1

Apostila Praticas de Metrologia Industrial MESA DE SENO

AUTORES:

Prof. Msc. SAMUEL MENDES FRANCO Prof. Msc. OSNI PAULA LEITE Prof. Msc. LUIS ALBERTO BÁLSAMO

PRATICAS DE METROLOGIA INDUSTRIAL AUTORES: SAMUEL MENDES FRANCO - OSNI PAULA LEITE - LUIS ALBERTO BÁLSAMO Fatec Sorocaba - 06 / 2009

5 . 4. 3 . 4.Introdução.2 MESA DE SENO Sumário: 1 . 4 .1 .OSNI PAULA LEITE .3 .Verificando paralelismo.06 / 2009 .4 .2 .Cálculo para montagem dos blocos padrões.Manuseio geral. 4.Aplicações.Acessórios utilizados. 4.LUIS ALBERTO BÁLSAMO Fatec Sorocaba .Especificações. PRATICAS DE METROLOGIA INDUSTRIAL AUTORES: SAMUEL MENDES FRANCO . 4.Calcular o ângulo α do cone. 2 .Cálculo aproximado do ângulo de inclinação β.

LUIS ALBERTO BÁLSAMO Fatec Sorocaba .OSNI PAULA LEITE .06 / 2009 .3 SISTEMA DE MEDIÇÃO: MESA DE SENO FINALIDADE: MEDIR O ÂNGULO DE INCLINAÇÃO DO CONE ILUSTRAÇÃO: 400 mm PRATICAS DE METROLOGIA INDUSTRIAL AUTORES: SAMUEL MENDES FRANCO .

Relógio comparador com suporte. para medições angulares de precisão.APLICAÇÕES A mesa de seno com contra pontas. .Desempeno.ESPECIFICAÇÕES Distância entre roletes Precisão em segundos de arco com batente lateral com desempeno de granito 3 . 2 . A linha horizontal é conseguida por um bloco padrão de 6 mm para possibilitar a medição de ângulos pequenos.06 / 2009 .Blocos padrão.Paquímetro.4 1 .OSNI PAULA LEITE . 400 mm 10” PRATICAS DE METROLOGIA INDUSTRIAL AUTORES: SAMUEL MENDES FRANCO . eixos e macais de aço temperado e retificado. medindo o ângulo pelo seu seno. Pontas. régua de seno. .ACESSÓRIOS UTILIZADOS: . . Corpo de ferro fundido.LUIS ALBERTO BÁLSAMO Fatec Sorocaba . estabilizado e retificado. funciona como régua de seno.

braço b 400 mm Para tornar a superfície cônica da peça paralela ao desempeno é necessário saber: que altura H é necessário colocar entre o rolete e a base da Mesa de Seno.5 4 .1 . é necessário tornar a superfície cônica da peça. para isto.MANUSEIO GERAL Para inclinar a mesa de seno é só levantar o braço b (Levante e abaixe cuidadosamente).OSNI PAULA LEITE .LUIS ALBERTO BÁLSAMO Fatec Sorocaba . é necessário inclinar a mesa de seno uma inclinação α.INTRODUÇÃO Para encontrarmos o ângulo de inclinação do cone. Com auxílio do relógio comparador vamos conferir o paralelismo entre a peça e o desempeno. PRATICAS DE METROLOGIA INDUSTRIAL AUTORES: SAMUEL MENDES FRANCO . sendo que esta altura H será montada com blocos padrão.06 / 2009 . 4. paralela ao desempeno.

Encontre o ângulo do cone.LUIS ALBERTO BÁLSAMO Fatec Sorocaba .2 .OSNI PAULA LEITE . 4.06 / 2009 .a altura da base de apoio dos blocos padrão até os roletes é de 6 mm.CÁLCULO APROXIMADO DO ÂNGULO DE INCLINAÇÃO (α) 1.6 Sabendo-se que: 400 mm. Vamos calcular a altura H. Determine as medidas: d = ______ D = ______ L = ______ L 2.) ilustração α PRATICAS DE METROLOGIA INDUSTRIAL AUTORES: SAMUEL MENDES FRANCO . Dados: a.a distância entre os roletes do sistema de medição é de . .

7 L b.) fórmulas: h= D−d 2 tang α = h L Onde: D = diâmetro maior d = diâmetro menor L = comprimento h = altura α = ângulo de inclinação c.OSNI PAULA LEITE .) cálculo h = ------2 h = ____ tang α = ___ α = _____ 4.LUIS ALBERTO BÁLSAMO Fatec Sorocaba .PADRÃO PRATICAS DE METROLOGIA INDUSTRIAL AUTORES: SAMUEL MENDES FRANCO .3 .06 / 2009 .CÁLCULO PARA MONTAGEM DOS BLOCOS.

OSNI PAULA LEITE .LUIS ALBERTO BÁLSAMO Fatec Sorocaba .06 / 2009 .Ilustração Roletes Base Base H α .a altura da base de apoio dos blocos padrão até os roletes é de 6 mm. .a distância entre os roletes do sistema de medição é de .Fórmulas: PRATICAS DE METROLOGIA INDUSTRIAL AUTORES: SAMUEL MENDES FRANCO . 2.8 1.) Dados .) Sabendo-se que: 2 400 mm.

utilizando os blocos padrão. 2.OSNI PAULA LEITE . como foi indicado na figura da página 3.LUIS ALBERTO BÁLSAMO Fatec Sorocaba .06 / 2009 .) Com o relógio comparador.9 H H = 400 .VERIFICAR O PARALELISMO 1. apalpar a posição 1 e 2 representada na ilustração abaixo. colocar a montagem dos blocos padrão e CUIDADOSAMENTE abaixar o braço. sen α H = _____ 400 Como a altura da base do apoio do bloco padrão até os roletes é de 6 mm. 1 2 PRATICAS DE METROLOGIA INDUSTRIAL AUTORES: SAMUEL MENDES FRANCO . 4. então a montagem dos blocos padrão será: sen α = M = H + 6 mm M = ________ 3.) Fazer a montagem do valor M encontrado.4 . ambos terão de zerar. levantando o braço b.) Inclinar a mesa de seno.

significa que a superfície cônica da peça não está paralela ao desempeno.ilustração 2 1 dH . H h PRATICAS DE METROLOGIA INDUSTRIAL AUTORES: SAMUEL MENDES FRANCO .OSNI PAULA LEITE .) Calcular o valor de blocos (V) padrão será necessário para a diferença de altura dH.) Anotar qual a diferença de altura entre as posições.) Havendo deflexão no relógio entre as posições 1 e 2.LUIS ALBERTO BÁLSAMO Fatec Sorocaba .10 3. Dados: . 4.06 / 2009 .cálculo Se para h (pág 05) tiremos H (pág 06) então para precisamos de ? (V) h dh H V= dH V dh. dH = ______ 5.

LUIS ALBERTO BÁLSAMO Fatec Sorocaba .OSNI PAULA LEITE .11 dh = _________ H = __________ h = __________ V = __________ 6. 8. 7 e 8.a altura de blocos padrão utilizada = ______ PRATICAS DE METROLOGIA INDUSTRIAL AUTORES: SAMUEL MENDES FRANCO .CALCULAR O ÂNGULO DO CONE (ß) 1.) Repetir os itens 1. 6. 5.) Se houver deflexão no relógio entre as posições 1 e 2.) Sabendo: .) Fazer a nova montagem de blocos padrão. 9. 4.06 / 2009 . proceder como nos itens 4. 10.) Então a nova montagem de blocos padrão (N) será : N=M+V N = _______ 7. 2 e 3 (páginas 07 ).5 .) Não tendo deflexão a peça está paralela ao desempeno.

) Transformar ß em graus. altura cálculo = _______ . Dados: sen ß = altura calculo 400 Logo: ß = _______ 3.12 . minutos e segundos.06 / 2009 .LUIS ALBERTO BÁLSAMO Fatec Sorocaba . ß = ___º___ ‘___” PRATICAS DE METROLOGIA INDUSTRIAL AUTORES: SAMUEL MENDES FRANCO . 2.distância entre os roletes de 400 mm.a altura utilizada para o cálculo será a altura dos blocos padrão menos 6 mm.) Calcular ß.OSNI PAULA LEITE .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful