P. 1
158790933-Treinamento

158790933-Treinamento

|Views: 2|Likes:
Published by susa182

More info:

Published by: susa182 on Aug 22, 2013
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/22/2013

pdf

text

original

Treinamento

Muitas pessoas afirmam que bruxaria, feitiçaria ou magia não existem, que é ineficaz, que não conseguem fazer ou que não passa de balela!!! Tirando a opinião dos céticos, por que a opinião desses seres sem alma e de vidas vazias não conta, faço minhas as palavras de Marcos Torrigo: a bruxaria funciona, se não deu certo é por que algo foi feito errado. Muito provavelmente essas pessoas deixaram os ingredientes principais de lado. E qual seriam estes ingredientes? Um altar com estatuetas de divindades? Um círculo mágico repleto de símbolos místicos traçados habilmente? Armas mágicas ou conjurações proferidas com perfeição? Não!!! Os ingredientes principais são: força de vontade, determinação, objetivo, concentração e visualização. Certo conhecimento sobre energias sutis também auxiliam em muito o trabalho do adepto, facilitando a percepção da atmosfera e energia gerada durante o rito. Lembrando que nem todo remédio é bom para todo doente, os exercícios sugeridos a seguir me ajudaram muito, e com certeza vão ajudar muito outros, mas também poderão não servir para tantos outros. Não são técnicas praticadas por bruxos das ilhas britânicas, nem tão pouco segredos da “verdadeira Wicca” guardados a sete chaves pelos discípulos mais íntimos de Gardner. São exercícios que em 16 anos de prática, se mostraram mais do que eficientes, e visam auxiliar no desenvolvimento mágico dos interessados. Tente seguir os exercícios na ordem que são passados, seja perseverante, mas se ver que não esta fazendo progresso, procure outros que se adaptem melhor a sua natureza. Este tipo de desenvolvimento é muito pessoal, algumas pessoas tem maior facilidade do que outras, o importante é sentir-se confortável no seu treino. E para aperfeiçoar as habilidades citadas acima, ou mesmo desenvolve-las, segue abaixo os exercícios que “a meu ver”, são de vital importância para tornar-se apto a praticar as técnicas da arte em qualquer um de seus dois ramos.

é necessário ter uma mente calma. Esta é uma afirmação um tanto errônea. no budismo tibetano simbolizam mandalas (palácios das deidades tibetanas). Então passarei uma técnica de meditação de tranqüilidade. que são as posturas mais indicadas para a prática da meditação. precisamos do auxilio do corpo. nossa respiração ou um chakra em especial. então não se preocupe se não consegue ficar na postura de Lótus (Padmasana ou Kamalasana) ou semi Lótus (Ardha Padmasana). Então vamos à técnica. ou meditação dirigida. mas um tanto complicado para iniciantes. ou seja. o 6º chakra. A regra é .Desenvolvimento mental Meditação e concentração Para se praticar qualquer arte oculta. lembrando também que este não é nosso objetivo. normalmente o terceiro olho. Mas para meditar nada disso é necessário. buscamos com este exercício a tranqüilidade mental necessária para praticar a arte. como a postura de lótus. Podemos perfeitamente ficar ajoelhados ou sentados numa cadeira. Muitos descrevem a meditação como estar 100% consciente. Meditação dirigida Alguns ramos da Yoga e Budismo praticam a meditação com uso de asanas. que se localiza entre as sobrancelhas. como é conhecida no budismo. focada e poderosa. como por exemplo. A meditação ajudará atingir este propósito. mas o principal ocorre na mente. nossa atenção num ponto específico. para que façamos pleno uso da concentração e visualização. Este estágio é possível para meditadores com anos de prática. mas 100% não pensante. onde o praticante cruza as pernas com os pés em cima das coxas. na postura Siddhasana (postura perfeita) ou mesmo na Birmanesa. Também fazem o uso de mudras. posturas corporais. onde dirigimos nosso foco. gestos místicos feitos com as mãos. e não vejo um exercício melhor do que a meditação para atingir este objetivo.

e que seu condicionamento físico lhe permita. lembranças e diálogos internos. Não tente forçar a mente a não pensar. Então para começarmos. tempo de permanência. mas no ar entrando e saindo de suas narinas. não se apegue a eles. então relaxe o corpo e a mente. isso diminui a salivação e faz uma conexão energética). siga os 6 passos a seguir: 1. 3. 4. para não termos dificuldade na respiração. Agora preste atenção apenas a sua respiração. mas com a coluna ereta. Não de importância a mais nada. mas como o objetivo aqui não é meditar por horas a fio. tente não interagir com eles. Sempre que a mente se desviar para pensamentos. não lute contra as lembranças e pensamentos que vão aparecer. muito pelo . 5. fica a critério do adepto meditar com olhos fechados ou não. 6. 2. pode ter certeza que não você já estará meditando. apenas não de importância a eles. mas com a prática se tornará um hábito. Sente-se na postura que achar melhor e mais confortável. não no conceito de respirar. Para isso deixe os ombros parados e dirija o ar para o abdômen ao invés de encher o peito. volte sua atenção para sua respiração. tente não se mexer ou arrumar a postura. mantenha a língua no palato (encostada no céu da boca logo atrás dos dentes. fique imóvel pelo tempo que determinou para fazer a meditação. e tente fazer a respiração diafragmática.manter-nos numa postura confortável. veja-os surgir e ir embora. recomenda-se meditar com os olhos semi-serrados para não ficarmos sonolentos. Ao seguir os 6 passos citados independente da postura adotada e estabelecer uma rotina diária de meditação. Agora respire calmamente apenas pelo nariz. Na meditação Zazen do Zen Budismo. ombros relaxados. Respire fundo três ou quatro vezes. Tente pelo menos 5 minutos de te fará mal algum. este é o seu foco. no começo é difícil.

Tente não escolher um lugar muito longe. relaxe e acalme a respiração. Então treinaremos nossa visualização.contrário. somente lançar palavras ao vento e fazer gestos vazios não terão efeito algum. acrescente pessoas e animas que poderia encontrar no trajeto. 4. mas que fortalece em muito a capacidade de visualização do praticante. Precisamos visualizar. para que a realidade seja alterada. 2. Passeio mental Este é um exercício de projeção astral. Visualize da forma mais real que conseguir. . Deite-se. ou de onde estiver e percorra o trajeto de sua casa até o lugar local escolhido (andando calmamente. Pode ser a casa de um amigo. Escolha um local para visitar mentalmente. Ao progredir no exercício. escolha um que tenha no máximo um quilometro de distância de sua casa. Visualize-se levantando da cama. Visualização Para realizar ritos e feitiços. parente. continue da onde parou. No oriente também existem bruxos. só fortalecerá sua mente. 1. não voando e nem correndo). Como no tópico anterior os exercícios serão transmitidos em passos que deverão ser seguidos conforme mostrados. mas não interaja com eles. em todos os detalhes. Se treiná-lo com afinco por uma semana poderá visualizar qualquer coisa. 3. um local que conheça bem o caminho. ver e sentir a mudança. e não tenha o pensamento preconceituoso de que isto não faz parte da bruxaria. então se fizer práticas deste tipo não será um bruxo(a). para cima. pelo menos até dominar a técnica com perfeição. olhe para os lados. e não recomece o trajeto se perder o foco. para baixo.

5. Agora transforme a esfera numa fruta. repita todos os passo com os olhos abertos. Ao chegar em seu destino. 4. Depois retorne a sua casa pelo mesmo trajeto. Isto finaliza o exercício. altere da forma que achar melhor. mas não o despreze pois tem seu valor. deformações. textura. Formas Se treinou o exercício anterior. Isso finaliza o exercício. permaneça também por pelo menos um minuto com esta imagem. faça com que se torne pedra. arranque gomo a gomo. Feche os olhos 2. permaneça por algum tempo no local. mas não vou me . 3. cheiro e peso. 7. Depois que dominar plenamente a técnica. Após terminar de comê-la.. Veja um circulo branco. e coma-a inteira. Agora de movimento a ela. Agora faça com que este circulo se torne uma esfera branca (3d). mas faça isto da forma mais real possível em termos de luz e sombra. cor. na realidade somos feitos de energia. Percepção e circulação da energia vital Todos nos possuímos energia. 5. metal ou uma substância transparente e gelatinosa. Quando dominar plenamente o exercício. ou mesmo todas as opções. 1. contemple o vazio pelo tempo que conseguir.. este será de extrema facilidade. uma mexerica com todos seus detalhes. 6. faça girar ou quicar. respeitando as mesmas regras. Cada tradição da um nome a esta energia. mas uma de cada vez. Sinta o seu gosto e seu cheiro. etc. Veja suas mãos descascando-a. Tente ficar nesta imagem por pelo menos um minuto. Agora altere sua cor e composição.

Esteja apenas ciente da sensação de suas mãos. visto que não é essencial para praticar a arte. . deite-se e passe para as coxas. Expire lentamente contando de três a seis. tórax. Assim como no exercício com as mãos. inspire profundamente e lentamente. comece a fazer uma massagem circular levemente em seus pés. quando a sensação ficar semelhante a que teve ao sacudir as mãos passe para as canelas. deixe as mãos soltas e balance-as rapidamente diante do peito por uns 20 segundos.aprofundar neste tema. abdômen. tente sentir a sensação no seu corpo todo sem tocá-lo. Agora tente sentir a sensação das mãos sem sacudi-las. Não tente forçar uma percepção. ou criá-la com o poder de visualização desenvolvido. quadril. Faça uma pausa de cinco minutos. só que agora a energia viaja em linha reta. braços e finalmente cabeça. contando até dois. feche os olhos. Percepção Para perceber a energia em suas mãos sente na posição que usa para meditar. o exercício estar completo. Assim que conseguir. Pratique até conseguir sentir todo o corpo. agora deitado. Agora sente-se. É normal não sentir alguma(s) parte(s). Elas começarão formigar por causa do acumulo de sangue. se estiver fazendo o exercício sozinho inicie sentado. Circulação e direcionamento Deite-se e relaxe. mas como citado anteriormente dá um grande auxílio para sentir as mudanças de atmosfera e sentir as energias geradas pelos ritos. não em círculos como na massagem. Este tópico é um bônus para os interessados no assunto. Realize novamente o exercício da mesma forma que fez anteriormente. Isto as torna mais sensíveis. pois não é o objetivo deste trabalho. de baixo para cima. Permaneça com as mãos relaxadas e imóveis voltadas para cima sem descansar no colo ou joelhos.

a sensação deve ir da cabeça até as mãos. . um grande formigamento. é preciso criar uma atmosfera mística pra coisa funcionar. principalmente em magia rúnica. estas não são práticas da Arte. ponha as mãos em conchas sem encostar uma na outra. Você sentirá que algo incha e tenta separar suas mãos.Agora vamos associar a sensação com a respiração. esta é sua energia. calor ou frio.‟ Janus Arthan Samhain 2012. Ao passo que inspira contando até dois. Saber direcionar energia é muito útil em várias práticas da arte. a frente de seu plexo solar. „Como mencionado anteriormente. mas ajudam bastante na execução de ritos e feitiços. Ao expirar contando de três até seis. Apenas chamar pelos deuses e ancestrais não põe o oficio em andamento. sinta a sensação subir dos pés a cabeça.

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->