P. 1
Sistemas Lineares Roteiro de Aula

Sistemas Lineares Roteiro de Aula

|Views: 0|Likes:
Published by Sérgio Mendes

More info:

Published by: Sérgio Mendes on Aug 24, 2013
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/24/2013

pdf

text

original

Página 1 de 9

Roteiro de Aula: SISTEMAS LINEARES
Prof. Sérgio Mendes (sergio.mendes@cba.ifmt.edu.br)



EQUAÇÃO LINEAR: Chamamos de equação linear nas incógnitas
1 2
, ,...,
n
x x x toda equação do tipo
11 1 12 2 13 3 1
...
n n
a x a x a x a x b + + + + = . Os números
11 12 13 1
, , ,...,
n
a a a a , todos reais, são chamados coeficientes e
b , também real, é chamado de termo independente.

SOLUÇÃO DE UMA EQUAÇÃO LINEAR: Dizemos que a sequência ou n-upla ordenada de
números reais ( )
1 2 3
, , ,...,
n
    é uma solução da equação linear
11 1 12 2 13 3 1
...
n n
a x a x a x a x b + + + + = se
11 1 12 2 13 3 1
...
n n
a a a a b     + + + + = for uma sentença verdadeira.

SISTEMA LINEAR: É um conjunto de m ( ) 1 m > equações lineares, nas incógnitas
1 2
, ,...,
n
x x x . Assim
o sistema:

11 1 12 2 13 3 1 1
21 1 22 2 23 3 2 2
31 1 32 2 33 3 3 3
1 1 2 2 3 3
...
...
...
.....................................................
...
n n
n n
n n
m m m mn n m
a x a x a x a x b
a x a x a x a x b
S a x a x a x a x b
a x a x a x a x b
+ + + + = ¦
¦
+ + + + =
¦
¦
= + + + + =
´
¦
¦
+ + + + = ¦
¹

é linear.

Lembrando a definição de produto de matrizes, notemos que o sistema linear S pode ser escrito na forma
matricial da seguinte maneira:

Página 2 de 9
11 12 13 1 1 1
21 22 23 2 2 2
31 32 33 3 3 3
1 2 3
...
...
...
................................... . .
...
n
n
n
m m m mn n n
a a a a x b
a a a a x b
a a a a x b
a a a a x b
( ( (
( ( (
( ( (
( ( (
( ( (
=
( ( (
( ( (
( ( (
( ( (
( ( (
¸ ¸ ¸ ¸ ¸ ¸


Ex1: O sistema linear
2 3 4
2
x y
x y
+ = ¦
´
÷ =
¹
pode ser escrito na forma matricial por
2 3 4
1 1 2
x
y
( ( (
=
( ( (
÷
¸ ¸ ¸ ¸ ¸ ¸


SOLUÇÃO DE UM SISTEMA LINEAR: Dizemos que a sequência ou n-upla ordenada de números
reais ( )
1 2 3
, , ,...,
n
    é uma solução de um sistema linear S , se for solução de todas as equações de S ,
isto é:

11 1 12 2 13 3 1 1
21 1 22 2 23 3 2 2
31 1 32 2 33 3 3 3
1 1 2 2 3 3
...
...
...
.....................................................
...
n n
n n
n n
m m m mn n m
a a a a b
a a a a b
a a a a b
a a a a b
   
   
   
   
+ + + + =
+ + + + =
+ + + + =
+ + + + =
( )
( )
( )
( )
sentença verdadeira
sentença verdadeira
sentença verdadeira
sentença verdadeira


Ex2: O sistema linear
6
2 1
3 4
x y z
x y z
x y z
+ + = ¦
¦
+ ÷ =
´
¦
÷ + =
¹
admite como solução a tripla ordenada ( ) 1,2,3 ,
pois substituindo estas coordenadas em cada uma das equações lineares, temos:

1 2 3 6
2.1 2 3 1
3.1 2 3 4
+ + =
+ ÷ =
÷ + =
( )
( )
( )
sentença verdadeira
sentença verdadeira
sentença verdadeira


Página 3 de 9
Obs1: Se um sistema linear S , tiver pelo menos uma solução diremos que ele é possível ou
compatível. Caso não tenha nenhuma solução diremos que S é impossível ou incompatível.

SISTEMA LINEAR HOMOGÊNEO: Chamamos de sistema linear homogêneo todo aquele em que o
termo independente de todas as equações vale zero.

Ex3: O sistema linear
0
2 0
3 0
x y z
x y z
x y z
+ + = ¦
¦
+ ÷ =
´
¦
÷ + =
¹
é homogêneo.

CLASSIFICAÇÃO DE SISTEMAS LINEARES: Os sistemas lineares podem ser classificados
conforme o esquema abaixo:

determinado (uma única solução)
possível
indeterminado (infinitas soluções)
sistema
impossível (nenhuma solução)


TEOREMA DE CRAMER: Consideremos um sistema linear onde o número de equações é igual ao
número de incógnitas, isto é m n = . Nestas condições, A (matriz dos coeficientes do sistema linear) é
matriz quadrada. Seja det( ) D A = . Se 0 D = , então o sistema será possível e terá uma única solução dada
por ( )
1 2 3
, , ,...,
n
    , tal que
i
i
D
D
 = onde { } 1,2,3,..., i n e .

