You are on page 1of 3

Jean William Fritz Piaget (Neuchâtel, 9 de agosto de 1896 - Genebra, 16 de setembro de 1980) foi um epistemólogo suíço, considerado o maior

expoente do estudo do desenvolvimento cognitivo.

Estudou inicialmente biologia, na Suíça, e posteriormente se dedicou à área de Psicologia, Epistemologia e Educação. Foi professor de psicologia na Universidade de Genebra de 1929 a 1954; tornando-se mundialmente reconhecido pela sua revolução epistemológica. Durante sua vida Piaget escreveu mais de cinqüenta livros e diversas centenas de artigos

A teoria de Jean Piaget explica como o indivíduo, desde o seu nascimento, constrói o conhecimento. Acredita que o desenvolvimento cognitivo procede por estágios. Todas as pessoas, portanto, desde que tenham um desenvolvimento normal, passam por estas fases na mesma ordem, com possíveis variações das idades. Para Piaget, o desenvolvimento cognitivo é um processo de sucessivas mudanças qualitativas e quantitativas das estruturas mentais (esquema). A construção do conhecimento ocorre quando acontecem ações que provocam o desequilíbrio no esquema, necessitando dos processos de assimilação e acomodação para a construção de novos esquemas e alcance do equilíbrio.

Esquema Representação de um arquivo de dados na nossa cabeça. As fichas deste arquivo são as estruturas mentais ou cognitivas pelas quais os indivíduos intelectualmente organizam o meio. São estruturas que se modificam com o desenvolvimento mental e que tornam-se cada vez mais refinadas à medida em que a criança tornase mais apta a generalizar os estímulos. Assim, os esquemas cognitivos do adulto são derivados dos esquemas sensório-motores da criança e,os processos responsáveis por esses mudanças nas estruturas cognitivas são assimilação e acomodação.

Assimilação É o processo cognitivo de colocar (classificar) novos eventos em esquemas existentes. É a incorporação de elementos do meio externo (objeto, acontecimento...) a um esquema do sujeito. Em outras palavras, é o processo cognitivo de captar e organizar as informações nas estruturas que já possui, o que possibilita a ampliação dos esquemas. Acomodação É a modificação de um esquema em função das particularidades do objeto a ser assimilado. A acomodação pode ser de duas formas, visto que se pode ter duas alternativas: * Criar um novo esquema no qual se possa encaixar o novo estímulo, ou * Modificar um já existente de modo que o estímulo possa ser incluído nele.

Veremos a seguir os estágios: Estádio Sensório – Motor (até aos 2 anos) Estádios de Piaget .desenvolve o pensamento lógico: desenvolve conceitos e é capaz de realizar operações mentais. a imagem mental e o desenho.desenvolve a noção de conservação da matéria. porque o bebé capta todas as informações que recebe através dos orgãos dos sentidos. mas apenas é capaz de o fazer se estiver perante os objectos e/ou situações . e desenvolve também a capacidade de fazer seriações e . Essas construções seguem um padrão denominado por Piaget de ESTÁGIOS. para tentar assimilá-lo. a acomodação não é determinada pelo objeto e sim pela atividade do sujeito sobre este. O balanço entre assimilação e acomodação é chamado de adaptação. . através de símbolos Estádio Pré – Operatório (2-6/7 anos) . . Por isso. . jogo simbólico. existe outras perspectivas para além da sua. Logo. porque o bebé se exprima através de movimentos . o importante é a ordem dos estágios e não a idade exata de aparição destes. ou acontecimentos. sobre o real.a função simbólica manifesta-se pela linguagem.surge aqui o egocentrismo que se define como o entendimento pessoal de que o mundo foi criado para si. e isso impede o bebé de compreender que.caracteriza-se por uma inteligência sensorial.começa a ser ultrapassado o egocentrismo do estádio anterior Estádio das Operações Concretas (6/7-11/12 anos) . que não ocorrem no presente.é característico deste estádio a função simbólica que consiste na capacidade de representar mentalmente objectos.aparecimento do conceito do objecto permanente: a criança procura um objecto escondido porque tem a noção de que este continua a existir mesmo quando não o vê.aqui a criança ainda não é capaz de fazer operações mentais e o seu pensamento é intuitivo baseado na percepção dos dados sensoriais. Os estágios são seqüenciais e seguem idades mais ou menos determinadas. peso. volume.Após ter havido a acomodação. e motora. . a criança tenta novamente encaixar o estímulo no esquema e aí ocorre a assimilação.

dedutivo . pelo que a criança já é capaz de resolver problemas sem suporte concreto.aparece um novo tipo de pensamento: o pensamento abstracto.coloca mentalmente as hipóteses deduzindo as consequências – raciocínio hipotético .classificações . lógico e formal.surge o egocentrismo intelectual que leva ao adolescente a considerar que através do seu pensamento pode resolver todos os problemas e que as suas ideias e convicções são as melhores . Estádio das Operações Formais (11/12-16 anos) .