Professor César Augusto Venâncio da Silva. Lic em Biologia – Faculdade Integrada da Grande Fortaleza.

A Metagênese é uma propriedade de algumas espécies de alternar gerações entre sexuadas e assexuadas.

O que é a Reprodução Assexuada? A reprodução assexuada é o conjunto de processos de reprodução em que não ocorre fecundação. Intervém apenas um único progenitor. Há vários tipos de reprodução assexuada. Os mais conhecidos são: a bipartição, a gemulação, a esporulação, a multiplicação vegetativa, a fragmentação e a partenogénese. Eis aqui algumas características de cada um destes tipos: . Bipartição: Processo de divisão de um ser em dois com idênticas dimensões. . Gemulação: Processo de formação de uma ou mais saliências, os gomos ou gemas, que se desenvolvem e separam, originando novos seres. . Esporulação: Processo de formação de células reprodutoras especializadas, os esporos, cada um dos quais pode originar um novo individuo.

Multiplicação Vegetativa: Processo que ocorre especialmente em plantas. Em muitos casos, a partir de órgãos especializados como bolbos, tubérculos ou outros, originando novos seres. Fragmentação: Processo de separação de fragmentos do corpo, originando cada fragmento um novo individuo por regeneração. Partenogénese: Processo de formação de novos indivíduos a partir do desenvolvimento de gâmetas femininos sem ter havido fecundação.

Galeria: Reino Monera

Fig. 1 – Bipartição em bactérias (Streptococcus mutans)

Fig. 2 – Bipartição em bactérias (Citrobacter freundii) Reino Protista

Fig. 3 – Bipartição na Paramécia (Paramecium aurelia)

Fig. 4 – Bipartição em dinoflagelados de água-doce (Ceratium hirundinella) Reino Fungi

Fig. 5 – Gemulação nas leveduras do pão ou da cerveja (Saccharomyces Cerevisiae)

Fig. 6 – Esporulação nos cogumelos venenosos pantera cap (Amanita pantherina) Reino Animalia

Fig. 7 – Partenogénese no dragão-de-komodo (Varanus komodoensis)

Fig. 8 – Fragmentação na estrela-do-mar do Oceano Índico (Protoreaster linckii) Reino Plantae

Fig. 9 – Multiplicação Vegetativa na batateira (Solanum tuberosum)

Fig. 10 – Multiplicação Vegetativa no morangueiro (Fragaria ananassa) Neste questionamento sobre a Reprodução Assexuada concluí que esta é uma reprodução sem gâmetas e sem fecundação, existindo apenas um único progenitor. A mitose é o único processo de divisão nuclear que se verifica neste tipo de reprodução, assegurando a continuidade genética, isto é, os novos indivíduos são geneticamente

idênticos entre si e idênticos ao respectivo progenitor. Fiquei também a saber que os organismos geneticamente iguais podem designar-se por clones e os processos de reprodução assexuada por processos de clonagem.