Obs2:
i
D é o determinante da matriz de A substituindo-se a i’ésima coluna pela coluna dos
termos independentes das equações do sistema.

Ex4: Seja o sistema
6
4
2 1
x y z
x y z
x y z
+ + = ¦
¦
÷ ÷ = ÷
´
¦
÷ + =
¹
. Neste caso temos:
Página 4 de 9

1 1 1
1 1 1 4 0
2 1 1
D = ÷ ÷ = ÷ =
÷


Logo o sistema tem solução única. Determinemos sua solução fazendo:

6 1 1
4 1 1 4
1 1 1
x
D = ÷ ÷ ÷ = ÷
÷

1 6 1
1 4 1 12
2 1 1
y
D = ÷ ÷ = ÷
1 1 6
1 1 4 8
2 1 1
z
D = ÷ ÷ = ÷
÷


Logo, teremos:

4
1
4
x
D
x
D
÷
= = =
÷

12
3
4
y
D
y
D
÷
= = =
÷

8
2
4
z
D
z
D
÷
= = =
÷


Portanto a solução única do sistema é dada pela tripla ordenada ( ) 1,3,2 .

SISTEMAS ESCALONADOS: O Teorema de Cramer tem um interesse mais teórico do que prático.
Quando o número de equações é muito grande fica bastante trabalhoso resolver sistemas através de sua
aplicação. Por exemplo, num sistema de 5 equações e 5 incógnitas teremos que calcular 6 determinantes
de ordem 5. O método de resolução que veremos agora é mais simples, embora em alguns de seus
aspectos teóricos tenhamos que usar o Teorema de Cramer.
Página 5 de 9

DEFINIÇÃO: Dado um sistema linear:

11 1 12 2 13 3 1 1
21 1 22 2 23 3 2 2
31 1 32 2 33 3 3 3
1 1 2 2 3 3
...
...
...
.....................................................
...
n n
n n
n n
m m m mn n m
a x a x a x a x b
a x a x a x a x b
S a x a x a x a x b
a x a x a x a x b
+ + + + = ¦
¦
+ + + + =
¦
¦
= + + + + =
´
¦
¦
+ + + + = ¦
¹


onde em cada equação existe pelo menos um coeficiente não nulo, diremos que S está na forma
escalonada, se o número de coeficientes nulos, antes do primeiro coeficiente não nulo, aumenta de
equação para equação.

Ex5: Os sistemas abaixo estão na forma escalonados:

3 1
4
2 5
x y z
y z
z
+ + = ¦
¦
÷ =
´
¦
=
¹

3 1
7 4 2
10 3
x y z t
y z t
z t
+ ÷ + = ¦
¦
÷ + ÷ =
´
¦
÷ = ÷
¹

4 5
2 0
x y z
y z
÷ + = ¦
´
÷ =
¹


RESOLUÇÃO DE SISTEMAS LINEARES POR ESCALONAMENTO: Vamos resolver os sistemas
nos exemplos abaixo usando escalonamento:

Ex6: Seja o sistema
2 9
2 3
3 2 4
x y z
x y z
x y z
+ + = ¦
¦
+ ÷ =
´
¦
÷ ÷ = ÷
¹
. Neste caso temos:

Página 6 de 9
2
1 2
1 3
2 3
1

2
3
3
7
2 9 2 9
2 3 ~ 3 3 15 ~
3 2 4 7 5 31
2 9 2 9
~ 5 ~ 5
7 5 31 2 4
L
L L
L L
L L
x y z x y z
x y z y z
x y z y z
x y z x y z
y z y z
y z z
÷
÷ +
÷ +
÷ +
+ + = + + = ¦ ¦
¦ ¦
+ ÷ = ÷ ÷ = ÷
´ ´
¦ ¦
÷ ÷ = ÷ ÷ ÷ = ÷
¹ ¹
+ + = + + = ¦ ¦
¦ ¦
+ = + =
´ ´
¦ ¦
÷ ÷ = ÷ =
¹ ¹


Diante do sistema escalonado (Sistema Possível e Determinado) percebe-se através da 3ª
linha (equação linear) que 2 z = . Substituindo-se o valor encontrado de z na 2ª linha
encontra-se 3 y = . Por fim, substituindo-se os valores de z e y na 1ª linha, encontra-se
1 x = . Portanto a solução do sistema acima é única e é dada pela tripla ordenada ( ) 1,3,2 .


