COMPREENSÃO E INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS

Compreender um fato é analisá-lo com todos os detalhes, com todas as consequências relacionadas a esse fato, por exemplo, quando ouvimos dizer que mais algumas pessoas foram dispensadas do emprego, temos que compreender este fato, analisá-lo levando em conta a situação econômica do país como um todo e não apenas olhar a situação daquela empresa que dispensou os funcionários. Compreenderemos, assim, as razões que levaram mais uma empresa a demitir, analisaremos mais a fundo a questão para não ficarmos só com aquela impressão de que mandou embora porque é mau, pois há outras razões que, às vezes, não aparecem.

Interpretar significa comentar, explicar algo. Podemos dizer que interpretar um fato é dar a ele um valor, uma importância pessoal. Para mim, o fato do Flamengo estar fazendo uma campanha desastrosa é muito triste, para outro torcedor, do Palmeiras, isto pode ser uma alegria!

Mas, o que tem isso a ver com compreensão e interpretação de textos?

Compreendemos um texto, quando o analisamos por inteiro, quando o vemos por completo. Interpretamos um texto, quando damos a ele um valor pessoal, um valor nosso. Por exemplo, um fato ocorre numa rua, muitas pessoas presenciam-no, se o repórter entrevistar cada uma das pessoas que viu o fato, terá histórias diferentes e todas verdadeiras, todas com um valor pessoal diferente. Mas, como, então faremos a compreensão e a interpretação do texto, se cada pessoa possui uma maneira pessoal de entender e interpretar os fatos?

A resposta não é simples. Apesar do texto possibilitar as variadas interpretações, ele possui uma estrutura interna, um jeito próprio de ser que garante uma ideia principal, a do autor, quando escreveu o texto.

O autor pensa em algo quando escreve o texto, nós, quando lemos o texto, podemos dar a ele nosso valor, nossa interpretação pessoal ao texto, mas mesmo assim, ele ainda possuirá uma ideia básica, cabe a nós também acharmos essa ideia. Nas provas, é essa ideia que precisamos encontrar ao lermos o texto e ao responder as questões de interpretação.

O primeiro passo para interpretar um texto, depois de lê-lo, é identificar qual o tipo de texto que lemos.

Há três tipos de texto básicos: a) Descrição b) Narração c) Dissertação

NARRAÇÃO: um texto é narrativo, quando ele conta um fato seja ele verdadeiro ou não (real ou ficcional).

DESCRIÇÃO: um texto é uma descrição, quando caracteriza, fotografa, conta os detalhes de alguém, de uma paisagem, de um animal, de um sentimento, etc.

DISSERTAÇÃO: um texto é uma dissertação, quando discute uma ideia, defende uma proposta. Cada tipo de texto possui uma maneira específica de ser escrito, importante dizer que na NARRAÇÃO, aparece o texto descritivo; nas provas não aparece o texto descritivo sozinho, ele sempre vem incluído na história.

ELEMENTOS BÁSICOS DA ESTRUTURA DO TEXTO NARRATIVO

NARRADOR: é aquele que conta a história para nós (que quando lemos somos leitores).

PERSONAGEM: é aquele ou aquela que vive a história; personagem pode ser pessoa, animal, objeto, etc. Há a personagem protagonista, que é sempre do lado do bem; há a personagem antagonista que é sempre personagem do mal.

ESPAÇO: o local onde acontece a história, pode ser um local que existe (real) ou não (ficcional).

TEMPO: quando aconteceu a história, no passado, no presente ou no futuro.

O FATO: é o motivo que deu origem à história; a história toda começou, por causa do fato.

Vamos agora dar alguns exemplos de interpretação de texto.

ALGUNS ELEMENTOS BÁSICOS DA DISSERTAÇÃO

INTRODUÇÃO: nela apresentamos nossa proposta (tese), a ideia que queremos defender.

DESENVOLVIMENTO: nele apresentamos nossas provas, para defendermos nossas ideias, apresentamos exemplos, números, tudo que possa contribuir para defender nossa ideia.

CONCLUSÃO: aqui daremos um fecho para nossa ideia, diremos se é para agora, se nunca poderá ser feita, apesar de ser uma boa ideia, etc.

tato. Toda técnica descritiva implica uma contemplação e uma apreensão de algo objetivo ou subjetivo. como as dissertações e redações técnicas. real ou imaginário. como as descrições e as narrações.Tipologia textual Geralmente os textos apresentam características mistas. ou ponto de vista. NARRAÇÃO O relato de um fato. da capacidade que o indivíduo tem de perceber o mundo que o cerca. no que tange à tipologia. Quanto maior for sua sensibilidade. A escolha do narrador. coisa etc. As formas de expressão escrita podem ser classificadas em formas literárias. a apresentação das características do objeto descrito deve explorar os cinco sentidos humanos – visão. em que se privilegiam alguns eventos para atrair a atenção do leitor. lugar. animal. as idéias complementares que apóiam esse núcleo e a relação entre eles. portanto. ou o tempo psicológico. de acordo com a ordem de sucessão dos acontecimentos. A descrição resulta. audição.) por meio de palavras. DESCRIÇÃO Descrever é representar um objeto (cena. pessoa. o importante na redação é que haja uma idéia em torno da qual se possa considerar um núcleo. pode-se classificar os textos em descritivo. é denominado narração. já que é por meio deles que o ser humano toma contato com o ambiente. tornando-se complexa a delimitação de seus traços específicos. paladar e olfato-. alguém que participou do acontecimento de forma . mais rica será a descrição. e não literárias. Pode seguir o tempo cronológico. um observador neutro. assim ao descrever o redator precisa possuir um certo grau de sensibilidade. narrativo e dissertativo. Para ser eficaz. pode recair sobre o protagonista da história. Na realidade. Tradicionalmente.

relatórios administrativos. conhece todos os personagens. Pode ser linear. . complicação. tanto quanto à extensão do texto como em relação à escolha do assunto. discurso indireto. utilizada em publicações voltadas para o público juvenil. ao tratamento que lhe é dado e ao vocabulário empregado. testemunhos e provas. a coerência entre as idéias e a clareza na forma de expressão são elementos fundamentais. DISSERTAÇÃO A exposição de idéias a respeito de um tema. parte em que se apresenta o tema a ser discutido. em que se expõem os argumentos e idéias sobre o assunto. Redação técnica Há diversos tipos de redação não-literária. por exemplo. até aquela extremamente coloquial. o redator deve obedecer ao propósito específico da publicação para a qual escreve e seguir regras que costumam ser bastante rígidas e definidas. É comumente dividido em exposição. Nela. que supostamente esteve presente em todos os lugares. As falas dos personagens podem ser apresentadas de três formas: discurso direto. Embora haja uma aparente liberdade de estilo. suas idéias e sentimentos. fundamentando-se com fatos. exemplos. clímax e desfecho. da mais formal. segundo a sucessão cronológica dos fatos. cartas comerciais e muitos outros exemplos de redação técnica e científica. de experiências. o que se quer demonstrar. monografias. no qual o narrador conta o que o personagem disse. em que se misturam os dois tipos anteriores. O conjunto dos acontecimentos em que os personagens se envolvem chamase enredo. desenvolvimento. o objetivo do autor é discutir um tema e defender sua posição a respeito dele. é chamada dissertação. como os textos de manuais. com base em raciocínios e argumentações.secundária ou ainda um espectador onisciente. nos periódicos especializados sobre ciência e política . ou não-linear. e conclusão. e discurso indireto livre. na qual se faz o desfecho da redação. teses. Por essa razão. quando há cortes na seqüência dos fatos. Outros tipos de textos Texto jornalístico e publicitário O texto jornalístico pode apresentar todo tipo de linguagem. artigos científicos. empregada. em que o narrador transcreve de forma exata a fala do personagem. A organização lógica da dissertação determina sua divisão em introdução. com a finalidade de reforçar a idéia inicial.

Essa distinção é basicamente produzida pelo objetivo que a redação técnica persegue: o de esclarecer e não o de impressionar. . com forte predominância da linguagem denotativa.Embora se deva reger pelos mesmos princípios de objetividade. a redação técnica apresenta estrutura e estilos próprios. coerência e clareza que pautam qualquer outro tipo de composição.

ORTOGRAFIA homônimas homógrafas homófonas O fonema s: Escreve-se com S e não com C/Ç • Escreve-se com SS e não com C e Ç • .

uçu. coice. aguçar. ecer.• quando o prefixo termina com vogal que se junta com a palavra iniciada por s Exemplos: a + simétrico . aço. ação. cacique • os sufixos aça. to(r) . caniço. cachaça. Juçara. iça. açúcar • os vocábulos de origem tupi.atenção / reter – retenção • após ditongos Exemplos: foice. carapuça. traição • palavras derivadas de outras terminadas em te. çar. açucena. carniça. ricaço. africana ou exótica Exemplos: cipó.assimétrico / re + surgir – ressurgir • no pretérito imperfeito simples do subjuntivo Exemplos: ficasse. dentuço • nomes derivados do verbo ter. Exemplos: barcaça. caçula. esperança. falasse Escreve-se com C ou Ç e não com S e SS: • os vocábulos de origem árabe: Exemplos: cetim. empalidecer.abstenção / deter . nça.detenção / ater . uça. Exemplos: abster .

pausa.Luisinho / Rosa . baronesa.infração / absorto – absorção O fonema z: Escreve-se com S e não com Z: • os sufixos: ês. • os sufixos gregos: ase. e isa. Exemplos: pôs. freguesa. freguesia. • as formas verbais pôr e querer. poetisa. • nomes derivados de verbos com radicais terminados em d.Rosinha / lápis – lapisinho • após ditongos Exemplos: coisa.decisão / empreender . pus.Exemplos: marte .alusão / decidir . Exemplos: anális(e) + ar . Exemplos: catequese.analisar / pesquis(a) + ar – pesquisar . pouso • em verbos derivados de nomes cujo radical termina com s. princesa. Exemplos: freguês. ise e ose. esa. esia. quisera. metamorfose. etc. ou em gentílicos e títulos nobiliárquicos.marciano / infrator . quiseste. Exemplos: aludir . ese. quando o radical é substantivo. quis.empresa / difundir – difusão • os diminutivos cujos radicais terminam com s Exemplos: Luís .

bege.Escreve-se com Z e não com S: • os sufixos ez e eza das palavras derivadas de adjetivo Exemplos: macio .pezinho / café + al . Exemplos: pé + inho . cuja letra G é originária. vertigem. girafa. .finalizar / concreto – concretizar • como consoante de ligação se o radical não terminar com s. ógio. égio. igem. gesso. penugem. Exemplos: sargento. ugem. ugio.cafezal ≠ lápis + inho – lapisinho O fonema j: Escreve-se com G e não com J: • as palavras de origem grega ou árabe Exemplos: tigela.riqueza • os sufixos izar (desde que o radical da palavra de origem não termine com s) Exemplos: final . ege. foge. ígio. Observação Exceção: pajem • as terminações: ágio. • estrangeirismo. oge (com poucas exceções) Exemplos: imagem. • as terminações: agem.maciez / rico . gim.

• os verbos terminados em ger e gir. africana ou exótica. majestade. jibóia. Exemplos: alforje. . • as palavras de origem árabe. Exemplos: laje. litígio. Exemplos: ágil. surgir. Exemplos: emergir. Exemplos: eleger. refúgio. relógio. Escreve-se com J e não com G: • as palavras de origem latinas Exemplos: jeito.Exemplos: sufrágio. • depois da letra a. mugir. africana ou exótica. ultraje O fonema ch: Escreve-se com X e não com CH: • as palavras de origem tupi. • as palavras terminada com aje. sortilégio. hoje. desde que não seja radical terminado com j. manjerona. • depois da letra "r" com poucas exceções. agente.

feixe. chassi.Exemplo: abacaxi. só o ditongo interno cãibra. • as palavras de origem inglesa (sh) e espanhola (J). os verbos com infinitivo em -air. -oer e -uir: trai. • depois de ditongo. salsicha. • depois de en. As letras e e i: • os ditongos nasais são escritos com e: mãe.Cheio (enchente) Escreve-se com CH e não com X: • as palavras de origem estrangeira Exemplos: chave. mochila. Exemplos: enxurrada. Exemplos: frouxo. Exemplos: xampu. muxoxo. chumbo. xucro. espadachim. tumultue. . -uar são escritos com e: caçoe. sanduíche. enxoval Observação: Exceção: quando a palavra de origem não derive de outra iniciada com ch . põem. • os verbos que apresentam infinitivo em -oar. lagartixa. chope. dói. Com i. Escrevemos com i. possui.

dilatar (expandir) / emergir (vir à tona). que anda a pé).• atenção para as palavras que mudam de sentido quando substituímos a grafia e pela grafia i: área (superfície). imergir (mergulhar) / peão (de estância. ária (melodia) / delatar (denunciar). . pião (brinquedo).

023 45 6478 7 984 7 .

(!  & / 0  1* ! 2 &   3    &   %  45 6  1-3  $ "  ! # 6 ! 1 7   8    9  & ! 1# %  1 "   0 5  " ( ! % ! 1   %  "    : .   <9 !  = "  !  ! "  " 5  .  *  !    >  !  ?  "    .   .   .   A< *  9 B "  ! # %  "     %     1       C       1  1 "  % !    D E F G H I J  !   3    &  & =K F LM N O F G H I J &                 1! I D LP E Q I JSN J P K Q T U F SF E M Q P J E I H F S E I O  % $ "  &  C VW9X  43 48Y5 7 8 Z7 .<   #   0 5   1# %    % ! 9   !    !  @"  9     ?  #    !  .& ! " .  48                    ! "   #   !  #  $  % $ "  &  #    &  &  ' "   %  ( ! % ) * +     .

 *    &  1 "  !       "  &    %  & 1 #  %  9  C h   * !    #     "    #  "  2 &        & 1   "    _   1  ! "   #   1 9  \ & " ! _   1! `  0 5  % $ "  &  ] C %  & 1  #  %  9   & ^    "  &  0 5 _  !  *  % !    #   !  % 1 "  "    ! " "  \    "   ! _    "  !  !] 5  &_   2 &  "   C i       .   C e_             -#    1 !& #     !  %    !   % $ "  &     #  "   "     " 9  " 0 [ ! 1#  '  1#  $      ! 0 5  &    !    !     13    &   %  ( ! %   1 !"  0 [ % &> _  " 8  & f  * !     "1! .  1 & 1   %     0 [ 2 &   #    &%  "   "   #   #    0 5  ! 1 " &   %        "   5    & "   # ! " ! 5      %     " !   1 "  _  % f  ! "   #  `    ! "  !   * ^   ! 9 9 !  C j0kl m2mVnl jop0mqrl m2nsVt 02u0pm0 l v 2t w 2xVo 0 y    1  ! "     & ` !  "  % _  *    %     z { |C  % _  *   #    . c%    : — }~€‚ƒ„… †‡ˆ‰ Š‹ŒŽ‘’“ ”•– ˜#    !   "   1&   & C %    ™ š ›  "  ! " &  1  &   "  . %   #  !& 1% $ "  & " 5  1&  #  1 !        &%  !1 #  %    "_   1 0 [ 2 &  & &&   !  <_  %  "     !     <#    & `  1"  %  %  "     1#  8 C 2 & 1&      1     <_  ! .<.     %  & 1_   ! % !   0 5   #   "  ! `   @#    !            C e         & f $ _  "  2 &    1 & ! " ! " &  ! % 1 "    1# % !    5  & * !  & $  #   &    " 5 1 % f   "  11 "   1# % !    C 6     . 46423 45 64  1 !    1& " !   0 5  ! 9 & %     1 1# %  1 "   # ! " ! [   & "   2 &  !     ! 1# % !    ! \ & 1   "  1&   " 0           ]2 &   & * ^   ! 9   ! \ & " ! _   1! `   % $ "  & #    &  &  ] C 3   ( ! %  #   1  *   "  = "  !    _   1   *  1#  2 &  "    _    "        #  "    a b #  %  9  ' "   1 !#  $ 1&   " 0   *  11 !   :   c b  #  %  9    9   5    !   _   1 ! _    "   8 C d&  "  @\ & " ! _   1! `  0 5  % $ "  & #    &  &  ]   "   " -1 ! !  #   _ & "   #  !& 1% $ "  & " 5 #       " _ & "  !    1 &        .  !   %  "     1# '  1#  $      ! 0 5 1 !% ! *    %    1   % $ "  & ! "  %  8 C % $ "  & #    &  &    #  !        "  ! " &    "  11 ?  ! _    " 0 2 &  ! ! "  &  13    &  & =  ! 9   #  $ % &> _  "    "  " #   " g "  !   1" 9    * & %   ! "    1  !    1"     5   _     '   !  *&   #  "  2 & # &   1= .   !    : œ$ 1*  %  & " !     1  !   : ™ ' 2 & ! % ž 1    8  ™ Ÿ' 2 & ! %     1 8  “'  I Q Q 8 ? œ#  %  9   "  1    "   !   &   ! 9   : ¡ I ™ P K N P I J P ¢ K ¡ I ™ P K N P I J F I E S ¢ ŠP šQ S E ¢ “F O O F I L¢ K ¡ S š¢ N O I › U J S D E £ C ¤¥ ¦ § ¨ © ª « ¬ ­¯° ± ² ³ ¥ ª .

0 0 1 34567839 .

  .

9 K=q B K {q 9 K|*  % # ! *  * R  " " "Y %  * ! ' /& ) ! %   5] 6 < 6 =  V  } K6 : . E = e 9 K? C k < C 8 D E | Ž *  Y % ! ". 6 A 8 9 = K? C < E  E : P 6 e = 6 8 . ? e e E C ? 6 D = 8 D . $ #  5 6 < 7 8 E = 6 < 7 8 ? e = 6 < 7 8 ? = 6 < 7 8 9 K= 6 < 7 8 6 = 6 < 7 8 6 e = 6 < 7 8 6 = 6 < 7 8 6 KF 0 0 0 1 5nm…5† Q ‡ˆ ‰ 56 4 T S 8T  Š T ‹X r   6Œ ST  T ‹X r    1 †      R ‹Ž 6 : . < 6 : A 8 ? D E F Q R S ST U  R ST50  0  G^ & $ # &! " !  %! +  & $! * ! ! ) ! . ?  N ? 7 ? B : ? C E = e 8 M  N 8 K6 : E = e 8 ] 9 <  N E K9 KF  R  T V S   Ž   R V S    r    R  Ž  1 m  ‘W S  E : . [  5 D 9 9 K= C < 9 9 K= P E E = 9 : p E E = q E E e F  3  R S r        Gy  % "! &  + ! +  & $ * # s  %  & + # ! '&   ! %   5] z P 9{] E P 9 =] z <{] E < =. d K{ P 9 .     R “    ! '  $ % !  5 6 : . d K {K6 : . B K{    !"! # ! +  & $ * # s  %  & + # ! ' )   . ] /  ! Y  % $  $ Z & # +  50 0* % ! ) ! %  [ \ $  & !  5 ? P 9 ? 6 = C E D K9 ? 6 = 6 ] E ? 6 = C 9 D 8 D E ? P 9 F 0 8R g  ST S T R S ST G^ & $ # &! "!  % ! +  & $! * ! !  [ \ $  . E 9 e C E D 6 = 6 : . 9 e e 6 D 6 F ¬­®¯° ­²¯­³¯´¬µ­³­¶· ¸ ¹ º » »¼ ½ ¾ 4 T S  1  1 m  ‘W ST ” • ‚ ” –‚ “ —˜ € ‚ “ —˜ — ™ 3 š 2  1  1 m  ‘W S š —  1  1 m  ‘W S  2  1 m  ‘W S R     S    ST S R   1  1 m  ‘W S “ 1Ÿ  1  1 m  ‘W ST š 3  š 1  ”€ ¡  1  1 m  ‘W S € ƒ  1 ¢ 1 m  ‘W ST 2 £ ‚ “ 2  ‚ € ¤ •  ‚ € 41•  ‚  2 š •   ”–“ ¢ 1 ` ‘W ST S     R  Š      . < E @ d 8 = N 9 < f ? F ) ! ' ! .           7    GH$ %  "!)  % "! &  + & ! ) ! ' ! % !   .    V   T  S W X R S T `( ' ! % !  [ \ $  & ! $  % "# & ! * !  " _0 `b ( c0 a `b 5    !"! # ! +  & $ &  * # $  & . f < ? E =   R  ST S R   V S   6 e 9 K?  ? : . ! ) ! %  +  "*  )  # *  "* # $  & /  j?  ") ! ' ! % ! ) ! %  [ \ $  & !  5 M 6 ? 8 C 6 = @ 9 ? 8 < 6 F m    V   TR      T  55n  a `b    !"! # ! +  & $ + # % +& o  . $ % ! & /  # % !  "! *  % # ! * !  5    !"! # $ %  "!& !'  $ % ! ( IJ D D 9 < = KJ D D 9 < ? 6 : E = LJ M : 9 < = ) ! % !# & * # + ! %. ? 6 d < 9 E | R     S C : . _8a 6 ] d ? e = . B K~ F ) ! % !+  & s  % # % + ' ! %  u !vs % !   w x m  T  R S    R  V SS  013  ‚  2 ƒ€  013  T U R  V S€    !"! # ! +  & $ ! /* &  $ Z & # + * ! s  % "! % # u  $ Z & # + ! *  ) %    & $ * # & * # + ! $ # * Y „& . < 6  6 .      V   T  S W X R S T & ! +  "0 8& !)   # h  i & ! ' *  )  #   "* # $  & /  5 8$ Z & # +   *   ! +  & $! ""! # 0 6 8 k = . 6 < =6 < 7 8 ? < =@ < 9 A 8 B : C ? 6 = . 9 < : E F  r    R “ Ž 6 : . ?  ? : ’ 6 K6 . 8 ? 8 ? l F . B K=C E : q d K{ ] 9 D 6 = ] 9 D E = ] E D E = ] 9 < 6 = @ E < K6t  ) + #  & ! ' ( C E : q B K= P 9 . 9 ] < E p 9 . < 6 e e E K= 6 : . J M : 9 < ? 6 : E = OJ : P C N 9 : F (013 (412 N && + # ! * !&  / %)  012  413 56 7 8 9 : .   ' !*    %) %  . ? < < 6 C ? e KE = 6 : .

     T  R   r S  T    R  V  T ‚  SS€ ¦ 1‚ 01€ ¦ 1  3  3   « 1 m    V   T T  R   T  SS    T 8T  Š T ‹X r   6Œ ST  T ‹X r     R    V       S .

  .

6  C 6 ] ? .    R   Ž ] < d  q 9 e . › E = e E . < 9 = q ? C 9  < 9 ? = q ? C 9  6 D K? < 6 : . 9 F ! / '$ # & ! . E  K9 e . ? M 8 D 6 < = ] < f  9 8 < E ] 9 8 = e E .   "/  % ! ' +  " T   S    R S ‚  T S.

6 < F   R   Š T  S S T   S    R S ‚  T S.  S T R T  C E E M < ? 7 6 œ › E =     S—Ž C E E < P 9 : 6 < = C E E ] 9 < 6 < = C E E ] .

9 F   R    V       S ŸS  Ž e 8 M  M 6 e 9 = e 8 M  < 6 œ 6 = e 8 M  < 9 7 ? › E F   R    V       S  ‚ ¡V S   Ž C ? < C 8 K : 6 q 9 7 6 œ › E = ] 6 :  6 K9 < ? C 6 : E F   R    V       S ƒS  Ž 6 P  P ? 7 ? . 9 <  < 9 7 ? E : 6 D = ? : . 6 D = 6 P  < 9 : 6 D F   R    V       S . 9 < 9 e . 9 < 9 e e 6 : . 6 P 8 6 D = e 8 ] 9 < ? : . 9 < K8 : ? C ? ] 6 D = e 8 ] 9 < e z : ? C E | e 8 M  M ? M D ? E . 9 C ž < ? E F   R V S   Ž ? : . 6 < = < 9 9 e C < 9 q 9 < = < 9 9 : C 6 < : 6 < F  R  ST S R    R  T  ST S R  Ž   r    R  Ž ? : .  S T R  T     S2 Ž < 9 9 P ? .

  .

   R   Ž 9 ¥  6 D 8 : E = e 9 K . 9 < < 6 = 6 D d K K6 < = 6 A 8 d K K6 < = < 9 C d K C 6 e 6 P E = ] f e  7 < 6 P 8 6 œ › E F .

 SS     S    R S R    SV S      R     ‘   R S .

 S  S§   W    T R  ¨ Œ S  © ‘ STS T    R ST Ž 6 KE < d  7 8 6 œ 8 = 6 : 6 p ž  K? < ? K= C 6 ] ? K 6 œ 8 = ª9 6 < ž  I? < ? KF .

6 F ¿ · ¸ ¿ · ¸ À ¿¿ ¼ Á ¿  Á ¾ · .  ST    S¨ Œ S  SST  ¨ Œ S   V   Ž 7 ? < 6 e e E D = K6 P < 9 e e ? D q 6 = K6 : P 6 C N 8 q 6 = ] E : . 6 ] d = ] 6 < 6 A 8 9 P 6 e = ] 6 < 6 A 8 9 P ? e .

0 1 2 454678 9 .

  .

                                       !  "  #  $   !  "  #  $   !           !             %   #  $     %   #  $     "  %       !   "  %       !  % ! #  $    % ! #  $    #   "     #   "     #        #        #    !  #    !  &  #  ' (  %  &  #  ' (  % )   #  $   )   #  $   )   #      )   #       !  "  #       !  "  #      %      *  %      *  40 90  + .

. -  . .

 / 0 . 1  .

Q -x xQ . 2 !  !  " "   % <    " "   %     3    !    ! % <    ! %     %  % 3     %  % !    ! % <   ! %    =!  <   =!      2 ! 2 <    2 ! 2     "   <    "        % <     %    >   3 ! >   ! ! ?   3   ?   !   ? 3   ? !   !   " " <   !   " "    2   <   2      2     3 ! 2     ! !    3      !   ‰Š‹Œ ŠŒŠŒ‘‰’ŠŠ“” • – — ˜ ˜™ š › 0 B. {1Q  -x .     2 3  !5 (    !6 7 8 9 6 : . 1s  .

      …     €!  … (  €!   (  >   '  > ! >     > ! )   …   )      S . .

 / 0 . 1 -  †46 e9O  .

       * i !     * ! !  $        $        i !  ! !   ? i !   ? ! ! % $   %      i !   ! ! 2    i ! 2    ! ! ( $   (    ( i ! ( ! ! ` i ! ` ! !   1. xQ m .

1 Q  j  .

2  %  2 $ % !5 "   "      ( ! .    2 N  5 (    !7 6 : 6 : . 2    . 2    2 < % 5 (    !7 ‡ ˆ 6 : . 2  % ! 2 3 % !5 "   "      ( ! . 2 ! % ! 2 $  5 "   "      ( ! .

1. Q p  x FP F4K@FEB0 F R+z R1. xQ 1xQ   . Q p x @FEB0  .

   5    ;    … !5   ; 5    ;     ! 5    ;    …  "5   ; 5    ;      " 5    ;    …  5  %  ; 5    ;      5    ;    …  5  %  " ; 5    ;       5    ;    … 5   ; 5    ;      5    ;    …  "5   ; 5    ;      " 5    ;    … 5  %  ; 5    ;      5    ;    …  5  %  " ; 5    ;      

@4A B@CD9EFGH 0 @I7F48 0 60 A@F4
J 2 K0 9AE9L M!  " %     ! "( !N % ! "O  P P Q P  P RS  " " ' %    T  Q U "  R N (  % V W 2 X0 @ 9 M!  " %     ! "( !N % ! ""      ! " U  " " ' %    "  )       " T Y 0 Y   U "  Y Z Y (  V 7 @8 @1F@
[B@A 9@9A\64F9K4
] 8 @^@
J 2 69A9

] 8 @^@
L _    !!  "     '   "  " 3" ' %    T  U   U  U  ! " U ( 3 " U 2 N " U 2  ` U #    " U " ! % U   U (  ` U   ` U   " U   U   " U  U   U "  U  3 " U  ! ` V W 2 K0

] 8 @^@
L _    !!  "     '   "    "" ' %    " T   Y  U >  Y  3  U "  Y   a ! U N Y    U Y "  U   Y  ! U " ! Y  >   U %  Y (  ! U    Y ! U  ' Y 2 " U ) 3  Y 2 " U  Y % > ! V b 2 F0

] 8 @^@
L _    !!  "     '   "   $ "" ' %    " T  Y %  Y  ! U  Y   Y *  U c Y  ! Y 2  U 2 !  Y   Y   $ " U ?  Y   Y %  U     Y    Y  ! U   Y &  Y     V d 2 798 0

] 8 @^@
L_    !!  "     '   "   "   $ "" ' %    " T 2  Y   Y %  Y %  Y 2 ' Y 2  Y  ! U  " Y   Y    Y   U  Y '  Y   Y %  U  Y   Y (   Y "  Y   Y   V 7 @8 @1F@
[B@A 9@9@4A 9 eA0 9 f"#   $   "  " ' %   %  " "  g Y " ! ! T J 2 95] 9A@
L h  %  (   " ? " ' %    i  <Zj , Q  T )  1Q j U 2     k 1U   . l U "   Q V W 2 7 @F95] 9A@
L h  %  (   " ? " ' %    i  <. 1Zj , Q  T  "  %  U   , 

 ! U   " ,  U  m n (  % V b 2 7F97 @F95] 9A@
L h  %  (   " ? " ' %    i  < 1, . 1Zj , Q  T j o    U .Z % ! U 2    %  %  .0 2   ! V 9+

p  q r L ! "69A9

] 8 @^9
2 !   "   T  SG 9A9
h  %  (   "!  2    " " ' %    U n , 1 V h !   "   T U  U U  U RU R1t 

Q s L . .

1 -.  Q -+j 0 uRL  U . U U U  U j v U 1U p U U  U j v t uR t .

1 .

Q p L . j  .

.Q q w L  U  U x U . .

. t  +Q 1 q w -  1.

 q w -x .

Q U uR V +S eA0 9 h  %  (   "!  2    " " ' %    U . {1Q   V h !   "   T |. .Q q r L  U xU x U 1U y U 1 U x U xU 1U 1 t  1z R1q w L U  U RU U 1 U .

U j U  .

 1. Q p L p . Q p L  RU n U +t R+. t  xz .

{. +L .

U xn U x} U p Q t .

1 L 1~U p ~U . Q t  xp k . RU Q U .

+Q L  n U j n V A9F6@ K4@4A B@CD9EFGH 0 @P 4EBAK99A919@9FK9 9F 9EFGH 0 9 J 2 @4A B@6 49 69A9 ] 8 @^9 eA0 9 4F60 A@K9 46L @O S Ln U  n U n U ? n U ( n U € n U  n U n U 2 n U ( n t } U  } U ) k U % } U  k U 2 k U  k U " k U } U  } U } U 2 k U  } U ( } t 4O S L 9O S L  ~U ~U  ~U 2 ~U " ~U ~U  ~U~U 2 {U 2 ~U " ~V 9+ .

{Y % ! " V  k Q "5 !    . U  k Q " U k Q " U ) k Q " t K0 9AE9 @^4F 9 ƒ0 L ƒBL ( k RUk RU  k RU % k RU  k RU  k Rt „0 L " ~Q " U  ~Q U  ~Q U ~Q U " ~Q U  ~Q U~Q V œ ” • œ ” •  œœ ž Ÿ œ   Ÿ ¡ ™ .j L  T xn Y % ! U m n Y % ! Y N " U m n Y % ! " Y N " t p } Y % ! U . p  q r L‚a !   <         " ") !   "(      "        "  U UU O S U j  O S V  i  ! " U "       " j 4/ .{Y %  Y a ! U . } Y %  " Y '  ! " t   T  T . } Y % ! " U .{Y % ! Y  ! " U .

0 1 34567839 5.

.

 7 .

6.

759 63.

  +    . ' )   ( 0  1  "  1 2  1 $ 2" & 1   3  2 3'   4 3   3   1'   "  1' 5 . 59 3                        ! " #   $     %   &  '   ( "  '   &  &  '      ' ) 5     * +     +  .       + '   &    + '    * + '     . '  *  0 / ! . '     ! / ! .

   .

0 2: 7 = = '   A :  '  5  @ & "  . .    D3F ( . D3F (  . 0  4  " .$ 0A 5B 7 CDA =' 0 2: E  0  !  0 8  F (    G  F (   & " C F (  . ) 0 27 E  0 & K.   &  0 & N . 5 0 2=E 59 56     24 + C & " & / ! + C  " &  + H'  O 0  ! . F (  . F ( . F J  2.*  2 . F ( .6' 7 8 9 : . F J  2. 0  2" &  $  .  .  ( + C  ( + C5  7 .   2D3F (   0 D3F (  F 0 2.    2  HI F ( . < =%> -  24 ? 2  0 &  !  $  . F (  *  L . 0 / ! " $  . ) $ " .   & M 0 N .

6P.

3Q57 .

( + U * /   + U  M   + U) M 0  1S   & W 1S .  *   1S . ) R  R8   * + U " ( M + U 2 ! .   1S 5 V  X 1 34567839 5.   & + S .    $ + S .    & + S .  ( 0 & # 1S .    + S . !    + S .  T + S .   & .

Y 3.

 7 .

6.

759 63.

H) 6     [  0 8   0  _ (  0 8  ?  0 8  2[   " 8  $ 0 . 59 Z  [ / " A   2[  0 A  * [  " A  M [ 4 " A   @ & . 0  [  0 A  \  " A  & J  0 A   ] ^  " A  2_  0 A  & J! 0 A ) ? $ 0 H M J * 0 H  _ ( 0 H  4 $ @ 20 H ( J! 0 H . _  < = _  * < ='  _  / < ='  4 ] & # < =' ) f. ] 20 H `? ( . H aJ ( . ! A  $ 0 .   _ " 0 8   # \   8    $ [  0 8  & ?    8   0  _   0 8 )  _   B  * ] & " B  @ & " B  b ? ( " B   _   " B   _   0 B   _ $ 0 B  ^ ?  Bc ^ 0  B d  ( [  0 B )  Y  4 J  0 D'  * _   0 D'  e! ? D'    J  0 D' ) J 2<  _  * <  J 2< '  _  * < '  g[ (  < ' ) f   _  * < = _  / < = 4 ] & # < = .

S '  2" .        \  S   [! S  4 0  " 4 ?  S   [ ^ S  $ h & $ S  ( [  S '  /  [  S '  [ . _  S ' )   _  =H 0 ( ?   =H'  & ] !   =H'  J =H i J  =H & [ " ( =H  [ $ =H' ) .

6   2? $ " UC [ ( 4 UC * _  UC 2? $ " ! H'  [ ( 4 ! H'  * _  ! H' ) 89 86   8  4 @ & U'  @ & U'   J  U'  j] & U'   @ & U'  M \ 2U'  2\ & U'c 4  " /  # > d )  7 .

6P.

 [ !  7 :   W [ ( 7 :  2  2_  7 :    / ] &  7 =  0   [! 0 ='  J / & 7 = h & , S :  : *  0! ] &  S :   (  J  S 7 " 2! & $ J  S 7  [  S 7 4   4 [  S 7 $ 0  ( J & S = [  S =' ( [ 4 " ='  4 ] 2S =:  [ ,  =:  2[ / : '  & _ $ =:   &  J / U:  0 ,  [ $ U: '   ] & U7 '  4 " ( J & / U7  [  $ U=5  2] & $ k 1 34567839
57



Y

Y 3

 7 .

6.

0 * H1/   F Il * 0 & 0 . C   . H 0 .  j 0 8 3& "   5 *  m 1 6f.  5B 7 CDA ='  4 K320 & 0 . 0 2.  0 8 1$  24 " A 1/ "  N  ( " $ N   0 $   .    8 . H ( " .  M " D1$  2 " & T & " G + . ' . " 2 A . 0  G .

559Y5P393 .

7593n 5 457 .

59 Y 3Z 3o3 5 736P5 3 5 83 5 o33  5B 7 CDA ='  pq 4 & 0   M q 4 & 0  "  & 5 r 1 34567839 5.

s 5.

tn o.

P3 7u6 43 .

v 37 .

n w836.

5Z 5 x .

939  Z 3Q3 .

y 6v.

.

84.

9 z56f.

f.

5P8 .

 l $   . 5 4  (  .    l . 5{| 5B 7 CDA ='   ! l &     l W 0 . 0 . ! l #    0 l ' 2 4  l   }  l    l $    l  O     0 l  "    ! l  "  ! l   ! l W    * 0 l &   ~     l      € €'   0   0 €& 0  .  €$ 0     €$ 0  O  € }& M  & /  4  €  " €   4  € 4  €'   " € .  *  l '    $ l   0 / l ' 2 0 / l '    .

6' 7 8 9 : . 5 !8 . < =  `> -. 0$ 0  0 2  0 &  !        &  E   " W    ! (   ! " 2  ! " & .    " & M   2" & M    " & M    " & $    ! " W  i" 24     ! " & $  $ 0  ‚ ! (    "     "  $ 0 .

25 ƒ 1 8 3 5.6' 7 8 9 : .$ 0$ "  & / E * 0 " !    4  " !    2 " . 2   " . 0$ 0  0 2  0 &  !    &  .  0  0 $ " $ . < =0  `> -.  (     .  -  @ & "  .   ^ J  &  .

34567 .

 $ d „ D=K7c   0 . " # > d . 0 &  0 d D38c  0  4 d „ D=8c   0  . . x 5564 3Z63 Y 3Z 3o3  D3K7c   .

‡ =8 C:ˆ ‡ 38 C:  $ 0 . $ 0! 0/    &  " $  (   0 W $ *   . < = …*   ! (    "  --0 2  0 / -$ -  0 &  - " &  ! & † 0 ^ -   $ " * 0  0 &  "   .   (     . 0 5 ‰ 1 34567 .6' 7 8 9 : .

59 x .

93 o5Q3  .

4.

559  0  4 . 4  0  " 0   5 d 5  6P8Z 3 0 ( 0 7 C 0 ( 0 7 C 0 ( 0" &  0   + C 0 ( 02 &  + C5 YZ 83Z  0 ( 0 .G 7 809 S 8  4 0 2 2-0 2. C 0 ( 0 . . .$ 0  "   $ .2 &  . C 0 ( 0 ." &  0   . 0 ! .c $ 0  0   2 &  0    0  0   " &  0   "   . C5 . C 0 ( 0 .

) ele voltou.].. abacate.. d) Explicação: . Maria.Pontuação Dois pontos: Usa-se dois pontos em: a) Citação: Rui Barbosa afirmou: “Não sou candidato.”  A frase de Rui Barbosa começou aqui. Rui Barbosa afirmou: “Ontem (.”  Podem ser trocados por colchetes [.. João disse: “Oi. pois inicia-se com letra minúscula. uva..  Dois pontos obrigatórios. Rui Barbosa afirmou: “Não sou candidato”. Rui Barbosa afirmou: “não sou candidato”. pois está fora das aspas.  Ponto final pertence a minha frase. Rui Barbosa afirmou: “não sou candidato.”  A frase de Rui Barbosa não começou aqui. c) Enumeração: Comprei: Jaca. pois inicia-se com letra minúscula. pois está fora dos parenteses.”  Dois pontos facultativo. Maria. pois inicia-se com letra maiúscula.Oi.  Dois pontos facultativo. melancia. b) Diálogo: João disse: .  O ponto final não pertence a frase de Rui Barbosa.  A frase de Rui Barbosa não começou aqui.  O ponto final pertence a frase de Rui Barbosa. pois está dentro das aspas.

Só quero uma coisa. Vírgula facultativa. Vírgula NÃO se usa vírgula: Entre:  Sujeito e verbo  Verbo e complemento  Termo regente e complemento nominal Ex: Âni tem medo de barata. verbo e complemento. (certo) . Quero ser feliz. ou as duas vírgulas se tiram.Só quero uma coisa: ser feliz. nesse caso pode-se trocar as vírgulas por parênteses e travessões. o homem pensava na colonização de Marte. TERMO INTERFERENTE – será chamada nessas explicações (para efeito didático) qualquer coisa que se coloque entre: sujeito e verbo. (errado)  Nos termos interferentes ou as duas vírgulas se colocam para isolar o termo. ser feliz. Só quero uma coisa. linda. linda. (não se pode colocar vírgula em nenhum luga) Com os adjuntos adverbiais a vírgula é facultativa. (certo) A Rosa estava ontem. EX: No começo do século passado. ontem. Ex: A Rosa estava. A Rosa estava – ontem – linda. obs: em língua portuguesa qualquer explicação será marcada por algum sinal de pontuação. [LOF2] Comentário: Adjunto adverbial. [LOF1] Comentário: Deve-se repetir o verbo quando utilizar ponto. Exemplos que se aplicam à frase anterior: Só quero uma coisa. (certo) A Rosa estava ontem linda. ser feliz. termo regente e complemento nominal.

de barata. ponto e vírgula ou ponto) Âni comeu banana. Âni tem medo. João comeu melão. tem medo.A Rosa estava (ontem) linda. João melão.  O uso da vírgula é facultativo. (certo)  Quando ao separar orações a vírgula causar ambigüidade. (mas pode ser substituída por () ou -). João. (Ordem indireta) – De barata. Omitindo o verbo Âni comeu banana. melão. Âni tem medo. . USO DA VÍRGULA EM INVERSÃO SINTÁTICA (Ordem direta) – Âni tem medo de barata. a vírgula é obrigatória. rainha das flores. Âni comeu banana. A rosa (rainha das flores) é linda. João comeu melão. (Ordem indireta) – Âni. é linda. (Ordem indireta) – Âni de barata tem medo. João comeu melão. (certo) obs: se o termo interferente for explicativo. (errado) Âni comeu banana. João. ela deverá ser substituída por ponto e vírgula. A rosa – rainha das flores – é linda. (pode-se usar vírgula. (Ordem indireta) – De barata.  O uso da vírgula é facultativo. (errado) Âni comeu banana. mas uma vírgula depende da outra para existir – ou as duas se colocam ou as duas se tiram. A rosa. AS VÍRGULAS SEPARAM ORAÇÕES NO PERÍODO Âni comeu banana. melão.

 Conjunção. uma bolsa.  Primeira oração. O menino foi à feira.  Conjunção. substituído por vírgula. uma jóia. Analisar a seguinte frase: Já comprei todos os presentes: um carrinho para o Childerico.  Segunda oração.  Ela saiu. . porém voltou logo. mas poderia ser trocado por ponto final ou por ponto e vírgula. Analisar as seguintes frases: Ela saiu porém voltou logo.Analisar a seguinte frase: A menina foi ao mercado. obs: JAMAIS poderá haver vírgula aí. uma boneca para a Radegondes. o menino foi à feira. (errado)  Primeira oração. Obs: Toda conjunção fica no início da oração a que pertence. para o Childerico. [LOF3] Comentário: Zeugma (ocultação do verbo. É necessário que ela estude. Também está certo: Já comprei todos os presentes: um carrinho. o menino. uma jóia para a Atanagildetina. para a mamãe. uma boneca. (certo) Eu quero que ela me abrace. porque ela introduz um complemento para o verbo anterior. Também está certo: A menina foi ao mercado.  Segunda oração.  Está certo. o menino foi à feira. para a Atanagildetina. A menina foi ao mercado.  Primeira oração. para a Radegondes. uma bolsa para a mamãe. A menina foi ao mercado. à feira.  Conjunção.  Segunda oração.

(correto) [LOF4] Comentário: Período: Começa com uma letra maiúscula e termina com um ponto final. voltou logo.Vírgula facultativa. [LOF13] Comentário: Segunda oração. (Correto)  Quando a conjunção inicia um período pode ou não haver vírgula. Porém voltou logo. Ela saiu. volte logo. .obs: JAMAIS poderá haver vírgula aí. (correto) [LOF7] Comentário: Conjunção. voltou porém logo. [LOF12] Comentário: Adjunto adverbial. voltou. (correto) Portanto ficaremos sem bolinhos. (correto) Ela saiu. Analisar frases: Ela saiu e voltou logo. portanto. [LOF11] Comentário: Conjunção. Ela não veio portanto ficaremos sem bolinhos. [LOF9] Comentário: Segunda oração. [LOF5] Comentário: Vírgula facultativa. (correto) . pois a pontuação sempre está mudando na língua portuguesa) Vírgula obrigatória Expressam oposição ou explicação. Ela saiu e. talvez. volte logo. ficaremos sem bolinhos. (Correto) Porém.  Segunda oração. porém. (correto) Portanto. e.  Primeira oração. REGRA GERAL – (sempre funciona atualmente. logo. [LOF8] Comentário: Adjunto adverbial. [LOF6] Comentário: Primeira oração. talvez. ficaremos sem bolinhos.  Conjunção. (correto) Ela não veio. e voltou logo. porque ela introduz um sujeito para o verbo anterior. obs: A conjunção (conjunção deslocada no meio de uma oração) nesse caso deve obrigatoriamente ser isolada por vírgulas: o Ela saiu. [LOF10] Comentário: Primeira oração. Vírgula facultativa Demais conjunções. (correto) Ela saiu.

(correto) . [LOF19] Comentário: Vírgula obrigatória pois a conjunção é explicativa. Comi as frutas. Ela sorriu quando me viu. que estavam maduras. que escreveu “Brida”. [LOF15] Comentário: Primeira oração. visto que expressa explicação. Tenho saudade dos amigos que me ajudaram. Ela estudou bastante. Análise: Ela caiu. [LOF17] Comentário: Segunda oração. que pensa. . porque haverá prova na próxima semana. ela sorriu. (correto) Quando me viu. [LOF23] Comentário: As frutas que eu comi estavam maduras.Ela sorriu.(correto) .  Deve haver vírgula na explicativa. [LOF26] Comentário: Oração Subordinada Adjetiva Restritiva. Comi as frutas que estavam maduras. PORQUE  Causal: expressa anterioridade  Explicativo: expressa posterioridade Causal porque escorregou Explicativo ela estudou bastante porque haverá prova na próxima semana Ela caiu Curiosidade: O homem que fuma vive pouco. . [LOF14] Comentário: Vírgula facultativa.  Vírgula obrigatória – se a oração com conjunção vier no início do período a vírgula é obrigatória. é meu amigo.Vírgula facultativa. O homem. – tenho saudade apenas dos amigos que me ajudaram. O autor que escreveu Brida é meu amigo. quando me viu. [LOF24] Comentário: Oração subordinada Adjetiva Explicativa. mas comi apenas as maduras. porque escorregou. [LOF20] Comentário: Oração Subordinada Adjetiva Restritiva. [LOF16] Comentário: Vírgula obrigatória. [LOF22] Comentário: Restritiva – existiam frutas maduras e verdes. [LOF21] Comentário: Oração subordinada Adjetiva Explicativa.Vírgula obrigatória. é racional. [LOF25] Comentário: Oração Subordinada Adjetiva Restritiva. [LOF18] Comentário: Virgula facultativa pois a conjunção é causal. Paulo Coelho.

Tenho saudade dos amigos. [LOF27] Comentário: Oração subordinada Adjetiva Explicativa. – explicativa: todos os amigos me ajudaram e eu tenho saudade de todos. que me ajudaram. .

ação e estado dos seres: beleza. fada.CLASSES DE PALAVRAS As palavras são classificadas de acordo com as funções exercidas nas orações. Já os substantivos abstratos designam qualidade. ações. Muitos substantivos podem ser variavelmente abstratos ou concretos. Quanto a sua formação. Quando esses substantivos abstratos são de qualidade tornam-se concretos no plural (riqueza X riquezas). assinalei vários erros). concreto (mesa) ou abstrato (felicidade). fuga. Já no tocante ao gênero (masculino X feminino) os substantivos podem ser: . Os substantivos abstratos têm existência independente e podem ser reais ou não. pelo processo de derivação imprópria (um judas = traidor / um panamá = chapéu). sentimento. estados e seres em geral. cegueira. ele pode ser comum (cidade) ou próprio (Curitiba). sentimentos. o substantivo pode ser primitivo (jornal) ou derivado (jornalista). dor. santo. Certos substantivos próprios podem tornar-se comuns. simples (alface) ou composto (guarda-chuva). conforme o sentido em que se empregam (a redação das leis requer clareza / na redação do aluno. Na língua portuguesa podemos classificar as palavras em: • • • • • • • • • • Substantivo Adjetivo Pronome Verbo Artigo Numeral Advérbio Preposição Interjeição Conjunção Substantivo: É a palavra variável que denomina qualidades. materiais ou não. Já quanto a sua classificação. Os substantivos concretos designam seres de existência real ou que a imaginação apresenta como tal: alma. Os substantivos próprios são sempre concretos e devem ser grafados com iniciais maiúsculas. sensações.

Os nomes terminados em -ão fazem feminino em -ã. -OM.algoz. troféu X troféus). os lápis. sacristães. barril X barris). . os ônibus). o/a estudante). Exceto mal por males. sendo a última menos comum (hífen X hifens ou hífenes). entretanto a maioria é invariável (monge X monja. cidadãos. -UM: acréscimo de -NS (jardim X jardins).apresentam um só gênero gramatical para designar pessoas de ambos os sexos . -S: substantivos oxítonos acréscimo de -ES (país X países). os substantivos simples formam o plural em função do final da palavra. verdugo. capitães. Observação: réptil / reptil por répteis / reptis. Os não-oxítonos terminados em -S são invariáveis. rata ou conde X condessa). camarada. -IM. leoa. UL: troca-se -L por -IS (animal X animais. testemunha. eles estão divididos em: epicenos: usados para animais de ambos os sexos (macho e fêmea) . -R ou -Z: -ES (mar X mares. órfãos. trocar -L por -S. gólfãos). real (moeda) por réis. mártir. -AL. marcando o número pelo artigo (os atlas. badejo. capelães. (til X tis. sobrecomuns . Nesse caso. médium. ditongo -ÃO: -ÕES / -ÃES / -ÃOS. mel por méis ou meles. (o cisma X a cisma / o corneta X a corneta / o crisma X a crisma / o cura X a cura / o guia X a guia / o lente X a lente / o língua X a língua / o moral X a moral / o maria-fumaça X a maria-fumaça / o voga X a voga). infante X infanta.• • • • • biformes: quando apresentam uma forma para o masculino e outra para o feminino. mudam de sentido. comum de dois gêneros: aqueles que designam pessoas.artesões. Quanto ao número (singular X plural). cônsul por cônsules. raiz X raízes). projétil / projetil por projéteis / projetis.albatroz. uniformes: quando apresentam uma única forma para ambos os gêneros. cós e xis são invariáveis. quando mudam de gênero. deães. • • vogal ou ditongo (exceto -ÃO): acréscimo de -S (porta X portas. Os substantivos paroxítonos terminados em -ão fazem plural em -ãos (bênçãos. Se não oxítonos. cânon > cânones. cônjuge. • • • • • • • -EM. usando o artigo para o plural (tórax X os tórax). herege. míssil X mísseis). (rato. Alguns substantivos. OL. escrivães. -X: invariável. variando em cada palavra (pagãos. -N: -S ou -ES. faisães. manequim. Alguns gramáticos registram artesão (artífice) . besouro. cais. cortesãos. -oa ou -ona (alemã. IL: se oxítono. EL. valentona). fazendo a distinção dos sexos por palavras determinantes . mas o/a dirigente. Os nomes terminados em -e mudam-no para -a. guardiães).artesãos e artesão (adorno arquitetônico) .aborígine. guia. silvícola. apóstolo. codorniz. tabeliães. trocar -IL por -EIS.

proclama. cartilha). mas bolo X bolos). • • alguns sufixos aumentativo: -ázio. avós (avó + avó ou avô + avó). coroneizinhos. diabete/diabetes (FeM classificam como gênero vacilante). retirar o -S e acrescentar o sufixo diminutivo (caezitos. -ola. -az. telefonema. contralto. também variando em função da palavra. axioma (premissa verdadeira). estratagema. não expressam a noção aumentativa ou diminutiva. (ovo X ovos. jângal (floresta da Índia). soprano (FeM classificam como gênero vacilante). O aumentativo pode exprimir desprezo (sabichão. sintético: anexando-se ao substantivo sufixos indicadores de grau (meninão X menininho). fibroma (tumor benigno). paizinho). hosana (hino). Os substantivos podem apresentar diferentes graus. aumentativo e diminutivo e podem ser formados através de dois processos: • • analítico: associando os adjetivos (grande ou pequeno. ministraço. metafonia: -o tônico fechado no singular muda para o timbre aberto no plural. champanha. -inho. suéter. porém grau não é uma flexão nominal. praça (soldado raso). -culo. -alhão.• • sufixo diminutivo -ZINHO(A) / -ZITO(A): colocar a palavra primitiva no plural. lhama. enquanto o diminutivo pode indicar carinho (filhinho) ou ter valor pejorativo (livreco. sabiá. caudal (cachoeira). -ote. herpes. diadema. Certos substantivos. praça (soldado raso). -eirão. -im. casebre). . São três graus: normal. (cartão. alguns sufixos diminutivo: -ito. apesar da forma. -zinho (o sufixo -zinho é obrigatório quando o substantivo terminar em vogal tônica ou ditongo: cafezinho. poetastro) ou intimidade (amigão). tapa (FeM classificam como gênero vacilante). -elho. anátema (excomungação). -zarrão. -orra. Observação: palavras com esses sufixos não recebem acento gráfico. carcinoma (tumor maligno). clarinete. mulherezinhas). -ola. coma. vau (trecho raso do rio). -ulo-. Algumas curiosidades sobre os substantivos: Palavras masculinas: • • • • • • • • • • • • • • • ágape (refeição dos primitivos cristãos). clã. -arão. teiró (parte de arma de fogo ou arado). Observação: avôs (avô paterno + avô materno). trema. ou similar) ao substantivo. arrão. -ão.

suçuarana (felino). castelão (dono do castelo) . comarcão .cantora. alcaidina. clâmide (manto grego). charlatão . coimbrão . Alguns femininos: • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • abade . hélice (FeM classificam como gênero vacilante).catalã.alcaidessa. czar . alcaide (antigo governador) .coimbrã.cavaleira.bretoa. bretão . xerox (cópia).canonisa. cantador .besuntona. aluvião. alcíone (ave doa antigos). bretã. anfitriã. cólera (doença). omoplata.aldeã.czarina. dinamite. cônego . cantor .cantadeira. ubá (canoa). cantatriz. araquã (ave). beirão (natural da Beira) . Gênero vacilante: • • • • acauã (falcão). cal. anfitrião . amazona. mascote. rês. mas que há preferência de autores pelo masculino). áspide (reptil peçonhento). cavaleiro . laringe. cônsul .abegoa. personagem (Ceg. trama. derme.bonachona.charlatã. baitaca (ave). entorce. besuntão (porcalhão) . filoxera (inseto e doença). usucapião (FeM classificam como gênero vacilante). cantadora. bonachão . fácies (aspecto). jaçanã (ave). gênese. sucuri.Palavras femininas: • • • • • • • • • • • • • • • • • abusão (engano). fala que é usada indistintamente nos dois gêneros. cantarina. libido. víspora. inambu (ave).beiroa.consulesa. aldeão . catalão . tíbia. .castelã.anfitrioa. guriatã (ave). cataplasma.abadessa. abegão (feitor) .comarcã. juriti (tipo de aves).

viloa. druida .elefanta e aliá (Ceilão). doge (antigo magistrado) . rapaz .mocetona.castelãos.druidesa. castelões.freira.diaconisa. varão . capelão . grou . ladrona. maestro . peona. pardal . sintrão .sóror. alães.aldeãos. vilão . rajá .perdiz. sandeu .tabaroa.flamínica.peã.papisa.capelães. alãos. elefante .magana.horteloa. parvo .párvoa. frei . faisã. lebrão . aldeão . ermitão .alões. déia. javali . diácono (clérigo) . tabaréu . faisão . oficial .• • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • deus .rani. veado . gigante . pardaloca. priora. papa .madre.giganta.matrona. mocetão .mula.sintrã.javalina.mélroa.faisoa (Cegalla). peão .deusa. aldeões. castelão . cidadão .rapariga. .prioresa.embaixadora e embaixatriz. prior .lebre. maganão (malicioso) . ladrão . padre . Substantivos em -ÃO e seus plurais: • • • • • • alão . hortelão (trata da horta) .rascoa. perdigão .ladra. mu ou mulo .dogesa.pardoca. sultão . flâmine (antigo sacerdote) . embaixador . mulher. frade . rascão (desleixado) . vilã.cidadãos.cortesãos.felaína. ladroa. pardaleja.ermitoa.oficiala. felá (camponês) .sandia.grua. ermitã.sultana. cortesão .maestrina.veada. melro .

jogo. vulcãos. porto. verão . forro. verões. chusma . elefantes).verãos. coro. caterva . cabido . bando .pagãos. canzoada . corcovo.. Substantivos só usados no plural: anais.ermitões. destroço. .feiticeiros. tijolo. óculos. Alguns substantivos que sofrem metafonia no plural: abrolho. esposórios (presente de núpcias).caranguejos. malvados. atilho . hortelão . olheiras. socorro.cônegos (conselheiros de bispo). armento . forno. rogo.escrivães. escrivão .tecelões.ovelhas leiteiras. exéquias (cerimônias fúnebres). choldra. conciliábulo . boana .assassinos. crianças. cainçalha . fezes. cáfila .espigas.vulcões. diretores.peixes miúdos.cães. damas (jogo). canções. além dos nomes de naipes. calendas (1º dia do mês romano). escolho. despojo.foliões.aves. miolo. prelúdios).camelos.de examinadores.tabeliães. manes (almas). vilãos. ermitães. malfeitores. assembléia (parlamentares.gado grande (búfalos.utensílios de mesa. condolências. criados. fosso. exploradores de minérios. vísceras.hortelões. membros de associações). corvo. concílio . esforço. conselho .garimpeiros. cócegas. torto. toco. primícias (começos. chaves. juízes militares. torno. matinas (breviário de orações matutinas). reforço. cãs (cabelos brancos). estorvo. cambada . vulcão . víveres etc. bandeira . tecelão . folião .vilões. Coletivos: • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • alavão . advogados. vilão . núpcias.sacristães. cancioneiro .poesias. poço. imposto. ermitãos. salteadores. vadios. arredores. posto. conspiradores. hortelãos. penhor).desordeiros. fastos (anais). esponsais (contrato de casamento ou noivado). baixela . férias. ciganos. pagão . antolhos. pêsames.cães.• • • • • • • • • • • ermitão . troco. banca .vereadores.bispos. caroço. joldra .populares. tabelião . sacristão . endoenças (solenidades religiosas). arras (bens.

jornais. muito parecidos ou onomatopaicos.bois.pessoas desonestas. fato . apenas o primeiro se flexiona (pés-demoleque). congregação .desordeiros. lenha. São palavras invariáveis: verbo. cebola. são invariáveis os elementos grão.foguetes. demônios. renque . panapaná .borboletas migratórias. récua . intelectuais. junta . penca .professores. adjetivo.cavalos. fogos de artifício. ror . insetos. pingue-pongues). feixe . tique-taques. políticos. corre-corres.cabras. pó.cavalgaduras (bestas de carga). preposição. tertúlia . talha -lenha.cardeais.grande quantidade de coisas.porcos.anjos.amigos. credores.árvores. os espirra-canivetes). grã e bel (grão-duques.• • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • conclave . . médicos. miríade . grã-cruzes. os ganha-pouco. revistas. pronomes. belprazeres). soldados.desordeiros. os bota-abaixo. chaves.gafanhotos. bananas-maçã) nenhum dos elementos vai para o plural se formado por verbos de sentidos opostos e frases substantivas (os leva-e-traz. malta . semelhança ou finalidade deste (sambas-enredo. Substantivos compostos: Os substantivos compostos formam o plural da seguinte maneira: • • • • • • • • sem hífen formam o plural como os simples (pontapé/pontapés). girândola . pessoas ou coisas enfileiradas. os bota-fora. os diz-que-me-diz). numeral. legião . réstia . onde o segundo limita o primeiro elemento. vagabundos.gado miúdo. só o segundo vai para o plural (tico-ticos. só variará o primeiro elemento nos compostos formados por dois substantivos. particípio. os salta-pocinhas. grei . advérbio. súcia .alho. tropilha .cardeais. com elementos ligados por preposição. indicando tipo. vara . matula . os louva-a-Deus. compostos cujo segundo elemento já está no plural não variam (os troca-tintas.capim. caso não haja caso específico. religiosos.estrelas. nuvem . São palavras variáveis: substantivo. verifica-se a variabilidade das palavras que compõem o substantivo para pluralizá-los. em elementos repetidos. prefixo. os pisa-mansinho. examinadores. hemeroteca . consistório . patifes.bananas.

potâmico. anel . indicando qualidades e características deste. águia . memória .hibernal. bispo . lobo .monetário.episcopal. prata . argírico.• palavra guarda. neve . ebóreo. se fizer referência a pessoa varia por ser substantivo.ebúrneo.pétreo. normalmente são formados pelo acréscimo de um sufixo ao substantivo de que se originam (Alagoas por alagoano).pecuniário. São adjetivos eruditos: • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • açúcar . com exceção do último elemento (franco-ítalo-brasileiro). fábrica . guerra . Adjetivo: É a palavra variável que restringe a significação do substantivo.aquilino. Podem ser simples ou compostos.hepático. cabeça .sideral. • • adjetivos pátrios: indicam a nacionalidade ou a origem geográfica. chuva . lago . referindo-se a duas ou mais nacionalidades ou regiões. Mantém com o substantivo que determina relação de concordância de gênero e número.lacustre. cobra .cinéreo. argentino. dinheiro . numismático. moeda . fígado . estômago .leporino.sacarino. chumbo .gástrico. Caso represente o verbo guardar.bélico. não pode variar (guardas-noturnos.mnemônico.argênteo. astro . marfim . guarda-chuvas).níveo.vulpino. fogo . cinza . inverno . ofídico.cefálico. bexiga .vesical.plúmbeo. raposa . homem .lupino.ígneo. nestes últimos casos assumem sua forma reduzida e erudita.pluvial.fabril. . pedra .anular.colubrino.viril. locuções adjetivas: expressões formadas por preposição e substantivo e com significado equivalente a adjetivos (anel de prata = anel argênteo / andar de cima = andar superior / estar com fome = estar faminto). rio .fluvial. lebre .

baixo . vidro . os adjetivos simples formam o plural segundo os mesmos princípios dos substantivos simples. favorável ou desfavoravelmente.amabilíssimo. sonho . duas ou mais qualidades de um mesmo ser.docílimo. (muito alto X altíssimo) O superlativo pode ser também relativo. O superlativo pode ser classificado como absoluto. . -érrimo. além do acréscimo do -S de plural. num processo de metafonia. velho.fidelíssimo. cruel . -ílimo). O grau superlativo exprime qualidade em grau muito elevado ou intenso. em função de sua terminação (agradável X agradáveis). O grau comparativo refere-se a uma mesma qualidade entre dois ou mais seres. Pode ser de igualdade: tão alto quanto (como / quão).rupestre. dócil .vítreo. Pode ser analítico (acréscimo de advérbio de intensidade) ou sintético (-íssimo. à de outros elementos. os adjetivos apresentam duas formas: comparativo e superlativo. Pode ser de superioridade analítico (o mais alto de/dentre). amigo . mudam o timbre do primeiro -o.onírico.crudelíssimo. hialino. quando a qualidade não se refere à de outros elementos.• • • • • • rocha . não se diz que um adjetivo é masculino ou feminino.senil. fiel . No tocante a número. Quanto à variação dos adjetivos. doce .vespertino. São superlativos absolutos sintéticos eruditos da língua portuguesa: • • • • • • • • • acre .meridional. eles apresentam as seguintes características: O gênero é uniforme ou biforme (inteligente X honesto[a]). Quanto ao grau.supremo. qualidade relacionada. alto . e sim que tem terminação masculina ou feminina. de superioridade sintético (o maior de/dentre) ou de inferioridade (o menos alto de/dentre).acérrimo. Os adjetivos terminados em -OSO. de superioridade: mais alto (do) que (analítico) / maior (do) que (sintético) e de inferioridade: menos alto (do) que.ínfimo. amável . tarde . austral. velhice .amicíssimo. Já os substantivos utilizados como adjetivos ficam invariáveis (blusas cinza).dulcíssimo. sul . sumo. Quanto ao gênero.

representando-o. são . as cores: azul-celeste e azul-marinho são invariáveis. Pronome: É palavra variável em gênero. Podem também representar. o pronome substantivo é aquele que substitui um substantivo.nigérrimo. (Ele prestou socorro). bolsas branco-gelo).libérrimo. 3ª pessoa . Os pronomes pessoais são sempre substantivos. Já o pronome adjetivo é aquele que acompanha um substantivo. emissor. negro . número e pessoa que substitui ou acompanha um substantivo. determinandoo. pobre .aquele de que ou de quem se fala. sagrado .velocíssimo.paupérrimo.. receptor.. Assim. mísero . (vestidos cor-de-rosa). ela mesma agendava os compromissos do chefe). Quanto às pessoas do discurso.humílimo. a língua portuguesa apresenta três pessoas: 1ª pessoa .saníssimo. A diferença entre pronome substantivo e pronome adjetivo pode ser atribuída a qualquer tipo de pronome. veloz . sábio . Pronome pessoal: Indicam uma das três pessoas do discurso. problemas sócio-econômicos).• • • • • • • • • • • frio . quando na 3ª pessoa.misérrimo. em surdo-mudo flexionam-se os dois elementos. A seguir um quadro com todas as formas do pronome pessoal: .macérrimo.aquele com quem se fala. indicando-o como pessoa do discurso.sapientíssimo. livre . substituindo um substantivo.sacratíssimo. Os adjetivos compostos formam o plural da seguinte forma: • • • • • têm como regra geral. são invariáveis cores em que o segundo elemento é um substantivo (blusas azulturquesa. magro .frigidíssimo. humilde . não variam as locuções adjetivas formadas pela expressão cor-de-. podendo variar em função do contexto frasal. referente. (Aquele rapaz é belo). flexionar o último elemento em gênero e número (lentes côncavo-convexas. 2ª pessoa . uma forma nominal anteriormente expressa (A moça era a melhor secretária.aquele que fala.

Troca-se na abreviatura o V.Pronomes pessoais Número Pessoa Pronomes retos primeiraeu singular segunda tu terceira ele. Também são considerados pronomes de tratamento as formas você. te. conosco vós. se. é usada no lugar da 2ª pessoa (tu/vós). levando o verbo para a 3ª pessoa. elas Pronomes oblíquos Átonos Tônicos me mim. quando nos dirigirmos diretamente à pessoa e de Sua. mandar. A forma você. Quando precedidos de preposição. consigo nós. Os pronomes pessoais retos desempenham. vos desempenham função se sujeitos de infinitivo ou verbo no gerúndio. no-lo. consigo Os pronomes pessoais apresentam variações de forma dependendo da função sintática que exercem na frase. lhes. elas. vocês (provenientes da redução de Vossa Mercê). vo-lo. entretanto. contigo. ouvir e ver (Mandei-o entrar / Eu o vi sair / Deixei-as chorando). lhe. ela primeiranós plural segunda vós terceira eles. a. Quanto ao emprego. função de sujeito. enquanto os oblíquos. os. Apesar de serem usadas pouco. a preposição com já é parte integrante do pronome. Senhora e Senhorita. pelo S. as formas mo. Eu e tu não podem vir precedidos de preposição. a concordância é feita com a 3ª pessoa. seeles. junto ao verbo fazer. os pronomes retos (exceto eu e tu) passam a funcionar como oblíquos. quando associados a verbos terminados em r. Já as formas de tratamento serão precedidas de Vossa. representados por pronomes oblíquos (Ninguém mo disse = ninguém o disse a mim). quando fizermos referência a ela. normalmente. comigo te o. Os pronomes de tratamento estão enquadrados nos pronomes pessoais. de complemento. Os pronomes o/a (s). São empregados como referência à pessoa com quem se fala (2ª pessoa). contigo ele. Em comigo. se nos vos ti. Senhor. a. as formas oblíquas o. atualmente. me. tanto no singular quanto no plural. si. se a terminação verbal for em ditongo nasal. Os pronomes oblíquos tônicos devem vir regidos de preposição. enquanto lhe e lhes para verbos regidos das preposições a ou para (não expressas). as. geralmente. ela. as completam verbos que não vêm regidos de preposição. convosco os. exceto se . nos. deixar. to. si. Os pronomes átonos o. lho e flexões resultam da fusão de dois objetos. conosco e convosco. s ou z e viram no(a/s). a. os e as viram lo(a/s).

Os pronomes pessoais retos podem desempenhar função de sujeito. O uso do possessivo seu (a/s) pode causar ambigüidade. deve-se preferir o uso do dele (a/s) (Ele disse que Maria estava trancada em sua casa .casa de quem?). vem antes do nome a que se refere. se. mesmos. sua(s) seu(s). este último com tu e vós (Nós temos uma proposta / Eu sou eu e pronto / Ó. predicativo do sujeito ou vocativo. Já conosco e convosco devem aparecer na sua forma analítica (com nós e com vós) quando vierem com modificadores (todos. apiedar-se. Concordam em gênero e número com a coisa possuída. numeral ou oração adjetiva). Os pronomes me. São pronomes possessivos da língua portuguesa as formas: 1ª pessoa: meu(s). queixar-se. tu. enquanto alguns átonos são partes integrantes de verbos como suicidar-se. Pronome possessivo: Fazem referência às pessoas do discurso. sua(s). Senhor Jesus). Os pronomes átonos podem assumir valor possessivo (Levaram-me o dinheiro / Pesavam-lhe os olhos). vangloriar-se. desistiu ≠ Vi as bolsas dele bem aqui). para desfazê-la. assumem forma reta e podem funcionar como objeto direto (Estava só ele no banco / Encontramos todos eles). condoer-se. 2ª pessoa: teu(s). apresentando-as como possuidoras de algo. Os pronomes acompanhados de só ou todos. minha(s) nosso(a/s). outros. nos. podendo. tua(s) vosso(a/s). Quanto ao emprego. ufanar-se. normalmente. vos podem ter valor reflexivo e recíproco.funcionarem como sujeito de um verbo no infinitivo (Isto é para eu fazer ≠ para mim fazer). pode também indicar aproximação numérica (ele tem lá seus 40 anos). deve-se saber que não se pode contrair as preposições de e em com pronomes que sejam sujeitos (Em vez de ele continuar. . também. Já os pronomes oblíquos podem ser usados como expressão expletiva (Não me venha com essa). Neste último caso. nos. vir depois do substantivo que determina. As formas si e consigo têm valor exclusivamente reflexivo e usados para a 3ª pessoa. vos podem ter valor reflexivo. enquanto se. próprios. Quanto ao uso das preposições junto aos pronomes. 3ª pessoa: seu(s). pode até alterar o sentido da frase. ou seguido de numeral. te.

este (novo enunciado) e esse (retoma informação). indicando localização temporal . tal é demonstrativo se puder ser substituído por esse (a). se precedidos de artigo. "idêntico" (O problema ainda não foi resolvido. cujo (a/s) e quanto (a/s). aquele (a/s). quem e onde . semelhante. "igual" ou "exato". em com os pronomes demonstrativos (Não acreditei no que estava vendo / Fui àquela região de montanhas / Fez alusão à pessoa de azul e à de branco). situando-o no tempo e/ou no espaço. próprio. Pronome relativo: Retoma um termo expresso anteriormente (antecedente) e introduz uma oração dependente. São: este (a/s). respectivamente. a. como referência a termos já citados. os. isto.nisso = advérbio). isso. o. uso dêitico. Concordam com o nome a que se referem (Separaram crianças de mesmas séries). Os pronome nomes demonstrativos apresentam-se da seguinte maneira: mento. as são demonstrativos quando equivalem a aquele (a/s). quando significarem "idêntico".Já nas expressões do tipo "Seu João". além de o qual (a/s). os pronomes demonstrativos apresentam-se da seguinte maneira: • • • • • • • • • • uso dêitico. este (a) ou aquele (a) e semelhante. podem apresentar valor intensificador ou depreciativo. pode ocorrer a contração das preposições a. em referência ao que já foi ou será dito . nisso e nisto (em + pronome) podem ser usados com valor de "então" ou "nesse momento" (Nisso. mesmo e próprio são demonstrativos. adjetiva.este (presente). Isto. os pronomes aquele (a/s) e este (a/s) são usados para primeira e segunda ocorrências. tal demora atrapalhou as negociações / Não brigue por semelhante causa). esse (passado próximo) e aquele (passado remoto ou bastante vago).invariáveis. isto (Leve o que lhe pertence). tal (s) e o (a/s) podem desempenhar papel de pronome demonstrativo. Pronome demonstrativo: Indicam posição de algo em relação às pessoas do discurso. quando anteposto ao substantivo a que se refere e equivalente a "aquele". esse (a/s). uso anafórico. esse (aí) e aquele (lá). de. indicando localização no espaço . ela entrou triunfante . .este (aqui). aquilo. em apostos distributivos (O médico e a enfermeira estavam calados: aquele amedrontado e esta calma / ou: esta calma e aquele amedrontado). armamentomes relativos são: que. As formas mesmo. isso e aquilo são invariáveis e se empregam exclusivamente como substitutos de substantivos. Quanto ao emprego. seu não tem valor de posse por ser uma alteração fonética de Senhor. dependendo do contexto frasal (Ele estava com aquela paciência / Aquilo é um marido de enfeite).

coisas: que. observa-se que os relativos são usados quando: • • • • • o antecedente do relativo pode ser demonstrativo o (a/s) (O Brasil divide-se entre os que lêem ou não). Pronome indefinido: Referem-se à 3ª pessoa do discurso quando considerada de modo vago. o que quer. pessoas. cada um etc. o pronome nada. Sobre o emprego dos indefinidos devemos atentar para: • • • • • • • • algum. qual. pode equivaler a advérbio (Ele não está nada contente hoje). outro (a/s). coisas e lugares. São pronomes indefinidos de: • • • pessoas: quem. existem algumas locuções pronominais indefinidas . unindo-se a ele por verbo de ligação (Isso é bastante para mim). lugares: onde. quem = relativo indefinido quando é empregado sem antecedente claro. merece atenção sua identificação. o pronome outrem equivale a "qualquer pessoa". nenhures. quais. pouco (a/s). representando pessoas. algo. pode equivaler a advérbio (Ele não está nada contente hoje). colocado junto a verbos ou adjetivos. não vindo precedido de preposição. após o substantivo a que se refere. se estiver determinando algum substantivo. Em função da quantidade de pronomes indefinidos. ninguém. alguns pronomes indefinidos.quem quer que. passam a ser adjetivos.Os relativos são chamados relativos indefinidos quando são empregados sem antecedente expresso (Quem espera sempre alcança / Fez quanto pôde). alhures. (Certas pessoas deveriam ter seus lugares certos / Comprei várias balas de sabores vários) bastante pode vir como adjetivo também. o pronome nada. quanto (a/s). algures. tudo. se vierem depois do nome a que estiverem se referindo. Quanto ao emprego. muito (a/s). nada. . Ele tem sempre valor adjetivo e não pode ser acompanhado de artigo. vários (a). lugares. seja quem for. cujo (a/s) é empregado para dar a idéia de posse e não concorda com o antecedente e sim com seu conseqüente. Alguns também podem dar idéia de conjunto ou quantidade indeterminada. outrem. algum (a/s). cada deve ser sempre seguido de um substantivo ou numeral (Elas receberam 3 balas cada uma). qualquer (s). colocado junto a verbos ou adjetivos. nenhum (a/s). certo (a/s). assume valor negativo (= nenhum) (Computador algum resolverá o problema). impreciso ou genérico. todo (a/s). alguém. como relativo. um (a/s). cada. quanto refere-se ao antecedente tudo ou todo (Ouvia tudo quanto me interessava) quem será precedido de preposição se estiver relacionado a pessoas ou seres personificados expressos.

já o irregular com ser e estar (aceito/aceitado. De acordo com a relação dos verbos com esses paradigmas. queixar-se etc. Em função da vogal temática. auxiliares: juntam-se ao verbo principal ampliando sua significação. abundantes . Verbo: É a palavra variável que exprime um acontecimento representado no tempo. Os verbos apresentam três conjugações.no presente do indicativo só apresenta a 1ª e a 2ª pessoa do plural).). quanto usados na formulação de uma pergunta direta ou indireta.eu canto) e formas arrizotônicas (tonicidade fora do radical . (Quantos livros você tem? / Não sei quem lhe contou).apresentam mais de uma forma para uma mesma flexão. sem artigo (Toda cidade parou para ver a banda ≠ Toda a cidade parou para ver a banda). podem-se criar três paradigmas verbais. irregulares: não seguem o paradigma verbal da conjugação a que pertencem. apiedar-se. Presentes nos tempos compostos e locuções verbais. seja ação. Os defectivos distribuem-se em três grupos: impessoais. • • • • • defectivos: não são conjugados em determinadas pessoas. tempo ou modo (falir . Entre os verbos irregulares. destacam-se os anômalos que apresentam profundas irregularidades. certos verbos possuem pronomes pessoais átonos que se tornam partes integrantes deles. Quanto à flexão verbal.• todo com valor indefinido antecede o substantivo. acendido/aceso . Referem-se à 3ª pessoa do discurso. só conjugados nas 3ª pessoas) por eufonia ou possibilidade de confusão com outros verbos. obtém-se a seguinte classificação: • • regulares: seguem o paradigma verbal de sua conjugação. Nesses casos. quem. Alguns interrogativos podem ser adverbiais (Quando voltarão? / Onde encontrá-los? / Como foi tudo?). devendo-se usar o particípio regular com ter e haver. As irregularidades podem aparecer no radical ou nas desinências (ouvir ouço/ouve. São classificados como anômalos em todas as gramáticas os verbos ser e ir. Pronome interrogativo: São os pronomes indefinidos que. Mais freqüente no particípio.estou/estão).tenho/hei aceitado ≠ é/está aceito). temos: . unipessoais (vozes ou ruídos de animais. o pronome não tem função sintática (suicidar-se. estado ou fenômeno da natureza. qual. formas rizotônicas (tonicidade no radical .nós cantaríamos). estar .

hipotético. futuro do subjuntivo: indica um fato provável. Quanto ao tempo verbal. o particípio tem valor e forma de adjetivo. mas não foi concluída ou era uma ação costumeira no passado. duvidoso ou hipotético situado no momento ou época em que se fala. pretérito imperfeito do subjuntivo: indica um fato provável. situado num momento futuro. eles apresentam os seguintes valores: • • • • • • • • • presente do indicativo: indica um fato real situado no momento ou época em que se fala. . pretérito mais-que-perfeito do indicativo: indica um fato real cuja ação é anterior a outra ação já passada. mas passeemos). mas ligado a um momento passado. Os verbos em -ear têm duplo "e" em vez de "ei" na 1ª pessoa do plural (passeio. passiva e reflexiva. presente do subjuntivo: RAD da 1ª pessoa singular do presente + E (1ª conj. hipotético. duvidoso ou hipotético cuja ação foi iniciada mas não concluída no passado. presente do subjuntivo: indica um fato provável. gerúndio e particípio) não possuem função exclusivamente verbal. pessoa gramatical: 1ª. As três formas nominais do verbo (infinitivo. Infinitivo é antes substantivo. enquanto o gerúndio equipara-se ao adjetivo ou advérbio pelas circunstâncias que exprime.• • • • • número: singular ou plural. 2ª ou 3ª. advertência ou pedido).) + Desinência número pessoal (DNP). futuro do pretérito do indicativo: indica um fato possível. o presente. presente ou futuro). os chamados tempos simples podem ser primitivos (presente e pretérito perfeito do indicativo e o infinitivo impessoal) e derivados: São derivados do presente do indicativo: • • pretérito imperfeito do indicativo: TEMA do presente + VA (1ª conj. pretérito imperfeito do indicativo: indica um fato real cuja ação foi iniciada no passado. situado num momento ou época futura. voz: ativa. modo: indicativo (certeza de um fato ou estado). Quanto à formação dos tempos.) + DNP. subjuntivo (possibilidade ou desejo de realização de um fato ou incerteza do estado) e imperativo (expressa ordem. futuro do presente do indicativo: indica um fato real situado em momento ou época vindoura. O modo imperativo só tem um tempo.) ou A (2ª e 3ª conj. duvidoso. pretérito perfeito do indicativo: indica um fato real cuja ação foi iniciada e concluída no passado.) ou IA (2ª e 3ª conj. tempo: referência ao momento em que se fala (pretérito.

futuro do pretérito: TEMA do infinitivo + RIA + DNP. sendo o imperfeito na forma simples e o perfeito e o mais-que-perfeito nas formas compostas. pretérito mais-que-perfeito: pretérito imperfeito do indicativo do auxiliar + particípio do VP (Tinha falado). infinitivo pessoal: infinitivo impessoal + DNP (-ES . Quanto à formação. -DES. São derivados do pretérito perfeito do indicativo: • • • • • • • • • pretérito mais-que-perfeito do indicativo: TEMA do perfeito + RA + DNP. futuro do subjuntivo: TEMA do perfeito + R + DNP. futuro do presente: futuro do presente do indicativo do auxiliar + particípio do VP (Terei falado). Quanto às formas nominais. futuro do pretérito: futuro do pretérito indicativo do auxiliar + particípio do VP (Teria falado). pretérito mais-que-perfeito: imperfeito do subjuntivo do auxiliar + particípio do VP (Tivesse falado). No modo Indicativo. No modo Subjuntivo a formação se dá da seguinte maneira: • • • pretérito perfeito: presente do subjuntivo do auxiliar + particípio do VP (Tenha falado).• imperativo negativo (todo derivado do presente do subjuntivo) e imperativo afirmativo (as 2ª pessoas vêm do presente do indicativo sem S. EM) gerúndio: TEMA do infinitivo + -NDO. pretérito imperfeito do subjuntivo: TEMA do perfeito + SSE + DNP.2ª pessoa. Não há presente composto nem pretérito imperfeito composto . -MOS. gerúndio composto: gerúndio do auxiliar + particípio do VP (Tendo falado). elas são formadas da seguinte maneira: • • infinitivo composto: infinitivo pessoal ou impessoal do auxiliar + particípio do VP (Ter falado / Teres falado). dito principal. O modo subjuntivo apresenta três pretéritos. as demais também vêm do presente do subjuntivo). futuro composto: futuro do subjuntivo do auxiliar + particípio do VP (Tiver falado). os tempos compostos da voz ativa constituem-se dos verbos auxiliares TER ou HAVER + particípio do verbo que se quer conjugar. particípio regular: infinitivo impessoal sem vogal temática (VT) e R + ADO (1ª conjugação) ou IDO (2ª e 3ª conjugação). os tempos compostos são formados da seguinte maneira: • • • • pretérito perfeito: presente do indicativo do auxiliar + particípio do verbo principal (VP) [Tenho falado]. São derivados do infinitivo impessoal: futuro do presente do indicativo: TEMA do infinitivo + RA + DNP.

espargir. aprouvestes. possuir. regredir.. minguar) Aprazer (irregular) . cuspir.presente do indicativo . e pretérito perfeito do indicativo . atribuis. sugerir) Agir (acomodação gráfica g/j) . (= banir. (com trema) Atrair (irregular) . Na transformação da voz ativa na passiva.aprouve.águo. / pretérito perfeito do indicativo . / pretérito perfeito atraí. argúem .O trabalho foi feito por ele (mantido o pretérito perfeito do indicativo) / O vento ia levando as folhas .presente do indicativo . refulgir.não possui a 1ª pessoa do singular do presente do indicativo.. digerir. adere. enxaguar. urgir) Acudir (alternância vocálica o/u) . carpir. atribuímos.presente do indicativo .pretérito perfeito do indicativo . agredimos. os verbos apresentam a voz: • • ativa: sujeito é agente da ação verbal. aguamos. aprouvemos. instruir.Quanto às vozes..verbo auxiliar + particípio do verbo principal.agüei. A seguir temos uma lista. aprazes. exaurir.atribuo. fremir... A voz passiva pode ser analítica ou sintética: • • • analítica: . progredir.. argúis. (= advertir. ages.só possui a 1ª e a 2ª pessoa do plural no presente do indicativo Aderir (alternância vocálica e/i) . urgir) Agredir (alternância vocálica e/i) . variável em função da pessoa do verbo).. argüimos. engolir. descomedir-se. haurir..presente do indicativo . aguaram (= desaguar.presente do indicativo .. destituir. colorir. (= afligir.As folhas iam sendo levadas pelas folhas (mantido o gerúndio do verbo principal). atribui. atribuíste. diferir. coagir. retorquir. atraíste. erigir.com u (= bulir.. transgredir) / Aguar (regular) . fulgir. sintética: na 3ª pessoa do singular ou plural + SE (partícula apassivadora). aguou. agridem (= prevenir. (= abstrair.agrido. . emergir.atraio. aguaste.. distrair. subtrair) Atribuir (irregular) . (= afluir. atribuís. Também pode ser recíproca ao mesmo tempo (acréscimo de SE = pronome reflexivo. despir. passiva: sujeito é paciente da ação verbal.argüi. usufruir) . apraz. aprouveram Argüir (irregular com alternância vocálica o/u) .. acodes. restringir.presente do indicativo . argúi. demolir. a variação temporal é indicada pelo auxiliar (ser na maioria das vezes).. atrais. argüis. ferir.arguo (ú). argüiste. Alguns verbos da língua portuguesa apresentam problemas de conjugação.ajo. aguastes. divergir. concluir. agrides.pretérito perfeito .presente do indicativo .. cair. águas. agredis.. atribuem .adiro. • • • • • • • • • Abolir (defectivo) . aprouveste.atribuí.presente do indicativo ..aprazo. agride. por isso não possui presente do subjuntivo e o imperativo negativo. fugir) / Adequar (defectivo) . atribuiu. cerzir... consumir. reflexiva: sujeito é agente e paciente da ação verbal.presente do indicativo . seguida de comentários sobre essas dificuldades de conjugação. delinqüir. excluir..acudo. transigir. como notamos nos exemplos a seguir: Ele fez o trabalho . sair. aprouve.pretérito perfeito .

frijo. Compilar (regular) . freges. creu. mobília...pretérito perfeito indicativo . críeis. (= despedir. ceamos.jazo. .fali.poli. / Obstar (regular) . .. averiguaste..peço.mobiliei. vão . coamos.pretérito perfeito indicativo .. vamos. perdoar) / Comerciar (regular) . (verbo derivado do haver.obstei.compilo.presente do indicativo ....presente subjuntivo .cria.presente do indicativo . averiguamos.presente do indicativo . jazeu. Pedir (irregular) . compeles. jazeste.compilei.precavemo-nos. creram imperfeito indicativo . crias.presente do subjuntivo .comercio. provêem .construo. / Prover (irregular) . falis . creste.averiguo (ú). foste. Construir (irregular e abundante) . compilaste. faliste..precavi-me...presente do indicativo . magoar.. (= abençoar. coam pretérito perfeito . ceais.remimos.reouve. passear. cremos.ceei. renhir) Frigir (acomodação gráfica g/j e alternância vocálica e/i) .compilo.provi..presente do indicativo .. Ir (irregular) . averiguas (ú). crê.presente do indicativo . crês.. averigúes. precaveis-vos . ceamos. compeliste. vades.compeli. odiar) Compelir (alternância vocálica e/i) . . precaveste-te.presente do indicativo .. pedes. cearam (= verbos terminados em -ear: falsear.. pede. compilas... (= verbos em -iar .pulo. pedem . averiguam (ú) . vai...falimos.pretérito perfeito indicativo .remi. crêem .averigüei. mobiliaste.. proveste.pretérito perfeito indicativo . ..mobílio. credes.... coais.presente do indicativo ..provejo.coei. mobílias.. vais. construís.presente do indicativo .. fregem . criam Falir (defectivo) ... côas. averiguais..pretérito perfeito indicativo .reavemos. .. vás.. reouve. coou. pules. remir.vá. pulem . côa. estréia. comercias.pretérito perfeito indicativo . cria.. reouveste. provê. obstas. vamos.jazi.obsto.côo..pedi...presente do indicativo .creio.presente do indicativo .vou. compila. polis. incendiar. frigimos. combalir. ceiam .. mobiliais. (= apaziguar) Cear (irregular) . construíste.pretérito perfeito indicativo . exceto os seguintes verbos: mediar. poliste. constroem (ou construem) .frigi. pule. averigua (ú). ceou.pretérito perfeito indicativo .pretérito perfeito indicativo . vá. ansiar.pretérito perfeito indicativo . provedes. foragir-se.pretérito perfeito indicativo . pretérito perfeito indicativo .. remiste. averigúe.. (= aguerrir. mas só é conjugado nas formas verbais com a letra v) Remir (defectivo) . pedimos.. obstaste.fui. provemos. ceia. expedir.presente do indicativo .presente do indicativo . ceaste..cri. frege.• • • • • • • • • • • • • • • Averiguar (alternância vocálica o/u) .averigúe.presente do indicativo . Precaver-se (defectivo e pronominal) ..pretérito perfeito indicativo . pretérito perfeito indicativo .comerciei.construí. remis .. jazes. Mobiliar (irregular) .. remediar. . mobiliamos. cremos. crestes. pedis. construímos.. proveu...pretérito perfeito indicativo .presente do indicativo .. ides. . pediste. reaveis .presente do indicativo . / Reaver (defectivo) .pretérito perfeito indicativo . ceias. vão Jazer (irregular) . críamos. constróis (ou construis). frigis. constrói (ou construi).pretérito perfeito .) Coar (irregular) . medir) / Polir (alternância vocálica e/i) . polimos. Crer (irregular) . coaste.presente do indicativo .presente do indicativo .alguns apresentam pronúncia aberta: estréio..presente do indicativo .ceio. provês.. ceastes.presente do indicativo . mobíliam .pretérito perfeito .pretérito perfeito indicativo . frigiste.

coubéssemos. coubessem. désseis. continuar. requereste. dignar-se. rir. persignar-se. ri. cabe.• • • • • Requerer (irregular) . coubésseis. Dar • • • • • • presente do indicativo: dou. desses. saudaste. pretérito imperfeito do subjuntivo: coubesse. (derivado do querer. disséramos. cabem.vali. coubesses. deu. diferindo dele na 1ª pessoa do singular do presente do indicativo e no pretérito perfeito do indicativo e derivados.saudei. rimos. disseste. couberes. presente do subjuntivo: dê. vales. pretérito perfeito indicativo . disséreis.rio.requeri. coube.. valeste. deres. diz. coubemos. situar) Valer (irregular) . habituar. caibamos. dizem. cabeis. . vale. dês. dizeis. dissestes. coubéramos. dissera. futuro do subjuntivo: der.. suaste.presente do indicativo . coubéreis. desse. demos. dizemos.. pretérito perfeito do indicativo: dei. digam. riste. requereu. digais. damos. caibas. Dizer • • • • presente do indicativo: digo. disseram. disse... déreis. requeres.pretérito perfeito indicativo .. coubesse.presente do indicativo . couber. . couberem. pretérito perfeito do indicativo: disse. déssemos. . precaver-se Caber • • • • • • presente do indicativo: caibo. dais.. . couberas.. valeu. presente do subjuntivo: caiba.pretérito perfeito indicativo .. sua. disseram. derdes. coubestes. dermos. suas. couberam... dêem. derem. couberam.suo. demos. pretérito imperfeito do subjuntivo: desse. couberdes. dão.. individuar. pretérito mais-que-perfeito do indicativo: dera. coubeste.pretérito perfeito indicativo .ri.. caibam.requeiro. deras..presente do indicativo ..presente do indicativo ..suei... dera. cabemos. sendo regular) Rir (irregular) . presente do subjuntivo: diga. (= atuar. caibais. dá. dessem. deste. coubera. sou. digamos. deram. disseras.pretérito perfeito indicativo . dás.presente do indicativo . rides. déramos. digas. dê. pretérito mais-que-perfeito do indicativo: dissera. saúdas.saúdo. Também merecem atenção os seguintes verbos irregulares: • Pronominais: Apiedar-se. destes. coubermos. (= sorrir) Saudar (alternância vocálica) . dizes. deis. Suar (regular) . der. riem . futuro do subjuntivo: couber. pretérito perfeito do indicativo: coube. dissemos. caiba. cabes. pretérito mais-que-perfeito do indicativo: coubera. deram. recuar.valho. diga.

disserdes. fizera. pretérito perfeito do indicativo: fiz. houvéreis. satisfeito. fazem. etc. dissermos. houve. houvéramos. estás. fizésseis. fizer. hajais. estivera. estivemos. fizeram. estivéssemos. pretérito perfeito do indicativo: estive. hajamos. fizeste. façam. disserem. fizesses.. presente do subjuntivo: faça. bendito. dissessem. etc. faças. pretérito mais-que-perfeito do indicativo: houvera. dissésseis. esteve. Estar • • • • • • presente do indicativo: estou. estiveram. Os particípios desse verbo e seus derivados são irregulares: feito. futuro do subjuntivo: estiver. estivesses. haveis. Os particípios desse verbo e seus derivados são irregulares: dito. estivéreis. estejais. houveste. estão. hajas. estivéramos. etc. estais. futuro do subjuntivo: disser. estiveste. maldizer. houveram. liquefeito. fazeis. contradizer. fizemos. fizéramos. estejamos. disséssemos. fizermos. futuro do pretérito: diria. dissesses. dirá. liquefazer e satisfazer. estivesse. houvestes. façamos. Fazer • • • • • • presente do indicativo: faço. fizesse. desdizer. desfeito. faz. fizeras. fazemos. estivessem. presente do subjuntivo: haja. fizerdes. presente do subjuntivo: esteja. disseres. dirias. estiverdes. pretérito perfeito do indicativo: houve. fizéreis.• • • • futuro do presente: direi. fazes. houvemos. fizessem. houveras. estiveres. estiveram. fez. . pretérito mais-que-perfeito do indicativo: estivera. hás. fizeres. esteja. estivestes. estivermos. disser. pretérito imperfeito do subjuntivo: fizesse. houvera. dissesse. estiveras. dirás.. houveram. faça. fizéssemos. fizerem. estivésseis. hajam. estamos. Seguem esse modelo desfazer. há. fizeram. haja. estejam. estejas. predizer. condizer. diria. hão. pretérito mais-que-perfeito do indicativo: fizera. está. etc. Seguem esse modelo os derivados bendizer. contradito. façais. Haver • • • • presente do indicativo: hei. futuro do subjuntivo: fizer. estiverem. pretérito imperfeito do subjuntivo: estivesse. estiver. havemos. fizestes. pretérito imperfeito do subjuntivo: dissesse.

forem. pudera. puseras. vades. dispor. puderdes. ponham. puser. puderem. presente do subjuntivo: ponha. podeis. Todos os derivados do verbo pôr seguem exatamente esse modelo: antepor. Poder • • • • • • presente do indicativo: posso. possa. Querer . pretérito perfeito do indicativo: fui. fosse. fôramos. pospor. descompor. depor. pretérito imperfeito do subjuntivo: pusesse. punham. formos. ias. põem. opor. futuro do subjuntivo: houver. pusesses. pôs. houverem.• • pretérito imperfeito do subjuntivo: houvesse. fôsseis. pomos. podes. pusésseis. pudermos. houvermos. pôde. supor. fordes. pretérito imperfeito do subjuntivo: fosse. pudeste. vai. pusesse. fôreis. propor. interpor. põe. pretérito mais-que-perfeito do indicativo: pusera. decompor. expor. pusestes. pondes. houvéssemos. futuro do subjuntivo: puder. pudéssemos. transpor são alguns deles. pretérito mais-que-perfeito do indicativo: pudera. pudéreis. futuro do subjuntivo: puser. ponhas. fosses. Ir • • • • • • • presente do indicativo: vou. futuro do subjuntivo: for. podemos. pudestes. púnheis. pusera. indispor. puseram. puséramos. ia. foi. vá. pões. puderes. puder. houverdes. puseste. pudesse. pudesses. punhas. vás. podem. pudemos. puderas. pretérito perfeito do indicativo: pude. ponhamos. predispor. punha. houver. Pôr • • • • • • • presente do indicativo: ponho. fossem. vão. houvessem. iam. fores. for. sobrepor. pressupor. repor. ponhais. fora. fostes. foram. puderam. possamos. pretérito imperfeito do indicativo: ia. púnhamos. recompor. ides. pretérito mais-que-perfeito do indicativo: fora. foras. pudésseis. presente do subjuntivo: vá. presente do subjuntivo: possa. puséssemos. ponha. íamos. contrapor. puserem. compor. puseram. houveres. impor. vais. houvesse. fôssemos. pusermos. houvesses. foram. houvésseis. foste. íeis. pretérito perfeito do indicativo: pus. possam. pusessem. pusemos. vão. puserdes. pode. possais. possas. puderam. fomos. pudessem. pretérito imperfeito do subjuntivo: pudesse. pretérito imperfeito do indicativo: punha. vamos. vamos. puséreis. pudéramos. puseres.

presente do subjuntivo: seja. soubéreis. sabes. presente do subjuntivo: saiba. pretérito perfeito do indicativo: quis. soubéramos. futuro do subjuntivo: for. seja. fôreis. quisera. sejamos. pretérito perfeito do indicativo: fui. tiveras. pretérito imperfeito do subjuntivo: tivesse. quer. pretérito imperfeito do subjuntivo: fosse. tivésseis. soubesses. tenhamos. sejas. tenhais. quisermos. souberam. formos. souberam. Ter • • • • • • • presente do indicativo: tenho. tiver. queiras. soubemos. quiséssemos. sabe. és. tinham. Saber • • • • • • presente do indicativo: sei. futuro do subjuntivo: souber. souberem. temos. éramos. queira. tiveste. era. tivera. saibamos. pretérito imperfeito do indicativo: tinha. fostes. quiseram. tens. souberdes. saiba. saibas. tivéramos. quiséramos. soubeste. pretérito mais-que-perfeito do indicativo: tivera. tivesses. tivestes. soubesse. saibam. fosse. tinha. tem. queremos. souberes. quiseste. tivemos. tiverem. quisesses. tínheis. pretérito imperfeito do subjuntivo: soubesse. Ser • • • • • • • presente do indicativo: sou. soubésseis. quiserem. fosses. fores. tenha. pretérito perfeito do indicativo: tive. quisestes. quisesse. eras. presente do subjuntivo: tenha. são. teve. pretérito imperfeito do subjuntivo: quisesse. sejais. quiser. futuro do subjuntivo: quiser. foram. pretérito perfeito do indicativo: soube. tenhas. forem. queiram. . soube. queiramos. futuro do subjuntivo: tiver. tiveram. tiverdes. sois. tiveres. tenham. quereis. fossem. foram. fôssemos. saibais. souberas. quiseras. querem. soubéssemos. eram. quiserdes. foi. souber. quiseram. fordes. tivermos.• • • • • • presente do indicativo: quero. foras. tiveram. pretérito imperfeito do indicativo: era. sabemos. quisessem. sejam. sabeis. fôsseis. fora. sabem. fôramos. tivéreis. quisésseis. tivessem. tínhamos. foste. queirais. soubera. pretérito mais-que-perfeito do indicativo: soubera. tivéssemos. pretérito mais-que-perfeito do indicativo: fora. soubermos. quiséreis. presente do subjuntivo: queira. tivesse. têm. éreis. As segundas pessoas do imperativo afirmativo são: sê (tu) e sede (vós). quis. soubessem. queres. fomos. somos. soubestes. tendes. quisemos. quiseres. tinhas. pretérito mais-que-perfeito do indicativo: quisera. é. for.

Trazer • • • • • • • • presente do indicativo: trago. pretérito perfeito do indicativo: vi. trouxéssemos. pretérito mais-que-perfeito do indicativo: trouxera. vindes. Ver • • • • • • presente do indicativo: vejo.Seguem esse modelo os verbos ater. vês. trazeis. Prover segue o modelo acima apenas no presente do indicativo e seus tempos derivados. virdes. vires. tragas. vieres. trouxer. vieram. traga. vejam. reter. trouxemos. traria. trouxerem. vê. visses. presente do subjuntivo: veja. vierem. viesses. tragamos. vimos. etc. viu. trouxeres. trarias. venha. futuro do pretérito: traria. trouxéramos. vieras. veio. pretérito perfeito do indicativo: trouxe. víreis. vêm. pretérito imperfeito do indicativo: vinha. vinham. trouxeram. vedes. futuro do subjuntivo: trouxer. trouxésseis. conter. O emprego do infinitivo não obedece a regras bem definidas. entrever.. trouxermos. desavir-se. trazem. trarás. trouxeram. vistes. intervir. pretérito imperfeito do subjuntivo: trouxesse. venhas. vem. viésseis. viéreis. deter. pretérito mais-que-perfeito do indicativo: vira. Seguem esse modelo os verbos advir. viram. viéssemos. vejamos. viermos. particípio e gerúndio: vindo. trouxe. virmos. venhais.. tragam. vísseis. vejas. nos demais tempos. vimos. viestes. viram. trouxeras. trazes. vínheis. sobrevir. futuro do presente: trarei. presente do subjuntivo: venha. víramos. pretérito perfeito do indicativo: vim. trazemos. trouxera. trouxesse. veja. comporta-se como um verbo regular da segunda conjugação. vissem. vir. convir. manter. virem. trouxestes. trouxéreis. pretérito imperfeito do subjuntivo: viesse. vieram. venhamos. trará. rever. venham. vejais. vemos. tragais. presente do subjuntivo: traga. vinhas. vierdes. vínhamos. viesse. visse. pretérito imperfeito do subjuntivo: visse. vens. Vir • • • • • • • • presente do indicativo: venho. trouxessem. vêem. traz. futuro do subjuntivo: vier. pretérito mais-que-perfeito do indicativo: viera. víssemos. futuro do subjuntivo: vir. viessem. vieste. vira. prever. viera. trouxerdes. entreter. vinha. viras. provir. viemos. Seguem esse modelo os derivados antever. viéramos. vier. . trouxesses. trouxeste. viste. etc.

mantendo com ele relação de concordância. serve para assinalar gênero e número (o/a colega. Artigo Precede o substantivo para determiná-lo. Usa-se o impessoal: • • • • sem referência a nenhum sujeito: É proibido fumar na sala. em sentido determinado. podendo ser substituído por outra palavra determinante ou nem usado (o rapaz ≠ este rapaz / Lera numa revista que mulher fica mais gripada que homem).um ser qualquer entre outros de mesma espécie. Podem aparecer combinados com preposições (numa. do. Em certos casos. nas locuções verbais: Devemos avaliar a sua situação. convém omitir o uso do artigo em provérbios e máximas para manter o sentido generalizante (Tempo é dinheiro / Dedico esse poema a homem ou a mulher?). entre outros).o. quando o infinitivo exerce função de complemento de adjetivos: É um problema fácil de solucionar. o pessoal refere-se às pessoas do discurso. indefinido . se quer realçar ou identificar a pessoa do sujeito: Foi um erro responderes dessa maneira. umas .um. . não relacionado a nenhuma pessoa. uns.Ele respondeu: "Marchar!" Usa-se o pessoal: • • • quando o sujeito do infinitivo é diferente do sujeito da oração principal: Eu não te culpo por saíres daqui. Nesse sentido. não se deve usar artigo depois de cujo e suas flexões. quando queremos determinar o sujeito (usa-se a 3ª pessoa do plural): . dispensa-o (Fiquem dois aqui. o/os ônibus). Quanto ao emprego do artigo: • • • não é obrigatório seu uso diante da maioria dos substantivos. outros conversavam). Recomenda-se sempre o uso da forma pessoal se for necessário dar à frase maior clareza e ênfase. uma. Assim. caso contrário. os. os outros podem ir ≠ Uns estavam atentos. quando o infinitivo possui valor de imperativo . é precedido de artigo.um ser claramente determinado entre outros da mesma espécie. dependendo do contexto. outro.Escutei baterem à porta. à. por meio de flexão. a. qualquer expressão ou frase fica substantivada se for determinada por artigo (O 'conhece-te a ti mesmo' é conselho sábio). quando. as . Os artigos podem ser classificado em: • • definido .O impessoal é usado em sentido genérico ou indefinido.

segundo. 3). Sir. a não ser que venham modificados por adjetivo. além das formas abreviadas frei. par). saber a (= ter gosto a) e similares (cheirar a jasmim / isto sabe a vinho). GO. emprega-se o artigo para conferir idéia de totalidade (Toda a sociedade poderá participar / toda a cidade ≠ toda cidade). ordinal (primeiro. o emprego é facultativo (era perto de / da uma hora). à uma hora (como qualquer expressão adverbial feminina). geralmente dispensado depois de cheirar a. na expressão uma hora. mas se o pronome for substantivo. metade. moradia). SC. não se deve utilizar artigo. múltiplo ou fração. . número de ordem. Além desses.• • • • • • • • • • • • • • • não se usa artigo diante de expressões de tratamento iniciadas por possessivos. MT. bem como se o artigo introduzir sujeito (li em Os Lusíadas / Está na hora de a onça beber água). ainda há os numerais coletivos (dúzia. Madame) e sóror ou sóror. Curitiba. não se usa artigo diante das palavras casa (= lar. mas os meus ainda estão em segredo). Os antropônimos são determinados pelo artigo se usados no plural (os Maias. por isso é geralmente usado antes de apelidos. Se for indicar hora exata. multiplicativo (dobro. terceiro). não se repete artigo: a) quando há sinonímia indicada pela explicativa ou (a botânica ou fitologia) / b) quando adjetivos qualificam o mesmo substantivo (a clara. MG. Numeral: Numeral é a palavra que indica quantidade. expressões com palavras repetidas repelem artigo (gota a gota / face a face). torna-se obrigatório (os [seus] planos foram descobertos. excetuam-se AL. são. omite-se o artigo definido antes de nomes de parentesco precedidos de possessivo (A moça deixou a casa a sua tia). dom. Os Homeros). usa-se artigo definido antes dos nomes de estados brasileiros. depois de todo. não se combina com preposição o artigo que faz parte de nomes de jornais. expressões de origem estrangeira (Lord. Classifica-se como cardinal (1. Atenas). é obrigatório o uso do artigo definido entre o numeral ambos (ambos os dois) e o substantivo a que se refere (ambos os cônjuges). revistas e obras literárias. Roma. terço). persuasiva e discreta exposição dos fatos nos abalou). "Todos" exige artigo a não ser que seja substituído por outro determinante (todos os familiares / todos estes familiares). diante do possessivo (função de adjetivo) o uso é facultativo. locução adjetiva ou oração adjetiva (Aracaju. 2. Sergipe. diante de alguns nomes de cidade não se usa artigo. fracionário (meio. antes de nomes próprios personativos. repete-se artigo: a) nas oposições entre pessoas e coisas (o rico e o pobre) / b) na qualificação antonímica do mesmo substantivo (o bom e o mau ladrão) / c) na distinção de gênero e número (o patrão e os operários / o genro e a nora). Como não se usa artigo nas denominações geográficas formadas por nomes ou adjetivos. terra (= chão firme) e palácio a menos que essas palavras sejam especificadas (venho de casa / venho da casa paterna). SP e SE. PE. significando a primeira hora. O seu uso denota familiaridade. duplo. triplo).

• • • • zero e ambos(as) também são numerais cardinais. Advérbio: . metade e terço. (valor substantivo)]. Já se estiverem substituindo um substantivo e designando seres. não possuem cardinais correspondentes. os numerais podem apresentar valor adjetivo ou substantivo. papas e capítulos. milésimo. • variam em número: Cardinais terminados em -ão. os fracionários têm como forma própria meio. Numeral indicando quantidade e artigo quando se opõe ao substantivo indicando-o de forma indefinida.. penúltimo. a forma milhar é masculina. (Luís XIV . terão valor adjetivo. será obrigatório o ordinal (XX Bienal vigésima. respectivos. 14 apresenta duas formas por extenso catorze e quatorze. varia em gênero e número: • variam em gênero: Cardinais: um. todas as outras representações de divisão correspondem aos ordinais ou aos cardinais seguidos da palavra avos (quarto. IV Semana de Cultura . (valor adjetivo) / Ele será o primeiro desta vez. a partir daí usam-se os cardinais. quando expressam uma idéia adjetiva em relação ao substantivo. Papa Paulo II segundo). terão valor substantivo. os fracionários. dependendo do cardinal que os antecede. dois e os duzentos a novecentos. os multiplicativos e fracionários.. [Ele foi o primeiro jogador a chegar. portanto não existe "algumas milhares de pessoas" e sim alguns milhares de pessoas. antepenúltimo. sesquicentenário (150 anos). vão para o plural se terminarem por som vocálico (Tirei dois dez e três quatros).quarta). quando substantivos. todos os ordinais. quando têm função adjetiva.Quanto ao valor. décimo. Se estiverem acompanhando e modificando um substantivo. Quanto à flexão. os multiplicativos. Os cardinais. um: numeral ou artigo? Nestes casos. Quanto ao emprego: • • • os ordinais como último. Se o numeral vier antes do substantivo. a distinção é feita pelo contexto.quatorze. lustro (período de cinco anos). todos os ordinais. utiliza-se na leitura ordinal até décimo. designando séculos. reis. alguns numerais coletivos: grosa (doze dúzias). quinze avos).

(Ele está mais bem informado do que eu). de cor. intensidade: muito. porque (de causa). com efeito. em mão (em vez de "em mãos") etc.à direita. como. São classificadas. atrás.) ou a mais bom / mau (adjetivo). efetivamente. cedo. devagar. também. pouco. meio. em vão. demais. o advérbio pode apresentar variações de grau comparativo ou superlativo. de repente. tempo: breve. modo: bem. Bem e mal admitem grau comparativo de superioridade sintético: melhor e pior. realmente. certamente. tampouco. Quanto ao emprego: .advérbio + sufixo (-íssimo) analítico . a maioria dos adv. qual nada. lá. alhures. à vontade. tão. mal. apesar de pertencer à categoria das palavras invariáveis. melhor. quando. usadas em frases interrogativas diretas ou indiretas. como (de modo). porventura. dúvida: quiçá. junto. absolutamente.mais + advérbio + (do) que inferioridade . afirmação: sim. outrora. se empregados com antecedente em orações adjetivas são advérbios relativos (estava naquela rua onde passavam os ônibus / ele chegou na hora quando ela ia falar / não sei o modo como ele foi tratado aqui). quanto (classificação variável) e quando (de tempo).tão + advérbio + quanto superioridade . ainda. são classificadas como advérbios interrogativos (queria saber onde todos dormirão / quando se realizou o concurso). acima. Comparativo: igualdade . imediatamente. com sufixo -mente. à frente. As formas mais bem e mais mal são usadas diante de particípios adjetivados. talvez. agora. pior. Onde. deveras.É a palavra que modifica o sentido do verbo (maioria). quão. ali. mais. em função da circunstância que expressam. negação: não. bastante. Quanto ao grau.menos + advérbio + (do) que Superlativo: sintético . possivelmente. por acaso. de vez em quando. de maneira alguma. frente a frente. de manhã. As locuções adverbiais são geralmente constituídas de preposição + substantivo . provavelmente. em breve. Melhor e pior podem corresponder a mais bem / mal (adv. As palavras onde (de lugar).muito + advérbio. já. do adjetivo e do próprio advérbio (intensidade para essas duas classes). Denota em si mesma uma circunstância que determina sua classificação: • • • • • • • lugar: longe.

somente. além disso etc. sob. exclusive. ante. designação: eis (Eis nosso carro novo). situação: então. em outro e em nenhum lugar. Classificam-se em função da idéia que expressam: • • • • • • • • • • • • adição: ainda. aproximação: quase. o advérbio assume valor superlativo absoluto sintético (cedinho / pertinho). lá por. explicação: isto é. uns. (Afinal. (Apenas um me respondeu / Só ele veio à festa). mas. afinal etc. A Norma Gramatical Brasileira considera-as apenas como palavras denotativas. (Comeu tudo e ainda queria mais). unicamente. sobre. (Somos três. agora. além disso. exceto. Preposição: É a palavra invariável que liga dois termos entre si. ou melhor. com. isto é. apenas etc. após. sem. estabelecendo relação de subordinação entre o termo regente e o regido. a saber. entre. quatro). ainda. cedo). por. até água). cerca de. infelizmente (Ainda bem que passei de ano). por volta de etc. per. a saber etc. respectivamente. (Li vários livros. é comum o uso do sufixo só no último (Falou rápida e pausadamente). é porque etc. não. (E você lá sabe essa questão?). por exemplo. substituídos por em algum. salvo. trás. contra. sequer. afetividade: ainda bem. inclusive etc. alhures e nenhures. adjetivos adverbializados mantêm-se invariáveis (terminaram rápido o trabalho / ele falou claro). retificação: aliás. de. (É quase 1h a pé). somente. até. menos ela / Não me descontou sequer um real).determina substantivo). complemento nominal. não pertencendo a nenhuma das 10 classes gramaticais. São antepostos aos dependentes (objeto indireto. lá. se. em. senão. As palavras denotativas são séries de palavras que se assemelham ao advérbio. inclusão: até. mas. na linguagem coloquial.• • • • • • três advérbios pronominais indefinidos de lugar vão caindo em desuso: algures. só. Nesses casos. apenas etc. desde. quem perguntaria a ele?). (Eu também vou / Falta tudo. ou antes etc. exclusão: apesar. para. limitação: só. o advérbio recebe sufixo diminutivo. quando os advérbios terminados em -mente estiverem coordenados. otimamente e pessimamente são superlativos absolutos sintéticos de bem e mal. A repetição de um mesmo advérbio também assume valor superlativo (saiu cedo. afastamento: embora (Foi embora daqui). . Divide-se em: • essenciais (maioria das vezes são preposições): a. realce: é que. também. adjuntos e orações subordinadas). muito e bastante podem aparecer como advérbio (invariável) ou pronome indefinido (variável . felizmente. bem. os clássicos). cá. unicamente. perante. (Todos saíram. ou melhor.

viajar de ônibus matéria . As locuções prepositivas. não se deve contrair de se o termo seguinte for sujeito (Está na hora de ele falar).chegar aos gritos.tremer de frio. além de.Flamengo contra Fluminense conteúdo . mediante. estar sob a mesa tempo .escrever a lápis. as preposições podem ser usadas em: • • • • • combinação: preposição + outra palavra sem perda fonética (ao/aos). defronte a. vieram). atualmente.cair sobre o telhado. em geral. a fim de. só se usa em locuções adverbiais e prepositivas (por trás. (Falei sobre ti/Todos. votar em branco causa . devido a. enquanto a última palavra de uma locução adverbial nunca é preposição.vir em socorro.). viajei durante as férias modo ou conformidade . senão. apesar de. vir para ficar instrumento . Já o artigo antecede o substantivo.voltar a cavalo.falar sobre política fim ou finalidade . sendo invariável. enquanto preposições acidentais regem as formas retas dos pronomes pessoais. acerca de.abaixo de. (Vestimo-nos conforme a moda e o tempo / Os heróis tiveram como prêmio aquela taça / Mediante meios escusos. ferir-se com a faca companhia . visto (= devido a. a par de. junto de. Quanto à diferença entre pronome pessoal oblíquo. salvo. exprimem diversas relações: • • • • • • • • • • • • • • • autoria . saíram logo após. preposição e artigo. preso por vadiagem assunto . contração: preposição + outra palavra com perda fonética (na/àquela). se bem que algumas contenham uma vaga noção de tempo e lugar. através de. As preposições essenciais regem pronomes oblíquos tônicos. ao lado de. exceto eu.• acidentais (palavras de outras classes que podem exercer função de preposição): afora. ele conseguiu a vaga / Vovó dormiu durante a viagem). As preposições podem estabelecer as seguintes relações: isoladamente. conforme (= de acordo com).vender a (por) R$ 300.descender de família humilde . 00 origem .nascer a 15 de outubro. Nas frases. trás.anel de prata. Quanto ao emprego. as preposições são palavras vazias de sentido.música de Caetano lugar . exceto. consoante. segundo.copo de (com) vinho preço . viajar em uma hora. a preposição após. enquanto o pronome oblíquo substitui um substantivo. por causa de) etc. durante. em vez de. pode funcionar como advérbio (= atrás) (Terminada a festa.carro de João oposição . Observa-se que a última palavra da locução prepositiva é sempre uma preposição.sair com amigos / meio . para trás por trás de). até a. deve-se observar que a preposição liga dois termos. perto de. determinando-o. são formadas de advérbio (ou locução adverbial) + preposição . pão com farinha posse . de acordo com.

uma vez que. explicativas (justificação): . psiu!. aquelas que ligam duas orações independentes (coordenadas). oba! advertência . alternativas (alternância. como também.ai!. mas também. xô! alívio . contudo. ou... passa!.. escolha): ou. Interjeição: São palavras que expressam estados emocionais do falante. rua!. não diga!. bem como.ah!.ligam duas orações dependentes. mais um! chamamento .oxalá!. antes (= pelo contrário). Podem expressar: • • • • • • • • • • • alegria . tomara! / dor . Subordinativas .pois (antes do verbo). As conjunções classificam-se em: . estabelecendo entre elas alguma relação (subordinação ou coordenação).coragem!. estabelecendo entre elas alguma relação (subordinação ou coordenação). arre! animação . porquanto. quer . nem.bravo!. ou dois termos que exercem a mesma função sintática dentro da oração.. psit! desejo . hem! silêncio . oposição): mas. Apresentam cinco tipos: • • • • • aditivas (adição): e.silêncio!. não obstante. oh!. que horror!. ué! impaciência . As conjunções classificam-se em: Coordenativas.fora!. oh!.alô!.cuidado!.. chi!. ora. Apresentam dez tipos: • causais: porque. portanto. apesar disso. cruz credo! Conjunção: É a palavra que liga orações basicamente. por conseguinte.ufa!. ora bolas!. olhe para frente. conclusivas (conclusão): logo. Palavra que liga orações basicamente.• • especialidade . pois (depois do verbo). graças a Deus!. desde que. subordinando uma à outra. por isso. bis!. atenção afugentamento . já que. porém. ora . variando de acordo com o contexto emocional. visto que.formou-se em Medicina destino ou direção .puxa!. como. avante!. mas ainda. quieto! São locuções interjetivas: puxa vida!. porque. adversativas (adversidade. ui! espanto . todavia. quer. olá!. ou .hum!.ir a Roma. exclusão. eia! aplauso . que..

consecutivas (conseqüência. conformativas (conformidade. assim como. tanto. posto que. resultado. caso. a menos que. salvo se.• • • • • • • • • comparativas: como. conquanto. integrantes . tão etc. temporais: quando. segundo.indicadores de intensidade). enquanto as demais iniciam orações subordinadas adverbiais. até que. (tanto) quanto. sem que.que. mesmo que. . de maneira que. desde que. de maneira que. condicionais: se. logo que. adequação): conforme. de modo que. que. efeito): que (precedido de tal. ao passo que. assim que. finais . enquanto. por muito que. contanto que. (tal) qual. quanto mais (+ tanto menos). mal (= logo que). . sem que (= se não). à proporção que. advérbios ou pronomes. consoante. desde que. (mais ou menos +) que. como. proporcionais: à medida que. se. Muitas vezes a função de interligar orações é desempenhada por locuções conjuntivas. de sorte que. concessiva: embora.a fim de que. As conjunções integrantes introduzem as orações subordinadas substantivas. se bem que. ainda que. para que.

possuem a mesma estrutura fonológica.verão (substantivo) / cedo (verbo) . ou seja.fraco. os sinônimos: Exemplos: Cômico engraçado / Débil . apesar de possuírem significados diferentes. ou seja. isto é.sela (verbo) / cessão (substantivo) .SEMÂNTICA Semântica é o estudo do sentido das palavras de uma língua.cedo (advérbio). contrários. Homonímia: É a relação entre duas ou mais palavras que. remoto. Exemplos: cura (verbo) . Na língua portuguesa.áurea (dourada)/ conjectura (suposição) . isto é.gastar / Bem . os parônimos: Exemplos: cavaleiro .cura (substantivo) / verão (verbo) . Exemplos: cela (substantivo) . mas são muito parecidas na pronúncia e na escrita.conserto (1ª pessoa singular presente indicativo do verbo consertar). frágil / Distante .mal / Bom . o significado das palavras leva em consideração: Sinonímia: É a relação que se estabelece entre duas palavras ou mais que apresentam significados iguais ou semelhantes. Antonímia: É a relação que se estabelece entre duas palavras ou mais que apresentam significados diferentes. Perfeitas: palavras iguais na pronúncia e na escrita.desapercebido (desacautelado)/ geminada .afastado. os antônimos: Exemplos: Economizar . os homônimos: As homônimas podem ser: Homógrafas: palavras iguais na escrita e diferentes na pronúncia. Homófonas: palavras iguais na pronúncia e diferentes na escrita.conjuntura (situação decorrente dos acontecimentos)/ descriminar (desculpabilizar .absorver / comprimento cumprimento/ aura (atmosfera) .sessão (substantivo) / cerrar (verbo) serrar ( verbo). Exemplos: gosto (substantivo) . Paronímia: É a relação que se estabelece entre duas ou mais palavras que possuem significados diferentes.ruim.gosto / (1ª pessoa singular presente indicativo do verbo gostar) / conserto (substantivo) .discriminar (diferenciar)/ desfolhar (tirar ou perder as folhas) .cavalheiro / absolver .folhear (passar as folhas de uma publicação)/ despercebido (não notado) .

/ Os fiéis agradecem a graça recebida. Exemplos: São(Presente do verbo ser) .germinada (que germinou)/ mugir (soltar mugidos) .(duplicada) . Denotação é o uso da palavra com o seu sentido original. da natureza das rochas. Polissemia: É a propriedade que uma mesma palavra tem de apresentar vários significados. / Os convites eram de graça.mungir (ordenhar)/ percursor (que percorre) . . criado pelo contexto. / Abasteci meu carro no posto da esquina. Exemplos: Pedra é um corpo duro e sólido. Exemplos: Você tem um coração de pedra. Exemplos: Ele ocupa um alto posto na empresa. Homonímia: Identidade fonética entre formas de significados e origem completamente distintos. assinar)/ veicular (transmitir) .unicolor.São (santo) Conotação e Denotação: Conotação é o uso da palavra com um significado diferente do original.vincular (ligar) / descrição discrição / onicolor .precursor (que antecipa os outros)/ sobrescrever (endereçar) subscrever (aprovar.

Procure. 2) Verbo haver. Os carros pararam. que também têm muitos exercícios. sujeito . não admite plural. (Existiram inúmeras dificuldades) Como se vê pelos exemplos. não há sujeito. em que os pontos se misturam. Ex. significando existir.: A ira e a raiva fará dele um infeliz. É o fecho das nossas aulas. Trata-se de um verbo impessoal. preparando-se para o treinamento maior. Lá o candidato terá uma bateria muito grande e boa de testes. o verbo existir vai normalmente ao plural. pode haver a concordância atrativa. 1) Regra geral O verbo concorda com o sujeito em número e pessoa. (concordância gramatical ou lógica) Estuda para concursos Pedro e Joana.: Estudam para concursos Pedro e Joana. Ex. ou seja. Nós estudamos. num excelente e imprescindível adestramento. CASOS PARTICULARES 1) Sujeito composto leva o verbo ao plural. Haverá muitas dificuldades. direto Existirão muitas dificuldades. serão cobrados conjuntamente na última lição. com o núcleo mais próximo. Ex. para concordar com seu sujeito. Ex. então. (concordância atrativa) b) Sujeito formado por sinônimos leva o verbo ao singular. e o termo que se liga a ele é seu objeto direto. Observações a) Se o sujeito composto estiver após o verbo.CONCORDÂNCIA VERBAL E CONCORDÂNCIA NOMINAL Todos os assuntos do curso. Veja abaixo. (Existiam muitos riscos) Houve inúmeras dificuldades. inclusive este. obj. CONCORDÂNCIA VERBAL É a concordância entre o verbo e seu sujeito. Eu estudei. Ex. No caso do verbo haver.: Havia muitos riscos.: O carro parou. não tem sujeito.: Pedro e Joana estudam para concursos. ou seja. aprender o máximo possível em cada lição.

Obs. Ex. Ex. veja abaixo como a frase fica no plural. no caso. e o verbo não é transitivo direto.: Espera-se um bom resultado. e o verbo fica na terceira pessoa do singular. Há muitos dias que não saio. não admitem plural.: Comeu-se dos bolos. nas três frases. São verbos impessoais. O se. a) Partícula apassivadora (ou pronome apassivador). Acontece que de computadores é um termo introduzido por preposição. Ex.: Deve haver reclamações. Esperam-se bons resultados. 3) Verbos haver e fazer. Trata-se. (verbo intransitivo) Ficou-se feliz. mas não se sabe quem. Ela é excessivamente cobrada por todas as bancas. meu amigo. e o verbo deve concordar com o sujeito. Você precisa e pode garantir o ponto da questão. Deve fazer dois meses que não jogo futebol. está indeterminado. 4) Concordância em frases com a palavra SE. e sujeito nunca pode ser preposicionado. é símbolo de indeterminação do sujeito. indicando tempo. (verbo de ligação) Cuidado para não confundir com a letra a. de um objeto indireto. Nenhuma palavra poderia atuar como sujeito. Por quê? Porque o sujeito é bons resultados. (Devem existir reclamações) Estude muito essa regra de concordância. A palavra significa alguém. Ex.: Faz dois meses que não jogo futebol. b) Símbolo ( ou índice) de indeterminação do sujeito. • Alguém espera um bom resultado. pois tem preposição) . É algo que vai ajudá-lo bastante. • Pode-se trocar: um bom resultado é esperado. e o verbo é sempre transitivo direto. Dessa forma. no plural. seu auxiliar também ficará no singular. Obs.: Se o verbo haver for o principal de uma locução verbal. Deve haver muitos dias que não saio. A palavra significa alguém. Observe. A que mais pode confundir é a primeira. O sujeito. principalmente pela Esaf. o seguinte. e o sujeito é um bom resultado. o se é uma partícula apassivadora.: Precisa-se de computadores. realmente. (dos bolos não pode ser sujeito. Ex. (verbo transitivo indireto) Estuda-se muito. Agora.: Às vezes um verbo transitivo direto apresenta um objeto direto preposicionado.

b) Com o sujeito livro (ou sinônimos). c) Com o verbo ser e a palavra livro (ou sinônimos) na função de predicativo. ou a concordar com o antecedente.: Minas Gerais tem muitas fazendas. (sujeito: O relógio) No relógio já deram quatro horas.s. (eu. país etc.5) Concordância de QUE e QUEM a) QUE: leva o verbo a concordar com o antecedente. Ex. b) QUEM: leva o verbo à 3ª p. (tu e ele = vós) Admite-se. a concordância é opcional. tocar e soar. pois a segunda do plural está caindo em desuso.: Na última frase. tu e ele diremos a verdade. Observações a) Sem artigo.. Fui eu quem notei o problema.: Fui eu que notei o problema. no relógio (com preposição) é adjunto adverbial. .: Já deram quatro horas. Ex. indicando horas. a terceira pessoa do plural.: Fui eu quem notou o problema. verbo no singular. Ex.) Ex. o sujeito volta a ser quatro horas. 7) Sujeito formado por pessoas gramaticais diferentes. Os Estados Unidos assinaram o tratado. mesmo que se trate de unidade (nome de livro. tu e ele = nós) Tu e ele direis a verdade. neste último caso.: Os Sertões foram escritos por Euclides da Cunha. Ex.: Tu e ele dirão a verdade. Ex. Ex. verbo no singular. Ex. 6) Verbos dar. (sujeito: quatro horas) Obs. Ex. (sujeito: quatro horas) O relógio já deu quatro horas. Os Sertões são um grande livro. bater.: O livro Os Sertões foi escrito por Euclides da Cunha. 8) Sujeito plural com artigo plural: a concordância é com o artigo.: Eu. por isso o verbo vai ao plural.: Os Sertões é um grande livro.

Ex. Ex. pois a palavra turma também é singular. a) Indicando horas ou datas: concordância com o numeral. verbo no singular.: Um ou outro leva o verbo ao singular. Alguns de nós chegarão lá. nada.: Hoje é dia cinco de agosto. a maior parte de. c) São invariáveis as expressões que indicam quantidade (é pouco. 10) Sujeito formado por um dos que e um e outro: concordância opcional. Um e outro atleta completaram a prova. 11) Expressões do tipo a maioria de. . Um e outro atleta completou a prova. é muito). Você tem condições reais de perceber e acertar a questão. o verbo obrigatoriamente concorda com ele. Ex. Obs. Fique atento para as frases longas. em que se afasta o verbo do sujeito. Alguns de nós chegaremos lá. isso. Ex. Se ocorrer isso. distância (é a distância). Vinte quilômetros era a distância. com o primeiro pronome no plural. 12) Verbo ser.: A maioria dos estudantes compareceu. a concordância é opcional. Obs. Cem reais é o preço. Tudo era alegrias. Ex. Como se pode ver.: Com a palavra dia expressa.: Um ou outro fará o trabalho. Ex. preço (é o preço). Cuidado! Em "A maioria da turma compareceu" o verbo só pode estar no singular.: Tudo eram alegrias. porque há idéia de exclusão. b) Sujeito formado por tudo.: Algum de nós chegará lá. Hoje são cinco de agosto. isto. grande parte de e semelhantes mais palavra no plural: concordância opcional.: Já são dez horas. A maioria dos estudantes compareceram. volte um pouco até encontrar o sujeito. aquilo: concordância opcional.: Nove metros é pouco. Ex.: Era um dos que mais falava. Era um dos que mais falavam. estando o primeiro pronome no singular.9) Sujeito formado por pronome indefinido (ou interrogativo) e pronome pessoal.: Essa regra é perigosa. Ex. Obs.

também: "Parece que brincam as crianças".: Carlos era as alegrias da família. tantas decepções. pois a frase continua correta. afinal. Pode-se escrever. EXERCÍCIOS 1) Assinale a frase com erro de concordância verbal. Parece brincarem as crianças. há duas orações. Ex. Ex. Ex. temos uma locução verbal. sendo a segunda o sujeito da primeira. concordando com o sujeito as crianças.d) Os pronomes interrogativos que e quem levam o verbo a concordar com o predicativo. Ex. . sendo a oração do infinitivo sujeito da primeira. Nós éramos as alegrias da família. d) Ainda haverá problemas. temos certeza. No primeiro caso.: Quem são vocês? Que eram. As crianças parece que brincam.: As crianças parece brincarem. b) Tome cuidado com as inversões. Ex. As alegrias da família era Carlos.: Parecem brincarem as crianças. b) Ainda existem dificuldades. os problemas? e) O verbo ser sempre concorda com a pessoa ou o pronome pessoal. a) Houve diversas alterações. No segundo. não importando a ordem da frase. As alegrias da família éramos nós. 13) Verbo parecer.: Parecem brincar as crianças. cujo verbo auxiliar é parecem. c) Não haveriam. Observações a) Fica errado colocar os dois no plural.

a) Poderá haver demissões. b) Já não se lê revistas como antigamente. c) Já não se lê como antigamente. a) Compram-se jornais velhos. b) Hão de existir melhores condições de trabalho. c) Deve existir ali pessoas sensatas. b) Não costuma haver reprovações. 3) Assinale o erro de concordância verbal. d) Existe um erro e um acerto. já bateram dez horas. d) Espero que hajam novas oportunidades. d) Necessita-se de ajudantes. c) Fazem cinco anos os garotinhos. c) Voltastes tu e eu. b) Faz-se chaves. d) Inúmeros problemas estão havendo aqui. b) Trabalharei eu. d) Aqui se obedece às leis. c) Levantar-se-á as paredes. c) Acharam-se os documentos. d) No relógio da praça. . 7) Assinale a frase que contraria a norma culta quanto à concordância verbal. c) Já faz dois dias que não durmo. a) Que se coloque os cartazes agora mesmo b) Pede-se explicações. d) Escreviam-se belas cartas. b) Sou eu quem pergunta. 4) Assinale o erro de concordância verbal. tu e ele. a) Há de haver falhas. 5) Assinale o erro de concordância verbal.2) Indique a opção que apresenta uma concordância verbal indevida. 8) Está errada a concordância verbal em: a) O sino da matriz bateu cinco horas. 6) Assinale a frase perfeita quanto à concordância verbal. a) Perdeu-se todo o lote. a) Sou eu que pergunto.

apesar das dificuldades encontradas e de todos os problemas não resolvidos. d) Algum deles. c) Luta-se por dias melhores. vieram cedo. a) Quais de vós sereis promovidos? b) Qual dentre nós será aproveitado? c) Cada um deles disse isso. b) Têm-se contado boas histórias. (Existe um fato e uma idéia. c) Eram eles quem discursaria. 13) Marque o erro de concordância verbal. a) Trabalhava a menina e eu. d) A presença de tantos policiais armados provam que existe perigo. a) Encontraram-se as respostas. 14) Assinale a frase que não admite a variação colocada nos parênteses. d) Um e outro artista gostaria de assinar tal trabalho. pertence à literatura universal.) c) Soaram oito horas. conta a dor dos retirantes. a) Jamais haverá discussões.9) Assinale o erro de concordância verbal. 12) Só está correta a concordância da frase: a) Aquilo seriam novidades. d) Duzentos reais são muito pouco. 11) Assinale a frase cujo verbo poderia estar também no plural. (O livro Os Corumbas. grande obra de Camões. de Amando Fontes. de Amando Fontes. c) Faltam poucos dias para a prova. c) Já são uma hora e cinqüenta minutos. d) Os Lusíadas. a) Os Corumbas. contam a dor dos retirantes. b) As esperanças são sempre ele.) .) d) Espera-se a maioria dos convidados.) b) Existem um fato e uma idéia. b) O povo aplaudia. (Esperam-se a maioria dos convidados. (Soou oito horas no relógio da praça. 10) Assinale a frase que não está de acordo com a língua padrão. b) A maior parte dos vizinhos colaboraram.

..isso.... d) O programa contou com ampla divulgação nos meios de comunicação e eram avaliados por meio de concursos de redação e opiniões dos professores coletadas em formulário próprio. (faríamos/fariam) b) ..... MUN...........de haver pessoas sensatas ali.. a) O Programa Contribuinte do Futuro foi uma ação de educação fiscal desenvolvida entre 1971 e 1980... aquela que contém erro de concordância verbal é: a) hão de bastar os seguintes fatos b) haviam-se produzido variedades locais c) o que disse Estrabão e Santo Agostinho d) inscrições latinas que nos foram possíveis encontrar e) línguas independentes.nascer as plantas.. TRIB.. e) Nos anos em que atuou. GABARITO 1) C 2) C 3) D 4) B 5) B 6) D 7) D 8) C 9) D 10) D 11) D 12) A 13) D 14) C 15) C 16) D 17) D ... como o programa recebeu amplo apoio do Ministério da Educação....... distribuiu 40 milhões de livros e atingiu 50 mil escolas...15) A alternativa que se completa somente com a primeira palavra dos parênteses é.-RIO) Entre as alterações processadas em passagens do texto..-se a loja e a sala....−PI) Assinale a opção em que o trecho do texto apresenta erro de concordância. a maioria das quais ainda hoje existe 17) (AG.. (Parece/Parecem) 16) (CÂM...... (Há/Hão) d) ............ a) Poucos de nós. b) Conscientizava os estudantes do primeiro grau em relação aos fundamentos do exercício da cidadania c) Reforçava a idéia da participação popular como forma de construção de uma nação justa e igualitária.... (pintou-se/pintaram-se) c) .

Na letra c. na realidade. devendo ficar no singular: "Espero que haja novas oportunidades. sendo que a segunda admite a variante "Sou eu quem pergunto". 6) As três primeiras frases têm verbos transitivos diretos. tem de ficar no singular." 4) Nas três primeiras opções. Na letra b. Na letra c. 5) As letras a e d estão corretas. que aparece nas duas.. que é a resposta. que apresenta o verbo haver impessoal. que vai normalmente ao plural. com o sentido de existir ou indicando tempo. Dessa forma. e o verbo está no plural. estão corretas as duas primeiras frases. Na letra b. o verbo é existir. plural. com o qual concorda (os garotinhos). Isso é respeitado nas letras a e d. caso o sujeito esteja no plural. sendo então o se uma partícula apassivadora. o verbo não está concordando com o sujeito chaves. Nesse caso. não admite plural. já que o verbo obedecer é transitivo indireto. portanto. Na letra d. sendo às leis o seu objeto indireto. já o auxiliar de existir deve concordar com o sujeito. A resposta é a letra d. o sujeito. As letras b e c são parecidas." 2) As opções a e b estão corretas pois o auxiliar do verbo haver está no singular. pois o verbo equivale a existir (existam). e os verbos deveriam ir ao plural. a letra d. 3) O auxiliar de haver. A última frase está correta. 7) As duas primeiras frases estão corretas. O gabarito é a letra c. Na terceira. pois o se é partícula apassivadora. com o auxiliar (estão) no plural. a . Então. para concordar com o sujeito. e o verbo. ele significa completar e tem sujeito. sendo este impessoal. então. como parece. o se é símbolo de indeterminação do sujeito. "Não haveria. e o se é uma partícula apassivadora. o verbo fazer não indica tempo decorrido. porque se poderia fazer a troca para "Não existiriam". temos o verbo fazer indicando tempo decorrido (observe que ele está seguido de uma oração começada por que).. é transitivo direto na b. nas três. Na letra d. Não se esqueça da troca: Chaves são feitas. Veja a troca: Revistas já não são lidas como antigamente. O sujeito da oração é pessoas sensatas. como o verbo é transitivo indireto. sendo assim. corrija-se para "Já não se lêem revistas como antigamente. A resposta é. o termo que parece objeto direto é. não há erro uma vez que foi feita uma concordância atrativa com o primeiro núcleo do sujeito composto. Diga-se. o se é partícula apassivadora.COMENTÁRIOS 1) O verbo haver. o verbo ler. o se é símbolo de indeterminação do sujeito. o verbo é transitivo direto. que é intransitivo. não vai ao plural. o verbo fica na 3ª pessoa do singular. Por isso. O gabarito é a letra c porque o auxiliar de existir deve ir ao plural. o verbo fica sempre na 3ª pessoa do singular. que está correta. o verbo haver não se flexiona.

o sujeito. . também se poderia dizer serão. 9) Na letra a.inversão da frase (objeto direto antes do verbo) confunde um pouco. Na segunda. o verbo indica tempo. Na d. 10) A questão se baseia na regra do emprego de dois pronomes. pois sendo o sujeito aquilo a concordância pode ocorrer com ele ou com o predicativo: seria ou seriam. Corrijase para mostra. temos o verbo haver impessoal. A resposta é a letra d. Portanto. O afastamento do sujeito e do verbo pode ser um problema em prova. 11) As quatro frases. Na b. cujo sujeito é dez horas. e a atrativa. Nas outras três opções. que não admite o plural. Na letra a. O perigo é o tamanho da frase. mas uma delas admite a variação de plural. A única frase correta é a da letra a. o certo é é muito pouco. o verbo bater concorda com o sujeito (O sino da matriz). núcleo do sujeito mais próximo do verbo. há uma idéia de quantidade. uma vez que o núcleo do sujeito é presença. com o afastamento que existe entre sujeito e verbo. pode-se dizer também gostariam de assinar. a palavra se é empregada com um verbo que pede preposição: é um símbolo de indeterminação do sujeito. houve uma concordância atrativa com a palavra eu. Na letra c. 8) Na letra a. estão corretas. e o verbo concorda normalmente com o sujeito (boas histórias). mas poderia ser discursariam. concordando com quais. a palavra quem está levando o verbo à terceira pessoa. a concordância tem de ser com o pronome pessoal. devendo concordar com o numeral uma. Na primeira. o mesmo ocorrendo na letra d. Na c. embora um coletivo. cada um e algum). caso em que a locução verbal não pode estar no plural. O erro está na letra c. porém o que se deve notar é o sentido de haver (existir). Na terceira. o que deixa o verbo obrigatoriamente no singular. evidentemente. Na letra d. que é a resposta. e o verbo ser não se flexiona. o primeiro pronome está no singular (qual. ocorreu uma concordância atrativa (poderia ser "trabalhamos"). a expressão um e outro admite tanto o singular quanto o plural. assim. o correto é veio. Na c. A concordância gramatical seria voltamos. 13) A resposta é a letra d. O que interessa é que o primeiro pronome é singular (algum). singular. Na b. é singular. o se é partícula apassivadora. o certo é pertencem. 12) Emprego do verbo ser. pois voltastes é plural (vós). voltaste (tu). porque o verbo deve concordar com o artigo que integra o nome do livro. Por isso o gabarito é d. que está correta.

gabarito da questão. só podemos empregar a segunda palavra. O gabarito é a letra d. Escrita dessa forma. ou ao plural (concordando com candidatos). A letra d contém um erro de concordância verbal. O que está escrito é "O programa. a frase não apresenta risco algum. temos como sujeito a expressão a maioria dos candidatos. pois o sujeito do verbo ser é a oração do infinitivo. 15) Na letra a. Podese dizer: "A maioria dos candidatos é esperada" ou "A maioria dos candidatos são esperados". seu auxiliar (há) deve ser usado apenas no singular.14) A letra c é a resposta. Se perguntarmos: "O que foi possível?". responderemos: "Encontrar inscrições latinas". O verbo concorda com o sujeito. porque na frase variante aparece no relógio da praça. o mesmo se dando com a letra b. que pode levar o verbo ao singular (concordando com maioria). concordando com inscrições. o verbo haver significa existir. Observe que o se é partícula apassivadora. teríamos soou.. adjunto adverbial de lugar. . É inadmissível foram possíveis. podemos dizer: "Inscrições latinas que nos foi possível encontrar". Na letra d.Então. Se fosse O relógio da praça. Na letra c. mas também é do verbo eram avaliados. mudando a ordem dos termos. por isso mesmo no singular. Mas vamos escrever a frase numa outra ordem. 16) É uma questão bem difícil. Na letra d. podem ser empregadas as duas. Claro que o correto é "O programa era avaliado".eram avaliados". não com o adjunto. Veja abaixo. 17) Uma questão tradicional da banca da Esaf. Foi-nos possível encontrar inscrições latinas.. mais lógica. O programa é o sujeito do verbo contou.

quando concorda só com o mais próximo.: Má hora e lugar. A aluna. As alunas. Minha pasta. CASOS PARTICULARES 1) Um adjetivo para mais de um substantivo. Mulher e menina alta. Garota alta. Homem e mulher alta. concordância atrativa. Chegou animada a moça e o rapaz. há uma concordância gramatical ou lógica. Homem e menino alto. a menos que se trate de nome próprio ou de parentesco. Meu livro. Minhas pastas. Ex. Primeiro filho. Primeiros filhos.CONCORDÂNCIA NOMINAL 1) Regra geral O substantivo concorda com as palavras que a ele se referem no texto. prevalece o masculino. b) Quando os substantivos são de gêneros diferentes. As alegres avó e neta. Ex. Primeira filha. Garotos altos. Garotas altas. Ex. ambas as concordâncias podem ser feitas. Da mesma forma. Ex. Homem e mulher altos. é mais freqüente a concordância atrativa. Mau lugar e hora. também se admite a concordância atrativa. d) Se houver artigo entre o adjetivo e o substantivo. Primeiras filhas. Meus livros. c) Vindo antes do adjetivo. Os alunos. diz-se altos. Os inteligentes Pedro e Osvaldo.: O aluno. Garoto alto. . Por isso.: Homem e menino altos. Observações a) Quando o adjetivo concorda com todos os substantivos.: Chegaram animados a moça e o rapaz. Mulher e menina altas. no último exemplo.

(bastantes: pronome adjetivo indefinido) Recebeu prêmios bastantes. Crime de lesa-pátria. Você. disse a mulher. −Obrigada. que se prepara para um concurso público. Mesmo pode ser advérbio (realmente). quite e leso são variáveis. se houver o advérbio quanto. Mudanças possíveis. 4) Anexo. (bastantes: adjetivo) Estavam bastante cansados.: Eles estavam alerta. Ex. não pode manter aquela idéia de que muito e bastante são advérbios. é empregado como reforço em frases especiais.: Em anexo é invariável. Obs. 3) Bastante pode ser variável ou invariável. irá normalmente ao plural.: Às vezes. Ele mesmo fez a limpeza. Como se vê.: Recebeu bastantes prêmios. . (e não alertas) Tinha menos convicção. 5) Possível é adjetivo. possível fica invariável.2) Alerta e menos são invariáveis. Obs. 6) Mesmo e próprio concordam com a palavra a que se referem na frase.: o alerta − os alertas o não − os nãos. (bastante: advérbio.: Se uma palavra for substantivada. Requerimento anexo. Ex. Ele próprio fez a limpeza. em que concorda com o artigo.: Mandei em anexo dois recibos. Ex. ficando então invariável. Ex. disse o homem.: Ela mesma fez a limpeza. pois modifica um adjetivo) Obs. Ex. Ela própria fez a limpeza.: As pessoas erram muito o emprego de bastante. portanto variável. Ex.: Certidão anexa. − Obrigado. obrigado. Crime de leso-patriotismo. (e não menas) Obs. Histórias as mais tristes possíveis. Ex.: Mudança possível. Ele está quite.: Ela fez mesmo a limpeza. Eles estão quites. Ex. Histórias quanto possível tristes. Ex. Tudo depende da frase.: Histórias o mais tristes possível.: Mesmo e próprio em frases desse tipo são pronomes demonstrativos usados para reforçar um termo na frase. Mandei anexa uma cópia. Obs.

: Haja vista aos resultados. Verifique o emprego dessa expressão na concordância verbal.: Nenhum livro. Ele era tal quais os colegas. Ex. 9) Só = sozinho → variável Só = somente → invariável Ex. Nenhumas canetas.: Admitem-se também duas outras construções. Hajam vista os resultados 12) Nenhum é pronome adjetivo.: Ele era tal qual o colega. 11) Haja vista. não é mesmo? Principalmente porque o verbo está no singular. Ex. Eles eram tais quais os colegas. É proibida a conversa entre os assistentes. Eles estão a sós.: Um e outro animal ferozes fugiu. Ex. estranha. portanto. Esquisito. Ex. em frases com o verbo ser: adjetivo no masculino. Obs.: Ele está a sós. mas correta.7) Um e outro. qual. com artigo. você se acostuma.: É proibido conversa entre os assistentes. um ou outro. Nenhuma caneta. concordância normal. 10) Substantivo sem artigo. Nenhuns livros. Há muita coisa estranha em português. Ex.: Ficam erradas frases do tipo: "É proibido a conversa" e "É proibida conversa". Eles eram tais qual o colega. meu amigo. Obs. Ex. Só eles reclamaram.: Os parentes ficaram sós. Com o tempo. (invariável) Obs. Ex. Obs. concorda com o substantivo. nem um nem outro: substantivo no singular e adjetivo no plural. com o segundo. . não é mesmo? Não se desespere.: Haja vista os resultados.: Com certeza você achou a frase estranha. 8) Tal qual é variável. Tal concorda com o primeiro termo.: A sós é invariável.

É. Ou seja: faça por eliminação.13) Palavra meio: variável ou invariável. Os azuis-claros. Se a banca do concurso colocar a frase "Ela estava meia chateada". . Não se precipite. (advérbio. Na segunda.: Ele trouxe meia melancia. há uma flexão por influência do adjetivo machucada. os dois elementos se flexionarão. o advérbio meio pode flexionar-se. um advérbio que pode flexionar-se. invariáveis. (substantivo mais adjetivo: composto invariável) Observações a) Na palavra composta.: O azul-claro. pois. As todo-poderosas. 15) Plural das cores Ex. Ex. Ela chegou toda machucada. É uma situação polêmica. b) Em todo-poderoso. acompanha substantivo) Ela estava meio chateada. todo é invariável. pois modifica adjetivo. verifique as outras opções. (dois adjetivos: só o segundo se flexiona) blusas verde-abacate. Observações a) A palavra todo. (laranja é substantivo: invariável ao indicar cor) blusas verde-amarelas. Ex.: O todo-poderoso. (numeral. Cuidado! Para alguns gramáticos importantes. ela pode ter considerado correta a frase. Ex.: Ela chegou todo machucada. liga-se ao adjetivo). equivalendo a totalmente. c) Se o composto for usado como substantivo. Ex. Os todo-poderosos A todo-poderosa. o primeiro nome que indica cor não vai ao plural.: blusas brancas. Ex. (brancas é adjetivo) blusas laranja. no português atual. b) Azul-marinho e azul-celeste são.: Blusas azul-marinho. nas duas frases. é advérbio de intensidade. 14) Palavra todo: variável ou invariável. (adjetivo mais substantivo: composto invariável) blusas cinza-claro. Blusas azul-celeste.

b) As crianças mesmo consertariam tudo. a filha e o filho resolveram sair. 3) Há erro de concordância nominal na frase: a) Nenhuns motivos me fariam ir. a) livro e revista velhos b) aliança e anel bonito c) rio e floresta antiga d) homem. d) Preocupadas. calça e bermuda velhos. c) Nós continuávamos alerta. 6) Há erro de concordância nominal na seguinte frase: a) Vós próprios podereis conferir. d) Haverá menos dificuldades na prova. a) Falou bastantes verdades. d) Anexo seguiu uma foto. d) Foi um crime de lesa-cristianismo. b) Já estou quites com o colégio. . disse a mulher. b) Desenvolvia atividades o mais interessantes possíveis. c) Estão anexos a certidão e o requerimento. c) − Muito obrigada. d) Ele já estava quite e tinha bastantes possibilidades de vitória. c) Trabalhava esperançoso o rapaz e a moça. b) Estavam bastante fracos. c) Anexo ao requerimento a documentação solicitada. b) Em anexo estou mandando dois documentos. 5) Cometeu-se erro no emprego de ANEXO em: a) Anexas seguirão as fotocópias.EXERCÍCIOS 1) Assinale a alternativa em que ocorreu erro de concordância nominal. mulher e criança distraídas 2) Assinale a frase que contraria a norma culta quanto à concordância nominal. a mãe. 4) Está correta quanto à concordância nominal a frase: a) Levou camisa.

.. a) O artista andava por longes terras.. fugiu.... a) Maçã é ótimo para isso. c) Encontramos rio e lagoa suja.......... b) Assuntos nenhum lhe agravavam.. 9) Em qual alternativa apenas a segunda palavra dos parênteses pode ser usada na lacuna? a) Estudei música e literatura. .... b) Já era meio-dia e meio.. ( possível / possíveis ) c) Nem um nem outro.. 12) Aponte o erro de concordância........... c) Não há quaisquer perspectivas.7) Assinale o erro de concordância nominal.. a) Tem duas blusas verde-musgos..... d) Música é sempre bom. d) Regina ficou a sós....palavras..... ( francesa / francesas ) b) Histórias quanto...... tristes. a) Vi homem e mulher animados.. a) Comprou camisas vermelho-sangue. d) Márcia está meio vermelha. c) Os alunos ficaram só na sala..... 8) Assinale a frase imperfeita quanto à concordância nominal. d) Elas não se abrem por si sós....... d) Trouxe gravatas azul-celeste.. 11) Assinale a opção em que o nome da cor apresenta erro de concordância... b) Usava sapatos creme.. b) Realizava uma tarefa monstro... 13) Marque a frase com palavra mal flexionada... ( meio / meias ) 10) Marque o erro de concordância....... d) Aquela é a todo-poderosa. c) Os garotos eram tal qual o avô........... c) Não será permitida interferência de ninguém. b) É necessário atenção... ( animal / animais ) d) Só respondia com .. c) Comprou faixas verde-azuladas........... b) Era uma pseuda-esfera. a) Os alunos ficaram sós na sala.......

A.14) (PROF.-MT) A frase em que a concordância nominal contraria a norma culta é: a) O poeta considera ingrata a terra e o filho. GABARITO 1) D 2) B 3) D 4) C 5) D 6) B 7) C 8) C 9) D 10) B 11) A 12) B 13) B 14) D 15) E 16) D . e) Quero tornar claros para o leitor serem estes meus argumentos sobre o assunto. e) O poeta fala de uma terra e um filho ingratos. d) O poeta fala de um filho e uma terra ingratas. d) Eu lhes peço que as deixem sós. 16) (TFC) Assinale a opção em que não há erro. d) Ficaram claras para o leitor minha posição e argumentação sobre o assunto. c) Estas questões são bastantes difíceis. a) Seguem anexo os formulários pedidos. e) Estando pronto os preparativos para o início da corrida." Das frases abaixo. b) Não vou comprar esta camisa. 15) (T. foi dada a largada. b) Deixei claros para o leitor meus pontos de vista sobre o assunto. Ela está muito caro.CÍVEL-RJ) "tornou-se absolutamente claro para mim que eu queria mesmo era escrever em português. a que contraria a norma culta quanto à concordância nominal é: a) Tornou-se clara para o leitor minha posição sobre o assunto. b) O poeta considera ingrato o filho e a terra. c) O poeta considera ingratos a terra e o filho. c) Ficou clara para o leitor minha posição e meus argumentos sobre o assunto.

nesse caso. Na letra c. ou possíveis. Na letra b. o adjetivo deve ir ao masculino plural. por isso o masculino plural. 3) Na letra a. com a palavra homem presente. muita gente acha que a palavra quite é sempre plural. O erro está na letra d. temos a locução em anexo. A palavra mesmo deve concordar com o termo a que se refere. também se poderia dizer livro e revista velha. Nas letras b e c. pois os três substantivos são femininos. o certo é possível. 4) Na letra a. pois são invariáveis. as palavras bonito e antiga estão concordando por atração. assim. como já vimos. estão bem empregados. corrija-se para leso-cristianismo. não é verdade. bem simples. Na letra c. Na letra d. o certo é anexa. Na letra d. ele concorda com o substantivo fotocópias. masculino plural. diria. A frase da letra b está errada. a concordância gramatical só pode ser distraídos. ela fica no singular. pois. por se tratar de um pronome.". observe que o verbo também está concordando por atração. a palavra nenhum. já que o adjetivo leso deve concordar com o substantivo a que aparece ligado no nome composto. maldosa mesmo. que muitos acham que é invariável. diga-se velhas (concordância gramatical) ou velha (concordância atrativa). já que o verbo está no plural. Para complicar a questão ainda mais. que aparecem a seguir.. trocando o o por as. não se justifica o emprego de velhos. também se poderia dizer bonitos e antigos. por causa da presença da palavra filho. 5) Anexo é adjetivo. na frase. há uma concordância gramatical: velhos concorda com os dois substantivos. que teria de concordar com um substantivo. 6) Questão muito difícil. A palavra obrigada concorda com mulher. a frase não contém erro de concordância nominal. a pessoa que agradece. não é o adjetivo. o correto na letra b é mesmas. há um erro. não cabe a atrativa. também se poderia fazer a concordância atrativa: Está anexa a certidão e o requerimento. que é um pronome adjetivo indefinido. é advérbio. O gabarito é a letra b: a palavra possível concorda com o artigo. porquanto está modificando um adjetivo.COMENTÁRIOS 1) A questão. a palavra bastantes é pronome adjetivo indefinido e está concordando com verdades. Alerta e menos. mas trata-se do verbo anexar: "Eu anexo ao requerimento. 2) Na letra a. concorda com o substantivo a que se refere: motivos. a atrativa seria distraída. . uma vez que a palavra quite só se refere a uma pessoa: eu. na frase aparece no plural. não há erro.. Bastante. pois esperançoso está concordando só com a palavra rapaz. Na primeira. A letra c é perigosa. acontece que a palavra anexo. dessa forma. que é invariável. está concordando com um masculino (requerimento) e um feminino (certidão). E a palavra bastante. Na letra a. que vem após. aqui. O erro está na letra d. trata de concordância gramatical e concordância atrativa. onde anexo deixou de concordar com foto.

e prefixo é elemento invariável: não existe pseuda. geralmente.7) As quatro frases apresentam substantivo sem artigo: maçã. Na letra d. E o todo da palavra todo-poderoso é invariável. A palavra monstro é um substantivo empregado no lugar de um adjetivo (monstruosa). mas sua flexão se faz no meio. e sim um prefixo. Na letra a. devemos corrigir para meio-dia e meia. meio é numeral e se refere a hora. assim. longe é advérbio. Na letra c. corrija-se para "Não será permitido interferência de ninguém" ou "Não será permitida a interferência de ninguém". pois tal qual é variável. mas também a primeira. 8) Na letra a. sempre que isso ocorre. 12) O que poderia enganar nesta questão é a palavra pseuda-esfera. o adjetivo deve ficar no masculino singular. interferência e música. da mesma forma que azul-marinho. 9) Observe bem o enunciado. Azul-celeste é um composto invariável. tendo o adjetivo se flexionado indevidamente. quando representada por substantivo. isso porque pseudo não é uma palavra. pois apresenta como um de seus componentes o substantivo sangue. somente. a segunda palavra pode ser empregada. 10) A palavra sós da letra a quer dizer sozinhos. Na expressão meio-dia e meio. oculta. estando errada então a opção b. Nem um nem outro exige substantivo no singular. A palavra sós refere-se a elas. . temos o adjetivo longe. Creme é substantivo. flexionando-se a segunda palavra. devendo-se dizer blusas verdemusgo. 11) O erro está na letra a porque a palavra que indica cor. portanto deve concordar com ele. musgo é um substantivo. temos um adjetivo composto. porquanto a palavra meio deve concordar com o substantivo palavras. no plural para concordar com terras. o advérbio meio foi usado como invariável. não apenas monstro. é invariável. isso não ocorreu. 13) A palavra vermelho-sangue é invariável. Quanto leva a palavra possível ao singular. por isso. Qualquer é pronome adjetivo indefinido e concorda com o seu substantivo. atenção. corrija-se para Assuntos nenhuns. Não se esqueça do que foi dito sobre a possível e polêmica flexão do advérbio meio. mas na frase ele acompanha um substantivo. o correto é tais qual. portanto invariável. Nesse caso. o que é mais aconselhável atualmente. A resposta é a letra c. e a da letra c. a palavra não varia. não se flexionando. o gabarito é a letra b. Nenhum é palavra variável. O erro está na letra d. qualquer palavra. Em verde-azuladas.

Na b." . clara concorda por atração com posição. Corrija-se: "Estando prontos os preparativos. quando isso ocorre. Na b. a palavra bastante é um advérbio de intensidade. Na d. respectivamente com terra e filho. Na letra c. pois se liga ao adjetivo. O gabarito é a letra e. claras concorda com posição e argumentação. porque sós é adjetivo. Na letra e. Na letra e. Na c. portanto masculino plural. já que se refere a um masculino e um feminino. O gabarito é a letra d. clara concorda com posição. 15) Questão difícil. duas palavras femininas. o adjetivo anexo deve concordar com formulários: anexos.. pois não se justifica o feminino plural se a palavra filho está presente. porque o adjetivo claros está se referindo a toda uma oração: serem estes meus argumentos sobre o assunto. não pode ir ao plural.. o certo é "Quero tornar claro para o leitor serem estes meus argumentos sobre o assunto".14) Nas letras a e b. equivalendo a sozinhas. houve concordância atrativa. A opção d é a resposta. Na letra a. o adjetivo concorda com os dois substantivos. Na c. o adjetivo está no masculino plural. claros concorda com pontos de vista. o adjetivo caro deve concordar com camisa: ela está muito cara. o adjetivo pronto tem de concordar com o substantivo preparativos. o adjetivo não pode flexionar-se. 16) Na letra a.

      !     &      %  4 6 &  *         .&            !  $   %  !      !  $       !   " /+ " 0 / ! &       &  !  " >    &  !  0  % 3  !     !  9 / ! &     >  0  % 3  !     !  9 % 9 .     %  4 6 & :> ?   + @   9 .!         !  * &  !  $    * .  !    &     &         *        !    +        $   %  " /+ " 0 1  !  $    " 2       !  0    !  2        0  $    " #    &  %          *        !   $  -  3    !      !   !    4   &  " 5     *   !   * $   %  6 &     &    !    7 $     *  6 &    6 &              &    7 %      " ' !   *    $ .                             !           " #      $   %    &      " '                (  ! &      &     &   !  " )            *  +   ! !          *           !  * !          !  *            " .%              !  " >         !  0  % 3  !       !  9 . < =  9 .  +     *   ! (  4   !       " /+ " 0 #        3 &   "   J   * $    !  " 1234567 8 21 8. < =>     9 .     %  4 6 & .&            !  $   %  !      !  $         !   * 6 &        !           A " /+ " 0 .%          " >    0  % 3  !       !  9 B 9 /     C= * D = * E = * F : EG : E #             !   $   %  !      !  $      !   &!      !  $        !   " /+ " 0 / ?    & " >  0  % 3  !     !  9 /  %      & " >  0  % 3  !       !  9 H 9 I&     % 3  !       ! .   %      &   !  0 8 9 /     :.

.

12 3 4 5 6 7 89 2 2 .

. -. :! 3 5    !!  $     ! "   5   % / 0  !    (        !. / 9( 6 7 !      !   !    . / = ! "         ! %>     6 ! ?  . . 02 3 !    !   / &  $  !   ! 0%1 $        " &  $  !   ! . -. -. . 7   8 5  2                     !   "   !   # $  %&  ! &    ' ( 8 # $  % !    !)        *  $   + # )  %&     + . / 0 " 3 !       ' ( 1 9 7 2 7  . 02 3 !     !   /  &  $  !   ! . / 4! "5  6 7        " 3  8  .            !   # $  %&  ! &    ' ( 8 # $  % !    !)  !  + # ) &  !  !  $    + . <            # $  %&  ! &    ' ( 2 # $  % !    !) %    + . @. / 0%1 $        "&  $  !   ! . 3 "    !  2   6!6 " 8   / ! %>     6 ! ?  . $  %& !  ! # $  2 !    $ * . . -. 02 3 !     !   /  3  8             !   # $  %&  ! &    ' ( 8 # $  % !    !) $  2 !  + # ) $  %& !    + . 02 3 !     !   / 6 7 ! 02  .

-% %2   !  2 8   7   7   8   5  $ )        *  $   + # )  " .  6    + . 2  E    #  &    " 8 " *   "  6 # ! %&  ! 8  !8   7   7   8   5  $  ) %    + . . F   # &   1 %$    !   . / 4  ! %9   6 . 02 3 !    !   /   5    %  7 ( . . -. . G   &               !  H "    8   5  $ )     !  + # )    &     + # ) 6 !        & " 6 %I !  + .  2 8 A B 2    -%5    !    & )       !  5 !  % +!)        !  5 !  % + #  ( 7 C%"  ' !  !    . 6 8 "   8   %C   $   D ! 8      %$  %           !   . /  &    %   5    %  7 ( . -. -%$   $ "     #   6 ! %    .      ! %9   6 .

123 4 5 6 7 8 7 9 7 5 7 3 .

8  4 3 .

 6 7      4 5 6 7  5 7  7  4 .

6 .

 4 3   4  .

 4 3       .

4 6  7 3 44  4 3   !  .

8 7 5 7 3 .

8  4  4 3   ! 6   " .

8 3  4 3  6#  $ % &   .

)  .  .'4 6    7 5  3 ( ) * + # + .

7 5 7 5 8 .

3 .

 64  3 .

 6 7   .

4 3 8 7     .

6 .

 5 8 3 4 7 3  .

     .  46 - 4  4 9 3 4  .

4 6  7 3 44  4 3   .

4 6  7 3 44 4 .

 7  7 4 .

 /  3 8    0 64 5 8 7  1  .

4 6  7 3 42 .

 7  7 4 .

 /  3 8    0 64 8  4  1 3 6 6 9 4  .

 4 3 4  4    .

3 9 .

3 !   .

 .

 44 3 .

 6 7     6 8  4 3 .

 64 3 4 6 .

5 4 7   4  5 1 67 6 4 3 123 4 5 6 7 8 7 9 7 3 .

8   4 5 6 7  5 7  7  4  7 3 9 7 6 8   3  ! 3 7  4 3       49 7 6 4 6  8 4 6  !  .

8 7 3 .

8  4 6  8 4 6 123 4 5 6 7 8 7 9 7 3 .

8   4 5 6 7  5 7  7  4 7 3 4 3      67 6 4 9 4   5 8 5 4 4 3 .

.

 !  .

8 7 3 .

8    5 8 5 4 4 3 .

.

123 4 5 6 7 8 7 9 7 5 7 3 .

8  4 3 .

 6 7      4 5 6 7  5 7  7  4  3 .

8 .

5 .

3   4  .

 4 3      67 6 4 9 42 .

 7  7 4 .

.

8 6  !  .

8 7 5 7 3 .

8  2 .

 7  7 4 .

.

8 6  9 1 : .

3 4 3 .

 4  4 3 123 4 5 6 7 8 7 9 6 7 3 .

8 6 6 .

   .

.

5 8 ' 7 6 4     : .

3 .

7 .

9   !  .   .

8 7 3 .

8  .

  . 9  : 4   .

7 4  4 3 8 4 .

5 8 !  .

8 7 3 .

8  4  4 3 8 4 .

5 8 123 4 5 6 7 8 7 9 67 5 7 3 .

8 6  4 3 .

 6 7    6 .

   .

.

5 8 ' .

6 6 4     : .

3 .

7 4 4 7   !  .

8 7 5 7 3 .

8  4 4 7  : 4   .

7 4 .

 3 .

 4  !  .

8 7 5 7 3 .

8  4 .

 3 .

 4  .

01 2 3 4 5 6 7 8 3 2                                                        ! " # 3 $     "            %                             & '                     ( '              %    ) 6 * 6 4      +    +    & '             +   .  " :  + %                       $  "    : %       +          /        %   :   .    1         $ 2 +    .      ' +     .  "  %   :  <        4=         %  $          >    ?             +   . /  0       +    $       ! "    +    +    +     & '           +     .       .  +  ' $        +    2 +      3   /     45      %            /             & '                   45      %              $           ! " 6       /     2 +    / +      01 2 3 4 5 6 7 8 3 2 &%       /      "        %   +       6             $   # 78 9 3 + 8 9 3       /          2 + %   :   .        /        %   :   .

12 3 4 5 6 3 7 8 4 8 9 .

7  3 4 8      7 4 8  8 .

6 5  7       2 7 7 3   5 .

    12 3 4 5 6 3 7 8 4 8 9 .

7  3 4 8    9 8 5   5 8  8 3 6 5  7       6 5   7 8       !" 6 # 7 6 5 .

  8 6 $ # %  1&5 6 3 7 8 4 8 9 8 3  8 5  4 .

6 5   7 8   ' .

7  3 4 8    5  6 # 8 ( 6 5    6 5 6 3  6  3 4      #  5 .

   6 8 3 )  % 5 8 4  * + 2  # 8 .

6 5 1&5 6 3 7 8 4 8 9  8 5  4 )  6 3  7 8  3 8  8 .

6  5  7 7   5   6 .

6 5 5  4 6 5      .  66 4 8 4   8  # 8 .

6 5 -  8  8 .

6  .  7  /"   4  8 5  4   8  8 .

6  .  7  ! 5 8  # 8 .

65  7   8 4  /"   4  8 5  4  5  7   8 4  /" 7   0 9 7  5  9 8 4 6  66 5   7 8   1  " 5 66" 6 3 .

6 67 6   -64  3 2 6.

3 7 8   5 6  .

5 5  4 6  1&5 6 3 7 8 4 8 9  8 5  4 8 3  8 5  4 .

6 5   7 8   1 )  6 3  7 8  3 8  8 .

6  3 9 # 9  5      2  # 8 .

6 5 6 7  5 9 8  5 3  5 .

 7 7  /"   4  8 5  4  7  5 9 8  5 /"   4 8 3  8 5  4  3  5 .

 7 7  1&5 6 3 7 8 4 8 9 8 3  8 5  4 .

6 5   7 8   3 4 1 )  6 3  7 8  3 8  8 .

6   3 7 4 5 6 5 6 3 4 8  6 4 8 6     5 4  5 " 6 5      .   5 8  # 8 .

6 9 6.

9 8 ( 8 3 2  /"   4 8 3  8 5  4  .

9 8 ( 8 3 2 5 + !9 8 7 6 5 8 3  5 6 5  5  9  3 8 5 .

 5 4 8  8 .

6 5 .

8  3 4 8  8 .

 3 5 6 #  3 4 4 5 6 3 7 8 4 8 9 7 8 5  4 78 3  8 5  4 7 6  8 4 8 3    6 7. 6 5 .

 7     !9 8 7  8   5  3 4   5 " #  6  !9 8 7  8 6   5  3 4   5 " #  6  67 89 : ' . <8 6 + !  7 7 6  7  5 "   4  8 5  4 8 3  8 5  4 . 3 7 4 5   .

6 5   7 8   '  6.

8 7 6 8   6 #  3 4    7  5 "   4  8 5  4 8 3  8 5  4 .

6 5   7 8     6 8 75 6 5 6  3 4  8 4 7 9 .

0 1 34 5 67 658 69 8 5.

5 9 5  5 68 5 0    7 5        5 68   5.

59 8  5     5 68     859 8  5  4 1   8  8  7 6.

5 4 5 69  8 68   5 5 ! 4  5  !  " 5 ! # $ 5 7 0 5 .

  ! .

! 7 0  !     ! 1      85!   5 7.

8 7 8 !   !  !4 5 6 .

!  %0 & 8  5.

 8  5  5 %0 & 8  5  .

 8  5  .

8 7 8 !   !  !4 5 6 .

!  " 5 ! # $ 5 7 0 5 .

  ! .

! 7 0  !     !5 0 & 8    !   .

 8  ! 1  8  8!   5 7 7 8 !   !  !4 5 6 .

!  %0 & 8  5  .

 8  5    8 %0 & 8  5.

 8  5   7 8 !   !  !4 5 6 .

!  " 5 ! # $ 5 7 0 5 .

  ! .

! 7 0  !     !5 0 & 8    !.

 8  ! 1 .

1  69 5  !     65 ' ($ 59 5 .

8 6! 9 ! 8 4 8 .

5  5 0 & 8  5   .

 8  5      )8      7 8     8.

55 4 5  .

5  " 8 ! .

5 1 )8      7 8     8.

8 7 8 !  8  !9 5 0  8 6!  " 8 ! .

5 1 )5    .

5   8 8 65  )8      7 8   5.

55 4 5  .

5  )8      7 8     855 4 5  .

5  )8      7 8   5.

8 7 8 !  8  !9 5 0  8 6!  )8      7 8     8 7 8 !  8  !9 5 0  8 6!  * 1   7 8 4 8   8 60 !  8 4 5 .

!   !      5 .

 8  5      88  7 8 4 8 758  4 5   5  %0 & 8  5.

/ 0 1 2 3 .  8  5  58  4 5   5  +. ! 1 )5 659 5  5 6  !  " 8  7 8 4 8  8   8 60 !  8  8 4 5 . .

!  8 1  $ 5 !      5   .

     8 88  7 8 4 8 7.  8  5  4 5 6!9 8 9 5  # $ 55 .

58  4 5   5  %0 & 8  5  .

 8  5  .

58  4 5   5 0 1 ($ 5 8  .

59 5  5 6  !   .

8 .

7   8   $ 59 5 .

8 6  4 5 69 8 9 5  # $ 5     68 4 5 .

! ! 6.

59 ! 8  5  " 8 ! .

5 1 68 4 5 .

! ! 659 ! 8  5  " 4 8  5 1 68 4 5 .

! ! 6 8.

/ 1 /8/ . 59 ! 8  5  " 4 8  5 1 4 1 7. 8. 9 : / 5 1 /9 5 .

8 6 8 .

5  5 0 & 8  5     .8 60 8  ! 54 5  8 !5.

 !.

5& 5 5  %0 & 8  5.

 8  5  5.

 !.

5& 5 5 %0 & 8  5  .

 8  5  ! 54 5  8 !  .

1 2 34 4 5 46 5 7 8 9 1 .

5   9  4 7    9   9  4 .

1 5 7 1    4 4 .

  5   5  9 .

4 5 4   5  .

1   5 8 7 1 9 7 5  9 7 1 1  7 5  5 9 94   5 .

91 9 7   9  5     9  5 4 4 9   9 99 8  5 9.

 1 .

7 5 9  5 4 7   9  5 4 5 .

 4.

4 4 9 5 4 9  56 9   5   3   34   5  5  5   5    9   ! 3 5  1 4 5  34   5  .

  5    9  2 "   5 .

9    5    9  #8  5 9.

 1 .

7 5 9  5 $ % 2 &5 4  9  1 5 7 '(7  4 .

.

6 91 .

7 5 9  5 7 5    9) 7 *  7 .

7 5 4  9 4 1 1  3   &5 4  9  1 5 7   55 4 6 8 5  #8  5 91 .

7 5 9    55 4 6 8 5 ! 7 5 4  9 4 1 1 2 '(7  4 .

.

6 9.

 1 .

7 5 9  5 7 5    9) 9 .

4 9  5 4 4 9   57 5  5 8 5 7 5 4  9 4  3   &5 4  9  1 .

9 5  5 + 7  #8  5 9.

 1 .

7 5 9  9 5  5 + 7  ! 1 5 .

46 5 5 4   7 5  5 9 91 9 .  7 5 4  9 4 9 5  5 + 7 2 #8 4   .

49 8  5 9 4  3   &5 4  9  1 5 9 4 9 4 7 5  5 4  5.

7 . 9 4  #8  5 91 .

7 5 9    5.

9 4 #8  5 9. 7 .

 1 .

7 5 9  9 4 7 5  5 4 $ $ 2 / 7 '(7  4 .

.

6 91 .

7 5 9 9 94 5  .

1 91 50  9  6 9  7 1  3   / 5 .

9 9 9   + .

9  #8  5 91 .

7 5 9  9 21    9 1 6 5 7 8 .

 1 5  + 7  9 9   + .

9 '(7  4 .

.

6 91 .

7 5 99 .

 1 .

7 5 9  .

 1 .

3 5 7 5  5 5  5   9 94 5  .

1 91 50    .

3 .

 7 1  0  5  .

1 7 1 4  5 4 4 5 4 9  5 7   7 5 1 .

 .

6 91 99 8  5 9! 1 .

7 5 99 .

 1 .

7 5 9 2  .

 7 9 1  .

1 99    9 5   7 5  9 4 .

  95 6  3   / 5 .

98 9 8 9  / 5 .

91 58 9 8 9  / 5 .

  58 9 8 9  / 5 .

  51 58 9 8 9  2  6 7 7 8 7 8   9 41 9 .

4 7 .

5 .

7 9 45  5   9 4   7 5 1 .

 .

6 91 99 8  5 91 .

7 5 9 4  9 4 1 9 .

49  .

9 4   7 5 1 .

 .

6 91 99 8  5 9.

 1 .

7 5 9  .

0 1 2 45 6 7 8 9 .

7 9 8 .

6 7     5 8 .

  .

  8 9      8   9     6  5   6 5 6 7 8 9 8  7    .

7  69  8 6  5 .

7 8    9 ! 8    9    5 8   9   7    .

7  69  8 6  "9 8 .

6 7   .

 9  7     8 9    6  # $  6 % .

&  8 .

 ' 6  9  5 6 7  6  (  ' 6  9  & )   ( *     6 6 6  .

7     6 7 8 9 +6  % 5   5  .

& .

7    6  .

/ $ 0     45 6 7  58  . .  8 9 8  #   6 7 6 5 7    9 !  .

.

 .

7  .

  9 8     8  #   1 5 7    .

7  .

  9 8     8  #  ! 7  .

 9  7   8  .

.

4 0 5 $ 6 7 4 .  23 . 8 2 9      8      6 7   5 8 6 9 8  :  6  6  % 5 .

 .  8.

7  .

  9 8     8  #  2 < 6 5 7  8 9  9 8. 45 6 7  58  .

.

 2 *   9 7 8 .

7   7 9 8 7 8 = 6  5 8 9 8  # 6 5 !  9  .

8  8 6 5 ! 6 7 8 .

7  86 5 ! 7  8  ! 2 >   5  8 9  .

7     .

6 7 9  = 6 8& 9 8 6  86  % 5 .

7 8 .

 9 8   .

.

 5 6 7  58 .

7  .

  9 8      8  #    8 6 7 + 9 9 8  8    68  6 6  8.

#    6  9 6 5 7    9 !  5 6 7 8 9  0 ? 2 % 9 8  8 9 "9 8 .

6 7   9  7     6  .

7   ' & 8 @  9 8 % 9 8   (  ' & 8 @  9  8 9 .

A  (      88 % 9 8   5&  A   ! 7  9  7   &  A  "9 8 .

6 7   .

 9  7     8 9    6  # $    6  .

7   ' 6  9 8 % 9 8  +    (     8 6 6 5 .

7 .

# 8 % 9 8   58 A    ! 7  .

 9  7   8 A    0 B 2 98  9 8 9 C 9 ! 7 9 8 .

6 7   9  7  * .

# 8   7 8. D E     8.

8  9  5   @ .

A   .  9 9 8   2  8.

8  9  5 @ .

  9 7  2 0 F 2 G 9 8 9  9  6  9  6 7 5 8 9 = 6    6 7 8 !      9 = 6  >    8 5 . A   .

7  68    9 ! 8 6  8 9    6  # 4 E .

 9 9 8   2 G 9 8  8. # $     G 9 8  8HI5 8J 8 6 849 5 @  .

8I5 8J 8 6 849 5 @  .   9 7  2 .

0 1 2 45 6 7 6 8 6 9 67 6 5 6 7 6 8 6 9 .

9        7  9 6  8  9 6         .

45 6 7 6   8   7  45  6   7  9 6 .

 8   7  7 6 5 6 7 6     6   45  6   7  9 6 .

 6  0  26 7  9     9  9  !    8  9 .

9      7  9 6 6  7  9 6  8  9 6     "   9  9  6  6  #  $  2   .

6 7  ! 7  9  % 6  6!   !    45  6 7  9 6 .

!   !   45  6   7  9 6 .

6    6   9      7  9 6    . ) (  2 -  6 .  7  9  % 6  6  &' ( ) $ *  + .

6 7   ! 9 6   6 7     45  6 7  9 6 .

! 9 6   6 7    5 2 / 0 7  6  9 6     #  $ 1 !   7 6   6     9 2 3 4 ) 5 + " !   6    2  8   9  ! 8 !      .

 6 6 7  !  9 1 ! 6  6  7 6 7 9  7 6  " 6 9 9  7 2  6 6 7  !  9    9  " 8 6 9 .

 6 7  !  8 6     9  2 0 8 2 9! 6 9 6 9 :.9      7  9 6   %   <  8   7 = 7 6 6   9 >    .

 61 ! 6 9  6 9 7  7 6  45  6 7  9 6 .

 6 9 7  7 6 :.9        7  9 6  8  9 6        %   <  8   7 = %  9 >    .

? 61 ! 6 9 !   <   @  45  .

< 9  6 .

= ? 61 ! 6 9 !  <   @ >  7 6 6   A 67  . 6 9 1 ! 66  1 ! 6 9  67 <   @  !6  6 9 <   @  0 B 2 C   9 6 8 6 9 .

9      7  9 6    .

  @  45  6 7  9 6 .  6<   9 6 8 6 !   .

  @ D E 2 F6 < 6 9  9 A 6 .   .

9        7  9 6  8  9 6         .

4 6  6  69 6 < 6 9  ! A 6  7  7  45  6   7  9 6 .

  7  7 .

01 2 3 4 67 89 8 .

9 8              9 8       .

   2     8     8 3  3 4      .

88 9 8    8 3 01 !   8     8 4 88 9 8    8 " #  $! .

   2    2  %    &   2     &   9    4    2     8 2     8 28 .

     8 2  9 8  &   & 8 2  ' 7 8( 3  3 4 )    2  % 2   * + 9   2 3 01 !   8     8 4  2   * + 9   2 )    2  %. 2   * + 9   2 " "  $    2       1  ' 8   8 . 2   * + 9   2 3 01 !   8     8 4 .

    &    1   %       2     8      8       2     4    2     8 2     8 2 3  3 4 2   889 8 *  3 01 !   8     8 4 89 8 *  $ 8  8 .

 8 3 01 !   8     8 4  .

 8 ./ 0   1 ( 2 3  0   58 8 2 2 2  2   1 8 2 .

  8 28 .

  8 2    9  * .

  & 8 2      8 3 5  2   1 8 2 2 7 8   2     8 2     8 2  7 8&   8&   & 8 2  ' 7 8( 3  3 4   2   8 .

 8 8   8 3      8    2   8 .

8 8   8 3  9    8  1  68 * .

 2&     2  8       2 9 .

8  *  8 2 8  & 8  &    9    &   & 8 2  ' 7 8( 3 09 8 &   88 1 !   8     8&   & 8 2  9  8  8 3  3 4 $87 .

2 3 01 !   8     8 4 7 .

2 $87 .

2 3 01 !   8     8&   & 8 2  9  8  8 9  8 8  2       2     8 2     8 2  7 8    89 : 9 8 89 8 &   8   2 8 .

 < 0  8   &8     8   & 8  9 :  4  8 =  3 7 *  = 2 2  &   4 $8 = 8   2   8 = 8   8  8 = 8  9 3 >?@   A BC @  B D B ? 0  9 ( E  1 B 0 0&  8 8      8  &     .  2    2   ! &   & 8 2  9  8  8 3 67 82 & 8   8 9   (.

  9   28   ' F  22 .

1 8     2 !      2  & 8   2       9   8 &   & 8 2  ' 7 8 3 G 2 2 8  &   8   1 8 8   ' 7 8 !       .

' 7 8 2   H   9  8&  8 8      8 3  3 4 08   .

         ! .

  3 .

12 3 45 467 8 5 4459 5 5 9 .

6 6 8  6 9  12 3 45 46 37 8 6  459 5 5 9 .

6 6 8  6 9  12 3 45 45 4 8 6 6  6 .

9 6 3  6 43 .

6 6 8  6 9            6 3 433.

5 9 ! 3  "   #  $   5  56 9 5  3  % & 3 ' 5  6  66  ( 5  3 9 3  3 459 5  6 ( .

3 ' 7 8 5 )3 5 8 3 4  5 45  ( 3  !  1 9 3  3 459 5  6 ( .

/ 5 9 6  45  ( 5 3  5 4 5 9 8  6  3 8   5  3  3 8 ( 9 3  ' 46 * +  . 3 * +  ' * +  .5-* +  . 0 3  5( 5 9 6  ( 5  5  5  ( 5 5   3 6    1 9 3  3 459 5  6 ( .

31 + 2 - 3 9 9 5   3   568 4 3   5   .

3  36 9 6  5 35 4 5 4  3 '  5 6  5  .1 + 2  3 9 7 8 53.

 33 ( 57 8 5 5 3  5 5 5 9 8  3  6 43 5 4 8 6 6  6 . 5 9 ! 31 7 " #   5  56 9 5  3  % & 3 .

( 5 9  & 3 8 . 9 6 9  :5 66 ! 6 4 33 8 ( 9 35 4 5 4  3  6 9  3  '  5 8 3 6 9 .

 3  3   3  18 5 6 < 3& 3 8 .  6 43  ' 9 .

 6 43  5 5 8 6 9 . ( 5 9           " # 7  #  6  = 6 6  57 >  3 4.

346 ( 5 9 6  AB 146 ( 5 9 6  5  ( .?  7 >  '  3 43 7 8 5 5  5 4  @4  < 1  55  ( . 5 9 ! 3 7 8 5 5  5 46 9 5  3  % & 3 .5 46  / 8 4 8 / 6 9  C3   5 9 5 43 6 46  2 & AB D 9 5 43 66  / 8 4 8 / 6 9 6 46  2 &  C  4'  6 45 9 9 6  6  9 6  5  3(  38 :5 66 3   5  3 83 6  5 9  3 9 ' 8 3& 3 5 3   5 5  5 3 9 ' 8 C3   55  ( 6 43  A 9 ' 8 1  5.

3  E7 8 5 9  2 5 / 6 9 A 9 !  = 6 6  5 +5F + 6 8  % & 3 5 8 5 ( 3 ? .# .5F # '  6 5 3 4  5 45  ( 33 86  8  ( 3  @4  < D   3) 6 9 64 4 D   3) 6 9 65 8 5 .

     G5 43 3 . 6 9  B  +)3 8 5 ( 3 5.

 6  65  ( 9 54 45(  3 4 9 5  3  % H 5 6   5  ( 6 B 5 4  5 ( 3 ' 45  3  '  6  . 9 36(  G5 4 6 43 3 6  5 9  3 6 9 6( 86    6 9 5   B F +)3 8 5 ( 3 5   # 7      3& 32 .

35 (    ' 8  6 6  5 +5F +  @4  < @4  5 ( 35 8 ' ( 3  3  6 I 9 6 4 @ ( 6 .

6 4( 3  3 5 4 6  6 ' 45  3 ( 8    :5 9 ! 3( 9 6   ( .

3 9 5 ( 3 & 3.

6  6 9 66.

3 5 6   .

6 '  3 45 4  5 % & 3 5  >  1   ' >     >  1  5   J 7 >    @4  < 1  45 3 6    (  3 5  6 6 4I  6  B 5 9 9 6  3  C 6 4I  66    ( 86 3  45  B  5 9 ( 3  .

& " & 7. 0 ) * + * ' / )* 0 " * & + / ) 9 4& ) 4/3 & " * 0 " /. & " & 7 ( D A & < B & . ' O&/ : & " & . 4.& D & < B . . & + / # VP0 7 * 7. ) ) 7 0 + / < H* " & . /3 & " * " / < P0 7 * 7 ( D A & < B & .A / .3 & 3 / ) * 1 2 /Q 9 0 2 /.& D . &" & D &3 / 5 & " * < B & .3 & 3 / ) * 1 2 /. 0 + & ) < VP) ) * ) + * 7.& ) ) &. * . ' O < B & .3 & 3 / ) * 1 2 /. 3 * /) 7 8 & * + / < => < ? @A & 5 / 7. & " & 7. * / < X / . /* 0 + & / 5 . 0 . &" && D &3 / 5 & " * < B . 1 2 / < =47 4. / " G 0 . & + / # VP) 3 * /W3 . & + / # VPD 7 " * W" * J & & 0 1 . + . / 4/3 / 0 / 4&6 7 &..A / .." * J & & 0 + & < => < ? =0 . < B . / 4/. * ( D A & < J # PD 5 7 0 )' & : / )+ . & + / # C. ' . ' . 1 2 / 9 & ) + F: & 4L & # M2 /) &." # %& ' & ( ) && ' * + .& D & < B .& D & < B . 1 2 / 9 0 /& 0 + .. / 0 + & * &/ : & " & . D 5 7 0 )* 43 / + ./) 7 8 & * + / 9 : & 4 .6 7 & ) + 2 /3 / & D * 4* 0 . & + / # VX / .' & : / )" && 5 N 0 . & + / #             ! 012343467 89 6 . & + / # VU* ) . + * : 7 * . / 0 ) + * + 7 * /3 . < PD 7 " * ( D A & < B & .. < B .. /. ' .& " . / 0 + . " / # =0 .& D & < B .. " / # P) 3 * /.. /: & 4< U* ) . / 4// : 8 & + / < U& 8 . " / # C. " / # PD 7 " * . " 4* + & 4/ 3 / 0 / 4&R S T. 1 2 /" . + * 5 /6 7 &* 0 + & 5 .4& ) 4." /4& 0 * 0 /: * 0 . K < P) 3 * / ( D A & < B & .. " / # X / . A . 0 . 0 + / 9 8 . < B . / 4/. & + / # EF" * ) . ." &/4& 0 * 0 /: * 0 . " / # P) ) * ) + * 7. / 0 + . ( D A & < B & . < B & . D IJ . /& ) 3 & + F . 7 D / < P) ) * ) + * 7 ( D A & < B & . / 0 + & * /. K & . " / # @A & 5 / 7.& D . . 1 . * . " / # P0 7 * 7. * )J . 0 + /. A . )6 7 . " / # U* ) . * .

42 113 .

24 33422 6 419 64 .

( / + 0 $ % & ' ( ) ( *+ ' 1 2 3 & 0 4 & % % 5 ) + 6 $ % & ' ( ) ( *+ '5& 2 5 0 4 7 & % 8 + 6 012343467 89 6 ."$ % & ' ( ) ( *+ '.% & .

42 113 .

) & *0 B C \ 6 [5 % K &+& % % +) &% & E F . ) &L % & T a R +58 + ) + ' 0 7 6 b& G & *+ '+ H & ) & 7 & % +% & E 2 5 *& . 7 + % % & U / +) &% & E F . F . 7 ( 5G & % H 5 2 0 5 6 I2 &5 ' ' ( ' 8 ( 57 + *7 5 % ( . 7 ( 5G & % H 5 2 . 8 X . 7 ( 5( *L 2 ( 7 5 % NE % 5 . ( +) & ( S + -) &L 5 E 5 % +5 T ) 5 . 8 & V 5 6 D' L ( % + -L % + J . 8 & *0 ) 6 $ & % ) + & *+ '5 + 'K &. 8 5( . 7 ( 5G & % H 5 2 0 5 6 $ % & J ( % +& ' 8 ) 5 % K &8 % 5 H 5 2 3 5 % 0 H 6 ]7 & % G & T 5L % & J ( % ++2 & ( 8 & 0 7 6 $ % & J ( % +2 & ( 8 &57 & % G & T 5 0 ) 6 $ % & J ( % +& ' 8 &. 8 &+ . 5 2 &+& % % +) &% & E F . 5 8 ( G 5 V 5 6 _L % + J & ' ' + % L % + 7 & ) & -57 3 5 *5 ) 5 0 H 6 ` 5L & % *5 . 55 2 8 & % . J & % *+ ') 5 K & 2 &3 + ' L ( 8 5 2 0 H 6 M/ +K & % +5 ' ' ( ' 8 ( % & ' ' && ' L & 8 N 7 2 + 0 7 6 O5 % 2 + '' & *L % &5 ' ' ( ' 8 ( -& *P& 2 +Q+ % ( R + . ) 5 *& . + '+ J & . 3 ++ '& . 7 ( 5G & % H 5 2 .24 33422 6 419 64 9:9. K & 2 &K && 2 &L % + L X ' 0 B C ^ 6 I' 8 NL & % J & ( 8 55% & E F . 7 ( 5G & % H 5 2 0 5 6 [N % ( +L 5 E + -+7 5 % % + 0 H 6 D*+ U 5L & % ) + + -5( . / +L X ) &G ( ' 5 % +L 5 ' ' 5 L + % 8 & 0 7 6 Y+ ) + 'G ( ' 5 **5G ( ) 5) &L 5 R 0 ) 6 D2 ( 5 'L & ' ' + 5 '5 ' L ( % 5 G 5 *. 8 &5J % 5 ' &K &5 L % & ' & .J 5 *5 0 B C Z 6 DL + . K & 2 &T + E + 0 B C ! 6 QN& % % +) &% & E F . 5' 57 5 ' 52 + E +*5 ( ' 0             ! .<= <> ?@ B C B 6 D' ' ( . ) ( ' 7 % ( U / +) +7 + 2 & E 5 0 7 6 D. 5+ L U / +' & E ( . 8 & 0 ) 6 M/ +) & ( S &) &5 ' ' ( ' 8 ( % . 8 + 0 ) 6 c % & ( . 8 &+J + % 8 &+ ) + % ) +7 5 J W 0 H 6 I2 5. + *&.

* ' 7 ./ 0 . < 9 ) 5 ( *8 . ) ' * .. ( G 2 ) 7 . .. + *C 3 2 5 * D 6. 6. 6* 5 0 + 7 * : * $ L( . ( Q 2 0*( . * 0 + 2 D 3 2 .7 0 4 2 : 5 $ B1 2+ . 4 . 6* : 5 $ R0 _ ' D 5 2 ) 7 . .6* ) = 1 : " J$ K* .( . 0* 25 + ( .* + 7 . ') 1 26. ( * ) [ *5 0 > 23 * ( 4 ." # # $ &' ' ( ) * + . A * + : * $ L= * 6. : @ . ) 7 ( * I ' ./ 0 .* ') 2 8 * '4 ( . . 2. ) * 7 ( 8 * Y * $ &. . 7 ( ( 5 2 0 I + = .4 . . . ( G . ' 3 2 ) ' * A ( + ( G 2 D 4 . * ' . * ' . .?) 2 ( 7 . * '4 ./ 0 . : : : : : : 25 2 + . 6: @ * 2 $ " # J $K* . '* A * ( Q 2 D 0 6** 3 . ) 7 *0 6*. . ' . ( 2 : 4 $ T2 4 2 '' . A * + ' 2 6. 0' 2 A . ' . . * 8 * '> M2 ( 3 . ( D = 2 > .. ( : : : : : : * + < 0 ) '. I ) 2 ' : A $ .+ 0 7 . ./ 0 . ) ' * 4 2 : A $ L.' . . > ** + * . 5 2 . ( I 2' 2 A . 63 . : @ * $ A $ B* / 0 . 8 ( 4 * : &' ' ( ) * + . < 9 ) 5 ( *8 . 3 0 . .L]^ SD= M0 6*5 2 6. < 9 ) 5 ( *8 . A * + : * $ B( ) < 0 C 6. I * : * $ R. ) 7 . 0 : 5 $ &. * ' . 24 . ' 7 ( 2 ) M . 7 . . .A . ' D7 2 4 * '5 2 623 .?' * + *4 . 02 ( Z 7 ( 6* : A $ S+ ( 8 . 6A . ( ) = 2* ' ' ( ' 7 ( * : : : : : : E. ( ** 5 . . .*V ) ( 5 *. ) 7 ( ( / 0 . . ' 3 2 ) ' M 8 .. ' 3 2 ) 4 . ' * 3 * . 64 . + . 5 . 5 = * 62 02* + 0 ) 24 . < 0 ( ) 7 ..4 . ( 2 : A $ L0 ' 7 . ) 7 *. *5 0 > * '( 4 C ( * '' . ) ( I + = . ( *4 ( ' 3 . 8 . .. . . 4 2 0 I ' . A * +. ( ' 5 2 : 4 $ N ) 2 . . 0* ) ( 8 . ) 7 . ' / 0 ./ 0 . ( 24 ... . < * : @ 5 2 6$ 4 $H0 * ) 4 262 .C6./ 0 . ( 7 **. . < 9 ) 5 ( *8 .2( ) 5 ( 4 . 24 . 7 * 4 *5 2 62/ 0 .7 * ) 7 2' . . 9 ) 7 . . 02/ 0 . ' : * $ . ( 20 ) 5 ( 2 ) M .. 63 . ) 5 = ( 4 2 : " J \ $B* '. ' M . < 0 ( ) 7 . * 8 * : : : : : : : * . 5 2 63 + . . + . ' . A * + :&' ' ( ) * + . '' . / 0 . . '4 *5 2 63 * ) = ( * : " # O $ P* '.) 1 23 2 4 . 2/ 0 . 7 2 . * ' .2. . . 6* + < 2 : " J " $ X' 7 M3 . 2 ) 2 6. . [ 2 0* 5 * A 2 0* + ( ) 4 2 : 4 $ S5 * . + . 4 25 2 6*) 2 . . ( *. . ( I + = . 5 0 > * '* 7 ( 7 0 4 . ' 2 .) *' . ( 7 ** '. 6$ 5 $ B1 2( 63 + ( / 0 .5 2 63 * . ) * / 0 ( + 2 : 5 $ W. . 5 . * 3 * G : " J U $ &' ' ( ) * + . . *7 * . / 0 . . 8 ( ' 7 * ' : A $ B( ) < 0 C 6+ = . . ' 3 . * < * . . 5 .5 = * 62 04 . A * + ( ) 4 . < 9 ) 5 ( *8 . / 0 .= * 8 . I * : * $ X' 7 *C*5 . 63 . 0* 6( < 2 :             ! 012343467 89 6 . : 5 $ . < * 4 2 '= 2 > . .. ) 7 .* 3 .' .. . < 9 ) 5 ( * 8 . .' .4 26. ' *3 2 .*. ' 7 */ 0 . + 2F2 . 6A .8 * ( ) 2 '3 * . . : 4 $ L0 ' 7 * 62 '*3 . ' . . .*. ' * 5 2 . * 64 2. . . < 2/ 0 . . + : 4 $ &+ < 0 C 625 = * 62 04 ./ 0 . ' 3 2 ) 4 .A 2 A 2 : 5 $ S4 ( . < . ) 7 . 4 ( 7 * .= * 8 ( *0 6. .. .7 0* ' 3 ( .< 2 ' 7 *60 ( 7 24 . . . . . 0 ) ( 1 2 : A $ S* ) 5 ( 1 2. * 8 *) 25 * 63 2 D * ' 3 ( . . * ' . ( I + = .

42 113 .

24 33422 6 419 64 .

' . . &A 2 0> . -& 2 ? & ' 4 ' 2 4 N I +@ + . . 1 4 -0 /D $ TI +& 0 4 + . 4 /4 &. + * 0 & & + . . & 0 &? 4 G +0& & 4 . 1 4 -# -* . +# 0. 2 6 1 $ Q+ A 2 0 4 +& 0 2? . -&) 1 2 . +. # 0 4 -. 2 6 O%. 6 # $ :&* + ) . +. +# 0. + 6 1 $ B# + 1 2 /0 . . ? ) 0 /D $ E + 4 2 ' 2 # --0 /@ . ' 0 /0 & ' > -) < # 6 $ 1 2 3 +Y-A 2 0 ? $ -1 2 3 +Y-A 2 0 1 $ # 01 2 3 +Y0 /A 2 0 # $ -1 2 3 +ZA 2 0             012343467 89 6 . 1 . &# &* . -* ) & + 6 # $ B. + 6 ? $ :3 + > 0 /A 2 0# /4 . 0+? . # -H &A 2 0 & ' V 0 && 0 < 2 4 . -. I +* 2 . 1 + . (0 . > -0 . ' 0 & 6 7 8 W $ X . ) 0-+ @ N I +1 + . 4 0 & ' > /& 0 1 & 7 8 J $ %& ' (1 + . # 0 . A 2 0-) ' 0 . + & @ 4 ' ) 6 7 8 8 $ S F. + /0( ' + . 1 + . A 2 00 ) 0& @ 4 . -%2 . +/0. ' 0-A 2 0 //. 0 0 . -. +. + 6 $ B? 0 # 0 1 4 +@ . 0 < = . + 2 G 02 /-1 . 0 4 + &. ' -54 .# $ %& ' () (* + . 0 ' -HA 2 ) . ( > /+ &0 . ) 4 & ' 6 6 6 6 6 6 6 6 6 6 ' . 0 * 0 . 00 . . 1 4 -> 0 . 0 4 P + &. 0 < +A 2 0& @ 4 . 0 # 4 ' 0 4 6 7 8 9 $ :& & 4 . 0. -. ? ) . ' 0 6 # $ %& ' 05+@ . & 0 D $ B* 4 ) /0A 2 0& & 4 & ' 4 /+ &50 G 1 0 ) 0 . N + 6 # $ R4 & 4 ' + 2-/4 < -. N + 6 OQ+ A 2 0 4 P ) . -1 . + /0 /1 2 3 &4 # 5 4 &3 /4 &1 . 0 < = . 4 -A 2 0/01 + . +& ( ? # + 6 1 $ B. + 3 0 ' +1 + /1 2 3 +2 ' + . ' +-A 2 0> 4 & 0 4 0 . ' . + @ 6 :. 1 4 + . ' 4 > -0 /A 2 0+ 1 + . @ . + & @ 4 ' ) 6 OR4 & 4 ' + 2 P ) . 0 6 ? $ %. ? ) . + . . + 2 G 0 /+ &+ . ) 0+0 . & 0 4 6 7 8 ! $ C(0 . ' 0 6 B3 + . + ' 4 * 4 1 N I + 6 1 $ TF &+' . ' 0 /6 # $ U0 & @ + . 4 & ' F . 0 & -# -A 2 ) 0 ) 0& 0* & ' + 2 6 ? $ :. 1 4 -> 0 . + /0 /# 0A 2 0 /) 2 # 4 /+ &. ' 0 6 ? $ B0 /@ . # 00 ) 0& 0 . +' . . > 0 . +# 0. . 0 ' --. . ? ) 6 $ :@ 0 & & + --A 2 0 /0 ) 0/4 && 0# 0 # 4 1 -5& 0 2* 4 ) . () 0 > # + 6 ? $ :) 4 0 & ' (+1 + /0 . 4 0 & ' (. 6 OB? 0 # 0 1 4 P ) . ' . + 1 0 . 1 + . 0 & @ + . . -@ + ) 2 K # + 6 7 8 L $ M. 0 < = . &2 /& + . /0 G @ ) 4 1 -' 2 # + 6 1 $ %) 0' . 0 < = . 1 4 . . -+. -@ 0 . 2 6 6 6 6 6 6 6 6 6 6 6 6 * 2 4 + .

42 113 .

24 33422 6 419 64 ! .

012343467 89 6 .

42 113 .

/ + 0 * . . 8 & RF RF VF R < & RF RF RF V + & VF VF RF V             ! .* 37 3 1: * B 3 8 < & ' ) 7 : 4 ( -2 0 )) / ) . . . . ) 1-.. ) + ( ) E H ( : 34 ( 3 + ) 7 ) 0: 1) 7 : E 1) * E )-/ ) : E 0 ( -7 -E 8 + & N6 3/ ) 1< ( ) : 7 3) * + 3 * E ( 3 8 7 & N6 32 0 : .( 3 0 < 7 3 8 & 2 0 )@7 )2 0 ) < & 3 * 7 )@2 0 ) + & ) 12 0 )@7 )2 0 ) 7 & -2 0 / @7 32 0 / # $& A( 2 0 )3) ( ( 37 )( ) B C * + : -D ) ( < / 8 & 9. E H+ 3 ( ( ) E -2 0 * E 3K( ) B C * + : -. : . 17 2 0 ) / -? 1S / : 8 7 & J3 7 3 . + 3 ( 7 8 # $ W & X 0 / B 0 )3 . 4 : ( 7 34 3 ( E 3 7 3 . 7 8 Y & 94 M .)1( 2 0 )-3 4 5 6 37 ) 2 0 7 8 9( 0 8 8 8 8 8 8 8 8 * . E H.* -.-B : * H .. ) B ( 17 ) = ) * ..: E ) * .4 ) ( 7 3 ( 13T 3 D ) 18 # $ U & R. -. : ./ . . + 3 * ? : ) : .7 ): * E ) ( ) .24 33422 6 419 64 # $ % & ' ( ) ) * + . ) B 0 : * E ) . 4 : ( H D 13 . ) . )2 0 ) ( 310 : E 3 8 < & R032 0 ) ( 310 : E 3 8 + & ' 0 / -* 13 ( D -+ 3 1/ B 0 .( 3 . : * / )-3 4 5 6 3+ 3 ( ( ) . : . ) B ( ) : ) 1' ( : . : 7 3 .-? ( . ) B 0 : * E ) . ..* / : .: 7 . )+ 3 * D : 7 13 .( < 3 ( : = 7 8 >+ ( ( 3 8 8 8 8 8 8 8 8 7 ) . E : + -7 32 0 )-7 * 5 8 7 & V3 * . : E 0 5 6 3 8 + & ' ( ) ? : ( 31: / D ) = ) .1: 1F + .34 ) ( ? 0 1)7 . 4 ) E H + 0 / 3 8 < & 9/ B 0 . 7 3 . + : . 4 : ( 1K4 = 8 # $ # & L M) . ) + : 3 * E ) 137 D 3 B 7 37 )+ 0 T . ) 1* -4 . F ) G E . E H+ 3 ( ( ) E -2 0 * E 3K( ) B C * + : -4 ) * .( ) ? ) ( : ( 2 0 ) / ): * + : 7 ) * E ) 8 # $ O & PH) ( ( 37 )( ) B C * + : -D ) ( < / ) 1Q & R0/ . 8 < & >. 8 Y & 93 * 7 )+ 3 / 3 + ( 1-4 / + I Y & NM . F 3) . . 4 3 * 7 ) * E ) 8 Y & 92 0 ) / )) 14 ( ) B 3) ( -. E : * 7 337 3 ) * E ) I + & 9. ) Q & V.)7 ) 4 3 : . ) 14 ( )7 : . . + 3 * E ) * E 1) * E 3B ) ( / * -) 14 ( ) . 8 & L 0 -E : E 0 7 )4 3 7 ) ( H: 14 / : + ( ) 17 ) . E : 13 . 8 7 & J3 7 3 .? ( . 1) .D 3 + C.

.. < 7 . # 4 2 @ L 0 3E 0. # . / 0 7 4 2E . / 0. 8 4= . & 3/ 7 8 4 2E 0 1 0 0 3. 37 9 4 @ '= 01 . 8 0 2 @ # $ F= 9 / G 30 2 E 4 . 5 . . 2 7 . 8 . # 0 3@ +0 / 27 3? 4 2 @ @ @ @ @ @ @ @ @ 4 6 0 # 0 < 0 ? 4 @ .0 4# 00 9 : . . 8 7 O 4< 4 32 / . 42 0 5 7 > 4E [ 6 = 7 < 4 @ < $ \. . < 7 . $ L 0 3E 0. 2 8 7 3U 5 0 = @ 0 $ W1 7 = H 40 5 4 = 8 4 / I 2 0< 4 . 34 .V. 9 0 3@ 6 $ T? 4G1 U < 7 = = 0 36 . @ %7 0 . H 0 > 4. 430 < N . 3E 7 . 2 00 3. ? 4. 8 7 2 1 0 O40 9 / = . 3B . # 4 . . 3B30 2 3. $ T. # . 8 .30 .. < H . / 05 7 2 . 8 7 5 . 8 0 < 7 30 . 30 . = H . 2 . 34 2. E 0 2 0 .= 0 7 . 8 7 1 7 < 4 I @ @ @ @ @ @ @ # 0. 8 . 7 4 7 . 2 4 @ 0 $ L 08 4 # 4 2< H 0 9 . ? 4< 4 . # 7 . 5 4 . = @ .. 8 0 .E 0 = . 2 @ 6 $ A . < 0 8 4 2 @             ! 012343467 89 6 .. < / . 4 5 . 37 9 4 @ ( ) ) $ P QRQ$ F2 2 7 . / 045 0 6 4. = 0.0 3E 0 2 ..E 7 5 . < = / 2 ? 4 & # 0 5 0 30 2 8 . / 08 00 1 0 0 2 @ # $ '] 7 2 8 0 33/ 7 8 4 230 7 4 2. 7 @ X Y Y $ P QRZ $ +. . 2 2 7 2 8 7 . / 0 = 0. # 0 .. 4 2. @ . 8 . ..5 0 6 . 40 9 / = .G44 6 M 0 8 7 5 4.0 0 2 < 7 8 .< 4 . < 4 . 20.8 .# $ %& '& '& % ( ) * $ +. 5 0 6 .0 9 : . 2 0. 7 < 4 @ FM / # 0 7 . 8 0 & . # 46 0 3. E 0 2 0 . ? 42 7 3E . 2. O0H . 0 < 0 2 2 7 8 . / 04 24 / 8 4 21 . / 0. 5 0 = 30 . 2 2 7 2 8 7 4 2. 2 @ < $ %4 . .. # 37 8 04 / 8 . 4 8 0. 4 7 8 0 @ 6 $ C D . = 8 0 . / 0E 4 # 0 34 20 < 4 0 . . 7 < 4 @ < $ '= 02 . 8 7 2 1 0 O.# 4 22 0 5 7 # 4 0 2# . 7 . 21 G 7 . . = S . # 4 2 @ 6 $ FM / # 0 7 430 < N .%. 8 7 < 7 E . @ A 4 / < 4 2 @ @ @ @ @ @ @ 0 . 6 .. $ A 0 2 7 # 7 B0 / . 27 . . 2# 4E . / 0. 5 4 0 < 0 /. $ 4J4J= H 0 6 $ = H 0J= H 0J= H 0 < $ 4J4J4 # $ 4J= H 0J= H 0 ( ) K $ F2 2 7 .. # .1 .1 . 8 . 4.. = / # 7 ..7 . > ? 4# 02 0 .E 4 2 2 01 4 7 . = 04E 0 D 4 # 4. . 7 ? 4# . 8 7 # 4 @ . 30 . / . / 0. / 0. $ A . 8 7 5 . . 8 4 @ '= 02 . # 0 /B< . 27 # G 7 . = 8 0 . 8 4B0 9 : . / . O 0 3@ < $ F3. @ ( ) ! $ A 0 0 . 30 . < 4 0 8 . 8 4 @ # $ '= 01 . # 0 & . # 37 8 0. 2= . 0 < 0 2 2 7 8 . 0 2 8 0< . & 2 0 3.5 0 # . 2 @ # $ '= . 5 4 0 < 0 /4. 7 ? 4. < 7 . 24 # 0 . # . = 8 0 .

42 113 .

24 33422 6 419 64 .

012343467 89 6 .

42 113 .

6 0 < / C C C V W 26 4 > ? 1 @ 0 2@ 9 0 = 2 = <4 7E 6 4 > <@ < 6 6 4 D <= 2 /E 6 4 E < / 0 F X 4 /2 E T /@ 4 6 D < /1 < 74 /< 9A 4 6 B < / C (5 6 2 / 42/ 4 > 9 0 6 4 7 8 9 4: .Y Z Z [= 46 4 > ? 1 @ 0 2\ ] 2 % .4 6 6 <= 46 4 > ? 1 @ 0 2A 4 6 B 2 3 C 2 % .i N/ (Ne % (/ / 0 1 2 3 422 3 D 4 6 1 2 D 0 A 28 9 4E < / / 2D 4 6 < & / % 4 / E 2 F < & / % 4 7B 6 2 1 @ < C @ < 7E 3 4 D 2 = < & / % @ < 6 6 4 D 2 74 1 D 4@ < 7<E 6 < 1 < 74< B 3 ` 8 9 <V ..-NV 2 % N3 2C C C C C C C C C C C C C 2 > 6 2 = 2 A 2@ < 77G < // 9 2 A 4 /472 @ 0 2 / C B % P 6 < @ 9 6 4 0 K C C C C C C C C C C C C E < 6 D < = 2E 2 6 D 44 c 4 1 @ < 1 D 6 2 1 = < K C C C C C C C C C C C C C C C c @ < 1 A 0 = 4 0 K C C C C C C C C C C C 3 < > <E 2 6 22 /5 4 / D 0 A 0 = 2 = 4 /6 4 2 3 0 f 2 = 2 /1 2N/ (Ne C @ % h9 4 7C C C C C C C C C C C @ < 1 A 0 = < 9E 2 6 2/ 2 0 6 @ < 70 > < j = % (@ : <8 9 44 3 2C C C C C C C C C C 4 / D 0 72 C 4 % .E ^ B 3 0 @ <2 @ < 7E 2 1 : 221 < A 4 3 28 9 4> < / D 2 C B % (E 9 B 3 0 @ 0 = 2 = 43 4 7B 6 22 <@ < 1 / 9 70 = < 6 <8 9 4= 4 A 4@ < 7E 6 2 6 C @ % (/E 4 / / < 2 /E 6 4 5 4 6 4 7M_2D 4 2 D 6 < C = % U4 7D < = < /2 / E 0 6 2 7@ < @ 2 ` 1 2 C 4 % (E 9 B 3 0 @ 0 = 2 = 41 9 1 @ 2/ 44 / 8 9 4 @ 4= 4/ 4 9= 4 A 4 6 C # $ a % & H.% (/ / 0 1 2 3 425 6 2 / 44 78 9 4: ./2 7B 0 4 1 D 2 3 0 / D 2 /2 / / 0 / D 0 6 2 729 72@ < 1 5 4 6 ? 1 @ 0 2 C # $ L % & MHNO P Q% (/ / 0 1 2 3 422 3 D 4 6 1 2 D 0 A 24 78 9 426 4 > ? 1 @ 0 2A 4 6 B 2 3 1 G <4 / D 4 R 2= 42 @ < 6 = <@ < 72 1 < 6 72@ 9 3 D 2 C 2 % S T74E 4 6 70 D 0 6 2 70 1 5 < 6 72 6 K 3 : 48 9 4: 2 A 4 6 0 29 7@ 4 6 D <2 D 6 2 / <1 <E 2 > 2 74 1 D < C B % UG <0 1 5 < 6 72 6 2 72 < /0 1 D 4 6 4 / / 2 = < /<< @ < 6 6 0 = < C @ % UG <0 1 5 < 6 72 6 2 72 < /0 1 D 4 6 4 / / 2 = < // < B 6 4<< @ < 6 6 0 = < C = % UG <0 1 5 < 6 72 6 2 7< /0 1 D 4 6 4 / / 2 = < // < B 6 4<< @ < 6 6 0 = < C 4 % S T74E 4 6 70 D 0 6 2 70 1 5 < 6 72 6 K 3 : 4<< @ < 6 6 0 = < C # $ # % & + US P C P .C % V C C C 2 / / 0 / D 0 1 = <(9 7= 4 / / 4 /= 4 B 2 D 4 /9 1 0 A 4 6 / 0 D .)2 R < 6 E 6 4 A 4 1 0 9 K C C C C C C C C C C C 8 9 42E 6 < A 2= 4 A 4 6 0 24 / D 2 6 @ 3 2 6 24< B R 4 D 0 A 2 C             ! .= 4 / 72 D 2 74 1 D <0 7E 3 0 @ 2= 4 / D 6 9 0 F G <45 < 74 C B % H: 4 > 2 7< /1 2@ 0 = 2 = 42 1 D 4 /= <2 1 < 0 D 4 @ 4 6 C @ % I < 1 2 /6 4 / 0 = 41 2J9 2= 2 /)2 6 6 4 @ 2 / C = % (A 0 / 4 0 K <= 48 9 4= 4 A 0 2E 2 6 D 0 6 C 4 % .24 33422 6 419 64 # $% & '()(* + .-.)C )NUC % V M4 7< /2A 4 6 @ < 7<E < 3 ` D 0 @ <8 9 47< 6 6 4 9A 2 6 2 = <2D 0 6 < / C V b2 /2 3 D 4 6 2 F X 4 /5 4 0 D 2 /1 2E 2 / / 2 > 4 72 @ 0 72 c 2 8 9 4 3 2@ 9 R 23 2 @ 9 1 2/ 4E 6 4 4 1 @ : 4 @ < 6 6 4 D 2 74 1 D 4@ < 7<E 6 < 1 < 746 4 3 2 D 0 A <4 1 D 6 4E 2 6 ? 1 D 4 / 4 / c 6 4 > 0 = <= 4E 6 4 E < / 0 F G < c \ ] 2 % C C C E < 3 ` D 0 @ < d d d d d d d d d > < / D 2 7< /= 42 E 3 2 9 = 0 6 C & 28 9 4 7% B % C C C E < 3 ` D 0 @ < d d d d d d d d d = 4 0 e 2 7< /= 4= 2 6 2 E < 0 < C & 4 78 9 4 7% @ % C C C E < 3 ` D 0 @ < d d d d d d d d d 5 < 7< /3 4 A 2 = < /2@ < 7B 2 D 4 6 C & = 48 9 4 7% = % C C C E < 3 ` D 0 @ < d d d d d d d d d = 4 / 0 / D 0 7< /= 45 2 f 4 6 2 @ < 6 = < C & = <8 9 2 3 % 4 % C C C E < 3 ` D 0 @ < d d d d d d d d d 1 < /2 @ < / D 9 72 7< /2/ 0 7E 2 D 0 f 2 6 C & 2 <8 9 2 3 % # $ g % & hH.

012343467 89 6 .

42 113 .

1 FQ 2 U 34 . D O / 8 40 3 < .F/ 0 1 . 9 C 45 . 440 Y F3 . C 3 . 4P 9 / 2 4 F? 4E 3[ 1 2 F1 . F1 .O . 1 > 1 F1 43 0 . 3 / H E & X. C 1 F? J F3 . 3 . 8 . 3 < 1 N 8 9 : 4 . 4 . ? 1 2 @AB3 8 4 F1 . 3 . 1 . 8 .P 9 31 C JIV ? . > / 6 4 . 4 . 3 C 1 h 1 & i3 F? . 4E 3. 33 . 3 . C 33 0 C . F3 / 4 .2 / > . 8 . 3 C 1 F3 0 C 38 4 F45 .1F4 . 3P 9 3. ? 1 2 / 0 8 4 . 35 1 . H ' kM k& ? & -5 V . E 35 1 . 1 > 4 . 4E 3R $ S N 1 ? 4 2 / 94 C . / F4 . F1 . / 0 1 2 314 5 6 7 48 9 : 1. N . 4 0 4 F3 5 3 . / 0 1 2 31O . C 3E 4P 9 31 3 . . > 4 . 4 2 9 6 e 3 . H ' T]& 3 & *5 4 > 42 4 < 4.8 9 2 C 1 . / .. 1 . 1 ? 1 2 U 4 . 3 0 C 1 . C 1 Q F35 4 9 8 41 8 3 / C 1 .3 W / . 3 . C 1 E 40 3 < .P 9 1 / . H 8 & X2 3 . 1/ F3 0 . C DE 31 8 4 . N 3 F8 1 . C 48 4 F1 C . & -.24 33422 6 419 64 . 3 . 3 . 3 > 4 2 C 1E 43 .2 1 8 9 0 1 . J 8 9 2 4KLM N F9 / C 4 . 1 FQ 0 4E 3P 9 31M 0 < 2 1 C 3 . 1 6 e 3 . / P 9 3 8 / F3 0 C 41 / 0 E 1P 9 35 4 .0 7 4 . . 4 > 1 . 1 F> D .5 . H 3 & *. 3 3 0 8 U / E 1 . 35 4 E 3E 3 / W 1 . 1 > 4 N 9 FX. 3 0 C 1 .> / . / 1 . F1 . 3 / . = 0 C 3 . H H H H H N 0 / 0 < 9 J F3 0 C . .0 4. D0 41 8 1 F5 1 F3 0 C 4 H ' kM k& 8 & I1 E 1F1 / . 1 / .1 8 9 .. a 1 & 8 9 : 1_3 FP 9 3 ? & 1P 9 3_P 9 3 8 & E 1P 9 1 2 _P 9 3 E & 18 9 : 1f0 1 .c c c c3 90 7 41 8 . 3 O 3 . C 1 6 7 4E 3. . 3 H H H H H 3F/ FH ' T]& E & )4 0 C . P 9 3 8 / Q F3E 4 . 44 9 C 4 0 4 H 3 & *? 4 FO . E 4 # $ % & ' ()*+ $ . 7 4 5 .C . 1 H H H H H 5 3 . 1 > / E 7 4 H ? & M 0 O 4 .c c c c/ F5 4 . 1 0 E 3F1 0 / O 3 . 3 E / C 1 > 1 b N 1 . 3 2 / < / 4 . 3 / . 1 ._b -5 . 0 1 C / > 1P 9 31 5 . C 1 N 1 4. 4 1 2 3 0 C .8 U 3 < 1 . E 32 4 9 > 1 . . 1 F0 41 3 . H # $ S & ' -H \ ]^H _ T`T& I1 . C / 9Z< .0 3 < . C d 0 8 / 10 4 . J 8 9 2 4KLM M 1 . b N . / . J 8 9 2 4KLM M N 5 4 / . 3 O 3 ./ 2 G 8 / C 4 .0 4 . 1 FF1 / .E 12 G 0 < 9 1 H 1 & I4. 3 < = 0 8 / 1> 3 . 4 H E & )9 . 1 F. 3 . . 3 & 1P 9 1 2 fP 9 3 # $ R & ' [ g M )H \ ]^H + g [ & (9 1 2 11 2 C 3 . 4 5 4 . 3 . H 1 & nF9 / C 4C 1 . a _b -5 . 4 9 Q F34O 1 C 4 H ? & X.0 1 . N 5 3 E / 13 . 38 4 F5 2 3 C 18 4 . 3 < = 0 8 / 1> 3 . 1 N 3 FO 3 > 3 . . 1 . P 9 3 8 3 9E 3 H H H H H ' T]&             ! . 1 F5 . 4 H 8 & T1 F? J F/ 0 O 4 . 5 3 8 C / > 1 F3 0 C 3 N 5 4 . 1 H H H H H H . . 4 8 3 E 3E 3? 4 1D . 4 . 3 0 C 1. 3 H # $ ! &' j-k-l M im*&-.

012343467 89 6 .

42 113 .

= 6 7 8 : 6 I 1 8 :0 / J = 0 7 0 =:8 CD : 1 < 3 6 < 03 7 : 6 < 0 7 8 C0 6 < : @ -. 3 G B 3 9 : 1 @ 7 % Y R :0 / / 0 /: /9 : 8 /D 1 8 6 7 T D 8 : /0 CJ = 0/ 0. : 1 C0 8 F G B 0:C0 =9 0 / D 1 0 H :D : 1 < = 9 : @ ? 6 . / 0 1 2 031 0 4 5 6 7 8 39 : /2 0 1 . 8 6 0 C: /< 8 D : /9 :3 2 0 6 < = 1 0 8 1 :0 9 :< 1 3 . 0 1 07 : C:: /< 8 D : /9 :3 2 0 6 < = 1 0 8 1 : 09 :< 1 3 . 1 3 / 01 0 0 / 7 1 8 < 30 / < I7 : C31 0 4 5 6 7 8 37 : 1 1 0 < 30 C> 3 % ? 3 D 0 6 3 / . % Y R :0 / / 0 /: /9 : 8 /D 1 8 6 7 T D 8 : /3J = 0/ 01 0 . = 6 9 3 C0 6 < 3 C: /< 8 D : /9 : 3 2 0 6 < = 1 0 8 1 :09 :< 1 3 . 3 G B 3 9 : 1 @ 0 % Y R :0 / / 0 /: /9 : 8 /D 1 8 6 7 T D 8 : /D : 1 J = 0/ 09 0 . 3 G B 3 9 : 1 @ 9 % Y R :0 / / 0 /: /9 : 8 /D 1 8 6 7 T D 8 : /9 0J = 0/ 03 G = 9 06 : /< 8 D : /9 :3 2 0 6 < = 1 0 8 1 :0 9 :< 1 3 .24 33422 6 419 64 # $ ! % & '()* +. % ? ? 3 D 0 6 3 / 7 % ? ? ? 3 D 0 6 3 / 9 % ? 0? ? ? 3 D 0 6 3 / 0 % ? L ? ? 0? ? ? # $ $ % & '(M * ! N % O3 /3 G < 0 1 3 P Q 0 /. 0 8 < 3 /6 31 0 9 3 P R :9 3. 1 3 / 0 /1 0 0 / 7 1 8 < 3 /6 : /8 < 0 6 /3/ 0 4 = 8 1 > ? @ AB 3 C3 1 0 C: /: /8 6 8 C8 4 : /9 0B 8 D E 7 1 8 < 3 / @ AB 3 C3 1 0 C: /3 : /8 6 8 C8 4 : /9 0B 8 D E 7 1 8 < 3 / @ ? ? @ ? 6 . 3 G B 3 9 : 1 @ S& G 8 6 B 3 /# U V % L C0 9 8 3 6 < 0: 0 CD 1 0 4 :9 :D 1 : 6 : C01 0 G 3 < 8 2 : L 3J = 0/ 03 D 1 0 / 0 6 < 3? WA-(()'KX > 3 % Y R :0 / / 0 /: /9 : 8 /D 1 8 6 7 T D 8 : /7 = Z : /D 3 1 [ C0 < 1 : /9 0 G 8 6 0 8 3 C: /< 8 D : /9 : 3 2 0 6 < = 1 0 8 1 :09 :< 1 3 . : 1 C0 8 F G B 09 :C0 =9 0 / D 1 0 H :D : 1 < = 9 : @ ? ? ? @ -. 3 G B 3 9 : 1 @ . 1 3 / 0S )/ / 0 /9 : 8 /D 1 8 6 7 T D 8 : / 0 6 7 3 1 6 3 CF / 06 : /< 8 D : /9 :3 2 0 6 < = 1 0 8 1 :09 :< 1 3 .% -. 3 G B 3 9 : 1 @ \]^]_` ab de fA gO # !A d #A f #O g #A # ! #K d NA f NA g NO # ! NK d VK f V A g Ve # ! V) d he f hO g hK # ! hK d dO f dO g dK # ! dO d fA f fK g fO # ! fA d gA f ge g ge # ! ge f !K g !A # ! !A # $ !O f $A g $K # ! $e # $ $O             ! . : /9 3 /. = 6 7 8 : 6 I 1 8 :0 / J = 0 7 0 = F / 09 :8 CD : 1 < 3 6 < 03 7 : 6 < 0 7 8 C0 6 < : @ K.

012343467 89 6 .

42 113 .

m / 01 2 3 4[ nW > a _ : >1j : o : >I 1 F 1 ?9 8 k 1 2 9F D 3 1 2 9F 1C 9 D E 419 8 k 1 2 9D B F D 3 1 2 9F 1I 1 E E 9 4 J p E E 9B Y 9 O3 1 E I 1 D 2 4 F 9B 44 L 2 1 3 B 4 2 D 7 4] H I 9 D E4 k T F 4 B 2 1OI 1 E E 9 4 H F 1 7 1 B F 9G T B C D 9 B 4 3 C 9 ?99 8 k 1 2 9 D B F D 3 1 2 9 J [9 3 3 D @ D B F 9 \ qB 2 r B D 9F 1 D ` 9 TF 1I 4 @ 4 3 4 94 k T F 4 B 2 19 B 2 1 ?J . j < > : > H B 4L 1 2 3 4a H E D @ B D G D C 4M D B E I D 3 4 3 N H M E 9 3 7 1 3 N H E 1 B F 92 3 4 B E D 2 D 7 9F D 3 1 2 9 J 6 C 1 3 2 9 H I 9 3 2 4 B 2 9 H OM 4 E I D 3 4 7 494 3 I T 3 9 N J g 1B Y 94 9 /             ! #$%&'()*+ $. . s / 01 2 3 4q 67 1 3 8 9j > W l W > < >I 1 F 1 H B 9 3 ?4 L ?1 B 2 1 H F 9 D E9 8 k 1 2 9 E \ T ?F D 3 1 2 91T ?D B F D 3 1 2 9 J KY 9 4 F ?D 2 1I 4 L 4 7 3 4 E9 T1 ` I 3 1 E E t 1 EF 1D B 2 1 B E D F 4 F 1 H B 1 ?4 C 1 D 2 4b c W9 Ta _b c W J [9 3 3 D @ D B F 94 G 3 4 E 1F 49 I X Y 9: H 2 1 ?9 E \ u 3 1 G D 3 91 E 2 T F 4 3 42 3 4 8 4 L R 4 3 J qI 3 9 7 1 D 2 9I 4 3 4L 1 ?8 3 4 3 U T 1 H E 1B Y 9 R 9 T 7 1 3 4 3 2 D @ 9B 9I 3 D ?1 D 3 9C 9 ?I L 1 ?1 B 2 9 H B Y 9I 9 F 1R 4 7 1 3 B 9E 1 @ T B F 9 J v9C 4 E 9F 4 4 L 2 1 3 B 4 2 D 7 4] J . / 01 2 3 4{ 67 1 3 8 9: . . < . : > H C 9 ?9E 1 B 2 D F 9F 1M 3 T 8 3 D C 4 3 N H M 4 E E D B 4 3 N H O2 3 4 B E D 2 D 7 9F D 3 1 2 9 H 9U T 1E 11 ` 1 ?I L D G D C 4B 4L 1 2 3 4 Q J 6@ 4 8 4 3 D 2 9O49 I X Y 9]I 9 3 U T 1 H 4 L D H V < . : >2 1 ?9E 1 B 2 D F 9F 1M 4 L ?1 k 4 3 N H U T 4 B F 9 H 1 B 2 Y 9 H 1 ` D @ 14I 3 1 I 9 E D X Y 9: H U T 1B Y 9G 9 D T E 4 F 4 J .24 33422 6 419 64 . j < > : > H B 49 I X Y 9: H E D @ B D G D C 4M D B E I D 3 4 3 N H M E 9 3 7 1 3 N H I 9 3 D E E 9O2 3 4 B E D 2 D 7 9 F D 3 1 2 9 J K4a H E D @ B D G D C 4 B F 9M F 1 E 1 k 4 3 N H I 1 F 19 8 k 1 2 9D B F D 3 1 2 9 H U T 1Ofl : ^: J 67 1 3 8 9V < . . _ Q W a W ] W >E Y 92 3 4 B E D 2 D 7 9 E D B F D 3 1 2 9 E P 9C 1 3 2 9 H B 49 I X Y 9] H OM 4 93 1 @ T L 4 ?1 B 2 9 N J 67 1 3 8 9< >I 1 F 14I 3 1 I 9 E D X Y 9: H B 9 E 1 T4 F k T B 2 94 F 7 1 3 8 D 4 L F 1L T @ 4 3 P 4 E E D ?H B 49 I X Y 9a H 9C 9 3 3 1 2 9OM eg 9 T4 / E T 4C 4 E 4 N J 6 @ 4 8 4 3 D 2 9O44 L 2 1 3 B 4 2 D 7 4QI 9 3 U T 1< ^j d < ] : > H E D @ B D G D C 4 B F 9M 4 C 4 3 3 1 2 4 3 N9 TM I 3 1 E E T I 9 3 N H O 2 3 4 B E D 2 D 7 9F D 3 1 2 9 J [9 E 2 T ?4 y E 1T E 4 3 H D B F 1 7 D F 4 ?1 B 2 1 H 4I 3 1 I 9 E D X Y 9W ^J z7 D 2 1 y 4 J . w / 01 2 3 45 67 1 3 8 9j > _ ] W a W > H C 9 ?9E 1 B 2 D F 9F 1M F 4 3 D B x C D 9 N H 1 ` D @ 14I 3 1 I 9 E D X Y 9: P B 4 4 L 2 1 3 B 4 2 D 7 4: H F 1 7 1 y E 11 E C 3 1 7 1 3 M eC R 4 ?4 F 4 N J $Q W a W ] W >1a W . i / 01 2 3 4[ 67 1 3 8 9: . = < >2 1 ?3 1 @ A B C D 4 EF D G 1 3 1 B 2 1 E H F 1 I 1 B F 1 B F 9F 9E 1 B 2 D F 9 J K4L 1 2 3 4: H 1 L 1 E D @ B D G D C 4M F 4 3 4 E E D E 2 A B C D 4 N H I 9 3 2 4 B 2 9O2 3 4 B E D 2 D 7 9F D 3 1 2 9 P I 9 F 1 H C 9 ?1 E E 1E 1 B 2 D F 9 H 2 4 ?8 O ? E 1 3 2 3 4 B E D 2 D 7 9D B F D 3 1 2 9 J K4L 1 2 3 4Q H R ST ?1 3 3 9I 9 3 U T 1 H C 9 ?9E 1 B 2 D F 9F 1V W > H 4I 3 1 I 9 E D X Y 9 :O9 8 3 D @ 4 2 Z 3 D 4 J [9 3 3 D @ D B F 9 H 2 1 3 1 ?9 E \ KY 9U T 1 3 94 E E D E 2 D 3 41 E E 11 E I 1 2 S C T L 9 J K4] H E D @ B D G D C 4 ^_ > : > H 1 ` D @ D B F 9 H 1 B 2 Y 9 H 4I 3 1 I 9 E D X Y 9W ^J K4a H 4I 3 1 I 9 E D X Y 9:U T 197 1 3 8 9I 1 F 1E 1T B D T 4 9:F 9I 3 9 B 9 ?1: b c W d W H F 4 B F 99 3 D @ 1 ?eI 4 L 4 7 3 4f b c W d Wg 4h4 U T 1 L 1 / J ./ 01 2 3 45 67 1 3 8 9: .

012343467 89 6 .

42 113 .

)Q : ) ( ) : ' & ( R . 4 / 8 0 & 2) /1 2 & .c ( ) . 7 ' 7 /7 8 0 7 ( & ' / 9 4 & 0 7 8 0 /4 ( & 0 7 : ) ' 7 /0 // . & 2: / 54 I & 5& 8 ' /. 7 ' 7 / . < & . L *2 . 7 . ' X: & ( ' )4 / ( 1 2 &/& ( . < & . 3 /)4 & . < & . ' 7 / 8 X ( 7 / ` G ]. & 6 ) 9 . ))) I K 2 Q 5G #$ %& ' ( )* P. 1 2 & : 7 N 5&0 /' ( ) . ) 0 )4 & I /7 8 c 7 8 7 ' 7 / 9 c 7 : ) 8 0 //& ( . : / 9 / 2M ( & & 8 7 N /0 &1 2 &O ) 7 ) 2 5( 7 . /J Z C h = F.F ? J D F > = F&? C Y Z ? J ? F 9 . /J Z C h = F& . 3 /0 &/ . X ( 7 / 9 / 2 9 : / 5/ 4 ( / 8 / 57 8 ) I 9 H3 /' &I & 5. /0 & . 7 . ) 4 ) ( & : & 2 G ]/ 4 . & K 2 7 8 ' & . 4 / . . 6 & ' /0 7 ( & ' /&/ . &b8 ) .. 3 /= 9 F ? C f D g > ? F& 1 2 7 ) I &)_ 0 ) ( ( & . / . / )&: / 7 . & 8 ' 7 0 /0 & _ ) 4 & I 7 0 ) ( ` 9 _ 1 2 ) I 7 c 7 : ) ( ` 9 & I &Q7 8 0 7 c & ( & 8 ' & 5& 8 ' &' ( ) 8 . 6 & ' /: / 5/ 2. .4 & 8 .( & I ) ' 7 / .& 8 / I & 5/& 54 ( & K /0 &4 ( / 8 / 5& . & ( : / 54 I & 5& 8 ' / 0 && ( . : / G P.& ( . 7 .24 33422 6 419 64 " # $ %& ' ( )* +. 9 /1 2 &/ : / ( ( & 8 )) I ' & ( 8 ) ' 7 )J G */ ( ( 7 K 7 8 0 / L M ( & & 8 7 N I O &1 2 &O ) 7 )2 5( 7 . /= S T C = F G " U $ %& ' ( )* H)/ 4 . ) I O / G */ 5/4 ( / 8 / 57 8 ) 7 . 7 . /) : / 8 ' & : & 8 ) . ) I )0 && 8 ' ( & 7 . ' / 2 N 8 / . G */ 5/. 3 /= G */ ( ( 7 6 ) N . /J ^ = W= F 9 : / 5/. 3 /= 9 4 / ( 7 . ' &0 /5& 2) 8 7 & ( . 4 / 8 0 & ( ) I K 2 5): / 7 . && ( . 9 ' & 5/ . ' )&) .= / 2> ?@ A . /' ( ) 8 . ' )1 2 & . . 7 ' 7 / 7 8 0 7 ( & ' / G +: & ( ' /Q_ H7 8 K 2 Q 5( & . &0 & &c ) B & ( Q/ . ' < & . . ' &/5& 2) 8 7 & ( . /V ? WE F = F& .& B & . /J D Wf = F ? J ? F4 & 0 &)4 ( & 4 / . 7 ' 7 /0 7 ( & ' / G */ ( ( & . 7 .0 & .0 7 ( & ' / . ' 7 : )0 & . 7 8 K 2 I ) ( G */ ( ( 7 K 7 8 0 / N ) . G M / ( & [ & 54 I / L P. // : / ( ( & ' /Q_ ]c & . /V ? WE F = F 9 ) I 7 9 8 3 /Q4 ( / 8 / 57 8 ) I 9 0 & & 8 0 //.0 &Y Z ? G H)o I ' 7 5)) I ' & ( 8 ) ' 7 ) 9 = C f T F = F 9 1 2 & . 7 . /? C l D F m = F n C ? & [ 7 K &)4 ( & 4 / . ) ( 7 ' / 9 /& ( . ' X& 54 ( & K ) 0 /: / 5/' ( ) 8 . 6 & ' /7 8 0 7 ( & ' / 9 : / 5) . & ( ) ( )( & K b 8 : 7 )0 /& ( . ./ 4 . ' )52 7 ' /0 & . 3 /& 51 2 &) 4 ) ( & : &/4 ( / 8 / 5& ( & I ) ' 7 / G H/: ) . 7 ' 7 /0 7 ( & ' // 2' ( ) 8 . X ( 7 / G # \ $ %& ' ( )] +& ( .7 8 0 7 ( & ' / . ) ( & 5) I K / G H)) I ' & ( 8 ) ' 7 )J 9 1 2 &Q/K ) . ( ) . ' ) . / )8 3 /4 / 0 &.0 2 ) . ' 3 /4 & 0 & 5/ . ' 3 /& ( ( ) 0 ) . .: / I / : ) ( ' ) 5. )7 8 & ( . 3 /: / 5& .C D E F ? $ G H3 /4 / 0 & 5. . ' )1 2 & . 4 7 ( ) ) . /0 )/ ( ) . & ( 0 7 ( & ' / 9 / 2. &4 ) ( )_ +: ) ( K /)1 2 &' 2) . ( ) ( ) I K 2 5): / 7 . 9 4 ) . 3 /J& . 7 ' 7 /0 7 ( & ' /&7 8 0 7 ( & ' / L ( & . 7 K 8 7 c 7 : )_ ) I 5& 6 ) ( ` 9 & [ 7 K &)4 ( & 4 / ./ 4 . / 9 5) 7 . /F ? C f D g > ? FQ ' ( ) 8 . 9 4 / 7 . ' 3 / 9 /& ( . & 54 ( & 4 / . 3 / 8 / ( 5) I 5& 8 ' &' ( ) 8 . & 2. 7 ' 7 /0 7 ( & ' /&7 8 0 7 ( & ' / @ I & 5. ' && ( ( /0 &( & K b 8 : 7 )4 / ( 1 2 &/V ^ ?8 3 /4 / 0 &.: / 50 / 7 . 6 & ' /0 7 ( & ' /&7 8 0 7 ( & ' /: / 5( & I ) . 7 ' 7 /0 7 ( & ' / G a .1 2 ) ' ( /1 2 & .& 51 2 & ) 4 ) ( & : &/& ( . ) 5)& [ 7 K 7 ( )4 ( & 4 / . & 54 ( & 8 )' & ( : & 7 ( )4 & . & ( 2 . . 2 6 & 7 ' / G +1 2 & c 2 8 : 7 / 8 ): / 5/' ) I Q)/ ( ) .4 ( & 4 / . ) I O / G +K ) ./ . & 54 ( & 4 / .=&> G H)= 9 & [ 7 . 7 . .)4 & . ))) I K 2 Q 5$ G P. ' ))1 2 && I &: / 54 ) ( & : & 2c / 7 i ' 7 5) ` G jD C h = F4 & 0 &> ? k : / ( ( 7 K 7 8 0 / L +I 7 ( / 0 &1 2 && I &K / . &K ( 2 4 / 9 / 8 0 &4 / 0 & 5/ . ) 0 / . 3 /= 9 /& ( . & ( /. 3 / G */ ( ( 7 K 7 8 0 / L H3 /I & 5. & 8 ' 7 0 /0 &_ : / 8 / : ) ( ` 9 Q' ( ) 8 . . & . 3 / L *O ) 5& 7 N /A. ( ) . 3 /> ?G M / ( & [ & 54 I / L P. Q 5/& ( . 3 / G d/1 2 &. ) ( 7 ' /Q) I & ' ( )J4 / ( 1 2 &/& ( . ' )) ` 9 1 2 ) 8 0 / 9 & 8 ' 3 / 9 Q' ( ) 8 .E&J G # e $ %& ' ( )* H)/ 4 . G + 1 2 &. 3 /f D F 9 1 2 &) 4 ) ( & : &) 8 ' & . 1 2 & : 7 /' ( ) . 6 & ' / .6 X c / 7 4 ( & & 8 : O 7 0 / ` G             . / )0 /. ' / 2 N 5&) : ( & 0 7 ' ) ( 8 ) 1 2 7 I /& *2 .

012343467 89 6 .

42 113 .

T S D P H U H V D Q W S R0 & 8 &G . @ I ) A5 8 / 5 ) AI ) 3) 5 A) . RJ . @ I 1' ( ) < ) 4 ` 13&( & N & ( 5 7 Y6 & ( < 1H Q B . & ( ' )0 1 ( ? @ &D S G H Q D Q B 2 )N ( ) A & B A 5 9 2 5 N 5 . & 2 ' 18 &. T X Q DJ . 5 )8 16 & ( < 18 )1 ( ) = > 1& 3? @ && 4 &A & & 2 . S 7 C)E B 10 ( 1 2 1 3&U q RA @ < A ' 5 ' @ 5 2 > 11. 1 2 ' ( ). 1 31' 1 8 1 A) ? @ & 4 & A? @ &5 2 8 5 . T X D Q' & 3 . . d R S S . L ) .G Q . @ I ) A) ' 5 ' @ 8 & A $ 7 C)E B U . ) 331 6 5 3& 2 ' 1 B 8 5 ( & = > 1J . 1 2 ' ) ( ) 4 9 @ 3). ) 2 & ' ))? @ ) 4 2 > 1N @ 2 . 1 ( ( & A 0 1 2 8 & 2 8 1)U q R 7 C)P B . 1 ( ( & A 0 1 2 8 & 2 8 1). ( & 8 5 ' & 5 7 J K& I ) L I ) 3) 5 A) . 1 30 4 & 3& 2 ' 1 J 1A & @< ( ) = 1 $ B 3) A) 0 & 2 ) A10 1 A A & A A 5 6 1S R . D U B 0 1 ( ? @ &10 ( 1 2 1 3& B 2 & A A )N ( ) A & B /1A @ I & 5 ' 18 )1 ( ) = > 1 B 2 > 10 1 8 & 2 8 1 ' & ( 1) . 1 5 A ))) 4 9 @ / 3i & A A ). ` & 9 ) ( B 8 5 ( 5 9 5 ( O A & B & 2 . ( ) A & 7 ]1 ( ( & = > 1 L ^4 &' ( 1 @ k &@ 3). ) A 1 B )0 ) 4 ) 6 ( )U q R/) 8 I @ 2 ' 1 ) 8 2 1 35 2 ) 4 B &2 > 11 < I & ' 15 2 8 5 ( & ' 1 7 C)Z B DD \H r D/1 < I & ' 18 5 ( & ' 1 B )A @ < A ' 5 ' @ 5 = > 1/0 1 ( D B & 2 > 1U q R L K5 A 5 ' 1 @ O )2 1` 1 A 0 5 ' ) 4 7 # # $ %& ' ( )o o0 ) 4 ) 6 ( ). ) B & 2 ' > 1 B ) 2 ' & A8 10 ( 1 2 1 3&( & 4 ) ' 5 6 1E . QJ 0 1 ( . ) A 1 B & 4 &A & ( _4 & 6 ) 8 1)) 4 9 @ 34 @ 9 ) ( 7 sA ) O A & B & 2 ' > 1 B D . 1 5 A ) $ B &2 > 1Z R 7 ]1 ( ( & = > 1 L Y` 1 3& 3)? @ & 3) 4 @ 8 5 31 A2 ). Q/1 < I & ' 15 2 8 5 ( & ' 1 B . 1 311 < I & ' 18 5 ( & ' 110 ( g 0 ( 5 1h . X D Q0 & 8 &E . 1 2 ' ( ) B 0 1 8 &6 5 ( ) 2 ' & . T Z R 7 # t $ %& ' ( )u vR d R Q H Q W S R0 & 8 &)0 ( & 0 1 A 5 = > 1D B ? @ &N 5 . ) ( ' )/5 2 1 . 1 5 A )6 ) ( ( 5 8 ) B 1 @A & I ) B 1 < I & ' 18 5 ( & ' 1 B 0 1 ( 5 A A 1A & 30 ( & 0 1 A 5 = > 1 7 # m $ %& ' ( )* cS S H S X H Q B 2 )1 0 = > 1D B 0 & 8 &0 ( & 0 1 A 5 = > 1J )? @ &) A A 5 A ' 5 31 A $ 7 cS G H Q D Q B 2 )P B 0 & 8 & 0 ( & 0 1 A 5 = > 1J )? @ &) A 0 5 ( _ 6 ) 31 A $ 7 nH S D Q2 )E2 > 10 & 8 &0 ( & 0 1 A 5 = > 1J ? @ &6 5 A & 5 $ 7 o4 & ' ( )Z & A ' _. ) 35 2 ` ) ( O A && ' . T Z R2 > 10 1 8 &A & ( @ A ) 8 ). . 1 5 A )/1h . )D B &2 > 1 R \L )? @ &N @ 5 1 2 ' & 37             ! . 5 1 2 ) 7 C)l 4 ' 5 3) N ( ) A & B 1h . 1 36 & ( < 1 A? @ &0 & = ) 3)0 ( & 0 1 A 5 = > 1D 7 C1. SD T H \D H S C)1 0 = > 1D /1 < I & ' 18 5 ( & ' 1 B .G D H /1A @ I & 5 ' 18 )1 ( ) = > 1 J K& I ) L M & @0 ) 5 8 & A & I )N ) 4 ) ( O 2 1 A $ 7 C)P B Q R S G . ( & 8 5 ' & 5 & 3A @ ) A5 8 / 5 ) A $ # a $ %& ' ( )] Y& ( ( 1& A ' _2 )1 0 = > 1E0 1 ( ? @ &16 & ( < 1D U .24 33422 6 419 64 # ! $ %& ' ( )* +. R/). & 8 5 8 18 &0 ( & 0 1 A 5 = > 1 7 C)4 & ' ( )D B E . R $ 7 ^A ' _& ( ( ) 8 1jh . 7 $ 0 & 8 &)0 ( & 0 1 A 5 = > 1D B &2 > 1R \B 2 1 ) 8 I @ 2 ' 1) 8 6 & ( < 5 ) 4 8 &4 @ 9 ) ( 7 w( ) ' ) 2 8 1 O A &8 &@ 30 ( 1 2 1 3&( & 4 ) ' 5 6 1 B ) 2 ' & A8 & 4 &N 5 . Z H Q0 & 8 &)0 ( & 0 1 A 5 = > 1DJ ) 4 @ 8 5 ( )) 4 9 @ 3) . . i 2 & A A &. )e A 1 ( 6 & ( f B A & 2 8 1 B 0 1 ( 5 A A 1 B ' ( ) 2 A 5 ' 5 6 18 5 ( & ' 1 7 # p $ %& ' ( )* B D . & 2 ' & 7 # b $ %& ' ( )] cd D S X D Q W S R0 & 8 &Z R B 0 1 ( 5 A A 1A &8 5 [e 8 )? @ ) 4 & 4 &A &) N ) A ' 1 @ f 7 Y6 & ( < 1E . @ I ) A5 8 / 5 ) A $ 7 Y9 ) < ) ( 5 ' 1/)4 & ' ( )Z@ 3)6 & [? @ & D E Q R Z H X D Q0 & 8 &R \7 ]1 ( ( & = > 1 L ^A ' _4 _N 1 ( )1` 1 3& 3& 3./0 ( 1 2 1 3&( & 4 ) ' 5 6 1 7 *& 0 & 2 8 & 2 8 18 )( & 9 : 2 .

012343467 89 6 .

42 113 .

@ >E . V 3 . F G >AH b0 ' . ) ' ( > 4 1 > /*) ' > ? . @ >. ) ' ( > 4 1 > /* ) ' > ? . *m * ) . ?>@ ' ) 5 >7 A B C 9 D' E '*) ' > ? . ( . N . 3 E .*) . ( '] A D A 4 *3 G >? ' ) I 2 'l * i **. ?> 5 i ' ( > ?. ) *N ) * ? ' 4 ? . @ > . ( >E *> ) * F G >Q8 9 v 9 7 A B8 9 M 7 W 9 D 9 B B A 8 6 B 4 '>) > 3 > /'*? ' ) 2 ? * E > 4 ' 3 ( G > 4 3 G >> E ' ) . ( *O t 91 > /> 1 > /0 ' /' 3 ( > J Ku 3 . @ >E . *' 0 ' ?I 2 '* 3 * 0 . /. ) ' ( >> 2( ) * 3 ? . ( 2 ) * % J c9 :S D A D 4 ? ' />) > 3 > /' [ ( > 3 > 4 Q( ) * 3 ? . ( '*) ' > ? . * E > ? 4 * >' ? ' ( [ 1 2 0 > J #% &' ( ) *\ K@ ' ) 5 >M :] O M C A D3 G >' E '9 :4 1 > />? ' 3 ( . ( '8 9 J d9 L 9 D M DH ^ 1 > 3 ( * ) _ % Q( ) * 3 ? . ( . /' . F G >A Y m ) ' ? . E > 4 ( ) * 3 ? . F G >C 6 :J K1 ' ) ( >Q^ 3 * /> ) * @ ** 0 V 2 Q /_ J # ! % &' ( ) *\ . F G > 9 :H 6 7 8 9' I 2 . f ' ) AA O | = o :J             ! . ) ' ( > R 3 G >> 1 > 3 N 2 3 E *1 > /D 9 L 9 D M D e B 9H ^ N * f ' ) ) ' N ' ) g 3 1 . @ >E . @ >. E . ? ? G > 4 0 . E Q . ) *N ) * ? ' 4 ' 0 *N . @ >E . @ * J s6 O 6 C A D' E '9 :4 > ) . ( . @ * 0 '*9 :< = 9 % J K@ ' ) 5 >8 9 B C 6 7 L M A D' E '*) ' > ? . 3 E . 1 *X 9 D J P? ? . /> 4 > ) I 2 '>? 2 i ' . ( . F G >A J +> ) ) ' F G > Y P? ? . ?3 >E > /. ) ' ( > 4 3 G >* 1 ' .*0 ' ( ) *A k >1 ' ) ( >Q^ +l ' V * ) ' . 3 V > _ J . 3 E .*S 4 >@ ' ) 5 >] 9 8 M D' ? ( [/* 0 ' /) ' V * E > 4 > . 1 * 3 E >^ E * ) . 1 ' 3 F * J +> ) ) ' F G > Y m ' E . V 3 . F G >A R O t 9I 2 ' ) E . /4 ' E '*) ' > ? . 3 E . ( '*@ > f* ? ? . ( . G >E *3 > . N . ) ' ( > 4 > . * _ % J h< = 9 O 9M 7 C M 8 9 7 W 9Q> 5 i ' ( >E . ) ' ( > 4 3 G >* E /. *E '' ) /. ? ? > >V * 5 * ) . ? ( . ? ? >E ' @ ' /> ?2 ? * ) 6 7 8 9 J s6 7 X M 8 A DQ( ) * 3 ? . 3 E . ( ' /1 > ) ) ' ( >Q>u 0 ( . ) ' ( > Y 6 J {S 9 8 9 C 9 DQ( ) * 3 ? . @ >. ) ' ( > 4 3 G >* E /. ? * ? ? ' /*? . f ' ) 8 9C = n A BM 8 o M A BH pE '? 2 * ?. 1 *^ V > ? ( * ) _ R 3 *? ' V 2 3 E * 4 ^ E ' ? ' i * ) _ J K @ ' ) 5 >7 A :6 D A D3 G >* E /. ) ' ( > ? 4 >I 2 'Q ' ) ) * E > J z7 W 9 7 8 9 D' E '> 5 i ' ( >E . ?? . ( . ( 2 * F G > J K@ ' ) 5 >8 M B C 6 D 8 A D' E '*) ' > ? . ?3 G >* E /. 1 >. 3 * E *' 0 >< = 9 R *S 4 ' 0 >< = 9 T*8' 0 > A< = A O J # U % &' ( ) *P . ) *0 * 1 2 3 * 4 1 * 5 ' /6 7 8 9'9 :< = 9 4 > . > _ 4 ' E '*) ' > ? . /' . * ? % J # q % &' ( ) *r K@ ' ) 5 >A B ] M D A D 4 ( ) * 3 ? .*0 ' ( ) *A 4 I 2 'Q>V * 5 * ) . 3 a 1 . /' . E . *? ' ) 9 = 4 I 2 '* ( 2 *1 > />? 2 i ' . ( ' _ 4 > 2m ) ' ? . 1 * ) . ( > 4 >@ ' ) 5 >A B B M B W M DQ( ) * 3 ? . G >E *3 > . E >E '^ * 1 * ) ) ' ( * ) _ J `D 6 C 9 8 9 D 4 ? . F G >8 9 4 1 * 5 ' 3 E > 4 ' 3 ( G > 4 3 *N ) * ? '8 9< = 9'8 6< = A O J P0 ' ( ) *AQ' 0 . ( >Q8 J # j % &' ( ) *+ K@ ' ) 5 >< = 9 D 9 D 4 3 *) . F G > 8 9 4 > ) ( * 3 ( >' ? ( [1 > ) ) ' ( >E . ( ' J # x % &' ( ) *P y '2 ? Q ? ? ' /> ?O t 9 4 3 *) . *1 > /E > . V 3 .24 33422 6 419 64 # $ % &' ( ) *+ . ( > J # w % &' ( ) *P K@ ' ) 5 >] D 9 B M 8 M D> E '? ' ) 4 ? ' //2 E * 3 F *E '? ' 3 ( . ) ' ( > 4 > ) . ( . ( . *) ' 2 3 . /> ? 4 ' Z ( * ? . E Q . b) ' 2 3 . N .

012343467 89 6 .

42 113 .

/ < ( ' @ ' ) d D . 8 ' ) '/' 9: ) ' V /= ' e 4 5 0 5 4 G 4 B . S /@ / . / 9< . / ' A *= 'U ? 'V / 8 ( * D .24 33422 6 419 64 # $ % &' ( ) *+ . /F G Oe 1 H G L 1 4 B U ? '' f < V '*: ) ' : / 8 < X S /6 3 OD [? < = * = /@ / 9' 8 8 ' ' ) . / 9< . /G p 0 3 4 O1 4' 8 ( Y' 9: ) ' V * = / B < . */ : X S /6 B ' 9U ? '6 3 OP 1 H 5 4. = < ) ' ( /` / ) ? 9: ) / . ( ) / = ? Z < = /: / ) K 5 B / U ? '7' ) ) * = / D [/ ) ) < V < . / 9'Q J 5 O8 R: / = '8 ' ) ? 8 * = /: ) ' @ ' = < = /= ': ) ' : / 8 < X S / D W' 8 8 '@ * 8 / B 1Q J 5 O7? 9 / . / E ' A '. = /*: ) ' : / 8 < X S /1 D _ '/8 ' ?/ . = ' < = * 9' .: r . ' 9D \ ] ] % &' ( ) *[ . C ' ( /< . ( S / B = ' ' 98 ' ) @ A * 8 8 < ` < @ * = / 8@ / 9// . / 9' ) ' A * ( < / D [/ ) ) ' X S / E . < @ < * . = / E A ' 9. = /s ( ' * ( ) / % D _ '= < 8 8 7 8 8 ' 9/ 81wxB \ ] z % &' ( ) ** W*/ : X S /P B /@ ' ) ( /71Q J 5 OD W*6 B 1Q J 5 OD W*K B 6 3 O3Q J 1 N > . ( ' 8= /: ) < 9' < ) /@ / 9: A ' 9' . c ' X /*A ' < *U ? '( ') ' ` ' ) ' 8 d D W** A ( ' ) . * ) < ( /= *U ? ' 8 ( S / B /' ) .' ) . / 8N 5 OP 4 1 4 B 5 F Q J 5 6 5 4'4 5 6 3 4 K 1 48 R8 S /( ) * . ( ' 8= /: ) / .' ) . c **. ( / B : / ) ( * . ( ' 8= /8 ' V ? . = < X q ' 8 D . ( ' B . * ) < ( /= *U ? ' 8 ( S / B N 5 OP 4 1 4 B 8 ' 9: ) / .8/ ? ( ) / 8 E 1 F F G F H G 4 B 1 I J K 1 4'F 1 H G F 0 1 L 5 4: / = ' 98 ' ) ( ) * . /4 5 F G K G 4 B = */ : X S /6 B ' 8 ( Y? 8 * = /@ / 9@ / ) ) ' X S / B : / < 8' f < V '*: ) ' : / 8 < X S /5 OD _ ' ) < * ' ) ) * = /= < Z ' ) / ?' 8 @ ) ' ' ) b m / .. = < ) ' ( / 8 D \ ] \ % &' ( ) *a . * = / D {8 ' 9: ) '*: ) ' : / 8 < X S /1U ? '8 '? 8 *. / 9') ' A * ( < / B * . C ' ( / < . = < ) ' ( / 8 D W/ ( 'U ? 'c Y= ? * 8: ) ' : / 8 < X q ' 8 E 1'F 3 P 4 5 B < . ( ' B @ / 9= / < 8/ .' ) . ' 8 8 * 8@ / . S /7: ) / . * ) < ( / B /' ) .8' ) . = < ) ' ( / 8@ / 9/ : ) / . A < @ /* @ / 9: * . ) * ) T 8 '= /. * A D WS /' f < 8 ( 'b g?9'8 < 9: * ( < Z / d D \ ] h % &' ( ) *M ij 5 k 1 4: ' = '1 B = ' ' . 9' 8 9// @ / ) ) '. ) * ) T 8 ' B ' 8 U ? ' @ ' ) T 8 '') ' @ / ) = * ) T 8 '= '* A V ? 9*@ / < 8 * D W*/ : X S /P B V * . * < 8 E A ' 9. ( ' 8= /* . ' 9 ( ' ) y * 9/ 8= '= < Z ' ) 1 3H 5 1 H 4 3 D * . C ' ( / 8< . C ' ( / 8 B U ? ' B ' . / B ( ' 9? 9/ . ( /s tu% B . 8 < ( < /= < ) ' ( / > 8 ' ?@ / 9: A ' 9' . /0 1 2 3 4 5 6 5 478 ' 9: ) '( ) * . C ' ( /= < ) ' ( /: ) ' : / 8 < @ < / . */ : X S /6 D WS /c Y: ) ' : / 8 < X S /* . 8 < ( < / 8< . ( * ' A 9' . ' 9/ ?A ' 9. ) * ) /. = / T 8 '@ / ) ) < V < ) : * ) *b [c ' V * 9/ 8l@ < = * = '* . ( / B 7/ . /k 3 F H 1 4' f < V '*: ) ' : / 8 < X S /K 5 B U ? '= ' '8 ' ) @ / A / @ * = ** . / 9'Y ( / . /4 5 0 5 4 G 4 ^ F 57( ) * . 8 < ( < / 8< . 8 < ( < / 8= < ) ' ( / 8/ ? ( ) * . /1 e N 1 J K G 4. 8 < ( < /< . C ' ( / 8< . S /' f < V ': ) ' : / 8 < X S / D             ! . = < ) ' ( / 8 D # # % &' ( ) *M . ( ' 8= ' 8 ( '= ' '* : * ) ' @ ' ) 1 D a` ) * 8 '@ ' ) ( *7 b &* 9' . = < ) ' ( / B : ' = < . * 8) ' 8 < = 'ln? *= * 8o* ) ) ' @ * 8 d D \ ]% &' ( ) *[ W*/ : X S /6 B V * . *5 B 6 3 O3Q J 1 N D W*/ : X S /1 B U ? '7/V * . = // 8 / . C ' ( / = < ) ' ( / D .' ) . S /' f < V '*: ) ' : / 8 < X S /1 B 9* 8/ : ) / . * ( < *1 B ` / < ' 9: ) ' V * = / B @ / 9@ / ) ) ' X S / B /' ) .

( D( : ) 1 F G5 E H I 5 / 5 0 J K H E K L 5 / 5(H E K M N 6 / 5 0 : +1 C O P 1Q 0 7 P 1 ) * + : 7 8 ) 8 2 1 7B 8 * ( ) 1 7 0 7 ( : B 11E7 ( R< 1 DC . 0 B 1 8 ) ( Dz z z 0 C ( B (+C * ( C 1 7 8 O P 16 J( D7 ( R1 3 [ ( ) 18 : B 8 * ( ) 1 F _7 7 8 D0 7 1 D( : ) (18 ) ( Dz z + C * ( 7 ( : ) +( * * 1 F             ! 012343467 89 6 . ) ( * : + ) 8 2 +6 0 A) * + : 7 8 ) 8 2 1B 8 * ( ) 1 0 ) ( : B 1E < 1 D1< 1 DC . 8 < + * @ 0 A ) * + : 7 8 ) 8 2 18 : B 8 * ( ) 1 0 7 ( : B 17 ( R1 3 [ ( ) 18 : B 8 * ( ) 1/ E VN K N WN 4 E V o 6 J^ N Y { H 5 N L / VT R + . +C + . ( ) + * 0 : 1 ) + S 7 (T R (12 ( * 3 1/ H 5 J 6 N L / 5C ( B (+ C * ( C 1 7 8 O P 1J W0 B + r B 8 > ( * S 7 (K / VZ I / N Vs ( Dt+ 7T R + 8 7 % F " # u % '( ) * +e U2 ( * 3 1H ^ J 4 / 5 0 < 1 D1[ a. + > ( * < + * 8 : ? 1 @ 0 A) * + : 7 8 ) 8 2 1B 8 * ( ) 1 0 ) ( : B 11 C * 1 : 1 D(E< 1 D1< 1 DC . * + 7 (* ( ( 7 < * 8 ) +: 18 ) ( Dz 0 12 ( * 3 1H ^ / W/ 5 0 < 1 D17 ( : ) 8 B 1B (= T R + . 8 . B ( D( 8 1 F l 1 * ( c ( DC . (< ? ( 9 1 R( DR D) a c 8 F " # v % '( ) * +w \( 2 ( S 7 (R 7 + * WN W0 : +1 C O P 1Q 0 C 1 * T R (1C * 1 : 1 D(C ( 7 7 1 + . + B 1 0 1 3 7 ( * 2 + S 7 (T R (1C * 1 : 1 D(+7 ( * R 7 + B 1) ( D2 + . 8 . r : 9 R +< R . 1 8 D1 7 ) * + B 1 0 : P 1+ B D8 ) (+C * ( C 1 7 8 O P 1J W: 1+ B [ R : ) 1 + B 2 ( * 3 8 + .. 8 < += . ( ) * +/ 0 12 ( * 3 1/ 4 5 / 6 / 57 8 9 : 8 . : +. ( ) * +J 0 C 1 * T R (12 ( * 3 1Y 5 J M J K N 5C ( B (B 1 8 7 < 1 DC . 8 B + B ( 0 A 3 1 DT R (7 (+ < * ( 7 < ( : ) ( 0 C 1 B (+ C + * ( < ( * +C * ( C 1 7 8 O P 1J W0 D+ 7: 1+ B [ R : ) 1+ B 2 ( * 3 8 + . ( D( : ) 1 F U9 + 3 + * 8 ) 1A+. ( * 8 * + D+D1 * ) (i ( 7 < * + 2 8 B P 1 @ F " # j % '( ) * +\ e1 D112 ( * 3 15 J b J 5 N 5 k V J( c 8 9 (+C * ( C 1 7 8 O P 1/ 0 ( 7 ) P 1( . ( 7< ? ( 9 + * + D+ 1+ ( * 1 C 1 * ) 1< 1 D+ ) * + 7 1 @ F -+* ( + . B (. ( D( : ) 1 7 0 7 ( : B 1T R (+1 * + O P 18 : 8 < 8 + B +C 1 * Z I J 0 7 ( DC * ( C 1 7 8 O P 1 0 A11 3 [ ( ) 1B 8 * ( ) 1 F \( 7 7 +. ( D( : ) 1 F -+H 0 * ( C ( ) ( S 7 (12 ( * 3 1H E K M N 6 / 5 0 T R (A 7 ( DC * () * + : 7 8 ) 8 2 1B 8 * ( ) 1 F U2 ( * 3 1J V L N W/ 5 0 B ++ . R : O P 1T R (AB ( 7 ( DC ( : ? + B +C ( . 8 < +1 1 3 [ ( ) 18 : B 8 * ( ) 1 0 A17 ( RC * ( B 8 < + ) 8 2 1 F U2 ( * 3 1H ^ / W/ 5 0 < 1 D( 7 7 (7 ( : ) 8 B 1 0 + B D8 ) (+ 7T R + ) * 1 < 1 : 7 ) * R O d ( 7 F -18 ) ( Dz z 0 +. J I) ( * 8 +B (7 ( * 17 R [ ( 8 ) 1 B +1 * + O P 1 0 . + 2 * +K N K 4 I x WF " y # % '( ) * +\ -+. 1fgh 0 DR 8 ) 1 7: ( 9 * 1 7C * ( ." # $ % '( ) * +. 1 m . 8 D8 : + B + 7+ 7+ . R 9 + * F U< ( * ) 1A= .. 1 * D+ 0 R 7 + S 7 (] ^ J< 1 D17 ( 9 R : B 1< 1 DC . * + 7 (* ( ( 7 < * 8 ) ++ C * ( 7 ( : ) +12 ( * 3 1N K b E 5 W/ 5< 1 DB 1 8 71 3 [ ( ) 1 7 8 : B 8 * ( ) 1 7 0 1T R (: P 1AC 1 7 7 r 2 ( . 1 * B (C 1 7 7 ( 7 7 8 2 1 m 7 R + 8 DC 1 * ) n : < 8 + o 7 pC 1 B (7 ( * 0 ( : ) P 1 0 1C * 1 : 1 D(H I q / F h 7 7 1[ a7 ( * 2 8 * 8 +C + * +D+ ) + * +T R ( 7 ) P 1 0 C 1 8 77 p( c 8 7 ) (/H I q /: +1 C O P 16 F l + * +< 1 DC . ( D( : ) 1B 12 ( * 3 1 F " # ! % '( ) * +_ ` a2 8 D1 7T R (12 ( * 3 1Y 5 J b J 5 N 5: P 1+ B D8 ) (( c C * ( 7 7 d ( 7B (8 : ) ( : 7 8 B + B ( 0 : ( D+ < ( 8 ) + Z I J1 R6 EZ I J F e1 * * 8 [ + S 7 (C + * += -17 A < R . ) + F ` a12 ( * 3 1J V Z I J H J 5 k V J 0 C * 1 : 1 D8 : + . ) ( * : + ) 8 2 + 7/ 0 H (J F l 1 * 1 R ) * 1. -+.

42 113 .

24 33422 6 419 64 .

" # # $ &' ( ) *+ . < = ( ) * > ? / ( / 7 0/ > @ / ) ' ( 0 = ' A / '*4 ) ' 4 0 ? / B C 0 8 = '> C 03 D E . * ) / ( 01*2 ' ( ) *34 0 ) 5 6 '07 ' ) .F ' ) ( 0 = 4 0 / ? = 1G *5 6 '? '* 2 6 @ ' H E 012343467 89 6 .* . 08 9 : 3 .

42 113 .

24 33422 6 419 64             ! .

" =  + ) 9 + "#& + "  . "! " ( "& 0 !  + 8 )0 & . & + )" #0 . ! "3 0001 2345 3637 8 348 9 7 37 1 8 3 1 . 3 ! & ( && ' )&+ "( " . ' ) ( &) 0 ) . * 0 & . &J & 2 & . & % & 2 5 ) 3 A' ))> 0 . " =  + )-& + . $ ' ! )* 1 ) #&0 . %  )/ $ "0 " + " #1 ) #0 2 " #" ' ! )3 4)/ $ "" 1 ) ' 5 " 1 "1 ) #)1 ) #0 2 " #" ' ! )' ) # ' & 2 * ! " . " !  ( ) "& + ( . #). $ 2 5 ) 3 A2 5 "  )> 0 . #). #). " * 0 ) . " 0 ) 7 8 ) 9 0 & . " 1 " . "+ " ?  3 9 . ) ( &* 1 ) #)&. " 0 ) 7 8 )) $0 .1 ) #$ '  + & + "> 1 ) #0 2 " #" ' ! )' ) # ' & 2 ? @( " 6 "* )! " . #& ' " 1 "& ' ))0 & . ! & ' ! "+ " ' ) #" / $ "0 " + " #1 ) #0 2 " #" ' ! )) $& + . #). " = " ' ! " 9 : !  2 3 <" . " 0 ) 7 8 ) 3 3  3 9 2 "-: !  2 . #&1 $ 2 ! & 3 A1 )! $ #& + )F 5 & %  ! $ & + )> 0 . ) + $ 6  + )0 ) . $ ' ! )& + ' ) # ' & 2 ? A. " 0 ) 7 E " & + " / $ & + &+ "& 1 ) . " 0 ) 7 8 ) 3  3 9 <" #$ #&1 &&+ "#& + "  . " 0 ) 7 8 ) 9 + " ?  3 9 I " #0 . " = " ' ! " 9 1 && <" . " 2 & 7 8 ) #0 ) . " 0 ) 7 8 ) 9 & ?  3 9 H (  && 2 5 "  )&! $ + ) 3 A# = )> 0 . $ ' ! )& + ' ) # ' & 2 *  = $ & 2 #" ' ! " ' ! . ) * ( ) 1 B! " . " 6 & 3 ! & ( && 0 &   ) ' & + &0 " 2 )1 ) 2 " = &+ "! . 0 . #). " 0 ) 7 E "9 0 ) . D& % &   )$ #&. ! $ '  + & + " 3 K " . ! " #$ %! & ' !  ( )* & + . )1 ) #" ! & 3 A0 !  + 8 )> 0 . 0 .1 ) #$ '  + & + " <" . & 3 <" . & % & 2 5 ) 3 G  / $ "  & 1 )! $ #& + )1 ) #)% & . & ?  3 9 I " #0 . " =  + ) 9 . " = B ' 1  &' ) # ' & 2 ' 8 )-$ #& $ ' ! )! 8 )1 ) % . ) + $ 6  + )0 ) . &$ #& 0 &   ) ' & + )+ &' & ! $ . " = B ' 1  & ( " . #) ' ! . + )1 ) #&' ) . % & 2 3 C& 0 ) + "& 0 & . && & . "J )  & # = )+ "! ) + )3 A0 &   ) ' & + )> 0 . " 0 ) 7 E "9 0 ) . " 0 ) 7 E "9 & * 1 ) #?  3 9 ! ) $& 1 )! $ #& + )& )! . &> & + . &) $+ " ?  3 9 ! D& ' ))0 ) .

    .

5 # (& " ' ( " $ ) * + > $ ( @0 12 3 :$ 5 # * 5 / .. 0 12 3 4 ( 5 # * . . # ' * 7 / ? . ) ) B .. ? K ( ) 3 & ) ( @( 8 9 .( @" ' ( ) .. ( ' $ 6 $. ( ) . ( . 8 9 $( 2 # ( ' 5 $ 3 :$ 5 ) * . 3 :$ 5 = * . $& " ' ( " $ ) * + > $ . )< ' * . ( ) . " # $" . ) 3 15 # ( 5 . * $. $= / 5 < * $ 5 G ' * $@. (B@.!" # $& " ' ( " $ ) * + . * ). (L . 8 3 1) < . * )< $ 5 = $ ' @(< $ @) ( / )* . (/ @@/ 5 . * ) 3 & < $ ( ' ( 5 # ( 0 O> $( ) # .< ( ' # ( K . * . L . ' . L . ( 0 12 3 D( < ( 7 ( /$..5 > $B< $ @" . * ..$ /" . )' .< $ 5 = $ ' @(N )) / . + > $. M < $ @$ /( @0 12 3 !) ) / @* // @. ) # ' $!8 L ( ) 3 :/ * .. P / ( 8 . @$ )< / * . . $ 0 :$ @" . (. $# ' .( 5 # ( 5 . . . ( 0 12 3 !J $ L ( @( ' . ) ) . (:. 5 # * H $ 3 I/ ) < . . $. 3 !# ' * 7 / ? . * $& " ' ( " $ ) * + > $ . * . 7 . < $ ' .( ) < . . .= * 8 $ ) $ = * . ) ) $& " ' ( " $ ) * + > $ . ( 0 12 3 18 (= $ * < $ 5 # ( @" $ ' Q 5 ( $. 5 # ( 0 1) ) . * ) < / ) ) > $ 3 & . # 8 ( # . . # ? L ( 8 & " ' ( " $ ) * + > $ < $ @0 12 3 !$ ' * ( 5 # . ( 0 12 3 1) # . $ ) $& " ' ( " $ ) * + > $ < $ @0 12 3 4 ( J . @< $ 5 = $ ' @( )5 . . * )J / ) # $ 3 :( ' # ( K .< $ 5 = * . @$ )( @7 / ) < . # ? L ( 8 < $ @. ." ' $ = * ) ) > $ 3 !) ) ? . / 8 $B. $( @< $ 5 ) # ' / + > $5 ." $ ) # / ' . . 0 12 3 E" ' F @* $= $ * . " # $. / $5 $( ) < ' * # C ' * $ 3 !) ) B . ( ) 3             012343467 89 6 . 3 :$ 5 # ( @" $ ' Q 5 ( $& " ' ( " $ ) * + > $ . 6 ) (. ) ) ? . # * # / . L . $@. . ( 0 12 3 E..L * # C ' * . $& " ' ( " $ ) * + > $ ( @0 12 3 1' .# / ' @.& " ' ( " $ ) * + > $ . / $& " ' ( " $ ) * + > $ -( @0 12 3 A . ' . 5 # (( @/ @= / # / ' $@( 8 9 $ ' 3 :$ 5 = $ ' @(& " ' ( " $ ) * + .# * 5 9 . (# $ .( 2 ( ' < ( ' . $ ) $ )< $ @5 $ ) ) .& " ' ( " $ ) * + > $ . 5 + .

42 113 .

24 33422 6 419 64 .

+ ( " . 8+ $ .% + $ .6 $ % 9 %+ % $ %883 H( " # $ ( 7 K " . 9 9 % " 3 @ % A ( $ % A . + ( " . 5 E 8. 8B # ? % 3 G$ % # (* + $ . % 8( "' 7 85 9 .9 (8% # . + ( " . 7 & # (9 .!" # $ % & ' (* + $ . 1 !2 3 0 > $ ( ? . 1 !2 3 0 @ ? % $ % 8. 5 8. & # . / ( 0 + % $ % 1 !2 3 0 @ . 5 E 8. / ( 0 9 . 7% (. 5 (C 7 . & # $ . 1 !2 3 0 :. 7 & # (Q6 % $ % 6 . 83 @ C 7 . + ( " . & # . I . 2 % 8. 5 %C 7 . . + ( " . I . = % A ( $ % A . ? % 5 3 J 7 %% .9 .9 %. / ( 0 . + ( " . " . . "? ( 8& ( " " ( "= 5 ' ( " 3 J & # ( K 8.# ( 8.* + $ . "% F + % $ %( 7+ ( $ 1 !2 3 0 J ( 76 $ % # (%# ( 9 ( "& . & # % $ % 83 L7 85 9 .6 $ % # (+ . " # . 6 7 5 % 8. 1 !2 3 0 @ ( & ? 5 7 R 9 (& (6 $ 7 + ( 3 !" # % A %& ? 5 7 R 9 (. & # . / ( 0 % 1 !2 3 0 4% 5 6 (. $ M $ % " 5 . + ( " .# ( 9 ( " 3 012343467 89 6 . " 0 .+ % $ %# ( 9 ( " F (= ( 6 (= ( 5 ( 6 (% + % 6 % 9 ( 3 G$ % 9 7 % . 9 . / ( 0 % 1 !2 3 0 !5 . " + ." .%" . " # . I .7 = ( 5 ( 6 % 3 !2 % 8. / ( 0 %1 !2 3 0 P8%? ( " %<9 O & # ? %Q( 7 # $ % 3 N & ? 5 7 R 9 (* + $ . 7 9 %<" . 7? % " ( 3 @ . & # $ . / ( 0 % 1 !2 3 0 D6 $ . + ( " .* + $ . 81 !2 3 0 @ . ( $ & % 5 " # %<.* + $ ." . ( 7" 7 %6 $ % 9 7 % . " # 7 9 ( " (9 . " # $ % & ' (% ($ . . + ( " .* + $ . + ( " . + ( " . $ ( 3 N 9 O & # ? (* + $ .<= % A ( $ B A . " 0 ? ( 8( 79 . / (. & # ( 3 !" # 7 9 ( " (* + $ . # % 9 ( 3 @ % A ( $ B A . 8H% # . + ( " . 8& ( A % "8. 5 * + $ . / ( 0 9 . & # . $ % 5 ? ( 5 . 8( 7.( "8% "? % + % ? # % 9 ( " 3 S 7 & # (* + $ . I .' 7 85 9 . 1 !2 3 0 J . / (* + $ . 5 8. " 0 %( 79 .5 ' .

42 113 .

24 33422 6 419 64             .

%' ( ) " ( % * # + .77 %* " 4: ) 7 K 7 9 = % 2 012343467 89 6 . " * 7% 4< " / 01 2 3." 5 : "' ( ) " ( % * # + .# : "' ( ) " ( % * # + .# : " *< 75 % * * 7# 5 : " 9 # $ @ 5 6 # 7 2 A" < %' ( ) " ( % * # + .7 5 @ 5 6 # 75 78 # ) . %: # D "( " ) .4 ) % 2 T" # 1 7 .%< 7> ) D % ) " 2 ?" 6 " % * %' ( ) " ( % * # + .% 4< " / 01 2 3" * * 7F ( % 6 7 G " ) 7.( # 5 : 4 ) 7 2 !# . " * 6 % . % " .( ) "8 4 # % K " < # " 5 : "L *9 " # * 2 M 7 ) " 6 # < %' ( ) " ( % * # + .# : " *7 %7 ) : # * : 7 2 ?" 6 % 5 = " + 7 . " * 2 M " ) .!" # $ %' ( ) " ( % * # + . % " . " * 7% 4< " / 01 2 H # R 4 " # ( ) S 1 # ./ 01 2 34 5 6 78 4 # 9 " # $ %" . %< "( " * R 4 # * 7 ) %7 * * 4 5 : % 2 M " < # 47 %6 = " 8 "( " ) .% ) 7 < % ) < 7?4 7I 7 5 : 7J9 7 ) 7 2 BK " < # " 5 : "E % K " < # @ 5 6 # 7' ( ) " ( % * # + . %( 7 ) 7* 7 # ) 6 " < % 2 M ) S 1 # .# * * .# $ %8 % # * 4 7* 7 9 D 7 + . % 7 / 01 2 3.% 47 / 01 2 0) 7( 7 ) " 6 # < %6 % ..% *%6 7 ) ) %( ) S 1 # . %= >) " 8 " ) @ 5 6 # 77 9 $ 4 .%7 %.6 % 5 * : ) 4 + . % < " / 01 2 M 7 ) " 6 # 7) " 6 " % * %< %) " * 4 9 : 7 < % 2 ?" 8 " ) @ 5 6 # 7E ) " 8 " ) " 5 : "E ) " 8 " ) " 5 : " .7 5 @ 5 6 # 7' ( ) " ( % * # + .7 2 Q( " ) . " * < "% 4( 7 ) 7 / 01 2 3.% ) 7 < % ) 5 7?4 7< %!7 D ) 7 < # % 2 H % # ." < %< %" * 6 4 ) % 2 C# D ".% 4O 4 5 : %< " / 01 2 P >F9 % 5 $ 77* 4 7( " ) .%7 D N 2 I " 5 < %( 7 ) " 6 # < %7 %( 7 # G 8 % # 7 6 " # : %9 % $ % 2 M " ) # : %' ( ) " ( % * # + . % 7 / 01 2 I " . " * " .%' ( ) " ( % * # + .% *% *9 # ." 5 # 5 %: " . " * " . %= >9 # .# * * . " * < "% 47 / 01 2 B.7 5 @ 5 6 # 7O 4 5 : %< %7 . % 2 M " ) ." < %7 %# 5 * ( " : % ) 2 A% ) 7 < % ) E ) " * # < " 5 : "' ( ) " ( % * # + .# * * ./ 01 2 0) 7( " ) # : %" .

42 113 .

24 33422 6 419 64             .

012343467 89 6 .

42 113 .

 .  $ $ .  ( 6      a &    ?   $ ! "   _    . ^ $.  "       . N   .  .  9    P     ( XY E G I Z < [ \ G E  % 6 $ .*    .     .  *   P      .       ! " <    .       ! " < < . -.24 33422 6 419 64                 ! "  #$% &' ( # )$ $ *    +      .   .  9     ( :  .  "   . @N   P.    ( LM  ( # L</   .  ( 0123 4 .   *         ! " $      9 < = N   . 7  $  M    .  P. <Q R < S ( &' ( # 679   P  . * Q R G F G =N   .   *   ( &' ( # >  ?   ( >  @?   ( AB C D EF GH I < E G J % &. !       ! " <   N  *    ?. $  ?$ . < ( &' ( # &P ?  @N   ' ..       .  $ < Q R G S G = < Q R G S < = < Q R B S D ( &' ( # U   V  8 @ N P.       .  # < Q R G S < ( T % &.  "  =    M    .  $ $ .   *  $  .    ( W % &.*  .       ! " < <    .   =.  $ P    .  9   .       ! " <     9 ?  . ] = /.  $ $ .       .        ! " <  $    < =    8   *.   .    .   N   .   . (   -$/   *   ( 67  $ 8 *     .   *   ( M % 6    $ 8   _     ` N  +7 .          .  *.   < ( &' ( # K $ @*    ( LM  ( # L</    9 ?  ..  ?$ .   $.  ( O % &.    P  .

012343467 89 6 .

42 113 .

1 S /3 25 3 8 04 / 08 7 C > U /" D b8 3 B 3 2 @ 2 C 2 7 0> 1 8 7 0/ 3/3 5 N 3 C 8 1 C > < / B 8 : 8 7 2 4 2 7 ]/8 7 C > U /2 B 4 / 1 3 2 R c 2 1 C 2 02 1 C 2 B 84 7 8 3 2 D EF D G d 7 2 0/ 3J3 > 0: ] C > 4 8./ 01 / 02 34 / 05 1 3 67 / 4 8 9 3 28: 8 . ^& % ' # X " _ ` ' % 8 .5 > 8 N ] . N . 8 < 7 8rA Z " D EF D G E3 4 7 2 < > 8Jb8 4 \ 8 @ /@ 2p3 3 > 3 D K E3 4 7 2 < > 8J0/ @ 8b8 4 \ 8 @ /@ 2p3 3 > 3 . 2 < 8 7 ]8: h 7 B 2 7 7 8 @ 8 02 1 C 2 J.5 > 8 N ] D K W> 7 2 0/ 3@ 83 > 0: ] C > 4 8.5 > 8 N ] D e 2C 7 / 4 8 7 0/ 3K > 1 @ 2 < > @ 8 02 1 C 2 . !" # "% " & ' #% '( )* # " % '             . C 85 08/ 5 C 7 8 = 2 0> 1 > 1 8 D p08 > 34 / 05 02> 0: / 7 C 8 1 C 2q8: 8 . 8 < 7 808 3 4 5 . > 1 8 ? 8 : 8 7 2 4 2 1 @ /" A B 5 3 8 9 3 2/8 4 2 1 C /@ 2 4 7 8 3 2 D EF D G H> 7 > I 8 9 3 2JC 2 3 / 5 7 8 7 > 8 D K H> 7 > I 8 9 3 28 /2 3 4 7 > C L 7 > / . . D EF D G E. ? : 2 3 3 / 8 B : / 7 : 2 3 3 / 8K : 7 / = 2 3 3 / 7 8O : 7 / = 2 3 3 / 7 . MN 3 D G . 8< 2 > /@ 2.5 > 8 N ] D K E. 8 < 7 8( A # " B 4 . / . 8= / > 8. . 8= / > J[8 \ > 8 D K E. fg Y " & ): / 7 5 03 5 N 3 C 8 1 C > < /08 3 4 5 . D P2 3 : 2 > C 2> 3 3 / B / 5< / 4 Q: / @ 22 7 7 8 7 8R 5 2 3 C S / D T . 2= / > 8. C 8 B > 1 @ > 4 8 1 @ //0/ 02 1 C /2 0R 5 28 4 / 1 C 2 4 28 .5 > 8 N ] B 21 S /@ 8 . aS /3 2@ 2 < 2 00> 3 C 5 7 8 7 / 3@ / > 308 4 2 C 2 3K 1 / 02 34 / 05 1 3? 1 / 02 3: 7 L : 7 > / 3@ 2. U 5 08 4 / > 3 8 D EF D G e 8 m 0/ 3J 3C 7 Q 3\ / 7 8 3 D P2 C / 7 1 8 0/ 3J 3@ 2 n D MN 3 D G o3< 2 n 2 33 25 3 8/8 4 2 1 C /@ > 8 1 C 2@ 2: 8 . H2 > /. 2= / > 8 /P> /@ 2i 8 1 2 > 7 / B E. 8 < 7 8= 2 0> 1 > 1 8: / 7 5 0808 3 4 5 ./ 08: 8 . . 8< 2 > /@ 8[8 \ > 8 .24 33422 6 419 64 + . > 1 8 B : / 7 2 3 C 8 7 / 4 5 . 5 U 8 7 . 5 U 8 7 67 / 4 8 9 3 2/< 2 7 N /R 5 2: 2 @ 28: 7 2 : / 3 > V S /": / 7 / 5 C 7 / B R 5 2: 2 V 8/ 5 C 7 8: 7 2 : / 3 > V S / D W8 0/ 38 @ / C 8 7 /< 2 7 N /X Y # ? 8 : 8 7 2 4 2 1 @ /Z " B 5 3 8 9 3 2/8 4 2 1 C /@ 24 7 8 3 2 D EF D G E. 2= / > /R 5 21 / 3./ 01 / 02 3: 7 L : 7 > / 3@ 2. > < 7 /8 /: 7 / = 2 3 3 / 7 . > 1 / B 8 : 8 7 2 4 2 7 ]" A B B /8 4 2 1 C /@ 24 7 8 3 2 G E.5 > 8 N ] D f" % A %A & # Y j " k l # Y A % + . a/ 02 3@ 24 > @ 8 @ 2K 3 2 U 5 1 @ /2 F 2 0: . > < 7 /J: 7 / = 2 3 3 / 7 8 D K H2 > /. E./ > 3 83 2C 7 / 4 8: / 7 4 / > 3 8K C 2 3 / 5 7 8 7 > 8O 2 3 4 7 > C L 7 > / . 8 7 8/ 5/ 4 5 .

) % 7 DE F G H IK L K MN O H I P* : / Q * &A .%) ( ) * % 7 V . . 0 * ( 6 ( 1A&* \ ( &7 Y% : ] ( ) %6 ( + %A) % . T U &% . / % 0 1 2 B %' 6 ( * : + / ' (&% ' %0 % &5 / 6 * -&. + . ) ' ( 7 [ ( &5 * (4 / 6 &A&( + X 6 % @ 7 [ + 1A.6 ( @ ( . ( &0 ( . 7 A . 7 Y&) ( * + / ( . 0 % &0 ( .0 % &6 / % * ' (' 6 < * : + % 7 => 7 . ) % 7 =/ (+ * C-5 < 7 -5 < . . 0 7 $% * * + &A . . ' 1 . . 7 S./ % 0 1 2 3 ( .5 % * 5 / 6 * . ( 0 ( 1A( . Z 1 ( * ' 7 ? + Z 1 ( &A6 % . ( / Q %A* + .4 % * &' . 7 89' 6 ( * : + + .! " $% &' ( ) ( * &+ . 0 1 / + . . . 7 ? 1 +/ ( 6 ' %A4 % * 2 7 R1 ( * %' ( + > * ) 1 ' %A . . ' .4 ( &+ . Q 7 [ ( \ 1 + 1%0 % . .% 1&+ . ) 6 -A&B % 7 012343467 89 6 . . . + .) % . / % 0 1 2 B %' 6 ( * : + / ' (&% ' %0 % &5 / 6 * -4 ( &+ . 7 =. ( / 7 =. %4 % + 4 ( + ) %A5 * ) ( 7 W * &% . ? + @) 1 ' %A . ) C 6 &% .0 / * .( . ' + ' .5 / 6 * .5 * ( .A: ( + * X &* 7 YQ % &( &5 ( * &. 0 % . .A] . .5 * ( . % + ) + . ) .

42 113 .

0 % &0 ( ./ % 0 1 2 3 ( . ) %' (0 * .% 5 + . 7 W * / \ 1 .' 6 ( * : + + .( > + . ( &0 ( . ( ) 7 =.( * -) ( + &% .' (+ . ) ( & % 1 ) * . T .' 6 ( * : + + . % 7 d ) ( &5 % " Y0 * * %' % : * % 1A' + * ( + ) 7 d / 1 \ * " ? / * &A: ( 2 7 d + . ) % e 5 * -% 1 ) * % . ? % + / ( 6 ' %A4 % * 2 7 d &% ' % " S.24 33422 6 419 64 D^ I K G _ ` a b K I " c( * / &( . =. + 3 ( . 0 * ( 6 ( 1-0 . .\ * &C ) + 0 % .' % . . + ' ' ( " : " 9. B %. ) * 1 &( . 0 * ( 6 ( 1A0 . (.6 ( @ ( . ) %' + 6 + ' ( &. ) ( . ) ( T . 7 => 7 .' (&% ' % T &. T 0 % &7 f5 % / g &+ 0 % 7 => 7 ./ % 0 1 2 3 ( . . ( ) 7             .

