You are on page 1of 21

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE – UFAC Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Curso de Bacharelado em Engenharia Civil

PROJETO DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA
ELABORAÇÃO DE PROJETO BÁSICO DE ABSATECIMENTO DE ÁGUA PARA ATENDIMENTO DE UMA POPULAÇÃO

UNIDADES: CAPTAÇÃO E ADUÇÃO

Rio Branco - Acre Maio / 2012
1

Universidade Federal do Acre – UFAC Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Curso de Bacharelado em Engenharia Civil Disciplina: Abastecimento de Água Docente: Prof. Dr. Marconi Gomes de Oliveira Discente: Carolina de Lima Accorsi Rodrigo Oliveira Sena

PROJETO DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA
ELABORAÇÃO DE PROJETO BÁSICO DE ABSATECIMENTO DE ÁGUA PARA ATENDIMENTO DE UMA POPULAÇÃO

UNIDADES: CAPTAÇÃO E ADUÇÃO

Trabalho extra classe requerido na Disciplina Abastecimento de Água, sob a orientação do docente Dr. Marconi Gomes de Oliveira, como requisito avaliativo.

Rio Branco - Acre Maio / 2012
2

...........3.................................................................0 – Dados e requisitos do projeto .......... 14 3............................................... 14 3....1 – Bloco de Ancoragem BA01 ..........2 – Bloco de ancoragem BA02 .....2 – Determinação da Potência do Conjunto Motor-bomba ...............................4................................................................ 17 3..4 – Dimensionamento do diâmetro das ventosas e descargas .............3................Estaca 13 (Curva de 45⁰).Estaca 22 (Curva de 22⁰30’) .................1....................1 – Determinação da Vazão ....................3 – Determinação dos blocos de ancoragem para a proteção da adutora ...........................1 – Determinação das características hidráulicas da adutora ...................... 7 3.. 17 3.................... 5 3................................. 15 3.........................................Estaca 33 (Curva de 90⁰) ...SUMÁRIO 1.4 – Bloco de ancoragem BA04 ..3............ 15 3...... 7 3.............. 17 4................4 – Altura manométrica total ...........Estaca 19 (Curva de 90⁰)............................... 16 3.................... 13 3..........3.........................2 – Cálculo do diâmetro das descargas .... 17 3...............................0 – Memorial Descritivo . 10 3......................1 – Cálculo da sobrepressão ................... 12 3......... 4 2.... 17 3............................3 – Determinação das características hidráulicas de sucção ............................... 7 3..1.....................................................................1...... 20 3 ..........................1..0 – Memorial de Cálculo ......3................................................................5 – Bloco de Ancoragem BA05 ............... 17 3..6....................................3 – Bloco de ancoragem BA03 .........0 – Introdução/Apresentação ...........6 – Estudo do fenômeno do Golpe de Aríete ............. 12 3.....2 – Determinação das características hidráulicas de recalque ................1 – Cálculo do diâmetro das ventosas....... 7 3....Estaca 7 (Curva de 45⁰) ..........4.............................................5 – Determinação do volume de escavação da vala .............