Ex7: Seja o sistema
3 1
3 3 2 0
2 2 4
x y z t
x y z t
x y z t
+ ÷ + = ¦
¦
+ + + =
´
¦
+ + ÷ =
¹
. Neste caso temos:

2 3 1 2
1 3 3 2
3
2
3 1 3 1
3 3 2 0 ~ 10 3 ~
2 2 4 7 4 2
3 1
~ 7 4 2
10 3
L L L L
L L L L
x y z t x y z t
x y z t z t
x y z t y z t
x y z t
y z t
z t
= ÷ +
÷ + =
+ ÷ + = + ÷ + = ¦ ¦
¦ ¦
+ + + = ÷ = ÷
´ ´
¦ ¦
+ + ÷ = ÷ + ÷ =
¹ ¹
+ ÷ + = ¦
¦
÷ + ÷ =
´
¦
÷ = ÷
¹


Diante do sistema escalonado (Sistema Possível e Indeterminado), diferentemente do
exemplo anterior, temos que escolher uma variável livre (neste caso escolhemos t ) para
representarmos todos os possíveis resultados que o sistema pode assumir. Na 3ª linha ao
isolarmos a variável z em função de t encontramos
3 1
10 10
z t = ÷ + . Na 2ª linha
substituindo-se o valor encontrado de z em função de t , e ao isolarmos a variável y em
Página 7 de 9
função de t encontramos
41 33
10 10
y t = ÷ ÷ . Por fim, substituindo-se os valores de z e y em
função de t na 1ª linha, encontramos
13
4
5
x t = ÷ + . Portanto as infinitas soluções do
sistema acima são dadas por
13 41 33 3 1
4 , , ,
5 10 10 10 10
t t t t
| |
÷ + ÷ ÷ ÷ +
|
\ .
. Alguns exemplos de
soluções possíveis são dados abaixo, tomando-se valores reais para t :

33 11 2
Para 1, temos: , , , 1
5 10 5
41 3
Para 0, temos: 4, , ,0
10 10
7 37 1
Para 1, temos: , , ,1
5 5 5
.
.
.
E assim por diante.
t
t
t
| |
= ÷ ÷ ÷ ÷ ÷
|
\ .
| |
= ÷ ÷ ÷
|
\ .
| |
= ÷ ÷ ÷
|
\ .



Ex8: Seja o sistema
4
3 2 0
5 5 4
x y z
x y z
x y z
÷ + = ¦
¦
+ + =
´
¦
+ + = ÷
¹
. Neste caso temos:

Página 8 de 9
2 3 1 2
1 3
2 3
5
4 4
3 2 0 ~ 5 2 12 ~
5 5 4 10 4 24
4 4
~ 5 2 12 ~ 5 2 12 ~
0 0 0 0 0
4

5 2 12
L L L L
L L
x y z x y z
x y z y z
x y z y z
x y z x y z
y z y z
y z
x y z
y z
÷ + ÷ +
÷ +
÷ + = ÷ + = ¦ ¦
¦ ¦
+ + = ÷ = ÷
´ ´
¦ ¦
+ + = ÷ ÷ = ÷
¹ ¹
÷ + = ÷ + = ¦ ¦
¦ ¦
÷ = ÷ ÷ = ÷
´ ´
¦ ¦
+ = =
¹ ¹
÷ + = ¦
´
÷ = ÷
¹


Diante do sistema escalonado (Sistema Possível e Indeterminado), ao aparecer a equação
0 0 = , eliminamos a mesma do sistema. Em seguida, escolhemos z como variável livre. Na
2ª linha ao isolarmos a variável y em função de z encontramos
12 2
5 5
y z = ÷ + . Na 1ª linha
substituindo-se o valor encontrado de y em função de z , e ao isolarmos a variável x em
função de t encontramos
8 3
5 5
x z = ÷ . Portanto as infinitas soluções do sistema acima são
dadas por
8 3 12 2
, ,
5 5 5 5
z z z
| |
÷ ÷ +
|
\ .
. Alguns exemplos de soluções possíveis são dados
abaixo, tomando-se valores reais para z :

( )
8 12
Para 0, temos: , ,0
5 5
Para 1, temos: 1, 2,1
.
.
.
E assim por diante.
z
z
| |
= ÷
|
\ .
= ÷



Ex9: Seja o sistema
4 8
3 15
10 12 11
x y
x y
x y
+ = ÷ ¦
¦
÷ =
´
¦
÷ =
¹
. Neste caso temos:
Página 9 de 9

2 3 1 2
1 3
4 3
10
4 8 4 8
3 15 ~ 13 39 ~
10 12 11 52 87
4 8 4 8
~ 13 39 ~ 13 39
0 69 0 69
L L L L
L L
x y x y
x y y
x y y
x y x y
y y
y
÷ + ÷ +
÷ +
+ = ÷ + = ÷ ¦ ¦
¦ ¦
÷ = ÷ =
´ ´
¦ ¦
÷ = ÷ =
¹ ¹
+ = ÷ + = ÷ ¦ ¦
¦ ¦
÷ = ÷ =
´ ´
¦ ¦
= ÷ = ÷
¹ ¹


Diante do sistema escalonado (Sistema Impossível), ao aparecer a equação
0 número diferente de zero = , concluímos pela impossibilidade do sistema ter soluções,
haja vista que esta sentença é falsa.

DISCUSSÃO DE SISTEMAS LINEARES: Ao discutirmos um sistema linear em função de uma
variável qualquer, nos interessa saber para que valores da variável o sistema será S.P.D., S.P.I. e S.I.

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->