EE-881 – Princípios de Comunicações I

DECOM-FEEC-UNICAMP

EXERCíCIOS – CAPÍTULOS 5 E 6

EE-881 – Princípios de Comunicações I

DECOM-FEEC-UNICAMP

1. Uma onda PAM binária é transmitida por um canal banda base com uma largura de faixa máxima de 75 kHz. A duração do bit é de 10 µs. Encontre o espectro cosseno levantado que satisfaz estes requisitos. BT = 2B0 – f1 = 75 kHz B0= 1/2Tb = 1/(2×10×10-6) = 50 kHz f1 = 2B0 – BT = 2×50 – 75 = 25 kHz α = 1 – f1/B0 = 1 – 25/50 = 0,5
2B0P(f) 1

f1

B0

BT

2B0

f

2B0 - f1

) 1 + + 2 B0 + ) #π f − f + + 1 + 1 P f =* *1 + cos % % 2 B0 − 2 f1 + 4 B0 + $ , + + +0 + ,

0 ≤ f < f1

( )

(

)& (+ . (+ '/

f1 ≤ f < 2 B0 − f1 2 B0 − f1 ≤ f

. / ). )' ). (0 25 kHz1 ≤ f < 75 kHz1 75 kHz ≤ f ( ) ( P(f) 10-5 α = 0. P f = +5 × 10−6 +1 + cos & & 5 × 104 . . .5 × 104 . * $ π f − 2.5 f 25 α = 1 − 1 = 1 − = 0. .EE-881 – Princípios de Comunicações I DECOM-FEEC-UNICAMP *10−5 . % . -0 0 ≤ f < 25 kHz .5 B0 50 25 50 75 100 f [kHz] .

EE-881 – Princípios de Comunicações I DECOM-FEEC-UNICAMP 2. A sequência binária 0 0 1 1 0 1 0 0 1 foi aplicada na entrada de um sistema duobinário. {bk} polar Σ Canal Ideal HC(f) Amostragem t = kTb {ck} Atraso Tb Conversor duobinário: H(f) .

sem pré-codificação. Codificação: ck = bk + bk −1 ˆ =c ˆ ˆk − b Decodificação: b k k −1 sequência binária de entrada {bk}: representação polar da seq. {bk}: saída do codificador duobinário {ck}: 0 -1 0 -1 -2 -2 1 1 0 0 1 1 1 1 2 2 1 1 0 -1 0 0 -1 0 1 1 0 0 1 1 0 -1 0 0 -1 0 0 -1 -2 -2 -1 0 1 1 0 0 1 1 ˆk}: entrada do decodificador {c ˆ k}: sequência polar decodificada {b ˆ k}: sequência binária decodificada {b -1 0 -1 0 .EE-881 – Princípios de Comunicações I DECOM-FEEC-UNICAMP a)  Obtenha a saída do codificador duobinário e correspondente saída do decodificador.

: Há propagação do erro! erro .EE-881 – Princípios de Comunicações I DECOM-FEEC-UNICAMP b) Suponha que ocorreu um erro na transmissão. sequência binária de entrada {bk}: representação polar da seq. {bk}: saída do codificador duobinário {ck}: 0 -1 0 -1 -2 0 -1 0 1 1 1 1 0 0 -1 0 1 1 2 2 1 1 0 -1 0 0 -1 0 1 1 0 0 1 1 0 -1 0 0 -1 0 0 -1 -2 -2 -1 0 1 1 0 0 1 1 ˆk}: entrada do decodificador {c ˆ k}: sequência polar decodificada {b ˆ k}: sequência binária decodificada {b Obs. Obtenha a saída do receptor. onde o nível da entrada produzida pelo segundo dígito é reduzido a zero.

A sequência binária 0 0 1 1 0 1 0 0 1 foi aplicada na entrada de um sistema duobinário. a)  Obtenha a saída do codificador duobinário e correspondente saída do decodificador. Pré-codificador {bk} binário + {ak} 0 ⇒ -1 V {ak} polar Codificador Duobinário H(f) Amostragem t = kTb {ck} binário 1 ⇒ +1 V Atraso Tb {ck} Retificador {|ck|} Detector de Limiar ^ {bk} .EE-881 – Princípios de Comunicações I DECOM-FEEC-UNICAMP 3. com pré-codificação.

binária pré-codificada {ak}: representação polar da seq.EE-881 – Princípios de Comunicações I DECOM-FEEC-UNICAMP a)  Obtenha a saída do codificador duobinário e correspondente saída do decodificador. {ak}: saída do cod. com pré-codificação. ak = bk ⊕ ak −1 ck = ak + ak −1 sequência binária de entrada {bk}: seq. {b k 1 +1 0 1 +1 2 2 0 0 1 +1 2 2 0 1 0 -1 0 0 1 "símbolo 0 ˆ =$ b # k $símbolo 1 % 1 1 +1 0 0 1 0 1 +1 2 2 0 1 0 -1 0 0 1 se ck > 1V se ck ≤ 1V 0 0 -1 -2 -2 0 0 0 -1 -2 -2 0 1 1 +1 0 0 1 . duobinário {ck}: ^k}: entrada do decodificador {c ^ }: sequência binária decod.

: Não há propagação do erro! erro . {ak}: saída do cod. {b k 1 +1 0 1 +1 2 2 0 0 1 +1 2 0 1 1 0 -1 0 0 1 1 1 +1 0 0 1 0 1 +1 2 2 0 1 0 -1 0 0 1 0 0 -1 -2 -2 0 0 0 -1 -2 -2 0 1 1 +1 0 0 1 Obs. sequência binária de entrada {bk}: seq. duobinário {ck}: ^k}: entrada do decodificador {c ^ }: sequência binária decod. Obtenha a saída do receptor. onde o nível da entrada produzida pelo segundo dígito é reduzido a zero. binária pré-codificada {ak}: representação polar da seq.EE-881 – Princípios de Comunicações I DECOM-FEEC-UNICAMP b)  Suponha que ocorreu um erro na transmissão.

Determine o limiar que leva a uma probabilidade de erro mínima. Dados: Probabilidades a priori: P(s0) = p e P(s1) = q H0: x(t) = s0(t) + w(t) H1: x(t) = s1(t) + w(t) Ruído gaussiano branco aditivo com média = 0 e variância = σ2 f0(x) f1(x) Pe1 Pe0 s0 λ s1 x .EE-881 – Princípios de Comunicações I DECOM-FEEC-UNICAMP 4.

Pe = p ∫ Z −Z0 f 0 x d x + q ∫ f1 x d x Z0 () () Pe = p + ∫ ∫ Z0 "qf x − pf x $ d x 0 # 1 % () () Pe = p + λ −∞ "qf x − pf x $ d x 0 # 1 % () () .EE-881 – Princípios de Comunicações I DECOM-FEEC-UNICAMP Probabilidade média de erro é dada por: Pe = P s0 P H1 / s0 + P s1 P H 0 / s1 Pe = p ∫ f 0 x d x + q ∫ f1 x d x Z1 Z0 ( ) ( ) ( ) ( () ) () Quando uma observação cai em Z0 escolhemos H0 e quando a observação cai em Z1 escolhemos H1.

EE-881 – Princípios de Comunicações I DECOM-FEEC-UNICAMP Para achar o λ0 que minimiza a Pe fazemos: dPe =0 dx dPe d = p+ dx dx { ∫ "qf x − pf x $ dx = 0 0 % −∞ # 1 λ () () } qf1 λ0 − pf 0 λ0 = 0 ( ) 0 ( ) ( )= p f (λ ) q f1 λ0 0 ! λ0 − s1 # exp − # 2σ 2 " ! λ0 − s0 exp # − # 2σ 2 " ( ) 2 ( ) $ & & % p = 2$ q & & % .

EE-881 – Princípios de Comunicações I DECOM-FEEC-UNICAMP − (λ0 − s1 ) 2σ 2 2 + (λ0 − s0 ) 2σ 2 2 " p% = ln $ ' #q& λ0 (s − s ) + (s 1 0 2 0 − s12 σ2 2σ 2 ) = ln " p% $ ' #q& λ0 s +s ) ( = + 1 0 2 " p% σ2 ln $ ' ( s1 − s0 ) # q & .

EE-881 – Princípios de Comunicações I DECOM-FEEC-UNICAMP Se p = q. temos: λ0 = (s + s ) 1 0 2 f0(x) f1(x) s0 λ s1 x .

r t = si t + n t () () () 0≤t ≤T 0≤t ≤T para 1 para 0 #s t = + A %1 si t = $ % s2 t = − A & () () () . Ruído AWGN com σ2 = 0.5. Sinalização bipolar +A e –A de duração T.2. 0.1. amostra em t=T r(t) ∫ T 0 dt Dispositivo de Decisão decisão λ Determine o limiar ótimo para as probabilidades a priori de +A = 0.EE-881 – Princípios de Comunicações I DECOM-FEEC-UNICAMP 5.7 e 0.

limiar ótimo: λ0 = + AT + − AT 2 ( ) =0 .5.EE-881 – Princípios de Comunicações I DECOM-FEEC-UNICAMP Saída do integrador no final do intervalo de sinalização: &+ AT + n 0 # dt = ( z T =∫ ! s t + n t ' $ 0 " i ( )− AT + n0 ( ) T () () para 1 para 0 n0 = ∫ n (t ) dt 0 T a) P(s1) = P(s2) = 0.

limiar ótimo: λ0 s +s ) ( = + 1 2 2 !P s $ ( 2)& σ2 ln # & ( s1 − s2 ) # " P ( s1 ) % = + AT + − AT 2 0.7 e P(s2) =0.2 % AT .1 ! 0. limiar ótimo: λ0 s +s ) ( = + 1 2 2 !P s $ ( 2)& σ2 ln # & ( s1 − s2 ) # " P ( s1 ) % 0.3 $ 0.3.07 = ln # &= 2 AT " 0.7 % ) =− c) P(s1) = 0.8.1 ln # & AT + AT " 0.8 $ 0.04 AT ( )+ ( ! 0.EE-881 – Princípios de Comunicações I DECOM-FEEC-UNICAMP b) P(s1) = 0.2 e P(s2) =0.

