P. 1
Capacitores de Filme

Capacitores de Filme

|Views: 5|Likes:
Published by JonasSferreira

More info:

Published by: JonasSferreira on Jun 01, 2013
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/23/2014

pdf

text

original

CAPACITORES DE FILME São caracterizados por apresentarem como dielétrico uma lâmina de material plástico que pode ser

poliéster, polietileno, poliestireno ou tântalo. Tem capacitância na ordem dos nanofarads. Baixíssimas perdas no dielétrico, alta resistência de isolação, estabilidade da capacitância, baixa porosidade e resistência à umidade. As

características e possibilidades de aplicação de capacitores de filme são afetadas fortemente pelo dielétrico utilizado que estes capacitores são agrupados e designados de acordo com este tipo de dielétrico. O último caractere do código curto indica o dielétrico: T de tereftalato de polietileno (PET) – MKT – Poliéster metalizado; P de polipropileno (PP) – MKP, MFP – Polipropileno metalizado; N de naftalato de polietileno (N) – MKN - naftalato de polietileno metalizado. Quanto à construção são classificados em dois tipos: Tipo Não Metalizado: Têm o dielétrico de filme plástico e armaduras de folhas de alumínio. O conjunto entre armaduras e dielétrico pode ser bobinado ou sanfonado. Este tipo apresenta melhores características de corrente máxima admitida.

Figura 1: Estrutura construtiva do capacitor de filme plástico não metalizado bobinado

Tipo Metalizado: A sua maior característica é a propriedade de autorregeneração. O dielétrico desses capacitores consiste de plástico em que é depositada uma fina camada de alumínio, deixando-o metalizado. No caso de uma sobretensão perfurar o dielétrico, a camada de alumínio ao redor do furo é submetida a uma alta temperatura, transformando-se óxido

Figura 3: Códigos em capacitor de filme de poliéster .de alumínio que desfaz o curto-circuito. Este fenômeno é conhecido como autorregeneração. a tolerância (uma letra maiúscula) e a tensão nominal (geralmente um número com unidade). Figura 2: Estrutura construtiva do capacitor de filme plástico metalizado sanfonado Identificação dos Capacitores de Filme Plástico Leitura direta dos Valores impressos: no corpo dos capacitores de filme normalmente vem indicadas a capacitância nominal (um número).

Em capacitores de poliéster e especialmente em capacitores de polietileno o efeito da frequência é mais perceptível: Figura 4: variação da capacitância relativa vs. A leitura deve ser feita de acordo com a tabela 1. Tabela 1: Código de cores para capacitores de filme de plástico Variação da capacitância com a frequência Em capacitores de polipropileno a capacitância permanece praticamente inalterada em frequências abaixo de 1 MHz. Frequência .Leitura por código de cores: O corpo do capacitor vem pintado com cinco faixas coloridas. começando com faixa superior.

Pode ser usado em aplicações cc de uso geral. consequentemente.25%) ou em aplicações que requeiram alta estabilidade térmica. baixa corrente de fuga. Os capacitores de policarbonato apresentam também elevada resistência de isolamento e. . Tanto pode ser usado para aplicações cc quanto ca. Os capacitores de propileno apresentam alta resistência de isolação e baixa corrente de fuga. Poliéster: é o dielétrico polimérico de uso geral. É adotado para tolerâncias maiores do que 5% e o seu limite de temperatura é de 100o C. Polipropileno: geralmente usado em aplicações ca e pulsadas por causa de suas baixas perdas e. a resistência de isolamento dos capacitores de poliéster é a mais baixa entre todos os capacitores de filme metálico. consequentemente. Em compensação. baixo aquecimento Joule.Polietileno: geralmente utilizado para a fabricação de capacitores de elevada tolerância (< 0. É recomendado para aplicações onde robustez e confiabilidade sejam importantes. Possui permissividade elétrica maior do que os outros materiais poliméricos usados na fabricação de capacitores de filme metálico e esta característica aliada ao seu baixo custo asseguram a ele a melhor relação capacitância/custo dentre todos os dielétricos poliméricos. A temperatura de operação é de até 125o C. mas a sua temperatura de operação é limitada a 85 o C e sua baixa permissividade acarreta em capacitores com baixa relação capacitância/volume.

porém. As duas tiras são enroladas uma sobre a outra. o inferior em uma das tiras. este material apresenta a constante dielétrica mais baixa entre os plásticos e não sofre influência das frequências altas. às vezes. às vezes.evitando assim a destruição do componente. CAPACITORES STIROFLEX (POLIESTIRENO) É o primeiro capacitor a utilizar o plástico como dielétrico. em alta frequência.deixando. CAPACITORES DE POLIPROPILENO O polipropileno é um plástico com propriedades análogas ao polietileno. em alta frequência.evitando assim a destruição do componente. As principais vantagens deste tipo de capacitor são: o reduzido fator de perda. se ocorrer uma perfuração no dielétrico por excesso de tensão. Estes componentes são ideais para aplicação em circuitos de filtros ou ressonantes. um trecho descoberto ao longo de um dos bordos. CAPACITORES POLIMÉRICOS São fabricados com duas fitas finas de plástico metalizadas numa das faces. São usados em circuitos de filtro e circuitos de tempo que operem até algumas centena de kHz ou menos. o metal se evapora na área vizinha à perfuração sem que se produza um curto-circuito.tolerância baixa (em torno de 0.25 %). Têm a vantagem de atingir capacitâncias relativamente elevada sem tensões máximas que chegam a alcançar os 1000 V. e apresenta maior resistência ao calor. 2. 3. de modo que ficam em contato apenas com as partes metalizadas das tiras. São fabricados com duas fitas finas de plástico metalizadas numa das faces. Nestes capacitores é usado um filme de poliestireno. o metal se evapora na área vizinha à perfuração sem que se produza um curto-circuito. um trecho descoberto ao longo de um dos bordos. Por outro lado. Este tipo de capacitor não pode ser usado em circuitos de altas frequências. se ocorrer uma perfuração no dielétrico por excesso de tensão. Estes capacitores são empregados em baixa e média frequência e como capacitores de filtro e. Por outro lado. o inferior em uma das tiras. As duas tiras são enroladas uma sobre a outra. São usados quando houver . porém. Estes capacitores são empregados em baixa e média frequência e como capacitores de filtro e.1. Têm a vantagem de atingir capacitâncias relativamente elevada sem tensões máximas que chegam a alcançar os 1000 V. tensões de trabalho entre 30 e 600 V. e nas bases do cilindro são fixados os terminais. O conjunto é recoberto por um revestimento isolante. de modo que ficam em contato apenas com as partes metalizadas das tiras. O modo de fabricação é o mesmo utilizado no capacitor de poliestireno. alta precisão.deixando. aos solventes orgânicos e a radiação. e o superior na outra. O conjunto é recoberto por um revestimento isolante. e nas bases do cilindro são fixados os terminais. e o superior na outra. pois eles são construídos com estruturas de bobinas.

Por apresentar variações de sua capacitância com a frequência. Referências CÉSAR AUGUSTO FERREIRA DOS ANJOS Instituto Federal de Educação.Os valores típicos são de 2pF a 10 µF com tensões entre 30 e 1000 V. CAPACITORES DE POLICARBONATO Idênticos aos de poliéster com valores típicos entre 1nF e 10 µF com tensões de trabalho entre 60 e 1200 V. CAPACITORES DE POLYESTER Estes componentes foram criados para substituir os capacitores de papel.tolerância e tensão. pois diferentes fabricantes usam métodos diferentes para especificar a capacitância. 4. tendo como principais vantagens sobre os constituídos de papel: maior resistência mecânica. sua tolerância é de cerca 5% to 10%. Ciência e Tecnologia – Sertão Pernambucano . 5. embora seja um método em desuso pelos fabricantes. Para a identificação dos valores do capacitor de poliéster é usado um conjunto de 7 faixas coloridas (conforme tabela). não são recomendados para aplicação em dispositivos que operem em frequências superiores a MHz. no qual cada faixa representará respectivamente: primeiro algarismo. Estes capacitores tem uma tolerância de 1%. algarismo multiplicador.necessidade de pequena tolerância. segundo algarismo. suporta ampla margem de temperatura (-50 °C a 150 °C)com grande rigidez dielétrica. O valor é obtido em pF. nãoé um material higroscópico. A capacitância destes capacitores praticamente não muda. Muito cuidado deve ser tomado.

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->