P. 1
PROJETO DE DIVULGAÇÃO POR MEIO DE OUTDOORS BH

PROJETO DE DIVULGAÇÃO POR MEIO DE OUTDOORS BH

|Views: 460|Likes:
Published by Riva Moutinho

More info:

Published by: Riva Moutinho on Mar 27, 2009
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/19/2010

pdf

text

original

 

 

 
     
 

 

 

PROJETO DE DIVULGAÇÃO POR MEIO DE OUTDOORS  NA CIDADE DE BELO HORIZONTE ‐ MG   

MOVIMENTO VAMOS LÁ!!!

Este projeto tem por finalidade conseguir patrocinadores  para a divulgação da Mensagem do Evangelho de Jesus  mediante divulgação dos sites do Rev. Caio Fábio 

 

 

 

 

     

Conteúdo 
Quem é o Rev. Caio Fábio?  ..........................................................................3  . O que é o Caminho da Graça? ......................................................................7  O que é uma Estação do Caminho da Graça?  ..............................................9  . Caminho da Graça: instituição x institucionalização ................................. 10  O Evangelho nas Escrituras e as Escrituras no Evangelho ......................... 15  Lendo o Evangelho para HOJE!  ................................................................. 24  . VEM E VÊ TV .............................................................................................. 26  QUEM É E QUEM NÃO É DO “CAMINHO DA GRAÇA”  .............................. 29  O PROJETO DE DIVULGAÇÃO EM BH ......................................................... 36  A AJUDA .................................................................................................... 38  IMAGEM DO OUTDOOR A SER EXPOSTO .................................................. 39 
 

 

www.caiofabio.com.br | www.vemevetv.com.br | www.webmastersdocaminho.blogspot.com

 

 

 

Quem é o Rev.  Q Caio Fáb C bio? 
Caio Fábio D´Araújo Filho C é Amazone ense, filho de o Caio Fábio D´Araúj e C o jo Lacy Silva D L D´Araújo.

Amante dos cheiros, sons A s e dos sabores da flor resta, ornou-se, t também, desde to muito m cedo, intens so e

apaixonado pela vid e o da pelas pesso oas.

No N

início o

de

sua

juventude, exp perimentou de tudo e teve for u rtes experiências na vida de fo orma “aluc cinada”. Am mava os B Beatles e o Rolling Stones. A os Amava as m mulheres, o Jiu jitsu e corria a cidade de Manaus a “mil por hora” na su motocicleta. h ua

epois de buscas in ntensas e de fortes experiências, sempre Em 1971, de busc cando algo para pr o reencher a aquilo que nele pulsava e a e ardia no peito, p conv verteu-se a Evange ao elho de Je esus Cristo o que fe com qu se torn o, ez ue nasse ainda mais inte enso e apa aixonado p pela vida.

O am por Je mor esus e pela almas, a lucidez de mente, a facilidade na expos as d e sição de s seus pensa amentos e da palav do eva vra angelho, ra apidament o levara a te am ocup os mai par iores estád dios da cid dade, as rá ádios e os canais de televisão Foi s e o. orde enado pastor presbit teriano, e trabalhou ao lado do seu pai, Caio Fabio u F D´Ar raújo.

Muit vinham de todos os lugares ouvirem-no pregar o evangelho, o que fazia tos m s com toda força e intensid a dade em amor por Je esus.
www.cai iofabio.com m.br | www w.vemevetv. .com.br | www w.webmaste ersdocaminh ho.blogspot t.com

 

 

 

 

Casou-se muito jovem, e teve quatro filhos: Ciro, Davi, Lukas e Juliana.

Fundou a VINDE, Visão Nacional de Evangelização no Rio de Janeiro, em 1978, missão que por muito tempo serviu de apoio ao seu ministério de evangelização, tendo realizado através da VINDE, congressos e cruzadas por todo o Brasil.

Foi conferencista de grandes eventos de alcance mundial na Europa, União Soviética, América Latina e Estados Unidos; e liderou caravanas a Terra Santa, o que sempre fez com muito entusiasmo.

Desde 1974 tem pregado na televisão, tendo evangelizado e ensinado milhões de pessoas por esse meio. Seu programa de televisão, "Pare e Pense", durante décadas foi o programa cristão de mais repercussão no país.

Fundou a VINDE TV – Um canal na NET Rio, que levou o evangelho a muita gente.

É autor de mais de uma centena de livros, alguns dos quais também foram publicados em Espanhol, Inglês e Alemão.

Foi Vice-Presidente da Missão Portas Abertas, Membro da Fraternidade Teológica Latino-Americana e Fundador e Presidente da AEVB – Associação Evangélica Brasileira.

Foi um dos fundadores do Movimento "Viva Rio", criou a "Casa da Paz" em Vigário Geral, e fundou a Fábrica de Esperança em Acari, no Rio de Janeiro, entidade de cunho social que beneficiou milhares de famílias na região e em todo o estado, e foi considerado pelo governo Federal, o maior projeto social da América Latina.

www.caiofabio.com.br | www.vemevetv.com.br | www.webmastersdocaminho.blogspot.com

 

 

 

 

Subiu morros, entrou nos presídios, freqüentou palácios, catequizou traficantes, batizou governadores, foi perseguido politicamente, e nada abalou sua crença de que o evangelho é imbatível e tem o poder de transformar a todos. Durante muito tempo “levantou a voz” contra o que a Igreja Evangélica havia se tornado, dizendo que sua alma já não suportava mais o convívio com tanta malandragem e hipocrisia entre a “classe pastoral”.

Em 1998 experimentou muitas dores. Divorciou-se da mãe de seus filhos, teve seu nome envolvido num escândalo das ilhas Cayman, sofreu pressões e acusações, porém nunca perdeu a paixão por Jesus e pelo Evangelho da Graça, pelo qual sua alma continua a arder.

Um dia, recebeu de Deus uma palavra, sobre um “Portal Invisível”, onde muitos passariam e procurariam alívio e ajuda para a alma.

Casou-se com Adriana, e teve sua família acrescida com mais três filhos: William, Bruna e Daniel; e mais dois netos, Helena (filha de Davi e Tatiana) e Matheus (filho de Juliana e Tiago). Mas também sepultou seu amado filhos Lukas, morto em um acidente de carro no dia 27 de março de 2004.

Entre 2001 e 2003, criou o Café com Graça, que veio a ser o experimento do que se tornou "O Caminho da Graça", movimento que ele criou ao mudar-se para Brasília em 2004. Hoje ele é o fundador e mentor do Caminho da Graça, que tem crescido e se espalhado por todo o Brasil e fora dele.

Caio Fábio D´Araújo Filho – é Psicanalista Clínico, escritor e pregador do Evangelho da Graça de Jesus.

Convidamos a todos que leiam o site! - O "Portal dos Invisíveis!"

Os textos aqui contidos [no site www.caiofabio.com.br] são transformadores e têm trazido libertação a milhares de pessoas oprimidas e aprisionadas por fatores psicológicos, emocionais, existenciais e espirituais.

www.caiofabio.com.br | www.vemevetv.com.br | www.webmastersdocaminho.blogspot.com

 

 

 

 

Sua alma continua intensa e apaixonada, como fruto da bondade e misericórdia de Deus... a quem Ele ama com toda força do coração e com quem tem uma relação da maior intimidade.

Ana D'Araújo
Irmã caçula do Caio, responsável pelas ilustrações do site, pelo "Divã do site", psicanalista e mentora do Caminho da Graça em Manaus. 12 de janeiro de 2009 Manaus - AM

(texto extraído do site www.caiofabio.com.br)                                       
www.caiofabio.com.br | www.vemevetv.com.br | www.webmastersdocaminho.blogspot.com

 

 

 

O que é o C Caminho o da  Graça? 
 

O Ca aminho é m mais que u lugar ou um um u clube de ilumi e inados. Tr rata-se de um e movim mento de subversão do Reino de o Deus na Terr s ra. Por e esta razão "o o, Cam minho" é feito de gent chamad a assum seu pap de sal q se diss te da mir pel que solve e so ome para p poder salga de ferm ar; mento que se imiscui na massa e desapa a arece a fim de subv m verter; de pequena semente que se to orna grand e gene de erosa árvo que a t ore todos acolhe; de Casa do Pai para os fi ilhos Pródigos e tam mbém para os Irmãos Mais Ve a elhos que s alegrarem com a Graça do perdão; e um se o amb biente espiritual no q qual até o "administr rador infiel possa se conserta e, l" ar, assim tentar fa m, azer o mel lhor do que restou. e

No C Caminho todos são irmãos, e ninguém é juiz do o outro. Assim, ajudam m-se, mas não se e esmagam u aos outros, pos que no Caminho todos cae e uns sto em levantam, todo se enfra os aquecem, m não desanimam todos sã humano e, mas d m, ão os, ade atados, con nforme o Dogma do A D Amor. com humanida são tra

se "os minho" and dam no mundo, no c chão da te erra, em meio à Dess modo, " do Cam socie edade hum mana; e isto sem fazer prop paganda r religiosa, mas, ante e, es sobr retudo, "se endo" povo de Deus entre os homens viv o h vendo med diante a "fé que é atua pelo amor". a

Jesu nunca q us quis fundar uma relig r gião. Nada foi mais d danoso par a genuína fé ra do q terem-n feito tor que na rnar-se um religião, entre as d ma demais.

Segu Jesus é aceitar um modo de ser, é as uir m e ssumir com vida as Suas palavras, mo e é dar testemunho do Eva angelho não como uma " n o "estratégia de a evan ngelização mas sim como a n o", m natural vocação da Vida em Cristo.

www.cai iofabio.com m.br | www w.vemevetv. .com.br | www w.webmaste ersdocaminh ho.blogspot t.com

 

 

 

 

O "Caminho da Graça" é a simples busca de viver o Evangelho com tal consciência entre os homens. Nada mais e nada menos do que isto!

Portanto, se o que você aqui ler for algo que receba o testemunho interior do Espírito Santo como sendo verdade conforme o espírito do Evangelho, então, una-se àqueles que desejam apenas andar conforme o chamado original dos "do Caminho", conforme o livro de Atos.

Caio Fábio

www.caiofabio.com.br | www.vemevetv.com.br | www.webmastersdocaminho.blogspot.com

 

 

 

O q que é um ma Estação do  Cam minho d da Graça    a?
 

Não

é

uma

franqu uia,

nem m

uma

deno ominação, nem uma filial. É o espaço comunitário on nde se de esenvolve todo o conc ceito do C Caminho s segundo s pode se ler n site www no w.caiofabio o.com.br. T Todas as Estações e E estão ligada pelo me as esmo Espí írito, e com a unidade de pen m nsamento conforme o Evange elho que te emos ouvid da boca e nas pa do a alavras do pastor Caio Fábio - m mentor de todo proce esso.

Não somos um “lugar” enquanto manifesta o ação física e geogr a ráfica do mero m ajuntamento d pessoas e nem, como repr de s, resentação legítima de onde Deus o D está. Mas, somos um lugar enqu uanto a sim mples man nifestação existencia do al ajuntamento d “gente-b de boa-de-Deus” que se reúne em torno de Jesus, e que e m e ente endeu que o CAMINH DA GR HO RAÇA é o caminho qu todos fa c ue azem em Cristo C no m meio da ex xistência. Portanto, e esse ajunt tamento é apenas u uma ESTA AÇÃO na jo ornada do viver.

www.cai iofabio.com m.br | www w.vemevetv. .com.br | www w.webmaste ersdocaminh ho.blogspot t.com

 

 

 

10 

 

Caminho da Graça: instituição x institucionalização  
Muita gente pensa que criei uma denominação a um estilo evangélico light em razão do surgimento do "Caminho da Graça". Mas não poderiam estar mais enganados em seus julgamentos.

Na realidade, como passei minha vida toda dizendo, instituições são entes impossíveis de não serem criados em qualquer que seja o ajuntamento humano.

Ajuntamento humano constante, freqüente, harmônico, coeso no mesmo objetivo e nas mesmas compreensões, inevitavelmente institui-se como um ente coletivo, seja qual for o elemento de sua junção — cultural, esportiva, espiritual, política, etc.

Assim, digo: pelo próprio compromisso com os conteúdos de sua identidade, pessoas que se encontram umas com as outras de modo comprometido e em razão de algo maior do que elas mesmas — fazem nascer uma instituição.

Reconhecimento e afinidade geram instituição.

Do mesmo modo instituição é fruto da convicção comum.

Aonde quer que pessoas se encontrem, e o façam em razão de uma convicção comum, ali há uma instituição, mesmo que seja nos encontros do bar da esquina.

Ora, nesse sentido, até este espaço virtual do meu site, pela convergência de milhares de pessoas que a ele se ligaram pela convicção, e em razão de cuja convergência veio a surgir naturalmente o "Caminho da Graça" — é também uma instituição.

www.caiofabio.com.br | www.vemevetv.com.br | www.webmastersdocaminho.blogspot.com

 

 

 

11 

 

Minha luta nunca foi contra a instituição; pois, tal luta é tão inglória e tola quanto correr da própria sombra.

Minha luta sempre foi contra a institucionalização.

A instituição é fruto do que é. Já a institucionalização põe o que é a serviço de algo que já não é, posto que apenas um dia foi.

Ora, o que é sempre tem primazia sobre o que foi, pois, o que é está existente e vivo hoje, e o que já foi não passa de uma referencia, mas já não deve determinar aquilo que agora se faz real.

O principio do Evangelho acerca do que se institui pela verdade da realidade e da necessidade, em contra partida àquilo que um dia foi, mas hoje já não é, nos é apresentado por Jesus por duas imagens — dos odres velhos e novos, e da veste velha e do pano novo.

Instituição é validada pela sua validade existencial, pela sua relevância, pelo seu significado real para a vida hoje.

Institucionalização é o esforço presente por manter o passado e suas regras humanas de ontem, válidas hoje, mesmo que ninguém consiga ver a sua significação.

Instituição é um ente vivo. Sim! Porque feito de gente!

Institucionalização é a ditadura dos defuntos.

Assim, o pano novo e o vinho novo correspondem à instituição do que é, do que é relevante, do que é necessário, e do que é verdadeiro e sincero com a realidade.

Do mesmo modo, a veste velha e o odre velho, com seu vinho velho, correspondem à institucionalização.
www.caiofabio.com.br | www.vemevetv.com.br | www.webmastersdocaminho.blogspot.com

 

 

 

12 

 

Jesus disse que era para não se tentar instituir o novo no velho instituído, pois, jamais haveria compatibilidade.

Se algo é novo em relação a algo que pela sua existência se torna velho, então é porque neles habita uma distinção de significado essencial.

Assim, a verdadeira instituição se converte à verdade e à realidade, se regenerando. E faz isto mediante o arrependimento que se manifesta como pertinência e capacidade de se transformar, revelando tal capacitação em cada novo encontro com a vida e com a realidade.

Já o que se faz instituído como algo fixo (institucionalização) deseja vestir para sempre os homens com as vestes de ontem, e almeja que cada nova geração goste do mesmo vinho produzido num ontem eterno. Assim, o que antes fora vinho novo, tendo sido condicionado por um odre de imutabilidade, pode hoje já não ser nada além de um vinagre.