EE-881 – Princípios de Comunicações I DECOM-FEEC-UNICAMP Observação: Função erro complementar: erfc(u) = 1 – erf(u) erfc u = () 2 π ∫ ∞ u exp − z 2 dz ( ) Função erro complementar: Q(u) = 1/2 – erf(u) ou erfc u = 2Q () ( 2u ) Q u = () 1 2π ∫ ∞ u " z2 % exp $ − ' dz # 2& Aproximação para u >> 1 (> 4): # u2 & Q u ≈ exp % − ( $ 2' 2π u () 1 .

n0 = Então.EE-881 – Princípios de Comunicações I DECOM-FEEC-UNICAMP 6. Calcule a probabilidade de erro de bit no problema anterior. ∫ n (t ) dt 0 T # = E " ∫ T n t dt % = E! n " 0$ $ ' # 0 & () ∫ T 0 # E! "n t $ dt = 0 () ! 2# ! σ = E "n0 $ = E # " 2 (∫ ( T 0 $ n t dt & = % () ) 2 ∫ ∫ 0 T T 0 # E! "n t n τ $ dt d τ () ( ) N0 T 2 = ∫ ∫ 0 T T 0 N0 N δ t − τ dt d τ = 0 2 2 ) ∫ T 0 dτ = .

s1 + s2 2 " − z − s2 ∞ 1 $ Pe = ∫ λ exp$ 2σ 2 2πσ # λ0 = ( ) 2 0 % 'dz ' & Mudança de variável: y = (z – s2)/σ: Pe = 1 2π ∫ ∞ s1 − s2 "− y2 % exp $ 'dy 2σ 2 # & .EE-881 – Princípios de Comunicações I DECOM-FEEC-UNICAMP f(z/s2) f(z/s1) s2 λ0 s1 z(T) Comete-se erro quando o limiar é ultrapassado: Portanto.

temos ! # 2 AT Pe = Q # # NT 0 #2 " 2 $ & ! 2 2 A T & = Q# # N & 0 " & % $ & & % . Como s1 – s2 = 2AT. 1 2 / + 2σ .EE-881 – Princípios de Comunicações I DECOM-FEEC-UNICAMP Logo. Pe = 1 2π ∫ ∞ s1 − s2 "− y2 % exp $ 'dy 2σ # 2 & *s −s = Q.

2 mV e T = 2 µs. Um sistema binário utiliza pulsos da forma: ) ! πt $ + s1 t = A sen # & "T % + si t = * ! πt $ + + s2 t = − A sen # & "T % . sendo A = 0. o ruído AWGN com densidade espectral de potência bilateral = 10-15 W/Hz. () 0≤t ≤T 0≤t ≤T () () Determine a probabilidade de erro. Os bits transmitidos são equiprováveis. ! E $ & Pe = Q # # 2N & " 0 % .EE-881 – Princípios de Comunicações I DECOM-FEEC-UNICAMP 7.

EE-881 – Princípios de Comunicações I DECOM-FEEC-UNICAMP Energia média transmitida: E= = Probabilidade de erro: 1 2 ∫ T 0 T 0 s12 t dt + () 1 2 ∫ T 0 2 s2 t dt = () ∫ T 0 s12 t dt () ∫ ! πt $ A sen # & dt = A2T "T % 2 2 # ! $ 2 % AT& # Pe = Q = Q% # 2N & 0 % % " $ =Q ( & 2 × 10 2 × 10 ( ( 4 × 10−15 ( ' −4 ) 2 −6 ( 20 ) = 3.9 ×10 −6 .

N0/2 = 10-9 W/Hz e A = 10 mV e taxa de transmissão de 104 bit/s. ! 2 2 A T Pe = Q # # N 0 " $ ! 2 −4 $ 0. a) Encontre a probabilidade de erro.EE-881 – Princípios de Comunicações I DECOM-FEEC-UNICAMP 8.01 × 10 & = Q# &=Q −9 & # & 10 % " % ( ) 10 = 7. temos: r(t) amostra em t =T ∫ T 0 dt Dispositivo de decisão λ decisão P(s1) = P(s2) = 1/2 . Ruído AWGN com σ2 = 0. No um sistema binário abaixo.1.8 × 10−4 . com sinalização bipolar +A e –A de duração T.

8 ×10 −4 2 A2T = 10 N0 A210−5 = 10 ⇒ A = 31.62 mV −9 10 .EE-881 – Princípios de Comunicações I DECOM-FEEC-UNICAMP b) Se a taxa de bit é aumentada para 105 bit/s. que valor de A deve ser usado para manter a mesma probabilidade de erro de bit? ! 2 2 A T Pe = Q # # N 0 " $ &=Q & % ( 10 ) = 7.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful