Termologia

14

PARTE I – TERMOLOGIA

Tópico 2
1 Analise as proposições e indique a falsa. a) O somatório de toda a energia de agitação das partículas de um corpo é a energia térmica desse corpo. b) Dois corpos atingem o equilíbrio térmico quando suas temperaturas se tornam iguais. c) A energia térmica de um corpo é função da sua temperatura. d) Somente podemos chamar de calor a energia térmica em trânsito; assim, não podemos afirmar que um corpo contém calor. e) A quantidade de calor que um corpo contém depende de sua temperatura e do número de partículas nele existentes.

III) Correta. O que fazia o calor fluir de um corpo para outro era a diferença de temperaturas existente entre eles. Resposta: d Analise as proposições e indique a verdadeira. a) Calor e energia térmica são a mesma coisa, podendo sempre ser usados tanto um termo como o outro, indiferentemente. b) Dois corpos estão em equilíbrio térmico quando possuem quantidades iguais de energia térmica. c) O calor sempre flui da região de menor temperatura para a de maior temperatura. d) Calor é energia térmica em trânsito, fluindo espontaneamente da região de maior temperatura para a de menor temperatura. e) Um corpo somente possui temperatura maior que a de um outro quando sua quantidade de energia térmica também é maior que a do outro. Resolução: Calor é a denominação que damos à energia térmica enquanto ela está transitando entre dois locais de temperaturas diferentes. O sentido espontâneo é do local de maior temperatura para o local de menor temperatura. Resposta: d
5 (Unirio-RJ) Indique a proposição correta. a) Todo calor é medido pela temperatura, isto é, calor e temperatura são a mesma grandeza. b) Calor é uma forma de energia em trânsito e temperatura mede o grau de agitação das moléculas de um sistema. c) O calor nunca é função da temperatura. d) O calor só é função da temperatura quando o sistema sofre mudança em seu estado físico. e) A temperatura é a grandeza cuja unidade fornece a quantidade de calor de um sistema. 4

Resolução: Calor é energia térmica em trânsito. Um corpo sempre tem energia térmica, mas possui calor somente quando essa energia está em trânsito. Assim, um corpo tem energia térmica, mas não tem calor. Resposta: e Imagine dois corpos A e B com temperaturas TA e TB, sendo TA > TB. Quando colocamos esses corpos em contato térmico, podemos afirmar que ocorre o seguinte fato: a) Os corpos se repelem. b) O calor flui do corpo A para o corpo B por tempo indeterminado. c) O calor flui do corpo B para o corpo A por tempo indeterminado. d) O calor flui de A para B até que ambos atinjam a mesma temperatura. e) Não acontece nada. Resolução: A energia térmica flui espontaneamente do corpo de maior temperatura para o de menor temperatura até que esses corpos atinjam o equilíbrio térmico, isto é, até que as temperaturas atinjam o mesmo valor. Resposta: d No café-da-manhã, uma colher metálica é colocada no interior de uma caneca que contém leite bem quente. A respeito desse acontecimento, são feitas três afirmativas. I. Após atingirem o equilíbrio térmico, a colher e o leite estão a uma mesma temperatura. II. Após o equilíbrio térmico, a colher e o leite passam a conter quantidades iguais de energia térmica. III. Após o equilíbrio térmico, cessa o fluxo de calor que existia do leite (mais quente) para a colher (mais fria). Podemos afirmar que: a) somente a afirmativa I é correta; b) somente a afirmativa II é correta; c) somente a afirmativa III é correta; d) as afirmativas I e III são corretas; e) as afirmativas II e III são corretas. Resolução: I) Correta. No equilíbrio térmico, as temperaturas dos corpos são iguais. II) Incorreta. A quantidade de energia térmica de um corpo depende de sua temperatura e do número de partículas que possui. Assim, mesmo as temperaturas do leite e da colher sendo iguais, seu número de partículas pode não ser o mesmo.
3 2

Resolução: Calor é energia térmica em trânsito e temperatura determina o grau de agitação das partículas de um sistema. Resposta: b
6 (Enem) A sensação de frio que nós sentimos resulta: a) do fato de nosso corpo precisar receber calor do meio exterior para não sentirmos frio. b) da perda de calor do nosso corpo para a atmosfera que está a uma temperatura maior. c) da perda de calor do nosso corpo para a atmosfera que está a uma temperatura menor. d) do fato de a friagem que vem da atmosfera afetar o nosso corpo. e) da transferência de calor da atmosfera para o nosso corpo.

Resolução: Quanto mais rápido perdemos energia térmica, maior é a nossa sensação de frio. Essa rapidez é função da diferença de temperatura entre o nosso corpo e a atmosfera do meio onde nos encontramos. Resposta: c

