCOLA ESTADUAL AMILCAR SAVASSI Página 23

A resistência equivalente, em ohms, de apenas 8 lâmpadas
acesas é cerca de:

a) 30
b) 60
c) 120
d) 240

GABARITO:

1) Gab: A
2) Gab: E
3) Gab: B
4) Gab: C
5) Gab: C
6) Gab: A
7) Gab: B
8) Gab: A
9) Gab: 2,0 x 10
–7
C
10) Gab: B
11) Gab: D
12) Gab: D
13) Gab: D
14) Gab: C
15) Gab: A
16) Gab: E
17) Gab: C
18) Gab: A
19) Gab: B
20) Gab: E
21) Gab: D
22) Gab: B
23) Gab: D
24) Gab: A
25) Gab: A
26) Gab: C
27) Gab: C
28) Gab: A
29) Gab: B
30) Gab: A
31) Gab: B
32) Gab: A
33) Gab: E
34) Gab: D
35) Gab: E
36) Gab: B
37) Gab: B
38) Gab:
a) 1.800N
b) 3,2 x 10
–13
N
39) Gab: C
40) Gab: A
41) Gab: D
42) Gab: B
43) Gab: D
44) Gab: B

45) Gab: D
46) Gab: A
47) Gab: A
48) Gab: B
49) Gab: B
50) Gab: A
51) Gab: D
52) Gab: C
53) Gab: D
54) Gab: D
55) Gab: E
56) Gab: A
57) Gab: B
58) Gab: E
59) Gab:
a) u = 160W
b) U = 8,0 mV
60) Gab:
R = 6,0 × 10
3
O
61) Gab: D
62) Gab: A
63) Gab: C
64) Gab: C
65) Gab: D
66) Gab:
a) P =1100 W
b) A 5
V 220
W 1100
V
P
Vi P = = ¬ =
c) O = ¬ = ¬ = 44 R
A 5
V 220
i
V
R Ri V
67) Gab: A
68) Gab: C
69) Gab: E
70) Gab:
P = 9,6 W
71) Gab:
a)


b) R
1
= 20O / R
2
= 30 O

72) Gab: C
73) Gab: D

74) Gab: B
Exercícios Eletrecidade turmas: 3.09 e 3.10

Prof: Ronaldo J. Oliveira ESCOLA ESTADUAL AMILCAR SAVASSI Página 24

75) Gab: D
76) Gab: A
77) Gab: D
78) Gab: E
79) Gab: B
80) Gab: B
81) Gab: E
82) Gab: C
83) Gab: B
84) Gab: D
85) Gab: B
86) Gab: A
87) Gab: B
88) Gab:
a) Corrente: 9×10
–5
A; Potência dissipada: 0,81 mW
b) Ligando BC, o circuito não fecha, não passa
corrente e a potência dissipada é nula.
c) Corrente: 1,0×10
–4
A; Potência dissipada: 0,9 mW

89) Gab: B
90) Gab: E
91) Gab: B
92) Gab: E
93) Gab: B
94) Gab: C
95) Gab: A
96) Gab: B
97) Gab: A
98) Gab: C
99) Gab: C
100) Gab: A