You are on page 1of 33

Avaliação Primária

verificação dos sinais vitais e suporte de vida
Prof. Drd. Ledimar Brianezi

BIOSSEGURANÇA
• Equipamentos que evitam o contato com o paciente/vitima diretamente podendo causar contaminações por microorganismos. • Essencial, luvas de procedimento/latex.

Avaliação do Local e do Atleta
• Antes de oferecer assistência a um atleta que sofreu uma lesão, você deve avaliar a segurança do local e a posição do atleta e de seu equipamento.

AVALIAÇÃO DA CENA DE EMERGÊNCIA
• Situação atual? • Riscos potenciais? • O que posso fazer?

Perguntas Fundamentais

Se a cena é segura
Efetue avaliação inicial da vitima

Avaliação Inicial da Vítima (em formas gerais)
• • • • Constatar inconsciência; Se necessário chamar o SEM; ABC; Localizar grandes hemorragias;

CONSTATE A INCONSCIÊNCIA
• Chame pela vítima no mínimo 3 vezes. • Estimule-a de forma auditiva e tátil. • Constate a consciência ou inconsciência;

Após determinar o nível de consciência do atleta e chamar a assistência médica de emergência se necessário e avalie os sinais vitais do atleta

Acionamento do Serviço de Emergência
193 Corpo de Bombeiros

SAMU 192

SEM - Dados importantes a informar:
• Tipo de emergência; • Quantidade de vítimas; • Localização e estado das vítimas; • Endereço e ponto de referência; • Telefone de contato; • Informações adicionais.

Avaliação Primária (atleta consciente)
envolve a verificação dos sinais vitais do atleta

A- Vias Respiratórias (airways) B- Respiração (breathing) C- Circulação (circulation)

◦ Escute; ◦ Pergunte; ◦ Caso necessário, executar a manobra de Heimlich.

◦ Verifique se a dificuldade de respirar

Vias respiratórias e respiração (para atleta em decúbito dorsal)
◦ Verificar a respiração do atleta ou observar seus movimentos respiratórios. ◦ Posicione-se segundo a figura:
 Procure movimentos respiratórios;  Escute os sons de respiração oriundos do nariz e boca;  Sinta com sua bochecha se o ar está entrando e saindo do nariz e da boca;

VEJA, ESCUTE e SINTA a respiração

Avaliação Primária (atleta inconsciente)
envolve a verificação dos sinais vitais do atleta

Vias respiratórias e respiração:(para atletas em decúbito lateral ou ventral)
◦ Métodos de verificar a respiração:
    Coloque sua mão próximo à boca; Observe o tórax; Use espelho; Se não estiver respirando, desobstrua as vias respiratórias;

Verificação dos Sinais Vitais de um Atleta Consciente

Verificando os Sinais Vitais de um atleta Inconsciente

Obstrução das Vias Respiratórias em um Atleta Consciente

Obstrução das Vias Respiratórias em um Atleta Inconsciente

Se a vitima estiver inconsciente ou portador de lesão cervical; Coloque na posição lateral esquerda; E abandone a vitima para acionamento do SEM e retorne a mesma.

Quando os sinais vitais estiverem ausentes, você deverá fazer a reanimação cardiopulmonar RCP

Avaliação Secundária
Prof. Drd. Ledimar Brianezi

Após realização de ABCs, com a vítima “normalizada” inicie a avaliação secundária

Objetivos:
◦ natureza de um lesão ou doença; ◦ local de um lesão ou doença; ◦ gravidade de um lesão ou doença;

◦ PROCEDIMENTOS:
 H – Histórico  I – Inspeção  T – Toque

HISTÓRICO: reunir informações sobre a lesão ou doença, determinando o local,
o mecanismo, os sintomas e as ocorrência prévias  Relembre o que você viu e ouviu.  Fale com o atleta lesionado – preste atenção nos sintomas que descrevem, como o atleta está se sentindo – dores, dormência, frio.  Fale com outros atletas, treinadores, juízes ou espectadores.  Verifique o cartão histórico médico do atleta. ◦ Caso o atleta esteja sofrendo em decorrência de uma lesão, descubra o que ocasionou a lesão. ◦ O atleta ouviu algum estalido ou barulho , ao sofrer a lesão? ◦ Onde dói? ◦ O atleta sentiu qualquer sintoma incomum ao sofrer a lesão? ◦ O atleta já sofreu este tipo de lesão?

Caso o atleta esteja sofrendo em decorrência de uma doença súbita, descubra o seguinte.
◦ ◦ ◦ ◦ O O O O atleta apresenta sintomas como náuseas, tontura, dificuldade de respiração? atleta está sofrendo em decorrência da doença crônica? atleta tem algum medicamento para esta doença? que parece ter causado o surgimento desta doença?

INSPEÇÃO
◦ ◦ ◦ ◦ ◦ ◦ ◦ ◦ ◦ Sangramento Aparência da pele Pupilas Deformidades – comparar hemicorpo Sinais de doenças súbitas Inchaço Descoloração Capacidade de andar Posição de um membro superior (braço, cotovelo, antebraço, punho ou mão)

TOQUE
◦ Ponto de sensibilidade.
 Existe alguma área que esteja extremamente dolorida?

◦ Temperatura da pele.
 Ela está quente? Fria?

◦ Sensação.
 O atleta pode sentir quando você toca a área?

◦ Deformidade.
 Você consegue sentir alguma entrada ou protuberância que não conseguiu ver durante a inspeção?  Sempre compare as lesões de um lado do corpo com o outro lado.

Determine:

Histórico

Local da lesão, se a lesão já ocorreu anteriormente, mecanismo de lesão ou sintomas (p.ex., dor de cabeça, dor ou dormência).

Sinta:

Toque
ponto de sensibilidade, temperatura da pele, dormência ou deformidade.

Investigue:

Inspeção

Sangramento profuso, aparência da pele, tamanho e reação da pupila, deformidades, inchaço, descoloração ou capacidade de andar.

poderá julgar necessário controlar sangramentos externos, minimizar danos teciduais sistêmicos (choque), imobilizar lesões com talas e minimizar danos teciduais locais. Controle de sangramento
◦ certifique-se de que você está protegido contra a exposição a sangue infectado. ◦ Prevenir-se contra patógenos transmitidos pelo sangue.