P. 1
TR1030_TwinCAT_Cap02.pdf

TR1030_TwinCAT_Cap02.pdf

|Views: 20|Likes:
Published by Renato Pires

More info:

Published by: Renato Pires on Apr 11, 2013
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/15/2015

pdf

text

original

Capítulo 02

TwinCAT System

TwinCAT PLC

2.0 TwinCAT System
Após a instalação do TwinCAT, o ícone de operação do TwinCAT deve ser exibido:

Estado de Operação: TwinCAT em modo Config. (configuração). Cor Azul. TwinCAT em modo Runtime (rodando). Cor Verde. TwinCAT parado. Cor Vermelho. TwinCAT em transição: Modo Config.  Runtime Modo Runtime  Modo Config. (Cor Amarela/vermelho)

Start: Troca a operação do PLC para RUN (Execução) Stop: Interrompe a execução (SCAN) do programa de PLC Reset: Reset do valor das variáveis e SCAN do programa

Reset All: Apaga todas as rotas/conexões abertas pelo TwinCAT.

10

TwinCAT PLC

Real Time Settings: Opção de configuração e ajuste do sistema de tempo real dentro de um time base (tempo base)

CPU Usage/Limit Configuração da porcentagem de recurso da CPU para execução do TwinCAT. Quanto maior o valor configurado, maior será o recurso da CPU para execução do TwinCAT. System Latency Latência (atraso) do Sistema, período o sistema está “demorando” para executar alguma tarefa.

PLC Control Abre o programa para programação conforme a norma IEC61131-3, permitindo o uso das linguagens: IL, LD, FDB, SFC, CFC, ST

About TwinCAT Exibe uma tela popup contendo informações, como: - Versão e Compilação - Dados do usuário - Número de Registro

11

TwinCAT PLC

Log View Abre um visualizador de eventos Microsoft, contendo todos os eventos de aplicativo, segurança e Sistema ocorridos com o TwinCAT.

2.1 TwinCAT System Manager

O TwinCAT System Manager é uma ferramenta de configuração do TwinCAT System, responsável pela configuração de hardware, redes, tarefas de software, configuração de rotas de todos os produtos Beckhoff. É o programa onde as entradas e saídas oriundas de tarefas de software se conectam com entradas e saídas físicas de hardware local ou provindas de um sistema Fieldbus. Com a ajuda do System Manager as entradas e saídas de uma tarefa pode ser ciclicamente configuradas e lincadas em uma outra tarefa, permanecendo a consistências dos dados. Tarefa (exemplo): Ler entradas, processar programa, atualizar saídas. No System Manager a menor unidade para um endereço ou link é uma variável. Essas variáveis podem ser bit individual, byte, word (16 bit), word (32 bit). É possível a utilização de variáveis do tipo string, arrays e estrutura. O System Manager foi desenvolvido de forma que as variáveis estão sempre atribuídas a uma imagem de processo, ou seja, o endereço da variável é indicado claramente em sua imagem de processo, mas apenas dentro dessa imagem. Cada tarefa de software e cada Fieldbus possui uma imagem de processo.

O Sistema TwinCAT é capaz de gerir dispositivos de outros fabricantes.

Nota

12

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->