P. 1
projeto brincadeiras

projeto brincadeiras

|Views: 3|Likes:
Published by Julia Okamoto

More info:

Published by: Julia Okamoto on Apr 22, 2013
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/23/2015

pdf

text

original

Projeto Brincadeiras Professora: Alunos atendidos: 1ª série Orientação: Multiplicadores Descrição do projeto Como professora alfabetizadora, a minha maior

preocupação é conseguir alfabetizar os meus alunos em menor tempo possível. Mas nem sempre eu consigo atingir os meus objetivos com todos os alunos. No decorrer deste ano, eu trabalhei com os alunos que apresentavam muita dificuldade em aprender a ler e a escrever. Entre esses alunos eu encontrei alunos que estavam em fases bem diferentes, o que dificulta ainda mais o acompanhamento de tudo nas atividades propostas e a minha assistência para com eles. Quanto a escrita, encontrei alunos em fases pré-silábica, silábica, silábica-alfabética e apenas um em fase alfabética. De acordo com Telma Weisz, para que uma criança possa representar a escrita ela precisa construir construir respostas para duas questões: O que a escrita representa? Qual a estrutura do modo de representação da escrita? A escola considera que a escrita é uma representação dos sons da fala. Mas não é. De início a criança supõe que a escrita é uma forma de desenhar as coisas. Ao se dar conta das características formais sobre a escrita, a criança constrói então hipóteses que vão acompanhála por algum tempo no processo de alfabetização: De que é preciso um número mínimo de letras, entre duas e quatro para que esteja escrito alguma coisa; e que é preciso um mínimo de variedades de letras que "sirva para ler". Antes de supor a escrita como representação da fala, a criança faz várias tentativas para construir uma escrita parecida com a do adulto. Essas tentativas são chamadas hipóteses. Um exemplo é a hipótese silábica, onde a criança emprega valor sonoro para cada conjunto de letras emitidos por ela e indicadas como sílaba da palavra. A partir do momento que passei a observar e entender como os meus alunos aprendiam, resolvi recorrer a meios que possibilitassem uma melhor aprendizagem e que despertassem interesse nos alunos.Resolvi buscar temas que estimulassem a leitura e escrita. Após observar as reações e conversar entre os alunos, definimos como tema para o Projeto Brincadeiras, pois é um dos acontecimentos mais comuns na vida de muitas crianças e também porque existem crianças na sala que não costumam brincar com outras crianças, a não ser na escola. Muitos desconhecem brincadeiras e brinquedos. Fiz, então a proposta aos

Partimos. acredito que a informática possa influenciar na aprendizagem desses alunos. acreditando que todos são capazes de aprender. OBJETIVOS ESPECÍFICOS Despertar o interesse dos alunos na leitura e escrita. Objetivos gerais Desenvolver um trabalho de alfabetização adequado às necessidades de aprendizagem dos alunos. que se referem a alunos que não lêem e não escrevem muito bem e os que não fazem convencionalmente.alunos de que iríamos trabalhar esse assunto em sala de aula e que futuramente poderíamos estar trabalhando o mesmo interligado com a informática. percebi que não havia atingido o que eu esperava. Acredito que através de um tema que faz parte de suas vidas e juntamente com a proposta de trabalhar no computador as suas produções. Resgatar jogos. mas muito pouco. . Estando no mês de outubro. Reconhecer o valor dos brinquedos na vida de cada criança. O que sabemos? O que queremos saber? Como vamos fazer? O projeto será realizado no decorrer de 2001. eles apresentam alguns avanços. que sejam mais completos em suas idéias. então para o preenchimento do Quadro de Cognição. eu espero que a informática sirva de estímulo para construir a escrita e que leiam pelo menos um pouco até o final do projeto. Construir a escrita e leitura através de desafios propostos por meio da informática e de atividades lúdicas. brincadeiras. os alunos fiquem mais motivados e passe a produzir mais. cantigas históricas que fazem parte da cultura e que são esquecidos com o tempo. Dos 25 alunos que tenho eu não conseguir alfabetizar oito. podendo existir uma continuidade de acordo com a disposição da turma no próximo ano letivo. buscando na brincadeira meios que favoreça a aprendizagem. brincando. Identificar diferenças e semelhanças entre as brincadeiras. E quanto ao restante eu espero que eles avancem mais na leitura e escrita e.Para os alunos que já escrevem e lêem textos. quero poder está fazendo intervenções na leitura e escrita para que eles reflitam e construam uma escrita mais aproximada da convencional e para os que ainda não conseguem ler. JUSTIFICATIVA DO PROJETO Diante dos problemas já descritos.

garrafa venenosa. será feita uma sistematização coletivas de todas as informações adquiridas pelos alunos. comunidade e no computador. dominó. para que os ainda que não conhecem possam conhecer. Depois de realizar a produção de texto em sala e feita as intervenções pela professora. jornais. partir primeiro pelo tema que despertasse um maior interesse na turma e que trouxesse resultados eficientes naquilo que eu esperasse que melhorasse: a escrita e leitura de meus alunos. capoeira. que montem o nome de brincadeiras com o alfabeto móvel. carrinho. Depois da sistematização será proposta uma produção escrita individual de tudo que aprendeu. O professor fará as intervenções necessárias na hora da escrita. brincadeira de roda. As brincadeiras que alguns colegas já conhecem serão ensinadas aos demais com a ajuda da professora de Ed.Espero que o projeto possam expor melhor suas idéias refletindo assim sobre a construção da escrita. eles serão chamados a atenção para observar as regras e procedimentos de cada uma. O desenvolvimento das atividades foi feito respondendo as questões: O que queremos saber? Como vamos fazer? Em respostas as questões partimos para escrever a lista das brincadeiras que gostaríamos de aprender como: amarelinha. Após participar de cada brincadeira. Pretendo trazer para a escola um grupo de capoeira que ofereça aos alunos respostas as questões levantadas por eles. baralho. dado e no computador. pique. pois envolve informações muito importantes que serão muito válidas para que os alunos conheçam. carrinho. envolvendo brincadeiras que foram citadas por eles no quadro de cognição como produção de textos envolvendo o tema assim como formação de palavras e que conheçam mais sobre sua cultura e de outros povos. Como toda informação nova que apareça. E os alunos com dificuldade? . garrafa venenosa. haverá uma atividade idêntica para que ele forme as palavras. após a apresentação e explicação sobre a capoeira. colegas. Física: Patrícia Egídio. os texto serão digitados no programa Word pelos próprios alunos.fruta. Uma brincadeira que será tema de pesquisa mais profunda para os alunos é a capoeira. Entre as brincadeiras que os colegas possam aprender com o outro estão: amarelinha. etc. Todas essas produções escritas serão levadas pelos alunos à sala de informática para a digitação feita por elas. Depois da escolha do tema partimos para o preenchimento do quadro de cognição o qual foi preenchido com a colaboração dos alunos. livros. pique. sendo que o número de letras já serão definidas para montar as palavras. E para os alunos que montarem as palavras com os nomes das brincadeiras. baseando em pesquisas feitas com a família. passamos a escrever sobre a brincadeira que mais achou interessante. Durante o desenvolvimento das brincadeiras. professoras.fruta. Outro meio de enriquecer o conhecimento sobre a capoeira é fazer leituras sobre o assunto em livros. Desenvolvimento Para desenvolver este trabalho. Para os alunos com dificuldade.

1 e 2) • CD Musical ACOMPANHAMENTO. . Criatividade nas produções artísticas. quebra. os alunos serão avaliados e faremos as intervenções possíveis para que haja um resultado eficiente e caso não consigamos atingir o que pretendemos. professora de Educação Física. forca. As produções escritas e alguns desafios serão feitos no programa Word. AVALIAÇÃO E DISSEMINAÇÃO Todo o projeto será acompanhado por toda a equipe envolvida no Projeto: Professora da 1ª série. estaremos confeccionando brinquedos como dominó. Um dos meios de diagnosticar se as atividades por meios de brincadeiras está influenciando na escrita e leitura dos alunos. Pretendemos atingir o maior número de áreas de conhecimento possível: • • • • • Conhecer. iremos ficar bastante atentos às suas produções e avaliar se estão tendo progresso no resultado das atividades. estaremos articulando as nossas produções aos programas do computador como: Paint para a utilização de desenhos e atividades que ofereçam desafios para as crianças como montar um brinquedo com as figuras geométricas que tem no programa. Algumas brincadeiras serão elaboradas nos programas de computador como: Word e Paint com a utilização de figuras ou nomes de brinquedos confeccionados pelos alunos e com atividades que desafiam o raciocínio dos alunos como: acróstico. Em todos os momentos do desenvolvimento do Projeto. faremos uma tentativa em está propondo a eles que escrevam sobre a capoeira. deveremos retornar com aqueles alunos que não atingiram o resultado esperado.cabeça. Observar que a brincadeira deve fazer parte de todas as crianças como elemento essencial para sua formação e história de vida.ª Belina. Em outro momento chamado "Oficina Pedagógica". tanto na sala de aula quanto no computador observando os avanços em relação a escrita e a leitura. produções escritas.M. boneca. Em todos os momentos desde a primeira atividade. Reflexão sobre a leitura e a escrita. reforçar as brincadeiras que fazem parte da cultura de um povo. dado. baralho.Patrícia Egídio e as educadoras Adriana e Carla do Núcleo Tecnológico. carrinho. E se necessário recorreremos a Internet para completar alguma informação que convier. é observar as suas produções escritas e orais. desenhos dos brinquedos que mais gostam. charadas. Recursos: • Alfabeto Móvel • Dominó • Cd Rom "O pequeno pensador" • Fita de vídeo (Coleção "A pessoa mais importante" Vol. de acordo com as atividades propostas. Como no início iremos encontrar alunos que ainda não conseguem ler nem escrever.Mesmo com dificuldade na escrita e na leitura. Produção escrita e desenvolvimento oral.

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->