P. 1
Antologia de Poesia Missionária Volume 2

Antologia de Poesia Missionária Volume 2

|Views: 1,635|Likes:
Published by Sammis Reachers
Em 2010 publicamos a Antologia de Poesia Missionária – uma rica seleta de poemas missionários, e também frases temáticas, para edificação e deleite dos leitores. Tendo colhido uma muito boa recepção, vimo-nos estimulados a encetar agora este segundo volume da Antologia, reunindo desta vez as obras de alguns de nossos maiores poetas evangélicos de ontem, como Myrtes Mathias (1933 – 1996) e Mário Barreto França (1909 – 1983), ao lado de novas e pulsantes vozes.

Esta antologia cumpre um duplo papel. Podemos dizer que ela é um devocional e uma ferramenta. Devocional em seu objetivo de despertar, reforçar ou reavivar no indivíduo e na igreja o amor e o ardor missionários, sem os quais ambos, o indivíduo e a coletividade de indivíduos comungantes, não são igreja. E também uma ferramenta, por seu conteúdo útil para promotores de Missões, missionários, pregadores, escritores...

Mesmo que particularmente você não aprecie poesia, lembre-se que esta é uma antologia também de frases. São 28 páginas de citações de teólogos, missiólogos, missionários e outros servos de Cristo cuja opinião e conhecimento são dignos de nota – autores do Brasil e do mundo, de ontem e de hoje.

Este é um livro gratuito, e lhe convidamos a compartilhá-lo com quantos irmãos você puder. O livro não pode ser comercializado de nenhuma forma, mas você pode copiá-lo, republicá-lo, imprimi-lo para seu uso ou para ofertar a outros - e nós lhe incentivamos a fazer isso!

Enquanto cristãos, avancemos em nossa colaboração e serviço à igreja e ao mundo, levando cada vez mais longe a chama do Evangelho - e o Evangelho é a pessoa de Jesus Cristo -, salvação gratuita para todo aquele que nele crer.

Que esses versos e pensamentos possam ser usados pelo Santo Espírito para servir-nos de inspiração e motivação, pois o tempo de Deus é agora. Militemos sem embaraços até que Ele venha!

Sammis Reachers
Em 2010 publicamos a Antologia de Poesia Missionária – uma rica seleta de poemas missionários, e também frases temáticas, para edificação e deleite dos leitores. Tendo colhido uma muito boa recepção, vimo-nos estimulados a encetar agora este segundo volume da Antologia, reunindo desta vez as obras de alguns de nossos maiores poetas evangélicos de ontem, como Myrtes Mathias (1933 – 1996) e Mário Barreto França (1909 – 1983), ao lado de novas e pulsantes vozes.

Esta antologia cumpre um duplo papel. Podemos dizer que ela é um devocional e uma ferramenta. Devocional em seu objetivo de despertar, reforçar ou reavivar no indivíduo e na igreja o amor e o ardor missionários, sem os quais ambos, o indivíduo e a coletividade de indivíduos comungantes, não são igreja. E também uma ferramenta, por seu conteúdo útil para promotores de Missões, missionários, pregadores, escritores...

Mesmo que particularmente você não aprecie poesia, lembre-se que esta é uma antologia também de frases. São 28 páginas de citações de teólogos, missiólogos, missionários e outros servos de Cristo cuja opinião e conhecimento são dignos de nota – autores do Brasil e do mundo, de ontem e de hoje.

Este é um livro gratuito, e lhe convidamos a compartilhá-lo com quantos irmãos você puder. O livro não pode ser comercializado de nenhuma forma, mas você pode copiá-lo, republicá-lo, imprimi-lo para seu uso ou para ofertar a outros - e nós lhe incentivamos a fazer isso!

Enquanto cristãos, avancemos em nossa colaboração e serviço à igreja e ao mundo, levando cada vez mais longe a chama do Evangelho - e o Evangelho é a pessoa de Jesus Cristo -, salvação gratuita para todo aquele que nele crer.

Que esses versos e pensamentos possam ser usados pelo Santo Espírito para servir-nos de inspiração e motivação, pois o tempo de Deus é agora. Militemos sem embaraços até que Ele venha!

Sammis Reachers

More info:

Published by: Sammis Reachers on Aug 10, 2013
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

09/17/2013

pdf

text

original

Que tempo é esse?

Olhando tudo ao redor,
Vejo com preocupação
Um mundo cada vez pior,
Sem paz, vida e salvação!

É um tempo
De medo,
Ansiedade,
Impiedade;

De injustiça,
Maldade,
Crueldade...

De exploração,
Desavença,
Descrença...

De agressividade,
Ingratidão,
Complicação...

De abandono,
Insensibilidade,
Necessidade...

De indiferença,
Desilusão,
Omissão!

É o cenário cruel, de agora,
- São os desafios desta hora –
É uma realidade tão dura...
E a constatação é real:
Aumenta o pecado e o mal

[86]

- É o tempo da semeadura!

Cristãos,
O tempo de avançar chegou!
Jesus mesmo assim declarou:

“Levantai vossos olhos e vede:

É tempo de semear e colher,
Há muito trabalho a fazer...

Estou convosco, crede!”

E se o mal é devastador,
Jesus Cristo é resgatador,
E Ele nos deu uma missão:
Semear Sua Palavra de Luz,
O evangelho ao perdão conduz
- Salvar vidas está em nossas mãos!

[87]

Helio Roldan Anderson

Missões

Ah, cidadão do céu, desperta!
Não fique dormindo no ponto,
Deus quer que todos se salvem,
Pois somos feitos à sua imagem
E sopro do Espírito Santo

Eia, cidadão do céu, anda!
Não perca tempo, parado,
Vá contar ao mundo inteiro
Que na cruz Jesus foi morto
Mas voltou, ressuscitado

Vai, cidadão do céu, não pare!
Você é cheio de predicados.
Vá pregar o Evangelho
Ao menino, ao moço, ao velho,
Que estão mortos em seus pecados

Vem, cidadão do céu, te anima!
A seara já está pronta!
O momento se aproxima
O arrebatamento desponta
E há tanta gente perdida

Ah, cidadão do céu. Vem!
Preguemos, você e eu
Que quem crer e for batizado,
Será livre dos pecados.
Pois já é o tempo de Deus.

[88]

Zilda Batel

Missões

Ide, pregai a toda criatura,
O evangelho de Jesus, o Cristo,
Que ele salva, ele restaura e cura,
Anunciai ao mundo inteiro isto!

Pois bem aventurados são os pés
Daqueles que anunciam as Boas Novas
Aos que cansados, fracos e oprimidos,
Vagam por este mundo a sós, perdidos.

Se Deus te chama para tão nobre causa,
Atende-lhe a ordem soberana,
Pois muitas almas ainda desconhecem
A paz e o amor que dEle emana.

Sai missionário, de tua parentela!
Pois quando terminares a colheita
Terás, ao contemplares dela os frutos,
A recompensa por tantas renúncias.

E se acaso tombares na batalha,
Depois do breve instante do traslado,
Despertarás em corpo glorioso,
Diante do Supremo comandante
E por Ele, serás condecorado!

[89]

Elizama Barbosa

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->