P. 1
Instruções de Plantio para Sementes

Instruções de Plantio para Sementes

|Views: 5|Likes:
Published by Rodrigo Alves

More info:

Published by: Rodrigo Alves on Jul 27, 2013
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/21/2014

pdf

text

original

Por favor, leia com atenção todo o informativo: Instruções de plantio para sementes (Droseras, Dionaea muscipula e Byblis

): Para o plantio de sementes: Usar musgo sphagnum puro. Informações importantes: Antes de usar o musgo é recomendado ralar o mesmo até que fique em textura fina e fofa. Isso ajuda porque deixará as sementes mais acomodada numa “cama” macia e mais úmida. O musgo sphagnum é cultivado em local próximo a várias outras espécies de plantas e matinhos. Sendo assim provavelmente também vão germinar matinhos no musgo pois sementes de outras plantas caem no musgo aguardando condições favoráveis para germinar. Deixamos isso claro aos nossos clientes para que fique ciente desse fato e evitar mal entendido na questão de nascer matinhos no musgo. Até plantas como samambáia já notamos brotando no musgo. Estrtificação fria: Somentes para sementes de Dionaea muscipula (planta da boquinha) Materiais necessários: Musgo sphagnum e água sem cloro (preferência destilada). Potinho tipo Tapawer (aqueles para guardar alimentos) Em termos coloquiais, o procedimento "engana" as sementes para que creiam que tenha passado o inverno (mantê-las algumas semanas na geladeira). Parece que a aplicação deste procedimento de estratificação fria aumenta a taxa de germinação em até 80%. Em resumo, a estratificação fria consiste nas seguintes quatro fases: Fase I: semear as sementes em potinho com tampa em superfície do ambiente úmido para a germinação (eu uso o papel de cozinha), deixando entre 1 e 3 dias a uma temperatura de 20°C, se possível. Fase II: Colocar a cultura na geladeira a uma temperatura entre 0oC e 5°C durante 6 ou 8 semanas. Normalmente próximo a gaveta de verduras se obtem aproximadamente 5°C Verificar se não parece fungos e se necessário, aplicar um fungicida às sementes, com uma dose não muito alta para não danificá-las. Fase III: Após este processo, colocar o recipiente em um lugar com muita luz e calor do sol (temperatura entre ambiente) e 100% umidade (sem encharcá-las) por várias semanas. A germinação das sementes de Dionaea podem demorar entre 1 a 6. Aqui conseguimos germinar entre 30 a 90 dias. Se fungos atacarem as sementes vai comprometer a germinaçào. Normalmente os fungos tem aparência de algodão doce mas cores branco, marrom e preto. Fase IV: Transplantar quando as plantas tiverem 3 folhas autênticas (se for utilizado como meio de germinação papel absorvente ou algodão, o transplante deve ser feito antes, pois a

Caso não consiga oferecer sol para suas . Caso ela fique com aspecto verde e esticado (magrinha no caso da Dionaea) isso pode ser falta de luz solar ou de alimentação. assim os mosquitos não entram e o cloro vai evaporar. Manter sempre úmido em local com bastante claridade de forma que recebam sol em algum momento do dia. Se não tiver muitas mudinhas juntas umas das outras não precisa separar. Entre 25 a 90 dias em média as sementes já deverão estar germinadas. Não coloque a planta que você acaba de receber no sol o dia inteiro. assim você evita que ela se queime. exponha a planta de forma gradual até que ela se acostume com o ambiente. Deve-se também deixar um pratinho com água (sem cloro) embaixo do vaso sempre. Para mosquitos não colocarem ovos na água use uma pano ou tela como proteção. Coloque as sementes por cima do musgo sphagnum (não enterre as sementes.nova planta pode morrer por falta de nutrientes). Se não quiser colocar pratinho embaixo do vaso você deverá borrifar água no musgo com as sementes. apenas coloquem por cima). Água mineral NÃO pode ser usada para as plantas carnívoras. mais fortes e bonitas. mesmo que seja por algumas horas. tem ficar sempre úmido mas não encharcado demais. Caso não queira usar o pratinho com água pode borrifar água no substrato mas evite que o excesso de água caia nas folhas das Droseras. Recomendamos atenção se for usar pratinho com água. Vale lembrar que não pode usar água com cloro ou água mineral. as sementes poderão morrer. Água da chuva pode ser usada sem problemas. Quando as plantas estiverem com 01 cm de altura você poderá replantar em vasos individuais ou coletivos. Obs: Não significa que terá que usar água destilada nas plantas a vida toda mas neste processo de plantio existe a recomendação em usar água destilada já que não contém cloro e demais impurezas que a água comum tem. Troque a água regularmente e lave sempre o pratinho para evitar a criação de mosquitos. Use esta água para molhar suas plantas. essencial para as plantas carnívoras. Normalmente entre 1 a 2 cm de altura de água garante que o musgo fique úmido. Se faltar umidade no musgo. Após algumas semanas sendo exposta ao sol gradualmente você poderá deixar ao sol o dia inteiro mas convém observar como a planta reage ao sol direto. Instruções para o cultivo de plantas carnívoras: Água: Manter o substrato sempre úmido. Plantio de Droseras (todas): Use vasos de plástico com musgo sphagum úmido dentro previamente ralado. Se sobrar água no final do dia você pode jogar fora e encher novamente. isso pode retirar o a mucilagem das folhas impossibilitando a captura de insetos por algum tempo. É recomendável utilizar água descansada. Em caso de perda da mucilagem em alguns dias Droseras voltam a produzir. No caso das Nepenthes manter o substrato sempre úmido mas não é recomendado usar pratinho com água embaixo do vaso. É recomendável colocar um prato cheio de água embaixo do vaso (exceto Nepenthes) mantendo assim o substrato sempre úmido. Para o replantio use apenas o musgo sphagnum. Sol: A maioria das plantas carnívoras gostam de muito sol o dia inteiro (exceto Nepenthes e Drosera adelae que preferem sombra leve) assim elas ficam com uma coloração mais intensa. Para isso deixe uma quantidade de água em um reservatório sem a tampa durante 48 hrs no mínimo.

Não adubar nem plantar em terra pois se isso for feito ela pode morrer ou vai perder suas armadilhas. Quando isso acontecer recomenda-se cortá-las. Essa dormência é normal e quando o inverno acabar elas voltam a crescer mais bonita. Caso de dúvida entre em contato.plantas consulte o site http://www. Obs: Não se pode estimular o fechamento da Dionaea (colocar o dedo. palito. Em nossas plantas usamos como base o musgo sphagum para todas as espécies. mais fortes e com as armadilhas maiores.br . ww.com. Estações do ano: Algumas plantas carnívoras "dormem" (principalmente as Sarracenias.carnivorashopping. Portanto não brinque com suas plantas carnívoras. É medida paleativa pois normalmente eles voltam. Utilize uma pinça para colocar o inseto vivo na planta ou deixe ao lado da planta uma fruta (laranja por exemplo) assim o cheiro da fruta vai atrair mosquinhas das frutas e aumentar as chances da planta se alimentar. Comida: Não dê carne ou insetos mortos com inseticidas. Dionaea e Drosera filiformis) no inverno ou ficam menores. Pode se usar o musgo sphagnum puro também. Carnívoras Shopping. Pragas: Caso sua planta seja atacada por pulgões você pode retirar manualmente com a ajuda de um cotonete úmido ou mergulhar a planta em água limpa sem cloro por algumas horas. isso vai matar os pulgões afogados. isso é o mesmo que envenenálas! Se quiser alimenta suas plantas tem que ser com insetos vivos. Atenciosamente.com/categories/Plantas-dentro-deCasa/Terrarium/ tem ótimas dicas sobre o cultivo em terrário. Se não conseguir esses ingredientes em sua região em nosso site estão disponíveis estes produtos. Será um prazer atendê-lo(a).karnivoras. Folhas: Com o tempo as folhas morrem. Substrato: Usamos um substrato a base de musgo sphagnum (70%) + areia de rio vendida em casa de material de contrução (30%) mantendo assim um substrato ácido e pobre em nutrientes ideal para as plantas carnívoras. etc) ou brincar com as plantas carnívoras! Toda vez que a armadilha se fecha (Dionaea) sem inseto a armadilha ficará mais lenta e da próxima vez que ela tiver a oportunidade real de capturar um inseto ela se fechará mais devagar aumentando as chances do inseto conseguir fugir! A Constância em forçar a Dionaea a fechar as suas armadilhas sem insetos vivos acarretará na sua morte.

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->