' . ' D K5 . D E4 .? *! 3 ' 4 * F 6^X W 9 W <f \ X*6@ A C @ C A g h Cf \ X D E2 D F i)* ? 0 ? 'M & *! . 4 D b3 * + ? * &JL . 3 . ' I 'J* 4 * 3 '? *& )'4 .JI 0 4 .3 * . 3 . 3 5 . *)* . 4 0 . 0 I ' 4 F % 3 & . 0 I '! . *? . 3 . . + ' )! . 4 0 O 5 . D Y ' ( ' I ' )'3 * 4 * 0 . ! & O 5 . &JZ * 0 3 '? . 0 I ' = ? ')* 4 )'L . 4 = ' 4( . 0 I ' 4*! . 3 W X D E2 D F Y 0 ! ' 3 * 0 J? 0 4 . D Y * a.J3 . + ..? *! 3 ' 4 *M & ' + ? .0 3 )5 . ' D G. ? 0 .? *L & . D TG.I * 3 )* ( R . ) ' ! * + . I '? *! R .M & ** 4 . 0 . . ( I * 3 'M & * 4 . ! 0 * ? ' ? * D E4 . * Z . 4 0 . * )? & ' 4! .? * F ( . ( & O 5 . 0 I . M & * 4 D U * 3 )' + * ! 0 ' )JL 3 * + .3 * ! 0 Q ! 0 . ). 4 D b% 0 &J)' + * 0 3 '? *& ). .' )0 % . ! / 4 D J? 0 4 . .? *I . )' ( ' I 3 ')' 4 ! & ( 0 + ' F 4 * )' ! * + . . 4 0 + . 0 I ' 4( * I ' ) ' ! * + .L * )0 + 0 + . *. 3 O 5 . D [\ . '? *! 3 ' 4 *L ' ! & ( .? * F ( .. 3 )'M & *' 4? '( * . 3 ' . 5 . 0 I '! .? * ! 3 ' 4 * = 3 0 + ! 0 ' ( )* + . A C :X ] X ^@ _ C : `0 I 0 'J! & 4 . . + 4 . D Y 0 ! ' ). d + ! 0 '? *I 0 + .! . )3 . 4)H I * 0 4'I 0 4 . ! & O 5 .Z 3 ' + ! . . ' + .* 4 . ' . ( 1 % 0 .& 4 ' 3 . ( / )0 ! '1'* 2 3 * 4 4 5 .68 9 : . 4J)* 3 ! /? . V ' 4M & *+ . . 44 & Z 4 . D c' . 3 > 3 0 . + S & + O 5 . . ' + .? *<@ A < B C D E2 D F G. '? *. 3 3 0 ' = 0 'L 0 ! ' + ? . + . 3 6*. . 4J? 0 4 . *. . 4 0 . D P3 * L * 3 Q I * ( = R . 3 O '? *.M & *4 *I /+ . < = ! . 4? *' ( ' I 3 ' 4M & *L & + ! 0 . 4 = 3 * 4 . 3 'N D G.3 * . & ? ' 3 D e4 ' I '& )' + . 4 0 .!# $ % & ' ( )* + . 4? *' ( ' I 3 ' 4M & *L & + ! 0 .3 * . *+ & )'3 * ? ' O 5 . 0 I ' 4 F % 3 & . 3 ' Z ' ( R . 4 D             012343467 89 6 . &. D b3 * + ? * 3 >J3 .! . + ' )! . 4M & *' 4! . '? . 4 0 O 5 . & ? ' 3 D [N : X A 8 < g j X : ' # U * ( . ' D PI 0 ? 3 . 4 0 O 5 . 3 * ( 0 )0 + ' O 5 . )* O ' ). & * )4 5 ..' ! * + . &. 4* 2 * )( . D TU 3 * . * 3 ' )J. * 3 )0 + ' ). + S & + . ( D '3 * 4 * 0 . )' ! * + . '? . ? . )3 . + S & + .J% & 0 4 '? *.4 *.! . . D Y 0 ! . )' ( ' I 3 'L * )0 + 0 + ' F ! . ' ( R ' D `0 I 0 'J)' 3 % * )? '4 . % ( . V 4 H* 2 0 4 . 4)H I * 0 4JI 0 4 . + I 1 )= + * 4 4 * 4 ! ' 4 . * 3 * 4 4 ' )+ * 4 . S ** )? 0 ' = + 5 . ' ). ). ! & O k * 4' ? I * 3 Z 0 ' 0 4 = 3 * .

42 113 .

24 33422 6 419 64 .

EE J K L M EJ K L* -EE J K L M EZ L \ * < . < . ? / : /n/ % "             012343467 89 6 . / < ? & * %E J K L M L ) E J K L M E ) E J K N M F 7 89 7 : O* % < . @2 * 0 3 4 *D / 5 = *% '. < + T % : // D ' 2 ' ) // D ' 2 / ) // D ? 2 * 7 U ' 1. * 7 O? 5 > /0 / 1? % /6% ' 1' 2 > / 5 < '// D ' 2 /D '' 2 '0 * 1. < // *O/ 5 ' 2 " O/ 5 = ' ? 1/0 / . 2 ? 0 / . 14 * " hi _ L j c E k l L _ / " U '*. ' 0 '1/2 * 0 3 4 * ) 1/ %5 4 *6 7 89 7 : $. = '' 2 '0 > ' + * 7 A 2 * 0 3 4 */ = & ' . * 0 / . *P D ' 2 /12 > ' . 2 ? 0 / . e 0 ? / 7 A O/ 5 = ' ? 1/0 / . < /PR / < . . ' 0 ' . / . @/ 0 ' 5 < *= '0 . . . / < ? & *E 7 89 7 : W? . . . % ! % < ? < ? . 14 7 A 89 . ' 7 A 2 * 0 3 4 *. ' 1* % : m89 . = ' . ' . ' . * % % ' % % ? & *' % < ? & ' . . ' 5 < 'G *2 / = * ) /< / . * 5 * 1' %/ = g ' < ? & * %. @% ' . < //R / < . . ' ? ? % % */% ' -? . * . E. ? / 7 89 7 : O/ 5 = ' ? 1/0 / . ' . 14 % 7 A 0 . * . F : /. * 7 O' -. / % '/ 5 < ' %= 'J K L'Z LA PD ' ) P= ' " ) % ' 1. < /P0 2 < /R / < . * 5 * 1'= ' 1* 5 % < . ' ? ? % % *P %% / %? . ? . 14 7 A 89 . ? + / < ] . . 2 ? 0 / . ' ? ? % % */ *% ' -? . / % ' 7 89 7 : O? 5 > /0 / 1? % /6% ' 1' 2 > / 5 < 'PD '' 2 '0 * 1. *P D ? 2 *D '' 2 '. ' 0 ' 5 = *E F ) > @0 . . . / % '6* ! . < //O/ 5 ' 2 " S! % 7 : I* 1= ' < ' . ' ? *D / = . .! " $%& ' ( ' % ) *+ . 14 * " 89 . / 2 ' < ]6% ' 1' 2 > / 5 < '/ *D '' 2 '0 * 1. ' 5 < '= /0 / % /61? < *! * 5 ? < / 7 $< / . ' 1? 5 ? 5 * %5 *% ? 5 + 2 / . *. . 'D '% '. . ' 2 *1/ % 0 2 ? 5 * \ / . 7 89 7 : O/ 5 = ' ? 1/0 / . ' ( 7 A Q// D ? 2 * " S! % 7 : C4 *' 9 ? % < ' 1) ' 1. ) = ' & ' . = ' . e 0 ? / 7 A O/ 5 = ' ? 1/0 / . / 2 ) < ' . < // *0 2 < *O/ 5 ' 2 " f " B5 < ' %= '. *1/ 0 ' < '6/< . / % '* ! . ' ? ? % % *P% /? . *' % < '2 ' 5 3 *P D ' 2 ' 7 A Q// D ' 2 ' " C4 *1'. . & * . / 3 4 * : P D ' 2 ' ) P D ' 2 / ) P D ? 2 * 7 VI* 1*. ! ? / 2 " B< / . = '' % < / & /0 > & * % / 7 C4 *% ' . ' 5 < '= /0 / % /> / & ? /1/@ . ' ? ? % % */% /? . ? + ? X 1'PD '' % < / & /5 *! / 2 0 4 * 7 S! % 7 : Y/ & ' . 2 . * % ? < ? & / " B. 7 89 7 : 89 . 5 *. ? + / < ] . ? . e 0 ? / 7 A O/ 5 = ' ? 1/0 / . 2 ? 0 / . * 5 * 1' %= ' 1* 5 % < . / . 1? 5 / 3 4 * ) /0 . = 'G *= ? / 7 H " I* 1* %. * 7 ^E _ F _` E a K M b E b N c F _ d " B5 < ' %= '5 * 1' %= '12 > ' . . * 0 /. 'D '? % % */ . * . 7 A Q// D ' 2 / " R . / . 2 ? 0 / . ' ? < //0 * 5 < .

42 113 .

24 33422 6 419 64 .

( -5 *& + . > *) + * . * ) / ' < * < ( = * > & . \0.< + * 4 * ' ] .. + + * 5 . < . + ( ) * > [ + * 7 8 * > $& * 7 ] * > ` 7 @ ' * < . 0. > / * j . 0( < ( j ' . ( ( . + 0( 7 * 8 1 . > ./ 4 < * 7 < ( = . ) ( . . ( ( .? .. 0*& * ' * = + *F K L L E > R / * 7 5 .* 5 0( < . 4 + ( @ * < A + ( * 2 $% 2 6 $% & ' ( ) * + . > .5 .?. + 0( 7 * 8 1 .5 ( < q 7 ) ( * 2 d4 2 6 X. -*[ + * 7 8 * 2 3 b( + .& + .) . ' * 2 $% 2 6 [ * \ ( *.*< . + + * > $) A ) ( *.) + * .( @ 7 ( . + * 0*< ./ 0E) + * . ) . 0.* + < ( @ . > * & * + .*/ * -( + 01 2 3 ) + * . ( *) * *& . 7 < ."$% & ' ( ) * + . /B5 ( < q 7 ) ( *5 . ( ) *S T U V W J S M K 2 $% 2 6 X. ( 8 1 . 0*& * ' * = + *o S J F p T U S E > .* & A -* -R / * < + . -B[ + * 7 8 * 2 3 b( + . ) ( . 05 . 2 $% 2 6 $' . ' *0* 7 ] 1 2 d4 2 6 X. & . .( 7 ) ' / 1 . < * < ( = *5 . ) ( * + *5 ( < q 7 ) ( * 2 $% 2 6 d@ / * + 5 *. 2 i* -7 1 . 7 5 g 7 ) ( * > 7 . ( B) * *5 *. 0.. ( * < ?* .) + * . < + . 2 $% 2 6 d@ / * + 5 *. + < / @ / g -* < / * ' > ?/ * + . 7 < + f + ( .5 .* ) . ( * < ?. ( 4 ( 5 * 6 * & . & * > _( * > _. + & + . /* < ?*+ . & . 2 C 9 X. ( 8 1 . 7 . ( ) * 8 1 . R / ( 7 * 2 n 9 X. 7 < . ' * 7 5 * 2 $% 2 6 b( * c * + .E F G 2 $% 2 6 $' .5 . 9 4 9 : . & . = ( < * 2 4 9 YF G?*Z 7 ( ) *& + . R h . /. /*@ + * 7 5 . 0& + .& + A & + ( ..* ) . 7 ..I l L o l 2 $% 2 6 d-0* + / c .) . 7 * -*& + . < . ( * < ?B& + * ( * 2 3 $' .) * . > . > ) . -5 .5 . 7 < 1 . & . < . 9 HI J K L M E N O K J * 9 Q1 .R / . 7 < .. 0.' * + 2 $% 2 6 $' . ( 8 1 . c * > . 2 kE J l Jm L l S I S F S M l J 9 X. ( ) . + * 2 3 .B/ * 2 C 9 D. . /*5 ( < q 7 ) ( * 2 d@ / * + 5 *.* ) . * 5 . .. 0..* . 7 < . 0. 0. 0. + R / . -. 7 . > R / * 7 5 . / ) * -@ + * 0f < ( ) * -) ( < * 0. .7 1 . ( ) * 8 1 .?. . & . & . 7 < . ( ) .) * 0& .B 9 ^ 9 X.. ( * < ?*& + * ( * 2 3 $' . a.5 . 0* -& * ' * = + * -$/ + . > .[ + * 7 8 * 9 d4 2 6 e . ( ) ... .E F G > R / . 0*& * ' * = + *U E J E. + . / 7 5 *) . 05 . . & .. ( -5 . & . + + * 2             ! 012343467 89 6 .+ . . 0*& * ' * = + *5 . 0& + . 7 . -5 *[ + * 7 8 * 9 b( * c * + . 9 $' .] . .) * 0& .

42 113 .

24 33422 6 419 64 .

2 1 / 2 / %. / & / 0 1 /%/ ( ) & 3 < / 5 $6 5 7 $& . M . 1 .. 2 / 0 / %( / 1 //( / 1 / 5 : " . 2 . . 1 3 / 3 5 J DE '. 5 $6 5 7 Q3 1 3 > 3 ) G . / & / 0 1 /1 . < 4 3 /I -( ' 3 / -%/ 2 . -/( = ' 1 / 1 5 A " B' %C/ < 2 . < = ' 1 / 5             012343467 89 6 . > / 1 / %// & > ) %%) < 3 ( P . < 3 . 1 3 / 3 5 8@ 5 7 F/ < 4 ' G . -4 . %.! " $%& ' ( ) * + .0 . 3 1 / 0 //) %/.< 2 .( 1 / . 1 ' < ' %..I.. ( . < 2 ./D' /T . < 2 ' 5 $6 5 7 c./. < = ' 1 3 2 /Q. 3 '4 '3 < 2 ./ 4 ` . . /M ) < ( 3 ' < 9 1 3 / 5 a " . 3 5 N 92 3 < = /. 1 ' < ' %. < = ' 1 3 / 5 8@ 5 7 8-. / $6 5 7 Q3 > //0 .< 2 . 2 /.< 2 .1 ( 5 8@ 5 7 B' %4 .< 2 .'/ 1 2 3 > ' H = / 0 . %'/ ( .0 ' & 2 / 1 ._ & 2 3 %' R ) / < 4 '/ ( ' %.< ' %. * /2 E 'M 1 / ( / 5 J /) %/.. -4 . 1 3 ) G . & = ' 1 5 J . 7 L/ 1 2 3 > '3 < 4 .3 < 4 . 3 1 / 0 //) %. -4 . . 1 . ' / & H 3 < ( & ) 3 0 . * /2 E 'M 1 / ( /O /) %M 3 & %. 1 4 / 4 . / < = / 4 '4 . -4 . 2 ./N ' / < /4 d . . 1 %3 < / * E ' H / . M 3 < 3 4 ' $6 5 7 B= . 5 L. -( ' %. -4 . ' 3 * E '%.'/ ( . -( = .D' /T . < 4 3 //( ' 3 / -%/ 2 . ( . < 2 ' 5 $6 5 7 Q3 > //.'4 . M . < 4 3 // ' -@ .0 ) & 2 ' -= 3 2 b 1 3 ( ' 5 $6 5 7 c. 1 3 ' 1 " L. 3 ) %/. 4 3 4 '3 '/S' /T . > / 1 / %/( / 0 / & ' 5 ? " .1 ( 5 e " . < 2 '4 . < 2 ' 5 $6 5 7 DE '. 1 @ ' 5 $6 5 7 $2 / 0 /. -4 ..I0 / & . < -%/ 2 . M 3 < 3 4 ' H ( & / 1 '' )' ( ) & 2 ' $6 5 7 . . 2 .f/ 1 3 /T / < 2 P 3 %/ 5 $6 5 7 g / 1 .. 1 9'/ ( . 1 . 1 . 1 . 2 3 0 ' " / 4 %3 2 . -4 .2 E 'M 1 / ( ' " L. 1 ' < ' %.N ' / < /4 d ...2 1 / 2 / %. & = ' 1 " N / %/ 3 -/ 3 2 3 /. . < = ' 1 /. & /R ) . > '%. 1 9 1 3 ' -. < 2 'U V W X Y Z C H U V W X Y Z [ \ C H ]C ^ C ]V. 1 3 ) G . / 1 . 1 .< 2 . 1 3 / 3 " K " .. -4 . & ) 1 / & 5 $6 5 7 DE '. > / 1 / %// & > ) %/3 & = /4 '3 < 2 . 2 3 4 / 5 $6 5 7 8-/ 4 0 .^ Y W CJ . 1 3 ' 1 5 J B= .

42 113 .

24 33422 6 419 64 .

] e b7 E < C Q 9 > 4 7B 0 A 7 : >0 < 7 R E >9 > : 6 7 E : 0 E 0 : 4 7= R 4 = < 0 L M >4 7E 7 ?9 > C f?0 < 7 E 7KE : > < 0 : 9 > : . ( c ] % d % C Y8 C g h\ 5 7 @ 0B > : 0 Q E > 4 > 67 6 E 0 A 0 ?< 0 R 6 0 4 > 6 C i0 \ 5 7 @ 0B > : 0 Q E > 4 > 67 6 E 0 A 0 ?< 0 R 6 0 4 > 6 C 4 1 U7 V 00 @ J 5 ?0 6_ : 0 6 7 67 ?\ 5 709 : 7 6 7 R L 04 >0 < 7 R E >0 @ E 7 : 0>6 7 R E = 4 > C j0 E 7 509 > : E 0 C H Y?9 5 : : > 509 > : E 09 0 : 0_ 7 < B 3 Z @ 0 1 j0 E 7 5F9 > : E 0 C H kB 0 ?> 5 1 kB 7 J > 50E 0 : 4 7 C H 7 R E 0 : 4 7 < 7 5 1 kB 7 J > 5FE 0 : 4 7 C H Y@ 7< B 7 J > 54 7E 0 : 4 7 1 l 0 = 50_ : 0 R < 7 6 0 C H m?5 @ B 7 : _ : 0 R < 7 6 06 0 = 5 1 l 0 = 5F_ : 0 R < 7 6 0 C H l 0 = 56 7 ?R = R J 5 K ?R > E 0 : 1 n: 0 T 0 @ B 0 A 0 ?0 6< 7 J 0 6 C H W5 @ B 7 : 7 6< 7 J 0 6E : 0 T 0 @ B 0 A 0 ?1 n: 0 T 0 @ B 0 A 0 ?F 6< 7 J 0 6 C H n: 0 T 0 @ B 0 A 0 ?6 7 ?6 0 T 7 : 4 = : 7 = E >>\ 5 7_ 0 G = 0 ?1 Y6 < : 7 A 7 50?5 @ B 7 : 5 ?0< 0 : E 0 C H Y@ 07 6 < : 7 A 7 55 ?0< 0 : E 0 1 Y6 < : 7 A 7 5F?5 @ B 7 : 5 ?0< 0 : E 0 C H Y@ 7?0 R 4 > 55 ?0< 0 : E 09 0 : 00?5 @ B 7 : 1 opoqrs rt "u v! 1 w R 4 = \ 5 7>7 : : >R >7 ?9 : 7 J >4 >0 < 7 R E >= R 4 = < 0 E = A >4 7< : 0 6 7 C 0 1 YR A = 7 = 07 R < > ?7 R 4 0F9 > : E 0 : = 0 C T 1 U> @ E 0 R 4 >F7 6 < > @ 0 Q 9 7 J > 509 0 6 E 04 >= : ?M > C < 1 Y@ 7E 7 ?@ = A : 70 < 7 6 6 >F\ 5 0 @ \ 5 7 : 7 ?9 : 7 6 0 C 4 1 x 7 : ?0 R 7 < 7 : 0 ?V 5 R E >F9 0 : 7 4 7 C             ! 012343467 89 6 . 7 69 0 : 7 < = 4 0 6< > ?09 0 @ 0 A : 0B > : 0 C D0 6> = E >F 64 7 GB > : 0 6H 0 6B > : 0 64 >: 7 @ I J = > 1 D7> = E >04 7 GB > : 0 6H = 4 K = 04 74 5 : 0 L M > 1 N7 : : 0 4 >4 = G 7 : O 4 7> = E >F 64 7 GB > : 0 6 P Q < > ?>R > : ?0 @ ?7 R E 76 77 R < > R E : 09 > : 0 S C T 1 U7 V 00 67 8 9 : 7 6 6 . ( $ 0 1 234 5 0 67 8 9 : 7 6 6 . . 7 64 >E = 9 >( c ] % d (a b & ( Q ( c ] % d %^. 7 60 T 0 = 8 > Q = J 5 0 @ ?7 R E 79 0 : 7 < = 4 0 6 C W7 5< > @ 7 J 0A = A = 0FE > 0 C H FE > 0X@ > < 5 L M >0 4 A 7 : T = 0 @ 4 7?> 4 > 1 Y@ 7K5 ?B > ?7 ?F Z E > 0 C H F Z E > 0X0 4 V 7 E = A > 1 < 1 [5 0 R 4 >6 74 = GO U> @ E 7 = F5 ?0B > : 0 P Q R M >B 37 : : >4 7< : 0 6 79 > : \ 5 7] ^(KR 5 ?7 : 0 @ Q 7R M > 0 : E = J >= R 4 7 _ = R = 4 > ` A 7 V 0>< 0 6 >> T : = J 0 E I : = >< > ?09 0 @ 0 A : 0a b & ( C < 1 Y?7 8 9 : 7 6 6 ."# $ % & ' ( ) * % $. ( c ] % d (> 5.

42 113 .

24 33422 6 419 64 .

Q . * 1 * . . @ 2 . ( A ( 4 ![ " C( . * 2 * ' 0 +& . ' ( 2 & 3 (( 0 * G 6 ( 0 ( 4 D. ' ( 2 & 3 ( B ( " <& ' / 6 I -& . @8J + ) K ' & (' * -8L6 . * / +0 +( 1 * ' 2 +& ' 0 & 1 ( 2 & 3 +0 *1 . . ( % * 4 ( " S *3 + 1 T. + 4 0 " N= * / ( ' 0 +8* ' 1 ( ' 2 ( 0 + . . 2 7 +8 %. ( % *1 + -* . & -* 4 1 " :' 2 . * & +G 6 *-*. * % % ( ' 0 +85& % 9 + ( E . * & ) + / +(J * 2 . 0 +2 * 6& . + ) & % 4 0 " X6 ( ' 0 +1 = * / 6 * & 8S 6 Y A ( E . * % % + ( %( 6 % * ' 2 * % 4 9 " :. * & 2 +83 & O & ' = ( 4 0 " $G 6 & ) +-*1 = * & . ( -8. +' +* -. & G 6 * & 9 + -4 P ( ) 2 ( -+ % 4 4 4 4 4 4 4 4 4 . ) & G 6 *8* % 2 (. * 2 & A 7 + 4 a& % % *( G 6 & ) + 4 4 4 4 4 4 4 4 1 ( 0 (3 * ' 0 * 0 + . . + . & (+. ( 4 ( " ( E 8 E 8 E (             012343467 89 6 . ( % *1 + . . + 3 +) * 3 + 6 ] +86 -(/ . * 2 + . + . + 1 6 . ( A ( %8* ' . . ( A ( % 4 4 4 4 4 4 4 4 * ) (. . -7 +89 & 9 ) & + 2 * 1 ( 4 9 " :) * %3 + ) 2 ( . ( . ( % *% + -* ' 2 *' (% * / 6 & ' 2 *( ) 2 * . & G 6 * %( ) = * & +80 + . * 0 & % 2 * 4 1 " V& ( W ( . A 7 + B ( " C( ' 0 ( . . ( % * 4 ( " S * 6( -+ . ( -% * . @ 2 . & + 4 !Z " $. & (*8 %1 ( 6 % ( %0 +. . . ( % * 4 ( " 5* 3 * & -* 6& . +0 *1 . * 6 ' & 7 + 4 `-(. (& -* ' % (% 6 (0 * 0 & 1 ( A 7 +8. + 2 +. + & ( ' * F ( 0 ( 4 4 4 4 4 4 4 . .!! " $% % & ' ( ) *+* . ( E * ) *' 7 +-+ . + %8. * * ' 1 = (( %) ( 1 6 ' ( %*( ' + 2 *(( ) 2 * . * % % + . + 9 ) * -( 4 !H " ?@* . . ( ' 0 *3 & 2 Q . ( 4 0 " <7 +% *( 0 ( . + ' 2 *(. & ( 4 9 " C* % -+* % 2 6 0 ( ' 0 +(-( 2 I . 7 +0 ( 0 ( %( %-* 0 ( ) = ( % 4 !_ " J . & (*. * & 8M 2 @ ) & (+-* 6( % % * % % + . ( 3 (82 . ( -81 * ' (0 +1 . G 6 *(\ ' & 1 (. + 3 ( 4 9 " <7 +. ( % *' (+ . & ( 4 1 " D. +0 *1 . . -* & . 2 ( 3 (8' * ' = 6 -(( 2 & 3 & 0 ( 0 * 4 !> " ?@* . ( % * 4 ( " J + 6 1 + %( ) 6 ' + %1 + -. ( . +0 *1 . * 6 4 0 " :F . . * -+ %6 -1 ( . (P ) + . . & ( ' Q . + ) & % E . -7 + 4 1 " :) *( / & 61 + -2 + 2 ( ) . +0 *1 . * A ((0 + 1 6 -* ' 2 ( A 7 + 4 0 " ^%( ) 6 ' ( %G 6 *% *0 * 0 & 1 ( . 8U+ -T ' & ( E 3 & % & 2 *-* 6 %( 3 Q % 4 9 " U* / . & ( E ' 7 +1 = * / + 681 + ' 1 ) 6 % 7 +( ) / 6 -( 4 1 " :' 1 ( -& ' = * ] % *(0 & . 6 ' 1 & + ' @ . * % . / * ' 2 & ' (* -0 * O * -9 . ( O & (. ( . 4 1 " J . * 2 (G 6 ( ' 2 +( +* -. * / 6 * & + %) & 3 . . * . G 6 & ( 4 9 " C( ' 0 ( . 8N6 9 (+ 68$. + 6+( -& / + 4 !R " $% % & ' ( ) *+* . 8. * / +0 +( 1 * ' 2 +0 *1 .

42 113 .

24 33422 6 419 64 ! .

. '6( 6 0 ( 4 . =/ 0 5 0 ' 2> 4 /? 6 3 : ' 2 2 / =. . 2 6 . . . 7 B . ' $ % 2 & ' & ' & ' 2 & % # $ % 2 & % & ' & ' 2 & ' ( $ ' 2 & ' & % & % 2 & % ) $ % 2 & ' & ' & % 2 & % * +$ G' . ) $ K9 6=/( 6 0 ? / 0 ( / 4'1 5 2 : T . . . %> 4 // 3 /: / =. . ( $ K5 0 D 4 B =A / L=' 3 %? 6 ( M . . . ' 3 D 4 0 27 / . =/ 5 %. . . I 2%J3 / =' 0 1 '/ =0 6 ? / =# . : 4 D ' 3 . . E6 =7 . . 5 6 . 8 ' . ( M) ' 26 0 ) ' 2 . . . / 5 . F0 : . ' =. M 0 ( 5 ' . =4 3 1 / . ' $ / ) 5 =6 2%D ' . . . 6 . . . * + U $ JA . 6) /( . ( $ O 5 > 4 / 5 '7 ' . ' ( / 0 : 6) /( . =/ 3 1 6 . / A / . C6 3 : ' . & / 0 ( ' =5 0 1 / Q 2 /% > 4 / 3 '3 6 R ' . . ' ( / 0 : 6) /( . . . # $ N . ' 2 /' 2A . . ' 2 /B . ' 2 / 22 / D 4 5 0 : / 2 & / H ( / : 6 P ' $ F2 : 4 ) 6 4%# / 8 '7 ' . * + ! $ SI/ . / : ' 2> 4 ' 0 : 6' 6/ =7 . ) $ F3 ' 2A 6 . ' =6 2 . ) $ 6 . ' 2 /> 4 /0 9 6) / ? /3 / ? ' . / ? 5 2 : '6=/ 47 6 0 : 6) /? 5 2 : ' . . * + * $ F2 : 9 6( 6 . </ ( 6 =/ 0 ) / 5 . / 2. . 5 '%> 4 /A 5 L / . # $ E1 / D ' . . . . / ( 6 =/ 0 ) 6 4 . ' $ F3 /A / L: 4 ) 6' 2/ 2 ( 6 0 ) 5 ) ' 2 . A 4 =/ 2 . . . # $ F0 : . . A ' ? 6 . . 6 : '> 4 /A ' 3 ' 2 2 /# ' 5 H 6 . / 2 7 6 0 ) / 0 : / . . . ) $ N 0 A 6 .# $ % & % & ' & % ( $ ' & % & ' & ' ) $ % & % & % & ' * + . ') 6: 5 6 . @6 ) 6 2A 6 . / D 4 / 5 '( 1 ' ? /%> 4 /( 1 / D 6 47 . * + + $ JA . . . : '( 5 ) ' ) /) 65 0 : / . ( $ F3 /? 5 ? /%2 6 =# . 6 . ' 2 / . . ' 2 /> 4 /0 9 6) / ? /3 / ? ' . ( $ G5 0 1 '( ' 2 'B5 0 A / . ) 6 2' ( 6 0 : / ( 5 =/ 0 : 6 2 . 6) /( . 6 4 7 ' 2 . . . / D 4 / 5 . ' 2 /B P             012343467 89 6 . ' =. / =6 2%( / . ' =3 / ? ' ) ' 2'A 6 . 5 6 . 5 =/ 5 . 6 . . / D 6) 6' ( / 0 : 6) /( . > 4 /6/ . / / 0 ( 1 '' 23 ' ( 4 0 ' 2/' 2 2 5 0 ' 3 /'6 7 8 9 6( 6 . . $ . ' 2 // =P ' $ F2 2 '=I > 4 5 0 'B5 ) M 0 : 5 ( '%> 4 /? 6 ( M. # $ F2 : I ? ' =6 2'=/ .

42 113 .

24 33422 6 419 64 ! .

I . ' & @ & 0 * $ 5/ @ . 2 B + #H' & / J .6 M& ' ' .) #/ & B 2 + ) @ &. + 4 + # & 0 $ U& 8 & + V . $ 7B ' # 8 # @ #P+ K ) @ + * #H&* + (# 0 * $ Q& (. * K@ & (0 .# /* 4 # ' # / 0 * $ 54 && / (# + . & + @ #) .J . /J ' & / & ) @ & /H /(+ ) 6 # /./ & (J ' &.# . * K / 0 $ 5/ / &B # ' . / 0 $ 5/ @ # 8 #C 2 & .H.&* ' # / &#/ & B 2 + ) @ &/ & ) @ & ) D # E # $ FG ) + . /.& ' ' . ' . ' @ #HJ . ' # / &/ & (& ' ' .HC 2 & (C 2 & ' . ) @ & 0 * $ 5) 8 + # ' & + 2 (@ & 4 & B ' # (#H) . 2 8 + ' 0 < < Z $ F# * & ) @ .&* ' # / &P.C 2 &) . 2 @ . $ 12 & ' ./ L+ ' MH. . P 2HC 2 &. /H+ ' & @ . @ . ' @ # 0 . + / (. 0 .# * & ) @ .. J ' + # #J # ' #+ / * 2 / / Y & / 0 * $ 7C 2 & 4 #6 .# (+ B . J # 0 .&* # / # 0 $ 7/8 & 9 & / : ' & / .&* ' # / & 0 # $ O+ ) 6 ## (+ B # : #C 2 # 4 J & + & / * 2 4 J # / : 8 + # S . 2H+ / J . 2#* # (+ ) 6 . ) @ ' # ' + ##) .# * & ) @ . ' #.P.& (E # $ [+ # S . ' # / &+ (J & ' . 2H\& 4 & ) # 0 < <$ F# * & ) @ .& + 3 # ' + / / . ' (#* 2 4 @ ##4 A ) B 2 #C 2 # ) @ . 2 + H] ' # ) D # 0 < < = $ O# ' C 2 &#.C 2 &+ 9' & / J & + @ . . 0 . 8 & (/ && * 4 # ' . $ T .# $ % & ' (# ) & * + ##. 2HX 2 P * + #* . 2H+ ' & + @ # 0 . $ 54 &@ & (2 (* # (+ ) 6 I . # 4 # ' 0 < = > $ ?. (.# . + 4 6 # / 0 . / / #@ + # 0 $ FS .&* ' # / & 0             012343467 89 6 .@ ' .&8 .# . : 4 & (. # 4 @ # ' M& ) & ' B + #) #* + # & 0 * $ O# 2 ' .H* + # & 0 < = W $ X L) I . J D I . 4 8 + #. # * 2 4 @ # @ + 8 . $ X # + ' & (.&* ' # / &/ L) I . 2J # ' ##52 ' . ) @ & * & 2 0 $ 7+ ) #) I .& ' ## J ' . ' # ##* # & + ' #HC 2 && 4 &/ &+ ' + B + 2 0 < = R $ 7/ / + ) # 4 &. ' C 2 &. & 9(# + /J . # * 2 4 @ # @ + 8 .&* ' # / & 0 # $ O+ ) 6 #* # (+ / #P+ B 2 # 4 HC 2 &8 . 0 # $ 5) @ ' & B 2 & + . ' D # 0 < = N $ 7/ / + ) # 4 &#. ' # : @ . . & + ' #. 2 /. $ 54 & /# ) # ' # (# @ PH. ' &H C 2 & 4 &/ & ) 6 . ' #) I . . /# * . /S M6 # 8 + # (/ # A . / + D I . $ 7C 2 & 4 #6 .&* ' # / && (E # $ U& 8 # ' # (. . 0 $ Q+ B #+ / / .+ ) + * # @ + 8 . /H@ # ' & 0 * $ 53 J 4 + * # (. ) @ .J ' . ) / # .

42 113 .

24 33422 6 419 64 ! .

# + )5 & & E ( / 7 . J * & 1 ? ? X $ @& & 5 . J ## &7 # 4 . ' / 1 ? ? ? $ @& & 5 . ' # N B * 1 2 $ @7 4 + 5 )* &. ' / 1 _ 0 / 5 1 1 1 1 1 1 1 # & #2 0 / ( / )/ . = #             012343467 89 6 .# 5 &4 )#( / < = > 5 # )* &> 0 / . = . * . *9 0 T + 5 * 1 $ G* 7 ' # 0 / 5 .D0 # & E 7 5 #> * 5 9 0 * ( / 5 ' * & # 1 2 $ F / )9 0 /> 4 5 7 / # 7 .W/ 0 / & V 9 * 7 5 &+ * &)/ 4 && * . 5 # 1 ? ? ^ $ U 0 / / .# $ %& ' # ( # )' * + * &. B *T+ # + * 1 1 1 1 1 1 1 1 > * > * # & 1 %7 /T5 : 4 # 7 1 1 1 1 1 1 )B / 1 \ 5 * 4 1 1 1 1 1 1 > 0 / .> / 5 0 #J * L / 1 + $ M2 / + / N ##/ & ' #* 0 + / )= )# &.# + #5 7 J #+ #0 / : 5 B * 1 $ CV &.G1 %H I 1 $ %. ' /+ /' * + * & 1 # $ . ' * 1 + $ . # 7 /## 7 ' / 0 .7 5 ./ . * 0 )#4 7 ' #A 4 # . ' *# */ )9 0 / : *+ *# / . ' 0 # )* &. = . / ' # &# &+ 6 < 5 # & 1 $ W0 5 & ' //& * < 5 . ' 0 / : 4 / 5 *+ * 4 )/ .> 0 / . ' *# A 4 / 7 #& / . ' /* 9 N B * R # $ U / + 5 0 / 5 . ' *+ /0 # & /& VT5 . ' / 1 S/ ' * 0 . + # ( # )# &/ : # &9 / 7 #0 4 # 1 ? ? K $ @9 * . 5 + # + / 1 $ 8/ ( # ( ## &9 / & & * # &9 * 2 0 / &# 7 : 4 )# 7 5 )/ . ' *+ /0 # & / 1 # $ @# 4 7 #& / 0 Q+ # &. ' *+ /0 # & / 1 # $ C* & & #5 + #. ( / 0 & # 0 1 2 $ 34 / 0 5 #& / 0 6 ' 5 7 . < / 1 2 $ Y* )9 0 * 4# . J *+ *' 0 # 2 # 7 J * 1 $ CB *5 0 / 5 .4 )#J * 0 # 1 + $ G5 # L # 0 / 5 .' 4 #)B /4 )#* 0 5 / . # ' 5 ( #* 0 0 / & 9 * .+ / 9 4 ' # + #/ & ' # + 4 # 7 1 2 $ S/ * 0 0 5 . B *# A 4 / 7 # 1 ? ? O $ PQ/ 0 0 *+ /0 # & // )R # $ %7 #& /# . * ( /# &* .L * 0 . * &/ . + 5 + # ' * 4. > / 0 )/ 5 0 #A 4 /)* 0 #. J * = 9 Z & [ & /. + #U * 0 ' *@7 / : 0 / 1 + $ F * 7 5 5 ' / 5 . # 7 /#> 0 # & /A 4 /. ' /#> 0 # & /* )/ 0 0 *+ /0 # & / 1 # $ %& ' 4 + # )* &#9 0 * 9 * & ' # 1 2 $ %& ' # ( # )## )5 . # 7 5 & ' #A 4 /# . = .* )4 . / )1 1 1 1 1 1 2 # & / 1 Y# 0 7 * &.J * 0 # 0 1 + $ \ 5 # )* &#0 # < * Q ( / 7 + 5 & ' ] . 5 #> 0 # & /9 / 0 > / 5 ' #A 4 # .* . ' *# *# / . J * 0 # 1 + $ @. #& / : 4 5 . ' /. ' 0 # 0 5 ##. + / . B ** . * ' # & & /' 4 + * 1 ? ? ! $ M# / . # &/# & & 5 . # 7 /#6 .

42 113 .

24 33422 6 419 64 ! .

( % H ) 2 ) % ? 4 @%Z% 2 H > %) %[ / 2 =% 0 . % ) 4H %. H ? 4 5 012343467 89 6 . & . / / 4) . A 4 2 =. ) . / M1 / % H S @ .@ 4) %: / % 0 % ? %T% ? T=. / =@ ) % & 9 4 H : .? / % ? %) .6 E # $ 6 6 6 .'4 A 2 H 2 C 4) . =A % 9 . 4 @@ =A .# $ % & ' & % & ' & ' ( $ ' & % & % & % & ' ) $ % & % & ' & ' & % * * + $ . % 5 6 6 7< 4 / % =. ? .QQ$ R2 H % 9 .6 6 6 ) $ 6 . =4A / . / % 5 * J \ $ P .T4 # / 2 : % ? U / 2 44% ( . 5 % $ R: / % ) . ) 4 5 6 6 6 78? 4 @') 2 A 4 2 B C 4) %1 % =D 9 2 % 5 6 E7F % # 4 / . -) 4 -2 ? .1 / % .@ % / . 1 . H ? % B C 4) . 2 '.@ % $ . H I % $ 6 & 6 6 6 . : % ) % 5 ) $ W2 / 2 X 4 V =. / .R]OZ6 Q$ ^ _C 4. & % 0 2 % H ) 4 V %) %=2 H > %( > . / Y H ( 2 %'A . ? % ( % ) % & 4 # . =@ H > %H C 41 . I % $ N@ =( % H ? 4) . H % -%0 4 ( Y 5 .( / % .( / % . ? U. ? % =. $ R? . / . ? 4. =S @ .A % 9 . 5 # $ 8/ %( 4 H ? / M / 2 4'4 / 2 .4( 4 / / . 2 9 M) . =. / ? % -% -1 / % . % ) %' -A . : @ 2 H ? .% A . / 0 % V .H %4 A B C 4. I % ( . ( 4 9 > 2 ) 4 -') .6 E ( $ 6 & 6 6 . -% # % 2 3 4 5 6 789 4 : 2 .# .) 2 4 5 ^ _%1 / % .: / % 0 % ? % 5 ) $ Q4 ? / 4 @ V . ? UT/ 4 @ A %@ 9 ? / % A % % ) % 5 . $ Q2 H > %% =2 : %. ( . H ? 4) . 9 %( % % 5 ) $ 8? M 0 % =4 -? 4 ) 4 -'=.% H ) % 0 %' -? 4 H ? % -A . 4 % -S @ .) .6 E * J K $ LM. @% -2 / =C -4% A 4 2 4/ . ? U. H ? / % ) %. 4 %% 9 : @ =%. H ? .. 5 ( $ 8( / . 2 3 . @) . 2 / % 5 G@ % H ? 4% 4% ( . 0 2 %=2 H > %=C .% -1 / % . a/ .%1 / % . H ? . : 4) 4% ( .%: / % 0 % ? % 5 ( $ R.'# / % 2 9 ..9 4 @ 0 4 / '0 2 ) % 5 # $ O% =2 H > % 0 % ='A % 4 -9 % / : 4 5 ( $ 89 . 5 8.% -S @ % ? / 4> 4 / % -) %? % / ) . ( . H ? 41 4 2 2 H ( 4 / / . =A / . ? C 4( .% # 4 9 2 / 4A % 9 . H ? 42 H ) 2 ( % ) 4 / ) %( / % . H ? 4) %( / % .2 H ) 2 1 .S @ .@ =%% A 4 9 4 : 2 %' -# . : @ 2 H ? . % 5 * J$ P 8< . X @ ) 2 ( 2 % 9 '% ` ) . / 0 . # 2 ) 4 5 # $ 8? % / .

42 113 .

24 33422 6 419 64             ! .

+ 0 : 7 . 7 1 F 94 . . + .00 2 : . + . 1 9 + .< < < < < . . . 14 . 7 E 9 < 0 $ LYL 1Y0 6 $ LYL 1YL . ?0 14 .. + 0 7 1 $ 012343467 89 6 . $ L K 0 K L K L K 0 1 " # # $ & M) () $ M1 1 7 0 2 . : + 0 4 04 91 . $ 0Y0Y0 4 $ LYLYL . . < < < < < < < < D 0 2 0 .1 3 P . 0D + 7 . 8 0 < < < < < < < < < G7 .D + . 2 9 D S 4 7 0>9 ?D 0 . 0 1 1 9 . 7 I + 7 9+ . 3 0 14 05 + 0 1 .) 7 1 . 9 ?9 < < < < < < < < 3 ?0: I 6 3 04 . + 0 14 . . : . 7 0. : 7 E F 90 . 9 + + . . . 7 ?. $ 0Y0 1Y0 4 $ 0YL 1YL .0 D 9 7 9C 3 .. + 0 . 0 ?7 / 0 ?9 1< < < < < < < < D . 7 0 1P 9 . 9 + + . P 9 3. : 0 ?. 9 + + . 11 9 2 7 .09 D E F 9C 3 . ?D + . 7 3 K < < < < < < < < . : 04 . 5 .< < < < < + 7 P 7 4 .. $ 0 K L K 0 K L K 0 1 4 $ L K L K 0 K L K L 1 . : . < 0 $ LU 0U 0 1U 0U LU LU 0 6 $ 0U 0U 0 1U LU LU LU L . . : 0 ?. 14 . 9 + + .0 12 0 . + Q 9 4 90 6 0 7 8 9 < = (.0 6 0 7 8 9. . . 3 0 1 < N14 . / . $ 0U LU 0 1U LU 0U 0U L 4 $ LU LU L 1U 0U 0U 0U 0 . $ LY0Y0 " # Z $ & '(R[ A * $ G7 1 D 9 1 : 9 < < < < < < < + . : 0 < = >9 ?3 7 . 7 O . 0.D + .1 . 5 . 1 D Q + 7 : 9. : . + . : 7 E F 9 K 0 : . 7 O . E 0 + K 90 3 8 7 2 7 0 + \ 3 4 7 . 7 E 9 14 . 4 04 .0 1 1 7 0 2 . E 9 1 . 0 2 7 H 0 E F 9C 3 . + 4 3 2 I + 7 0 K 0 P . / .0 9 .< < < < < D + 9 4 3 : 9 1. 4 ." # " $ & '() $ * + . 0C 3 . 9< < < < < . $ 0Y0 1YL             ! & M4 0 D : 0 4 94 . + 0 : 7 .1 7 1 : . 7 .0 12 0 . 7 0.9 3 .. : 9 1T. 1 : 0 : 0 7 1 $ . + 0 2 ?. 7 : 0 4 0 1 < = 0 $ 0 K 0 K L K 0 K 0 1 6 $ L K 0 K L K 0 K L 1 . 2 01 . 0 ?9 1< < < < < < < < < < @< A B C 3 . .. 2 / 9 + C 3 0 2 7 4 0 4 . 3 < < < < < < < < < 7 + ?F. 0 E F 9 < = 0 $ LYLY0 6 $ LY0YL . + 0 ?.7 7 . . 3 0 1 4 9D .R. 9 ?D .0 D .1 0 2 . / 00 12 0 . 7 0 : 7 . 4 9 + K . + 7 3 [ 1 .1 . . 9 4 3 H 7 4 9< < < < < C 3 . 1 : I0 D : 0 < < < < < < < < D + . + D . 9 ?. 5 7 . 1 : 0 + < < < < < < < < 7 5 9 + ?0 E J .?. . 5 7 . HP . 7 0 4 0 1< < < < < 6 3 + 9 . : 0 7 1& . < < < < < < < < < < .>9 / . 0 4 0 0 D 9 : 0 ?< < < < < < 7 .00 2 : .D + . : 7 . ?C 3 . 9 ?93 ?7 . 9 9 ?7 0 1 . $ 0U 0U L 1U 0U LU LU 0 " # V $ & WMXRA * M$ M1 1 7 0 2 .

42 113 .

24 33422 6 419 64 .

7 < = 73 BF 3 E 6 < 3 B< 38 4 > 7 .3 4 H 8> 7N O OG E 8 .7 4 E 3 > 8: F 8 @ 3 F K ' /()0QRQS 1G .8.7 B = A .K K K K K K A .6 A = 8A < 9 7 4 A 8 4 K K K K K K K P 3 < = 3 U : 7 < B< 85 6 7> A W4 7 B C 7 A = 8K K K K K K 7 P 8 F 6 H I 8> 8B A B = 7 .= 8 4 < 8> 3 B= 4 3 < B 9 8 4 . /(01)% 2 3 4 35 6 789 4 3 : .C F 7 .A < > A E 3 > 3 K L7 B > 7M 6 F J 8> 7N O O O34 7 P A B = 3/()0QRQS 1P 7 . 2 LK Q7 B 9 8 4 H 87 .39 A < 3 < E 7 A 4 8< 3 E A U 8 < 3 F 7K K K K K K 8 C 8 4 = 6 < A > 3 > 7 B> 7A < = 7 : 4 3 H I 8E 8 .7 < U = 3 H I 8> 8.C 4 7 7 < > A > 8V.7 < = 8> 7= 7 ? = 83 @ 3 A ? 84 7 B C 7 A = 73 B 4 7 : 4 3 B> 74 7 : D < E A 3> 3< 8 4 .3E 6 F = 3 G 3 B B A < 3 F 738 C H I 85 6 7C 4 7 7 < E J 7 E 8 4 4 7 = 3 .6 F 3 < > 8 > 7 @ 3 = 77 . -(.3 > 3 C = 3 H T 7 B % 012343467 89 6 ." # $ % ' ()(*+ .3 H T 7 B5 6 77 < P 8 F P 7 .

42 113 .

> 8= 7 ? = 8 G V [ 3 % \ 16= A P 7> 7 B > 7]A < 9 ^ < E A 3P _ 4 A 3 BP 8 E 3 H T 7 B K ` @ % \ (8C 3 B B 85 6 73 .> A 33 @ 4 A 4 I 8] a3 B 3 BC 3 4 38P c 8< 7 E 7 B B _ 4 A 8 G 77 69 A E 3 4 7 A B 8 W A < J 3 K ` 7 P 74 7 E 7 @ 7 4 8 " # ! % ' (d ed % (B B A < 3 F 739 4 3 B 7< 35 6 3 F 3C 3 F 3 P 4 3B 6 @ F A < J 3 > 3< I 8> 3 E 7 < = 8A < > A E 3 = A P 8> 7E 4 3 B 7 K < = 7 4 < 3 E A 8 < 3 F A W 3 H I 8> 3(.E 8 < = 8 4 < 8 B> 7 3 % QB3 C 7 F 8 B3A 3 P 3 F 3 < E J 7 K B = 3J 8 4 3 G > 7 C 8 A B> 7F 7 4 8 BM 8 4 < 3 A B> 8> A 3 G 9 A E 8> 7 C 4 A .5 6 7V9 3 E 6 F = 3 = A P 886 B 8> 83 E 7 < = 8 A < > A E 3 = A P 8> 7E 4 3 B 7 G < 3C 3 F 3 P 4 3B 6 @ F A < J 3 > 37 .24 33422 6 419 64 3 % XU 3 BU XU X B @ % 3U X BU 3U X B E % XU X BU XU 3 B > % 3U X BU XU X B 7 % 3U X BU 3Y3 B " # Z % ' (6 ? K 03 4 = K % (3 F = 7 4 < 3 = A P 37 .3 4 7 6C 8 B B 83 = V]J 8 4 3> 7.3 > 4 6 : 3 > 3= 8 > 8 B7 B = 3 P 3 .3 < J I37 8 4 3. 7 A 5 6 76 .7 < = 8> 7 F 7 B< I 89 8 A E 3 B 6 3 F K ` 7 % \ .8 4 = 3> 3.> A P 6 F : 3 > 8< 83 < 83 < = 7 4 A 8 4 K             ! .3 W c < A 3: 3 < J 3 .8 4 4 7 4 K E % \ R_= 4 D BE 8 A B 3 B' K K K % C 3 4 3] a5 6 3 A B7 6> 8 6.C 3 B B 3 : 7 .3C 3 6 = 3> 74 7 A P A < > A E 3 H T 7 BA : 6 3 F 35 6 7J 3 P A 3 .A < J 3P A > 3 K ` > % \ b6 3 < = 8].4 7 E 8 F J A > 8 B3 8F 7 A = 8 K E % (5 6 7 F 3J > % f6 A = 3 B> 3 B4 7 A P A < > A E 3 H T 7 B> 8 BB A < > A E 3 = 8 B= 4 3 @ 3 F J A B = 3 B G J 8 M 7 G B I 8 3E F 3 B B 7C 3 = 4 8 < 3 F K B 7 .3 8fA < A B = 4 86 .7 6 B9 A F J 8 B G 8< 3 B E A .7 F J 3 < = 7 B3 B> 7 % QBC 7 = 4 8 F 7 A 4 8 B3 C 4 7 B 7 < = 3 4 3 .A > 3 K @ % -8 > 3.