deixando-nos aquecidos. um maior valor de: Líquido a) condutividade térmica. Você vai notar que o piso cerâmico parece mais frio do que o tapete. Resposta: e 11 (UFSC) Identifique a(s) proposição(ões) verdadeira(s): (01) Um balde de isopor mantém o refrigerante gelado porque impede a saída do frio. ocorrerá uma transferência de calor da escova para a água. . c) o calor específico dos dois recipientes ser diferente. para se proteger do frio intenso. Resolução: O metal tem maior coeficiente de condutividade térmica do que o vidro. conforme a figura. cobertor e edredom). e) a condutividade térmica dos dois recipientes ser diferente. foi para a cama e deitou-se debaixo das cobertas (lençol. é comum colocar a vasilha que o contém dentro de um recipiente com gelo. d) a condutividade térmica do piso cerâmico ser maior que a do tapete. c) o cobertor e o edredom possuem calor entre suas fibras. após algum tempo não há mais frio debaixo das cobertas. em vez de ser de vidro. e) sendo o corpo humano um bom absorvedor de frio. 9 (Ufes) Para resfriar um líquido. que. b) a capacidade térmica do refrigerante na lata ser diferente da capacidade térmica do refrigerante na garrafa. é um bom condutor de calor. Após algum tempo. mergulhando-se a escova na água. c) coeficiente de dilatação térmica. porque o metal apresenta. c) a temperatura do tapete ser menor que a do piso cerâmico. (08) Um copo de refrigerante gelado. aquece a cama. Resposta: d 8 Numa noite muito fria. Assim. Faça um experimento. temos a impressão de que a lata está mais fria do que a garrafa. é conveniente que a vasilha seja metálica. b) o cobertor e o edredom possuem alta condutividade térmica. Resolução: A sensação de frio é devida à perda de energia térmica através da pele da planta do nosso pé. (16) O agasalho. Dê como resposta a soma dos números associados às proposições corretas. você ficou na sala assistindo à televisão. Isso ocorre porque: a) o cobertor e o edredom impedem a entrada do frio que se encontra no meio externo. pousado sobre uma mesa. Por isso ela parecerá mais fria do que a garrafa. constroem abrigos de gelo porque o gelo é um isolante térmico. O tapete é um mau condutor de calor e o piso cerâmico é condutor. ao tocarmos ambos. a energia térmica flui mais rapidamente da nossa pele quando estamos em contato com o piso cerâmico. Resolução: O metal da lata tem condutividade térmica maior do que o vidro da garrafa. d) o cobertor e o edredom não são aquecedores. apesar das cobertas. Caminhe descalço sobre um carpete ou um tapete e sobre um piso cerâmico.Tópico 2 – O calor e sua propagação 15 7 Você sabe que o aprendizado da Física também se faz por meio da observação das situações que ocorrem no nosso dia-a-dia. Gelo e) calor latente de fusão. Resolução: O cobertor e o edredom não são aquecedores. em relação ao vidro. (32) Os esquimós. são isolantes térmicos. Para que o resfriamento seja mais rápido. num típico dia de verão. b) a temperatura do piso cerâmico ser menor que a do tapete. isso significa que esse objeto está a uma temperatura inferior à nossa. Você nota que a cama está muito fria. Isso é explicado pelo fato de: a) a temperatura do refrigerante na lata ser diferente da temperatura do refrigerante na garrafa. que usamos em dias frios para nos mantermos aquecidos. são isolantes térmicos que não deixam o calor liberado por nosso corpo sair para o meio externo. Resposta: d Resolução: (01) Falsa – O isopor impede que o calor proveniente do meio ambiente atinja o refrigerante. d) o coeficiente de dilatação térmica dos dois recipientes ser diferente. ao ser liberado. e só depois de algum tempo o local se torna aquecido. Resposta: a 10 Uma garrafa e uma lata de refrigerante permanecem durante vários dias em uma geladeira. Quando pegamos a garrafa e a lata com as mãos desprotegidas para retirá-las da geladeira. por exemplo. (02) Verdadeira – A transferência espontânea de calor se processa do corpo de maior temperatura para o de menor temperatura. d) energia interna. Essa diferença de sensação se deve ao fato de: a) a capacidade térmica do piso cerâmico ser menor que a do tapete. como o do banheiro da sua casa. (04) Se tivermos a sensação de frio ao tocar um objeto com a mão. apesar de estarem à mesma temperatura. O metal é bom condutor de calor e vidro é péssimo. b) calor específico. que não deixam o calor liberado por seu corpo sair para o meio externo. Assim. (02) A temperatura de uma escova de dentes é maior que a temperatura da água da pia. recebe calor do meio ambiente até ser atingido o equilíbrio térmico. e) a condutividade térmica do piso cerâmico ser menor que a do tapete. perderemos calor mais rapidamente para a lata. (04) Verdadeira – A sensação de frio é determinada pela perda de energia térmica do nosso corpo para o objeto ou meio com o qual entra em contato.

no regime permanente ou estacionário. você observa uma placa de alumínio que foi utilizada para separar o interior de um forno. temos: 40 cm 100 ºC θ=? 10 cm 0 °C Resolução: No SI.09 · 102. bons isolantes térmicos. depois de estabelecido o regime permanente. (16) Falsa – Os agasalhos são confeccionados com materiais que são péssimos condutores de calor. por exemplo.5 cal/s cm °C A = 5 cm2 Δθ = 100 °C – 0 °C = 100 °C ᐉ = 50 cm Substituindo esses valores na expressão anterior.09 · 102 J/s d) 2. na verdade. para o alumínio.09 · 102 J/K b) Sabemos que. aquecendo-o até o equilíbrio térmico.5 cal/s cm °C.16 PARTE I – TERMOLOGIA (08) Verdadeira – A energia térmica do ambiente será recebida pelo refrigerante gelado. em reA(θ1 – θ2) gime estacionário. e dois dispositivos A e B que proporcionam. temos: J = [k] m2 K (ou °C) s m Portanto: [k] = J m s K 0. b) a temperatura numa seção transversal da barra. nas extremidades da barra. a corrente térmica é calculada pela Lei de Fourier: φ = k AΔθ ᐉ Do enunciado. situada a 40 cm da extremidade mais quente. com sua respectiva unidade de medida. Trabalhando com as unidades do SI. qual a intensidade da corrente térmica através dessa chapa metálica? . a intensidade da corrente térmica através da barra é constante. Resposta: 46 12 E. respectivamente. a unidade de fluxo de calor é dado por: [Q] J = [φ] = [Δt] s Assim.2 · 10–2 · cal2 cm cm °C s Cortiça de seção transversal de 5 cm2 tem uma de suas extremidades em contato térmico com uma câmara de vapor de água em ebulição (100 °C). Consideran15 Na figura a seguir. utilizamos a Lei de Fourier φ = k .09 · 102 cal/s b) 2. cuja temperatura mantinha-se estável a 220 °C.5 · 5 · 100 ⇒ 50 φ = 5 cal/s Resposta: 68 °F 14 (Mack-SP) Para determinarmos o fluxo de calor por condução através de uma placa homogênea e de espessura constante. calcule: a) a intensidade da corrente térmica através da barra. temos que: k = 0.R. sabendo que ele se encontra a 32 cm do dispositivo A. Uma barra de alumínio de 50 cm de comprimento e área do a intensidade da corrente térmica constante ao longo da barra. referente ao alumínio. e A constante de proporcionalidade que aparece nessa lei matemática depende da natureza do material e se denomina Coeficiente de Condutibilidade Térmica. Após atingido o regime estacionário. na lei de Fourier. assim os fluxos através das partes anterior e posterior ao termômetro são iguais: φ1 = φ2 ⇒ k A Δθ1 k A Δθ2 (212 – θ) (θ – 32) = ⇒ = L1 L2 8 32 θ = 68 °F 4(θ – 32) = (212 – θ) ⇒ 4θ – 128 = 212 – θ ⇒ 5θ = 340 ⇒ A pressão atmosférica local é normal. temos.09 · 102 cal/s cm °C c) 2. sob pressão normal. um coeficiente de condutibilidade térmica igual a 2. determine a temperatura registrada no termômetro. teremos: a) 2. A outra extremidade está imersa em uma cuba que contém uma mistura bifásica de gelo fundente (0 °C): Lã de vidro A B Resolução: O fluxo de calor através da barra é constante. vem: φ = 0. Se desejarmos expressar essa constante. Sabendo que o coeficiente de condutibilidade térmica do alumínio vale 0. (32) Verdadeira – O gelo é um bom isolante térmico. e o meio ambiente (20 °C). eles são. assim.09 · 102 J/s m K e) 2. Dado: coef iciente de condutibilidade térmica do chumbo = 8. as temperaturas correspondentes aos pontos do vapor e do gelo. pois possui baixa condutividade térmica.5 · 5 · (100– ␪) φ = kA (100 – ␪) ⇒ 5 = ⇒ 40 40 ␪ = 20 °C Resposta: d 13 (Unama-AM) A f igura a seguir apresenta uma barra de chumbo de comprimento 40 cm e área de seção transversal 10 cm2 isolada com cortiça. um termômetro f ixo na barra calibrado na escala Fahrenheit. Resolução: a) No regime permanente.

