CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE NEGÓCIOS

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx., com sede na Cidade de xxxxxxxxxxxxx, Rua xxxxxxxxxxxxxx, n. xxxxxx, inscrita no CNPJ sob n.º xxxxxxxxxxxxxxxxxx, por seu(s) CONTRATANTE(s) legal(is) ao final assinado(s), denominada como CONTRATANTE e XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX denominados

CONTRATADOS, têm entre si, justo e contratado o presente contrato de Intermediação de Negócios, de acordo com as condições e cláusulas a seguir:

CLÁUSULA PRIMEIRA – DO OBJETO
1.1 Pelo presente Contrato de Intermediação de Negócios, os

CONTRATADOS ficam autorizados pelo CONTRATANTE a apresentar, com exclusividade, a investidores,empresários e empresas Indianas o

empreendimento descrito no Anexo I, que passa a fazer parte integrante do presente contrato, bem como intermediar as negociações entre os em

empresários, investidores e empresas ESTRANGEIRAS interessadas

comprar, fazer joint ventures e outros negócios com o empreendimento objeto deste contrato ou com o CONTRATANTE e seus sócios.

CLÁUSULA SEGUNDA – DAS OBRIGAÇÕES DOS CONTRATADOS
2.1 Os CONTRATADOS apresentarão e oferecerão o empreendimento descrito no Anexo I a investidores, empresários e empresas Indianas. 2.2. Os CONTRATADOS se comprometem a executar a intermediação com a diligência e prudência que o negócio requer, prestando ao interessado pelo empreendimento, todas as informações sobre o mesmo.

a título de remuneração pelas obrigações assumidas neste Contrato. joint ventures e outros negócios sejam realizados.1. forma de pagamento – para que as transações de venda.5% . Parágrafo primeiro.1 Os CONTRATADOS receberão do CONTRATANTE. uma comissão sobre o valor líquido do empreendimento negociado.4 e § 1º acarretará multa de 1% (um por cento) sobre o valor de venda ou qualquer transação realizada com o empreendimento. CLÁUSULA QUARTA – DA REMUNERAÇÃO 4. sem sua prévia autorização. O CONTRATANTE se compromete a fornecer aos CONTRATADOS comprovante de que tem poderes dos sócios para realizar negócios de venda do empreendimento elencado no Anexo I do presente contrato. a pagar aos CONTRATADOS a comissão designada na cláusula 4.4 se estende a todas as filiais. 3. Parágrafo segundo. O CONTRATANTE se obriga a fornecer aos CONTRATADOS dados detalhados do empreendimento.CLÁUSULA TERCEIRA – DAS OBRIGAÇÕES DO CONTRATANTE 3. A obrigação descrita na cláusula 3.3. cujo percentual será de 3.4. bem como as condições de negociação – preço. 3. empresas pertencentes ao mesmo grupo econômico ou pessoas físicas que tenham qualquer relação com a empresa compradora das terras descritas no Anexo I. se comprometendo.2 O CONTRATANTE garante que o empreendimento constantes do Anexo I são de sua propriedade e estão livres e desembaraçadas de qualquer ônus. prazo. O CONTRATANTE se compromete a não firmar qualquer transação ou negócio que tenha origem direta ou indiretamente na negociação feita pelos CONTRATADOS. 3.1. ainda. mesmo que o negócio se concretize sem sua participação direta. O não cumprimento do disposto na cláusula 3.

podendo ser renovado por igual período caso não haja manifestação contrária com 30 (trinta) dias de antecedência. CLÁUSULA SEXTA – DA VIGÊNCIA 6. mesmo que o pagamento seja efetuado pelo comprador de forma parcelada. 7. deverá promover o encaminhamento de notificação prévia à outra parte. com 30 (trinta) dias de antecedência. pela parte prejudicada.2.1. As comissões devidas serão pagas em conta bancária a ser fornecida pelos CONTRATADOS ou pagas na sede do CONTRATANTE.2 . dividido entre cada um dos contratados em partes iguais. sem que estas estejam sujeitas a aplicação de qualquer penalidade. de forma integral. CLÁUSULA QUINTA – DA INADIMPLÊNCIA 5.2 acarretará juros de mora de 1% (um por cento) ao mês e multa de 10% (dez por cento) sobre o valor devido. antes do término de sua vigência.1 A comissão será devida. poderá o mesmo ser rescindido. sem necessidade de se respeitar o prazo prescrito na cláusula 7. no prazo descrito na cláusula 4. até 5 (cinco) dias após a efetivação do negócio de venda.2. . Caso haja a violação de quaisquer das cláusulas integrantes do presente contrato.2. 5.2 O não pagamento da comissão devida no prazo descrito na cláusula 4. 7.3. imediatamente. 4. CLÁUSULA SÉTIMA – DA RESCISÃO 7.A parte interessada em promover a rescisão do presente contrato.1 – O presente contrato poderá ser rescindido a qualquer tempo por interesse das partes.(três e meio por cento). O presente contrato terá vigência de 12 (doze) meses.

