P. 1
Ciência Física.doc

Ciência Física.doc

|Views: 2|Likes:
Published by Steeven

More info:

Published by: Steeven on Apr 19, 2013
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/19/2013

pdf

text

original

SELVAGGI, Filippo.Filosofia do mundo,cosmologia filosófica. Coleção filosofia 9. 2a. ed. São Paulo: Loyola,1988.

CIÊNCIA FÍSICA

1. NATUREZA DA CIÊNCIA EM GERAL

A ciência de maneira muito abrangente poderia ser caracterizada como o conhecimento perfeito, certo, necessário, universal, metódico e orgânico. Numa definição Aristotélica poderíamos dizer que a ciência é o método pelo qual se conhece a coisa assim como ela é. Já Santo Tomás observa a ciência como o conhecimento perfeito da coisa, da verdade. Ao sabermos que a ciência especulativa busca a essência em si e a ciência prática se preocupa com a exterioridade atuante do ser humano, temos três graus de abstração distinguido por Aristóteles.

2. O PRIMEIRO GRAU DE ABSTRAÇÃO

Este primeiro grau é a ciência física, onde vai separar o objeto (físico) da matéria individualizada. Define a essência do objeto com as propriedades sensíveis. A ciência física ou natural num sentido complexo, atinge o ser de forma que se utiliza dos sentidos, ou seja, do sensitivo. Santo Tomás define este modo formal como dependente do método. E este método é definido como método racional experimental. 1

Esta definição por operações se deu filosoficamente sob o nome de operacionismo e tendo como expoente Bridgman.O método racional consiste em partir do conhecimento sensível à causa dos efeitos que foram ou estão sendo produzidos. “Todos os nossos conceitos são obtidos e definidos mediante a experiência . que constitui não somente ao “ponta pé” inicial que vai ser verificado em toda ciência e conhecimento. e a experiência é determinada somente pela experiência. Os seres e as relações que não forem possíveis de ser observados e nem tiverem uma definição não serão objetos da ciência física. mas também nos juízos que finaliza a ciência. VERIFICABILIDADE DIRETA E INDIRETA Neste crescente processo metodológico da ciência física apresenta-se a verificabilidade direta que vem a ser limitada a uma constatação. temos a teoria da relatividade (1905) feita por Einstein. que veio a ser confirmada pela ciência contemporânea. Seria aquilo que se observa a partir das sensações. De dar “origem às proposições protocolares e exprime um dado de sensação imediata”. OBSERVABILIDADE E DEFINIÇÃO OPERATIVA Seguindo este processo evolutivo temos o método de observabilidade e definição operativa. 2 . Este método tem sua base total ligada à experimentação. “Nas ciências da natureza.” 4. 3. Heisenberg que também adota este método para a fundação da mecânica quântica (1925). que reorganizou o método da ciência física. portanto. Como exemplo. Pois toda realidade da ciência física deve estar na condição de objeto a ser observado e definido mediante uma (s) operação (ões). o juízo da inteligência deve conformar-se ao que a experiência sensível demonstra”.

podem ser deduzidas de alguma premissa sem ser dedutível de outra.) observáveis experiencialmente. Exemplo citado pelo autor é Galvani (1771) e Becquerel (1896) que contribuíram para a descoberta da radioatividade e da ciência elétrica. temos experiências realizadas por meio do conhecimento sensitivo e racional. Este método está entrelaçado por quatros momentos: observação. É a atenção e reflexão como característica do cientista experimental. Essa verificação indireta vai ser concretizada no método hipotético-dedutivo. Sendo que a observação e a verificação são estritamente experimentais e a hipótese e dedução propriamente mentais. A observação vai colocar em movimento aquilo que vai ser pesquisado.. E como disse Ayer: “uma proposição é verificável indiretamente se algumas proposições (. que utilizará de raciocínio lógico e matemático para explicar os fenômenos observáveis. independentemente da verificabilidade direta. Portanto. embora Bacon e Descartes deram suas contribuições. 3 .. dedução e a verificação. A hipótese é o sistema assumido pelo cientista. O MÉTODO HIPOTÉTICO-DEDUTIVO O método experimental só foi desenvolvido na modernidade. Mas ainda não é o bastante para satisfazer o problema do empirismo radical. mas foi Galileu Galilei considerado o fundador da ciência experimental e mais especificamente do método que estamos nos propondo a estudar: o método hipotético-dedutivo.O princípio da verificabilidade indireta tem como critério a amplitude da do conhecimento. hipótese. 5. As hipóteses devem ser experimentais (verificáveis ou confutáveis – direta ou indiretamente).

Instituto Agostiniano de Filosofia Frei Steeven T. ofm Prof. mas em falsificabilidade. Diane. João Bosco 3o. E isto se comprova porque os cientistas experimentais se forçam a tentar falsificar as suas hipóteses e assim com mais caráter de verdade se tornará. Filosofia 4 .Para Popper não se pode falar em verificabilidade da hipótese.

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->