Gilson Luiz Volpato Maria Inês Andrade e Cruz

MEMORIAL: sugestões para elaboração

Botucatu 2012

destacando momentos mais significativos e experiências relevantes da atividade profissional.MEMORIAL Apresenta as informações de um curriculum vitae de forma discursiva. Porém. Sem isso. seus valores e bases teóricas na escalada da própria formação. sendo ela também um reflexo de sua formação. ou seja. São exatamente nessas diferentes abordagens que se separam os autores. O autor pode. . imaginar-se escrevendo um capítulo da própria vida. aperfeiçoamento e atualização: comentar como ocorreram os cursos e seus reflexos na carreira profissional. mas dá ao autor a liberdade de mostrar a própria abordagem sobre sua história profissional. sugere-se: 1. ao iniciar cada capítulo. podendo incluir:  Formação. Ele permite aos leitores perceberem o conjunto de atividades desenvolvidas e. Sem perder essa noção. Corpo do Memorial: um cabeçalho com o título. formação profissional. evidenciando seu amadurecimento profissional. Por isso o Memorial deve incluir a abordagem do autor sobre essas atividades. O Memorial é apresentado em concursos para ingresso e promoção na carreira docente e em exames de seleção ou de qualificação. 3. Observar a ABNT NBR 6027. o Memorial perde a sua maior contribuição e transforma-se num currículo expandido. atuação educacional e administrativa e possíveis reflexos das atividades profissionais na sociedade não acadêmica. pois elas são produtos não apenas do que se fez. A estruturação dessa apresentação depende da criatividade de seu autor. 2. Outra alternativa é incluir os comentários no início de cada bloco de atividades dentro de cada capítulo. Portanto. Assim. Se preferir observar uma estrutura básica. Capa e folha de rosto. Inclui a fase de formação do candidato. o autor do Memorial deve sentir-se livre para inovar e mostrar. contendo nome. dividir suas atividades em capítulos e. É nesse momento que o Memorial não segue regras estabelecidas. a estrutura do Memorial deve ser flexível o suficiente para que se possa mostrar nele esse diferencial. mas fundamentalmente dos valores que se atribuiu a cada coisa que se fez. a simples enumeração dessas atividades é insuficiente para mostrar esse amadurecimento intelectual. a parte estrita para apresentação das atividades pode seguir alguns padrões. por exemplo. Sumário: enumeração das seções na mesma ordem e grafia em que aparecem no documento. data e os dados subdivididos em seções apresentadas na forma narrativa. por meio dessa liberdade. título (Memorial) local e ano. após a qual poderá listar as atividades significativas. as impressões do autor sobre essas atividades. sua abordagem. É um texto crítico em que o autor enfatiza as partes mais relevantes de sua formação. A demonstração do amadurecimento intelectual baseia-se na enumeração da própria produção científica. fazer uma descrição de suas impressões e posições sobre o tema. principalmente.

artigos: científicos (de pesquisa original ou de revisão). homenagens e aprovação em concursos: indicar o ano. estagiários. Citações Apresentar conforme a ABNT NBR 10520. formato A4 (21 cm x 29. literária e artística: mencionar dissertações e teses. participação em diretorias. pesquisa em andamento.  Atividades administrativas: participação em comissões. livros. entrevistas concedidas. impresso na cor preta. sem utilizar ponto. residentes. dissertações.. a utilização de fontes de definição clara (por ex. O número que antecede cada seção é alinhado na margem esquerda. incluindo chefia. subdividir em aulas e cursos ministrados.  Títulos. participação em comissões editoriais. Recomenda-se. para digitação. Apresentação do Memorial Sugere-se papel branco. Margens esquerda e superior de 3 cm e direita e inferior de 2 cm. de divulgação científica (em jornais ou revistas). conselhos técnicos e científicos. excetuando-se as citações de mais de três linhas e notas de rodapé que devem ser digitadas em tamanho menor e uniforme. Atividades docentes. monografias. indicando a função exercida. capítulos de livro. hífen. observar um recuo de 4 cm da margem esquerda. participação em comissões examinadoras. travessão ou qualquer outro sinal após o indicativo de seção ou de seu título. coordenação e direção e outras em órgãos colegiados superiores. No caso de citações de mais de três linhas. digitado no anverso das folhas. a distinção outorgada e o local. entre outros. entre outros.  Produção científica. bolsistas de iniciação científica ou aperfeiçoamento. Observar a ABNT NBR 6024. trabalhos artísticos. notas científicas.5 linhas. precedendo o título. resenhas. consultorias para revistas científicas e agências de fomento. relatórios técnicos. traduções. em espaço simples.7 cm). Arial) tamanho 12 para todo o texto e espaço de 1. orientações de teses. Se julgar conveniente. . coordenações de trabalhos. funções eletivas. organização de livro. júri de prêmios. Numeração progressiva das seções Empregar algarismos arábicos na numeração. conferências e palestras proferidas. dele separado por um espaço.

3 p. Rio de Janeiro. Curriculum vitae e memorial. 24 p. 3. 10 p. Documentos comprobatórios Não é recomendado apresentar. UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. 2002. 2002. ed. Rio de Janeiro. 2003. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS.ed. observar sempre as indicações do Edital de cada concurso. em algarismos arábicos. Sugere-se não incluir o número da paginação (mas sem interrompê-la) nas páginas que definem capítulos. Rio de Janeiro. Curitiba. (Normas para Apresentação de Documentos Científicos. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. 11 p. NBR 6024: Informação e documentação: numeração progressiva das seções de um documento escrito: apresentação. Rio de Janeiro. A numeração é colocada a partir da primeira folha após o sumário. Rio de Janeiro. 2011. 2002. NBR 14724: Informação e documentação: trabalhos acadêmicos: apresentação. Referências normativas As edições indicadas estão em vigor no momento desta publicação. Rio de Janeiro. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. 2 p. 2.ed. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS.Paginação Recomenda-se contar sequencialmente todas as folhas iniciando na página de rosto. 2003. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6027: Informação e documentação: sumário: apresentação. NBR 6029: Informação e documentação: livros e folhetos: apresentação. 8). NBR 10520: Informação e documentação: citações em documentos: apresentação. contudo. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. . 2. 7 p. 2006. NBR 6023: Informação e documentação: referências: elaboração.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful