Alma pen drive

A tendência da pós modernidade é que muitos de nossos objetos do cotidiano se tornem muito menores. O rádio, o telefone, os remédios, a TV ficou mais fina, as casas se mudaram pra kitinetes, os computadores são tablets… E ainda assim, parte de nós acabou diminuindo outras coisas tão mais importantes: o tempo, os abraços, a convivência, os sorrisos, a alegria, a emoção, os pulos de alegria, os gritos de conquista… Não sei dizer se esse minimalismo todo faz bem, o plural se tornou absurdamente singular e muitas pessoas criaram uma crosta protetora grossa tal e qual sequoias de cem anos. Uma aurora é necessária na sociedade. A aurora que traz consigo os raios de sol que tocam botões de solstício primaveril e os desabrocham. Nossas almas são do tamanho certo pra caber no mar e não pra fechar-se em caixas de fósforo, não cabe, FALTA ESPAÇO! A vida merece ser espalhada pra todos os espaços, até os mais escuros, até porque, é lá que a menor luz é capaz de ser a maior diferença! Que mesmo com tamanho reduzido, seja uma alma-pendrive, com uma capacidade gigantesca, que pode se plugar sempre pra compartilhar seu interior. Porque as almas-pendrive tem o tamanho dos nossos sonhos.E aí, vai um plug pra compartilhar o sonho com o mundo?

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful