P. 1
Manual para ignorantes - ignorância é para cinco ou mais ou menos vozes

Manual para ignorantes - ignorância é para cinco ou mais ou menos vozes

|Views: 0|Likes:
Published by Luê Prado

More info:

Published by: Luê Prado on Mar 26, 2013
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

10/03/2013

pdf

text

original

ignorância é para cinco ou mais ou menos vozes *conteúdo ainda sem formatação gráfica

*

MANUAL DE INSTRUÇÃO PARA IGNORANTES
(agora, munido de clarividência, *isso em vermelho, só no manual para ser lido com lupa* ) pegar um texto qualquer. dividir em linhas os elementos gráficos (palavras pontos vírgulas travessões etc.) em número igual ao de vozes. ordenar em seqüências sistematicamente aleatórias cada linha. v.g.: (1) ignorância (5) ignorância (2) mmuitas (4) ignorância (3) é (5) sujeito (2) é (4) é (1) coisas (3)(1) é (1) e (4) Tudo (2) é (4) ser (1) é (3) ainda (5) de (4) é (3) o (3) (ponto) (5) de (2) não (1) todas (5) o (3) um (3) uma (4) problema (2) coisa (3) coisa (1)(3) é (5) definitivo (1) (vírgula) (4) alguma

(5) (vírgula) (2) e (4) objeto (5) é (5) não

(2) (ponto) (1) um (4) que (2) uma (3) alguma (5) se (4) as (1) que (4) coisa (1) tem (2) coisas (3) está (3) objeto (5) não (1) ausência

(2) quando (1) ignorância (5) pode (2) ignorância (4) que (3) horizonte (2) ignorância (1)(2)(3)(4)(5) além

elementos sobressalentes ou residuais devem, impreterivelmente, ser adaptados conforme a vontade. dividir o texto em outros tantos textos quanto forem as vozes, agrupando linha a linha os elementos que guardam alguma identidade. o desejo determina que os elementos dos novos textos mantenham-se fixos em suas posições originais, espalhando-se em queda pelo vazio do novo suporte. devem ser grafados de forma com intensidade impactante sobre uma superfície trans-lúcida, quando possível. distribuir cada um dos novos textos para cada uma das vozes que não devem ter consciência do texto original. caso seja repetição da experiência, as vozes devem assumir textos que ainda não pronunciaram. a evocação dá-se em níveis num crescendo de dif iculdade, ad infinitum ou ad nauseam, até onde o espírito se esgota. o espaço é indeterminado conforme a vontade. o arranjo básico é em linha. o regente dá um pulso. nível 1: as vozes pronunciam as palavras de seus textos, de cima a baixo, simultaneamente, linha a linha a cada pulso, sem avançar no pulso seguinte. nível 2: nível 1 + cada voz recebe uma nota musical singular. o regente deve indicar um intervalo de quarta aumentada a uma das vozes. elas pronunciam as palavras sustentando suas notas. nível 3: nível 2 + as vozes se arranjam espacialmente conforme a posição de suas palavras no texto original. nível 4: nível 2 + vozes fixas em seus espaços, trocam seus textos conforme a exigência da posição das palavras. nível 5: nível 3 + ao assumir a posição espacial da palavra, as vozes assumem também a nota que a voz da linha anterior emitia. nível 6: nível 5 + ... este manual, como qualquer outro, é para ser esquecido, picotado, rasurado, deturpado, violado,... após a leitura. (aproveite a lupa em mãos, o seu foco, e queime aqui um sorriso.) a estrutura está assim disposta como poderia estar de qualquer outra forma. não há a menor rigidez. é uma canção para ser assobiada em momentos de lazer. a única rigidez regente quanto a expressão é a da única expressão possível, a regência da lógica capital, i.e. que tudo é permutável, entre si ou qualquer coisa. qualquer texto, qualquer discurso, qualquer nota. há que se explorar a relação do pulso com o espaço. há que se achar os silêncios, dar uma chance ao hazsard que lancem esses elementos como datum. a tentativa de execução capital é de exprimir (do latim exprìmo,is,pressi,pressum,ère 'apertar com força, comprimir, espremer, extrair, exprimir, dizer, expor, declarar';) em altos brados essa permanência única do ignorado. por fim, sirva o suco exprimido da linguagem, sem açúcar

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->