Desse modo, digo: o "Caminho da Graça" é uma instituição pelo simples fato de milhares de pessoas — seja pelo site, seja em razão dos encontros nas dezenas de grupos e Estações — afirmarem sua convergência de convicção nas mesmas coisas, confessando harmonicamente os mesmos objetivos fundados no Evangelho, e, de modo relativo e secundário, expressos de forma atualizada nos conteúdos expressos neste site.

Entretanto, o principal conteúdo do "Caminho da Graça" é sua disposição de existir em metanóia permanente, no permanente encontro entre a Palavra e a existência.

Assim se espera que o processo não cesse jamais de se converter ao novo, conforme a revelação do Evangelho, o qual é Palavra viva, e se re-atualiza a cada nova realidade ou geração.

Voltando ao assunto de eu estar criando uma denominação.

www.caiofabio.com.br | www.vemevetv.com.br | www.webmastersdocaminho.blogspot.com

 

 

 

13 

 

Na realidade, caso minha consciência não fosse como é, ou seja, filha da esperança de ver o Evangelho sendo experimentado em minha geração, já hoje, apenas pela via do site, o "Caminho da Graça" já teria centenas e centenas de grupos, com pastores de todas as denominações, com muitas propriedades, e até com seminário.

Por quê?

Ora, é que quase diariamente recebo propostas de todos os tipos, desde pastores desejosos de virem para o "Caminho da Graça" com suas comunidades, até aquelas de grupos de igrejas que desejariam se dissolver e ganhar a placa (o que jamais existirá) do "Caminho da Graça" nas portas de seus templos.

Eu, entretanto, digo a todos que não daria certo, pois, segundo o Evangelho, ninguém que tenha se acostumado ao vinho velho dirá que o novo é excelente.

Sim! É total perda de tempo, pois é como colocar remendo de pano novo em veste velha.

O trabalho de desconstrução dos vícios da religião velha não vale o esforço, segundo Jesus.

O Reino está aqui. Está à mão. Quem desejar deixe o que tem, e siga o Evangelho.

Desse modo, o que digo é que o "Caminho da Graça" não é uma "denominação religiosa", pois, apesar da inevitabilidade da instituição, nosso modo de ver e sentir a experiência da fé, não tem qualquer outra referencia absoluta senão o Evangelho em sua simplicidade, fugindo nós de tudo aquilo que signifique o emoldurarmento da experiência do tempo presente, evitando a tentação de que a experiência de hoje se torne perene nas formas e nos modelos quando estes já não forem pertinentes ou próprios em outra geração, tempo, ou realidade.
www.caiofabio.com.br | www.vemevetv.com.br | www.webmastersdocaminho.blogspot.com

 

 

 

14 

 

Hoje mesmo cada Estação do "Caminho da Graça" já tem sua identidade e modos próprios, conforme a cultura e sensibilidade das pessoas do lugar.

No "Caminho da Graça" as formas e modos são tão variáveis quanto variáveis são as realidades que culturalmente nos constituem.

Os odres e as vestes são circunstanciais e generacionais. O Evangelho é que nunca precisa mudar, nunca necessita ser adaptado aos sabores de novos conteúdos, posto que a essência da Palavra é imutável em seu espírito.

Assim, que ninguém veja o "Caminho da Graça" como uma nova denominação evangélica light, pois, no que nos diz respeito, buscamos o compromisso como uma forma permanente de mudança, conforme a Palavra e o Espírito nos convençam em relação à realidade de hoje ou de qualquer outro tempo posterior a este.

Para quem desejar mais detalhes, recomendo a leitura do livro de minha autoria intitulado "O Caminho da Graça Para Todos". Quem desejar basta pedir na loja do site ou, então, pode escrever o nome no espaço de "Busca", e, assim, achar o texto do livro, e que se encontra nos conteúdos do site www.caiofabio.com.br.

A Videira Verdadeira nos dá o vinho novo a cada nova geração. Cabe a nós ter a coragem de trazermos odres novos, assim como cabe a nós vencer a tentação do remendo de pano novo em veste velha.

O que se espera é que tão somente nos vistamos com a nova vestimenta, feita do pano novo da Graça de Deus em nossa geração.

Nele, que é o Evangelho imutável,

Caio Fábio

www.caiofabio.com.br | www.vemevetv.com.br | www.webmastersdocaminho.blogspot.com

 

 

 

15 

 

O Evangelho nas Escrituras e as Escrituras no Evangelho  
JESUS, A CHAVE QUE ABRE AS ESCRITURAS 
"Cristo é o Mestre, as Escrituras são apenas o servo. A verdadeira prova a submeter  todos os Livros é ver se eles operam a vontade de Cristo ou não. Nenhum Livro que não  prega Cristo pode ser apostólico, muito embora sejam Pedro ou Paulo seu autor. E  nenhum Livro que prega a Cristo pode deixar de ser apostólico, sejam seus autores  Judas, Ananias, Pilatos ou Herodes"  (Martinho Lutero) 

Os evangelhos são narrativas históricas das ações e acontecimentos relacionados a Jesus, bem como de Suas Palavras. O Evangelho, todavia, é um espírito. Os evangelhos são o corpo. O Evangelho é o espírito no corpo.

Para muitos, os evangelhos são apenas narrativas. Para outros, eles são palavras inspiradas. Para muito mais gente ainda, eles são apenas palavras mágicas. E para a maioria, eles são somente os quatro primeiros livros do Novo Testamento, sendo, portanto, parte da Bíblia Sagrada.

Todavia, o Evangelho é espírito e vida. Deus é espírito, e, portanto, Suas palavras são espírito e vida, pois carregam o poder da Verdade Absoluta e produz vida onde quer que cheguem.

Para melhor entender, suponha que os evangelhos não tivessem sido escritos. Decerto, sabemos que ainda assim, haveria um Evangelho a ser anunciado até os confins da Terra como Boa Notícia, visto ser o Evangelho um espírito, e não um livro.

Assim, o espírito do Evangelho é só uma forma de expressar-se acerca da Essência da Palavra. É a Plenitude da Revelação. Trata-se da forma de interpretação bíblica que olha para Jesus Cristo como a Chave Hermenêutica dessa Revelação.

www.caiofabio.com.br | www.vemevetv.com.br | www.webmastersdocaminho.blogspot.com

 

 

 

16 

 

De modo algum se está dizendo aqui que só Jesus interessa na Bíblia, mas, por outro lado, nada interessa senão a partir Dele e nada é Palavra de Deus se não for compatível com Ele, por mais 'bíblico' e 'teológico' que seja!

Leio a Bíblia a partir de Jesus e não Jesus a partir da Bíblia. Assim, meus livros não são considerados "teológicos" pelos teólogos, posto que nesses escritos raramente haja uma designação hermenêutica teologicamente aceitável; e nem tampouco há neles sistematizações que busquem o fechamento lógico de qualquer pacote de pensamento.

Isso porque creio que Jesus – que é Deus Manifesto entre nós - abre as Escrituras para nós. Cristo é a síntese das Escrituras e o Espírito da Graça é o agente hermenêutico que me aproxima do texto com a fé de que encontrarei a Palavra.

É a partir daí, então, que se interpreta a Antiga Aliança, os Profetas e todo o Novo Testamento. Isso porque Ele é a Palavra! A Encarnação Absoluta Dela, o Verbo Vivo de Deus, cheio de Graça e Verdade! E as próprias palavras de Jesus só podem ser entendidas se tiverem sua concreção no Evangelho vivido por Jesus de Nazaré.

Veja o livro de Atos dos Apóstolos: é um livro de atos, de ações. Mas sabemos que os únicos atos absolutos e irretocáveis feitos na Terra são os Atos de Jesus. Portanto, há Evangelho em Atos, mas o Atos não é o Evangelho. Digo isto porque se os critérios de Jesus forem aplicados aos atos dos apóstolos, os próprios apóstolos serão sempre relativizados.

Quando lemos o Atos, não se lê o Evangelho da Graça — esse só está plenificado em Jesus —, mas a tentativa humana de começar a viver conforme a fé em Jesus. E, em tal processo, há acertos, erros, equívocos, ação do Espírito, infantilidades, ambigüidades, milagres, diferenças, medos, ousadias, coragens maravilhosas, dúvidas atrozes, e todas as demais coisas

concernentes aos homens que vivem no Caminho. Assim, o livro dos Atos Apostólicos é um livro de história, e não quer ser visto como o Evangelho.
www.caiofabio.com.br | www.vemevetv.com.br | www.webmastersdocaminho.blogspot.com

 

 

 

17 

 

A tentativa infantil de dizer que a igreja é o Corpo de Cristo - e logo, Cristo estava agindo como antes agira, só que agora em Seu Corpo Comunitário - é bela, mas não é verdadeira como valor absoluto. O Pedro que recebeu a revelação é o mesmo que recebeu a repreensão: Arreda Satanás (Mt 16).

Em Jesus está toda a revelação e toda a referência para se julgar e entender o que quer que pretenda ser canônico. Onde o 'espírito do Evangelho' está presente, aí há o que levar para a alma e para a vida. No mais, vejo registros históricos da infância da fé e da consciência permeando toda a Escritura.

O exercício não é difícil: Basta olhar para Jesus, fazendo um caminho de observação. Deve-se perguntar: Qual o significado das falas e dos ensinos de Jesus para o próprio Jesus? E a resposta é uma só: Veja como Ele tratou a vida, a religião, os políticos, os pobres, os ricos, os doentes, os párias, os segregados, os esquecidos, os seres proibidos, os publicanos, as meretrizes, os santarrões, e tudo e todos. Conferindo uma coisa com a outra, ficamos livres da construção de dois seres irreconciliáveis: o Jesus que viveu cheio de amor e graça e o Jesus que ensinou coisas que só os intérpretes autorizados conseguem "captar".

Desse modo, então, não se faz jamais uma interpretação textual que não coincida com o comportamento e com a atitude de Jesus na dinâmica de seus movimentos e encontros narrados.

Assim, eu confiro tudo com o espírito de Jesus, conforme o Evangelho. Só assim Jesus não fica esquizofrênico ante os nossos sentidos: o que Ele disse, Ele viveu; e o que Ele viveu, é o que Ele disse.

"Nele habita corporalmente toda a plenitude da divindade, e Nele estão TODOS os tesouros da sabedoria e do conhecimento."

"Ele é o resplendor da glória do Pai e a expressão EXATA do Seu Ser, sustentando todas as coisas pela Palavra de Seu poder!"

www.caiofabio.com.br | www.vemevetv.com.br | www.webmastersdocaminho.blogspot.com

 

 

 

18 

 

Olhe para Ele, e tudo fica interpretado! O resto, irmãos, é invenção de quem não quer lidar com gente e prefere lidar com letras.

E a leitura do Antigo Testamento?

"Eis aí vêm dias... em que firmarei Nova Aliança...: Na mente (não mais em tábuas), lhes imprimirei as minhas leis, também no coração lhas inscreverei; eu serei o seu Deus, eles serão o meu povo (...) Pois perdoarei as suas iniqüidades e dos seus pecados jamais me lembrarei." Grito do Profeta Jeremias – 31. 31-34

Após tais exercícios devocionais sob o Novo Testamento, muitos me endereçam questões de perplexidade e confusão relacionadas aos conteúdos do Velho Testamento.

Mas estou certo de que esse conflito nem Paulo e nem o escritor de Hebreus tinham, por exemplo. Digo isto porque Paulo recorre ao Antigo Testamento, aos salmos, e aos profetas, a fim de mostrar que aquela "Fase Humana" havia ficado sepultada em Jesus; e que, conforme as mesmas Escrituras, em Cristo começaria uma nova consciência, não como mandamentos de exterioridades, mas como percepção fundada no amor, na justiça e na verdade — tudo isto inscrito e gravado no coração.

Paulo também diz que a Lei foi dada, e com ela as causalidades e seus efeitos, a fim de que se avultasse (exagerasse) a consciência do pecado em nós. O próprio Paulo revelou que a Lei era parte da infância da consciência, como já nos referimos aqui, pois nos servia de guia, de servo que pega e leva para a escola — embora, agora, já andando no Caminho pela fé, ele diga que já não se precisa mais da Lei-Babá.

Além disso, toda a argumentação do apóstolo acerca da justificação pela fé conforme o dom da Graça se fundamentava nas declarações dos salmos e dos profetas; bem como, além do que estava declarado abertamente nos Textos,

www.caiofabio.com.br | www.vemevetv.com.br | www.webmastersdocaminho.blogspot.com

 

 

 

19 

 

Paulo interpretava também o que estava apenas implícito na leitura — e ele faz isso lendo a Escritura a partir de Jesus, e não Jesus a partir da Escritura.

Isto porque Paulo lia o Velho Testamento a partir da consciência adquirida em Jesus. Ou seja: Jesus era a "Chave Hermenêutica" de Paulo, e partir dessa Chave, Paulo interpreta Abraão, Sara e Hagar, Ismael e Isaque, Esaú e Jacó e outros — sempre com o propósito de mostrar como Jesus era o cumprimento de todas as coisas.

E foi também a partir da mesma "Chave Hermenêutica" que o escritor de Hebreus interpretou os cerimoniais e os ritos descritos nos Livros da Lei, discernindo seus símbolos, utensílios e arquiteturas.

A carta aos Hebreus chega ao ponto de dizer que Jesus era maior do que Moisés, e maior do que tudo no Velho Testamento; chamando o que era pertinente à Velha Aliança de coisa obsoleta e sem utilidade, "antiquada, envelhecida e prestes a desaparecer". Hoje, ele diria que a Velha Aliança era chamada "velha", dado seu prazo de validade vencido.

Assim, o que se tem no Velho Testamento, na Antiga Aliança é o seguinte:

1. A justificação pela fé, mediante a qual todos foram justificados, de Adão a João Batista. Hebreus 11 declara isto. E isso embora as pessoas vivessem sob "o regime da lei", conforme Paulo. A justificação, entretanto, segundo Hebreus e Paulo (em todas as suas cartas), sempre aconteceu pela fé, e nunca pela Lei. Esta é, afinal, a tese de Paulo em Romanos e Gálatas; em especial.

2. A busca humana de se justificar pela Lei; pois, estava dito que aquele que desejasse se justificar pela Lei, esse teria que cumpri-la toda. E Jesus, dando continuidade aos profetas, deixou claro que tal obediência à Lei deveria ser por dentro e por fora. Mas é Davi quem diz: "Se observares iniqüidade, quem, Senhor, subsistirá?" Para então também

www.caiofabio.com.br | www.vemevetv.com.br | www.webmastersdocaminho.blogspot.com

 

 

 

20 

 

declarar: "Bem-aventurado o homem a quem o Senhor não atribui iniqüidade".

3. A declaração, especialmente fundada no Livro de Jó, de que as calamidades da vida não são absolutas quanto a determinar o juízo de Deus sobre os homens. E Jó é a prova disso. Normalmente, todo homem acaba colhendo o que planta, mesmo que isto não chegue com cara de calamidade. Muitas vezes, somente a própria pessoa sente as conseqüências. Entretanto, conforme Jó e o Eclesiastes, as calamidades não nos vêm como aplicativo absoluto de uma Lei de Causa e Efeito; e, menos ainda, têm elas o poder de justiça; pois, muitas vezes, é o homem inocente de certos males aquele que recebe as suas conseqüências; e, outras vezes, aquele que faz algo que deveria trazer um efeito negativo equivalente ao mau-causa praticado, aparentemente, sai ileso. E o que ninguém sabe é o tamanho do desmonte na alma desse ser; pois, quando não vem como mal externo (calamidade), sempre vem como mal interno (medo, solidão, angústia, designificação existencial, amargura, sofreguidão do ódio, desespero da morte, etc.).

4. O que não há no Velho Testamento é justificação sem Sangue. Na Antiga Aliança, a própria Lei foi sancionada com derramamento de sangue; conforme o primeiro rito de "vestimenta espiritual" praticado "por Deus" no Gênesis, quando cobriu o homem e sua mulher com as peles de um animal morto para vesti-los.

Assim, meus irmãos, no Antigo Testamento, nós tanto temos a manifestação da devoção humana de forma primitiva; assim como temos a linha mestra de indicação do Caminho, e que é uma linha carregada de sangue de bodes e de touros; até que chegou o Cordeiro, que já havia sido imolado desde antes da fundação do mundo (portanto, infinitamente anterior à Lei); e, Nele, toda a Lei — tanto os mandamentos de conduta individual e social (10 mandamentos; por exemplo) como também as leis e ritos cerimoniais — foram cumpridos; e, com isto, tudo o mais se torna obsoleto, visto que o que agora prevalece explícita e
www.caiofabio.com.br | www.vemevetv.com.br | www.webmastersdocaminho.blogspot.com

 

 

 

21 

 

encarnadamente é o Evangelho da Nova Aliança; e Nele, a obediência é conseqüência da fé que nasce do Amor que nos amou primeiro e que se entregou por nós.

Para os que ainda são da Lei, a emoção prevalente como "motor da obediência" é o medo. Já no Caminho do Evangelho nada tem sentido se não for o amor e a gratidão aquilo que movem o ser.

Por último, quero dizer que, na existência, existe causa e efeito em tudo (na justiça legal, nas leis naturais, nas leis econômicas, nas leis físicas, nas leis relacionais, nas leis conjugais, nas leis negociais, etc.) — menos no que tange à salvação em Cristo, conforme o Evangelho.

No Evangelho, a Lei fica para o Estado na regulamentação dos vínculos sociais (Romanos 13). Mas ela, a Lei, nada tem a ver com a justiça de Deus para salvação, que salva até o condenado pela lei como fez com o ladrão ao lado de Cristo.

Assim, no tempo Antigo, temos gente tentando viver pela Lei, com toda sinceridade; temos gente fazendo de conta que guardava a Lei, com toda falsidade; e temos gente que vivia sob a Lei por fé e esperança num Amor Maior – que os absolvesse dos rigores da própria Lei que os expôs como transgressores.

Quem se dedicar a leitura atenta dos evangelhos e das inúmeras afirmações de Paulo em suas cartas, mas em especial Romanos de 9 a 11, saberá que a finalidade da Lei é Cristo.

Jesus, a chave que abre o coração.

"Perguntou-Lhe Pilatos: O que é a verdade?"

Ora, conquanto Jesus seja também uma informação histórica — afinal Ele existiu, e nós não estávamos lá quando isto aconteceu; razão pela qual
www.caiofabio.com.br | www.vemevetv.com.br | www.webmastersdocaminho.blogspot.com

 

 

 

22 

 

dependemos completamente das descrições que os evangelhos fazem de Jesus a fim de melhor discernir seu espírito —, no entanto, o discernimento de Quem Ele era, só acontece como revelação de Deus no coração.

A Verdade não existe como Explicação, mas tão somente como Encarnação. A Verdade se fez carne! É Alguém. A Verdade é uma Pessoa! Por isso, a Verdade só pode ser vivida, não pensada. Todo pensamento acerca dela decorre da experiência. A Verdade não é objeto de prosa... O Jesus do Evangelho não é para ser aceito, mas para ser conhecido. A Verdade que vejo em Jesus — Encarnada Nele — eu mesmo tenho que conhecer na minha própria encarnação, que é o único estado de existência que eu tive até hoje.

Foi assim com Pedro. Ele conheceu a Verdade em Jesus, e teve que experimentá-la em si mesmo. E, provavelmente, o dia no qual ele negou a Jesus, tenha sido um dia de muito mais verdade que a noite da Transfiguração.

Portanto, é preciso que cada um conheça Jesus e Sua Palavra, para si mesmo. É preciso que cada um aprenda a Ter sua própria consciência em fé, a fim de viver a Palavra por si mesmo.

Em resumo, a Encarnação é a chave hermenêutica do conhecimento bíblico, mas essa chave tem que abrir antes o meu coração. E isto só acontece no encontro entre a Verdade e a Vida.

Ora, tal encontro só se dá no Caminho, e é a isso que chamamos Consciência do Evangelho. Por isso, aproveito-me deste trabalho para propor um exercício pessoal libertador:

Quero convidá-lo a pegar os evangelhos e relê-los como se fosse a primeira vez, e faça-o como se nunca tivesse ouvido nenhuma interpretação deles. Pois, assim fazendo, você logo saberá que o que eu digo é apenas uma Nova Repetição do que não muda nunca, pois quando se tenta mudá-lo, nunca é para o bem, pois, trata-se daquilo que é eterno: o Evangelho.
www.caiofabio.com.br | www.vemevetv.com.br | www.webmastersdocaminho.blogspot.com

 

 

 

23 

 

A necessidade de escrever a mensagem de Jesus veio do afastamento cada vez maior da sua fonte histórica - o próprio Jesus de Nazaré (Lucas 1:1-4; João 20:30-31). Em meados de 70 D.C., já não vivia a quase totalidade das "testemunhas oculares" do Senhor ressuscitado (Lucas 1:2; 1 Cor 15:3-8). Esse distanciamento cronológico entre Jesus e as comunidades só poderia ser vencido pela palavra escrita. E assim se formaram as duas grandes coleções ou "corpus" das Cartas de Paulo e dos Evangelhos.

Depois, eu gostaria de enfatizar a necessidade de ler o Novo Testamento na ordem cronológica da mais provável seqüência de sua produção: 1ª. e 2ª. Tessalonicenses; Gálatas, Efésios, 1ª. e 2ª. Coríntios, e Romanos; Colossenses, Filemom; Filipenses, 1ª. e 2ª. Timóteo e Tito; 1ª. Pedro; Marcos; Mateus; Hebreus; Lucas; Atos; Tiago, Judas 1ª.,2ª. e 3ª. João; o evangelho de João, 2ª. Pedro; e Apocalipse.

Como alerta, devo dizer que o primeiro inimigo a ser vencido no estudo bíblico é o pré-condicionamento na interpretação.

Então, meu querido, soda cáustica na cabeça, uma boa chacoalhada, limpeza, e início de leitura pessoal e aberta para a Palavra e para o Espírito. Então você verá que começará a surgir o Jesus real das páginas dos evangelhos! Experimente!

Que a Graça de Nosso Senhor Jesus Cristo seja com todos.

Caio Fábio

www.caiofabio.com.br | www.vemevetv.com.br | www.webmastersdocaminho.blogspot.com

 

 

24  2

 

Len ndo o Ev vangelh ho para HOJE! 
LEIT TURA DO NOVO TE ESTAMENTO: cada pessoa no Caminho deve faz a o zer leitura do N.T. conforme a seqüênc que se segue, se leitura o cia em orientada, a fim que cada u um, de si mesmo, v verifique o significad do Evan do ngelho sem as m de q leituras pré-condicionant aprendidas na religião. tes

Os l livros do N Novo Test tamento fo oram escr ritos na se eguinte ord dem: 1ª. e 2ª. Tess salonicens ses; Gálatas, Efés sios, 1ª. e 2ª. Coríntios, C e Roma anos;

Colo ossenses, Filemom; Filipenses, 1ª. e 2ª. Timóteo e Tito; 1ª. P Pedro; Marcos; Mate eus; Hebre eus; Lucas Atos; Tia s; ago, Judas, 1ª. 2ª. e 3ª. João; o evangelh de ho João 2ª. Pedro; e Apoca o, alipse.

CHA AVE HERM MENÊUTIC CA: OLHE PARA JESUS E VOCÊ EN E J NTENDER A RÁ PAL LAVRA. "O Verbo s fez carn O se ne...", sen ndo assim, a Encarn , nação torn na-se noss única e possível chave hermenêutica para ent sa a tender a P Palavra, a mim mesmo, o próx ximo e a re ealidade at tual.

r almente a Bíblia com tendo s espírito realizado em mo seu o o 1. Deve-se ler existencia Crist Ele ve para c to. eio cumprir tudo. Cump priu? Sim! Está con nsumado! Mas cumpriu de u uma man neira legal-aos-sentidos? Não Prova disso qu o o! ue cumprimento d Palavra em Jesus era justam da s mente aquilo que os mestres da Lei em S Seus dias chamavam de transgressão. Assim, há um espír até na Lei. á rito a Jesu cumpriu esse espí us u írito, não s suas mater rializações!

2. D Deve-se le as "fala de Jes er as" sus e não somente fazer (quando se faz) o e exeg gese do te exto. Ante disso, d es deve-se pe erguntar: q qual o significado desse d
www.cai iofabio.com m.br | www w.vemevetv. .com.br | www w.webmaste ersdocaminh ho.blogspot t.com

 

 

 

25 

 

ensino de Jesus para Jesus? E a resposta é uma só: veja como Ele lidou com a vida, com as pessoas, com os fatos! Conferindo uma coisa com a outra ficase livre da construção de dois seres irreconciliáveis: o Jesus que viveu cheio de amor e graça, e o Jesus que ensinou coisas que só os interpretes autorizados conseguem "captar".

3. Desse modo, então, não se faz jamais uma interpretação textual que não coincida com o comportamento e com a atitude de Jesus na questão, conforme o Evangelho. Eu confiro tudo com o espírito de Jesus, conforme o Evangelho.

4. Só assim Jesus não fica esquizofrênico ante os nossos sentidos: o que Ele disse, Ele viveu; e o que Ele viveu, é o que Ele disse.

"Assim, Jesus é a chave hermenêutica para se discernir a Palavra, mas mesmo assim, eu só a conhecerei como Verdade, se eu mesmo a provar na minha carne; e isto é o que acontece quando a gente anda no Caminho; e assim é mesmo quando a gente tropeça."

Caio Fábio

www.caiofabio.com.br | www.vemevetv.com.br | www.webmastersdocaminho.blogspot.com

 

 

26  2

 

VEM M E VÊ T TV 
M&VÊ TV ABRIU DE E VEZ   A VEM
u mas muito feliz mesmo, o Estou muito, m com o fato de h hoje termo podido Abrir os Gratu uitamente o sinal da V Vem & Vê TV.

Alelu uia!

Agor só não v ra vem e vê q quem realm mente não quer.

Muit gente m escreve querendo saber o que prego [gente n ta me e o o nova], ou como c vou, ou mesmo o que faç hoje. o ço

Acho engraçad pois, e um mun como este, quan todo m o do, em ndo ndo mundo que não e estej foragido é facilm ja o mente achá ável, pouc gente e co está mais exposta como c gent mesmo quanto eu próprio e isto em fatos, sentimen te o, o; ntos, histó órias, cond dição real: física, mental, psicológica.

me so dos s! Eu m confess aqui tod os dias

Agor além do www.caiofabio.com ra, m.br – que é meu liv virtual d "Confis e vro de ssões Cotid dianas", ta anto de fé como de v vida e exis stência, qu uem desejar saber o que preg o que p go, penso e o que ensin acerca do Evange no elho, pode não apenas erá ler, o ouvir pe radio d site, ma também poderá vir e ver p ou ela do as, m, pela Vem & Vê TV.

A pa de março teremo transmis artir os ssões ao vivo todas as tardes e várias no v oites, e, to odos os que desejare poderão interagir por telefon e-mail, MSN e Sk e em o ne, kype.

www.cai iofabio.com m.br | www w.vemevetv. .com.br | www w.webmaste ersdocaminh ho.blogspot t.com

 

 

 

27 

 

Em breve estaremos colocando pessoas no ar, ao vivo, de vários lugares do Brasil e da Terra; conversando, entrevistando e discutindo temas diversos; e tudo com imagens ao vivo daqui e de lá, onde quer que lá venha a ser.

Peço que você se ajude apenas preenchendo o cadastro e autenticando seu email e senha. Tudo é gratuito.

Você também pode pegar dados de amigos que você deseje alcançar, e fazer um cadastro para eles, dando a senha como presente.

Mas não esqueça:

A única condição para acessar gratuitamente é o simples preenchimento do cadastro, o qual eu espero que seja preenchido com honesta simplicidade.

Também aproveito para dizer que estamos fazendo isto literalmente pela fé; pois, com o abrir dos acessos, os poucos mil passarão para muitos milhares, e, como conseqüência, teremos que gastar muito mais a fim de fazermos provisão de banda de acesso para tanta gente; e isto custa caro.

Por isto peço que os que eram assinantes tornem-se agora contribuintes ainda mais fieis e generosos; e, aos que chegarem agora, peço que assistam à programação, baixem no "on demand" as mensagens e assistam com a família e os amigos; e mais: que, em assim fazendo, se forem abençoados e tocados pelo favor do amor de Deus, tornem-se contribuintes, a fim de que a benção que alcançou você gratuitamente em todos os sentidos possa alargar-se a fim de abençoar a outros, em muitos outros lugares; e, por vezes, pessoas tão sozinhas que contam apenas com esta comunicação que agora a todos facultamos, a fim de não esmorecerem na caminhada.

Por isto, com sinceridade e seriedade de homem, peço sua ajuda.

www.caiofabio.com.br | www.vemevetv.com.br | www.webmastersdocaminho.blogspot.com

 

 

 

28 

 

Para terminar, agradeço ao Edvaldo, à Ana, ao Chico, ao Elmo, ao Tiago, ao Jerry, ao João e ao Vini, por toda ajuda técnica; sendo que o Edvaldo é o coração pulsante em todas as provisões técnicas. Sem o Edvaldo dificilmente tudo isto estivesse acontecendo. Agradeço também aos amigos Rômulo Mendonça, Luciano Mendonça, Rogério Villas Boas e Marcelo Martins, por tudo, e eles sabem o quê. Que Deus os abençoe! Sobretudo agradeço aos muitos que com todo amor têm contribuído todos os meses. Que a Graça seja sobre todos!

Nele, que nos permite ser co-participantes da Graça de anunciar a Reconciliação entre Deus e os homens — peço a você: Vem e vê!

Caio Fábio 05 de fevereiro de 2009

www.caiofabio.com.br | www.vemevetv.com.br | www.webmastersdocaminho.blogspot.com

 

 

 

29 

 

QUEM É E QUEM NÃO  É DO “CAMINHO DA  GRAÇA”  
 

O “Caminho da Graça” não existe, a menos que você o torne existente para você.

Tem gente que pensa que existe algo real com o nome de “Caminho da Graça”. Não. Tal coisa não existe. E jamais deixarei que exista.

Existe uma nomenclatura dada a um movimento de busca da simplicidade do Evangelho, o qual, entre nós, circunstancialmente, se chama “O Caminho da Graça”.

Mas não existe nada como as mulheres do “Caminho da Graça”, os adolescentes do “Caminho da Graça”, os jovens do “Caminho da Graça”, ou mesmo os mentores do “Caminho da Graça”.

Temos reuniões para gente: homens, mulheres, crianças, jovens, adolescentes e até para os adultos que se sentem eternamente meninos. Mas participar do grupo não faz da pessoa uma pessoa do “Caminho da Graça”, a menos que ela viva o Evangelho.

No “Caminho da Graça” somente é quem é; quem não é… pode freqüentar, estar em todas, mas não é.

Sim! Pois no “Caminho da Graça” apenas se dá valor ao que a pessoa faça de uso do bem do Evangelho para ela. Se fizer…, está no “Caminho da Graça”, se não fizer... pode fazer o que desejar, mas não é e não está no “Caminho da Graça”.

www.caiofabio.com.br | www.vemevetv.com.br | www.webmastersdocaminho.blogspot.com

 

 

 

30 

 

É por isto que não temos “membros”, nem “oficiais”, nem coisa alguma que dê à pessoa a ilusão de que por ter uma função oficial, isto faça dela uma pessoa especial.

Perguntam-me: “Fulano é do “Caminho da Graça”?”

Respondo: “Não sei. É?”

Então afirmam: “É sim. Tá lá todo domingo!”

Respondo: “O diabo também”.

Retrucam: “Mas a pessoa da qual falo é de lá sim; diz que é seu discípulo e defende você em tudo!”

Respondo: “Defender-me não o torna do “Caminho da Graça”. Ele será do “Caminho da Graça” apenas se andar com Jesus, o Caminho. No “Caminho da Graça” não temos ninguém que seja do “Caminho da Graça” apenas porque apareça, goste ou freqüente”.

Temos uma reunião ou mais. O nome do ajuntamento desses discípulos é “Caminho da Graça”. Mas o nome somente será mais que um nome se a pessoa viver o Caminho de Jesus, abraçar o Evangelho. Do contrário, é apenas uma pessoa freqüentando um ambiente no qual o Evangelho é pregado; embora a pessoa não seja do “Caminho da Graça”, a menos que se faça um ente de tal realidade pela simples seriedade com a qual trate o Evangelho em sua vida.

www.caiofabio.com.br | www.vemevetv.com.br | www.webmastersdocaminho.blogspot.com

 

 

 

31 

 

Assim, quando me dizem: “Os jovens do “Caminho da Graça” ou os adolescentes do “Caminho da Graça” estão fazendo besteira”, eu digo: “O Caminho da Graça” não tem a paternidade de ninguém. O “Caminho da Graça” não adota pessoas; pessoas é que adotam o “Caminho da Graça” quando se tornam discípulas de Jesus. Enquanto obedecerem ao Evangelho serão do “Caminho da Graça”, mas no dia em que desistirem do Evangelho como bem para as suas próprias vidas, nesse dia já não serão do “Caminho da Graça”.”

Por isto, no “Caminho da Graça” ninguém disciplina ninguém se você entender por disciplina aquilo que as “igrejas” fazem: afastar o membro.

No “Caminho da Graça” ninguém afasta ninguém, as pessoas se afastam quando não suportam mais o Evangelho.

E quando há dos que não assumem e nem se afastam, nada muda, pois, temse apenas uma pessoa ouvindo o Evangelho, e, em mim, sempre há a esperança de que a pessoa se converta.

O “Caminho da Graça” não assume nenhum papel de Xerife, ou de pai, ou mãe, ou de “igreja”; ou seja: de superego dos crentes!

No “Caminho da Graça” quem, sendo filho, tem pai e mãe, o “pastor” de tal pessoa jovem será o pai ou a mãe.

Ninguém é chamado para se explicar. A vida da pessoa a explica todo dia, para o bem e para o mal.

No máximo o que se faz é, ao se ver que uma pessoa não está andando conforme o Evangelho, apenas pedir que ela dê um tempo nas atividades publicas à frente de eventos ou coisas relacionadas ao “Caminho da Graça”, mas se insta com ela para que fique exposta à Palavra.

www.caiofabio.com.br | www.vemevetv.com.br | www.webmastersdocaminho.blogspot.com

 

 

 

32 

 

“O Caminho da Graça” apenas tem duas instancias de manifestação; uma grupal e densa e outra individual; ou seja: as reuniões do grupo e as ações dos indivíduos comprometidos com o Evangelho.

Não queremos ser uma comunidade/clube, na qual os membros se sintam pertencendo ao grupo.

No “Caminho da Graça” apenas queremos que as pessoas se exponham ao Evangelho. Se andarem juntas por gostarem da companhia umas das outras, que façam bom proveito. Mas não é por isto que se tornam mais do “Caminho da Graça” do que quem apenas ouve a Palavra e faz bom proveito dela em sua vida, sem jamais querer sair para comer uma pizza depois da reunião, que pode até ter sido “um culto”, no caso de todos os que dela participem tenham adorado a Deus em espírito e em verdade, no ato de cultuarem juntos.

Assim, um monte de adolescentes que andem pelas reuniões do “Caminho da Graça” não são os “Adolescentes do Caminho”, mas apenas um grupo de meninos que aparecem nas reuniões do “Caminho da Graça”.

Os do “Caminho da Graça” são os que, pela vida, confessam Jesus e o Evangelho. Os que assim não fazem são apenas pessoas que aparecem aos encontros, mas que nada fazem do bem do Evangelho em suas vidas; portanto, andam nas reuniões do “Caminho da Graça”, mas ainda não estão no Caminho.

Assim, no “Caminho da Graça” ninguém é a menos que seja; pois, se não for, não se tornará por nada neste mundo.

“O Caminho da Graça” não é um ajuntamento, antes de ser um conceito: O Evangelho.

Meu compromisso é apenas pregar sem falsificação do Evangelho. O que fazem com o que prego é decisão de cada um. Eu, todavia, não tenho membros e nem oficiais, pois, entre nós, só é oficial aquilo que se torna vivo
www.caiofabio.com.br | www.vemevetv.com.br | www.webmastersdocaminho.blogspot.com

 

 

 

33 

 

pelo Evangelho todos os dias, e só é membro quem serve o próximo, não quem dá o dízimo ou vira bucha de reuniões sem sentido... para a pessoas que aparecem sem saber nem bem a razão.

Desde que “O Caminho da Graça” iniciou aqui em Brasília, e, depois, pelo Brasil e até em outros países, já recebi cartas de pessoas me cobrando algo sobre o comportamento de alguém ou alguns que dizem ser do “Caminho da Graça”.

Minha resposta é sempre a mesma:

“Ele pode até freqüentar as reuniões, mas não é do Caminho, pois, no “Caminho da Graça” só é verdade o que for verdade em Jesus, o que não for, não faz ninguém se tornar do “Caminho da Graça”.

No Caminho de Jesus só é quem se faz ser todos os dias!

Quando você vir alguém se jactando que é do “Caminho da Graça”, não creia nele. Quem é do Caminho não se jacta de nada, apenas serve sem questões e sem argumentos.

Quando você vir alguém se dizendo do “Caminho da Graça” ao mesmo tempo em que negue o Evangelho na prática da vida, pode dizer: “Você freqüenta as reuniões do grupo o “Caminho da Graça”, mas você não é do “Caminho da Graça”, posto que não haja graça em seu caminhar”.

Perguntam-se: O “Caminho da Graça” tem membros?

Respondo: “Tem todos os que andam com Jesus segundo a simplicidade do Evangelho. Esses são os membros se forem membros do Corpo de Cristo, manifestando isso pela adesão de discípulo a Jesus”.

www.caiofabio.com.br | www.vemevetv.com.br | www.webmastersdocaminho.blogspot.com

 

 

 

34 

 

No dia em que se fizer a “conta” de quantos sejam os membros do “Caminho da Graça”, nesse dia o “Caminho da Graça” acabou.

A permanência do “Caminho da Graça” dependerá totalmente de sua coragem de total impermanência.

Um grupo de gente que freqüenta o “Caminho da Graça” é apenas um monte de gente que freqüenta o “Caminho da Graça”.

Se estiverem fazendo o que é bom, bom será o que fizeram. Se estiverem fazendo o que é mal, mal será o que fizerem.

Simples assim.

Se passar disso, saiba: não é o “Caminho da Graça”; pois, entre nós tal é radicalidade existencial anunciada; se for, é; se não for, não é.

O resto é o velho fantasma da “igreja” assombrando os crentes ainda viciados em pertencer sem ser.

Ou então é o ardil de sempre do diabo, estimulando o individuo a pertencer [como se fosse possível] sem se tornar.

Em Jesus quem é, é; quem não é, não é.

É assim que é com Jesus. Por que deveria eu adotar outro critério?

Jamais!

Afinal, no “Caminho da Graça” não vale tudo e não vale nada, pois, só vale o Evangelho.

Assim, quem ama Jesus e anda no Evangelho, esse é do “Caminho da Graça”. Mas quem apenas acha legal ou pensa que vale tudo, esse saberá que no
www.caiofabio.com.br | www.vemevetv.com.br | www.webmastersdocaminho.blogspot.com

 

 

 

35 

 

“Caminho da Graça” as coisas são ainda mais estreitas, pois, não se tem a ilusão nem dos números e nem dos membros...; posto que apenas sejam do “Caminho da Graça” os que sejam do único Caminho de Vida, Jesus.

Perguntam-me: “No “Caminho da Graça” vale tudo?”

Respondo: “Não! No “Caminho da Graça” só vale o que seja Evangelho; pois, o que não for... para nós não vale nada!”

Portanto, só é membro do “Caminho da Graça” quem se fizer ramo da Videira por conta própria, único modo de alguém se tornar ramo da Videira Verdadeira,

Nele, Caio Fábio 25 de março de 2009

www.caiofabio.com.br | www.vemevetv.com.br | www.webmastersdocaminho.blogspot.com

 

 

 

36 

 

O PROJETO DE DIVULGAÇÃO EM BH 
Segue abaixo os valores da empresa GranBH conforme email recebido:

Os valores que o mercado está praticando para veiculação em outdoor são, líquidos , unitários, por BI Semana.  Obs. : A partir de Abril de 2009 os valores unitários terão reajuste      Placa convencional..............................................................R$592,00  Placa nobre.........................................................................R$720,00  Placa iluminada...................................................................R$984,00  Lightdoor / front....................................................................R$1.136,00  Forma de pagamento..................................15 dias fora BI Semana veiculada

Conforme marcado em amarelo, definimos a placa convencional como o modelo de outdoor a ser utilizado.

Segue abaixo os valores da gráfica conforme a empresa Work Paper conforme email recebido:

Conforme solicitação, passamos abaixo nosso preço para a impressão em vinil adesivo perfurado.

Qtde: 01 – Cartaz de outdoor digital, papel 90gr. Tam. 9x3 mts. Valor Total: R$ 340,00 (Trezentos e quarenta reais)

Qtde: 03 – Cartazes de outdoor digital, papel 90gr. Tam. 9x3 mts. Valor Total: R$ 600,00 (Seiscentos reais)

www.caiofabio.com.br | www.vemevetv.com.br | www.webmastersdocaminho.blogspot.com

 

 

 

37 

 

Qtde: 05 – Cartazes de outdoor digital, papel 90gr. Tam. 9x3 mts. Valor Total: R$ 820,00 (Oitocentos e vinte reais)

Prazo de entrega: Prazo de pagamento:

A combinar. 28 dd.

Conforme marcado em amarelo, desejamos a confecção de 5 (cinco) cartazes para o número de 03 (três) outdoors.

A confecção de 05 (cinco) cartazes foi uma orientação da empresa, pois eventualmente o outdoor pode danificar com o tempo, uma vez que estaremos divulgando por 30 dias. Daí a necessidade de ter um estoque.

Vamos aos cálculos finais:

Desejamos alugar cada outdoor para o prazo de 30 (trinta) dias, ou seja, duas bi-semanas: R$ 592,00 X 2 = R$ 1.184,00 por outdoor

Como seriam 3 (três) outdoors: R$ 1.184,00 X 3 = R$ 3.552,00

Custo da confecção dos painéis que serão colados nos 03 (três) outdoors pela gráfica: R$ 820,00

Custo total: R$ 3.552,00 + R$ 820,00 = R$

4.372,00

Os locais de exposição serão definidos conforme disponibilidade da empresa.

www.caiofabio.com.br | www.vemevetv.com.br | www.webmastersdocaminho.blogspot.com

 

 

 

38 

 

A AJUDA 
No Caminho da Graça não há a obrigatoriedade de se ofertar ou dizimar, logo as doações são feitas de maneiras voluntárias e na conformidade do coração e da realidade de cada um. Assim tudo que tem sido realizado tem sido graças a ajuda, realmente, voluntária das pessoas.

Contribuir é algo que muda a vida da gente. Muda as referências e prioridades. Altera a sensação de prazer e de realização. Subjuga o poder do diabo como Dinheiro em nossa vida. Eleva os alvos da vida. Faz pensar nos outros; especialmente, muitas vezes, naqueles que nem conhecemos. E, entre outras coisas, nos põe no caminho da generosidade e da fé que lança o pão sobre as águas para só achá-lo depois de muito tempo...

Portanto, se você deseja contribuir para este projeto aqui apresentado e entende ser isto obra da Graça de Deus para nossos dias, por favor, faça seu depósito conforme a disposição do seu coração na conta abaixo:

BANCO ITAÚ AGÊNCIA: 3101 CONTA: 00272-7/500 NOME: RIVADÁVIO MOUTINHO COSTA

Estou disponibilizando uma conta de poupança pessoal, pois atualmente, aqui em BH não temos uma instituição constituída legalmente.

Peço que todos que fizerem qualquer doação envie um email para rivamoutinho@yahoo.com.br para que seu email seja inserido num Grupo criado no Google especificamente para que você possa acompanhar todo o desenvolvimento deste projeto, ou seja, a comprovação de todos os gastos mediante Nota Fiscal os extratos bancários de poupança.

Então... Vamos Lá!!! Doe.
www.caiofabio.com.br | www.vemevetv.com.br | www.webmastersdocaminho.blogspot.com

 

 

 

39 

 

    IMAGEM DO OUTDOOR A SER EXPOSTO 
         

   

Acesse: www.movimentovamoslabh.blogspot.com e acompanhe o dia a dia do Projeto

www.caiofabio.com.br | www.vemevetv.com.br | www.webmastersdocaminho.blogspot.com

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->