You are on page 1of 1

“PRESSÃO DE COLAPSO DE TUBULAÇÃO “

Chama-se “ Colapso da tubulação “ ao esmagamento total ou parcial da tubulação por compressão resultante da ação das forças externas , suficientemente maiores que as internas para provocar esta ocorrência extremamente grave . A pressão de colapso , é a pressão externa ( aplicada em todo o perímetro da tubulação ) capaz de causar o seu esmagamento . Em tubulações não enterradas é resultante da diferença das pressões atmosférica local e a interna da tubulação . Nas tubulações enterradas é preciso considerar também as parcelas referentes às sobrecargas devidas ao peso da terra e passagem de veículos . A pressão de colapso , pode ser calculada pela fórmula :

ࡼࢉ =
ܲ௖

૛ࡱ ૚ିࣅ

૛ ሺ

ࢋ ࡰ

ሻ૜

, onde

= pressão de colapso em Kgf / cm2

E = módulo de elasticidade do material do tubo em Kgf / cm2 e = espessura da parede do tubo em mm D = diâmetro do tubo em mm λ = módulo de Poisson ou de fator de compressão transversal do material

Material Módulo de elasticidade em GPa Coeficiente de Poisson Alumínio 68,9 0,35 Cimento Amianto 23,4 Ferro Fundido 152,0 0,27 Concreto 20,0 a 30,0 0,15 Concreto Armado 30,0 a 60,0 Aço 207 0,30 PVC 2,41 a 3,45 0,46 Obs : Esta tabela foi obtida no livro Abastecimento de água do eng Milton Tomoyuki Tsutiya O eng Pedro da Silva Telles ( Tubulações Industriais – Cálculo ) informa que essa fórmula é válida apenas para tubos de secção perfeitamente circular ; qualquer pequena ovalização faz diminuir muito o valor da pressão de colapso . Uma ovalização de 1% , por exemplo , pode diminuir até em 25% essa pressão . Esse ponto tem de ser levado sempre em consideração porque os tubos fabricados correntemente têm muitas vezes ovalização superior a 1% . A Eletrobras , Centrais Elétricas Brasileiras S.A. , em suas “ Diretrizes para Projetos de PCH “ , indica para tubulações de aço , a fórmula que segue , já com os coeficientes de segurança que julga necessário .

ࡼࢉ = 882.500 ሺ ሻ૜

Kgf / cm2