You are on page 1of 2

Fichamento Vitimologia - Criminologia

Página 1 de 2

Palavras - Chave Citações Reflexões Conceito de Vitimologia “uma disciplina que tem por objeto o estudo da vítima, de sua personalidade, de suas características, de suas relações com o delinqüente e do papel que assumiu na gênese do delito” (PIEDADE JÚNIOR, 1993, p. 83). Assim, entende-se que para entender o crime e o criminoso é preciso entender também a pessoa da vítima. Conceito de Vítima “qualquer pessoa, física ou moral, que sofre como resultado de um desapiedado desígnio, incidental ou acidentalmente” (PIEDADE JÚNIOR, 1993, p. 89). Vítima não é somente a pessoa que sofre por algo doloso, também é vítima aquele que sofre consequências de situações culposas. Classificação da Vítima Com o tempo, as pesquisas, os estudos e segundo a designação de Benjamin Mendelsohn, a vítima pode ser inteiramente inocente na dinâmica do crime; pode ser tão culpada quanto o agente; mais culpada do que o agente; pode ser menos culpada de que o agente criminoso e ainda, poderá ser a única culpada do cometimento de um crime. (apud MOREIRA FILHO, Guaracy, 1999, p. 45) A vítima pode ter influenciado na prática do crime, ou seja, pode ser inocente ou tão culpada quanto o agente, e também tem os casos em que o agente age com legítima defesa. Determinantes da Vítima “...devemos compreender que os limites da Vitimologia devem estabelecerse em relação ao interesse da sociedade nos problemas das vítimas. Portanto, repetimos, que todos os determinantes da vítima, tais como: a superpopulação, a ação da lei, o índice de natalidade, a desnutrição, as enfermidades episódicas (intimamente ligadas à alimentação e às perdas materiais), a contaminação etc., todos esses determinantes pertencem ao campo da Vitimologia, disciplina que gradualmente firmará seu lugar na ciência” (Mendelson, apud Piedade Jr., op. cit. p.81). Mendelson limita a vitimologia à investigação das vítimas de crimes ao invés do estudo de todas as vítimas. Vitimologia para o direito penal “Deve-se entender que ‘vítima’ para o direito penal é o sujeito passivo de um crime. Ele se identifica com o titular do interesse atingido pelo crime, de forma mediata ou imediata, mas desde que seja aquele que a norma tutela. Em todo crime há dois sujeitos passivos: um sujeito passivo constante que é o Estado-Administração, pois todo crime viola um interesse publico, e um sujeito passivo eventual, que é o titular do interesse concreto.” (GRECO, 2004, p. 17) As vítimas, bem como os sujeitos passivos da vitimologia, sempre serão a vítima em si e o Estado, por se tratar de direito público. Vítimas “As vítimas podem ser: determinada, selecionada e acidental. A determinada é aquela que representa um valor negativo para o criminoso e que, somente com sua eliminação, soluciona o conflito do agente ativo, a exemplo do infanticídio. A selecionada mostra-se ao delinqüente com certo interesse particular, como, digamos no latrocínio. E, por fim, a acidental, aquela que se converte em vítima sem ter contribuído para tanto, como, por exemplo, no assalto.” (FRANÇA, 1998, p. 351) Aqui, enfatiza-se a definição e conceituação dos tipos de vítima, conforme o pensamento de Mendelsohn. Princípios Vitimodógmaticos “uma série de postulados vitimológicos no qual se estuda o comportamento da vítima em face do crime- mais especificadamente, sua contribuição para que este ocorresse” Greco (2004) A vitimologia é estudada a partir de princípios, que não buscam culpabilizar o réu, mas sim estudar o porquê do seu comportamento, a fim de uma pena mais justa. Conceito de Vitimologia “Vitimologia é o estudo da vítima no que se refere à sua personalidade, quer do ponto de vista biológico, psicológico e social, quer do de sua proteção social e jurídica, bem como dos meios de vitimização, sua inter-relação com o vitimizador e aspectos interdisciplinares e

http://www.trabalhosfeitos.com/imprimir/Fichamento-Vitimologia-Criminologia/435649

03/04/2013

http://www. nível econômico e sexo das vítimas em cada tipi de delito.com/imprimir/Fichamento-Vitimologia-Criminologia/435649 03/04/2013 .Molinas (1999). com caráter interdisciplinar. constituindo a técnica mais adequada para quantifica-la e identificar suas variáveis”. não somente com relação ao crime e criminoso. p. mas em todos os ramos das ciências sociais.Fichamento Vitimologia .18) Significa dizer que a vitimologia é o estudo da vítima e seu comportamento. 1992. As pesquisas de vitimização permitem identificar variáveis como a idade.” (MAYR.trabalhosfeitos.Criminologia Página 2 de 2 comparativos. facilitando os programas de prevenção. Pesquisa de Vitimização “permitem avaliar cientificamente a criminalidade real.