comprometendo-se. sem autorização expressa e por escrito da outra parte.1 – As partes obrigam-se a manter em caráter de estrita confidencialidade e no mais absoluto sigilo quaisquer dados ou informações da outra parte. a terceiros. em hipótese alguma. conhecimento ou que venha a lhe ser confiado em razão da celebração e execução deste Contrato. 9. as partes a não revelarem. empregados e/ou prepostos faça uso indevido desses dados ou informações. CLÁUSULA OITAVA – DO SIGILO 8. a que venha a ter acesso. independentemente do motivo a que este venha a ocorrer. Seu desrespeito por qualquer das partes. . Será devido aos CONTRATADOS o pagamento descrito na cláusula 4. outrossim.1 caso o negócio iniciado durante a vigência do presente contrato se efetive após a rescisão contratual. utilizarem ou darem conhecimento.4.2 – Diante das características que envolvem o presente contrato. Parágrafo Único: As obrigações de sigilo e confidencialidade previstas acima vincularão as partes durante a vigência deste Contrato e continuarão na hipótese de seu término. CLÁUSULA NONA – DAS CONSIDERAÇÕES GERAIS 9. previdenciária ou afim em relação ao contratante.1 OS CONTRATADOS se obrigam a comparecer e participar de reuniões que vierem a ser convocadas pela CONTRATANTE desde que a data seja comunicada com o mínimo 3 (três) dias de antecedência. o mesmo não tem o condão de gerar ou caracterizar vínculo empregatício nem qualquer obrigação de natureza trabalhista. bem como a não permitir que nenhum de seus representantes legais.7. possibilitará a imediata rescisão deste Contrato com as penalidades cabíveis e sem prejuízo da responsabilização pelas perdas e danos comprovadamente causados à parte prejudicada e/ou a terceiros. e da responsabilização penal a que responderão seus administradores em razão da quebra do sigilo.

Não constituirá novação a abstenção por quaisquer das partes. que passará a integrá-lo. e cada qual se responsabiliza por quaisquer danos causados a terceiros por ato ou omissão de sua parte. constitui o acordo completo e final entre elas.9. os direitos e/ou obrigações que lhe decorram deste Contrato. empregados. assinado pelas Partes. direitos ou condições. econômico . salvo com autorização expressa e por escrito da CONTRATANTE. ou correspondências anteriores e em relação ao assunto objeto deste Contrato. seus agentes. 9. para todos os fins e efeitos legais e de direito. cláusulas ou disposição previstos neste Contrato venha a se tornar ineficaz ou inexeqüível. mensagens via e-mail ou fax. ou de qualquer aditamento ao mesmo que venha a ser celebrado entre as partes. 9. compromissos. as quais permanecerão em pleno vigor e efeito. uma vez firmado pelas partes. 9.Os CONTRATADOS não poderão ceder ou transferir. tal fato não afetará a validade ou exeqüibilidade das demais cláusulas. . do exercício de qualquer direito ou faculdade asseguradas por Lei ou por este instrumento. a qualquer título e a quem quer que seja. 9.8 . venha a exercer em momento ulterior esses direitos.Este Contrato.Qualquer alteração das obrigações.6 . no todo ou em parte. nem a eventual tolerância de atraso no cumprimento de quaisquer obrigações por qualquer das partes que não impedirão que a outra parte. 9.4 . cartas.Caso qualquer dos termos.7 . somente poderá ser procedida mediante a celebração de aditamento contratual. prepostos e representantes. 9. a seu exclusivo critério. bem como pela inobservância ou infração de disposições legais ou regulamentos vigentes. devendo ser cumpridas com fidelidade. ora pactuados.5 .financeiras. substituindo todos os entendimentos.9.3 – As partes não poderão em nenhuma hipótese assumir qualquer espécie de compromissos ou obrigações em nome da outra parte sem sua prévia e formal anuência.As partes contraentes agirão com completa autonomia em suas relações administrativas.

provas. respondendo o infrator por perdas e danos. ao árbitro ou qualquer outra pessoa que. será resolvida através de arbitragem. em caso de sua extinção. ou entre eles e a sociedade. documentos. que todas as cláusulas e condições deste Contrato foram previamente discutidas. entre os sócios. por 01 (um) árbitro. divulgá-las a qualquer título. para os devidos fins. os herdeiros dos sócios.9. tomar conhecimento dos fatos.Declaram as partes. 02 de abril de 2008 . CLÁUSULA DÉCIMA – ARBITRAGEM Toda e qualquer controvérsia que surgir da interpretação ou execução do presente contrato. declarando-se conhecedoras de todas as condições pregadas pelo presente instrumento.10 . nomeado conforme o disposto nos respectivos e referidos Regulamentos. ressalvado apenas a sentença arbitral em caso de necessidade de execução. Parágrafo Único: O processo de arbitragem correrá em sigilo absoluto. representando fielmente o negócio jurídico entabulado. em função do processo arbitral. sendo vedado às partes.. pelo Regulamento de Arbitragem da Câmara de Arbitragem de Minas Gerais (CAMINAS). Belo Horizonte. CLÁUSULA DÉCIMA PRIMEIRA . argumentações colacionadas e etc. A arbitragem estará sujeita às leis do Brasil e será conduzida no idioma Português.DA CONCLUSÃO Estando justas e contratadas as partes assinam o presente contrato em duas vias de igual teor. de acordo com as normas do Regulamento de Arbitragem da Câmara de Arbitragem Empresarial – Brasil (CAMARB) ou.