temos: kA(θ1 – 0) = kC(100 – θ2) kA(θ1 – 0) = kB(θ2 – θ1) 30 cm 80 cm a) 195 °C. cujas extremidades são mantidas a 0 °C e 100 °C.0) h m2 °C Supondo que em volta das barras exista um isolamento de vidro e desprezando quaisquer perdas de calor.5 cal cm/s cm2 °C. situada a 40 cm da extremidade mais fria? Resolução: No regime estacionário. A partir da extremidade mais fria. portanto.50θ2 ⇒ θ2 = 0. calcule a temperatura nas junções onde uma barra é ligada à outra.20θ1 = 0. Lã de vidro Vapor Gelo e água Vapor Qual a temperatura da secção transversal da barra. temos: φ = K A Δθ ഞ Assim: φ = 0. Logo: kA(θ1 – 0) = kB(θ2 – θ1) = kC(100 – θ2) Desmembrando.50 kcal m h m2 °C kC = 1. e) 100 °C.6θ1 = 100 θ1 = 62.0 m De (II).70θ1 = 0.4(62. temos: 0.20). o fluxo de calor através das barras será o mesmo e permanecerá constante.50(θ2 – θ1) (II) 1.20θ1 = 0. A outra extremidade da barra está imersa em uma cuba que contém uma mistura bifásica de gelo e água em equilíbrio térmico.50 θ2 = 1.0(100 – θ2) (I) 0. as condutibilidades térmicas dos materiais das barras valem: kcal m (0. A pressão atmosférica é normal.0 kcal m h m2 °C Resposta: 80 °C 18 Uma barra metálica é aquecida conforme a figura.50θ2 – 0. temos: k A Δθ1 k A Δθ2 (100 – θ) (θ – 0) φ1 = φ2 ⇒ = ⇒ = L1 L2 40 10 θ = 4(100 – θ) ⇒ θ = 400 – 4θ ⇒ 5θ = 400 ⇒ θ = 80 °C C B A θ2 = ? θ1 = ? kA = 0.4θ1 (III) Substituindo (III) em (I). Quando os termômetros das extremidades indicarem 200 °C e 80°C. Resolução: 100 °C ᐉ ᐉ ᐉ 0 °C 17 Uma barra de alumínio de 50 cm de comprimento e área de secção transversal 5 cm2 tem uma de suas extremidades em contato térmico com uma câmara de vapor de água em ebulição. B e C são termômetros.20θ1 = 100 – 1. podemos escrever: A (θ – θ ) A (θ – 0) A (100 – θ2) φ = kA A 1 = kB B 2 1 = kC C ᐉB ᐉA ᐉC Mas AA = AB = AC e ᐉA = ᐉB = ᐉC.5 °C ção são ligadas formando uma única barra.5 °C Voltando em (III).50 · (150 · 200) · (220 – 20) 50 φ = 6.5 m 0.70 θ1 0. d) 125 °C. . c) 140 °C.4θ1 ⇒ 1. Dado: coeficiente de condutibilidade térmica do alumínio = 0.50) e (1.0 · 104 cal/s 16 E.50 cal/s cm °C Substituindo os valores conhecidos. temos: 0.0 · 104 cal/s Resposta: 6. Admita a condução de calor em regime estacionário e no sentido longitudinal da barra.50θ1 Resolução: Usando-se a Lei de Fourier.R. o intermediário indicará: A C B No regime permanente.20θ1 = 1.Tópico 2 – O calor e sua propagação 17 Suponha que o fluxo ocorra através da face de área maior. Sabe-se que o coef iciente de condutibilidade térmica do alumínio vale 0. Três barras cilíndricas idênticas em comprimento e sec- 0. A. (0. temos: 0. b) 175 °C. resulta: θ2 = 1.50 m 2.5) ⇒ θ2 = 87.20 kcal m h m2 °C kB = 0.

). convecção e radiação.. c) A radiação térmica é a propagação de energia por meio de ondas eletromagnéticas e ocorre exclusivamente nos fluidos. (04) A condução precisa de um meio material para se processar. radiação e condução..). (16) A convecção ocorre também no vácuo. Isso ocorre porque a transmissão de calor entre o ferro elétrico e a mão se deu principalmente através de: a) radiação. (08) A convecção ocorre apenas no vácuo. Resposta: e 21 Usando o seus conhecimentos de transmissão de calor. qual será a temperatura na interface da separação das placas quando for atingido o regime estacionário? θC = 125 °C Resolução: I – Convecção As grades vazadas facilitam a subida do ar quente até o congelador e a descida do ar frio até os alimentos que devem ser resfriados. (16) Incorreta.. os processos de transmissão de calor que você usou para preencher as lacunas são: a) condução. II. O único processo de transmissão de calor que pode ocorrer no vácuo é a (. (04) Correta. principalmente em forma de radiações infravermelhas. são justapostas como ilustra a figura dada abaixo. de um ambiente de maior temperatura para outro de menor temperatura.). temos: φAC = φCB ⇒ k A (θA – θC) k A (θC – θB) = 80 – 30 30 (200 – θC) (θC – 80) = 50 30 5θC – 400 = 600 – 3θC ⇒ 8θC = 1 000 ⇒ Resposta: d 19 A condutividade térmica do cobre é aproximadamente quatro vezes maior que a do latão. naturalmente. Resolução: (01) Correta. b) A convecção térmica é a propagação de calor que pode ocorrer em qualquer meio. uma de cobre e outra de latão.0 cm de espessura. condução e convecção. qualquer que seja o processo. (02) A radiação se processa apenas no vácuo. Resposta: d 22 (Unicentro) Analise as afirmações dadas a seguir e dê como resposta o somatório correspondente às corretas. c) condução. (01) As três formas de propagação do calor são: condução. sempre ocorre. d) condução e convecção.18 PARTE I – TERMOLOGIA Resolução: No regime estacionário. III – Condução Na condução. analise as proposições e indique a que você acha correta. .. 100 °C 0 °C 100 cm2 Cobre Latão 2 cm 2 cm Resolução: O fluxo espontâneo da energia térmica se processa de um local de maior temperatura para outro de menor temperatura. e) As correntes ascendentes e descendentes na convecção térmica de um fluido são motivadas pela igualdade de suas densidades.. Assim. é imprescindível que exista em meio material para que ela ocorra. c) convecção. (08) Incorreta. radiação e convecção. temos: φ1 = φ2 k1 A (100 – θ) k2 A (θ – 0) = 2 2 4(100 – θ) = θ ⇒ 400 – 40 = θ ⇒ 400 = 5θ θ = 80 °C Resposta: 80 °C 20 Em cada uma das situações descritas a seguir você deve reconhecer o processo de transmissão de calor envolvido: condução. e) convecção. Duas placas. Considerando-se que as faces externas do conjunto sejam mantidas a 0 °C e 100 °C. b) condução. é mantido vácuo entre as paredes duplas de vidro para evitar que o calor saia ou entre por (. sem to- car na sua superfície. d) A transmissão do calor. inclusive no vácuo. d) convecção. (02) Incorreta. com 100 cm2 de área e 2. condução e radiação. III. I. Resposta: 05 23 (Ufes) Ao colocar a mão sob um ferro elétrico quente. e) convecção e radiação. convecção e radiação. Resolução: No regime estacionário. sentimos a mão “queimar”. Numa garrafa térmica. b) radiação. a energia térmica passa de uma partícula para outra do meio. a) A condução térmica é a propagação do calor de uma região para outra com deslocamento do material aquecido. Na ordem. As prateleiras de uma geladeira doméstica são grades vazadas para facilitar a ida da energia térmica até o congelador por (. A radiação ocorre no vácuo e em meios materiais transparentes a essas ondas.. a energia térmica se propaga em ondas eletromagnéticas. convecção ou radiação. II – Radiação Na radiação.

c) do mar para a praia. e) primeiro condução e depois convecção. (16) a radiação térmica sofre reflexão total na interface da substância com o vidro espelhado.) Resolução: Matilde deve colocar o aparelho de ar-condicionado na parede. Nas quatro alternativas. por unidade de massa. Resposta: a 24 (UFRN) Matilde é uma estudante de Arquitetura que vai fazer Resolução: Durante o dia. (08) Incorreta – O vácuo apenas impede a condução. Para que haja perdas de calor por convecção. e) sempre da praia para o mar. (02) Correta. durante o dia. Resposta: c 27 (UFV-MG) Um resistor R é colocado dentro de um recipiente de parede metálica – no qual é feito vácuo – que possui um termômetro incrustado em sua parede externa. (04) as paredes espelhadas minimizam a perda de energia por condução. O ar frio lançado pelo aparelho na sala deve descer e o ar quente. como mostrado nesta figura: Reservatório Coletor de energia solar No coletor. Pode-se afirmar que os processos responsáveis por essa transferência de calor. a brisa sopra do mar para a terra. a água circula entre um reservatório e um coletor de energia solar. (16) Correta. durante a noite. Ligando o resistor. o calor propaga-se por condução. principalmente em forma de ondas eletromagnéticas. 25 (UFBA) O vidro espelhado e o vácuo existente entre as paredes Vácuo R + – Metal de uma garrafa térmica ajudam a conservar a temperatura da substância colocada no seu interior. As paredes espelhadas refletem ondas eletromagnéticas. você já deve ter notado que. (02) o vidro é um bom isolante térmico. Resposta: Na parte superior da parede. Para o perfeito funcionamento desses sistemas. o processo pelo qual ocorreu a transmissão de calor é a radiação. b) da praia para o mar. são: a) primeiro convecção e depois radiação. Assim. a água circula através de dois canos horizontais ligados por vários canos verticais. Resposta: 50 26 Na praia. estão representadas algumas formas de se conectar o reservatório ao coletor. nota-se que a temperatura indicada pelo termômetro aumenta. c) primeiro radiação e depois convecção. não haverá trocas de calor com o meio externo através da convecção. durante o dia. por ter estudado pouco Termodinâmica. (32) fechando bem a garrafa. dando-lhe uma sugestão sobre a escolha que ela deve fazer nesse caso. Ajude Matilde. a areia esquenta mais rápido que a água do mar e. As setas indicam o sentido de circulação da água. (32) Correta. onde é aquecida. que impede a transferência de calor para as paredes do recipiente. Dê como resposta o somatório dos números correspondentes às afirmativas corretas. o reservatório deve estar em um nível superior ao do coletor. entra no coletor. Resolução: Na região de vácuo. Essa situação encontra-se ilustrada na figura abaixo. subir. a brisa sopra da terra para o mar. (08) o vácuo entre as paredes evita que haja propagação de calor por condução e por convecção. Para ligar o resistor a uma fonte externa ao recipiente. que está embaixo. Durante a noite. . Esse fato explica a existência da brisa: a) do mar para a praia. (04) Incorreta – Superfícies espelhadas minimizam a perda de energia térmica por radiação. a areia esfria mais rápido que a água do mar.Tópico 2 – O calor e sua propagação 19 Resolução: Essa energia térmica propaga-se até a mão. está em dúvida se deve colocar o aparelho próximo do teto ou do piso. Termômetro o seu primeiro projeto: um prédio a ser construído em Natal (RN). a energia solar está sendo muito utilizada em sistemas de aquecimento de água. A água fria sai do reservatório. d) primeiro radiação e depois condução. mostrando que há transferência de calor entre o resistor e o termômetro. e retorna ao reservatório por convecção. à noite. Isso ocorre porque o calor específico da água é maior que o da areia (a água precisa receber mais calor. próximo ao teto. b) primeiro convecção e depois condução. foi utilizado um fio. Através do metal (meio sólido). para sofrer o mesmo aquecimento da areia). Resolução: (01) Incorreta. na ordem correta. a energia térmica propaga-se por radiação. (Justifique a sua sugestão. Resposta: d 28 (UFMG) Atualmente. Ela precisa prever a localização de um aparelho de ar-condicionado para uma sala e. d) sempre do mar para a praia. Isso ocorre porque: (01) a radiação térmica não se propaga no vácuo. com isolamento térmico. é necessário que o sistema troque partículas com o meio externo. durante o dia. Nesses sistemas.

para permitir a livre convecção das massas de ar quentes e frias no interior da geladeira. Resposta: c 31 Analisando uma geladeira doméstica. ocorre devido à: a) elevação da pressão atmosférica. mantendo-as a temperaturas estáveis. e) As paredes espelhadas não têm função nas trocas de calor. ao ser lacra- I. Usando a observação do físico italiano Evangelista Torricelli (1608–1647). d) Incorreta. O congelador fica na parte superior para favorecer a condução do calor que sai dos alimentos e vai até ele. Reservatório a) Reservatório c) da. Esse processo de movimentação de massas gasosas. . Resposta: b 30 Ao contrário do que se pensa. tanto nas faces externas como nas faces internas. lançando-a no mercado em 1903. c) Apesar de o texto não se referir ao fato de que a garrafa deve permanecer bem fechada. b) Incorreta. que provoca um aumento considerável nos índices de poluição do ar (tem-se a impressão de que os gases poluentes não conseguem subir para se dispersar).20 PARTE I – TERMOLOGIA Indique a alternativa em que estão corretamente representados o sentido da circulação da água e a forma mais eficiente para se aquecer toda a água do reservatório. foram apenas uma tentativa de tornar o produto mais agradável às pessoas que pretendessem comprá-lo. Nos dias quentes ocorre o oposto. d) condução térmica. c) Correta. o ar que se encontra próximo ao solo é mais quente que o ar de camadas superiores. não ocorre convecção térmica. que considerava um presente à Ciência. Para retardar ainda mais a alteração de temperatura no interior da garrafa. IV. Coube ao alemão Reinhold Burger. com o objetivo de evitar a entrada de calor por condução. os gases poluentes sobem e são dispersados pelas correntes de ar. por radiação. um fabricante de vidros. b) As paredes espelhadas devem evitar que as ondas de calor saiam ou entrem por condução. não dispersando os poluentes. Esse recipiente foi inventado pelo físico e químico inglês James Dewar (1842–1923) para conservar substâncias biológicas em bom estado. A respeito do texto acima. mantinha vácuo entre elas. O vácuo tem a finalidade de impedir a transferência de calor por condução. b) convecção térmica. Resposta: d 29 Na cidade de São Paulo. o ar próximo ao solo pode estar a temperaturas menores do que o ar das camadas superiores. As paredes das geladeiras normalmente são intercaladas com material isolante. que descobriu ser o vácuo um bom isolante térmico. d) O vácuo existente no interior das paredes duplas de vidro vai evitar perdas de calor por radiação. Dewar nunca patenteou sua invenção. III. As paredes espelhadas refletem as radiações eletromagnéticas (principalmente o infravermelho). Assim. Nos dias frios. podemos afirmar: Resolução: Nos dias quentes. e) criogenia c) radiação térmica. Resolução: a) Incorreta. ele espelhou as paredes. isso deve ocorrer para evitar perdas de calor por convecção. A convecção ocorre devido ao campo gravitacional da Terra. As prateleiras são grades vazadas (e não chapas inteiriças). Assim. II. A radiação é o único processo de transmissão de calor que pode ocorrer no vácuo. o vácuo existente entre as paredes duplas de vidro tem a finalidade de evitar trocas de calor por convecção. em dias de muito frio é possível observar o fenômeno conhecido como inversão térmica. Dewar criou uma garrafa de paredes duplas de vidro que. Tampa Vácuo Coletor Coletor Parede dupla de vidro espelhado Líquido em temperatura diferente da do meio externo b) Reservatório d) Reservatório Coletor Coletor Resolução: A água quente sobe (é menos densa) e a água fria desce (é mais densa). ocorre a convecção térmica. indique a alternativa correta. A energia térmica que sai dos alimentos chega até o congelador. principalmente. impedindo trocas de energia por radiação. diminuir o seu tamanho. a temperaturas diferentes. a garrafa térmica não foi criada originalmente para manter o café quente. e) Incorreta. a) Na garrafa térmica.

II. e) as operações II e III. uma diferença de temperatura de 40 °C entre as faces opostas do cobertor. para que a gordura e a poeira que nele se depositam não reduzam a transferência de calor para o ambiente. b) Apenas as afirmativas I. a convecção do ar é facilitada. Resolução: I. Resposta: d 32 (Enem) A refrigeração e o congelamento de alimentos são res- acontecimento é que a atmosfera (com seus gases naturais mais os gases poluentes emitidos por automóveis. A condutividade térmica do revestimento de poliestireno é 0. A explicação para esse teto e paredes de vidro comum. c) das ondas infravermelhas. que são usadas em locais onde em certas épocas do ano a temperatura atinge valores muito baixos. Incorreta – A energia térmica sai dos alimentos e chega ao congelador. Se a geladeira tem um revestimento de poliestireno com 25 mm de espessura. d) das ondas correspondentes aos raios gama. Ao se estabelecer. b) das ondas ultravioleta. IV. b) é transparente à luz solar.Tópico 2 – O calor e sua propagação 21 Quais são as afirmativas corretas? a) Apenas a afirmativa I. vulcões etc. Para diminuir as perdas térmicas de uma geladeira. mas transparente aos raios infravermelhos emitidos pelas plantas e pelo solo da estufa. por convecção. principalmente. e) Todas as afirmativas. o fluxo . Correta. e o ar frio (mais denso) desce até os alimentos.01 W/(m °C). d) ao ser iluminado pela luz solar. para que ocorra a circulação do ar frio para baixo e do ar quente para cima. podem ser tomados alguns cuidados operacionais: I. c) as operações I e II. c) Apenas as afirmativas I e III.0 Q = 40 Wh Resposta: 40 Wh 36 (Mack-SP) Numa indústria têxtil. Isso se dá porque o vidro comum: a) permite a entrada da luz solar. em watt-hora.) é pouco transparente aos raios solares na faixa: a) das ondas de rádio. d) as operações I e III. Resposta: b 35 (Uepa) A área total das paredes externas de uma geladeira é 4. Resposta: c 34 (Vunesp-SP) Uma estufa para a plantação de flores é feita com ponsáveis por uma parte significativa do consumo de energia elétrica numa residência típica. Obteve-se. a) a operação I. em regime estacionário. Dessa forma. II e III. desenvolveu-se uma pesquisa com o objetivo de produzir um novo tecido com boas condições de isolamento para a condução térmica.0 m2 e a diferença de temperatura entre o exterior e o interior da geladeira é 25 °C. Resolução: O vidro da estufa é transparente à luz solar e opaco às radiações na faixa de infravermelho (ondas de calor). Resolução: Usando-se a Lei Fourier. é correto indicar. Correta. dificultando as trocas de calor com o ar aquecido pelos alimentos. um material adequado para a produção de cobertores de pequena espessura (uniforme). que consiste na “retenção” da energia térmica junto ao nosso planeta. A poeira e a gordura que. Correta – A energia térmica também retirada do interior da geladeira é irradiada para o interior da cozinha através da serpentina existente na parte traseira. o ambiente interno da estufa é mantido a uma temperatura mais alta do que o externo. são depositadas na grade que fica atrás da geladeira formam uma película que dif iculta essa irradiação.0 h. para que o aumento da massa de gelo aumente a troca de calor no congelador. com o tempo. a limpeza periódica dessa grade levaria à economia de energia. determine a quantidade de calor que flui através das paredes da geladeira durante 1. assim. c) é opaco à luz solar. produz calor. Resolução: A atmosfera poluída faz o papel do vidro nas estufas. temos: φ= Q k A Δθ = Δt L Q 0. Resposta: d 33 A comunidade científ ica há tempos anda preocupada com o aumento da temperatura média da atmosfera terrestre. e) das ondas correspondentes aos raios X. III. O ar quente (menos denso) sobe até o congelador. Limpar o radiador (“grade” na parte de trás) periodicamente.01 · 4. Para uma geladeira tradicional. Deixando espaços vazios. Incorreta – O congelador f ica na parte superior para favorecer a convecção do ar quente. II. mas opaco aos raios infravermelhos emitidos pelas plantas e pelo solo da estufa. durante o dia. Correta – O resfriamento dos alimentos ocorre principalmente devido à convecção do ar que circula no interior da geladeira. III. b) a operação II. emitidos pelas plantas e pelo solo da estufa. II. aquecendo as plantas.0 · 25 = 25 · 10–3 1. Os cientistas atribuem esse fenômeno ao chamado efeito estufa. Manter as paredes do congelador com camada bem espessa de gelo. Assim. III. Resolução: I. como ocorre nas estufas de vidro. e) não permite a entrada da luz solar. Distribuir os alimentos nas prateleiras deixando espaços vazios entre eles. mas não permite a saída dos raios ultravioleta emitidos pelas plantas e pelo solo da estufa. mas permite a saída dos raios ultravioleta. indústrias. apenas. d) Apenas as afirmativas II e IV. queimadas. Incorreta – O gelo que se forma na parede do congelador funciona como material isolante. Ela é pouco transparente para os raios solares na faixa do infravermelho (ondas de calor).

0 · 10 g/cm .0 cm L Assim: 0.01 · A · θ 2(100 – θ) = 2θ + θ 200 – 2θ = 3θ 200 = 5θ θ = 40 °C Resposta: 40 °C 39 Numa sauna. com uma camada de cortiça com 3 cm de espessura. 46 cm.26 e 0.0 · 104 · 40 40 = ⇒ L = 1. respectivamente.02 · A(100 – θ) = 0. respectivamente. sua densidade é: a) 5. temos: φ = k A Δθ L 0. d) 5. As condutividades térmicas do cobre. b) 3 minutos. formando o perfil em Y.12 · A(θ – 0) = + 13 12 46 0.22 PARTE I – TERMOLOGIA de calor por condução é 40 cal/s para cada metro quadrado de área. expressas em cal cm–1 s–1 °C–1.0 · 106 g/cm3.26 · A(θ – 0) 0. a barra é cortada ao meio no sentido transversal e os dois pedaços são soldados como representa a figura II. 3 c) 5. vale: φmadeira = φtijolo = φcortiça k A Δθ L = k A Δθ L = k A Δθ L madeira tijolo cortiça Sendo θ1 a temperatura do ponto de separação madeira/tijolo e θ2 a temperatura do ponto tijolo/cortiça. enquanto a do ambiente do escritório.5 · 103 d=m= m ⇒ d= v A L 1.0 g/cm . c) 2 minutos. Resolução: Na figura I: d) 1 minuto. após ser estabelecido o regime permanente. A parede foi revestida do lado mais quente com uma camada de madeira com 6 cm de espessura e. φ = Q = k A Δθ ⇒ Q = k A Δθ (2) L L Δt1 Na figura II: φ = Q = k 2A Δθ ⇒ Q = 4 · k A Δθ Δt2 L Δt2 L 2 Igualando-se (I) e (II). Supor que a superfície lateral dos cilindros esteja isolada termicamente.92. 0. 2 3 e) 5. a 0 °C. temos: .00010 cal/s cm °C o coef iciente de condutibilidade térmica desse novo material e a massa correspondente a 1. qual a temperatura na junção? 0 °C 0 °C –2 3 38 (Mack-SP) A figura I mostra uma barra metálica de secção transversal quadrada.5 min Cobre (46 cm) 100 °C Resolução: φCu = φlatão + φaço k A Δθ L = k A Δθ L Cu + k A Δθ L latão aço 0. vem: k 4 A Δθ · Δt = k A Δθ (2) 2 L L (I) (II) Aço (12 cm) Latão (13 cm) Junção 4 Δt2 = 2 ⇒ Resposta: e Δt2 = 0. Dados: kmadeira = 2 · 10–4 cal/s cm °C.0 m2 igual a 0. latão e aço valem.00010 · 1. Soldam-se os cilindros. em 2 minutos. e) 0. 13 cm e 12 cm.12. a 20 °C. A temperatura da sauna é mantida a 70 °C. ktijolo = 15 · 10–4 cal/s cm °C. Determine as temperaturas nos pontos de separação madeira/tijolo e tijolo/cortiça.02 · A · θ + 0.5 kg. Sendo k = 0. latão e aço.0 · 10–2 g/cm3. Suponha que 10 cal fluam em regime estacionário através da barra.0 · 10–1 g/cm3. do lado mais frio.0 d = 5. kcortiça = 1 · 10–4 cal/s cm °C. cujos comprimentos são. No regime estacionário de condução. Resolução: No regime estacionário. para separar a sala de banho do escritório. O extremo livre do cilindro de cobre é mantido a 100 °C e dos cilindros de latão e aço. O tempo necessário para que 10 cal fluam entre os extremos da barra assim formada é: 100 °C 0 °C Figura I 0 °C 100 °C Figura II a) 4 minutos.5 minuto.0 · 10 g/cm Resposta: e 37 (Mack-SP) Tem-se três cilindros de secções transversais iguais de cobre.92 · A(100 – θ) 0. Em seguida.0 · 104 · 1. b) 5. indicado na figura. 0. de um extremo para outro. Resolução: Usando a Lei de Fourier. usou-se uma parede de tijolos com 12 cm de espessura.

que permitem a passagem de luz. não permite que ela (terra) se resfrie mais rápido que o mar. e) II e IV. demorar mais para se aquecer (a areia fica mais quente que a água) e. Na Lua. analise as seguintes afirmativas: I. Existem materiais. sendo aquecidas. III. II e IV. conforme transcrito abaixo: “Garrafas térmicas são úteis para conservar bebidas quentes e frias. possibilitando a vida de animais e vegetais. Como consequência disso. característico de planetas onde existe atmosfera. Correntes marítimas também podem alterar suas temperaturas. movimentando as correntes terrestres. durante a noite. II. que têm pequeno comprimento de onda e dos quais uma pequena parte é absorvida. a terra se resfria mais do que o mar. faz deslocar a brisa para a terra. onde o efeito é muito acentuado e a temperatura alcança valores de cerca de 460 °C. Numa estufa com cobertura de vidro. parte da luz que entra é absorvida pelas plantas. parte é absorvida pela Terra e parte é refletida. Embora importante para a manutenção da vida no planeta. quase todo o ar é retirado. O efeito estufa é importante porque retém o calor na Terra.” (Júlia) “Dificilmente conseguimos segurar o bulbo de uma lâmpada de filamento que está acesa. Estão corretas somente as afirmativas: a) I. b) o mar não conserva temperatura e. e) a terra e o mar interagem. emitem radiação infravermelha. aumento do nível dos mares e de rios. Correta. Correta. demorar mais para se resfriar (a água fica mais quente que a areia). ao perder calor. Isso é uma das causas de as temperaturas no nosso satélite variarem entre –150 °C durante a noite e 100 °C durante o dia. o que provoca diferenças de pressão na atmosfera. Uma parcela da radiação absorvida é reemitida na forma de raios ultravioleta (ondas de calor). dentre outras ocorrências. Resposta: a 42 (Cefet-MG) Durante uma aula de Física. criando um manto quente na superfície da Terra. b) I. resultando em uma diminuição da temperatura do ar que vem do mar por condução. o que significa que. três alunas citam exem- plos relacionados ao tema “transmissão de calor”. criando assim correntes de convecção e. O espelhamento impede trocas de calor por radiação e o ar retirado entre as paredes impede trocas de calor por radiação e convecção. d) I e II. II. furacões). não há ocorrência de efeito estufa em virtude de não existir atmosfera. IV. permitindo. Resposta: a 41 (Uepa) O efeito estufa é um fenômeno natural. a radiação solar atravessa a atmosfera. Correta – Um aquecimento grande na atmosfera pode ocasionar derretimento das geleiras. parte da ilha do Marajó poderá ser inundada e os furacões no Caribe poderão ser mais frequentes e devastadores. por exemplo. que tem dificuldade para atravessar o vidro e aquece o interior da estufa. O aquecimento do bulbo se dá através da radiação que o filamento emite quando aquecido. Sua intensif icação é que é danosa. c) o ar aquecido em contato com a terra sobe e produz uma região de alta pressão. durante o dia sopra a brisa marítima. durante o dia. No efeito estufa. mas dificultam a passagem de radiação térmica. provocados por diferenças de densidade (ar frio mais denso e ar quente menos denso). que se formem correntes de convecção. necessita de maior troca de calor. II e III. vem: 19θ2 – 80 15θ2 + 280 = 19 15 Em I. III e IV. d) a terra aquece-se durante a noite e faz com que o mar se aqueça também. pois o calor específ ico da terra. principalmente pelo gás carbônico. sendo muito maior que o da água. que são responsáveis pelas brisas marítimas e terrestres. Resolução: O processo descrito envolvendo deslocamentos das massas de ar. Isso explica o fato de a água. III. Estas. temos: θ1 = 15(42) + 280 ⇒ 19 θ1 Ӎ 48 °C ⇒ θ2 Ӎ 42 °C ⇒ θ1 = 19θ2 – 80 15 (II) Respostas: 42 °C e 48 °C 40 (IMS-SP) Dia Noite Mar frio Mar quente Terra quente Terra fria Na região litorânea. Entre as paredes de vidro. Essas garrafas são constituídas de uma ampola de vidro de paredes duplas. Com base em seus conhecimentos sobre o efeito estufa. produzindo deslocamento de massas de ar (ciclones. espelhadas interna e externamente. A água tem calor específico maior que o da areia. Essa inversão ocorre porque: a) o ar aquecido em contato com a terra sobe e produz uma região de baixa pressão. Esse efeito é semelhante ao que acontece na atmosfera da Terra. Incorreta – As ondas de calor são formadas por radiações infravermelhas e não ultravioletas. daí o nome “efeito estufa”. para a mesma variação de temperatura. à noite.” (Maíra) . invertendo o processo. assim. Ele acontece na atmosfera da Terra e também na de Vênus. traduz o fenômeno denominado convecção térmica. Resolução: I. aspirando o ar que está sobre o mar. enquanto está em movimento. IV. ocasionando o aumento da temperatura do planeta. à noite sopra a brisa terrestre. nas altas camadas atmosféricas.Tópico 2 – O calor e sua propagação 23 15 · 10–4 · A(θ1 – θ2) 1· 10–4 · A(θ2 – 20) 2 · 10–4 · A(70 – θ1) = = 6 12 3 Assim: 15 · 10–4 · A(θ1 – θ2) 15θ2 + 280 2 · 10–4 · A(70 – θ1) = ⇒ θ1 = (I) 6 12 19 15 · 10–4 · A(θ1 – θ2) 1 · 10–4 · A(θ2 – 20) = 12 3 Igualando-se (I) e (II). hoje é uma preocupação para muitos ambientalistas e cientistas. c) I. vapor d’água e metano. como o vidro.

O diagrama que melhor representa a variação da temperatura (θ) em função da posição (x) é: e) a) c) θ θ θ a) Estabelecido o regime permanente de condução. permitindo um fluxo de calor entre os recipientes mantidos sob temperatura constante. nas estufas. Maíra: Correta. junto com a alvenaria. na mesma ordem. por onde circulam fluidos a temperaturas constantes e respectivamente iguais a 100 °C e 0 °C. as extremidades da associação adentram as câmaras A e B. pode-se afirmar que apenas a de: a) Júlia é correta. para k. são associadas como se indica. de mesma seção transversal. Os comprimentos das barras 1 e 2 valem.0 (100 – θ) 0.24 PARTE I – TERMOLOGIA “As estufas são utilizadas para cultivar certos tipos de plantas que necessitam de um ambiente mais aquecido para se desenvolverem. Geralmente. Resposta: e 43 O esquema a seguir representa o aparelho de Searle. d) Júlia e a de Maíra são corretas. estão soldadas e envolvidas por um isolante térmico. 1 e 2. Lã de vidro A 1 2 B d P Q d R d S X Sabe-se que as barras metálicas foram colocadas. alumínio e ferro. geometricamente iguais. vamos ter maior α. temos: φ1 = φ2 ⇒ k1 A Δθ1 k2 A Δθ2 = L1 L2 P Q R S x P Q R S x P Q R S x b) θ d) θ P Q R S x P Q R S x 1. b) Maíra é correta. Resolução: a) No regime estacionário. qual é a temperatura na junção da associação das barras? b) Construa o gráfico da temperatura ao longo das barras. da esquerda para a direita.4 cal/s cm °C.0 cal/s cm °C e 0. Se a ampola está fechada. respectivamente. no qual Respostas: a) 80 °C b) θ (°C) 100 80 0 10 26 ᐉ (cm) 44 Três barras. O vidro é transparente à luz visível e opaco à radiação infravermelha e. Alice: Correta – Geralmente. vamos ter menor α e. 100 °C Isolante térmico 0 °C Ag Al Fe se notam duas câmaras. que por sua vez é melhor condutor do que o ferro. as paredes também são de vidro. a prata é melhor condutora de calor do que o alumínio. consegue manter a temperatura interna da estufa mais elevada do que a do ambiente externo. A e B. são 1. elas são construídas com uma cobertura de vidro e paredes de alvenaria. na ordem decrescente das condutividades térmicas.4 (θ – 0) = 10 16 4 θ = 1 600 – 16 θ ⇒ 20 θ = 160° ⇒ b) θ (°C) 100 80 Resolução: No gráfico. do material. No entanto. isto é. Considere a origem do gráfico na extremidade esquerda da barra 1. para maior k. . não há nem saída nem entrada de partículas de ar. Assim. c) Alice é correta.” (Alice) Sobre a declaração das alunas. o que foi descrito é correto. de prata. 10 cm e 16 cm e os coef icientes de condutibilidade térmica. Esses materiais são escolhidos porque são maus condutores de calor. Duas barras metálicas. e) Maíra e a de Alice são corretas. Resolução: Júlia: Incorreta – O erro está em dizer que o vácuo entre as paredes duplas impediria trocas de calor por convecção. podemos observar que: θ = 80 °C θ (°C) Δθ α ᐉ 0 10 20 26 30 ᐉ (cm) φ tg α = Δθ = L kA A declividade (o ângulo α) é inversamente proporcional à condutividade térmica k.

