You are on page 1of 1

A PRESENÇA DE CROCE NA CRÍTICA DE CARPEAUX ZAMBONI, Fausto (G.

UNIOESTE/Campus de Cascavel) RESUMO: O crítico Otto Maria Carpeaux, nascido na Áustria, foi um grande divulgador das literaturas estrangeiras no Brasil. Em sua produção ensaística versátil, que incluía escritos relativos a músicos, pintores, pensadores e escritores de todas as épocas, é possível destacar alguns dos seus interesses permanentes. Entre estes destaca-se a atenção constante voltada à literatura italiana, em particular a escritores como Dante, Manzoni, Maquiavel e Croce. Com relação a este último, cabe salientar que trata-se quase de uma relação entre discípulo e mestre: Carpeaux considerava-se um “discípulo apóstata”, que conservava a admiração pelo pensamento dialético e o rigor crítico do italiano, “sem aderir a nenhuma das suas opiniões. A influência de Croce não se restringia a questões metodológicas, mas se impunha também como um exemplo de “caráter” a seguir, pelo vigor e coragem com que enfrentou os adversários, inclusive na ditadura fascista, sem recuar jamais. O estudo das influências de Croce em Carpeaux poderá elucidar em muitos aspectos os princípios e a concepção de literatura do crítico brasileiro que foi um verdadeiro “educador” no meio intelectual brasileiro. PALAVRAS-CHAVE: Carpeaux, Croce, crítica literária.