2 < H N 1 2 1 0 0 10 . =1 H N 1H 47 7 1H 47 7 7 B $ 0 .1 =L 2 1 I .YL B $ V.4 H . ( abcbde fg " CV " C "+ " C j+ " C #V " C li " C E+ " C m+ " C DO "!O "CV "V ""i "j+ "#V "li "E+ "mO "Di " " !O " " C+ " "i " " "+ " " j+ " " #O " " li " " E+ " " mi " " Di " j !i " j CO " jk " j "O " j jk " j #k " j l+ " j E+ " j mi " j Di " # !O " # CO ! 012343467 89 6 .B .1 0 L 1 K < 4 @ ^L 2 .B 14 N Q3 < H N 14 H . =1 H N 1H 47 7 1H 47 R 1 $ 0 .L 2 4 P . 0Y0 ? 45 ? H ] : . B ? N < 3 4 ( 2 . L 2 < 4 ] : . L 2 < 1 B 4 B 1L 2 . 2 < P 44*H < : . =1 H N 1H 47 1H 47 R K $ 0 . 02 1 @ 4 N < 3 .B 1 K 2 1 N . 2 2 1 N 4 =1 H N 1< H B < K 4 B 4 6 4 $ 0 . L .B 1K 2 4 0 10 .1 2 4AL 2 . " # C $ & 'OUV-7 W$ . 0 .B 1B 1 0 4 L 2 .0 . 0 [ 2 1 0 I 4 N M 3 1 < 0H . 2 44 ] : . K < 4 @ ( / $ O@ 1 < I 4 2 4 H N < 2 MN 2 4 N 4 =1 H N . I 2 M 5 < K 4 0 ( O.0 1 I ? H B .B .0 12 1 5 1 2 < 2 4 =4> ? 4 @ > ? 1 2 2 1 5 . =1 H N 1H 47 1H 47 7 / $ 0 . L S 0 < N .A4 P 4 @ Q < 4 ( 7 R8OB < 0 K ? 0 0 : . =L 1 N 1^*H < : .0 ? 45 ? H ] : . =1 H N 1H 47 7 7 1H 47 R L N 4 N < 3 . 2 =4 0. 2 2 T H K < 4B 1K 2 4 0 11 0 N MK .YQ.B 10 ? 4 1 $ Z N G N ? @ . 0 ` YL 1 =< 0 0 : .B 12 1 5 ./ 0 1 2 3 14 05 2 4 0 1 0 6 7 89: . K < 4 @ ( 4 2 N < 2 B .AL M N 2 < 4 ( 7 7 7 8OP M @ 1 41 0 N ML 4 0 0 4 H B . 1 =6 4 $ Z O@ 1 < [ 5 < \ 4 2 MH . 2 =4 0L 4 2 4. 2 N .Z ( ( ( [ 4 ? N .I 2 4 3 1 & X $ < H B < K 4 N < 3 . 2 =4=4 0AB 1C D E C ( 7 7 8F@ G H I ? 4B 1 3 1 J 0 1> ? 1 2 1 2 K .< =S 3 1 @ 2 ? 2 4 @ > ? 1H : . ( K $ . / 2 1. K < 4 @ Z ( ( ( [ . -) $ . 1 0 N 1 _ 4K ? =L 2 < H B . K ." # ! $ & '( ) *+( . =.B 1 0 4 L 2 .4 K 1 H N .K ? =L 2 < =1 H N . 02 1 > ? < 0 < N . L 2 < 4 2 L .

42 113 .

24 33422 6 419 64             .

012343467 89 6 .

42 113 .

2 3 7 8 4 .4 < . < 4: 1 : > 8 4 H I 74 7B 4 g .: 4B 4 C 4 ? 3 45< = 4 P ! r . 2 4 9 2 > ? 7 .C 7 8 4 2 > ? 7 . 1 B 7 : 1: > R 1 3 L 4 7N < 4 C N < 1 3 : 1 B 4 3 2 4 A1 9 2 7 O D 1 .: 7B 7 ? 7C 1 ? 7 < o 74< AT 3 4 9 : 1 3 1 . 8 < C > 9 7[4] Z L iN < > C 7A18 V 1 > 3 4 ? 44: 1 = 7 8 V 1 O P i. 1 3 : 7? 1 3 = 7B 7 3 < A7 < 2 3 7N < 1B 1 H 47 < 2 3 4B 3 1 B 7 . D B 1 C 47 3 : 1 AZ L t 1 <4 A7 3 4 7B 4 g . 7 C ? 17 B 3 7 = C 1 A4 P X1 Y 4 Z L 01 ? 1 > A1 <> 3 AI 74 78 7 C [ T > 7 O D L MC 1 . 11 . 01 2 3 4Q M. 0> .B 7 3 A4 . . < = .4 7B 3 7 @ 1 . > AD 1 . 2 I 78 7 A9 7 A1 . D B 1 C 47 3 : 1 AZ L f4 9 : 4 3 1 A7 . 174 8 1 9 2 7 P X1 Y 44 . 5< = 47 <: 4 i3 T 1 9 2 > 9 41 A: 1 R 1 A= 3 7 O D L X> 9 : 7: 41 9 8 4 9 2 4 : 7 3 4e C 7 3 > 4 9 m B 7 C > . P iN < > D 42 3 7 8 4: 1 ? 1. 01 2 3 4Q e 4 R 1 9 : 74. 01 2 3 4s t 1@ > R 1 3 A7 . P X1 Y 4 A7 . Z L \> 9 T < [ A? > 3 S: 4c 7 C p 9 > 49 1 A : 46< 3 N < > 4 O D L X> 3 S: 4q 2 S C > 47A1 <4 .2 3 7 8 4B 7 3 A4 . 1 . A4@ 7 3 A4N < 19 4N < 1 . 1 A1 C V 4 9 2 1W4 9 2 1 3 > 7 3 D 1 AN < 14. 2 I 7. 1 P ! . D 1 9 8 7 9 2 3 4 A7 . 1 P ! d . 01 2 3 45 63 7 8 4 9 : 77 . . D 2 1 A7 . 14 : 4 B 2 4 ? 449 1 9 V < A 2 3 4 = 4 C V 7 O P c 7 3 2 4 9 2 7 D 9 I 7B 7 : 1V 4 ? 1 3 74 8 1 9 2 7: 18 3 4 .42 3 7 8 4: 4A1 . 7 3 O P \47 B H I 7] D 4 7. 19 I 71 9 8 7 9 2 3 4 A7 . 8 < C > 9 7 . 2 > 2 < > H I 7B 7 3 . < = . . 1 . . 2 4 9 2 > ? 7 . 1 9 2 1 .3 1 . . 2 S1 3 3 4 : 771 AB 3 1 T 7: 74 8 1 9 2 7: 18 3 4 .2 3 7 8 4 .14 7 .2 7 : 4 .< A4N < 1 . = 7 4 D @ 4 3 1 > 7N < 1A1 B 1 : > .A4 . = 7 4 O P ! v . < C 2 4 : 7 O D L f1 . 1 Z L X> 9 : 7: 1b 19 I 7: 4 .4 71 9 @ 1 3 A1 > 3 7 D 1 C 19 I 7A7 3 3 1 < O D L MG B C > N < 141 . A71 . 74N < 4 C N < 1 3 : 1 B 4 3 2 4 A1 9 2 7 O P Q1 . = 7 4 O D 1.: 1C < T 4 3 D 7 .C > ? 3 7 .8 V 4 A4 : 7 . D 8 7 AA4 > .A4 > .V 7 A1 9 .E F k 9 I 7B 7 : 1 D 1 9 2 I 7 D V 4 ? 1 3 74 8 1 9 2 7 P ! l . Z L \I 7. 2 I 74 9 2 1 3 > 7 3 D ? 1 3 1 A7 . > AB C 1 . 4N < 1 .? 7 C 2 4 3 4 A4 7C 7 8 4 C : 78 3 > A1 O D L M9 2 3 1 T < 1 > 7 . . D 2 1 A7 . 12 3 7 8 4 3 7. 2 I 72 1 A@ 3 4 .. > H I 7 D 8 7 A7` _ n D N < 1 B 1 : 1] a P iB 4 3 1 8 1 9 : 7] E D < . . 2 S1 3 3 4 : 7L W2 3 4 B 4 H 4 O P ! w . 4. 8 < C > 9 7 .C 7 9 T 4 .24 33422 6 419 64 !. 8 3 1 ? 1L W0> . > AD 9 4j C 2 > A4@ 3 4 .E F D 8 7 A1 G 8 1 H I 7 : 47 B H I 7J K L MC 12 1 AC > ? 3 14 8 1 . 1 9 2 4 3 E F4 B m . 1: 44 C 2 1 3 9 4 2 > ? 4J9 I 7B 7 : 1V 4 ? 1 3 4 8 1 9 2 74 9 2 1 . < C 2 4 : 74 C T < AO D L M9 8 4 A> 9 V 1 o             ! "#$%&'()* #+ . < = . 4 o .4. . 2 1@ < 9 8 > 7 9 S 3 > 77B 3 7 = C 1 A4 O P i. 1 9 2 41 3 3 7: 18 3 4 . > AD 9 4@ 3 4 . 01 2 3 45 iT 7 3 42 1 A7 . 2 < : 4 9 : 778 7 9 2 3 4 2 7 D 9 I 78 V 1 T 7 <43 1 . 1 C 4 . 1 3 1 A@ 1 > 2 4 .@ 1 A> 9 > 9 7 . < = .42 3 7 8 4B 7 3 A4 . 01 2 3 4Q U< 1 . 2 4 9 2 > ? 7E ^ _ ` _ ] E ] a b . 2 1 O P M9 2 I 79 I 7. > AL 40> . 1 A1 C > A> 9 4 3 7B 3 7 9 7 A1N < 174 8 7 AB 4 9 V 4 .> : 1 4 > . . O D L M3 4> A1 9 . D B 3 7 8 < 3 7 <74 A> T 7 O P i. 8 < C > 9 7 . 01 2 3 4Q ij 9 > 8 44 C 2 1 3 9 4 2 > ? 4N < 19 I 7? 4 > 4 B 3 1 .< A8 4 3 2 I 74 7 . 4@ 7 3 A4 D 8 7 A79 I 7. O D L h3 4 H 4 .N < 14 4 C 2 1 3 9 4 2 > ? 4u4 B 3 1 .B 3 m B 3 > 7 . 7 3 O D L c 3 1 2 1 9 : 7? > 3 : 1b 19 I 7: 4 .

"%G " ' F %J Z b L r[ Z x L X y v J" p ( M ""%L% + ' % 0 % /"L w Y J K L d $z$ 6 . ) ' $ !8 ' $ ! " ! 2 F $ ! ) $8 $ C " ' $ !) ' % & $ !" G ( $ ! : =@ A" ) ' $j B! ! $6 . /! .! "$ %" ! & ' ( ) * ' ( %"+ " . F ! ) $ 0 ) ( G %/$ ! & . /" 0 ) % 1 2 3 4% !$ 5 . M $ 5 @ : => @ A" ) ' $j 4+ $ 5 $ G ' $k S b l0 7 %98 " /( 0 ( 0 $ 2 + % ' ) $ 0 ) %0 7 %+ % ") " ' %L& ' $ ! " $ %0 $! . " ! ) 7 %" 0 G % 5 G "%" /+ ' " M %$ !5 % & . . /$5 % & . 5 ( 0 % : == @ A" ) ' $s qt J ` L9. " ! ) c " ! $ 0 ) " ' ( % ' " ! @ : B5 "0 7 %$ /( ) "$ ' ) ( M % 2 + % ' ) $ 0 ) %0 7 %+ % "D $ G " ' $ & " 0 ) %"& ' $ ! "$ 0 ) " ! : N$ ! 2 ) $ /F 9 /$ 6 . % ' ) . . ! $ %& % / $ ' ) ( M % 2 0 7 %$ /( ) ( 0 % 2 + % ( ! 2 %$ & " 0 ) %"& ' $ ! " : N$ ! 2 & % /%D O%/$ ! & . 0 & ( % 0 $ ' "$ & $ F $ ' & % 0 8 . //$ ! & . ( ) %. "0 7 %+ % "! " ' . 7 %t 2 b J X _ L9. 7 %$ G " ' F ( $ 5 "( 0 ) " 0 ! ( $ "& % /+ $ 5 $ G ' $8 " /( 0 ( 0 $ 2 $ u %$ & " 0 ) % : qv S rt X L< J9. " ' ) ( + %") ' % & $ 2 + % ( !+ % "0 7 %8 . 7 % : 3 n!" ! & % 0 ( $ ! 1"3 o8 % ' . " ^ L X9. 7 %L6 . " ! ) 7 %9/. ( 2 + % " P ! "8 $ C " ' $) ' % & $ d 3 V( ! ! "$ 6 . . . 0 % !6 . ! 1 : . $ 1! 7 % 5 % & . F ! ) $ 0 ) ( G % !8 " /( 0 ( 0 % !+ % ' /$ ! & . 5 ( 0 % & % ' ' " ! + % 0 " 0 ) " 2 + % " P ! "! ( /+ 5 " ! /" 0 ) "8 $ C " ' $) ' % & $ : Q% & R0 . " 5 ${o 6 . 0 ( 0 % :m0 " & " ! ! O ' ( %' " & % 0 D " & " ' $5 % & . 5 ( 0 % ! 2 ) " /% ! d 3 $ % !/" 0 ( 0 % ! 1 2 3 % ! /" 5 D % ' " !) " & ( % ! 1"3 $ %D % /" /1 : gh9/$ ! & . c " !+ ' " + % ! ( ) ( G $ ! : H7 %! ". ) ' % !( 0 " 8 ( 0 ( % !" /6 . 7 %$+ ' " + % ! ( . c " !+ ' " + % ! ( ) ( G $ ! : 46 . c " !$ G " ' F $ ( !"$ !5 % & . $8 ' " 0 ) " : . . ! ( G "$B! $ 8 : H$> I 8 ' $ ! " 2 ) " /% !%+ ' % 0 % /"+ " ! ! % $ 5 J K L 2 6 . ( 0 7 %& % 0 G 9 /) " 0 ) $ ' 6 . 0 ( & u + ( %%( 0 ) " ' ( % ' 1 : 012343467 89 6 . $ ' $$ !% . "! "" ( & $ ' $ /! " ' 7 %$ % !% ! ) ' % 8 9 . /+ ' % 0 % /"( 0 " 8 ( 0 ( % 2 ( /+ " ( 0 %$ ! ! ( /%" /+ ' " M %%$ ' ) ( M %" 8 ( 0 ( %" 2 & % 0 ! " 6 | " 0 ) " /" 0 ) " 2 %$ & " 0 ) %"& ' $ ! " : f' % & $ 0 % P ! "+ % ' . /$5 % & . % ' ) $ 0 ) % 2 $' " ! + % ! ) $! *+ % "! " ' $5 " ) ' $< : = > ? @ A" ) ' $4 B! ! ") ( + %"6 . ) ( 5 ( C $ %D % E "" /( $+ " 5 $ !F $ 0 & $ !"& % 0 & . ' ! % ! 2 ( 0 & 5 . $ 5 6 . $%% & . " ' ( /" 0 ) % @ : H$ a 5 ) ( /$ 2 D O%+ ' % 0 % /"( 0 " 8 ( 0 ( %b L < L] G ( /% !% . . ! $%& " 0 ) %" /L^ L X< J+ % ' 6 . 5 ( 0 % 2 0 7 %) " ' " /% !L S d 3 } ' " /% !$& " ' ) %/. 0 & $( ' ( $L SJ K J 2 0 7 %9 /" ! /% UV" + % ( !) " /% !WX J Y Z [ \ S] $ %" 0 & % 0 ) ' % @ "W^ J _ [ ` \ S] $ %' " 6 . c " !$ G " ' F ( $ ( !"/% %& % /+ $ 5 $ G ' $ !8 " /( 0 ( 0 $ ! 2 " p ( M ( 0 % 2 $ ! ! ( /2 %$ & " 0 ) % : q rJ X b l< J"L^ L X< J! 7 %5 % & . " 5 $ : H$% + . 7 %+ ' " + % ! ( ) ( G $& % /+ $ 5 $ G ' $8 " /( 0 ( 0 $ 2 + % ' ( ! ! %) " /$ & " 0 ) % : qw Y J K L9$& % 0 ) ' $ . 5 ( 0 % 2 ( ! + " 0 ! $%$ & " 0 ) % : gS X _ Y i L K 0 7 % $ /( ) "& ' $ ! "] ". . ( 5 %$& $ $G " 0 " % ' 1 : =e @ A" ) ' $4 f' % & $ 0 % P ! "% !! .

42 113 .

24 33422 6 419 64             .

y. U C C /@ G /I 9 @ 6 7 / @ )6 / .) C 6 9 1 7 @ / . < ) ( )= 9 &> ) ? )/) 6 & @ ' / A B@ & 6 & C C D ( 7 / = 9 &/2 & ( E /0 )/ ( ) F G /0 /3 4 5& F ))( & / C 7 F G /8&= 9 &> ) ? )9 ./ C)& O ( & C C G /& .) 6 & ' &) ( )8 3 4 5 Q 8` M d 8B' ( / 6 ) ( / ( _ 8 3 4 5 Q 8` M d 8 . P) . Y)u 1 ' 7 .)I / ( .E / .& 7 ( / . !p # %& ' ( )n q &' ( / 6 ) ( . +C C ). R& ? ) . n0 7 I & ( & @ F )B= 9 & A @ )/ F G /o A ' & .             ! 012343467 89 6 . t3 4 5 Q 5 A @ )/ F G /o A & = 9 7 2 ) 1 &)88 3 4 5 Q 5 .& 0 & .!" # %& ' ( )* +. 9 & 7 )6 > ) 2 &) /= 9 &6 > & .)I ( ) C &0 )1 & ' ( )V A = 9 &@ G // 0 &' & ( /86 ( ) C & ) 0 /) @ ' & C0 &3 4 5 .& 7 ( / ./ A ' & .( & .7 @ 7 @ / C/ ( ./ C6 ) 0 )) 1 ' & ( @ ) ' 7 2 ) . +@ ' G /0 & 2 & g C && C 6 ( & 2 & ( :3 4 8 Q .& 1 > ) @ ' &m!" . *7 f g C & h i R/ 9I ) f & ( 9 .& C ./ @ C ' ( ) ' 7 2 / ./ .) 6 & ' &B' ( / 6 ) ( /C 9 E C ' ) @ ' 7 2 /I & .)) 1 ' & ( @ ) ' 7 2 ) A )) 1 ) 2 ( )3 4 5 ]A = 9 &@ G /BI & .E B .) ? 9 0 ) C &0 & C 0 / E ( ) ( . T7 @ > )6 ) C )B7 @ I & ( 7 / ( )) = 9 & 1 )= 9 && 1 &' & . 9 @ 0 /8 A ( / @ / ..& C . /0 )) 1 ) 2 ( )3 4 5( & 6 & 0 7 0 )0 &8/ 9: .D = 9 7 @ )B7 0 S @ ' 7 6 ))) = 9 & 1 )= 9 &2 / 6 S( & 6 / ./ C C \ 2 & 1 / ) 6 & @ ' // ( = 9 &[ 8 ]^ _ ` MBC 9 E C ' ) @ ' 7 2 /.& @ 0 / 9 . P& @ > ) ) ' & @ F G /6 / . !w # %& ' ( )b Y)/ F G /8 A v M d e 8:v M d e 8& C ' D& ( ( ) 0 // ( = 9 &@ G /C &9 C )86 ( ) C & ) 0 /& @ ' ( &) 1 ) 2 ( ) C ( & & ' 7 0 ) C . q &I / ( / C C \ 2 & 1 A > D/ ) 6 & @ ' / .) 6 & ' &B/. x3 4 5 Q 8` M d 8 A @ )/ F G /o A B/C 9 ? & 7 ' /0 )/ ( ) F G / A / 0 &C & ( ' ( / 6 ) 0 // ( 8 3 4 5 Q 5 ]M ]5 _ e M A @ G /' & @ 0 / A / 7 C A ) 6 & @ ' /0 &6 ( ) C & .)= 9 &@ )= 9 & C ' G /) @ ' & ( 7 / ( A ' & ./ CV 5 A &@ G /3 4 5 . 6 # T& 9) ) ( ' ) .1 & C .7 C C / . / 9( 7 ..88 3 4 5 Q 8 3 4 5 .) C A E ) C ' )' ( / 6 ) ( / CC 9 E C ' ) @ ' 7 2 / CI & .2 ) 1 / ( ) 0 2 & ( E 7 ) 1 && = 9 7 2 ) 1 &)88 3 4 5 Q 8 A 0 & 2 & @ 0 / A & @ ' G / A 1 & 2 ) ( ) 6 & @ ' / h : 3 4 5 Q 8` M d 8 .7 @ 7 @ // ( 9 . E # +@ ' ( & ./ Ci ) /= 9 ) 1 & 0 7 0 & C 6 9 1 ) C j .A @ )/ F G /V A @ G /C &/ 0 &0 7 f & ( 8 M3 4 5@ & ../ C1 / 6 9 F Z & C) 0 2 & ( E 7 ) 7 C&( & / C 7 ' 7 2 ) C . !a # %& ' ( )b *).88 3 4 5 Q 83 4 5 . nC C 7 . +@ ' ( & .& @ 0 / 9 .) C 6 9 1 7 @ /J / 9 A C 7 . ) # +C C &) ) ( & 1 > /B7 0 S @ ' 7 6 /) /= 9 &2 / 6 S( & 6 / ./ C@ & C ' )1 / 6 9 F Z & C A C & @ 0 /= 9 &:c d 5 e 5 6 / @ ' B . H. / 9( 7 .& @ ' /B7 @ I & ( 7 / ( ) /= 9 && 1 &' & .& ( ( // ( = 9 &c d 5 e 5B) 1 ) 2 ( )./ Cr^ _ ` 88 ]^ s 8/ ( r5 48 ]^ s M A 0 7 ( & . T) C/..I ( & ' & j . 9 & 7 )6 > ) 2 &)) = 9 & 1 )= 9 &6 > & . Y) C0 9 ) C M u 1 ' 7 . x3 4 5 Q 8` M d 8 A @ )) 1 ' & ( @ ) ' 7 2 )[ A 7 @ 0 7 6 )' & .) C 6 9 1 7 @ ) . Y)/ F G /[B7 . !k # %& ' ( )* l9 & C ' G /C & .) C 6 9 1 7 @ / C h 8 Me d 8 o 8 Q ` M&8 [ 8 ]v M .7 ' &/) 6 & @ ' / 0 &6 ( ) C & .& @ ' & A ) & @ ) C/8 K L ) ) ( & 6 & @ 0 /8 M3 4 5 A & O 7 C ' &/) 6 & @ ' /0 &6 ( ) C & .C & . !W # %& ' ( )X Y& C ' )= 9 & C ' G / A ' & .7 @ 7 @ ) A @ G /) 0 .

42 113 .

24 33422 6 419 64 .

5 . : 7 = H L :\ ]> * ) * 9 ( 'X 6 '9 L :P S< ) * 7 ' C D R: 7 7 *." " # $ &' ( ) *+ +. = 7 6 * = 7 ? R*: ) 8 ' .' 9 ( '*6 9 = L :8 '4< : .8 ' ( ' ) .' * 8 O ' ( = .:7 ' 9 ( = 8 :8 * 7. ) */ 0 1 2 3 456 7 * 8 *9 : ) . ' 7 7 : *X 6 '' g ' ) < '6 .'. * * .< ) * 7 ': W ) = > * ( K ) = * N .6 .' P : ) C D +7< ' > * 7* 9 8 * . ' < = * ? b'.*X 6 ' 7 ( L :8 = J n < = N < * . * '* 4 ^\ 3 [ ] M ^ [ C < ) * 7 ': W ) = > * ( K ) = * ? @= * 9 ( '8 *. : = 77 '( ) * ( *8 ' 6 .* < ' 9 ( :: W ) = > * ( K ) = : N . :9 :7 = 9 > 6 * ) '* 9 ( ' 78 '9 : . ) ' . ' ( = 8 * N X 6 '9 L :* 8 . ' ) W = * 8 '( ' . :< : .b7 ..:< * 9 8 = 8 * ( :*= . : ) 4 ^k ^ l ^ ? " " " $ &' ( ) *@ m. ) ' . ' ) W = * U V2 ] s 4 V N X 6 '. : 7 7 ' 7 7 = .* < ' 9 ( :*J ) * 7 '( ' .= ( ':* < ' 9 ( : ? T> * W * ) = ( :5j. ) *J ' . : ) X 6 ' 59 ' < ' 7 7 * ) = * .8 *F 6 5 < = * G ? @' . : 8 ' ) = *P * . * * . ' *.' 9 ( : ? R*2 N J * ( *:* < ' 9 ( :8 'U o 0 ] p 4q *r* X 6 ' * $ ? R*\ N ( ' . :.6 P ' ) ? " " Q $ &' ( ) *@ R*' ( ) *4 N :. * * . : ? T. H L :4 N * ( ) : < *.7 ' 9 ( = 8 : u 7 ' .* ) ( = > : ? @= A B 7 ' C D E= . ' 7 7 : * N . ' ) W :2 4 ` \ 3 \ 4 M 4 [ x V ]5' 7 . : ) 4 ^ Vh ^ i] ` V ? R*\ N ( ' .* < ' 9 ( : N : 6 ( ) : ? +. : ) X 6 '. : 8 ' B 7 '' 9 ( ' 9 8 ' ) N . K 7*.* .: 7' g .* ) * N X 6 '9 L :5. * 9 P * N c 9 > * ( ' ) ) * N b7 < K < = * N d: * 9 8 * N e7 = * N b6 ) : . * C * . ) * 7 ? R*: . 6 ( * 8 :' 7 ( * 8 6 * G ? +7 7 = . < = : 7 * N X 6 'O : > *< : . ) ' 7 7 L :8 'X 6 '7 '( ) * ( * 8 *: < 6 H L :* 8 .N .. * .N 9 L : * .. ' 8 '*.' .* 79 L :* 8 .* = 7.*: < 6 H L :* 8 . ' = ( : 7 * G ? R*j N 9 L :.' 9 ( '< : .= 9 = 9 * ? T( ' ) .6 P ' ) ' 7 8 ' J = < = ' 9 ( ' 7.' 7 . *'eJ ) = < * ? " "$ &' ( ) *f R*' ( ) *4' g = 7 ( '6 . ' 7 7 : * ?             ! 012343467 89 6 .:U\ 3 [ ] M ^ [ 4' X 6 = .* ) * G N ( ' ) n * .. * ) ' < ' 9 8 :4 ^ N 9 L :. : 8 'P * .' 9 ( :5*. 6 ( * 8 :' 7 ( * 8 6 * G N '9 L :D * :8 ' .*.7 = ( 6 * H I ' 78 '< ) * 7 'J * < 6 ( * ( = .= 9 * 8 :< * ) > : ? E' O **( ) : < * C D b' 7 '< * 9 8 = 8 * ( : 6*8 ' . ' ) W : N :X 6 '57 ' .: 7 N ( ) : < * 9 8 : N D b*< * 9 8 = 8 * ( : 6 B 7 '* :F ' 9 * 8 : G N 8 * n :* < ' 9 ( :* 9 ( ' 78 'yz . ) *_[ 4 ` a 4 N :* < ' 9 ( :8 '< ) * 7 '5J * < 6 ( * ( = .. ' 8 '* < ' 9 ( : ? t* 7.: 7( ) : < * ) .'8 '. *\ N *J : ) . ) * ) ' .N < : . ' ) J ' = ( * .= ( ':* ) ( = > : X 6 * 9 8 ::< : .* < ' 9 ( := 9 8 = < * ( = . ) ' 7 7 L :< : . ' *) 6 * ? G+7 7 = .8 = ) ' ( *J = < *.:: < : ) ) '< : . ) ' . ) : 9 : . ' ) W * ^ j ] \ ] a 4' 7 ( S7 6 W ' 9 ( ' 9 8 = 8 ** 9 ( ' 78 '4 o 0 ] p 4 C 44 o 0 ] p 4 ? D TW ' 8 ' H **' 7 ( *: ) 8 ' . ) : 9 : .W ) * ) X 6 '< : = 7 *7 '( ) : < *. : 7 = H L :4 M 1 N * 9 ( ' 78 '. : ) < : = 7 * u . ) ' ' ) ) * 8 : ? R*2 N . : 8 ' B 7 'J * A ' ) *( ) : < *. ) : 9 : .4 V ? YM 4 [ \ ]( ' . ' ) :* < ' 9 ( :* 9 ( ' 78 :... : 8 ' . * * . = 9 8 *8 'f) * 7 n = *J : = .' 9 ( ' N X 6 '4 V2 ] s 4 V5:7 6 O ' = ( :8 *: ) * H L : N : 67 ' O * N 4 V2 ] s 4 V7 L :8 6 * 7: 6.W * 7< : ) ) ' ( * 7 ? " " ! $ &' ( ) *@ R** ( ' ) 9 * ( = . ) : . ' .* 79 L :: W ' 8 ' H *v X 6 ' * G ? T67 ' O * C " " w $ &' ( ) *+ T. :' 7 ( S9 :. : ) .'8 '( ) * ( * . ' ) :* < ' 9 ( : ? y: 9 . * ) ' < ' . :8 '< ) * 7 '* 9 ( ' 78 '. : 7 = H L :4 N . 6 ) * ? TU V( ' . * * . : = 7* . ' 7 7 : * ? F '*J ) * 7 'J : 7 7 'D b*< * 9 8 = 8 * ( : 6 B 7 'vyz . : 7 7 ' 7 7 = .

42 113 .

24 33422 6 419 64 .

' 4 * PD *. 9 -) ' 3 ' = 9 D ] W * P P 9 E2 -* 3 ' 4 ( -5= ) 9 > * ( ? ) 9 . 8 ' P( ) 3 *. ) F 7 '-P 7 = P ( * 4 ( 9 : -5E* P 3 7 8 9 4 . c4 ( ' PD '. 9 P P '( ) * ( ** . ) ' .*< 2 = ) 9 > * ( ? ) 9 -@ . ) F 7 '-: ' ) = -J N B u O 1 C5( ) * 4 P 9 ( 9 : D 9 ) ' ( -@ ' 8 > 9 * ) * 8 > 7 5 E$ W 4 0 -P '( ) * ( *D '7 E* 3 ' 4 ( -6 * 3 7 8 ( * ( 9 : 2 P ?.*. ) ' . P 9 / 0 W P ? D ' .*G'4 *J 2 . 8 7 ) * 8 'E* P 3 7 8 9 4 . c4 ( ' PD ': ' ) = -4 0 -P '* D E9 ( '-* 3 ' 4 ( -D '3 ) * P ' . ) . " y z $ &' ( ) *+ c8 3 7 / 0 -* D : ' ) = 9 * 8 1M 1 K K B KN 1 C u B K( ' ED 9 PE( 9 : P. D '\ * : ' ) -* 3 ' 4 ( -. 9 PD *. ' 3 9 6 9 3 * D * 2 7P ' j * 2 P ' ED 9 H ' ) X P '*' R * ( *D 9 P ( k 4 3 9 * 2 F 7 * 4 D -' 4 ( 0 -\ * : ' ) 9 **3 ) * P ' l Y m 9 3 * EPnD 9 P ( k 4 3 9 *D ': 9 4 ( 'E' ( ) P ] . ) 7 E E* P 3 7 8 9 4 2 1 BM 1 O . ) ' P P 0 -G B KTJ U KK B V A B K W ( ) 3 * 4 D X P '-: ' ) = 2 ( ' ) ' EPY Z9 ) ' 9 D *[' ) ' P ? . ^ > * = * ) 9 ( -5*. c8 3 7 / 0 -. * 8 * : ) *TB G 1 . * 8 * : ) *G O K h i V < O 1' P ( Q' E7 E*8 3 7 / 0 -P ' EP ' ) ' P . " y { $ &' ( ) *c . * ) *4 0 -* D E9 ( 9 ) -* 3 ' 4 ( -D ' 3 ) * P ' l M 1 K K B K5. ' D '3 7 9 D * D 2 4 0 -. . ) ' . D '3 ) ) ' ) 7 E1@ 71 K $ 3 ) * P ' * D . 8 7 ) * 8 2 -14 0 -. * 8 * : ) *6 ' E9 4 9 4 * .*G 2 = ) 9 > * ( ? ) 9 2 7 E*: ' HF 7 '*. ) 7 EE* P 3 7 8 9 4 -F 7 * 8 F 7 ' ) 2 B K l Y c> ) * D ' 3 ' 7* P9 ) E0 P-* . D ' 4 D -D 9 H ' ) 1 B < 1 G 1` 1 O C C B 2 . . ' 8 *' R .*x 8 ( 9 E*6 ) * P ' 2 ( ' EPP 7 = ' 4 ( ' 4 D 9 D **. ' P P * . * 8 * : ) *6 ' E9 4 9 4 * 2 D ' : ' 4 D -\ * : ' ) -* 3 ' 4 ( . ^* 3 ' 4 ( -5 9 4 * D E9 P P _ : ' 8 4 *. . * 8 * : ) *4 -. P 9 ( 9 : *eq C J V h JG J56 ) E* D *. 9 P< 1 G 157 E. ) F 7 '' R 9 P ( '7 E4 E' D '. ) 4 E'9 4 D ' 6 9 4 9 D 2 4 0 -P '. ) ' P P 0 -3 ) ) ' ( *5G 1 KV B d Je KB V f J 2 3 E* 3 ' 4 ( .*` 2 F 7 '. ) . . ) F 7 'G J K G J57 E*. P 9 ( 9 : *eG O K M B K O v w BG J56 ) E* D *.             ! 012343467 89 6 . P 9 / 0 -1 h |. ^3 ' ) ( -5e KG g f O 1 K 2 8 3 7 / 0 * D : ' ) = 9 * 8 3 E. ^3 ' ) ( -5e` 1 K J 2 .*8 ' ( ) *1 2 F 7 '5-> * = * ) 9 ( 2 6 * H ' 4 D -*P 9 E. * 8 * : ) *< 1 K 1 2 P ' ED ' ( ' ) E9 4 * / 0 2 4 0 -* D E9 ( '-* 3 ' 4 ( -D '3 ) * P ' . c8 3 7 / 0 -1G J G B4 0 -( ' E* 3 ' 4 ( -. D 'P ' ) 3 ) * P ' * D 2 . " " r $ &' ( ) *+ ^9 ( ' Es' R 9 > '3 7 9 D * D -' P .*< 2 -* 3 ' 4 ( -5 6 * 3 7 8 ( * ( 9 : . . ' 3 9 * 8 . / 0 -` 2 . ) F 7 '*. P 9 / 0 . ) 9 = 9 D . * ) ' 3 ' ) Q1 . / 0 -1 2 -* 3 ' 4 ( -56 * 3 7 8 ( * ( 9 : . 8 . * . ." " # $ &' ( ) *+ . * 8 * : ) *A B C 19 4 D 9 3 * 4 D -EE' 4 ( -' EF 7 '3 ) ) '* 8 > $ . / 0 -G. ' D '* ) ( 9 > 2 ' P ( QD ' ( ' ) E9 4 * D *. * 8 * : ) *IJ C J K L M B N O K 2 F 7 '4 ) E* 8 E' 4 ( '4 0 -. 8 9 PD PE' 7 PP 4 \ P ] . ) ' R ' E. " " a $ &' ( ) *b c' R . t8 '' P ( Q' ) ) * D -. ) ' . " " o $ &' ( ) *+ c. 9 P' F 7 9 : * 8 '*1 Bp U 1 C h J N . ) ' . * 8 * : ) *6 ' E9 4 9 4 * 2 D ' : ' 4 D -( ' ) -1 3 ) * P ' * D . c 8 3 7 / 0 -.*6 ) * P 'P ' > 7 9 4 ( ' 2 ( ' ) _ * EP 2 6 * H ' 4 D -*( ) 3 *.

42 113 .

24 33422 6 419 64 .

T 0Z . / '( * 2 -1 * 4 * 6 ) * -5 T 0 . ." #$ &' ( ) *+ . ^ 4 * > _' ` *a 7 1 ' 4 *0 ) 9 ' 3@ BH G J D A J B 7 BH G J F E G F A E B 7 A B JF E B b P G LA J 7 B D B Lb A N G 7 A BH G J G LF G M K B 7 A BA b A I c A LG M N B > . / '` .*O 4 ( 2 3*4 * 8 / 5 * 7 . / ' ( T 01 0 9 '' ) ) ' 0 4 6 2 9 *8 0 3*2 31 4 ' -( ) 0 8 *9 ': ' 32 5 2 5 01 0 ) 3* 8 / 4 2 5 0 > _' ` * 30 @ BG LF E G Q B 7 A B Jb G M G p q D I B J 7 A BF E B Q E G J J B'A B JI H G A I J > " # r $ &' ( ) *s U8 ) * 'd: * 8 / 4 ( * ( 2 6 *9 ' 1 0 2 -9 *1 ) ' 1 0 2 ] T 0A N t @ f * ( d*Z 0 ) *9 '30 ) ) ' ) h0 /f * ( duZ 0 ) * 9 '30 ) ) ' ) h > " # v $ &' ( ) *s 0 ) . / '1 0 *8 0 31 4 2 8 .** 4 ( ' ) 5 * ( 2 6 *D 7 0A w R G P A' .* -. / ' ) 0 / ( ) *8 0 2 *9 2 : ' ) ' 5 ( ' . / ''1 0 9 ' ) 2 *' 8 ) ' 6 ' ) A B JQ E I N B J > . ) 2 * 7 a1 0 9 ' 30 -' 31 ) ' = * ) A 7 1 0 2 -F E B H R N B J 7 * 4 d 39 '3* 8 / 4 2 5 0 7 d1 4 / ) * 4 > " # e $ &' ( ) *+ _* 30 -/ < ( 2 ( / 2 ) @ f g' 8 0 ) ) ' /* 02 ) 3T 0'*' 4 ''* 1 ' = 0 /8 0 30*/ 3< * ) 8 09 ' * 4 6 * ] T 0 h > i . / ' ( T 09 *+* : 1 0 9 '' ) ) ' 0 4 6 2 9 *8 0 3*2 31 4 ' -( ) 0 8 *9 0 -/ < ( * 5 ( 2 6 0 : ' 32 5 2 5 0 -1 0 ) 3* 8 / 4 2 5 0 > .' ) ) * 9 0 > " # " $ &' ( ) *U U5 ( ' -9 01 ) 0 5 0 3'9 '( ) * ( * 3' 5 ( 0VW X Y 5 / 5 8 *Z .5 ' 5 Z / 3*4 0 8 / ] T 00 /.* O 4 ( 2 3*4 * 8 / 5 * 7 ( ' 30 -*4 0 8 / ] T 01 ) ' 1 0 2 ( 2 6 *kG M N E A H AH G 7 8 0 31 * 4 * 6 ) *: ' 32 5 2 5 * > " # n $ &' ( ) *[ o0 9 **. / '0* 8 ' 5 ( 0: 0 2 < ' 3' 31 ) ' = * 9 0 > ? ' 4 *0 ) 9 ' 3@ A BD B E F B 7 A BF G H I H B 7 A B JK B LG M J'A B F G M J A LG M N B > . / 2 6 * 4 '*M A w R G P A 7 0 /AA w R G P A 7 1 ' 9 2 5 9 00* 8 ' 5 ( 0 @ k w R G P A >             ! 012343467 89 6 . / * ( ) 01 ) 2 3' 2 ) * -* 4 ( ' ) 5 * ( 2 6 * 7 *( ) 0 8 *9 0: ' 32 5 2 5 01 0 ) / 33* 8 / 4 2 5 01 ) 0 6 * ) .5 T 0' ) 2 * 5 ' 8 ' .T 0'/ ** 8 ' 5 ( 02 5 9 2 8 * ( 2 6 09 '8 ) * '* 5 ( ' -9 'G J N A'G J J A1 * 9 32 ( ' 30* ) ( 2 = 09 ' : 2 5 2 9 0 > . 8 2 4 7 5 T 0d3' 30 j " # ! $ &' ( ) *[ U5 ( ' -9 '6 ' ) < 05 T 0'/ *k > lJF A P A m E A J1 0 ) .*O 4 ( 2 3*4 * 8 / 5 * 7 1 0 9 ' 30 -9 '5 0 6 0: * \ ' ) *( ) 0 8 * @ B JG J D P A E G D I LG M N B J > " # # $ &' ( ) *+ +( *. / '( ' 301 ) 0 5 0 3'2 5 9 ' : 2 5 2 9 0A P Q R LA 7 ( ' ) S * 30 @ AK B LG L A P Q R L7 '5 T 0A BK B LG LA P Q R L> ? 0 ) ( * 5 ( 0 7 0* 8 ' 5 ( 0' ( .8 ) * ' > [' 1 0 2 -1 0 9 ' 30 -: * \ ' ) * ( ) 0 8 * -9 0 -/ < ( * 5 ( 2 6 0 -: ' 32 5 2 5 0 @ BF G H I H B'A BH G F A E N A LG M N B > U5 ( ' -9 '6 ' ) < 05 T 0Z .*O 4 ( 2 3* 7 . 8 ) * ' > . / * 4 .

42 113 .

24 33422 6 419 64 .

( / ) <6 1 * * ( ) 1 = > 1 * ? . (+ ) . . -. ( / ) 0 12 3 4 5 6 3 7 8 93 ) ( :. . 7 + * ) 1 * G + :+6 * + / (4 + 6 . 7 3 G 1 S T '_ I ( 2 1( / ) <> + / / + G 2 1+7 ( I ( 2 1 ` = 1 . G P 0 1/ 1 6 3 + 7 `1 . = 4 + X R / (:( G P 0 1V> + 7 + I * + B Y Z C D B = ? . (g + ^ ++> * ( > 1 / 3 P 0 1B 8 h16 + / 12 ++ 7 ) ( * G + ) 3 I +B S T +/ . 7 3 G 1 = 2 3 / > ( G / + G 2 1 = ( G ) 0 1 = 1+ 6 ( G ) 1 8 " # f % '( ) * +. G P 0 1/ 1 6 3 + 7 ` 8 012343467 89 6 . + 4 . ( * ( * V7 5 G K . G 6 3 + 2 +B Y B C [ \ B 8 ]( ^ ++) * 1 6 +> 1 * :+ / 6 . G 2 (16 + G 2 3 2 + ) 1 8 Q3 R 7 +G +1 * 2 ( :2 3 * ( ) + S T U( I ( R / ( ? ." # $ % '( ) * +. +4 . 9/> * 1 G 1 :( /+ 2 ^ ( ) 3 I 1 /> 1 / / ( / / 3 I 1 /G 1/ 3 G K . +W + 13 2 3 1 :+ % 6 1 :1V> < ) * 3 +W + 1> + 5 / % 8 H13 ) ( :. + 7 :( G ) (I ( :/ ( G 2 1> * 1 G . .1 * 2 ( :2 +4 * + / (6 1 G 4 . (@ A B C @ A D EF> * 1 G 1 :(3 G 2 ( 4 3 G 3 2 1 = G 0 1 + 2 :3 ) 3 G 2 1+ 6 ( G ) 12 (6 * + / ( 8 H13 ) ( :. c= d E M d e N \ O MF:+ / 6 . (/ 3 K G 3 4 3 6 +L M N O B E = > ( 2 (+ > * ( > 1 / 3 P 0 1B 8 .T V/ ./ ( ^ + = 1> 1 I 1( / ) <> + / / + G 2 1+2 3 X ( * C D a D b M 8 H13 ) ( : . 7 ) + ) 3 I + = 2 ( / 2 ( = 6 7 + * 1 = ? . = 1I ( * J 1@ A D E D E = ? .

42 113 .

24 33422 6 419 64             ! .

(Contarei uma estória para você.Crase Crase é a fusão de duas vogais idênticas. Substituir o verbo "ir" pelo verbo pelo verbo "voltar". ocorre a crase: Exemplos: Contarei uma estória a você. Representa-se graficamente a crase pelo acento grave. (Temos amor ao estudo) Respondi às perguntas. Se aparecer ao ou aos diante de palavras masculinas. (Respondi aos questionário) II. é porque ocorre a crase. Exemplos: Temos amor à arte. Substituir o "a" por para ou para a. Se aparecer para a. basta utilizarmos alguns artifícios: I.) Fui à Holanda (Fui para a Holanda) 3. Fomos à piscina à artigo e preposição Ocorrerá a crase sempre que houver um termo que exija a preposição a e outro termo que aceite o artigo a. Para termos certeza de que o "a" aparece repetido. Exemplos: . Se aparecer a expressão voltar da. é porque ocorre a crase. Substituir a palavra feminina por uma masculina correspondente.

com aspereza Dirigiu-se à Sra. Antes de nome próprio feminino: Refiro-me à (a) Julinana. e) em expressões formadas por palavras repetidas: Estamos frente a frente Estamos cara a cara. Fiz alusão a esta aluna. Restrição ao crédito causa o temor a empresários. Passeamos a cavalo. exceção feita a senhora. (Voltaremos de Curitiba) Iremos à Bahia (Voltaremos da Bahia) Não ocorre a Crase a) antes de verbo Voltamos a contemplar a lua. c) antes de pronomes de tratamento. b) antes de palavras masculinas Gosto muito de andar a pé. com aspereza. senhorita e dona: Dirigiu-se a V. d) antes de pronomes em geral: Não vou a qualquer parte. f) quando o "a" vem antes de uma palavra no plural: Não falo a pessoas estranhas. .Iremos a Curitiba. Crase facultativa 1.Sa.

Pronomes demonstrativos: aquele. Exemplos: Regressaram a casa para almoçar Regressaram à casa de seus pais 2. (Este é o país a que me refiro. Exemplos: Regressaram a terra depois de muitos dias. 3. (Este é o país ao qual me refiro. não ocorre crase. 3. Casos particulares 1. aqueles. Se o tempo que antecede um desse pronomes demonstrativos reger a preposição a. vai ocorrer a crase.) . aqueles. Exemplos: Está é a nação que me refiro. Depois da preposição até: Dirija-se até à (a) porta. aquilo. Terra Quando a palavra terra for utilizada para designar chão firme. Regressaram à terra natal.) Esta é a nação à qual me refiro. Antes de pronome possessivo feminino: Dirija-se à (a) sua fazenda. não ocorre a crase. Casa Quando a palavra casa é empregada no sentido de lar e não vem determinada por nenhum adjunto adnominal.2. aquela.

Estas são as finalidades às quais se destina o projeto. c) Nas expressões adverbiais femininas. OBSERVAÇÕES: Lembre-se que: Há . Moro a três quarteirões da escola. (Estes são os objetivos aos quais se destino o projeto. à força de. exceto às de instrumento: Chegou à tarde (tempo). Falou à vontade (modo). (Houve um palpite anterior ao que você me deu.indica tempo passado. b) Na expressão à moda de. . irei à fazenda.) Houve um sugestão anterior à que você deu.indica tempo futuro e distância.. Daqui a dois meses. d) Nas locuções conjuntivas e prepositivas. mesmo que a palavra moda venha oculta: Usam sapatos à (moda de) Luís XV.. Moramos aqui há seis anos A .) Ocorre também a crase a) Na indicação do número de horas: Chegamos às nove horas. à medida que.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful