23-00-00-BR

Proteção contra Quedas

[Soluções MSA para Trabalhos em Altura]

Proteção contra quedas
Os sistemas de proteção contra quedas são utilizados por trabalhadores de diversos setores da indústria, onde possa existir risco de queda em altura. Devem ser usados e projetados para prevenir acidentes no trabalho ou proteger contra consequências de um acidente no trabalho. Desde 1995, a MSA está presente com equipamentos de proteção contra quedas. Hoje busca desenvolver e fornecer uma completa linha de produtos para proteção em altura. Possui fábricas nos Estados Unidos, China, México, Chile e agora também no Brasil.
A MSA oferece uma extensa linha de produtos para proteção em altura:

• Cintos tipo paraquedista e talabartes; • Trava-quedas retráteis; • Equipamentos para acesso e resgate em espaço confinado; • Equipamentos para resgate; • Ancoragens; • Mosquetões; • Linhas de vida horizontal e vertical: • temporária; • permanente.

Guia Para Trabalho em Altura
• Sempre que possível faça uso de proteção coletiva; • Utilize equipamentos de restrição que impeçam que o usuário fique exposto ao

risco de um acidente com queda;

• Utilize sempre equipamentos de proteção contra quedas, que minimizem a

distância e impacto de uma queda caso ela ocorra;

• Tenha sempre atualizado um programa de treinamento para trabalho em altura.

FATORES A CONSIDERAR
Ancoragem: ponto de ancoragem

é parte importante de um sistema. Resistência mínima: 15KN;
Cintos tipo paraquedista: devem ser projetados para proteção contra quedas e também atender a outros riscos inerentes às atividades dos usuários; Talabartes/ trava-quedas:

Plano de resgate: faz parte do sistema

de proteção contra quedas. Deve ser de fácil e segura operação e realizado por profissional treinado e capacitado;
Treinamento: a capacitação do usuário

para trabalhos em altura, espaço confinado e resgate deve ser ministrada por profissional qualificado.

equipamentos de ligação entre o cinto paraquedista e a ancoragem. Devem possuir sistemas que minimizem o impacto de uma queda em até 6KN;

2

“Crossover” ou “V” Para vestir.5) (50) Peso (kg) (59) (68) (77) (86) (95) (105) (114) (123) (132) (141) Fácil de usar Normalmente. os cintos tipo paraquedista são feitos em diferentes tamanhos. Veja no gráfico abaixo qual o tamanho ideal de acordo com altura e peso do usuário. Equipamentos de proteção contra quedas: devem ser selecionados para prevenir queda ou reduzir o risco de lesão em caso de queda. O QUE EU PRECISO? Conforto: o equipamento deve estar perfeitamente ajustado ao corpo. Durante todo o trabalho em altura.9) (1. “Vest Style” ou “H” Modelos de Fivelas Para fechamento e ajuste das tiras do cinto. Isolar: sinalizar e orientar sobre as áreas de risco. Para isso.8) (1. pernas e cintura.7) (1. encontramos diferentes tipos de fivela: Engate Rápido Automáticas Coloca-se como uma jaqueta. Eliminar: a necessidade de acesso a uma área de risco.8) (1. guarda-corpo). 3 . o usuário deve ter o cinto corretamente ajustado.7) (1. Os cintos tipo paraquedista devem proporcionar sistemas de ajuste em que o usuário possa. Substituir: uma área de potencial risco por proteções coletivas (ex.Trata-se de uma preferência do usuário a escolha da melhor forma de vestir o cinto. ter as fitas ajustadas ao tamanho do tronco. Tamanho do Cinto Paraquedista Altura (m) (2.Importante CONTROLE DO RISCO Identificar: todos os potenciais riscos inerentes ao trabalho. devemos passa-lo sobre a cabeça. de maneira fácil.6) (1.6) (1.9) (1.0) (1. existem dois tipos de cintos tipo paraquedista.

sempre utilizando a outra conexão A/2 conjugada a esta. de argolas. Trata-se de pontos de ancoragem onde o uso de sistemas de proteção contra quedas podem ser utilizados. que o trabalhador fique com as mãos livres para melhor desempenho em suas atividades. Ancoragens laterais: argolas em D. Ancoragem ombros: para uso do trapézio em atividades em espaço confinado.IMPORTANTE Conexões do cinto Ancoragem frontal: pode ser através de argola ou laços frontais. Movimentação: identifica onde deverão ser feitas as conexões de um sistema para sustentação e movimentação em espaço confinado. utilizadas para posicionamento do trabalho. Ancoragem dorsal: geralmente através Todos os cintos da MSA possuem um dispositivo que indicará quando uma queda tiver ocorrido. A/2: identifica onde deverá ser feita a conexão de um sistema de proteção contra quedas. permitem. Ancoragem dorsal Ancoragem frontal Ancoragem lateral Ancoragem nos ombros 4 . também são utilizadas para ancoragem de sistemas de proteção contra quedas e resgate. Posicionamento: identifica onde deverá ser feita a conexão de um sistema de posicionamento ou restrição. com o uso de talabarte de posicionamento. Identificação dos pontos de conexão e queda Antiqueda: identifica onde deverá ser feita a conexão de um sistema de proteção contra quedas.

• Todos os modelos possuem indicador de queda. tamanho 1 Cinto paraquedista 1 Argola. adequada à sua aplicação. WorkMAN 1 Argola CA 27. Aplicação: construção civil. confortável e aplicado para trabalhos em altura. trata-se de um equipamento muito leve. • A cor contrastante das fitas superiores e inferiores facilitam o vestimento. tamanho 2 5 . manutenção industrial. onde existe a necessidade de fixação do talabarte ou dispositivo trava-quedas apenas em sua argola dorsal.Cintos paraquedista [Workman] Os cintos tipo paraquedista Workman proporcionam ao usuário conforto devido ao seu peso reduzido. • Adequados às novas Normas ABNT. [Workman 1 Argola] O cinto paraquedista Workman 1 Argola.465 / 28.263 Código 218496 278019 Descrição Cinto paraquedista 1 Argola. segurança e durabilidade devido a qualidade e resistência de suas matérias-primas. • A cor amarela de suas fitas garante alta visibilidade do equipamento. • Mantém a resistência em extremas condições de trabalho. • Todos os modelos possuem fita sub- -pélvica. • Uma diversidade de opções de modelos.

tamanho 1 Cinto paraquedista 3 Argolas. tamanho 2 6 .[WORKMAN 3 ARGOLAS] O cinto paraquedista Workman 3 Argolas é um equipamento que já permite maior diversidade de aplicações. Aplicação: construção civil. tamanho 2 [WORKMAN 4 ARGOLAS] O cinto paraquedista Workman 4 Argolas é ainda mais versátil. este equipamento também possui uma ancoragem na frente. cujas atividades estejam relacionadas à proteção contra quedas e posicionamento do trabalho. além da argola dorsal para uso de talabartes e trava-quedas para prevenção de acidentes com quedas.264 Código 218497 278445 Descrição Cinto paraquedista 3 Argolas. entre outros ambientes. manutenção industrial. Além das argolas dorsal e laterais.265 Código 218498 278341 Descrição Cinto paraquedista 4 Argolas. cuja atividade esteja relacionada com proteção contra queda e posicionamento do trabalho. pois. WorkMAN 3 Argolas CA 27. manutenção industrial.477 / 28. escada tipo marinheiro. Aplicação: construção civil. WorkMAN 4 Argolas CA 27. tamanho 1 Cinto paraquedista 4 Argolas. também possui as argolas laterais. como objetivo o posicionamento do trabalho. o que permite a fixação de talabartes e trava-quedas nessa posição.478 / 28. que têm.

escadas marinheiro. almofadas para maior conforto do usuário. telecomunicação. Trata-se do cinto perfeito para trabalhos em que o posicionamento. Workman Premier CA 28. fivelas automáticas [workman UTILITY] Além dos recursos que já existem no Workman Premier. o que o torna ainda mais leve. torres .260 Código 218579 218580 218581 Descrição Cinto paraquedista UTILITY. Estas almofadas são feitas com material respirável e podem ser removidas.259 Código Descrição 218573 Cinto paraquedista Premier tamanho 1. pois sua fixação é através de Velcro. • Opção com fivelas automáticas Aplicação: construção civil. acessos e resgate em espaço confinado são requeridos. tamanho 1 Cinto paraquedista UTILITY. fivelas automáticas 218577 Cinto paraquedista Premier tamanho 2. fivelas de engate rápido 218575 Cinto paraquedista Premier tamanho 3. ele possui. Além disso. manutenção industrial. As ancoragens frontais deste cinto são em laços de fita do mesmo material do equipamento. fivelas automáticas 218578 Cinto paraquedista Premier tamanho 3. nas pernas. fivelas de engate rápido 218574 Cinto paraquedista Premier tamanho 2. tamanho 2 Cinto paraquedista UTILITY. Workman utility CA 28. tamanho 3 7 . suspensão. espaço confinado. o UTILITY é o cinto paraquedista mais completo da linha Workman. escadas tipo marinheiro e espaço confinado. eletricidade.[workman PREMIER] O WORKMAN PREMIER permite mais uma ancoragem nos ombros.266 / 28. Ele possui almofada lombar e argolas laterais para posicionamento. entre outros. fivelas de engate rápido 218576 Cinto paraquedista Premier tamanho 1. Aplicação: manutenção industrial.

alta • Largura da fita sub-pélvica variável: entre 42 a 67mm. onde as fitas que circundam o pescoço evitam o atrito e desconforto. • Certificações EN. ANSI. leve. tamanho 1 Cinto paraquedista TECHNACURV. muito • Fita com material inovador. desenvolvida pela NASA. tamanho 2 8 . respirabilidade. • Tecido especial “Sorbtek” sobre as almofadas dos ombros e pernas. proporcionando ao usuário mais conforto durante o uso. a almofada mantém suas características de conforto por toda a vida útil do cinto. peso do trabalhador enquanto suspenso ou em trabalho posicionado. operação com uma única mão. NBR. technacurv CA 28. move-se em direções contrárias.261 Código 218593 218594 Descrição Cinto paraquedista TECHNACURV. que permite maior mobilidade e • Fivelas automáticas. macio. conforto durante o trabalho. como acontece com a maioria dos cintos. Ajustável à curvatura do corpo. Material com memória. • Almofadas nos ombros visco-elástica. flexível.[TECHNACURV] TechnaCurv® conforto ao usuário • Sistema curvilíneo de conforto: processo de patente em curso. ou seja. o que evita desengate acidental. mais confortáveis do que as tradicionais. desenhadas para fácil uso e ajuste. Possibilidade de verificar o correto fechamento da fivela. distribuindo melhor o • Sistema de indicador de queda.

CSA Z259. ANSI Z359. Certificações ABNT-NBR 15836-2010. A largura da fita sub-pélvica possibilita 50% a mais de área de contato. • Fitas em duas cores (interna preta e externa vermelha) facilitam o vestimento. proporcionam rapidez e facilidade no vestir. permitindo que o usuário determine a melhor posição para conexão do talabarte. o que proporciona melhor distribuição do peso. líquidos entre outros. Fivelas para abertura e fechamento automáticas. • Sistema que permite rastreabilidade e inspeção dos equipamentos. OSHA. graxa. O tratamento superficial das fitas repele sujeira. resultando em conforto durante o posicionamento de trabalho. tamanho 1 Cinto paraquedista EVOTECH.262 Código 218591 218592 Descrição Cinto paraquedista EVOTECH. Design único para as fitas da perna. Maior Segurança Linhas refletivas integradas às fitas do cinto acrescentam visibilidade em ambientes com baixa luminosidade. Sem nenhuma costura da almofada em contato com os ombros.10-06. pois pode-se identificar facilmente o lado correto. Três posições na argola dorsal do cinto. o que evita desagradáveis escoriações no pescoço. MAIOR DURABILIDADE • As etiquetas são recobertas e protegidas contra desgastes. tamanho 2 9 . adicionando mobilidade e conforto ao usuário. com material que absorve umidade e mantém a região menos aquecida.[EVOTECH] tecnologia e muito mais conforto O cinto EVOTECH possui almofada respirável nos ombros. o que as mantém no lugar mesmo durante a movimentação.1-2007/ANSI A10. FÁCIL DE USAR • O ajuste das fitas superiores pode ser feito com apenas uma mão. caso ocorra uma torção na fita. evotech CA 28.32-2004.

[ARCSAFE] Este cinto paraquedista é testado e aprovado pelas Normas ASTM F88705. Ajuste os suspensórios através de suas fivelas frontais e faça o fechamento da fita peitoral. • Fivelas de engate rápido. tamanho 2 Cinto paraquedista ARCSAFE. tamanho 3 Como vestir um cinto paraquedista Cinco Passos Segure o cinto pela argola dorsal. ANSI Z359 e EN361. Vista o cinto. e após submetido ao teste de arco elétrico é aplicado um teste dinâmico de queda de acordo com a ANSI Z359. arcsafe CA 29. • Diferentes cores entre pernas e torso para facilitar o vestir. tamanho 1 Cinto paraquedista ARCSAFE. 10 . • Sistema de indicador de queda. • Aprovado pelas Normas ASTM F887. dorsal e laterais. de forma que elas não estejam torcidas. Puxe a fita da perna uma de cada vez e feche a fivela.355 Código 218812 218813 218814 Descrição Cinto paraquedista ARCSAFE. colocando um braço de cada vez. para arco elétrico até 40cal/cm2. verificando as fitas. • Três pontos de ancoragem em poliamida: frontal. posicionando a argola nas costas. Ajuste as fitas das pernas de forma a sentir-se confortável e posicione as sobras de fita em seus respectivos passantes.

a ausência de movimento dos músculos das pernas adicionada à pressão das tiras do cinto restringem o retorno do fluxo sanguíneo para os órgãos vitais. Esta condição pode levar a um estado de inconsciência. colocando um dos pés dentro dos laços e então apoiando o peso do corpo sobre ele. leve. Fita de suspensão pós queda Código 218826 218827 Descrição Fita de suspensão pós-queda Fita de suspensão pós-queda com mosquetão 11 . adaptável à qualquer cinto paraquedista. sérios danos vasculares ou até mesmo a morte. rápida e de fácil instalação e implantação. Quando o trabalhador encontra-se lúcido e em posição de pós-queda. versátil. Possui múltiplos laços para encaixe dos pés. CINTO PARAQUEDISTA] FITA DE SUSPENSÃO PÓS QUEDA Objetivo: evitar o efeito de uma Características: compacta. Fácil de usar 1-Abra a sacola e deixe sair toda a fita. e o outro. para maior estabilidade. 2-Coloque um pé dentro de um dos laços mais abaixo. A fita de suspensão pós-queda permite que haja alívio imediato da pressão sanguínea. 3-Flexione as pernas frequentemente enquanto estiver suspenso pelo cinto paraquedista. num laço ao lado do primeiro.motivo pelo qual o resgate deve ser feito rapidamente. caso o fluxo sanguíneo não se restabeleça . possibilitando o seu uso a qualquer usuário. Em caso de queda. múltiplas opções de ancoragem. Os trabalhadores podem optar pelo uso de uma ou duas fitas. enquanto o trabalhador aguarda o resgate. a fita de suspensão possibilita o alívio da pressão exercida nas diversas regiões do corpo pelo cinto paraquedista.IMPORTANTE [ACESSÓRIO PARA suspensão pós-queda.

• Cordas ou fitas são indicadas para a maioria das demais aplicações. • Talabartes com absorvedor de Para a escolha do melhor talabarte: O comprimento do equipamento deve suprir as necessidades da atividade exercida pelo usuário. impacto: utilizados para proteger o usuário contra queda e evitar impactos maiores que 6KN. O Certificado de Aprovação (CA). O mesmo para travaquedas. Compatibilidade entre os equipamentos em queda livre A melhor forma de assegurar-se da compatibilidade entre os equipamentos deve ser por meio da compra de sistemas certificados e testados pelo mesmo fabricante. emitido pelo Ministério do Trabalho. indica quais os talabartes devem ser utilizados com o modelo “X” de cinto paraquedista. ideais para alta antes da queda temperatura. conforme determina a NR-06 anexo I. O material do talabarte deve ser adequado para a atividade e o ambiente aos quais o usuário será submetido. • Recomenda-se calcular a distância total de queda no momento da escolha do talabarte adequado para a atividade a ser exercida. após a queda Zona Livre de Queda 12 . Os tipos de materiais disponíveis são: • Cabos de aço. e/ou posicionam melhor o usuário para atividades. e quais os modelos de cinto paraquedista são compatíveis com o modelo “Y” de trava-quedas. Importante: nenhum desses equipamentos deve ser utilizado para proteção contra quedas.TALABARTES Como saber qual o talabarte mais adequado para O uso? Existem dois tipos de talabartes: • Talabartes de restrição ou posicionamento de trabalho evitam que se atinja a área de risco contra quedas.

8 Talabartes ArcSafe CA em fase de aprovação metros. ganchos em aço com abertura de 19 mm.2 a 1. 13 . gancho em alumínio com abertura de 60 mm e aço 20 mm.[Talabarte COM ABSORVEDOR DE ENERGIA] Os talabartes com absorvedor de energia da MSA são muito leves. • Fabricados em fita de poliamida de 25 mm de largura. ganchos em alumínio com abertura de 60 mm e aço de 20 mm. ganchos em aço com abertura de 65 mm.20 metro de comprimento fixo Talabarte simples com absorvedor de impacto. • Configurações simples e dupla. 1. ANSI Z359.20 metro de comprimento fixo Talabarte duplo (Y) com absorvedor de impacto. • Opções de configuração: simples ou Código 278446 218478 218625 218477 218623 218624 Descrição Talabarte simples com absorvedor de impacto. 2. [Talabarte ArcSafe] Os talabartes Arcsafe são testados e certificados conforme ASTM 887-05 para proteção contra arco elétrico. o que aumenta a vida útil e permite fácil inspeção. ganchos em aço com abertura de 65 e 20 mm. • Capa de proteção sobre o absorvedor Código 218815 218816 Descrição Talabarte simples com absorvedor de impacto. • Laço para engate no cinto 218816 218815 paraquedista e. ganchos em aço com abertura de 20 mm. de 2.0 metros de comprimento ajustável Talabarte duplo (Y) com absorvedor de impacto. de 2. • Opções de comprimento: fixo ou ajustável. • Comprimento ajustável de 1.20 a 1. 1.1-2007. na outra extremidade. • Com um sistema de absorvedor de energia que limita em até 4KN o impacto de uma queda.0 metros de comprimento ajustável duplo (Y). • Absorvedor desenhado para limitar o 218477 218624 218478 Talabartes NBR 14629-2010 impacto de uma queda em até 6KN.20 metro de comprimento fixo Talabarte simples com absorvedor de impacto.0 metros de comprimento ajustável Talabarte duplo (Y) com absorvedor de impacto.80 metro de comprimento ajustável de impacto.20 a 1. ganchos em aço com abertura de 20 mm. 1. ganchos em aço com abertura de 20 mm.80 metro de comprimento ajustável Talabarte duplo com absorvedor de impacto. ANSI A 10. • Certificações EN355. • Testado e Certificado pela nova Norma NBR 14629-2010. ganchos em aço com abertura de 20 e 65 mm. 1. 1.32. incluem uma transparente e durável capa de proteção sobre as etiquetas.

218835 218836 Acessórios para Posicionamento CA em fase de aprovação Código 218835 218836 Descrição Em fita de poliéster deslizante sobre o olhal do mosquetão. de 1. 278336 218479 278413 talabarte de Restrição e Posicionamento NBR .15836-2010 Código 278336 218479 278413 Descrição Talabarte simples em fita. com 25 mm de largura.[TALABARTES DE RESTRIÇÃO E POSICIONAMENTO] Os talabartes de restrição e posicionamento são utilizados entre a ancoragem e o cinto paraquedista. ganchos em aço com abertura de 20 mm. de 1.80 metro de comprimento fixo [ACESSÓRIOS PARA POSICIONAMENTO] Muito utilizados em construção civil para posicionamento do trabalhador em montagens e armações de estruturas. de 1. 33 cm de comprimento Em corrente comprimento fixo. mosquetão abertura de 52 mm 14 . ganchos em aço com abertura de 20 e 65 mm.80 metro de comprimento fixo Talabarte simples em corda. ganchos em aço com abertura de 20 mm. Atenção: este equipamento não deve ser utilizado como prevenção contra quedas.80 metro de comprimento fixo Talabarte simples em corda. para que o usuário atinja uma área com possibilidade de quedas. Atenção: este equipamento não deve ser utilizado como prevenção contra quedas.

ANCORAGEM Que ancoragem usar A seleção da ancoragem é básica para a escolha de um sistema de proteção contra quedas adequado. segundos.44KN 218841 15 . conforme requerido pela ANSI. Caso haja até dois trabalhadores. contenção. • Pode ser utilizada em superfícies horizontais.22KN 218840 Ancoragem removível para concreto . obras.50 metro de comprimento Fita sling sem argola. 1. verticais e até mesmo suspensas. o tipo de estrutura onde será conectada a ancoragem.1. Exemplos: telhados. em particular.50 metro de comprimento Fita de ancoragem com 1 argola. • Certificações CE–EN 795 e ANSI Z359. 1. 2. • Ergonomia: facilidade de operação e deslocamento do trabalhador.50 metro de comprimento Fita de ancoragem com 1 argola. vigas e colunas em concreto e/ou aço. facilidade de uso e versatilidade incomparáveis. • Pode ser inserida e removida com facilidade e segurança em questão de Aplicações: proteção contra quedas. é necessária uma resistência mínima de 15kn por ponto de ancoragem. andaimes. ancorageM para concreto Código Descrição 218841 Ancoragem removível para concreto . [ancoragens em fita] ancoragens em fita Código 10023490 505282 10042792 10106918 10106919 Descrição Fita de ancoragem com 2 argolas. 1. entre outras. • O ambiente de trabalho deve ser cuidadosamente estudado. 90 cm de comprimento Fita sling sem argola. • Basta inserir o dispositivo da ancoragem em um furo com tamanho e profundidade adequados no substrato de concreto.0 metros de comprimento 10042792 [ancoragem Para concreto] A ancoragem para concreto diferencia-se pela sua segurança. • Para uso individual. posicionamento de trabalho. essa resistência mínima passa a ser de 22KN. • Pode ser removida e reutilizada em qualquer outro lugar do canteiro de • Deve ser utilizada apenas em concreto.

502. 2007CSA Z259. ANSI A10. • Peso: apenas 1.2.7 metros Dispositivo trava-quedas retrátil WORKMAN PFL em cabo de aço.TRAVA-QUEDAS RETRÁTEIS [WORKMAN PFL FITA E CABO] • Possui capa em termoplástico. comprimento de 3. incluindo as vestimentas. • Capacidade de até 181 kg. • Comprimento: 3. podendo o usuário repor a fita quando • Aprovado nos ensaios de condicionamento para calor. reduzindo assim o peso. • Capacidade de carga: 140 kg. EPIs e ferramental utilizado pelo usuário. o que evita travamentos desnecessários. umidade. • Suas etiquetas estão protegidas.32 e Z359. • Sistema de travamento eficaz. evitando danos e aumentando sua vida útil. • Sistema indicador de queda: aviso para remoção de serviço.2-98 Type I. frio.269 Código 218630 218631 Descrição Dispositivo trava-quedas retrátil WORKMAN PFL em fita.7 metros 16 . danificada.1. comprimento de 3.249 / 28. • Fita retrátil substituível. poeira e óleo. ABNT – NBR 14628.5 kg. • Certificações OSHA 1910. 218631 WORKMAN PFL FITA E CABO CA 28.66 e 1926.7 metros.

OSHA. é utilizado em ambientes mais agressivos. • Travamento rápido e eficiente. comprimento de 30 metros 218627 17 . comprimento de 22 metros Dispositivo trava-quedas retrátil DYNALOCK em cabo de aço. NBR 14628. ANSI. evitando travamentos desnecessários. • Peso: 3. • Cabo em aço inoxidável. e óleo.[Aptura] • Design robusto e resistente. comprimento de 9. • Comprimento: 9. frio. • Capacidade de carga: 140 kg. • Certificações EN. NBR 14628. ANSI. • Melhor desempenho em distância de travamento e força de impacto.267 Código 218626 218627 Descrição Dispositivo trava-quedas retrátil DYNALOCK em cabo de aço. umidade. minimizando tempo e custo com manutenção. • Aprovado nos ensaios de condicionamento para calor. poeira • Capacidade de carga: 181 kg. • Certificações EN. [DYNA-LOCK] • Muito resistente e de alta durabilidade.268 • Possui sistema de indicação de queda. 218629 • Retrátil em fita: opção de linha de aptura CA 28.5 kg. dyna-lock CA 28. • Três mecanismos independentes de travamento. OSHA. • Comprimento: 22 e 30 metros. vida substituível pelo próprio usuário. poeira e óleo. os quais proporcionam confiabilidade comprovada em ambientes corrosivos e de baixas temperaturas. frio.1 metros • Aprovado nos ensaios de condicionamento para calor.1 metros. P/N 218629 Descrição Dispositivo trava-quedas retrátil APTURA em fita. umidade. • Etiquetas protegidas contra intempéries.

3Way LYNX RESCUER. resgate e posicionamento de trabalho.45 metros. um guincho para pessoas e cargas. • Pernas e junção superior em alumínio reduzem o peso. superfícies curvas. em cabo de aço.Espaço confinado Os equipamentos da MSA. • Pernas não mudam de posição numa situação de tombamento do tripé. • Não é necessária a separação da polia. ANSI Z359. • Certificação EN 795. guincho. sistema de proteção contra quedas e resgatador/3-Way. identificando a extensão máxima do tripé. em cabo de aço. comprimento 16 metros Trava-quedas Resgatador. EN1496. mosquetão e suporte para fixação do guincho e trava-quedas resgatador no tripé.trava-quedas resgatador] • Trava-quedas retrátil com sistema para resgate. movimentação vertical. TripÉ WORKMAN Código 218637 Descrição Tripé Workman duralumínio. Fazem parte do sistema para trabalho em espaço confinado: conector para ancoragem. altura de 2. silos. ANSI e OSHA. comprimento 30 metros 218648 • Ajuste para modo travaquedas modo • O mais fácil e rápido mecanismo do mercado. • Pernas telescópicas com ajuste máximo de altura de 2. 3Way LYNX RESCUER. são projetados para sistemas de proteção contra quedas. poços e demais aplicações em que a movimentação natural de pessoas e cargas seja limitada. • Quatro pontos de ancoragem distintos. • Indicador de altura máxima ajuda o ajuste rápido e fácil. carros-tanque. entrada/saída de bueiros. 18 . 218838 • Travamento com chave permite maior controle sobre quem pode acionar a mudança no modo de operação. para trabalho em espaço confinado. Aplicações: os sistemas podem ser utilizados em manutenção. [TRIPÉ WORKMAN] • Pernas automaticamente travadas na posição aberta para maior segurança. como abóbadas.1-2007.4 metros [Lynx Rescuer . Lynx Rescuer Código 218648 Descrição Trava-quedas Resgatador. • Certificações EN360. tanques. • Fechamento das pernas em fita. • Pode ser utilizado também para situações de treinamento. • Em qualquer das pernas a fixação dos acessórios é permitida.