instalações.000 habitantes e o sistema de bombeamento funcionará 12 horas por dia. Na elaboração de um projeto de abastecimento de água é necessário conhecer bem os elementos que irão compor o sistema. a fim de se obter uma solução adequada à realidade da comunidade que receberá o benefício. No geral. estação elevatória. reservatório e rede de distribuição. industrial e comercial. melhores condições sanitárias (higienização intensificada e aprimoramento das tarefas de limpeza doméstica em geral). captação. a qual será alimentada pela adutora de água bruta compreendida entre a captação e ETA. Vale lembrar que nem todo sistema de abastecimento de água é composto pelas mesmas estruturas e dispositivos. desenvolvimento turístico. estação de tratamento de água. Deve ser verificada a demanda de água no início do funcionamento do sistema e observado o incremento populacional baseado numa estimativa de crescimento demográfico. pois o que define os elementos que serão utilizados são as necessidades que aparecem no estudo de implantação do sistema. desenvolvimento de práticas recreativas e de esportes.1. mecanismos e equipamentos que devem funcionar ininterruptamente fornecendo água potável para que as seguintes perspectivas sejam alcançadas: controle e prevenção de doenças. O sistema de abastecimento visa atender uma população de 50. conforto e segurança coletiva (limpeza pública e instalações contra incêndio). um sistema de abastecimento de água é composto pelas seguintes partes: manancial. No presente trabalho pretende-se elaborar um projeto básico de abastecimento de água contendo as seguintes unidades: captação direta de um manancial e adução de água bruta por recalque. 4 . Para tornar água adequada ao consumo será instalada uma ETA. adutora.0 – Introdução/Apresentação Denomina-se sistema de abastecimento de água o conjunto de obras civis.

0 – Dados e requisitos do projeto 5 .2.

6 .

de Projeto = 50. 7 .3.1 – Determinação das características hidráulicas da adutora 3.1 – Determinação da Vazão Para determinação da vazão. Como o sistema funcionará apenas 12h/dia.1. será utilizado o diâmetro comercial de 600mm para a tubulação de recalque.1. temos: √ √ √ Dessa forma. q = 180 l/hab.dia k1 = 1. adotou-se o coeficiente de Bresse K = 1.1.1 – Diâmetro de recalque O diâmetro de recalque foi determinado através da fórmula de Bresse.2. temos os seguintes dados:     Pop.000 hab.3.0 – Memorial de Cálculo 3.2 – Determinação das características hidráulicas de recalque 3.20 2% de perdas para lavagem (ETA) ( ) ( ) 3. No cálculo.

Sabendo que a distância entre uma estaca e outra é de 20 metros.E.1.1.2.2.3.3 – Perda de carga no recalque  Perda de carga linear A perda de carga linear foi calculada através da fórmula de Darcy: O conjunto motor-bomba (E.2 – Velocidade de recalque A determinação da velocidade foi feita através da equação da continuidade: ( ) 3.B) está na estaca 2 e a entrada da ETA na estaca 48. temos: ( Logo: ( ) ( ) ( ) )  Perda de carga localizada A obtenção da perda de carga localizada foi obtida pela equação geral: ∑ 8 .A.

Os valores de “K” para cada peça de ligação foram retirados da tabela 7. temos: ∑ ( )  Perda de carga total no recalque A perda de carga total é a soma das perdas linear e localizadas no trecho de recalque.50 = 12.40 = 0.20 = 0.80 2 – curvas de 90⁰ 4 x 0.75 – 127.E.A.2 (Pág. conforme a tabela abaixo: Valores aproximados de K 1 – válvula de gaveta aberto 0.40 2 – curvas de 45⁰ 1 – curva de 22º30’ 0.25 ( ) 9 .B) = 139.15 Dessa forma.2.1. Logo.4 – Altura manométrica de recalque A altura manométrica de recalque é dada por: ( ) ( ) Onde: = desnível geométrico de recalque ( ) = perda de carga total no recalque Mas.50 2 x 0.15 TOTAL 4. temos: ( ) 3.20 1 – válvula de retenção 2. 122).10 1 – redução gradual 0. do Manual de Hidráulica. Logo: = (Cota da ETA) – (Cota da E.

vamos adotar o diâmetro de sucção igual a 600mm.3 – Perda de carga na sucção  Perda de carga linear A perda de carga linear foi calculada através da fórmula de Darcy: A margem do Rio está na estaca 1 e o conjunto motor-bomba (E. entretanto. o que significa que para efeito de cálculo ele já é maior que o diâmetro de recalque.3. mas um pouco a dentro do mesmo.3.3. A distância horizontal entre as estaca é de 20 metros.1.B) na estaca 2. Então: 10 . A parcela vertical da tubulação corresponde a distancia entre o nível mínimo do rio (condição mais desfavorável) e a tubulação horizontal. Então: 3.1 – Diâmetro de sucção O diâmetro de sucção deve ser superior ou igual ao de recalque.1. Como o nosso diâmetro de recalque foi igual a 550mm.3.A.1.E. é necessário que o comprimento horizontal seja maior que 20 metros a fim de que a captação não aconteça na margem do rio.1.2 – Velocidade de sucção A determinação da velocidade foi feita através da equação da continuidade: ( ) 3.3 – Determinação das características hidráulicas de sucção 3.

temos: ( ) 11 .75 = 2.50 0.2 (Pág. 122).05 Dessa forma.( Logo: ( ) ( ) ) ( ) ( )  Perda de carga localizada A obtenção da perda de carga localizada foi obtida pela equação geral: ∑ Os valores de “K” para cada peça de ligação foram retirados da tabela 7.15 TOTAL 3. temos: ∑ ( )  Perda de carga total na sucção A perda de carga total é a soma das perdas linear e localizadas no trecho de recalque.40 1 – curva de 90⁰ 1 – redução gradual 0. Logo. conforme a tabela abaixo: Valores aproximados de K 1 – válvula de pé e crivo 1.75 + 0. do Manual de Hidráulica.

2 – Determinação da Potência do Conjunto Motor-bomba A potência do conjunto motor-bomba é dada por: ( ) Onde: ( ) Ƞm = 0.77 12 .1.4 – Altura manométrica de sucção A altura manométrica de recalque é dada por: ( ) ( ) Onde: = desnível geométrico de sucção ( ) = perda de carga total na sucção Mas.88 (rendimento para vazão superior a 200l/s) Ƞ = 0. Logo: = (Cota da E. Logo: ( ) ( ) ( ) 3.50 – 122 = 5.3.88 x 0.4 – Altura manométrica total A altura manométrica total é dada pela soma das alturas manométricas de sucção e recalque.B) – (Nível mínimo do Rio) = 127.50m ( ) 3.88 (rendimento para vazão superior a 200l/s) Ƞb = 0.E.A.3.88 = 0.1.

ao entrarmos com os dados acima.Bloco de Ancoragem BA01 . peças de derivação. Logo: ( ) ( ) 13 . No projeto da adutora foram utilizados blocos de ancoragem nos pontos de mudança de direção (curvas) da tubulação.Então. Para bombas com mais de 20 HP é recomendável adicionar 10% na potência instalada.84 m.3 . tampões e em lances de grande inclinação das linhas sujeitas ao deslocamento de tubos e peças especiais. Logo: 3. (1.08 kg/cm²) de acordo com o perfil longitudinal apresentado no final do trabalho.c. As pressões em cada ponto de mudança de direção foram obtidas através do perfil longitudinal.1 .Determinação dos blocos de ancoragem para a proteção da adutora A função dos blocos de ancoragem é conter os esforços originados em curvas. 3. onde basta medir a distancia entre o ponto da tubulação e a linha piezométrica. Os blocos de ancoragens podem ser de concreto simples ou armado. pág. Entretanto.3.Estaca 7 (Curva de 45⁰) Com: D = 600 mm Conexão: Curva de 45⁰ Através do Ábaco (figura 10.a. volume único. obtemos: ( ( ) ) ( ) A pressão no interior da tubulação na estaca 7 é de 10. 238 do livro de Manual de Hidráulica.19).

obtemos: ( ( ) ) ( ) A pressão no interior da tubulação na estaca 13 é de 9. pág.83 m. 14 . ao entrarmos com os dados acima. Dessa forma. Logo: ( ) ( )  Área do bloco BA02 No cálculo da área do bloco será considerada uma tensão admissível de 3kg/cm².Estaca 13 (Curva de 45⁰) Com: D = 600 mm Conexão: Curva de 45⁰ Através do Ábaco (figura 10. 238 do livro de Manual de Hidráulica.c.2 .a. Área do bloco BA01 No cálculo da área do bloco será considerada uma tensão admissível de 3kg/cm².98 kg/cm²) de acordo com o perfil longitudinal apresentado no final do trabalho. (0.Bloco de ancoragem BA02 . adoremos as seguintes dimensões para a área mínima de contato com o solo: 25x30cm². 3. volume único.3.19). Dessa forma. adoremos as seguintes dimensões para a área mínima de contato com o solo: 25x30cm².

adoremos as seguintes dimensões para a área mínima de contato com o solo: 35x35 cm².91 kg/cm²) de acordo com o perfil longitudinal apresentado no final do trabalho. ao entrarmos com os dados acima.3. 3. 238 do livro de Manual de Hidráulica.3. Então.46 m. obtemos: ( ( ) ) ( ) A pressão no interior da tubulação na estaca 19 é de 9. volume único.4 -Bloco de ancoragem BA04 .19).Bloco de ancoragem BA03 . obtemos: ( ( ) ) ( ) A pressão no interior da tubulação na estaca 22 é de 8.Estaca 19 (Curva de 90⁰) Com: D = 600 mm Conexão: Curva de 90⁰ Através do Ábaco (figura 10. 15 .c. pág.a.a. volume único.19). ao entrarmos com os dados acima.05 m. ( ) ( )  Área do bloco BA03 No cálculo da área do bloco será considerada uma tensão admissível de 3kg/cm². (0. 238 do livro de Manual de Hidráulica.c.85 kg/cm²) de acordo com o perfil longitudinal apresentado no final do trabalho. (0.Estaca 22 (Curva de 22⁰30’) Com: D = 600 mm Conexão: Curva de 22⁰30’ Através do Ábaco (figura 10. Dessa forma.3 . pág.3. Então.

3. 3.5 . volume único. ( ) ( )  Área do bloco BA05 No cálculo da área do bloco será considerada uma tensão admissível de 3kg/cm². ao entrarmos com os dados acima.( ) ( )  Área do bloco BA04 No cálculo da área do bloco será considerada uma tensão admissível de 3kg/cm². adoremos as seguintes dimensões para a área mínima de contato com o solo: 25x30cm². pág.19). obtemos: ( ( ) ) ( ) A pressão no interior da tubulação na estaca 33 é de 5. 16 .Estaca 33 (Curva de 90⁰) Com: D = 600 mm Conexão: Curva de 90⁰ Através do Ábaco (figura 10. (0.32 m. Dessa forma. adoremos as seguintes dimensões para a área mínima de contato com o solo: 20x20cm².Bloco de ancoragem BA05 .c. 238 do livro de Manual de Hidráulica.53 kg/cm²) de acordo com o perfil longitudinal apresentado no final do trabalho.a. Então. Dessa forma.

6.4.00m. como na formula a seguir: L(S)). leva-se em consideração a manobra do tempo de fechamento da válvula ou registro de acordocom as seguintes classificações: Classificação da Manobra: sendo t tempo de fechamento da válvula ou registro: 17 .40) sendo o comprimento total da tubulação é de 948.1 -Cálculo da sobrepressão Existem duas forma de se calcular a sobrepressão.2 .50m (L(R) + 1.Estudo do fenômeno do Golpe de Aríete 3.3.6 .Cálculo do diâmetro das ventosas Como estamos calculando a tubulação para a admissão e expulsão de ar. Para o cálculo.Determinação do volume de escavação da vala A tubulação deverá ter uma profundidade mínima de (D + 1. teremos a profundidade e a largura da vala de 1.Dimensionamento do diâmetro das ventosas e descargas 3.10) e a largura de (D + 0. O volume total de escavação dar-se-á pelo produto entre a profundidade (h) com a largura (b) e o comprimento (l).4 .Cálculo do diâmetro das descargas 3. Como o diâmetro da tubulação de 600mm. usaremos a fórmula: 3.70m e 3.4.1 . respectivamente.5 .

7mm (NBR 7661) √ Assim. deveremos ter um tempo de manobra rápida (sobre-pressão máxima) 18 .   Pelo fechamento rápido: Se t  .0 (ferro fundido dúctil) D = diâmetro da adutora (600 mm) e = espessura da adutora = 15.manobra rápida (sobre-pressão máxima) .Se → t   Se → t   .manobra lenta  Onde:  = período da canalização L = comprimento da adutora (1990 m) C = celeridade em m/s  Cálculo da Celeridade (C) √ Onde: k = coeficiente que leva em conta o módulo de elasticidade: 10/E k = 1.

76 m. Logo. deveremos ter um tempo de manobra lenta. a pressão total para o fechamento rápido será: Pressão Total = Pressão Estática + Sobrepressão Pressão Total = 19.c.90 m/s) g = aceleração da gravidade (9.c.a.11 + 97.Onde: ha = sobrepressão ou acréscimo de pressão em m.81 m/s²) t = tempo de manobra em s.c.a. L = comprimento da adutora (948.  Pelo fechamento lento: Se t  .88 m/s) g = aceleração da gravidade (9.81 m/s²) Então. Onde a fórmula para o cálculo segue: Onde: ha = sobrepressão ou acréscimo de pressão em m.35 m/s) v = velocidade em m/s (0.a. (Adotaremos t = 10 s) 19 . C = celeridade em m/s (1064.50 m) v = velocidade em m/s (0.65 = 116.

28. 4. volume único. 20 . através de sua interpretação fazendo-se uso dos dados da altura manométrica e da vazão.c. A captação direta será com a execução de um muro de arrimo. podendo assim permitir a oscilação da água. como apresentado em esquema abaixo.40 = 36. apresentando cota no nível mínimo de 122 m.9 (pág.51 m.a. Dessa forma.50 metros de tubulação de sucção em tubos de ferro fundido com flanges de DN 600 mm. que proporciona o amortecimento dos golpes. Dessa forma. de acordo com a figura 12. 334) do livro de Manual de Hidráulica. ou proteção de margem. Ou até mesmo a instalação de ar comprimido. construção de chaminés de equilíbrio ou tubos piezométricos capazes de absorver os golpes. Poderemos ainda realizar um fechamento lento das válvulas ou registros. o qual atende a demanda. a captação irá constar apenas de uma válvula de pé com crivo. e conjunto motor-bomba de 100 hp.Logo. deveremos utilizar uma válvula para casos especiais. a pressão total para o fechamento rápido será: Pressão Total = Pressão Estática + Sobrepressão Pressão Total = 19.0 – Memorial Descritivo  Captação Direta A captação de água será realizada de forma direta de um manancial de água.11 + 17.

A bomba a ser instalada será de eixo horizontal e deverá ser assentada em nível. No início da adutora. As conexões a serem usadas também serão em ferro fundido com flanges. e assentada em base de concreto. enterrada. mantendo alinhamento com os motores. 21 .  Adução de água bruta por recalque Será implantada uma adutora de água bruta por recalque. após o conjunto motor-bomba. respectivamente nos pontos mais altos e mais baixos. Segue esquema abaixo: A adutora a ser implantada de extensão de 920 m será em tubulação de ferro fundido com flanges de DN 600 mm. que tem por finalidade conduzir a água desde a captação até a Estação de Tratamento de Água – ETA.Como obras complementares serão executadas: a casa de bomba e as instalações elétricas adequadas ao funcionamento do conjunto motor-bomba. Em pontos estratégicos da adutora serão previstos a colocação de ventosas e descargas. A casa de bomba tem como objetivo de protegê-la de intempéries e restringir o acesso apenas a pessoal especializado. será instalada válvula de retenção para impedir o retorno do líquido através da bomba.