Onde estará a rainha que a paixão escondeu?

Além das magoas, ofensas e humilhações na forma de uma recusa peremptória de toda e qualquer aproximação afetiva, sensual, tátil ou mesmo auditiva, via propostas indecorosas típica entre amantes, você ainda destruiu minha auto-estima recusando-se a jamais pedir desculpas por qualquer de seus excessos de agressividade, obrigando-me a, reiteradas vezes, mesmo tendo ofendido e magoado, relevar sua ofensa mais recente em busca de alguma migalha, não de amor - fruto precioso que você jamais teve pra dar - mas, sim, de alguma migalha de piedade confesso que implorei e por essa migalha me humilhei e adoeci de um mal tão profundo, do qual somente pude me reerguer, não embalado por uma pequena ajuda dos amigos como sugerido pela canção, mas aos solavancos dos abraços acolhedores, punhos fortes, altas dosagens de remédios e anos de trabalho duro com o psicanalista...

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful