You are on page 1of 4

RECONSTITUIÇÃO TEXTUAL (1

)
Reescreve a fábula “A Raposa e o Corvo”, que a seguir se transcreve em sequência
desordenada, reconstituindo a ordem sequencial dos parágrafos:
O corvo não aguentou mais. E, para provar que tinha uma voz tão bonita como o seu
aspecto, abriu o bico e soltou um grande grito.
Um corvo roubou um grande bocado de queijo que estava a secar à janela de uma
vivenda e voou para o alto de uma árvore para o comer à vontade. Uma raposa que ia a passar
viu o que ele tinha no bico e, cheia de apetite, começou a falar-lhe assim:
- Afinal, tens voz, corvo, mas não tens com certeza miolos – disse a raposa, enquanto
se afastava com o queijo nos dentes.
- Que pena – continuou a raposa – que uma ave tão bela como tu não tenha voz. Ah,
que se o teu canto fosse tão lindo como as tuas penas!...
O corvo mexeu-se muito e depois esticou-se no ramo da árvore, cheio de prazer,
sacudindo as penas, procurando tomar um aspecto muito nobre.
E o queijo caiu, mesmo dentro da boca da raposa.
- Ó corvo, mas que lindas asas que tu tens! E que olhos tão espertos! O teu pescoço é
mais elegante que o de um cisne e a tua cabeça tão majestosa como a da águia!...

______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________

Nesta sala. 2. Tudo isto se passou há já vários séculos. há (com a significação de “obrigação. ______ um aviso ______ entrada da escola. Eu disse à minha avó o que passava. 4. já me esquecia de vos recomendar que estudassem! Ah! Quem me dera estar agora em Paris! Completa: 1. 8. que normalmente surge seguida pelo ponto de exclamação e por vezes também pela vírgula. Li esse livro há pouco tempo.Esta palavra resulta da contracção da preposição “a” com o determinante artigo definido “a”: Vou à (a+a) escola esta tarde. mas não ______ quem o leia. ______ muitas pessoas na sala. há um retroprojector. . ter de”): Perante os resultados do último teste. Ah. Não vejo a Cidália ______ mais de dois anos e não ______ de a encontrar. 5. Nesta escola não ______ aulas ______ noite ______ já muito tempo. 6. 3. há – Forma do verbo haver (com a significação de “existe / existem”): Há demasiados acidentes nas estradas portuguesas. ______ que fazer uma análise ______ forma como decorreu a preparação da equipa. há (com a significação de “tempo já decorrido”): Esta turma formou-se há sete anos. ______! Não ______ nada melhor do que estar de férias! 10. Eles chegaram há instantes. 9. mas não ______ tempo para as atender a todas. 5. ______! Que pena não podermos estar agora na praia! 7. à . Não há nada melhor do que passar um dia na montanha. Perante estes resultados. 3.QUESTÕES DE ORTOGRAFIA (1) há / à / ah 1. há que estudar mais para o próximo. 4. 2. Ele estava à escuta atrás da porta. Se não tiveres tempo de ir ______ praça. ______ que trabalhar arduamente para atingirmos os nossos objectivos. Desde ______ várias semanas que não ______ concertos no Coliseu. ah – Trata-se uma interjeição exclamativa. não ______ qualquer problema.

vai sempre lá para trás. O teu objectivo no ditado deve ser zero erros! 1. . 9. De seguida. não pudemos ajudar na limpeza da escola. a Madalena é uma rapariga muitíssimo complexa. 3. a Rute não quis pôr o seu carro velho à venda. que é um rapaz muito distraído. ou será que é exactamente o contrário? 8. mas também vêem mais televisão. quando não traz o trabalho de casa feito. 5.FRASES PARA CÓPIA E/OU DITADO (1) Lê com a máxima atenção e faz a cópia das frases seguintes. Caso eu lesse e escrevesse mais. 4. hoje lavamos a de cor. É extremamente difícil definir o conceito de adolescência. 15. desequilibrou-se e caiu desamparado à entrada da sala. mas hoje já podemos e vamos fazê-lo com muito entusiasmo. Ontem lavámos a roupa branca. Sob o ponto de vista psicológico. Quando tivemos o acidente. Por razões que não são compreensíveis. Há dias. 7. foi uma surpresa agradável encontrarmos logo alguém que amavelmente se dispôs a ajudar-nos. 12. sublinha e escreve três vezes. porque precisa de lhe pedir um favor. apesar de já não precisar dele para nada. A Margarida. se todos nós lêssemos com mais frequência. 13. Consideramo-nos privilegiados por podermos passar férias num lugar tão maravilhoso como este. 11. Para fazermos o trabalho de Língua Portuguesa. 6. é necessário consultarmos o dicionário. as crianças lêem mais livros. 2. as palavras que considerares mais difíceis. ultrapassaria muitas dificuldades. É indesmentível que. 10. actualmente. Aliás. em separado. talvez obtivesse melhores classificações nos exames. Escreve-se hoje melhor do que antigamente. O João. 14. dominaríamos melhor a nossa língua. A Sónia anda à procura do Luís há já quase uma hora. até porque cada jovem tem o seu próprio ritmo de crescimento. Se a Luísa estudasse mais.

” ________________________________________ – Oh. lidar – trabalhar. ________________________________________ Pagar-vos antes de Agosto ________________________________________ Os juros e o principal. _______________________________________ – Cantavas? Pois dança agora!” ________________________________________ “Amiga – diz a cigarra –. Reescreve-a.RECONSTITUIÇÃO TEXTUAL (2) Transcreve-se abaixo. por isso junta. ________________________________________ Que morava junto dela. ________________________________________ Achou-se em penúria extrema ________________________________________ Na tormentosa estação. Estio – Verão. a conhecida fábula A Cigarra e a Formiga. ________________________________________ “No Verão em que lidavas?” ________________________________________ À pedinte ela pergunta. ________________________________________ Vocabulário: folgar – descansar. com as estrofes desordenadas.” ________________________________________ Não lhe restando migalha ________________________________________ Que trincasse. a toda a hora. _______________________________________ A formiga nunca empresta ________________________________________ Nunca dá. ________________________________________ Tendo a cigarra em cantigas ________________________________________ Folgado todo o Verão. tormentosa estação – Inverno. . bravo! – tornou a formiga. à fé de animal. a tagarela ________________________________________ Foi valer-se da formiga. penúria – miséria. ordenando-a logicamente: Rogou-lhe que lhe emprestasse. ________________________________________ Prometo. ________________________________________ Responde a outra: “Eu cantava ________________________________________ Noite e dia. ________________________________________ Algum pão com que manter-se ________________________________________ Até voltar o aceso Estio. ________________________________________ Pois tinha riqueza e brio. na versão do poeta Bocage.

Related Interests