suporte para travaquedas resgatador. LYNX HOIST em cabo de aço.NOTA [Suporte Lynx Rescuer para fixação no tripé Workman] Suporte Lynx Rescuer Código 218834 218775 Descrição Suporte para Lynx Rescuer de 16 metros Suporte para Lynx Rescuer de 30 metros Cintos que possuem pontos de ancoragem nos ombros: • Workman Premier • Workman Utility [Lynx Hoist – guincho] • Guincho para movimentação vertical de cargas e pessoas. polia e mosquetão Tripé Workman. polias e mosquetões Tripé Workman. 218649 Lynx HOIST guincho Código 218649 218837 Descrição Guincho. comprimento 16 metros Guincho. com trava-quedas resgatador de 16 metros. polia e mosquetão 19 . • O suporte para fixação no tripé Workman já faz parte do produto. comprimento 33 metros [ACESSÓRIOS para os equipamentos de espaço confinado] acessórios Código 506222 218643 507151 Descrição Polia para passagem dos cabos de aço Mosquetão em aço dupla trava automática Sacola para transporte e armazenagem do guincho e trava-quedas resgatador Trapézio . LYNX HOIST em cabo de aço. com guincho de 16 metros. componentes. sacola para tripé e trava-quedas resgatador. sacolas para tripé. com guincho e trava-quedas resgatador com 15 metros.“spread-bar” 10115550 10105656 Sacola para transporte e armazenagem do tripé 10115550 Trapézio “spread-bar” [Kits tripé workman] KITS Tripés Código 218628 218776 218777 Descrição Tripé Workman. sacola para tripé e guincho.

• Versátil para resgate e acesso por será conectado a fita com mosquetão. usuário. • Compacto e de leve peso. metros.6 metros.8 a • Adaptador da vara. No sistema de resgate também encontramos: • Fita com mosquetão e vara telescópica • Somente uma força de 0. desengate acidental do sistema. • Dimensionado para carga de até 2 • Capacidade máxima de 272 kg para resgate SuretyMan Código 218839 Descrição Sistema de Resgate SuretyMan pessoas e materiais. pessoas. Seu princípio é o de içar ou baixar pessoas ou equipamentos num resgate e também como sistema de acesso industrial. As características deste sistema de resgate são: • Polias equipadas com um sistema de trava antirreversão. será a ligação corda. 3. as exigências de uma situação de resgate. • Fita com mosquetão. • Segurança do usuário no caso de ajustável. é essencial que exista no local um plano de resgate específico e recursos adequados. O sistema de resgate da MSA atende. elemento onde • Para repouso no processo de resgate. • Vara telescópica com ajuste de 1. [Sistema de RESGATE SuretyMan] O Sistema de Resgate SuretyMan possui todas as características esperadas por usuários capacitados para realizarem um resgate. • Rápida montagem.EQUIPAMENTOS PARA RESGATE Para cada situação de trabalho em altura. 218839 • Múltiplas propostas: ascensão e descensão de pessoas. de forma fácil e eficiente. com a finalidade de facilitar que o resgatador traga e remova uma vítima do sistema de proteção contra quedas. • Comprimento da corda de 60 a 240 20 . • Praticamente isento de manutenção. onde ela estiver ancorada. entre a vara telescópica e o sistema de resgate. • Sacola. por exemplo em espaço confinado.04KN é • Sistema ascensor permite içar o requerida para içar 90 kg de carga.

praticidade e diversidade de uso. resistência de 41KN.09 m 6. trava dupla rosqueada Mosquetão em aço inoxidável.75 m Os conectores MSA possuem uma diversidade de modelos para diversas aplicações.57 m 5.62 m 5. resistência de 24KN.44 m 5.18 m 5. • Projetada para até dois trabalhadores.LINHAS DE VIDA TEMPORÁRIAs As Linhas de Vida Temporárias são projetadas para serem usadas em situações em que haja necessidade de agilidade.36 m 7. resistência de 30KN. formato HMS. formato oval. trava dupla rosqueada Mosquetão em duralumínio. 16 mm. • Duas ancoragens incluídas. • Corda Kernmantle com diâmetro de • Comprimento ajustável de 3 a 18 Kit linha de vida temporária Código 218842 Descrição Kit linha de vida temporária metros.60 m 7. formato “D”.34 m 4.8 4. • Certificação EN795-classe C.17 m 6.89 m 6. Conectores Código 217579 217580 218544 218545 218546 218547 Descrição CONECTORES 217579 217580 218544 218545 218547 218546 Mosquetão em aço.72 m 5.58 m 6.8 m 4. As ancoragens onde elas deverão ser instaladas devem suportar uma carga de no mínimo 22.4KN. São de fácil instalação e remoção. formato oval. e instalado por dois pontos de ancoragem. resistência de 30KN. • Acompanha sacola para transporte.21 m 5.53 m Retrátil 3. trava tripla automática Mosquetão em aço. distância Mínima Livre até o nível do solo Extensão Linha de Vida Referência 3m 6m 9m 12 m 15 m 18 m Sistema com 1 trabalhador Talabarte 1. trava tripla automática Mosquetão em aço. • Absorvedor de impacto é parte do sistema.78 m 4.01 m 4. trava tripla automática 21 .64 m 6. resistência de 45KN.38 m 5.05 m 5. em corda. resistência de 24KN. formato oval.81m Sistema com 2 trabalhadores Talabarte 1.19 m 4. [SureLine HLL] O sistema Sureline é uma linha de vida temporária de peso próprio reduzido. formato “D”.00 m 5. trava tripla automática Mosquetão em duralumínio.92 m Retrátil 4.

22 . • Dinâmica de uma queda. NBR 14627-2010: trava-quedas deslizante guiado em linha rígida. • Efeitos na saúde. Para talabartes: Comprimento superior a 90 cm deve obrigatoriamente ter absorvedor de impacto. conectores. • Experimentar a sensação de queda livre na torre de treinamento com os equipamentos de proteção contra quedas adequados. o participante será capaz de identificar os riscos de queda. • Uso de sistemas de evacuação de emergência. • Inspeção dos equipamentos. INFORMAÇÕES DO SETOR As Normas para Trabalho em Altura foram revisadas e publicadas em 2010 O que mudou? Quanto aos requisitos mínimos. • Normas vigentes no Brasil. ou seja. • Exercício de posicionamento e restrição de movimento. bem como a adequada utilização dos equipamentos. • Cálculo da distância total de queda. • As ancoragens e seus requisitos. NBR 15835-2010: cinturão tipo abdominal e talabarte de segurança para posicionamento e restrição. cinturão abdominal e talabarte para posicionamento de serviços. Conteúdo programático O curso tem duração de dois dias e consiste de duas partes: Teoria: • Como administrar um programa de segurança em alturas. • Importância de ter um programa de resgate. • Uso de sistemas de proteção para estruturas verticais e horizontais. Para cinto paraquedista: Está proibido o uso do POLIPROPILENO. • Instalação de sistemas de ancoragens na torre de treinamento. as principais mudanças foram: Novas Normas: NBR 14626-2010: trava-quedas deslizante guiado em linha flexível. NBR 14629-2010: absorvedor de energia. evitando acidentes. • Linhas de vida horizontais e verticais. • Dispositivos mecânicos. calor e frio. Além disso. NBR 15836-2010: cinturão tipo paraquedista. Para trava-quedas: Incluído ensaios obrigatórios de condicionamento: umidade. como também o travaquedas em conjunto com o cinto. Prática: • Exercício de subida e descida na torre de treinamento. • Fundamentos da proteção contra quedas. Este curso é especialmente elaborado para técnicos de segurança. NBR 14628-2010: trava-quedas retrátil. Foram incorporadas normas específicas para talabartes.TREINAMENTOS MSA PARA PROTEÇÃO CONTRA QUEDA Treinamento A MSA oferece curso de formação e especialização em proteção contra quedas e espaço confinado. não é mais ensaiado o cinto em conjunto com o talabarte. • Acesso e resgate a espaços confinados. E ensaios opcionais de condicionamento: óleo e poeira. supervisores de manutenção e trabalhadores que estejam direta ou indiretamente envolvidos com trabalho em altura. avaliar os perigos e propor soluções no controle e prevenção. NBR 15837-2010: conectores. NBR 15834-2010: talabarte de segurança. os ensaios passam a ser independentes. Ao final do treinamento. • Equipamentos de proteção contra quedas e suas aplicações.

que são Sistemas de Engenharia para Linhas de Vida. Para criar um sistema completo de soluções em altura. entre em contato com a MSA pelo telefone 11-4070-5999. .A MSA também oferece em seu portfólio produtos LATCHWAYS. proporcionando excelência absoluta em equipamentos de Proteção em Altura.

SP Tel.com. Os equipamentos somente devem ser usados por pessoal treinado. Para mais detalhes.Fax: (11) 4070-5990 Internet: www. As instruções que acompanham os equipamentos devem ser lidas e observadas. Av.msanet.br email: vendas@msanet. com pleno conhecimento de usos.Diadema . consulte a MSA do Brasil.Nota: este folheto contém informações gerais sobre Equipamentos de Proteção contra Quedas MSA.br Equipamentos sujeitos a alterações sem prévio aviso. Roberto Gordon. aplicações e limitações.CEP 09990-901 . MSA do Brasil Equipamentos e Instrumentos de Segurança Ltda. IMPRESSÃO: JULHO/11 REV: 02/JULHO/11 .: (11) 4070-5999 . 138 .com.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful