P. 1
Camposeletricos v 4

Camposeletricos v 4

|Views: 0|Likes:
Published by Luiz Rosalba

More info:

Published by: Luiz Rosalba on Aug 01, 2013
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/01/2013

pdf

text

original

FÍSICA III – CAMPOS

ELÉTRICOS
Luiz Rosalba Sousa – LuizRosalba@gmail.com
Vetor de campo elétrico
Um vetor de campo elétrico é um vetor que representa a força
que atuaria numa carga positiva e unitária (chamada carga
teste) colocada em algum ponto espaço. Denotamos campo
elétrico pelo vetor :
E
E
O Campo elétrico
O vetor campo elétrico (assim como o campo de temperaturas
em uma sala ou velocidades em um líquido) é uma coleção de
vetores definidos emcada ponto do espaço
Linhas de Campo Elétrico
Utilizamos as linhas de campo (linhas em azul) para descrever
visualmente o comportamento de um campo de vetores elétrico
(vetores amarelos) .
Propriedades
• Os vetores amarelos representam cada vetor campo elétrico ( ) em um
ponto
• Os vetores amarelos (direção e sentido vetor campo elétrico ) são sempre
perpendiculares a linha azul (linhas de campo)
• Quanto mais próximas as linhas de campo estão
maior é o módulo do vetor campo elétrico e
vice-versa
E
Linhas de Campo Elétrico
Linhas de Campo Elétrico
• Exemplo das linhas de campo de um par de cargas pontuais que interagem com sinais
opostos e mesma intensidade, também conhecido como dipolo elétrico
Linhas de Campo Elétrico
• Exemplo das linhas de campo de um capacitor de placas paralelas
Campo elétrico
0
q
F
E


=
Onde
E = campo elétrico <N/C>
F= Força eletrostática <N>
= carga teste positiva <C>
0
q
OBS: A direção e o sentido do campo elétrico são os mesmos da força que agir sobre
a carga de testes positiva
Exercício :
ˆ
(1, 2 2, 0 )
ˆ
(1, 2 2, 0 ) /
1
î j N
E î j N C
C
+
= = +
Uma força elétrica :
Age sobre uma carga de prova situada em um ponto P. Determine o vetor
campo elétrico e seu módulo neste mesmo ponto.
ˆ
(1, 2 2, 0 ) F î j N = +
0
1 q C =
2 2 ˆ
(1, 2 2, 0 )
1, 2 2, 0
1, 44 4 5
1 1
î j
N N N
E
C C C
+
+
= = = + =
OBS: Observe que se q fosse negativo E teria sentido contrário ao sentido da força
quando q é positivo. Já a direção e o módulo do vetor E são iguais para q positivo ou
negativo
Ou seja :
Valor do Campo Elétrico de uma carga pontual
• Agora vamos partir da equação do módulo força de Coulomb e determinar o campo
elétrico utilizando esta equação :
•Mas como :
•Logo :
•Ou seja em um a uma distância r de uma carga pontual o campo elétrico tem módulo :
2
0
r
q q k
F =
0
F
E
q
=
2
q
E k
r
=
2
0
1
4
q
E
r tc
=
E
Campo elétrico devido a várias cargas
¿
¿
=
=
= =
N
i
i
N
i
i
T
E
q
F
E
1
0
1
Onde
= campo elétrico total
T
E
Podemos generalizar este valor para várias cargas pontuais
Campo elétrico de um dipolo elétrico (Opcional)
Dado um dipolo elétrico onde :
r(+) é a distância da carga teste até a carga positiva
r(-) é a distância da carga teste até a carga negativa
d é a distância que separa o dipolo elétrico
z é a distância que separa o centro do dipolo da carga
teste
O campo elétrico total será :
¿
=
÷ +
÷ = =
N
i
i T
E E E E
1
) ( ) (
2
) ( 0
2
) ( 0
) (
4
1
4
1
÷ +
÷ =
r
q
r
q
E
T
tc tc
Campo elétrico de um dipolo elétrico (Opcional)
2
) ( 0
2
) ( 0
) (
4
1
4
1
÷ +
÷ =
r
q
r
q
E
T
tc tc
2
0
2
0
) (
)
2
(
4
1
)
2
(
4
1
d
z
q
d
z
q
E
T
+
÷
÷
=
tc tc
¦
¦
)
¦
¦
`
¹
¦
¦
¹
¦
¦
´
¦
(
¸
(

¸

|
.
|

\
|
+
÷
(
¸
(

¸

|
.
|

\
|
÷
=
2 2
0
) (
2
1
1
2
1
1
4
z
d
z
z
d
z
q
E
T
tc
Campo elétrico de um dipolo elétrico (Opcional)
(
(
¸
(

¸

|
.
|

\
|
+ ÷
|
.
|

\
|
÷ =
÷ ÷ 2 2
2
0
) (
2
1
2
1
4 z
d
z
d
z
q
E
T
tc
(
(
(
(
¸
(

¸

|
.
|

\
|
+
÷
|
.
|

\
|
÷
=
2 2 2
0
) (
2
1
1
2
1
1
4
d d
z
q
E
T
tc
¦
¦
)
¦
¦
`
¹
¦
¦
¹
¦
¦
´
¦
(
¸
(

¸

|
.
|

\
|
+
÷
(
¸
(

¸

|
.
|

\
|
÷
=
2 2
0
) (
2
1
1
2
1
1
4
z
d
z
z
d
z
q
E
T
tc
(
(
¸
(

¸

|
.
|

\
|
+ ÷
|
.
|

\
|
÷ =
÷ ÷ 2 2
2
0
) (
2
1
2
1
4 z
d
z
d
z
q
E
T
tc
Se d/2z << 1
(
¸
(

¸

|
|
.
|

\
|
+ ÷ ÷
|
|
.
|

\
|
+ + = ...
) ! 1 ( 2
2
1 ...
) ! 1 ( 2
2
1
4
2
0
) (
z
d
z
d
z
q
E
T
tc
Podemos expandir o termo em parênteses utilizando
O teorema binomial:
...
! 2
) 1 (
! 1
1 ) 1 (
2 2
+
÷
+ + = ÷
x n n nx
x
n
Campo elétrico de um dipolo elétrico (Opcional)
Campo elétrico de um dipolo elétrico (Opcional)
Simplificando a equação anterior
momento de
dipolo elétrico
(
¸
(

¸

|
.
|

\
|
÷ ÷
|
.
|

\
|
+ =
z
d
z
d
z
q
E
T
1 1
4
2
0
) (
tc
|
.
|

\
|
=
z
d
z
q
E
T
2
4
2
0
) (
tc
3
0
) (
2 z
qd
E
T
tc
=
3
0
) (
2 z
p
E
T
tc
=
qd p =
Campo elétrico de um dipolo elétrico (Opcional)
Usamos o momento de dipolo elétrico para descrever este campo pois não
conseguimos determinar q e d separadamente, ou seja, o valor do campo elétrico não
mudaria se dobrássemos q e reduzíssemos d a metade
3
0
) (
2 z
p
E
T
tc
=
qd p =
Campo elétrico de uma distribuição de cargas
Para calcular o campo elétrico de distribuições contínuas de carga, precisamos dos
elementos de carga introduzidos quando estudamos força elétrica:
Campo elétrico de uma distribuição de cargas
Precisaremos portanto de uma formalização diferencial para o campo elétrico
2
0
1
4
dq
dE
r tc
=
Campo elétrico de uma distribuição de cargas
Anel de carga positiva uniforme
θ
R
ds
2
0
1
4
dq
dE
r tc
=
^
cos dE dE k u =
Pois as outras componentes do campo resultante
em x e y se anulam por simetria
Campo elétrico de uma distribuição de cargas
Anel de carga positiva uniforme
θ
R
ds
2
0
4
1
r
dq
dE
tc
=
3
0
4 ( )
z
z dl
dE
r
ì
tc
=
cos
z
dE dE u =
cos
z
r
u =
dq dl ì =
Campo elétrico de uma distribuição de cargas
Anel de carga positiva uniforme
θ
R
ds
3
0
4 ( )
z
z dl
dE
r
ì
tc
=
Mas :
2 2
r z R = +
2 2 3/ 2
0
4 ( )
z
z dl
dE
z R
ì
tc
=
+
2 2 3/ 2
0
4 ( )
z
z
dE dl
z R
ì
tc
=
+
} }
2 2 3/ 2 2 2 3/ 2
0 0
4 ( ) 4 ( )
z
z l z q
E
z R z R
ì
tc tc
= =
+ +
Campo elétrico de uma distribuição de cargas
Anel de carga positiva uniforme
Se z >> R
θ
R
ds Que é o campo elétrico de uma carga pontual
2 / 3 2 2
0
) ( 4 R z
qz
E
+
=
tc
2
0
4 z
q
E
tc
=
2
0
4
1
r
q
E
tc
=
Campo elétrico de uma distribuição de cargas
Anel de carga positiva uniforme
Se z =0
θ
R
ds
2 / 3 2 2
0
) ( 4 R z
qz
E
+
=
tc
0 = E
Campo elétrico de uma distribuição de cargas
Disco de carga positiva uniforme
dEz
P
z
R r dr
2
0
4
1
r
dq
dE
tc
=
2 2 3/2
0
2
4 ( )
z
z rdr
dE
z r
o t
tc
=
+
cos
z
dE dE u =
2 2 3/2
0
0
( ) (2 )
4
R
z
z
E z r r dr
o
c
÷
= +
}
) 2 ( rdr dA dq t o o = =
2 2 1/2
2 2 1/2
0 0
0
( )
1
4 1/ 2 2 ( )
R
z
z z r z
E
z r
o o
c c
÷
( | | +
= = ÷
| (
÷ +
\ . ¸ ¸
2 2
r z u + =
rdr du 2 =
Campo elétrico de uma distribuição de cargas
Disco de carga positiva uniforme
dEy
P
z
R r dr
R
r z z
E
0
2 / 1 2 2
0
2 / 1
) (
4
(
¸
(

¸

÷
+
=
÷
c
o
(
¸
(

¸

|
|
.
|

\
|
÷
+
÷ =
2 / 1 2 2 / 1 2 2
0
) (
1
) (
1
2
4 z R z
z
E
c
o
2 2 1/2
0
1
2 ( )
z
E
z R
o
c
| |
= ÷
|
+
\ .
Campo elétrico de uma distribuição de cargas
Placa de carga positiva uniforme
Se R ∞
2 2 1/ 2
0
1
2 ( )
z
E
z R
o
c
| |
= ÷
|
+
\ .
0
2c
o
= E
Campo elétrico
Observações Finais :
Uma partícula não é afetada por seu próprio campo elétrico

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->