Me et tr ro ollo og giia a

In nd du us st tr riia all

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SOROCABA

Apostila de Instrumentação Módulo: Micrômetro

AUTORES:

Prof. Msc. SAMUEL MENDES FRANCO Prof. Msc. OSNI PAULA LEITE Prof. Msc. LUIS ALBERTO BÁLSAMO

Apostila de Instrumentação AUTORES: SAMUEL MENDES FRANCO - OSNI PAULA LEITE - LUIS ALBERTO BÁLSAMO Fatec Sorocaba - 10 / 2008

1

que se tornou conhecido como micrômetro. Apostila de Instrumentação AUTORES: SAMUEL MENDES FRANCO . Ou seja.OSNI PAULA LEITE . Em 1848 encontramos pela literatura a solicitação da patente de um calibre com rosca e vernier circular. usa-se o micrômetro. O micrômetro é um instrumento de medição utilizado onde se faz necessário uma exatidão superior a exigida para o paquímetro.Me et tr ro ollo og giia a In nd du us st tr riia all FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SOROCABA Micrômetros Introdução Em 1638 foi desenvolvido um instrumento provido de um parafuso deslocável com passo de 30 fios por polegada e uma escala circular fixa com 100 divisões. quando se necessita medir com tolerâncias mais apertadas daquelas que o paquímetro pode oferecer. Somente após 1867. na França. encontramos registrados do aperfeiçoamento de tal instrumento.LUIS ALBERTO BÁLSAMO Fatec Sorocaba .10 / 2008 2 . Não se conhece o sucesso deste instrumento.

OSNI PAULA LEITE . dentro de uma porca micrometricamente usinados. também chamada de batente fixo. ou seja. 3 01 catraca 01 cilindro graduado 01 escala do Nônio 01 trava Outros componentes Apostila de Instrumentação AUTORES: SAMUEL MENDES FRANCO . A ponta de contato fixo. está fixa no arco. também chamada de escala do tambor Onde vamos efetuar a leitura do nônio. O micrômetro externo é composto basicamente de: 01 corpo em forma de um arco 02 pontas de contato Onde vamos segurar ou apoiar o instrumento. também chamada de bainha um tambor. Necessários para o ajuste e perfeito funcionamento do instrumento. Onde vamos executar a leitura da escala da escala principal. Através desta vamos padronizar a pressão sobre a grandeza à medir.10 / 2008 . Onde vamos executar a leitura da escala secundária. Sendo.LUIS ALBERTO BÁLSAMO Fatec Sorocaba . e a ponta de contato móvel está afixada no fuso micrométrico. lapidados. este avança a face de medição proporcionalmente ao passo da rosca. uma ponta de contato fixo e uma ponta de contato móvel. Quando o parafuso micrométrico gira.Me et tr ro ollo og giia a In nd du us st tr riia all FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SOROCABA Análise Construtiva O principio de funcionamento do instrumento é baseado no deslocamento axial de um parafuso com passo de alta precisão. Onde estão as faces de medição lapidadas. com a finalidade de travar o deslocamento do instrumento.

entre os dois limites de uma fixa nominal Menor diferença entre indicações de um dispositivo mostrador que pode ser significativamente percebida.5 mm número de divisões da escala do tambor 50 divisões Logo.5 mm • cada divisão da escala do tambor =: 0. dentro dos limites especificados.Me et tr ro ollo og giia a In nd du us st tr riia all FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SOROCABA Características do Instrumento Os micrômetros obedecem ao “principio de Abbe”. 0. então temos: valor da menor divisão da escala principal 0. No micrômetro.01 mm 50 Assim temos. do cilindro graduado. um instrumento de medição deve possuir como condição ideal a escala alinhada com a posição na qual o objeto a medir é colocado.10 / 2008 4 . ou seja. Segundo “Abbe”.5 Resolução = = 0. Vamos verificar os casos abaixo: 1º Estudo de Caso: Sistema Métrico Cada divisão da escala principal.5 mm e a escala do tambor possui 50 divisões. vale. • cada divisão da escala principal = 0. ou seja menor leitura do instrumento.LUIS ALBERTO BÁLSAMO Fatec Sorocaba . devemos identificar: Faixa de Medição: Ë definida como a faixa de utilização do instrumento. dentro do qual se admite que o erro do instrumento de medição mantém se. Amplitude: A amplitude será definida como sendo a diferença em módulo. 0.01 mm Resolução: Apostila de Instrumentação AUTORES: SAMUEL MENDES FRANCO . Faixa Nominal: Ë a faixa de indicação que se pode obter em uma posição específica de um instrumento de medição.OSNI PAULA LEITE .

10 / 2008 5 .01 mm • cada divisão da escala do nônio = 0. verificamos que este valor se divide em 10 partes no nônio.001 mm 3º Estudo de Caso: Sistema Inglês Cada divisão da escala principal vale 0.Me et tr ro ollo og giia a In nd du us st tr riia all FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SOROCABA 2º Estudo de Caso: Sistema Métrico com Escala do Nônio Cada divisão da escala principal vale 0.001 mm 10 Assim temos.001 “ Assim temos.5 mm • cada divisão da escala do tambor =: 0. cada divisão do tambor vale 0. • cada divisão da escala principal • cada divisão da escala do tambor Apostila de Instrumentação AUTORES: SAMUEL MENDES FRANCO .01 mm número de divisões do nônio 10 divisões Logo. 0.OSNI PAULA LEITE .025” e a escala do tambor possui 25 divisões. 0.025” 25 divisões 0.025 ” 0. então temos: valor da menor divisão da escala fixa número de divisões da escala móvel Logo.5 milímetro e a escala do tambor possui 50 divisões.01 = Resolução = 0.01 mm Sabendo-se que. então temos: valor da menor divisão da escala fixa número de divisões da escala móvel Logo.LUIS ALBERTO BÁLSAMO Fatec Sorocaba . • cada divisão da escala principal = 0. portanto temos: valor da menor divisão no tambor 0. 1 Resolução = = 50 do tambor 1 mm 50 divisões 0.01 mm.025” Resolução = = 25 do tambor 0.001” = =: 0.

10 / 2008 6 .003 mm ± 0.025” e a escala do tambor possui 25 divisões. Apostila de Instrumentação AUTORES: SAMUEL MENDES FRANCO .001” Resolução = = 0.001” Sabendo-se que. • cada divisão da escala principal = 0.001” 0.01 mm 0.025” 25 divisões 0. verificamos que este valor se divide em 10 partes no nônio. portanto temos:: valor da menor divisão no tambor 0. 0. portanto é um parâmetro de fabricação do instrumento.0001 “ Exatidão: Aptidão de um instrumento de medição para dar respostas próximas a um valor verdadeiro. Micrômetro Faixa de medição 25 mm Faixa de medição 1” Resolução 0. sendo assim.0001 “ 10 Assim temos. A seguir será apresentado alguns micrômetros Starrett.003 mm ± 0.LUIS ALBERTO BÁLSAMO Fatec Sorocaba .025 “ • cada divisão da escala do tambor =: 0. cada divisão do tambor vale 0.00005” A exatidão apresentada se refere ao instrumento novo.001 “ • cada divisão da escala do nônio = 0.0001” ± 0. o instrumento deverá ser periodicamente calibrado para determinar seu comportamento metrológico.001 “.Me et tr ro ollo og giia a In nd du us st tr riia all FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SOROCABA 4º Estudo de Caso: Sistema Inglês com Escala do Nônio Cada divisão da escala principal vale 0.025” Resolução = = 25 do tambor 0. então temos: valor da menor divisão da escala fixa número de divisões da escala móvel Logo. 0.001 mm 0.0001” Exatidão ± 0.OSNI PAULA LEITE .001 “ número de divisões do nônio 10 divisões Logo.

10 / 2008 7 . Face do tambor Apostila de Instrumentação AUTORES: SAMUEL MENDES FRANCO .OSNI PAULA LEITE .LUIS ALBERTO BÁLSAMO Fatec Sorocaba .Me et tr ro ollo og giia a Leituras In nd du us st tr riia all FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SOROCABA PARA A LEITURA DEVEMOS: Observar : A escala principal a escala do tambor e o nônio OBSERVAR E ANALISAR O INSTRUMENTO Escala do Nônio Escala do Tambor Escala principal Quanto vale cada divisão na escala principal? Devemos analisar: Quanto vale cada divisão na escala do tambor? Quanto vale cada divisão na escala do nônio? Após observar as escalas e analisar os valores. seguiremos a seguinte sequência: Primeiro: Observe a posição da face do tambor. A face do tambor passou de uma determinada graduação na escala principal? Qual é essa graduação? Desta maneira temos a leitura na escala principal.

10 / 2008 8 . Logo a medida será: leitura da escala principal + leitura da escala do tambor + leitura do nônio Apostila de Instrumentação AUTORES: SAMUEL MENDES FRANCO . Percorra com os olhos a escala do tambor e identifique se algum traço está coincidindo com esta linha horizontal. Terceiro: Percorra com os olhos a escala do nônio e identifique qual graduação está coincidindo com alguma graduação da escala do tambor.LUIS ALBERTO BÁLSAMO Fatec Sorocaba .Me et tr ro ollo og giia a Segundo: In nd du us st tr riia all FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SOROCABA Observe que na escala principal possui uma linha horizontal. temos a leitura no nonio. Qual é essa graduação? Assim. identifique qual graduação da escala o tambor está imediatamente abaixo a esta linha? Qual é essa graduação? Assim. Quarto: A medida será obtida pela somatório das leituras. chamada linha de leitura. temos a leitura no tambor.OSNI PAULA LEITE . caso nenhuma venha a coincidir.

na parte de cima temos graduações de 1 em 1 milímetro. chamada linha de leitura. 10. Após observar as escalas e analisar os valores. seguiremos a seguinte sequência: Primeiro: Observe a posição da face do tambor. vemos uma linha horizontal.Me et tr ro ollo og giia a In nd du us st tr riia all Escala do Nônio FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SOROCABA Estudo de Caso Nº 1 – Sistema Métrico Observar : A escala principal a escala do tambor e o nônio Escala do Tambor Linha Horizontal Escala principal Devemos analisar: Quanto vale cada divisão na escala principal? No esquema.0 mm Apostila de Instrumentação AUTORES: SAMUEL MENDES FRANCO . Quanto vale cada divisão na escala do tambor? Cada divisão na escala do tambor vale 0.15. 25.LUIS ALBERTO BÁLSAMO Fatec Sorocaba . Na parte de baixo estão as graduações de 0.01mm. Quanto vale cada divisão na escala do nônio? Cada divisão na escala do nônio vale 0.OSNI PAULA LEITE . A face do tambor passou de uma determinada graduação na escala principal? Qual é essa graduação? 18 mm Leitura na escala principal = 18 .001mm. e a cada 5 graduações está numerada: 5. 20.10 / 2008 9 .5 mm.

LUIS ALBERTO BÁLSAMO Fatec Sorocaba . Percorra com os olhos a escala do tambor e identifique se algum traço está coincidindo com esta linha horizontal.0 0.096 Apostila de Instrumentação AUTORES: SAMUEL MENDES FRANCO .09 0.OSNI PAULA LEITE . caso nenhuma venha a coincidir.006 Medida = 18.10 / 2008 10 . Qual é essa graduação? 6 Leitura no nonio = 0. chamada linha de leitura. Logo a medida será: leitura da escala principal = leitura da escala do tambor = leitura do nônio = 18.Me et tr ro ollo og giia a Segundo: In nd du us st tr riia all FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SOROCABA Observe que na escala principal possui uma linha horizontal.006 mm Quarto: A medida será obtida pela somatório das leituras.09 mm Terceiro: Percorra com os olhos a escala do nônio e identifique qual qraduação está coincidindo com alguma graduação da escala do tambor. identifique qual graduação da escala o tambor está imediatamente abaixo a esta linha? Qual é essa graduação? 9 Leitura no tambor = 0.

254 mm 4 Abrir o micrômetro em: 5.736 mm Apostila de Instrumentação AUTORES: SAMUEL MENDES FRANCO .LUIS ALBERTO BÁLSAMO Fatec Sorocaba .OSNI PAULA LEITE .Me et tr ro ollo og giia a In nd du us st tr riia all FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SOROCABA Exercícios de Leituras no Sistema Métrico 1 Leitura: 2 Leitura: 3 Abrir o micrômetro em: 15.10 / 2008 11 .

5.OSNI PAULA LEITE . 8. NÃO deverá FECHAR o instrumento pelo TAMBOR. Limpar as faces de medição. 2. Abrir o instrumento. 7. 3. Portanto. Fechar o micrômetro girando o fuso micrométrico através da catraca numa velocidade baixa. Limpar a superfície da peça a ser medida. Ajustar o instrumento na escala inicial. dar três voltas na catraca. garantindo pressão uniforme na medição. girando o fuso micrométrico no sentido horário a uma distância maior que a dimensão da peça a ser medida. Posicionar a peça entre as faces de medição. Quando perceber que a face de contato móvel encostar a peça. posicionar o instrumento de maneira a evitar o erro de paralaxe.001 mm Apostila de Instrumentação AUTORES: SAMUEL MENDES FRANCO . Resolução 0. 9. Efetuar a leitura das escalas Para efetuar as leituras das escalas. 6. Chamamos de ajuste do “zero”.LUIS ALBERTO BÁLSAMO Fatec Sorocaba . uniforme e constante. para micrômetros com faixa de operação de 0 a 25 mm. A catraca ou o sistema de fricção será utilizado para controlar a pressão na medição. Encostar a ponta de contato fixa na peça.10 / 2008 12 . para isto é importante um alinhamento do ponto de observação com as graduações das escalas do tambor e do nônio.Me et tr ro ollo og giia a In nd du us st tr riia all FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SOROCABA Procedimento de Medição Procedimento de Medição Instrumento: Micrômetro Externo Descrição 1. 4.

Para maiores informações consultar o catálogo do fabricante. micrômetro para medição de roscas entre outros modelos e tipos.10 / 2008 13 .LUIS ALBERTO BÁLSAMO Fatec Sorocaba .OSNI PAULA LEITE . micrômetros para medição interna.Me et tr ro ollo og giia a In nd du us st tr riia all FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SOROCABA Tipos de Micrômetros Existem diversos modelos de micrômetros. micrômetro para medição de profundidade. micrômetros para medição externa. Sendo micrômetros eletrônicos digitais. Apostila de Instrumentação AUTORES: SAMUEL MENDES FRANCO . mecânicos.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful