Profª.

Ana Cristina| Direito Processual Penal Tabela: Prerrogativa de Função

STF
Presidente da República Membros dos Tribunal de Contas da União Senadores Deputados Federais Ministros dos Tribunais Superiores Vice-Presidente Ministros da República Ministros e Comandantes das Forças Armadas

Procurador-Geral da República Chefes de Missão Diplomática de caráter permanente

STJ
Membros dos Tribunais de Contas dos Estados e do Distrito Federal Membros dos Conselhos ou Tribunais de Contas dos Municípios Desembargadores dos Tribunais de Justiça dos Estados e do Distrito Federal Desembargadores dos Tribunais Regionais Federais Desembargadores dos Tribunais Regionais Eleitorais e do Trabalho

Governadores dos Estados e do Distrito Federal

Membros do Ministério Público da União que oficiem perante tribunais

TJ
Deputados Estaduais ** Juízes Federais da área de sua jurisdição Juízes da Justiça Militar Juízes da Justiça do Trabalho

TRF

Membros do Ministério Público Estadual

Juízes Estaduais e do Distrito Federal e Territórios

Prefeitos *

Membros do Ministério Público da União

Vereadores **

Secretários de Estado**

* Prefeitos têm prerrogativa estabelecida para o TJ, mas se o crime for federal são julgados no TRF. ** Deputados Estaduais, Vereadores e Secretários de Estado têm sua prerrogativa definida na Constituição Estadual. A prerrogativa aí estabelecida, para ser considerada constitucional, deve atender a dois critérios: simetria e não contrariedade. Ou seja, a função exercida pelo ocupante do cargo deve ser semelhante a uma função desempenhada por cargo que possua prerrogativa na Carta Magna (por não atender a este critério, p. ex., a prerrogativa que determinadas CE estabeleceram para Delegados de Polícia foi considerada inconstitucional pelo STF). Já a não contrariedade significa dizer que o disposto na CEstadual não pode contrariar texto da CFederal (critério consagrado pela Súmula 721 do STF, que dispõe: A competência constitucional do tribunal do júri prevalece sobre o foro por prerrogativa de função estabelecido exclusivamente pela constituição estadual.