ela não recebe mais calor. não podendo. Esse fluxo de calor que se estabelece provoca a ebulição da água da garrafa. com a mesma potência. b) Δt < ΔtA = ΔtB. O aquecedor elétrico desenvolve uma potência constante de 300 W. porém mergulhada na água. pouco tempo depois. O caldeirão foi colocado sobre a chama do fogão e a garrafa. Esperou mais alguns minutos e colocou um punhado de sal na água do caldeirão. α3 P Q R S ᐉ α1 < α2 < α3 Resposta: b 45 Uma forma experimental para medir a condutividade térmica de um material usado como isolante é construir uma caixa com esse material.Tópico 2 – O calor e sua propagação 25 θ (°C) α1 α2 mesmo bloco metálico precisou de um intervalo de tempo ΔtB para sofrerem a mesma variação de temperatura Δ␪. a água do interior da garrafa também entrou em ebulição? Suponha que foi construída uma caixa com determinado material isolante.5 · 10–3 W/m °C 4 m · 50 °C Se a caixa fosse cúbica. que estava aberta. A área total externa tem 4.0 mm. água e sal. notou que a água no interior da garrafa entrava em ebulição. esticado. é colocado um aquecedor elétrico de potência conhecida que mantém a temperatura interna superior à externa. 50 W 46 Uma massa m de água e um bloco metálico de massa M são aquecidos em um laboratório durante um intervalo de tempo Δt. c) Δθ ≠ 0 φ1 = Pot = 300 W ⇒ 6 6 φ1 = 50 W Respostas: 7. dentro de um elevador em queda livre. o aquecimento ocorre apenas por condução: Δt B = Δt Portanto: Δt = ΔtB Ͻ ΔtA Resposta: a 47 Um vestibulando estava na cozinha de sua casa quando resolveu realizar uma experiência de trocas de calor que seu professor de Física havia proposto. Se as demais condições não se alterarem. determine o coef iciente de condutividade térmica do material em questão. apesar de a água da garrafa estar a 100 °C (temperatura de ebulição). Após alguns minutos. a água se aquece apenas por condução. entrar em ebulição. Desprezando possíveis efeitos de bordas. Resolução: No interior de um elevador em queda livre. o fluxo de calor seria a sexta parte do fluxo total: Resolução: a) O fluxo de calor através de uma “parede” é dado pela Lei de Fourier: φ = Q = k A Δθ Δt L Quando a diferença de temperatura entre os meios que a referida “parede” separa é nula (Δθ = 0). utilizou um caldeirão. Respostas: a) Δθ = 0. No seu interior.5 · 10–3 W/m °C. Como a água não é boa condutora de calor. a gravidade aparente é nula (gravidade zero). ela teria seis faces iguais. ele observou que a água do caldeirão entrou em ebulição (a 100 °C). haverá uma diferença de temperatura entre a água do caldeirão e a da garrafa (que está a 100 °C). uma garrafa de vidro. depois de ser acrescentado sal à água do caldeirão. Para tanto. qual seria o fluxo de calor através de uma de suas faces? Resolução: φ = Q = k A Δθ Δt L Mas: Q = Pot Δt Portanto: Pot = k A Δθ ⇒ k = Pot L A Δθ L –3 k = 300 W 2 5 · 10 m ⇒ k = 7. a água da garrafa não fervia? b) O que ocorre com a temperatura de ebulição da água quando acrescentamos sal? c) Por que. não há fluxo de calor. b) O sal aumenta a temperatura de ebulição da água. não muda nada. não ocorre convecção. a) Por que. Nessas condições. Usando-se a mesma fonte térmica. a água do caldeirão ferve a mais de 100 °C. ambos sofrendo a mesma variação de temperatura Δ␪. que. Assim. c) Δt > ΔtA = ΔtB. mas a água do interior da garrafa (que também estava a 100 °C) não fervia. a) Δt = ΔtB < ΔtA. Em uma das faces. mantendo a temperatura interna da caixa 50 °C acima da temperatura externa. é verdade que: d) Δt = ΔtA = ΔtB. teve seu gargalo preso a um barbante. temos: ΔtA Ͼ Δt No metal. então. c) Com sal. mesmo estando a 100 °C. Se essa caixa fosse cúbica. Colocou água no caldeirão e no interior da garrafa de vidro. a mesma água precisou de um intervalo de tempo ΔtA e o . e) Δt < ΔtA < ΔtB. Assim. a mantinha afastada do fundo do caldeirão. b) O sal aumenta a temperatura de ebulição da água do caldeirão.0 m2 e a espessura das paredes é de 5.

a perda térmica pelas paredes de uma geladeira com 4 cm de espessura. temos: 200 kWh → 100% 35 kWh → x1% x1 = 35 · 100 % 200 x1 = 17.5% Para a geladeira com parede de 10 cm. b) 20%. a relação pedida é dada por: Δx = x1 – x2 Δx = 17. d) 5%. e) 1%.26 PARTE I – TERMOLOGIA 48 (Enem) A padronização insuf iciente e a ausência de controle na fabricação podem também resultar em perdas signif icativas de energia através das paredes da geladeira.5 Δx = 10% Resposta: c . c) 10%. Essas perdas. Espessura das paredes (cm) 2 4 6 10 Perda térmica mensal (kWh) 65 35 25 15 Considerando uma família típica. com consumo médio mensal de 200 kWh. para geladeiras e condições de uso típicas. em função da espessura das paredes. temos: 200 kWh → 100% 15 kWh → x2% x2 = 15 · 100 % 200 x2 = 7. Resolução: Para a geladeira com paredes de 4 cm. relativamente a outra de 10 cm. são apresentadas na tabela.5 – 7.5% Assim. corresponde a uma porcentagem do consumo total de eletricidade da ordem de: a) 30%.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful